Você está na página 1de 10

Martinho Miguel Francisco

Trabalho da cadeira de didáctica de biologia ll


Licenciatura em ensino de Biologia com habilidade em ensino de química

Universidade Púnguè
Extensão de Tete
2022
Desenvolvimento
As mudanças em avaliação apontam para a necessidade de descentralizá-la da nota ou do
conceito, desvinculando-a do carácter meramente classificatório, burocrático e
promocional, para que ela possa ser compreendida em sua função diagnóstica, quando
dirigida para referendar a acção de professores e alunos, subsidiando o ensino-
aprendizagem. A centralidade nos conteúdos é uma das características do modelo
tradicional de avaliação, no qual importa que o aluno, nas provas, seja capaz de repetir o
conteúdo dado pelo professor. Ao associar-se a maneira de avaliar com a forma de preparar
alunos para concurso, a avaliação assume carácter de exame.

Palavras-chave: avaliação, aprendizagem.


Índice
Desenvolvimento...............................................................................................................................3
Introdução..........................................................................................................................................5
HIPÓTESES..........................................................................................................................................6
OBJECTIVO GERAL..............................................................................................................................6
OBJECTIVOS ESPECÍFICOS...................................................................................................................6
IMPORTÂNCIA DO TEMA....................................................................................................................6
FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA..............................................................................................................6
Avaliação da aprendizagem................................................................................................................6
Instrumentos de avaliação.................................................................................................................7
Métodos de avaliação, suas técnicas e instrumentos........................................................................7
Tipos de avaliação..............................................................................................................................7
Avaliação diagnóstica.........................................................................................................................7
Avaliação formativa............................................................................................................................7
Avaliação sumativa.............................................................................................................................8
Processos de avaliação.......................................................................................................................8
Provas orais........................................................................................................................................8
Provas escritas...................................................................................................................................8
Provas práticas...................................................................................................................................9
Avaliação no contexto das teorias educativas e curriculares.............................................................9
Conclusão.........................................................................................................................................10
Bibliografia.......................................................................................................................................11
Introdução
Qualquer actividade que se realiza no dia-a-dia é realizada com um certo objectivo, tal
como outras actividades. O ensino de Biologia tem em vista determinados objectivos, que
permitam o desenvolvimento do indivíduo como um todo; no domínio cognitivo, afectivo e
psicomotor. Assim, num processo de avaliação, são definidos objectivos que correspondem
a actividade que se deve observar na avaliação.
Os sistemas de avaliação referentes às disciplinas oferecidas nas instituições de ensino
merecem uma atenção especial por parte dos profissionais da Educação, uma vez que as
avaliações são preparadas pelos professores para uso em sala de aula. Não há um teste
padronizado externo para a avaliação do processo ensino-aprendizagem, o método é
escolhido pelo educador, e cabe a este identificar a melhor opção para mensurar a
aprendizagem de seus alunos.
HIPÓTESES
Um dos maiores desafios nas Avaliações de aprendizagem no ensino de biologia, é
perceber – se do rendimento aproveitamento escolar dos alunos e traduzi-lo em dados
qualitativos e quantitativos; A perceber se da incorrecção ou correcção do trabalho
desenvolvido pelo professor para ver si é ou não necessário uma revisão do PEA.
OBJECTIVO GERAL
Identificar e analisar os métodos de avaliação no ensino de biologia.
OBJECTIVOS ESPECÍFICOS
– O nível médio de conhecimentos, habilidades, capacidades, atitudes, convicções e
maneiras de comportamento (quer dizer, o saber, o saber fazer e ser/estar) que são o ponto
de partida dos alunos.
– O nível médio de conhecimentos, habilidades, capacidades, atitudes, convicções e
maneiras de comportamento são o ponto de chegada no final para os alunos serem
considerados aptos.
Metodologia
O método usado, recorreu-se a pesquisa bibliográfica quantitativa-qualitativa, isto é, artigos
disponíveis na Internet e alguns livros de didáctica.
IMPORTÂNCIA DO TEMA
Avaliação de aprendizagem é como a “bússola” do professor para orientar o PEA rumo aos
objectivos propostos. Ela indica ao professor e aos alunos o estágio de desenvolvimento dos
alunos em termos da aprendizagem, mostrando os progressos e dificuldades de todos e do
cada um dos alunos, afim de, na sequência disso, providenciar-se a reorientação necessária
aos alunos e a todo o PEA.
FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA
Avaliação da aprendizagem
Avaliação é um processo contínuo de aprendizagem no qual se deve manter a interacção
entre professor e aluno. Neste caso, a avaliação não pode ser vista como método de
reprovação mais sim como uma especialidade para promover o conhecimento participativo,
colectivo e construtivo entre ambos.
Instrumentos de avaliação
Existem várias técnicas e instrumentos de avaliação. Algumas técnicas e instrumentos são
apresentados na tabela que se segue.
Métodos de avaliação, suas técnicas e instrumentos
Métodos de avaliação
Avaliação diagnóstica Avaliação Avaliação Sumativa
formativa
Pode se utilizar o pré-teste, a ficha Observação de Provas objectivas e subjectivas.
de observação ou qualquer trabalhos, exercícios Para o caso concreto da disciplina
instrumento elaborado pelo práticos e provas. de Biologia deve-se utilizar as
professor para melhor controle. provas objectivas, que se
apresentam com maior clareza,
objectividade, precisão e são
directas
Tipos de avaliação
Avaliação diagnóstica
Este tipo de avaliação realiza-se no início do curso, do ano lectivo, do semestre ou
trimestre, da unidade ou de um novo tema e consiste no seguinte:
a. Identificar alunos com padrão aceitável de conhecimentos;
b. Constatar deficiências em termos de pré-requisitos;
c. Constatar particularidades.
Avaliação formativa
Este tipo de avaliação ocorre ao longo do ano lectivo. É através desta avaliação que se faz o
acompanhamento progressivo do aluno; ajuda o aluna a desenvolver as capacidades
cognitivas, ao mesmo tempo fornece informações sobre o seu desempenho.
a. Informa sobre os objectivos se estão ou não a ser atingidos pelos alunos;
b. Identifica obstáculos que estão a comprometer a aprendizagem;
c. Localiza deficiência/dificuldades.
Avaliação sumativa
Este tipo de avaliação classifica os alunos no fim de um semestre, trimestre, do curso, do
ano lectivo, segundo níveis de aproveitamento. Tem a função classificadora (classificação
final).
Processos de avaliação
Muitas das vezes, as avaliações são feitas em forma de testes ou provas. Sendo assim,
seguem algumas informações sobre os diferentes tipos de testes/provas existentes.
A verificação e a quantificação (avaliação) dos resultados de aprendizagem no início,
durante e no final das unidades, ciclos de aprendizagem visam sempre diagnosticar e
superar dificuldades, corrigir falhas e estimular os alunos para que continuem se dedicando
aos estudos. Sendo uma das funções da avaliação determinar o quanto e em que nível de
qualidade estão a ser atingidos os resultados. Durante o desenvolvimento da aula
acompanha-se o rendimento dos alunos por meio de exercícios, estudos dirigidos, trabalhos
em grupo, observação do comportamento, conversas, recordação da matéria, assim como
são aplicadas provas ou testes de aproveitamento.
Provas orais
Realizam-se na base do diálogo entre professor e o aluno, obedecendo os seguintes
critérios:
a. Criar condições favoráveis para que os alunos se sintam à vontade;
b. Criar uma conversa amigável com o aluno para que este se sinta à vontade;
c. Feita a pergunta, deve-se dar tempo para que esta seja objecto de reflexão;
d. O professor deve fazer perguntas claras precisas, directas e formuladas de maneira
pensada.
Provas escritas
Podem ser usadas em qualquer aula no início da aula seguinte para o professor certificar
sobre o que o aluno aprendeu e então, saber que rumo dar aos trabalhos da nova aula. Se é
para repetir, rectificar ou prosseguir, dependendo da situação vivida no momento quanto ao
saber, saber fazer e saber ser, estar nos alunos; por conseguinte, as provas escritas
frequentemente utilizadas são: ACS, AP, AF e Exame Final, dependendo ainda delas a
atribuição de notas ou classificação, quais vão determinar a aprovação e reprovação do
aluno.
Provas práticas
Neste tipo de prova o aluno é posto diante duma situação problemática que há-de ser
resolvida por uma realização material, um conhecimento de elementos visuais. Este tipo de
provas é característico do Desenho Biológico, colecção e classificação de objectos
biológicos.
Avaliação no contexto das teorias educativas e curriculares.
A avaliação acompanha todo o PEA; juntamente com a planificação e a realização do PEA,
constituem o ciclo docente, ou seja, o ciclo de actividades fundamentais do professor:
planificar, realizar e avaliar o PEA. E não se trata de uma avaliação «fim» em sim mesma,
mas de uma avaliação que inicia com o processo para o diagnostico das particularidades
individuais dos alunos e da turma, para ajustar as actividades ao aluno e, depois, a medida
que se vai realizando o PEA o professor e o aluno requerem uma informação sobre como
está a decorrer a aprendizagem para reorientação da actividade do ensino tendo em conta o
ritmo da aula e da aprendizagem dos alunos. E, finalmente, após a conclusão de uma
unidade, semestre, curso…faz-se a avaliação sumativa para classificação dos alunos.
Conclusão
Após ter feito o presente trabalho sobre avaliação da aprendizagem conclui que a avaliação
A avaliação, contrariamente ao que fazem muitos professores, não deve servir apenas para
«dar notas» aos alunos, classifica-los, mas sim como um instrumento valioso para condução
do PEA. Para o efeito, se impõe ao professor a realização não apenas da avaliação
sumativa, mas cada vez mais da avaliação diagnóstica e formativa. No final da etapa duma
aprendizagem (unidade, trimestre, semestre, ano) são aplicadas provas ou testes de
aproveitamento. Entretanto, se olharmos de modo geral a prática de ensino de nossos
professores, a técnica comummente usada para avaliar são as provas/testes.
Bibliografia
CORTESÃO e TORRES. Avaliação Pedagógica II-Mudança na Escola, Mudança na
Avaliação; Porto Editora, Porto, 1990
LEMOS, V. O critério do Sucesso-Técnicas de Avaliação da Aprendizagem; 4 edição;
Texto editora, Portugal, 1990.

Você também pode gostar