Você está na página 1de 10

FUPAC - FUNDAÇÃO PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS

ENGENHARIA CIVIL

JOÃO BATISTA R. F. JUNIOR

ADIRSON RODRIGUES PINTO

AULA LUMINOTÉCNICA
Cálculo de fluxo luminoso, número de luminárias, cálculos circuitos,
condutores, eletrodutos e dispositivos de proteção

CONSELHEIRO LAFAIETE

JULHO DE 2022
JOÃO BATISTA R. F. JUNIOR

ADIRSON RODRIGUES PINTO

AULA LUMINOTÉCNICA

Cálculo de fluxo luminoso, número de luminárias, cálculos


circuitos, condutores, eletrodutos e dispositivos de proteção
Trabalho apresentado ao curso de Engenharia de Civil da
Universidade Presidente Antônio Carlos – UNIPAC,
como requisito parcial para aprovação na disciplina de
Instalações Elétricas Prediais

Professora Luciana Maria Margoti

CONSELHEIRO LAFAIETE

JULHO DE 2022
SUMÁRIO

1 LUMINOTÉCNICA 5

1.1 EXPLICAÇÃO SOBRE OS CÁLCULOS 5

1.2 AMBIENTE ESCOLHIDO E CÁLCULO LUMINOTÉCNICO 5

1.3 DIVISÃO DE CIRCUITOS 6

1.4 CÁLCULO DA SEÇÃO DE CONDUTORES 6

1.5 CONDUTOR DE PROTEÇÃO 7

1.6 DETERMINAÇÃO DO DISPOSITIVO DE PROTEÇÃO PARA O C1 E C2 9

1.7 PROJETO 9

2 CONCLUSÃO 10
FIGURAS

Figura 1 - Medidas entre os pontos de iluminação no projeto .................................................. 6

Figura 2- Representação circuito com mais condutores ............................................................ 8

Figura 3 - Tabela do fabricante Tigre com dimensionamento eletroduto .................................. 8

Figura 4 - Projeto final no AutoCad .......................................................................................... 9


5

1 LUMINOTÉCNICA

1.1 EXPLICAÇÃO SOBRE OS CÁLCULOS

Elaborar o cálculo de fluxo do luminoso do projeto, número de luminárias necessárias


de acordo com a NBR5413, cálculos dos condutores, eletrodutos e dispositivos de proteção dos
circuitos terminais.

1.2 AMBIENTE ESCOLHIDO E CÁLCULO LUMINOTÉCNICO

Empresa de tapeçaria (estofados) com paredes de tijolo à vista, teto claro, chão de
concreto. Altura 3m, Largura 5m, comprimento 8m. Período de manutenção para ambiente
médio (6 em 6 meses), mesa de 0,80m.

Cálculos:

C = 8m d = 0,82 n = 11,98 (12 lâmpadas)

L = 5m S=CxL CxL
K=
h x (C + L)
h = 3 – 0,8 = 2,20m S=8x5
8x5
U = 0,55 S = 40 m² K=
2,2 x (8 + 5)
ExS E = 500
φT = 40
Uxd K=
φtotal 28,6
500 x 40 n=
φT = φlâmpada
0,55 x 0,82 K = 1,4

44345,9
φT = 44345,9 lm n=
3700

Consideradas lâmpadas de alta potência de LED de 36W – 3700 lúmens totalizando 12


lâmpadas pelo cálculo de resultado 11,98.
6

1.3 DIVISÃO DE CIRCUITOS

Pelas dimensões do cômodo foi determinado a divisão em dois circuitos:

C1: Conjunto a de 4 lâmpadas de acordo com a letra do interruptor a;

C2: Conjunto b de 4 lâmpadas de acordo com a letra do interruptor c;

C2: Conjunto c de 4 lâmpadas de acordo com a letra do interruptor b;

1.4 CÁLCULO DA SEÇÃO DE CONDUTORES

A figura 1 mostra as distâncias entre os pontos de luz para os cálculos.

Figura 1 - Medidas entre os pontos de iluminação no projeto

Fonte: Do autor

- C1 –

∑ pl = 100 * 9,24 + 100 * 11,24 + 100 * 13,24 + 100 * 15,24 = 4.896 (Potências x distâncias
conforme figura 1)

Pela tabela de queda de tensão, a indicação é utilizar o condutor de S = 1,5mm²,


considerando 2% de queda de tensão, à 127 V.
7

Ip = Ip = ,
Ip = 3,42A

,
I′p = I′p = I’p = 3,42A

Pelo critério da capacidade de corrente, o condutor selecionado será S = 0,5 mm²

Logo, para este circuito 1, será adotado o condutor S = 1,5 mm², cuja máxima corrente permitida é de
17,5A.

- C2 –

∑ pl = 100 * 9,43 + 100 * 11,43 + 100 * 13,43 + 100 * 15,43 + 100 * 11,1 + 100 * 13.1 + 100
* 15,1 + 100 * 17,1 = 10.612 (Potências x distâncias conforme figura 1)

Pela tabela de queda de tensão, a indicação é utilizar o condutor de S = 1,5mm²,


considerando 2% de queda de tensão, à 127 V.

Ip = Ip = ,
Ip = 6,85A

,
I′p = I′p = I’p = 6,85A

Pelo critério da capacidade de corrente, o condutor selecionado será S = 0,5 mm²

Logo, para este circuito 1, será adotado o condutor S = 1,5 mm², cuja máxima corrente permitida
é de 17,5A.

1.5 CONDUTOR DE PROTEÇÃO

Para os condutores de proteção (aterramento) verificando o projeto e da distribuição dos


circuitos em apenas 2 e que seus valores e caminhos curtos e com pouca diferença entre os
circuitos, iremos adotar a mesma bitola do circuito e sendo apenas um único para toda a
8

instalação. Assim os circuitos 1 e 2 irá utilizar o cabo de bitola 1,5 mm² de aterramento desde
do Quadro Distribuição até cada um dos pontos de iluminação.

Cálculo de eletroduto no trecho do interruptor bc para o circuito 2:

Figura 2- Representação circuito com mais condutores

Fonte: Do autor

15mm² = 19,63mm² seção externa

∑A cond = 4 * 19,63 = 78,52mm²

∑ ,
D= D= ,
D = 15,81 mm

Que de acordo com a figura 3 a seguir, de eletrodutos corrugado do fabricante Tigre,


utilizaremos o que possui diâmetro interno de 19,4 mm, com 25mm diâmetro externo (ou 3/4) em toda
instalação.

Figura 3 - Tabela do fabricante Tigre com dimensionamento eletroduto

Fonte: Do autor
9

1.6 DETERMINAÇÃO DO DISPOSITIVO DE PROTEÇÃO PARA O C1 E C2

- C1 –

IB ≤ IN ≤ IZ

3,42 ≤ IN ≤ 17,5

IN = 5A

- C2 –

IB ≤ IN ≤ IZ

6,85≤ IN ≤ 17,5

IN = 10A

1.7 PROJETO

Figura 4 - Projeto final no AutoCad

Fonte: Do autor
10

2 CONCLUSÃO

Ao final de todas etapas, fazendo na prática, a assimilação do conhecimento e das


informações adquiridas em sala de aula, livros e catálogos de fornecedores de materiais elétricos
torna o aprendizado muito mais rico e perceber a importância dos projetos bem elaborados,
acompanhados e executados conforme as normas técnicas.

Você também pode gostar