Você está na página 1de 7

ECONOMIA – 11.

º ANO ELSA SILVA | ROSA MOINHOS

TEMA 9| CONTABILIDADE

FICHA DE TRABALHO N.º 1


Nas respostas aos itens de escolha múltipla, assinale com uma cruz (X) a opção correta.
1. No primeiro semestre de 2020, o VAB registou uma redução homóloga de 8,8% (9,3% face ao
semestre anterior). A crise pandémica refletiu-se logo no primeiro trimestre, mas acentuou-se
significativamente no segundo trimestre; variações homólogas do VAB de -2,1% e -15,4%,
respetivamente. Na Área do Euro, o VAB registou também uma redução semestral homóloga de
8,8%.
VAB e principais componentes setoriais (taxas de variação em %)

Fonte: INE.

O setor dos Serviços, que apresentava um perfil de crescimento desde 2013, registou uma
redução de 8,6% no primeiro semestre. A Indústria registou uma queda de 13,8%. Por outro
lado, o setor da Construção contribuiu positivamente para o crescimento do VAB no primeiro
semestre de 2020. A Construção registou um aumento do VAB em termos homólogos de 0,6% no
primeiro trimestre e uma aceleração no segundo trimestre (3,8%).
Banco de Portugal, Boletim Económico, outubro de 2020 (adaptado).

1.1 Compare a evolução do VAB em Portugal e na Área do Euro no período considerado.


1.2 Apresente dois fatores que contribuíram para a evolução do VAB em Portugal nos primeiros
seis meses de 2020.
2. Os valores do quadro que se segue foram retirados das Contas Nacionais do país A e referem-
-se ao Valor Acrescentado Bruto (VAB) por setor de atividade, a preços base, tendo sido
calculados a preços constantes.
VAB por setor de atividade económica a preços base
Unidade: 106 euros

No ano de 2020, o valor do PIB a preços de mercado foi de 46 mil milhões de euros no 1.º
trimestre e de 48 mil milhões de euros no 2.º trimestre.
2.1. Os setores com maior peso no VAB são
A. Comércio, alojamento e restauração; Serviços.
B. Serviços; Indústria.
C. Comércio, alojamento e restauração; Indústria.
D. Serviços; Construção.
2.2 O cálculo do VAB a preços constantes não permite estabelecer comparações ao longo do
tempo.
Esta afirmação é
A. falsa, porque se podem estabelecer comparações ao longo do espaço.
B. verdadeira, porque se valoriza a variação dos preços em período de inflação.
C. falsa, porque as variações dos preços não se refletem no seu cálculo.
D. verdadeira, porque os preços refletem-se no cálculo do VAB.

2.3 Quando o VAB não engloba os impostos líquidos de subsídios sobre os produtos, estamos a
calcular o VAB a
A. preços-base.
B. preços de mercado.
C. preços correntes.
D. preços constantes.

2.3 Calcule o PIB para o para os segundos trimestres dos anos de 2018 e de 2019.

2.4 Calcule a taxa de variação do PIB do 1.º trimestre para o 2.º trimestre de 2020.
FICHA DE TRABALHO N.º 2
Nas respostas aos itens de escolha múltipla, assinale com uma cruz (X) a opção correta.
1. A figura que se segue apresenta a capacidade/necessidade de financiamento por setor
institucional nos primeiros semestres de 2019 e 2020.

Fonte: INE.

1.1 Para além das Administrações Públicas e das Sociedades Financeiras e Não-Financeiras,
também são setores institucionais
A. o Estado e o Resto do Mundo.
B. as Instituições Sem Fim Lucrativo ao Serviço das Famílias e os Privados.
C. as Famílias e o Resto do Mundo.
D. as Instituições Sem Fim Lucrativo ao Serviço das Famílias e o Estado.

1.2 Justifique porque é no primeiro semestre de 2020 as necessidades de financiamento da


economia apenas tiveram um ligeiro acréscimo face ao período homólogo.
2. Suponha que numa determinada economia, em 2019, se registaram os seguintes valores:

2.1 Determine o PNB dessa economia em 2019.


2.2 Calcule o PNB para 2020, sabendo que se prevê que se verifique uma taxa de crescimento de
20% dos rendimentos recebidos do Resto do Mundo, mantendo-se tudo o resto constante.
FICHA DE TRABALHO N.º 3
Nas respostas aos itens de escolha múltipla, assinale com uma cruz (X) a opção correta.
1. O quadro apresenta os valores das componentes do PIB a preços de mercado na ótica da
despesa em Portugal nos anos de 2018 e 2019.

PIB a preços de mercado na ótica da despesa — dados em valor (preços correntes — milhões de euros)

Fonte: Banco de Portugal.

1.1 Complete o quadro.

1.2 Calcule para o 3.º Trimestre de 2019:


— Exportações líquidas;
— Despesa Interna.
1.3 No 1.º Trimestre de 2020, prevê-se que o PIB p.m. do país A registe uma taxa de variação
positiva de 3%.
Calcule o valor do PIB nesse 1.º Trimestre.
1.4 Os preços correntes correspondem aos
A. preços base.
B. preços do ano em curso.
C. preços de mercado.
D. preços constantes.
FICHA DE TRABALHO N.º 4
Nas respostas aos itens de escolha múltipla, assinale com uma cruz (X) a opção correta.
1. Os valores do quadro que se segue foram retirados das Contas Nacionais portuguesas (Base
2011) e referem-se ao cálculo do PIB a preços de mercado pela ótica do Rendimento.
PIB a preços de mercado na ótica do rendimento (preços correntes)

(milhões de euros)

Fonte: PORDATA.

1.1 O Excedente Bruto de Exploração engloba os rendimentos do capital.


Esta afirmação é
A. verdadeira, porque o excedente bruto de exploração engloba os ordenados, os juros, as
rendas e os lucros.
B. falsa, porque o excedente bruto de exploração engloba os rendimentos do trabalho e do
capital.
C. falsa, porque o excedente bruto de exploração engloba todos os rendimentos gerados
pelos fatores produtivos.
D. verdadeira, porque o excedente bruto de exploração apenas engloba os juros, as rendas e
os lucros.

1.2 Complete o quadro, ou seja, calcule o PIB p.m. para os anos de 2016 e 2017.

1.3 Calcule a taxa de variação do PIB p.m. entre 2018 e 2019.

1.4 Apresente uma desvantagem da utilização dos preços correntes.


FICHA DE TRABALHO N.º 5
Nas respostas aos itens de escolha múltipla, assinale com uma cruz (X) a opção correta.
1. O quadro seguinte apresenta a evolução do PIB português na ótica de Despesa e das suas
componentes.

Evolução do PIB p.m. (milhões de euros)

Banco de Portugal, Bpstat, https://bpstat.bportugal.pt/conteudos/quadros/425

1.1 Com base nos dados apresentados, podemos afirmar que as componentes da procura global
cujo peso no PIB aumentou, no 2.º Trimestre de 2019, face ao 1.º Trimestre de 2019 foram
A. o consumo privado e a formação bruta de capital fixo.
B. o consumo público e as exportações.
C. o consumo privado e o consumo público.
D. o consumo público e a formação bruta de capital fixo.

1.2 A procura interna no 1.º Trimestre de 2020 foi de


A. 49 173,3 milhões de euros.
B. 49 618,2 milhões de euros.
C. 62 832,2milhões de euros.
D. 28 269,9 milhões de euros

1.3 Calcule para o 2.º Trimestre de 2020:


— Exportações líquidas;
— PIB p.m.
1.4 Apresente uma razão que justifique a evolução do PIB no período considerado.
FICHA DE TRABALHO N.º 6
1. Leia o texto seguinte.
No 3.º Trimestre de 2020, o Produto Interno Bruto (PIB) em termos reais registou uma redução
homóloga de 5,8%, após a forte contração de 16,4% no trimestre anterior. A redução menos
intensa do PIB no 3.º Trimestre ocorreu no contexto de reabertura progressiva da atividade
económica, que se seguiu à aplicação de medidas de contenção à propagação da COVID-19, com
forte impacto económico nos primeiros dois meses do 2.º Trimestre.

A evolução do PIB deveu-se sobretudo ao comportamento da procura interna, que registou


um contributo para a variação homóloga do PIB consideravelmente menos negativo que o
observado no trimestre anterior, traduzindo principalmente a menor contração do consumo
privado. O contributo negativo da procura externa líquida foi menos acentuado no 3.º
Trimestre, em resultado da recuperação mais significativa das Exportações de Bens e Serviços
que a observada nas Importações de Bens e Serviços, devido em grande medida à evolução
das exportações de bens, uma vez que as de serviços mantiveram reduções expressivas.
INE, Destaque, 30 de outubro de 2020 (adaptado).

Justifique, tendo em conta o texto e o gráfico, a evolução do PIB no 3.º Trimestre de 2020.

2. Complete cada um dos espaços nas frases que se seguem, de forma a obter uma afirmação
verdadeira.

A. O PIB não contabiliza a produção para o _________ nem a produção da economia não
observada, como, por exemplo, a economia _________.
B. O PIB não mede nem o __________ nem a felicidade das pessoas, não se refletindo no
seu cálculo nem os danos ____________ nem a ___________ dos recursos naturais
coletivos do planeta.
C. Também no cálculo do PIB não são contabilizadas as externalidades _______ (por
exemplo, efeitos positivos das inovações tecnológicas).

Você também pode gostar