Você está na página 1de 28

INSTITUTO EDUCACENTER

PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO

ENSINO FUNDAMENTAL I - SÉRIES INICIAIS


EDUCAÇAO INFANTIL - 2 A 5 ANOS

CHÃ DE ALEGRIA/PE
2018
2

SUMÁRIO
1. Apresentação 3
2. Identificação do educandário 4
3. Núcleo gestor 4
4. Equipe docente 5
5. Aspectos Históricos 5
6. Diagnose da Realidade 6
7. Função Social do Instituto Educacenter 7
8. Objetivo Geral 8
9. Objetivos Específicos 8
10. Princípios orientadores das praticas pedagógicas e administrativas 9
11. Princípios filosóficos 10
12. Concepções Teóricas 10
13. Organização do Trabalho Pedagógico do Instituto Educacenter 12
14. Concepção, Prática e Estratégicas de Avaliação 14
15. Concepção da Educação Infantil 17
16. Organização da Proposta Curricular do Instituto Educacenter 17
17. Plano de Ação 22
18. Introdução 22
19. Justificativa 23
20. Objetivo Geral 23
21. Objetivos específicos 24
22. Metas 25
23. Projetos pedagógicos 26
24. Avaliação 26
25. Considerações Finais 26
26. Referenciais Bibliográficas 28
3

1. APRESENTAÇÃO

O Projeto Político Pedagógico é compreendido como procedimento de


ação participativa coletiva com pessoas interagindo politicamente em
desempenho das necessidades, preocupação e objetivos comuns. Busca uma
maior inclusão na ação educativa, analisada como responsabilidade de todos
os membros da comunidade escolar e civil.
A educação em todos os tempos e principalmente nos dias de hoje,
necessita de maior aprofundamento e perceptibilidade sobre o verdadeiro
sentido da vida e da aprendizagem e sobre os objetivos a serem alcançados.
Não se trata simplesmente de aprender mais algumas matérias, mas, antes,
organizar-se para o pleno exercício de sua cidadania.
A provocação é sair da atitude reprodutiva, e proporcionar indicações
que facilitem o aprender e o saber pensar. Seguindo essa linha de
pensamento, na caminhada em busca da constituição do saber, o mundo
sente a necessidade de incluir o pensar próprio desde os anos iniciais da vida
escolar do educando.
Sabemos que é preciso romper com alguns aspectos da matriz
pedagógica vigente, cristalizada nas figuras do professor que ensina e do
aluno que aprende. A escola deve ser um espaço para construção do saber e
integração do indivíduo na sociedade.
Baseados na conquista de oportunidades para o entendimento de
valores como princípio de vida nortearam nossa prática de Educação
Humanística a partir da pedagogia crítica – social dos conteúdos educando
para a cultura de solidariedade na perspectiva de um mundo mais humano.
Este Projeto Político Pedagógico reflete os elementos os
questionamentos sobre os objetivos da educação, norteando de todas as
ações pedagógicas, administrativas e comunitárias. Explicitando de forma
clara as propriedades e os resultados desejados.
Sua construção resgata crenças, valores, conhecimentos da realidade
escolar, definindo caminhos a serem percorridos por todos os envolvidos no
4

processo de ensino aprendizagem. Construindo-se um compromisso político


pedagógico no contexto histórico-social, assumido por todos os envolvidos.
No processo de construção houve a participação da direção, professores,
pais, e o apoio de uma psicopedagoga procurando conhecer as diferentes
concepções e expectativas de todos a fim de atender com melhor qualidade a
formação do saber das crianças do educandário alegria infantil.
Nesse processo foram realizados reuniões, orientações com todos os
membros envolvidos na comunidade escolar.
Foram feitas leituras de material bibliográfico tais como: apostilas,
Currículo em Movimento da Educação Básica, livros, Currículo da Educação
Básica, LDB (Lei de Diretrizes e Bases) analisando a sugestão coletiva,
documentos, etc., com objetivo de buscar uma boa fundamentação teórica
para embasar a presente proposta.
Esse projeto é fruto de um processo coletivo, onde o Instituto
Educacenter com um todo, dentro de suas possibilidades e necessidades,
buscará nesta fonte de inspiração para o trabalho que não será um
documento fechado, mas deverá ser reavaliado sempre que houver
necessidade de maior atuação.

2. IDENTIFICAÇÃO DO INSTITUTO EDUCACENTER


NOME: Instituto Educacenter
CNPJ Nº: 32.008.86210001-57
ENDEREÇO: Rua Helena Pessoa de Luna - Matadouro – Centro – CHÃ DE
ALEGRIA/PE
CEP: 55835-000
FONE: 81- 9-86927758 (Diretora)
E-MAIL: jaci.alves10gmail.com

3. NÚCLEO GESTOR

Diretora: JACILENE ALVES DE LIMA


5

4. EQUIPE GESTORA

Nº NOME FUNÇAO SERIE HABILITAÇAO


01 Diretora
Jacilene Alves De Lima Administrativa/Pedagógica Magistério
Geiza
02 Karla marques de
Lima Secretária Pedagogia
Geiza
03 Karla marques de
Lima Professora Ed. infantil Pedagogia
Jailza
04 maria da silva
Professora Ed. infantil Pedagogia
Edna
05 Edilma da silva
Professora Fundamental Pedagogia
Deborah
06 Bruna de Sousa
Lucena silva Professora Ed. infantil Magistério

Veronica
07 Maria Beltrão
pessoa Professora Fundamental Pedagogia
Janaina
08 Alves de lima Línguas
Professora Letras
Josilene
09 Barros Lima
Lira Professora Fundamental Pedagogia

Shirlandi
10 Alves de Lima
Silva Libras Educação especial

5. ASPECTOS HISTÓRICOS

No ano em 2004 surgiu a inquietação de fundar um pequeno espaço de


educação infantil para atender as crianças de 2 a 5 anos no entorno da
comunidade no pequeno bairro da vila do campo. A inquietação teve inicio em
2004 atendendo 09 (nove) crianças. No ano seguinte aumentou o numero
chegando a 32 (trinta e dois) alunos.
No início foi realizado um levantamento de todas as crianças que
necessitavam de atendimento no entorno da comunidade, se os pais
gostariam de uma escolinha próxima de casa para já iniciar a atividade
educacional de seus filhos. Após esse levantamento os pais foram convidados
para uma reunião, para que pudessem receber informações e esclarecimento
sobre a comunidade local.
6

Sendo assim, o Instituto Educacenter antes conhecido como


Educandário alegria infantil, deu inicio ao atendimento às necessidades da
comunidade local no sentido de educar e ajudar as famílias carentes, com o
propósito de atender as crianças daquela localidade favorecendo assim o
acesso a escola desde cedo oferecendo oportunidades aos alunos com a
função de educar, cuidar e estimular o desenvolvimento humano com
profissionalismo e responsabilidade, pensando no bem-estar das crianças e a
credibilidade das famílias e da comunidade escolar do município contribuindo
na à necessidade da família que tem que sair de casa para trabalhar, tendo
que deixar seu lar e seus filhos em segurança e bem amparados, com direito
e acesso a educação.

6. DIAGNOSE DA REALIDADE

A Diagnose tem por fim de atuar, através de métodos que deve levar em
conta o modelo de sociedade que desejamos e o campo educacional em que
nos movemos. Diagnosticar as fontes dos problemas a serem superadas. Isto
significa que o indicador sócio econômico educacional cultural deve ser
previamente conhecido para que o planejamento educacional se baseie em
uma análise a mais precisa possível, do sistema educacional da escola.
Nosso Instituto Educacenter como qualquer estabelecimento de ensino é
afetado pelos fatores das consequências da crise global interferem na
situação brasileira: pobreza, pais desempregados, famílias desestruturadas,
violência, drogas, vulnerabilidade social, baixo índice de IDH.
Quanto à educação, nosso Instituto Educacenter do tem a missão de
compartilhar o conhecimento e estimar o educando a permanecer no
educandário desenvolvendo consciência crítica, de forma que seja capaz de
analisar as realidades em seu entorno, a fim de procurar novas formas de
continuação, de respeito ao meio ambiente, em busca de uma vida saudável e
de uma ecologia autossustentável.
7

6. FUNÇÃO SOCIAL DO INSTITUTO EDUCACENTER

O Instituto Educacenter tem por principal função social desenvolver uma


política de educação infantil que assegure à criança o desenvolvimento pleno
(físico-emocional, cognitivo e social) o acesso ao conhecimento e ao exercício
da cidadania por meio de um ensino democrático e transformador.
O Instituto Educacenter precisa pensar que além da sua função de
instruir e avaliar, ainda tem o papel fundamental de orientar, cuidar e acolher
as crianças, buscando adaptar o currículo em movimento a sua realidade,
viabilizando seus espaços, tempos e oportunizar o acesso ao direito da
criança à educação.
De acordo com os Pressupostos Teóricos (p.33) a primeira função da
escola é garantir a aprendizagem de todos os estudantes, por meio do
desenvolvimento de processos educativos de qualidade. Assim nos
articulamos no sentido da formação do homem integral, ou seja, do cidadão,
ser histórico, social, capaz de construir e reconstruir sua trajetória num
processo contínuo de evolução, conforme é citado no Currículo em
Movimento - Pressupostos Teóricos:
O papel do educandário não deve limitar-se apenas aos aspectos
intramuros, onde a prática pedagógica se estabelece. O instituto visto como
ambiente escolar é, sobretudo, um espaço que recebe diferentes sujeitos,
com origens diversificadas, histórias, crenças e opiniões distintas, que trazem
para dentro do ambiente escolar discurso que colaboram para sua efetivação
e transformação (2014, p. 26).
Vale ressaltar que todas as atividades descritas são ministradas
gratuitamente, e que a manutenções de todas essas tarefas são realizada
através do esforço contínuo de todos os integrantes desta equipe.
Neste sentido, cabe o Instituto Educacenter reconhecer esses sujeitos
como capazes de aprender os diferentes conhecimentos acumulados pela
humanidade e sistematizado a singularidade da infância.
8

8. OBJETIVO GERAL

O Instituto Educacenter tem como principal objetivo, Desenvolver de


forma integral a criança de 06(dois) a 10 ( seis a dez) anos de idade, em seus
aspectos físico, afetivo, psicológico, intelectual e social, acompanhado da
ação da família e da comunidade agindo como parceiras nesse processo.

9. OBJETIVOS ESPECÍFICOS

 Promover o desenvolvimento da consciência social e crítica da criança,


ampliando e valorizando suas vivências por meio da sua relação
teórica- prática, onde buscamos:
 Desenvolver na criança uma imagem positiva de si, no intuito de
tornar-se mais independente, com confiança em suas habilidades;
 Provocar na criança interesse por descobrir e conhecer
progressivamente seu próprio corpo valorizando hábitos de saúde e
bem-estar;
 Articular atividades que permitam a criança estabelecer e ampliar cada
vez mais as relações sociais, estabelecendo vínculos afetivos e trocas
com adultos e crianças respeitando a diversidade e desenvolvendo
atitudes;
 Desenvolver na criança a capacidade de representar e evocar diversos
aspectos vividos, conhecidos ou imaginados, por meio de atividades;
 Incentivar a criança a observar e explorar o ambiente com atitudes de
curiosidade, percebendo-se como parte integrante, dependente e
agente transformador do meio ambiente;
 Possibilitar à criança demostrar o seu conhecimento prévio através de
suas atitudes de interesse, respeito, solidariedade;
 Diversificar as atividades para que a criança possa utilizar as
diferentes linguagens (verbal, gráfica, plástica, corporal, musical e
9

matemática) ajustadas às diferentes intenções e situações de


comunicação.

10. PRINCÍPIOS ORIENTADORES DAS PRÁTICAS PEDAGÓGICAS E


ADMINISTRATIVAS

O Instituto Educacenter em consonância com os fins da Educação


expressa na legislação federal fundamenta-se nos interesse e necessidades
básicos da criança, visando à atenção integral e o seu desenvolvimento global
e harmonioso, tem por fins educativos questionar e romper com a estrutura
político- econômico e social vigente, acreditando no eixo básico que sustenta
o trabalho pedagógico que é o comprometimento com a construção do
conhecimento pelo próprio sujeito.
Através da educação escolar, entendemos ser admissível a constituição
de uma sociedade mais justa, que respeite as diferenças, que garante espaço
para que o individual possa insurgir no social, beneficiando dessa forma,
garantia aos direitos de todos.
Nesses termos, os esforços do Instituto Educacenter concentram na
direção de construir e concretizar um projeto pedagógico que parta do
entendimento que os tempos e espaços escolares de convivências, de ensino
de aprendizagem pautem-se pela ética e constituam-se a favor do bem maior
que é a vida.
O principio que norteia as ações relaciona-se à formação de um sujeito
consciente, crítico e autônomo que saiba respeitar os limites construídos, a
partir da acepção coletiva de aberturas de convivência, que se responsabilize
por suas maneiras, que saiba analisar e interpretar a realidade, transitando
em toda a complexidade que a vem caracterizar. Cabe aos professores,
direção, administrativa do educandário, que atuam na escola, a tarefa de
garantir a circulação do conhecimento, da multiplicidade de pensamentos,
bem como a humanização nas relações decorrentes dos processos de ensino
e de aprendizagem.
10

11. PRINCÍPIOS FILOSÓFICOS


A partir de uma concepção sócia interacionista, o Instituto Educacenter
compreende a educação como construção coletiva permanente, baseada nos
princípios de convivência, solidariedade, justiça, respeito, valorização da vida
na diversidade e na busca do conhecimento. Nessa perspectiva, utiliza-se de
uma metodologia cooperativa e participativa, que contribua na construção da
autonomia moral e intelectual de todos os envolvidos no processo educativo.
É necessário manter uma relação de harmonia, destinada no Projeto
Político Pedagógico como um processo continuo de reflexão e discussão dos
problemas do Instituto Educacenter na busca de possíveis soluções para
assim alcançar a sua intencionalidade e resolver os seus problemas
estruturais. No entanto, a legislação educacional, brasileira exige das
escolas/educandário autonomia administrativa financeira e pedagógica com
restritas possibilidades de concretização.

12. CONCEPÇÃO TEÓRICAS

“A escola deve, em qualquer momento


do processo pedagógico, ter clareza do seu
papel.”

Acredita-se que a concepção-teórica se dá por meio de uma proposta


que autorize uma ação reflexiva, baseada de acordo com a teoria. Assim
ambientes de estudos científicos, tecnológico e sócio histórico, enquanto
métodos para a sua aprendizagem e também, enquanto produtos do
pensamento humano essencialmente deverão estar presentes nos diferentes
espaços de formação.
O objetivo da educação é dar qualidades para que o educando amplie
suas capacidades que, de forma harmoniosa, geridas tornam-se
competências necessárias para uma vida social de qualidade.
Para tanto, assume os seguintes princípios:
1. Compreensão dos direitos e deveres da pessoa humana, do cidadão,
do estado, da família e dos demais grupos que integram a comunidade;
11

2. Democratização do saber, pelo qual é possibilitada a criança


apropriação e a transformação dos conhecimentos historicamente
acumulados, como condição necessária à construção de uma escola
sintonizada com o seu tempo e comprometida com uma sociedade em
mudança;
3. Colaboração no desenvolvimento de uma consciência ecológica de
proteção ambiental e integração ativa do homem com o meio ambiente;
4. Coparticipação, pelo qual a família, a unidade escolar e a comunidade,
irão se envolver efetivamente na discussão e na definição de
prioridades, estratégias e ações do processo educativo, enquanto
instrumento essencial para a defesa da dignidade humana e da
cidadania.
Fazendo-se cumprir a:
1. Constituição Brasileira – 1988 - “É dever da família, da sociedade e do
Estado, assegurar à criança e ao adolescente com absoluta
prioridade, o direito à vida, à saúde, à alimentação, à educação, ao
lazer, à profissionalização, à cultura, à dignidade, ao respeito, à
liberdade, e à convivência familiar e comunitária, além de colocá-la
a salvo de toda forma de negligência, exploração, violência,
crueldade e opressão”;
2. Estatuto da Criança e do Adolescente – 1990 Art. 53 - “A criança e
adolescente têm direito à educação, visando pleno desenvolvimento
de sua pessoa, para o exercício da cidadania e qualificação”.
3. Conselho de Educação do Distrito Federal - CEDF – Resolução
nº1/2012 Art. 21 - “A educação infantil tem por objetivo o
desenvolvimento integral da criança em seus aspectos físico,
afetivo, psicológico, intelectual e social, complementando a ação da
família e da comunidade”.
Por isso o trabalho docente deve considerar as manifestações culturais,
trazidas pela criança, bem como o meio social em que ela está inserida. Esta
postura do planejamento valoriza cada indivíduo em suas peculiaridades e
acaba por fomentar nele o respeito e a consideração pelo outro, além de
12

propiciar uma aprendizagem significativa bem delineada pelo


planejamento/plano da prática docente no cotidiano da instituição infantil.
As linguagens deverão ter como objeto de conhecimento e conteúdos
capazes de gerar atividades com sentido real e desafiador para as crianças,
de modo que seja significativa e prazerosa, incentivando sempre a
descoberta, autonomia, criatividade e a criticidade.
O Instituto Educacenter observando a constante necessidade da criança
em adquirir mais conhecimentos, ao longo do tempo faz com que o
educandário repense sua atuação social, política e econômica, garantindo a
todos as condições necessárias de obter uma educação de qualidade;
valorizando o ser humano multidimensional e os direitos coletivos,
fortalecendo o comprometimento com a Educação para a Diversidade,
Cidadania, Educação para Direitos Humanos e Educação para a
Sustentabilidade.

13. ORGANIZAÇÃO DO TRABALHO PEDAGÓGICO DO INSTUTO


EDUCACENTER

A elaboração do Projeto Político Pedagógico passa pelo processo de


democratização de decisões, ou seja, é uma gestão participativa que busca
em conjunto com os professores, demais funcionários, comunidade e a
criança, buscando integrar o currículo de acordo com a nossa vivencia
educacional e família /comunidade.
A participação acontece por meio de reuniões, avaliação, questionário,
planejamento para elaboração dos projetos e rotina, visando o bem-estar e
escuta sensível da criança. Isso se dar por meio de roda de conversa,
desenhos livres e atividades diversas onde elas são motivadas a expressar o
seu pensar, desejos e preferências, conforme suas vivências no ambiente em
que elas estão inseridas.
Para alcançar as metas propostas e resolver as questões apresentadas
utilizamos como ferramenta o Plano de Ação.
Este Plano deve resultar de:
13

1. Ações e projetos que a escola desenvolveu no ano anterior, avaliados


como importantes para serem mantidos;
2. Novas ações e projetos sugeridos para resolver situações e problemas
identificados pelo grupo;
3. Ações no campo de convivência escolar;
4. Ações voltadas à construção e valorização da identidade dos sujeitos;
5. Ações para a formação continuada dos profissionais da
educação.
Os procedimentos para a execução desta proposta de trabalho são
práticos e vivenciados, traduzidos em ações orientadas pelo professor, mas
desenvolvidas pela criança individual ou coletivamente,
O Instituto Educacenter busca proporcionar ao educando um bom
desenvolvimento, que amplie as suas potencialidades de inserção e
participação nas diversas práticas sociais, visando um atendimento
apropriado, no qual os alunos sintam-se seguros e motivados. Com a
finalidade de formar pessoas participativas, responsável e integrada nas
sociedades.
Ao Instituto Educacenter ofertar a Educação Infantil, como etapa de
educação básica, sendo organizada de seguinte forma:
02 anos completos ( 10 a 12 crianças)

02 anos completos (10 a 12 cianças

03 anos completos ( 10 a 13 crianças)

04 anos completos (12 a 15 crianças)

04 anos completos (12 a 18) cianças)

05 anos completos (12 a 18 crianças)

06 anos completos ( 12 a 18 crianças)

07 anos completos (12 a 18)

Total de crianças atendidas ( 124 crianças)

08 Turmas
14

A modalidade de Ensino oferecido no Instituto Educacenter é atender a


Educação Infantil, oferecendo seu ensino em regime anual, no período
integral a 124 (cento, e vinte e quatro) crianças, organizado por faixa etária,
totalizando o mínimo de 200 dias letivos de trabalho escolar compreendendo
no mínimo 800 horas. Horário de funcionamento é de 7h30 as 11.30 e das
13h às 17h
No aspecto de desenvolvimento da criança, cabe o professor, desafiar,
interrogar, mediar, indicar ações pedagógicas significativas para a criança,
buscar a satisfação das necessidades e desejos dos sujeitos envolvidos no
processo. A rotina do Instituto Educacenter oferece atividades dinâmicas,
desde o acolhimento à saída para sua família, incluindo hábitos de higiene, de
organização, atividades dirigidas, alimentação e outras, todas planejadas de
maneira que interage o aluno a sua família e a comunidade que se vive.

14. CONCEPÇÃO, PRÁTICA E ESTRATÉGIAS DE AVALIAÇÃO.

Vygotsky ensina que ao entrar na escola, a criança já apresenta em si


uma extensa quantidade de experiências, resultantes de uma série de
vivências anteriores. O contexto sócio-político-econômico em que se insere
influi de maneira significativa em sua formação e é uma realidade que precisa
ser analisada pela unidade escolar para que a ação educativa seja mais
eficiente, levando em conta os pontos relevantes a serem trabalhados.
A avaliação do desenvolvimento da criança é compreendida como um
conjunto de atuações que tem a função de alimentar, sustentar e orientar a
intervenção pedagógica durante o processo, de forma contínua, global,
cumulativa, abrangente e diagnóstica que se relaciona com as oportunidades
oferecidas, analisando e adequando as situações didáticas propostas aos
conhecimentos prévios das crianças e aos desafios que são capazes de
enfrentar.
A avaliação subsidia o professor com elementos para reflexão contínua
sobre a sua prática, criação de novos instrumentos de trabalho e a retomada
de aspectos que devem ser revistos, ajustados ou reconhecidos como
15

adequados para o processo de aprendizagem individual ou de todo o grupo.


Pretendemos promover o desenvolvimento integral e harmônico da criança,
como meio de auto realização para o exercício consciente da cidadania e do
amor ao próximo, enquanto membro de família e cidadão.
No processo educativo buscamos alcançar metas junto às crianças na
perspectiva que ela possa ser capaz de exercer sua autonomia frente aos
adultos, interagir e resolver seus conflitos, serem independentes e curiosos,
tomar iniciativa na busca e resolução de seus interesses, desenvolver a
autoconfiança e suas ideias, gosto e preferências sem medos, desenvolver
suas habilidades psicomotoras adequadas a sua idade e desenvolvimento, ter
raciocínio e capacidade de comunicação com o meio em que vive familiarizar-
se com a imagem do próprio corpo, executando ações relacionadas à saúde e
higiene e valorizar suas ações cooperativas e solidárias.
Portanto torna-se necessário trabalhar a escuta sensível da criança e
valorizar o retorno que nos é dado pelas crianças, pois conforme Esteban
(1993), as respostas dadas pelas crianças são importantes no processo
avaliativo, porque revelam tanto o desenvolvimento já consolidado quanto os
aspectos ainda em construção. O que a criança sabe ou não sabe deve ser
valorizado, enquanto uma construção significativa do ponto de
desenvolvimento alcançado em seu processo de aprendizagem.
No Instituto Educacenter a avaliação baseia-se na observação e no
acompanhamento das atividades individuais, coletivas e desenvolvimento
motor das crianças, usando como instrumento o caderno de observação
individual, auxiliando também na construção do RDIA (registro diário de
interação avaliativa), buscando retratar de forma detalhada o desenvolvimento
e aprendizagem da criança no decorrer do ano letivo, possibilitando aos
professores, instituição e aos pais acompanhar semestralmente os avanços e
dificuldades que as crianças apresentarem.
A avaliação visa determinar em que medida os objetivos educacionais
foram atingidos em termos de desenvolvimento da criança, nos aspectos
físico, afetivo, intelectual e social, expressa em aquisição de conhecimentos,
habilidades psicomotoras e formação de atitudes, mediante observação das
16

ações/reações e interações dela, nas atividades especificas de cada período,


em função de seu desenvolvimento biopsicossocial, cultural e pedagógica.
A avaliação, enquanto uma das dimensões da proposta pedagógica deve
ser coerente com os princípios básicos que a orientam. Se concebermos a
criança e sua aprendizagem sob um ponto de vista dinâmico, que levam em
conta os percalços de seu desenvolvimento, a avalição irá possibilitar a
observação das manifestações de aprendizagem e progresso conforme
consta nas Diretrizes de Avalição (p.15).
A avaliação institucional busca responder se os objetivos, diretrizes e
qualidade vêm se aplicando na oferta do ensino. Para tanto se faz necessário
a coerência entre a realidade da instituição, o currículo praticado e a
observância aos espaços promotores da qualidade que tornarão possíveis
uma avaliação que seja qualitativa e, sobretudo, reveladora do processo e do
alcance da função social da unidade escolar.
Serão desenvolvidas por meio das linguagens e das brincadeiras de
forma lúdica, pois o brincar é uma atividade recreativa que permite as
crianças aprender, divertir-se e liberar energias. É preciso possibilitar espaços
para auxiliar na liberdade de escolhas ao criar suas possibilidades ao brincar
e criar.
Para acrescentar, nesta busca pelo aprimoramento das atividades
desenvolvidas e conforme estabelecido pela parceria firmada junto às novas
diretrizes seguidas pelo Marco Regulatório, será realizada no termino do ano
em curso uma avaliação do Instituto possibilitando uma maior visão dos
resultados proposto pelo PPP.
A Direção, professores serão os envolvidos para pensar, planejar,
avaliar, auto avaliar-se e promover os processos da avaliação institucional
com o alcance da desejada qualidade da educação, através de reuniões,
questionários e sugestões, transmitidas pelos pais, profissionais e
necessidades em meios às crianças.
Serão agendados junto às famílias e a instituição educacional, envolvidas
nesse processo, reuniões bimestrais com a finalidade de assegurar com
transparência e ética, a realização da avaliação.
17

Conforme o Currículo da Educação Básica (p.74) a finalidade básica da


avaliação é servir para planejar e tomar decisões assertivas, para observar a
evolução e processo da criança e para planejar se é preciso intervir e/ou
modificar determinadas situações, relações ou atividades em aula.
Lembramos que a criança não é mais o único elemento a ser avaliado,
pois, avaliando o Instituto Educacenter estará também sendo avaliado o
trabalho docente, e consequentemente o conjunto das ações educativas.
Portanto, a avaliação institucional deverá ser realizada por todos os sujeitos
envolvidos, sobretudo professores, crianças e toda comunidade escolar.

15. CONCEPÇÃO DE EDUCAÇÃO INFANTIL

A Educação é diferente de escolarização, pois a escolarização é uma


forma sistemática de fazer Educação. É um processo de construção de
conhecimento dentro do contexto escolar integrado com a função de cuidar,
que se dá na relação entre adultos (professores, coordenadores, diretores e
demais funcionários) e crianças, considerando a bagagem cultural que a
criança traz consigo, respeitando suas limitações busca.

16. ORGANIZAÇÃO DA PROPOSTA CURRICULAR DO INSTUTO


EDUCACENTER

A Organização Curricular pretende integrar as aprendizagens que vão


sendo incorporadas pelas crianças tanto dentro quanto fora da instituição
educacional.
A proposta do trabalho está estruturada nas linguagens trabalhadas no
Currículo são:
1. Cuidado consigo e com o outro, nesta face, manifesta-se pela
ocupação de um novo lugar nas relações sociais, sendo que a criança
vai ampliando o domínio sobre o mundo ao redor e tornando-se cada
vez mais independente;
18

2. Interações com a Natureza e Sociedade, permite o contato com o meio


natural e social percebendo a necessidade dos cuidados com o corpo
e consequentemente, com a saúde;
3. Linguagem Oral e Escrita permite que a criança participe de diversas
situações (reais ou de faz de conta), fazendo uso correto e adequado
da linguagem.
4. Linguagem Artística, as crianças são estimuladas a manipular
diferentes objetos e materiais, expressando criatividade, sentimentos
pensamentos;
5. Linguagem Matemática, as crianças interagem em situações do dia a
dia, representando quantidades com o auxílio dos colegas,
objetos e brinquedos.
6. Linguagem Corporal fundamenta o trabalho educativo, pois as crianças
são extremamente ativas, gostam e necessitam aprender de forma
lúdica e prazerosa.
7. Linguagem Digital cria oportunidade onde a criança veja o computador
e outros equipamentos da tecnologia como novos brinquedos,
possíveis de serem descobertos, explorados, manipulados e serem
utilizados como instrumentos de novas aprendizagens.
O currículo atinge duas dimensões, uma registrada em forma de texto,
como recomendação geral, e outra que se expressa no cotidiano escolar
quando o professor concretiza essas recomendações levando a criança para
a vivência.
O currículo para a Educação Infantil deve ter como referência a
realidade, os conhecimentos da criança, ampliando-os e organizando-os
através de um trabalho significativo, planejado e consistente, que permita
resgatar a totalidade histórica. O currículo vai se construindo na prática
educativa, impulsionada pela ação da criança na busca de significação do
mundo, buscando competências tais como:
1. Conhecimento do próprio corpo, suas potencialidades e seus limites,
valorizando os cuidados com a própria saúde, as relações sociais,
19

respeitando o meio ambiente e a diversidade, tornando- se consciente


de seus direitos e deveres.
2. Percepção de si como pessoa única, inserida num, grupo social, capaz
de relacionar-se com outras pessoas, tendo uma imagem positiva de
si, sabendo expressar seus desejos e suas necessidades, tomando
decisões, dentro de suas possibilidades, contribuindo assim para o
desenvolvimento de sua autonomia.
3. Produção e apreciação da arte como forma de expressão,
desenvolvendo o gosto, o cuidado, o respeito e a valorização pela sua
própria produção, pela produção dos colegas, de diferentes artistas,
gêneros, estilos e épocas.
4. Compreensão das relações estabelecidas entre os sons da fala e os
códigos linguísticos, entendendo a escrita como forma de expressão e
registro e a leitura como instrumento para ampliar a visão de mundo.
5. Conhecimento e desenvolvimento dos conceitos de numero, espaço, e
forma, grandezas e medidas, com a finalidade de solucionar situações
do cotidiano, por meio da resolução de problemas.
Para acrescentar a esta proposta iremos desenvolver projetos
elaborados em conjunto com o corpo docente, com o objetivo de levar o ser
ativo que é a criança a brincar, interagir e criar novas possibilidades ao
explorar os brinquedos e os espaços, de forma lúdica buscando também
integrar à família neste processo, visando sempre executar as ações proposta
pelo Currículo da Educação Infantil.
Os projetos que iremos trabalhar ao longo do ano 2018, possibilita uma
organização ao explorar situações que as crianças estão vivenciando de
forma lúdica e prazerosa, onde as crianças conseguem fazer uma
semelhança com a realidade. Segundo Paulo Freire "o trabalho do professor é
o trabalho do professor com os alunos e não do professor consigo mesmo".
Quais serão:
 Amigo Diferente: busca conscientizar as crianças que devemos ser
respeitados pelo que somos independentes das nossas necessidades
levando em consideração que algumas crianças têm dificuldades de
20

aceitar as diferenças, tratam os colegas de forma preconceituosa, não


aceitando o jeito de ser de cada um. Porém, tratar as pessoas com
igualdade é a melhor maneira de desenvolver o respeito, diminuindo
as ações preconceituosas.
 Braços Abertos: tem a finalidade de criar vínculos entre o ambiente
escolar, família, crianças e profissionais, transmitindo confiança e
segurança. É importante nesta fase que todos (pais e educadores)
possam compreender e respeitar o momento da criança, de conhecer
o novo ambiente e estabelecer novas relações.
 Brincando e Recriando: visa sensibilizar os alunos sobre a
importância da preservação do Meio Ambiente, identificando às
situações que causam danos a natureza como: poluição,
desmatamento, queimadas, extinção de animais e outros, estimulando
assim o interesse e também enfatizar a problemática do lixo e a
solução oferecida pela reciclagem, onde podemos recriar. Um fator
primordial para a preservação do meio ambiente é a reciclagem, pois
através dela é possível criar momentos de diversão e aprendizagem
para as nossas crianças.
 Alimentação Saudável: Promover uma reeducação alimentar com o
consumo de alimentos saudáveis de forma atraente, lúdica e
educativa. A escola é um espaço propício para promover a saúde, a
formação de valores e hábitos saudáveis evitando trabalhar também o
desperdício.
 Círculo do Livro: Proporcionar o contato com os livros e ampliar o
conhecimento em relação à linguagem através de situações que criem
o levantamento de hipóteses de leitura e escrita, com situações que
favoreçam o desenvolvimento do letramento junto aos alunos,
conhecendo o uso social da leitura e da escrita, onde as intervenções
necessárias avancem em suas hipóteses, ampliando o seu vocabulário
e sua oralidade, desenvolvendo a capacidade de atenção e
concentração nas situações comunicativas como leituras conversam e
registro, trazendo os familiares a participação das atividades e
21

conhecer conteúdos de sala de aula como: leitura, escrita, oralidade e


orientações didáticas;
Conforme previsto junto a Secretaria de Educação do Distrito Federal –
SEDF, previsto em calendário escolar, iremos desenvolver os seguintes
projetos institucionais:
 Universo do Brincar: destaca a importância do brincar na escola, que
constitui um processo de aprendizagem. Assim, tem como objetivo
vivenciar o brincar, a brincadeira e o brinquedo como ferramenta para
aprender, desenvolver e expressar-se de maneira integral.
 Jogos Infantis: proporcionar a criança oportunidade de socialização,
convivência entre iguais e diferentes e suas formas de pertencimento,
sendo estimulada autonomia no momento de brincar, observar,
incentivar e atuar em brincadeiras coletivas, aprendendo a
convivência, respeito, cooperação, limites e regras.
 Circuito de Ciências: vem explorar o tema: A ciência para a
diminuição das desigualdades. Qual será trabalhado junto o projeto
meu amigo diferente, tendo como foco as diferenças, o amor e
respeito.
Sabemos que os projetos são recursos / ferramentas que auxiliam ao
desenvolver as linguagens de forma criativa e lúdica. Contribuindo assim para
o desenvolvimento da autonomia e psicomotricidade de forma atrativa,
promovendo também crescimento tanto no âmbito cognitivo, quanto no social,
afetivo e emocional.
O Instituto Educacenter é uma instituição consciente de sua importância
dentro da comunidade e do sistema de Ensino do Município de Chã de alegria
para assumir com responsabilidade a organização do seu currículo conforme
exigência do Currículo da Educação Básica, e sempre respeitando a
legislação em vigor.
Assim como o PPP o currículo é um caminho que constrói de acordo com
a história o conhecimento humano aglomerado, que vai ser trabalhado na
ação educativa, através de metodologias e estratégias. Resulta de uma
seleção de conhecimento e saberes.
22

O currículo não pode ser analisado fora de sua constituição social e


histórica. Tem que ser um vínculo entre a reprodução cultural e a reprodução
social, esse vínculo é mediado por processos que ocorrem no campo da
educação. Uma proposta curricular deve garantir o alcance de certos
objetivos, julgados mais valiosos que outros. Trata-se de um conjunto de
informações que, alguma forma tenha influência sobre a criança e o seu
processo educativo. O currículo deve ser dinâmico, por isso está sempre em
movimento, nunca é algo acabado, é um guia momentâneo que progride e
avança à medida que experimentamos.

17. PLANO DE AÇÃO


18. INTRODUÇÃO

A Educação Infantil é a primeira etapa da Educação Básica, ela é a base


para o desenvolvimento integral do ser humano. Para isso, é necessário
compreendermos as necessidades da criança, estimulá-la e, acima de tudo,
contribuirmos para que ela se desenvolva harmonicamente, guardando para a
vida adulta uma imagem positiva de si mesma. Posto que, é difícil para um
adulto ser feliz, se na sua infância lhe for negado o amor e o direito de poder
se desenvolver dentro de uma Instituição escolar, com todas as condições
que a lei lhe assegura.
A Educação Infantil assume atualmente um papel fundamental na vida da
criança, uma vez que, tem aumentada a responsabilidade social da Instituição
Infantil, tendo em vista os desafios do mundo contemporâneo na construção
desses pequenos e futuros cidadãos, que deverão tornar-se conscientes de
suas responsabilidades para com o mundo, permitindo o exercício ativo de
sua cidadania.
Nesse sentido, não se pode improvisar as ações que nortearão todo esse
processo educativo. É imperativo, portanto, que todas as ações sejam
planejadas de forma conjunta e articuladas, sendo esta a maior função do
coordenador pedagógico, no sentido de minimizar as possíveis dificuldades
apontadas no processo educativo, possibilitando que a Educação infantil
23

cumpra sua missão, diante das exigências do cuidar e educar com qualidade,
nesse universo escolar infantil.

20. JUSTIFICATIVA

O Instituto Educacenter cumprindo com sua missão de cuidar e educar


junto à equipe gestora, concretiza o seu plano de ação pedagógica, por
considerar que este permite traçar caminhos para a prática educativa, no qual
podemos definir objetivos e propor meios para que estes possam ser
atingidos, durante o ano letivo de 2018, prevendo o futuro e propondo
soluções práticas para os problemas que, certamente, surgirão no decorrer do
caminho. Vale ressaltar que este plano é flexível, podendo ser alterado de
acordo com as necessidades reais da instituição e de toda clientela nela
atendida.
Somos conscientes da grande responsabilidade do coordenador
pedagógico no tocante às suas atribuições pedagógicas para a efetivação de
uma ação dinamizadora, que possibilite a melhoria do processo de ensino-
aprendizagem, visando à garantia do sucesso de todos os alunos. Para isso,
dentre outras estratégias, desejaremos contar com um trabalho, pedagógico
no qual, predomine a integração de toda a equipe gestora da Educação
infantil- Instituto Educacenter– CHÃ DE ALEGRIA/PE.

21. OBJETIVO GERAL

1. Acompanhar o processo de ensino-aprendizagem atuando junto ao


corpo docente e discente, fornecendo subsídios com vistas à melhoria
do processo educativo.
2. Promover um clima escolar favorável à aprendizagem, visando um
eficiente desempenho dos profissionais da educação em seu trabalho
didático pedagógico e consequentemente uma eficiente aprendizagem
escolar.
24

22. OBJETIVOS ESPECÍFICOS

1. Desenvolver uma imagem positiva de si, atuando de forma cada vez


mais independente, com confiança em suas capacidades e percepção
de suas limitações;
2. Descobrir e conhecer progressivamente seu próprio corpo, suas
potencialidades e limites, desenvolvendo e valorizando hábitos de
cuidado com a própria saúde e bem-estar;
3. Estabelecer vínculos afetivos e de troca com adultos e crianças,
fortalecendo sua autoestima e ampliando gradativamente suas
possibilidades de comunicação e interação social;
4. Estabelecer e ampliar, cada vez mais, as relações sociais, aprendendo
aos poucos a articular seus interesses e pontos de vista com os
demais, respeitando a diversidade e desenvolvendo atitudes de ajuda
e colaboração;
5. Observar e explorar o ambiente com atitude e curiosidade,
percebendo-se cada vez mais como integrante, dependente e agente
transformador do meio ambiente e valorizando atitudes que contribuam
para sua conservação; brincar, expressando emoções, sentimentos,
pensamentos, desejos e necessidades; utilizar as diferentes
linguagens (corporal, musical, plástica, oral e escrita) ajustadas às
diferentes intenções e situações de comunicação, de forma a
compreender e ser compreendido, expressar suas ideias, sentimentos,
necessidades e desejos e avançar no seu processo de construção de
significados, enriquecendo cada vez mais sua capacidade expressiva.
6. Conhecer algumas manifestações culturais, demonstrando atividades
de interesse, respeito e participação frente a elas e valorizando a
diversidade.
25

23. METAS

1. Reuniões para elaboração das atividades que nortearão a Semana


Pedagógica;
2. Encontros para a elaboração do plano de ação;
3. Participação ativa na Semana Pedagógica;
4. Elaboração de Projeto Pedagógico;
5. Elaboração do planejamento anual;
6. Elaboração do regimento escolar;
7. Implementação da rotina pedagógica;
8. Participação nas reuniões de pais e mestres;
9. Orientação e acompanhamento sobre o preenchimento dos diários de
classe e relatórios;
10. Orientação aos professores em conjunto ou individual;
11. Realização de palestra e oficinas com os pais dos alunos;
12. Acompanhar o desempenho dos alunos através, de registros
orientando os docentes para a criação de atividades diferenciadas e
direcionadas aos que tiverem desempenho insuficiente;
13. Implementações de Projetos a serem trabalhados na escola;
14. Acompanhamento e avaliação dos projetos;
15. Incentivar e prover condições para viabilização de projetos de leitura,
envolvendo contos infantis;
16. Realizar visitas nas salas de aula para acompanhar a dinâmica
pedagógica e a interação professor-aluno, procurando ajudá-los nas
dificuldades, caso necessitem;
17. Realização de formação continuada em serviço com os profissionais
da educação;
18. Atualização do Regimento Escolar;
19. Realização de palestra e oficinas com os pais dos alunos;
20. Acompanhamento da execução da rotina pedagógica diária.
21. Passeios Ecológicos.
26

24. PROJETOS PEDAGÓGICOS

1. Projeto Adaptação;
2. Projeto do mundo do brincar
3. Projeto de sustentabilidade e Meio Ambiente;
4. Projeto Leitura;
5. Projeto higienização do nosso corpo;
6. Projeto inclusão social desde a infância.

25. AVALIAÇÃO

A avaliação consiste em acompanhar o trabalho progressivo e


cooperativo entre os atores do educandário alegria infantil, de forma integrada
a fim de resolver as dificuldades que interferem no processo ensino-
aprendizagem. A avaliação se processará de forma contínua e progressiva,
através de análise do presente plano de ação para verificar se os objetivos
foram alcançados.

26. CONSIDERAÇÕES FINAIS

O Projeto Político Pedagógico do Instituto Educacenter valoriza a


participação de todos os envolvidos no processo educacional, tendo como
proposta articular intenções, prioridades e caminhos escolhidos para o
desempenho de suas funções sociais. Nesse contexto, a realização de um
trabalho coletivo com a participação da comunidade é de suma importância
para o sucesso do projeto. Cada instituição escolar deve ser um espaço
democrático, onde todos possam participar com o objetivo principal da
formação integral do aluno. Dessa forma, o Projeto Político Pedagógico
pretende despertar no dia a dia.
O Instituto Educacenter busca efetiva para uma educação
transformadora e de qualidade através de uma gestão participativa. O
27

presente Projeto Político Pedagógico não é estático e para isso exige uma
nova.
28

REFERENCIAIS BIBLIOGRÁFICAS

BRASIL, Ministério de Educação e Cultura. Lei de Diretrizes e Bases da


Educação Brasileira: Lei n° 9.394/96

ESTEBAN. M. T. Jogos de Encaixe: Educar ou formatar desde a pré-


escola? In: Garcia, R. L. (Org.) Revisando a pré-escola. São Paulo: Cortez
1993

Ministério de Educação e Cultura. Lei n° 11.161/05.


___________Ministério de Educação e Cultura. Parâmetros Curriculares
Nacionais, Currículo em Movimento da Educação Básica.

Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil / Ministério da


Educação e do Desporto, Secretaria de Educação Fundamental – Brasília:
MEC/SEF, 1998 vols. 1,2e3.

KOWARLIK, S. Wolfdietrich. Pedagogia dialética de Aristóteles a Paulo


Freire. 2. ed. São Paulo.

SHUTZ, Liene Maria Matin. Estudos Sociais – Papel do Professor no


Alcance dos Objetivos. Revista do Professor, Porto Alegre, janeiro/março –
1992.

VIGOTSKY, L. S. A formação social da mente. 4. ed. São Paulo: Martins


Fontes, 1991

Você também pode gostar