Você está na página 1de 8

01 (TTN-SP/92) - O Primeiro Congresso Brasileiro de Contabilistas, realizado no RJ, de 17 a 25 de agosto

de 1924, formulou um conceito oficial p/ CONTABILIDADE. Assinale a opção que indica esse conceito
oficial.
b) Contabilidade é a ciência que estuda e pratica as funções de orientação, de controle e de registro
relativas à Administração Econômica.
02 - (ESAF) A contabilidade tem por objeto:
d) o patrimônio
03 - (ESAF) A finalidade da contabilidade é
c) controlar o patrimônio das entidades, apurar o resultado e prestar informações sobre a situação
patrimonial e o resultado das entidades aos usuários da informação contábil
04 - (TFR/ESAF) A palavra azienda é comumente usada em Contabilidade como sinônimo de fazenda, na
concepção de:
e) patrimônio, considerado juntamente com a pessoa que tem sobre ele poderes de administração e
disponibilidade
05 - (ESAF) - O campo de aplicação da contabilidade é a Azienda. A azienda é um ente cuja existência se
verifica a partir da reunião dos seguintes elementos essenciais:
b) Patrimônio, Trabalho e Administração
06 – (CFC) As afirmativas abaixo estão corretas no que dizem respeito à Contabilidade como
conhecimento, exceto:
d) Na contabilidade, o essencial é que o patrimônio não disponha da autonomia em relação aos demais
patrimônios existentes, o que significa que a Entidade não pode se dispor dele livremente.
07- (PETROBRÁS/Cesgranrio) As técnicas de que a Contabilidade se utiliza para alcançar seus objetivos
são: e) análise de balanços, demonstrações, auditoria e escrituração.
08–(PETROBRAS/Cesgranrio) As duas finalidade básicas para o uso das informações contábeis são:
a) controle e planejamento
09–(TFC/ESAF) Decomposição, comparação e interpretação dos demonstrativos do estado
patrimonial e do resultado econômico de uma entidade é:
b) função administrativa da contabilidade.
10-(FURNAS/Cesgranrio) Relativamente à entidade objeto da contabilização, a Contabilidade é um
sistema de informação.
e) E de avaliação, destinado a prover seus usuários de demonstrações e análises de natureza
econômica, financeira, física e de produtividade.
11 - (PETROBRAS/Cesgranrio) Para confirmar a exatidão dos registros e demonstrações contábeis de uma
empresa, dentro dos princípios da contabilidade, utilizamos a técnica contábil referente a:
a) auditoria
12 - (CFC/Exame Suficiência) Considerando:
A contabilidade estuda e controla o patrimônio, registrando todas as ocorrências nele verificadas. Estudar e
controlar o patrimônio, para fornecer informações sobre sua composição e variações, bem como sobre o
resultado econômico decorrente da gestão da riqueza patrimonial. As afirmativas correspondem,
respectivamente:
c) ao campo de aplicação e ao objeto da contabilidade;
13 - (CFC/Exame Suficiência) Os ramos aplicados à Contabilidade são:
d) as entidades econômico-administrativas com ou sem fins lucrativos, que exerçam uma atividade
econômica visando atingir determinada finalidade.
14 - (CFC/Exame Suficiência) Quanto ao usuário Fornecedores, pode-se afirmar que:
b) preocupam-se com a informação contábil no sentido de garantir o recebimento de seus créditos;
15 - (CFC/Exame Suficiência) Quanto às informações contábeis, não é correto afirmar:
c) somente são expressas por meio das demonstrações contábeis;
16 - (CFC/Exame Suficiência) O objetivo fundamental da Contabilidade é:
d) prover os usuários das demonstrações contábeis com informações que os ajudem a tomar decisões.
17 - (CFC/Exame Suficiência) Relativamente aos usuários das informações contábeis, pode-se considerar
que:
a) podem ser tanto internos quanto externos, com interesses diversos;
18 - (CFC/Exame Suficiência)De acordo com estudos epistemológicos, a Contabilidade é classificada
como pertencente ao grupo das ciências:
a) sociais;
1 – (ESAF/AFOR, 1998) Na representação gráfica do estado patrimonial de uma entidade coloca-se
normalmente o ativo do lado esquerdo e o passivo exigível e o patrimônio líquido do lado direito. Às vezes,
entretanto, o patrimônio líquido aparece do lado esquerdo. Isso ocorre quando:
d) o passivo exigível é maior do que o ativo
2 – (ESAF/MARE, 1996) Se a situação líquida de um patrimônio tiver valor negativo, isso significa dizer
que, nesse patrimônio, há inexistência de:
d) Riqueza própria;
3 – (K7 Concursos, 2000:3) Abaixo são dadas diversas situações patrimoniais. Assinale a que indica a pior
situação econômica da empresa:
c) Situação Líquida igual ao Passivo Exigível; d) Passivo Exigível maior do que o Ativo.
4 – (ESAF/TTN) Se o Passivo Exigível de uma empresa é de R$ 19.650,00 e o Patrimônio Líquido é de R$
9.850,00, o valor do seu capital próprio será
d) R$ 9.850,00
6 – (AFTN/91) Máquina destinada a produção de calçados é, para a industria calçadista, um bem
e) fixo produzindo bens de venda
7 – (ESAF-AFOR/98) Em relação ao patrimônio de uma entidade é correto afirmar:
c) o patrimônio líquido pode ser aumentado ainda que haja redução do ativo
8 – (K7 Concursos, 2000:17) A expressão “Passivo a Descoberto” significa:
e) que o Exigível é superior ao Patrimônio Aplicado.
9 – (Braga/Soares, 2000:20) O que é Patrimônio?
a) é um conjunto de elementos, com conteúdo econômico, avaliáveis em moeda, pertencentes a uma
entidade, que explora ou o utiliza com um objetivo determinado
10 – (Olivares, 1999:19) Em relação ao Patrimônio de uma entidade é certo afirmar que:
d) o Passivo Exigível pode ser maior do que o somatório de Ativo e a Situação Líquida;
11 – (K7 Concursos, 2000:6) A situação patrimonial denominada Passivo a Descoberto configura
inexistência de:
c) capital próprio;
12 – (Braga/Soares, 2000:21) Qual a principal característica dos capitais próprios e de terceiros?
d) é a aplicação em suas operações principais e acessórias, visando obter o máximo de rendimento.
13 – (CFC/Exame Suficiência) O conjunto de bens, direitos e obrigações, vinculado a uma pessoa física ou
jurídica é denominado:
c) Patrimônio;
14 – (CFC/Exame Suficiência) Uma empresa possui “Passivo a Descoberto” quando:
b) o seu Ativo for menor que o Passivo.
15 – (Olivares, 1999:16) Ativo menos Passivo é considerado:
d) Recursos próprios;
16 – (Olivares, 1999:16) Quanto a Patrimônio Líquido nulo podemos afirmar que:
e) O Ativo é igual ao Capital Alheio.
CAPÍTULO 2 PATRIMÔNIO
17 - (Olivares, 1999:156) As causas principais que fazem variar o Patrimônio Líquido são:
a) o investimento inicial de Capital e seus aumentos posteriores ou desinvestimentos feitos na entidade,
bem como o resultado obtido do confronto entre as contas de Receitas e Despesas dentro do período
contábil
18 – (Olivares, 1999:16) A empresa terá Patrimônio Líquido quando:
d) O Ativo tiver valor maior do que o Passivo;
19 – (TFC/ESAF, 1996) Pedro e Paulo constituíram uma empresa para explorar o comércio de gêneros
alimentícios. Subscreveram capital de 100.000,00, integralizado em 20%. Para a integralização, os sócios
fizeram empréstimo bancário, individualmente. A empresa adquiriu bens de uso, no valor de 30.000,
utilizando para pagamento os recursos oriundos da integralização do capital e títulos de crédito emitidos em
favor dos vendedores. Adquiriu, ainda, a prazo, mercadorias para revenda, no valor de 20.000,00. Assim
sendo, o Capital Próprio da nova sociedade é de:
b) 20.000,00
20 – (CFC/Exame Suficiência) Das alternativas abaixo, assinale aquela que não é sinônimo de Patrimônio
Liquido:
c) Patrimônio.
21 - (AFTN/91) Um apartamento, adquirido e alugado por empresa industrial, é bem:
d) de renda
22 - (ESAF) Se a soma do ativo de uma entidade for igual à do passivo exigível, podemos afirmar que seu
patrimônio líquido é:
c) nulo
23 - (TTN/90) Considerando: CP = Capital próprio; CTe = Capital de Terceiros; CN = Capital Nominal;
CTo = Capital Total à disposição da empresa;
PL = Patrimônio Líquido e A = Ativo, pode-se afirmar que CTo é igual a
b) PL + Cte
24 - (TFC/93) Se Patrimônio Líquido (PL) é a diferença algébrica entre o Ativo (A) e o Passivo (P), os
elementos patrimoniais poderão assumir somente os seguintes valores:
a) A > = 0; P > = 0; PL > =< 0
25 - (AFTN/85) Assinale a alternativa que indique situação Patrimonial Inconcebível:
b) Situação Líquida negativa e maior do que o Ativo
26 - Relacione adequadamente:
(R) EMPRÉSTIMOS BANCÁRIOS
(S) VEÍCULOS
(T) CAIXA
(U) CAPITAL
(1) FONTE DE RECURSOS
(2) APLICAÇÃO DE RECURSOS
d) 1R 2S 2T 1U
27 - (ESAF) A configuração do estado patrimonial representada pelo gráfico onde A representa o Ativo e P
o Passivo Exigível, revela:
a) Inexistência de riqueza própria
1 – (CFC Suficiência) As informações contábeis devem permitir ao usuário, como partícipe do mundo
econômico, avaliar a situação e a tendência da Entidade, exceto:
b) Alterar os resultados, quando comparados com os de outros períodos passados.
2 - (CFC Suficiência) O Balanço Patrimonial destina-se a evidenciar:
c) O patrimônio e o patrimônio líquido da entidade, quantitativa e qualitativamente, em determinada data.
3 - (CFC Suficiência) Durante o mês de setembro, uma empresa foi registrada na Junta Comercial e captou
recursos totais de R$64.000,00, sendo R$40.000,00 dos sócios sob a forma de Capital Registrado e
R$24.000,00 de terceiros, destes 2/3 a título de financiamentos de longo prazo e 1/3 como receitas. Os
referidos recursos foram aplicados no mesmo mês, sendo R$23.800,00 em Mercadorias para Revenda;
R$9.590,00 em Aplicações Financeiras de Curto Prazo, R$6.135,00 na compra de Máquinas e
Equipamentos, R$18.350,00 na concessão de Empréstimos a Terceiros e o restante em
despesas. Assim, o total do Patrimônio Líquido será:
a) R$41.875,00
4 - (CFC Suficiência) A Norma Brasileira de Contabilidade reconhece o Balanço Patrimonial com a
seguinte estrutura:
a) Ativo, Passivo e Patrimônio Líquido.
5 - (CFC Suficiência) Os grupos de contas que compõem o ativo são:
c) Circulante, Realizável a Longo Prazo, Permanente.
6 – (CFC Suficiência) O Ativo é composto dos grupos de contas:
c) Circulante, Realizável a Longo Prazo e Permanente.
7 -(CFC Suficiência) O Ativo Permanente é formado pelos subgrupos de contas:
a) Investimento, Imobilizado e Diferido.
8 - (CFC Suficiência) O Balanço Patrimonial na data de sua elaboração é uma Demonstração Contábil que
reflete uma situação:
a)estática.
9 - (CFC Suficiência) A compra de mercadorias a prazo:
c)aumenta o ativo e o passivo.
10 - (CFC Suficiência) Considerando:
AC = Ativo Circulante PC = Passivo Circulante PL = Patrimônio Líquido ELP = Exigível a Longo Prazo
RLP = Realizável a Longo Prazo AP = Ativo Permanente
Sendo o Capital Circulante Líquido obtido pela fórmula AC – PC, qual das equações abaixo
torna-se equivalente:
d) PL + ELP – AP – RLP
11 - (K7 Concursos, 2000:6) O balanço patrimonial de uma empresa estava assim constituído:
Ativo
Circulante $ 3.000,00 Realizável a longo prazo $ 1.000,00 Permanente $ 9.000,00
Total do Ativo $ 13.000,00
Passivo
Circulante $ 2.000,00 Exigível a longo prazo $ 1.500,00 Patrimônio líquido $ 9.500,00 Total do Passivo
$ 13.000,00
Pode-se afirmar que:
c) bens disponíveis e realizáveis a curto prazo é de $ 3.000,00;
12 – (K7 Concursos, 2000:28) Indique a alternativa que contém os grupos de contas na cometa disposição
em que devem ser apresentados no balanço patrimonial, de acordo com a Lei nº 6.404/76:
b) Ativo disponível, Ativo realizável a longo prazo e Ativo permanente, no Ativo; Não-Exigível e Exigível,
no Passivo;
13 - (CFC/UnB, 2000) O Balanço Patrimonial é uma Demonstração Contábil que reflete uma situação:
d) estática.
14 - (CESPE/UnB, 1997) O patrimônio líquido é a parcela do patrimônio que registra o capital social, as
reservas de capital, a reserva de reavaliação, as reservas de lucros e os lucros ou prejuízos acumulados e
representa a diferença entre:
a) os bens e direitos e as obrigações.
15 - (Braga/Soares, 2000;33) O Balanço Patrimonial é uma demonstração contábil que apresenta:
d) Ativo, Passivo, Patrimônio Líquido da empresa em determinado momento.
16 - (Braga/Soares, 2000:32) Tem por objetivo demonstrar a situação patrimonial da empresa em
determinada data, normalmente ao término de cada exercício social. Estamos referindo-nos ao:
b) Balanço Patrimonial;
17 - (Braga/Soares, 2000:34) O Ativo Permanente é um grupo de aplicações de recursos de:
d) menor conversibilidade.
18 - (K7 Concursos, 2000:5) A equação contábil envolve os conceitos de Ativo, Passivo e Situação Líquida,
Receitas e Despesas, expressos de forma matemática, considerando que os elementos devedores são
positivos e os elementos credores são negativos. Desse modo, considerando a natureza devedora ou credora
dos elementos constantes de um balancete, pode-se dizer que a equação contábil geral é a seguinte:
a) bens + direitos – passivo – patrimônio líquido + receitas – despesas = 0
19 - (ESAF) Balanço Patrimonial é a representação:
d) Sintética dos elementos que formam o patrimônio, evidenciando a equação existente entre os capitais
obtidos e os aplicados no complexo patrimonial.
20 - (MPU-ESAF-1993) Considere os seguintes dados:
Balanço Patrimonial em 31-12-92
Os dados acima indicam que, em 10-01-93, após todas as operações descritas, o Ativo Circulante, o
Passivo Exigível e o Patrimônio Líquido eram, respectivamente, de:
b) 650; 200 e 450.
21 - (FISCAL INSS/97) No balanço patrimonial, a diferença entre o valor dos ativos e dos passivos e o
resultado de exercícios futuros representa o patrimônio líquido que é o valor contábil pertencente aos
acionistas ou sócios. De acordo com a Lei n.º 6.404/76, o patrimônio líquido não pode incluir:
e)estoques de ouro, representando as reservas reais da empresa para garantir ou lastrear os títulos emitidos
e adquiridos no mercado de valores mobiliários.
22 - (CFC/UnB, 2001) A compra de um imóvel para uso da empresa constitui:
b) aplicação de recursos;
23 - (TTN-ESAF-1992) O Balanço Patrimonial de uma empresa estava assim constituído:
Ativo Circulante 3.000 Ativo Realizável a Lgo Pzo 1.000 Ativo Permanente 9.000
Passivo Circulante (Impostos a Recolher) 2.000 Passivo Exigível a Lgo Pzo (Financiamento) 1.500
Patrimônio Líquido 9.500
Pode-se, assim, afirmar que:
c) O conjunto de bens disponíveis e realizáveis a curto prazo é de 3.000.
24 - (CFC Suficiência) As contribuições de sócios ou acionistas para aumento de capital representam:
c) origens de recursos;
25 (CFC Suficiência) A obtenção de financiamentos a longo prazo para as operações da empresa
representa:
a) origem de recursos;
26 - (Braga/Soares, 2000:45) A compra de um imóvel para uso da empresa constitui em imóveis:
a) aplicação de recursos;
27 - (Braga/Soares, 2000:31) A legislação societária determina que, ao término de cada exercício social, a
administração da empresa faça elaborar, com base em sua escrituração contábil, demonstrações contábeis
que deverão exprimir com clareza a situação do:
d) patrimônio da empresa e as mutações ocorridas no exercício.
1 - (Silva & Silva) As receitas e as despesas têm, respectivamente, a propriedade de:
c) aumentar e diminuir o Patrimônio Líquido;
2 - (Silva & Silva)) Para a apuração do Resultado do Exercício as contas de Resultado são encerradas da
seguinte forma:
d) as despesas são creditadas e as receitas são debitadas;
3 - (BACEN, 1997) O objetivo da demonstração do resultado do exercício é fornecer aos usuários das
demonstrações financeiras da empresa os dados básicos e essenciais da formação do resultado do exercício.
O art. 187 da Lei das Sociedades por Ações disciplina a apresentação dessa demonstração, visando atender
a tal objetivo. A esse respeito, julgue os itens a seguir:
a) E – C – E – C – E
4 - (AFCE/TCU) Na demonstração do resultado, de acordo com a Lei nº 6.404/76, o lucro ou prejuízo
líquido do exercício é uma rubrica apresentada após
1) a participação de empregados. 2) os dividendos. 3) a constituição da reserva legal.
4) a participação de debêntures. 5) a participação de administradores.
d) C – E – E – C – C
5 - (Silva & Silva) A Demonstração contábil que relata o montante de despesas administrativas incorridas
durante o ano:
b) demonstração do resultado do exercício
6 - (Silva & Silva) A Demonstração contábil que informa a composição do lucro que a entidade apurou
durante o exercício social:
b) demonstração do resultado do exercício
7 - (Silva & Silva) Indique qual a opção correta:
A demonstração do resultado do exercício discriminará em ordem decrescente e dedutiva:
I – o lucro bruto, as receitas e despesas não operacionais e o saldo das contas patrimoniais
II – a receita líquida de vendas e serviços, a receita bruta, o custo das mercadorias e serviços vendidos e o
lucro bruto;
III – a receita bruta, as despesas com vendas, as despesas financeiras, deduzidas das receitas, as despesas
gerais e administrativas, e outras despesas operacionais;
IV – a receita bruta de vendas e serviços, as deduções das vendas, os abatimentos e os impostos;
a) afirmativa IV está correta;
8 - (Silva & Silva) Na determinação do resultado do exercício serão computados:
a) as receitas e os rendimentos ganhos no período, independente da sua realização em moeda;
9 - (Silva & Silva) As empresas prestadoras de serviços sujeitam-se ao pagamento do Imposto sobre
Serviços (ISS). Na Demonstração do resultado do Exercício dessas empresas o ISS incidente sobre os
serviços prestados.
c) figura como parcela redutora da receita bruta de serviços
10 - (CFC/UnB, 2000) A Demonstração do Resultado:
b) Evidenciará, observado o Princípio da Competência, a formação dos vários níveis de resultados
mediante confronto entre as receitas, e os correspondentes custos e despesas.
11 - (Silva & Silva) A destinação do lucro é feita de acordo com:
d) o lucro líquido do exercício;
12 - (Silva & Silva) O lucro operacional líquido resulta da:
d) diferença entre o lucro bruto e as despesas operacionais.
13 - (Silva & Silva) A CPMF, na demonstração do resultado do exercício representa:
a) despesa financeira
14 - (Silva & Silva) Na determinação do resultado do exercício serão computados:
e) as alternativas “a” e “d” cumulativamente são as corretas
15 - (Silva & Silva)Não entram na composição do lucro operacional
e) nenhuma resposta satisfaz
16 - (MPU/ESAF, 1993:86) É considerada Não Operacional a receita decorrente:
e) Da venda de bem do Ativo Imobilizado
17 - (MTb-1994:211) A Demonstração de Resultado do Exercício tem a sua apresentação disciplinada pela
Lei nº 6.404./76. Assim, após a apresentação do lucro operacional, para se obter o resultado antes do
imposto de renda, deve-se:
a) Deduzir as despesas não operacionais e somar as receitas não operacionais.
18 - (ESAF:215) Da escrituração comercial e outros papéis da Cia. Nacional foram extraídos, relativamente
ao exercício social findo em 31/12/XX, os seguintes dados:
CONTAS Valor
- Custo das Mercadorias Vendidas 14.000
d) 32.875
19 - (AFC/ESAF, 1992:223) Dados extraídos do balancete final, em 31-12-91, da empresa Cartafat
Comércio e Serviços S.A. (antes do encerramento das contas de resultado).
Contas Valor
Receita Líquida é
e) 37.000
20 - (AFCE/TCU, 1996:224) Para cada opção assinale C (certo) ou E (errado).
Na demonstração do resultado, de acordo com a Lei nº 6.404/76, o lucro ou prejuízo líquido do exercício é
uma rubrica apresentada após:
a) C E E C C
21 - (Silva & Silva) Sendo a RL igual a R$ 2.000, as DOP R$ 1.200, as DRB R$ 600. Qual é o Lucro ou
Prejuízo Operacional.
c) lucro operacional de R$ 800 d) os dados são insuficientes para a resposta
22 - (Silva & Silva) Dado: ROP R$ -100; RBV R$ 1.300, CMV R$ 500 e DRB R$ 800, podemos afirmar
que as DOP foram na ordem de.
c) R$ zero
23- (Silva & Silva) No período em que a DRB foi R$ 400, a RL foi R$ 600 e o RCM foi R$ 500,
podemos afirmar que.
b) Que RBV foi de R$ 2.600 e o ROP é zero.
24- (Silva & Silva) Quando o Lucro Bruto for R$ 600, o Lucro Liquido do Exercício for de R$ 200; as
despesas não operacionais superarem as receitas em R$ 50; o IR e a CSLL somarem 150 e não houver
participação nos lucros, poderemos afirmar.
c) as DOP são de R$ 400
25 - (Silva & Silva) Sendo a RBV R$ 2.000, o LB R$ 300 e o CMV R$ 1200, pode-se afirmar que:
b) o ROP é de R$ (500)
26- (Silva & Silva) Quando o Prejuízo Bruto for R$ 300, as DOP forem de R$ 700 e o ROP for positivo
em R$ 400 poderemos afirmar que:
c) as DOP são de R$ 400
27- (Silva & Silva) Se a RBV for de R$ 5.000, o RCM for de R$ (2.000) e o CMV for de R$ 3.500,
poderemos afirmar que:
a) as devoluções de vendas, descontos abatimentos e tributos totalizaram R$ 2.000