Você está na página 1de 7

PPLL 112222//0066

O mosquito

XX

117711 ee 228844 CCPPBB

O

camelo

Por André Sherring Julho de 2011

PL 122/06 X 171 e 284 CPB

Prezados amigos,

O mosquito

e

o

Introdução

camelo

em meio a alegria e "conquista" do povo de DEUS pela destituição da PL 122/06 conhecida equivocadamente como ‘lei da anti homofobia’ esta semana, se encheram em e-mails e páginas na internet cantando vitória pela derrota de tal projeto vil, ALELUIA por isto!

Porém, é sabido não somente pelas Escrituras, mais também por experiências de vida, que somos seres desequilibrados por natureza, é por isto que existem tantas regras, leis, projetos e normas para tentar nos trazer para a normalidade da vida, para o equilíbrio e sensatez em determinado meio social.

JESUS quando esteve entre nós, também mostrou este equilíbrio por meio do Caminho revelado em alguns ensinos como: considere o próximo superior a si mesmo; não atente cada um para o que é propriamente seu, mas cada qual também para o que é dos outros; aquele que quer ser líder, seja servo; tudo o que vós quereis que os homens vos façam, fazei-lho também vós.

Porém, existia uma moçada na época de JESUS, na qual, para eles, não havia equilíbrio, eram extremados, olhavam a vida só por uma perspectiva, ou seja, a deles e de suas vidinhas religiosas e a patética concepção que tinham do "Reino de DEUS". Aí surge JESUS entornando o "sagrado" deles, em que, logo no primeiro milagre usou "talhas de purificação" para transformar água em vinho. Objeto sagrado dos religiosos da época para se "purificarem" antes de entrarem nas casas!

para se "purificarem" antes de entrarem nas casas ! Talha da época exposta em Jerusalém Tinham

Talha da época exposta em Jerusalém

Tinham que lavar mãos, pés e algo mais em um extremismo que DEUS nunca exigiu. Cada talha ou vaso cabia entre 75 (Flávio Josefo) a 120 litros. JESUS manda entorna uma água qualquer, pois Ele não estava preocupado com a qualidade da água, mas a transformação que Ele faria da água (provavelmente não era mineral) e saiu o que há de melhor em vinho.

Mas o incrível é que, apesar de JESUS ter muito em comum com aquela classe religiosa, como:

nas questões de DEUS, Reino, princípios, leis e a moral. PORÉM, foram contra eles, os MAIS SEVEROS REPÚDIOS E INDIGNAÇÃO por parte do Rei da Glória, por quê?

Hoje não é diferente, pois, nós temos muito de farisaísmo de vários tipos em nós mesmos e em nosso meio. A indignação nos falta e passamos batidos, pois dentre todos os profetas, só João Batista e principalmente JESUS que é DEUS de forma contundente, peitou essa moçada de capa santa e religiosa que se consideravam "o povo de DEUS" da época. Isto porque Ele não se iludia com a aparência e conhecia o interior deles.

Neste breve comentário sobre o acima exposto, desejo-lhes trazer um pouco de sensatez e equilíbrio primeiramente para uma seara, a moçada da PL122/06, depois, falaremos de outra seara, a moçada do 171 e 284.

PL 122/06 (o mosquito)

O Projeto de Lei 122/06, preconceituoso e degradante, eivado de inconstitucionalidade, na qual, o termo "PL 122" tornou-se sinônimo e símbolo anti DEUS, seria quase que impossível passar pelo Congresso - não porque sejam eles bonzinhos, mas porque a opinião pública no geral e em grande maioria, não só evangélicos e católicos romanos - é totalmente contra a incongruência que era este projeto.

Grande parte desta "vitória" se deu pela incessante luta de muitos evangélicos e católicos romanos contra, com destaques para o Pr. Silas Malafaia, internet (facebook, you tube, e-mails) e claro, pela vontade permissiva ou diretiva de JESUS.

PORÉM, os primeiros passos foram dados para que em um futuro não distante, voltem com outro Projeto com sutis mudanças. Inclusive a Marta Suplicy já deu a entender isto.

Também, estes passos foram dados para uma mudança de comportamento, em que, na prática ela tem várias fases até a mudança acontecer sem que as pessoas nem percebam.

Vou dar um exemplo claro: beijo gay em novela na TV uns quatro anos atrás, levantou-se a questão, o povo foi contra e o beijo não saiu. Neste tempo, foram introduzindo uma série de matérias a respeito das ofensas e preconceitos contra homossexuais. Foi-se criando imagens subliminares nas novelas tipo, 'casal de gay não se beija em público', porém, atrás dos diálogos deles, constantemente aparecia um quadro com fotos em carinhos sugestivos (em certa novela).

O povo vai sendo moldado no seu consciente e subconsciente até não se incomodarem mais. Resultado! Hoje é uma verdadeira beijação de homossexuais na Tv, em vários horários e cadê os movimentos religiosos ou não pela família? Ah! Os ânimos se arrefeceram.

Se possível leiam este fantástico artigo sobre como espíritos malignos, sistemas políticos e sociais, assim como os illuminatis, conscientes ou não, moldam comportamentos da sociedade da forma que querem:

O Plano das Seis Etapas Para a Mudança do Comportamento

Por isto que JESUS nos alerta a proteger-nos dessa manipulação com o seguinte dispositivo de Lei: Rm 12:2

"E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus."

JESUS sabe que os inimigos espirituais e nós pecadores, tentamos sempre MANIPULAR uns aos outros e gostamos de nos enganar (2 Tm 3:13 e Is 30:9-10).

"Mas os homens maus e enganadores irão de mal para pior, enganando e sendo enganados." "Porque este é um povo rebelde, filhos mentirosos, filhos que não querem ouvir a lei do SENHOR. Que dizem aos videntes: Não vejais; e aos profetas: Não profetizeis para nós o que é reto; dizei-nos coisas aprazíveis, e vede para nós enganos."

Em Lc 17:26-30, JESUS profetizou que a sociedade como um todo, antes da volta do SENHOR estaria nos interesses e pecados da época de Noé e Sodoma & Gomorra.

Neste ano (2011), no carnaval de São Paulo, a Escola de Samba Nenê da Vila Matilde, encenou na avenida, referências a Sodoma e Gomorra e o porquê de sua destruição. Sabem da verdade, porém, NÃO PERCEBEM a gravidade, EXATAMENTE como JESUS profetizou. "Como na época de Noé e Sodoma, comiam, bebiam e davam-se e casamento" e até referências a aquela época fazem os homens, porém o cumprimento é eminente.

época fazem os homens, porém o cumprimento é eminente. Mulher de Ló em sal na Escola

Mulher de Ló em sal na Escola de Samba

Contra a PL 122/06 o “povo de DEUS” repudiou, mostrou indignação, organizou-se, assinou listas contrárias ao projeto e foram de certa forma ouvida. Mas isto não mudará o que JESUS profetizou o que haveria de ocorrer antes de sua volta, ou seja, uma sociedade mundial com fortes tendências sodomitas ou sodogomorritas.

Mas não é só disto que escrevo a vocês, por que isto é escrachado e já sabemos. Mas quero falar de outro lado, que às vezes esta ao nosso lado, dentro de nossas instituições religiosas, os neofariseus.

171 e 284 CPB (o camelo)

Código Penal Brasileiro vantagem ilícita, em prejuízo alheio,
Código Penal Brasileiro
vantagem ilícita,
em prejuízo alheio,

Art. 171 - Obter, para si ou para outrem,

prejuízo alheio, Art. 171 - Obter, para si ou para outrem, erro, mediante artifício, ardil, ou

erro, mediante artifício, ardil, ou qualquer outro meio fraudulento:

Pena - reclusão, de 1 (um) a 5 (cinco) anos, e multa.

induzindo ou mantendo alguém em

Art. 284 - Exercer o

curandeirismo:

 

I - prescrevendo, ministrando ou aplicando, habitualmente, qualquer substância;

II -

usando gestos, palavras ou qualquer outro meio;

 

III

- fazendo diagnósticos.

 

Pena - detenção, de seis meses a dois anos.

Pena - detenção, de seis meses a dois anos. Parágrafo único - Se o crime é
Parágrafo único - Se o crime é praticado mediante remuneração, o agente fica também sujeito

Parágrafo único - Se o crime é praticado mediante remuneração, o agente fica também sujeito à multa.

A Palavra de DEUS

Mateus 23:13

" Condutores cegos! que coais um mosquito e engolis um camelo."

A festa da insensatez ao redor da fogueira da concupiscência

JESUS profetizou que até sua volta, a sociedade mergulharia em todo o tipo de pecado, inclusive os de Sodoma, então, não nos espantemos e quando possível devemos sim nos manifestar contra estes abusos e outros que às vezes estão dentro do meio "evangélico".

Estes “outros abusos” são muito mais sérios do ponto de vista de DEUS, que por vezes estão no meio dito “evangélico” e não percebemos pela pura falta de sensatez e sentimento corporativista.

vamos

ENGOLINDO CAMELOS e ninguém fala nada, como exemplo, o de Uma menina “superpoderosa”: infância destruída em meio a pecados dos pais, idolatrando-a, tornando-a objeto de adoração, desvirtuando o Evangelho e causando danos morais e materiais a muitas vítimas, mostrado pela reportagem de Roberto Cabrini no Conexão Repórter dia 11/05/11 (Os Bastidores do Milagre).

E

muitas

vezes,

como

fariseus

nos

preocupamos

em

coar

mosquitos,

porém,

Neste dia, o Repórter Roberto Cabrini foi um profeta denunciando este pecado com muita sensatez e equilíbrio sobre um "pastor" e seus séquitos que se dizem povo de DEUS.

A insensatez e dureza de coração.

Neste vídeo, no link do sítio You Tube abaixo, um rapaz e uma senhora foram
Neste vídeo, no link do sítio You Tube abaixo, um rapaz e uma senhora foram
sugestionados a crerem na cura de suas enfermidades, o rapaz do início, MORREU dias depois, NÃO OUVIU A
GRAÇA DO EVANGELHO, da SALVAÇÃO mais recebeu danos, danos de morte (3/3 - Conexão Repórter -
Crianças Milagrosas ou Farsa?). De quebra este vídeo mostra a conduta criminosa clara de curandeirismo no
artigo 284 do Código Penal Brasileiro.
Aos 04:38min do vídeo, a tristeza que cortou meu coração, é que o rapaz do início do vídeo, saiu do
culto com uma dor insuportável, dor de morte. O tempo gasto no engano talvez fosse suficiente para anunciar o
Evangelho puro do SENHOR:
Disse-lhe Jesus: Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, ainda que esteja
morto, viverá, Jo 11:25. Esse crê não é para cura, mais salvação eterna.
Aos 05:27min o terrível decreto deste “pastor”: “
ele não teve fé o suficiente para
”.
Além da
maldade humana, cometeu crime e danos morais cíveis passíveis de reparação judicial.
e danos morais cíveis passíveis de reparação judicial. Aos 06:00min do vídeo, este “pastor” pratica a
e danos morais cíveis passíveis de reparação judicial. Aos 06:00min do vídeo, este “pastor” pratica a

Aos 06:00min do vídeo, este “pastor” pratica a tipificação criminal do caput do artigo 284, incisos I e II, e danos tanto morais quanto materiais a senhora com problema ortopédico grave. O médico mais adianta afirma

este dano. E estamos preocupados em organizarmos carreatas e marchas contra uma PL 122/06.

O médico mais adianta afirma este dano. E estamos preocupados em organizarmos carreatas e marchas contra

Esta reportagem mostrou claramente o engano a pessoas desesperadas em busca de cura para as suas mazelas, na qual aquele pobre rapaz, depois de receber a "cura" ao vivo e “determinado” pelo

líder e a pobre criança, MORREU. E Roberto Cabrini voltando com o "pastor", questionando-o sobre a "cura" que tinha ocorrido, simplesmente ele falou como todos que praticam esta barbárie, na qual, a desculpa é que "faltou fé" ou "a fé não foi suficiente".

Estes seres farisaicos não estão nem aí, porque vivem numa triste festa da insensatez ao redor da fogueira da concupiscência e como na época de JESUS, não pensariam duas vezes antes de exterminar qualquer inimigo que ameaçar suas fogueiras da vaidade (Mt 26:3-5):

Depois os príncipes dos sacerdotes, e os escribas, e os anciãos do povo reuniram-se na sala do sumo sacerdote, o qual se chamava Caifás. E consultaram-se mutuamente para prenderem JESUS com dolo e o matarem. Mas diziam: Não durante a festa, para que não haja alvoroço entre o povo.

Estes legalistas eram totalmente conscientes que JESUS era DEUS, mas, entenebrecidos pelo poder, não queriam nem saber, a meta era destruir ou destituir qualquer um que atrapalhassem suas patéticas benesses e assim ficou demonstrado depois do grandioso sinal da ressurreição de Lázaro diante os olhos de muitos, que não havia mais espaço para alguém como JESUS da seguinte forma (João 11:47-48):

Depois os principais dos sacerdotes e os fariseus formaram conselho, e diziam: Que faremos porquanto este homem faz muitos sinais. Se o deixamos assim, todos crerão nele, e virão os romanos, e tirar-nos-ão o nosso lugar e a nação.

Observaram a preocupação deles? As benesses romanas era o que interessava, pois este era o reino deles e usavam DEUS para consumo religioso, comprando fama e adquirindo status. É por isto que vemos hoje em festas e eventos religiosos evangélicos, cadeiras em púlpitos ocupadas por tantos políticos e figurões importantes do reino romano tupiniquim, afinal numa famosa frase de um historiador da ciência (Reijer Hooykaas), este afirmou: “no fundo, somos todos romanos”.

Vocês estão entendendo porque JESUS levava tanto a sério os escribas, fariseus, doutores da lei e a elite sacerdotal da época?

Pergunto: Cadê Silas Malafaia, mensagens no facebook, internet, Magno Malta e evangélicos contra estas maldades e escândalos ou NÓS CRENTES temos pesos e medidas diferentes? Muitos se preocuparam com a 122 e os 171/284?

No Reino de DEUS, quem são os mosquitos e quem são os camelos? Quem eram os ímpios, pecadores e escarnecedores na época que JESUS esteve aqui, na qual Ele não se assentou, nem se deteve e nem seguiu conselhos?

Quem eram os personagens reprováveis pelo SENHOR JESUS já que Ele teve que obedecer o salmo 1? Os samaritanos, prostitutas, publicanos, fiscais corruptos e "pecadores" ou os fariseus, os doutores da Lei e a elite religiosa?

Para JESUS que maior problema ele enfrentou? Uma ‘PL Romana’ que tirava direitos do povo de DEUS da época e eram muitas ou os "camelos" que os da Lei engoliam sem se importarem? A dura resposta esta em um capítulo inteiro dedicado a este assunto em Mateus 23.

Você percebe nos Evangelhos que a maior oposição ao Reino de DEUS na época de JESUS, vinha do próprio povo dEle. Cada passo que o SENHOR dava, era observado, cada frase uma interpretação, cada gesto uma indagação, cada sinal era recebido com blasfêmias.

As “PL Romanas” da época não incomodavam o Rei da Glória, mais os religiosos e doutores em leis, sim, pois eram charlatões, enganadores, ludibriadores da fé alheia e tudo isto travestido em uma capa de santidade e títulos de nobreza como Sumo Sacerdotes, escribas, fariseus, os principais dos judeus, porém, para JESUS não passavam de raças de víboras, filhos do diabo e afins.

JESUS em Mt 23:24 não esta afirmando que não devemos nos preocupar com os "mosquitos" desta vida, porém, por nossa falta de equilíbrio, invertemos prioridades - corremos em julgar “PL's” contra o povo de DEUS, porém, dentro de nossas instituições estão cheias de escândalos e engolimos "camelos" se nenhuma indignação.

Conclusão

JESUS não suporta o engano religioso e farisaico, não se assentava com aquela moçada e quando acontecia era tempestuoso. Ele não suportava a cara lavada e mascarada, porque seus corações estavam interessados no poder, influência e dinheiro. JESUS andou com prostitutas, publicanos e recebeu um título formidável: "amigo de publicanos e pecadores" (Mt 11:19) MAS NUNCA andou com fariseu, enganador, porque Ele sabia que este tipo de pecado é muito mais prejudicial para o Reino de DEUS e sua Justiça que uma “PL 122” que Ele fulmina na hora que quer.

Estou embaixador de CRISTO já há alguns anos, com maturidade espiritual o suficiente para perceber a minha impureza diante o meu Rei e luto contra o farisaísmo que ainda reside em mim, e nesta vida escondida com CRISTO em DEUS, tenho conhecido muito de bandalheiras, heresias e legalismo dentro de denominações cristãs com placas, porém, de uma coisa estou certo, a Igreja do SENHOR, coluna da Verdade tem Dono e Ele esta atento a tudo que ocorre e o mesmo não precisa de guarda costas ou outros messias para defendê-la.

Acima de tudo, JESUS veio oferecer o Caminho, a única alternativa para todos, tantos judeus quantos gentios, tanto para mim, quanto para ti. Sujeitemo-nos a Ele!

Porque eu bem sei os pensamentos que tenho a vosso respeito, diz o SENHOR; pensamentos de paz, e não de mal, para vos dar o fim que esperais. Jeremias 29:11.

André Sherring, Julho de 2011.