Você está na página 1de 49

Máquinas elétricas trifásicas e

seus acionamentos
Professor: Rhavi Gonçalves de Borba
Turma: Eletricista de Instalações elétricas Industriais
Agenda
● Teoria da alimentação trifásica;
● Como funciona um gerador elétrico;
● Como funciona um motor/gerador elétrico trifásico de
indução;
● Carga para os motores;
● Componentes utilizados na partida de motores:
○ Contatores;
○ Relés Térmicos;
○ Disjuntor Motor;
○ Fusíveis;
○ Sinalizadores;
○ Botoeiras;
● Diagrama multifilar: comando e potência;
Teoria da alimentação trifásica
A alimentação trifásica pode ser representada por três fases
distintas: R, S e T ou até mesmo L1, L2 e L3.

Cada fase é tem um grau de atraso em relação à outra.


Teoria da alimentação trifásica
Uma curiosidade sobre a alimentação trifásica é que a soma
de todas as fases em um instante de tempo é igual à 0.
Teoria da alimentação trifásica
A tensão entre qualquer uma das fases
e o neutro é igual a tensão eficaz
comum e é chamada de tensão de fase
(Vf). No caso da alimentação cedida
pela concessionária de SC, a tensão
de fase é de 220Vrms.

A tensão entre quaisquer duas fases é


chamada de tensão de linha (Vl) e é
dada pela seguinte expressão:
Exemplos
Se a tensão de fase Vf for 220V. A tensão de linha (Vl) será:

Vl = √3 . Vf = 1,73 . 220

Vl = 380,6 Vrms

Se a tensão de fase Vf for 127. A tensão de linha (Vl) será:

Vl = √3 . Vf = 1,73 . 127

Vl = 219,7 Vrms
Fornecimento do sistema trifásico
O fornecimento do sistema trifásico é realizado pelas
concessionárias de energia que entregam o sistema de três
fases com esta separação específica.
O que não é possível fazer para cargas trifásicas
NÃO SE DEVE LIGAR UM MOTOR TRIFÁSICO DESTA MANEIRA:
ligação de cargas trifásicas
CADA FASE TEM SUA FUNÇÃO ESPECÍFICA EM UMA MÁQUINA ELÉTRICA:
CURIOSIDADES SOBRE A ENERGIA ELÉTRICA
Como gerar a tensão CA:
https://www.youtube.com/watch?v=U6IipbwmRXE

Sistemas trifásicos:
https://www.youtube.com/watch?v=diEQzf8gAQA
Como funciona o motor trifásico
Funcionamento
geral:
https://www.youtube.com/watc
h?v=tinXAu5N_2c

Funcionamento
detalhado:
https://www.youtube.com/watc
h?v=9pCe8vS8CNg&t=55s
Entendendo as partes do motor
1. Carcaça;
2. Núcleo de chapas do estator
(aço magnético);
3. Núcleo de chapas do rotor;
4. Tampa;
5. Ventilador;
6. Tampa defletora;
7. Eixo do motor;
8. Enrolamento trifásico;
9. Caixa de ligação;
10. Terminais;
11. Rolamentos;
12. Barras e anéis de curto-
https://youtu.be/01S3xF7aqQw circuito injetados em alumínio.
Qual a velocidade do motor?
A velocidade do motor se dará por dois principais
componentes:

f = frequência da rede elétrica (Hz);

p = número de pólos do motor;

Ns = Velocidade síncrona do motor (RPM);


Exemplo
Encontre a velocidade síncrona de um motor de indução
conectado à rede de 60 Hz e apenas dois polos:

Ns = (120 . f)/p

Ns = (120 . 60)/2

Ns = 7200/2

Ns = 3600 RPM
Para mais informações:
https://static.weg.net/medias/downloadcenter/h32/hc5/WEG-motores-eletricos-guia-de-especificacao-500
32749-brochure-portuguese-web.pdf
Exercício
Encontre a velocidade síncrona de um motor de indução
conectado à rede de 60 Hz e 4 polos:

Ns = (120 . f)/p

Ns = (120 . 60)/4

Ns = 7200/4

Ns = 1800 RPM
Exercício
Encontre a velocidade síncrona de um motor de indução
conectado à rede de 50 Hz e 6 polos:

Ns = (120 . f)/p

Ns = (120 . 50)/6

Ns = 6000/6

Ns = 1000 RPM
Dados da placa do motor
● ~3 → sistema trifásico

LEGENDA DA PLACA DO MOTOR


● kW(HP-cv) → potência em kW e
potência em cV
● V 220/380 → Valores de tensão
● A 2,89/1,67 → correntes
● RPMmin-1 → 1725 velocidade
nominal (com carga)
● Hz → Frequência do motor.
● Ip/In → Quantas vezes a corrente
de pico vale a corrente nominal.
● F.P → Fator de potência (um
atraso da corrente p/ a tensão)
● REND(%) → Eficiência, quanto da
energia elétrica se transforma
em mecânica.
● F.S → Fator de serviço, o máximo
de sobrecarga permitida.
Carga e
escorregamento
Carga e corrente
CATEGORIAS DO MOTOR
LIGAÇÃO ESTRELA
LIGAÇÃO TRIÂNGULO
Ligações
Acionando um motor
Para acionar um motor é necessário um conjunto de
componentes elétricos e eletromecânicos capazes de comutar
as fases do motor em uma sequência específica com segurança.

Estes componentes são:

● Botoeiras;
● Sinalizadores;
● Contatores;
● Relés Térmicos;
● Disjuntor Motor;
● Fusíveis.
Botoeiras

Botoeiras são componentes responsáveis pelo acionamento manual


de um determinado contato que pode ser NA ou NF ou ambos. As
botoeiras têm cores específicas para sua aplicação.

● Verde ou Preto – Ligar, dar partida ou arranque


● Vermelho – Desligar, parar ou botão de Emergência
● Amarelo – Eliminar condição perigosa ou iniciar um retorno
● Azul ou Branco – Funções diferentes das anteriores
Tipos de botoeiras

● Chave Seletora com retenção


● Botoeira sem retenção ou de pulso
● Botoeira de impulso duplo
● Cogumelo
Para mais informações:

https://static.weg.net/medias/downloadcenter/h6e/h9a/50009820_portuguese_web.pdf
Botoeiras (simbologia)
Sinalizadores

Os sinalizadores são componentes de saída que alertam de


forma luminosa ou sonora algum tipo de situação atual da
máquina ou sistema elétrico.

● Vermelho: Condição anormal (Intervenção de Segurança na máquina)


● Amarelo: Atenção ou cuidado (Temperatura superior)
● Verde: Máquina pronta para trabalhar (Alerta que pode operar e
todas as condições de início estão normais.)
● Branco ou Incolor: Tensão em operação normal (Indicação de
funcionamento de alguma fase de processo da máquina)
● Azul: Se aplica quando há algo diferente de todas as cores acima
Sinalizadores
Contatores
O contator é um dispositivo
provido de uma bobina, contatos de
força (para cargas que necessitam
de alta corrente) e contatos
auxiliares que podem ser NA ou NF.

Ao energizar a bobina do contator,


os contatos de força e auxiliares
comutam, ou seja, trocam de aberto
para fechado ou de fechado para
aberto.
Contatores (simbologia)
Contatores
Contator por dentro:
https://www.youtube.com/watch?v=OKiCSIbYX
BU

Para mais informações:


https://static.weg.net/medias/downloadcenter/h2
f/hdf/WEG-contatores-e-reles-de-sobrecarga-50
026112-pt.pdf
Relés Térmicos
(ou relé de sobrecarga)
O relé de sobrecarga é capaz
de comutar seus contatos de
força e comando caso este
componente detecte uma
sobrecarga.

Isso quer dizer que em


sobrecarga de corrente, o
componente desliga o
circuito de força e comando.
Relés Térmicos
(ou relé de sobrecarga)
Disjuntor Motor
O disjuntor motor funciona de
maneira semelhante a um
disjuntor comum, no entanto
tem algumas regulagens
especiais.

Em um acionamento de motores,
o disjuntor motor faz ao
mesmo tempo o papel dos
fusíveis e do relé térmico.
Disjuntor Motor

http://www.precimech.com.br/downloads/Disjuntores-Motores.pdf
Disjuntor Motor
Disjuntor Motor
Diagrama multifilar para acionamento de motores
O diagrama multifilar é um tipo de diagrama capaz de mostrar
todos os contatos e conexões dos componentes e cabos
presentes no circuito elétrico.

O diagrama multifilar para acionamento de motores é dividido


em:

- Diagrama de comando;
- Diagrama de força.
Partida
direta
de um
motor
COMANDO
COMANDO
FORÇA
lógica de contatores
A lógica de contatores pode ser expressa pelas funções:

A lógica E e a lógica OU.

A lógica E insere dois contatos em série.

A lógica OU insere dois contatos em paralelo.


Lógica E
No quadro
Lógica OU
No quadro
Exercícios
1) Faça o diagrama de comando que aciona um motor apenas se
duas botoeiras forem acionadas ao mesmo tempo (comando
bimanual), salve a função de selo e apenas desligue em um
botão de desliga.
2) Faça um diagrama de comando que acione um contator K1 se
uma botoeira S1 pulsante for acionada ou uma botoeira S2
com retenção for acionada.
3) Faça um diagrama de acionamento de um contator K1 através
de um botão S1 com selo. Um contator K2 deverá ser
acionado através de um botão S2 com selo. Caso um dos
contatores seja acionado primeiro, deverá impedir o
acionamento do outro e só deve resetar o sistema com S0.

Você também pode gostar