Você está na página 1de 20

FACI - FACULDADE IDEAL

Disciplina: Mecânica dos solos I

Características Básicas dos Solos

Professora: Ana Amélia P. T. Buselli


2.5 Índices físicos dos solos
• Os solos na natureza apresentam-se compostos por
elementos das três fases físicas, em proporções
distintas.
• O arcabouço do solo, constituído pelo agrupamento
das partículas sólidas, apresenta-se entremeado de
vazios, os quais podem estar preenchidos com água
e/ou ar. Ao se avaliar quantitativamente o
comportamento do solo deve-se levar em conta que
o ar é extremamente compressível e que a água
pode fluir através dos poros do solo.
2.5 Índices físicos dos solos
• A determinação das propriedades índices (índices
físicos, granulometria e estados de consistência)
aplica-se na classificação e identificação dos solos,
uma vez que elas podem ser correlacionadas, ainda
que grosseiramente, com características mais
complexas do solo, como por exemplo, a
compressibilidade. Os índices físicos dos solos são
utilizados na caracterização de suas condições, em
um dado momento, e por isto, podem ser alterados
ao longo do tempo.
2.5 Índices físicos dos solos
O solo é um elemento constituído de três fases que pode ser representado
pelo esquema abaixo:

Define-se índices físicos de um solo como a relação entre volumes, entre


pesos (ou massas), ou entre peso (ou massa) e volume, das fases
constituíntes de um solo:
2.5 Índices físicos dos solos
• Como a massa específica do ar é multo pequena
(1,20 kg/m3) quando comparada às massas
específicas da água e dos sólidos, a massa (ou o
peso) da fase gasosa será sempre desprezada no
cálculo da massa do solo.
2.5 Índices físicos dos solos
Volume total de uma amostra de solo:

Vs - volume dos sólidos do solo


Vv - volume de vazios
Vw - volume da água nos vazios
Va - volume do ar nos vazios

Peso total da amostra (desprezando o peso do ar):


Ps - peso dos sólidos do solo (ou em termos de massa: Ms – massa
do solo)
Pw - peso da água (ou em termos de massa: Mw – massa de água)
2.5 Índices físicos dos solos
2.5.1 Relação entre pesos ou massas:
O teor de umidade (w) de um solo é definido como a relação
entre o peso (ou massa) de água e o peso (ou massa) de
sólidos existentes em um mesmo volume de solo.

Sempre é indicada em percentagem. O seu intervalo de


variação compreendido entre o limite inferior igual a zero e
limite superior não definido.
2.5 Índices físicos dos solos
2.5.2Relação entre volumes:

A porosidade (n) é a relação entre o volume de vazios e o


volume de solo:

expressa em percentagem, variando no intervalo aberto 0 a


100%.
2.5 Índices físicos dos solos
O índice de vazios (e) é a relação entre o volume de vazios e o volume
de sólidos existentes em igual volume de solo:

O índice de vazios é medido por um numero natural e deverá ser,


obrigatoriamente, maior do que zero em seu limite inferior,
enquanto não há um limite superior bem definido, dependendo
este da estrutura do solo. Sendo o volume de sólidos constante ao
longo do tempo, qualquer variação volumétrica no solo
corresponderá a uma variação do índice de vazios, que assim
poderá contar a historia das tensões e deformações ocorridas.
2.5 Índices físicos dos solos
O grau de saturação é a relação entre o volume de água e o
volume de vazios, para um mesmo volume de solo:

Expresso em percentagem, variando no intervalo fechado zero


a cem. Os extremos do intervalo de variação representam
condições particulares de um solo com apenas duas fases. O
extremo inferior representa um solo seco e o extremo
superior, um solo saturado.
• Relação entre índice de vazios e porosidade
A partir das equações:

Temos que:

Assim:
2.5 Índices físicos dos solos
• 2.5.3 Relação entre peso e volume:
Como uma relação entre peso e volume, são definidos o peso específico
do solo e o peso dos sólidos.
O Peso específico do solo natural: peso de solo por unidade de volume
para qualquer grau de saturação, será calculada como:

O peso específico, , no Sistema Internacional (SI) de unidades é expresso em


kN/m3
2.5 Índices físicos dos solos
enquanto que, para as condições limites do grau de saturação tem-
se o Peso Específico Seco (d) para S = 0%,

e o Peso específico Saturado ( sat) para S = 100%.

Em nenhuma das condições extremas levou-se em consideração a


variação de volume do solo, devido à secagem ou saturação.
• Peso específico da água:

• Para uma camada de solo que está abaixo do nível freático


d’água admite-se que esteja totalmente saturada. Portanto
significa que as partículas do solo estão submetidas ao
empuxo d’água, e assim define-se o peso específico
submerso:

Esta relação será muito usada para o cálculo da tensão


efetiva em solo submerso.
2.5 Índices físicos dos solos
O Peso Específicodos Sólidos ou dos grãos (s) depende dos
minerais formadores do solo, tem-se:

O valor do peso específico dos sólidos representa uma média


dos pesos específicos dos minerais que compõem a fase
sólida.
•  expresso em termos do peso de sólidos do solo, do teor
de umidade e do volume total:
A partir das equações:

Temos que:

(*)

• Relação entre peso específico, peso específico seco e teor


de umidade:

Como: ; substituindo em (*), temos que:


Densidade relativa dos grãos (Gs):

Gs – densidade relativa dos grãos (adimendional)


 s – peso específico dos sólidos do solo (kg/m3)
 w – peso específico da água (kg/m3)
EXEMPLO 1
Um corpo de prova cilíndrico de um solo
argiloso tem uma altura de 12,5 cm e diâmetro
de 5 cm. A massa úmida do corpo de prova é
478,25 gf e após sua secagem passou para
418,32 gf. Sabendo-se que a peso específico dos
sólidos é de 2,70 gf/cm³ , determinar o peso
específico aparente seco, teor de umidade,
índice de vazios, porosidade e o grau de
saturação.
QUESTÃO SAVA

Você também pode gostar