ARTICULAÇÕES

As articulações são formadas quando os ossos adjacentes se articulam. Artrologia é a ciência que estuda as articulações e a cinesiologia é o estudo dos movimentos envolvendo certas articulações. As articulações são classificadas em fibrosas, cartilagíneas e sinoviais. Funcionalmente podem ser classificadas em sinartrose, anfiartrose e diartrose.

 Articulações Fibrosas
Os ossos que se articulam com articulações fibrosas estão firmemente unidas por tecido conjuntivo fibroso, essas articulações são de três tipos: suturas, sindesmose e gonfose. Suturas - são encontradas apenas no crânio, e ainda são classificadas em serráteis, escamosas e planas. Sindesmose - são encontradas na coluna vertebral entre os processos articulares, na parte do distal do antebraço entre o rádio e ulna e na parte distal da perna entre a tíbia e a fíbula. Os ossos que se articulam por sindesmose encontram-se mantidos juntos por membranas interósseas, que permitem os movimentos de pequena amplitude. Gonfose - são encontradas apenas no crânio, onde os dentes estão ligados ao alvéolos pelos ligamentos periodentais.

 Articulações Cartilagíneas
A fibrocartilagem, também chamada de cartilagem hialina das articulações cartilagíneas permite movimentos limitados em repostas a torções ou compressões. Os dois tipos de articulações cartilagíneas são sínfises e sincondroses. Sínfise – Também denominadas de articulação cartilagínea permanente. O tipo de cartilagem envolvida é a fibrosa. Sincondroses – São articulações onde a cartilagem é a hialina. Muitas sincondroses são temporárias formadas nas laminas epifisiais de crescimento entre a diáfise e as epífises nos ossos longos de crianças. Outras sincondroses são permanentes como, por exemplo, as articulações entre as costelas e as cartilagens costais da caixa torácica.

manutenção da postura e sustentação do corpo.As células são longas. As articulações sinoviais contêm uma cavidade articular. As células musculares (fibras) se contraem quando estimuladas por impulsos nervosos. O movimento de uma articulação sinovial é determinado pela estrutura óssea que se articulam. apresentam estriações transversais. mas contrações de fibras isoladas são importantes e ocorrem continuamente dentro do músculo. A estimulação de apenas algumas fibras não é suficiente para causar um efeito notável. . Liso – As células são fusiformes alongadas. com um ou mais núcleos centrais. Essas articulações incluem os tipos: planas. Cardíaco – As células são alongadas. Possui contração rápida e ritmada. Sistema Muscular Miologia é o estudo dos músculos. Possui contração lenta e demorada e comando involuntário. cardíaco e esquelético. O tecido muscular do corpo é de três tipos: liso. trocóidea. O comando é involuntário. O conjunto de órgãos denominados de músculos formam o sistema muscular. Possui contração rápida e comando voluntário. apresentam estriações transversais. cartilagens articulares e membranas sinoviais que produzem o líquido sinovial. Esquelético . pela resistência e tensão dos ligamentos e tendões dos músculos que atuam na articulação. gínglimo. ligamentos acessórios e bolsas associadas. selar e esferóidea. e algumas contêm também discos articulares. multinucleadas. Articulações Sinoviais As articulações sinoviais com liberdade de movimentos são envolvidas por uma cápsula articulares que contem um líquido chamado de líquido sinovial. Os músculos realizam três funções principais: movimento do corpo. condilar ou elipsóidea. anucleadas e sem estriações transversais. produção de calor.

tendem a recuar ao seu tamanho original de repouso. liga grupos de fibras musculares reunidas em feixes chamados de fascículos. convergentes. Músculos que se opõem ou anulam as ações de outros músculos são chamados de antagonistas. Da mesma maneira que as fibras musculares. estimulando-as a se contraírem e os neurônios sensitivos conduzem impulsos nervosos das fibras musculares para o sistema nervoso central. O endomísio liga fibras adjacentes em conjunto e contém vasos capilares e terminações nervosas que servem o músculo.o tecido muscular é sensível aos estímulos dos impulsos nervosos. Estrutura dos músculos esqueléticos Os músculos esqueléticos estão fixos aos ossos. As fibras individuais dos músculos esqueléticos estão envolvidas por uma bainha fina de tecido conjuntivo chamada de endomísio. Contratilidade o tecido muscular responde aos estímulos contraindo-se longitudinalmente ou se encurtando. após terem sido estiradas. as seguintes propriedades básicas caracterizam todos os tecidos musculares: Irritabilidade . e o sistema muscular se refira apenas aos músculos esqueléticos compostos de tecido esquelético. Elasticidade . O músculo inteiro é revestido pelo epimísio. o perimísio. elas podem ser estiradas até mesmo além do tamanho de repouso pela contração de um músculo antagonista. em cada uma de suas extremidades. peniformes ou esfinctéricos.quando o estímulo diminui e as fibras musculares estão relaxadas. através de tendões. Outro tecido conjuntivo. Os músculos sinergistas são aqueles que atuam conjuntamente para realizar determinado movimento. Os músculos podem ser classificados de acordo com a disposição das fibras musculares são paralelos. . Os neurônios motores conduzem impulsos nervosos para as fibras musculares. mas atuam em grupos funcionais.Embora os três difiram em estrutura e função. os músculos raramente se contraem independentemente. Extensibilidade . A origem dos músculos é a fixação menos móvel e a inserção é a fixação mais móvel.as fibras musculares.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful