CESUMAR ± CENTRO UNIVERSITÁRIO DE MARINGÁ CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS

MARIANA PARDO

PCN e Temas Transversais

Trabalho entregue à professora Léia Carolina Lúcio como parte da avaliação da disciplina de Estágio Supervisionado I.

MARINGÁ 2011

e por estudiosos em educação de todos os níveis do ensino de todas as partes do País. professores e conhecimento. dentre os quais se insere o dos conhecimentos socialmente relevantes. Esse foi o objetivo do governo federal ao propiciar esses subsídios a reelaboração do currículo. parâmetros e dados estatísticos escolares. étnicas. Apóiam-se em normas legais e procuram fortalecer a busca de respostas a problemas identificados no ensino fundamen tal. nem sobrepor a capacidade dos estados e municípios. em um complexo processo interativo em que intervêm alunos. que o aluno possa ser sujeito de sua própria formação. estejam também garantidos os princípios democráticos que definem a cidadania. assim. religiosas e políticas que atravessam uma sociedade múltipla e complexa. Pois é de nosso conhecimento que para assegurar os princípios básicos da eqüidade é preciso garantir o acesso dos cidadãos ao conjunto dos bens públicos.Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs) Os PCNs foram elaborados para servirem de referência de qualidade e homogeneizar o ensino de todo país. tendo em vista um projeto pedagógico em função da cidadania do aluno e uma escola em que se aprende mais e melhor. Objetiva -se. professores e equipes pedagógicas. Essas regras foram formuladas por um longo período com base em estudos nacionais e internacionais sobre currículos. . A partir disso. para além das diversidades culturais. Deve-se saber em nenhum momento é função dessas orientações não propor um modelo curricular homogêneo e impositivo. regionais. Esses planos possuem o intuito de apontar caminhos para enfrentar os problemas do ensino no Brasil. à diversidade das regiões do país ou à autonomia das escolas. Por isso é importante que haja parâmetros a partir dos quais o sistema educacional do País esteja organizado. adotando o desenvolvimento de capacidades do aluno. a fim de garantir que. objetivando uma transformação desse ensino que atenda às demandas da sociedade brasileira atual. processo em que os conteúdos curriculares criem meios para a aquisição e desenvolvimento dessas capacidades. formulou-se uma proposta que passou por um processo de discussão e avaliação entre os anos de 95 e 96.

Porém incentiva às equ ipes pedagógicas a adequação de cada tema às peculiaridades regionais da sociedade . Os eixos temáticos são: ³Terra e Universo´. Todos os temas transversais têm estas características: são temas de abrangência nacional. tempo. deve relacionar temas como a natureza e o meio ambiente. dentre eles. matéria. sistema equilíbrio e vida. salientando ao aluno sua inserção nela e seu papel como semeador de conhecimento. podem ser compreendidos por crianças na faixa etária proposta. . Deve. Os Parâmetros Curriculares Nacionais de Ciências Naturais dividiram a disciplina em quatro grandes eixos de estudo para ensino no terceiro e quarto ciclos de estudos. ³Ser Humano e Saúde´ e ³Tecnologia e Sociedade´. ³Vida e Ambiente´. assim como nas demais matérias. associados a assuntos relacionados à ciências naturais. A LBD explicita a necessidade de haver uma base comum de conhecimentos para todos e o tratamento de questões específicas de cada localidade. espaço. energia. transformação.A nova Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LBD) foi aprovada em dezembro de 1996 e consolida e expande o dever do poder público para com a educação em gera. saber utilizar conceitos científicos básicos. É nessa perspectiva que os Parâmetros Curriculares Nacionais foram organizados em áreas e temas transversais.Na área das ciências os conteúdos devem abordados como forma de ação humana para a compreensão do mundo. permitem que os alunos desenvolvam a capacidade de se posicionarem perante questões que interferem na vida coletiva e podem ser adaptados à realidade das regiões. Vale lembrar que. assim como nos assuntos relacionados à saúde. a proposta dos PCN não é estanque e pode ser moldada a critério do professor e de acordo com a identificação dos alunos. também.

O essencial nos conteúdos relacionados ao meio ambiente é fazer com que os alunos compreendam seu papel como cidadãos e espécie mais evoluída do globo. tais como. Deverá também. colaborando para que a sociedade seja ambientalmente sustentável e socialmente justa. MEIO AMBIENTE Com o crescimento populacional em ascensão e suas conseqüentes mazelas. isto é. problematização e o diálogo entre aluno. poluição. Assim. Dessa forma alguns estudiosos começaram a imaginar que o correto é adaptar os ensinamentos ambientais para os ensinos regulares e tornar essas informações de acesso as crianças em fase escola. o próximo pa sso é a transformação destas idéias em projetos práticos e planos de progresso ambiental.TEMAS TRANSVERSAIS 1. . entre outras. é preocupar-se com a melhoria das condições econômicas. ajudar a criar um espírito de criticas às induções ao consumismo e ao senso de responsabilidade e sol idariedade dos recursos naturais. hoje. família e sociedade é fundamental para sua compreensão. Nunca esquecendo a idéia de fazer as crianças entenderem que defender a qualidade do meio ambiente. Portanto deve-se dar acesso aos alunos o reconhecimento de fatores que produzem bem estar ao conjunto da população. escassez de recursos. professor. As escolas devem ajudar no aprendizado. as iniciativas para a constr ução de uma sociedade mais ecologicamente correta já estão nas escolas. ele precisa saber relacionar o lugar que ocupa no local onde vive. desenvolver suas potencialidades e adotar posturas pessoais e comportamentos sociais que lhe permitam viver numa relação construtiva consigo mesmo e com seu meio. especialmente da grande maioria da população mundial e de que o crescimento econômico deve ser também subordinado a uma exploração racional e responsável dos recursos naturais. foram necessárias reestruturações nas maneiras de pensar dos cidadãos do mundo todo. de forma a não inviabilizar a vida das gerações futuras. ao longo das oito séries do ensino fundamental. criando campanhas . oferecer meios efetivos para cada aluno compreender os fatos naturais e humanos referentes a essa temática. produção exacerbada de lixo e a falta de destino correto para ele. extinção demasiada de espécies.

cada ser humano deve dispor de conhecimentos que contribuam para um bem estar físico e emocional por meio de simples práticas de cuidado com o corpo. mas é preciso fazer e conhecer os métodos simples e os complexos para se garantir a saúde e a qualidade de vida. A educação da saúde juntamente como a maioria das outras.2. Os educadores podem recolher informações e elaborar com os alunos várias medidas voltadas para o cuidado corporal. busca promover a adesão de hábitos de saúde no cotidiano das pessoas. Exercitar com os alunos como identificar quando algo esta afetando a saúd e e quais as medidas necessárias a serem tomadas. . Hábitos normais de higiene e limpeza quando tratados de maneiras isolados não são considerados máximas atitudes de conhecimento em saúde. cuidados com a alimentação. através da simples maneira de se educar os jovens e as crianças nas escolas. saber contar a freqüência respiratória. pode -se até realizar alguns experimentos práticos ensinando corretamente como realizar um simples curativo. com a mente. relacionando os métodos adotados pelos alunos para a promoção da saúde com a qualidade do convívio social em seu meio. pois é necessária uma forma que garanta a aplicação de atitudes e métodos de vida saudável no cotidiano dos estudantes. tudo isso se faz importante para que os seres humanos possam se auto proteger e proteger as suas famílias. caracterizar também a importância da prática de atividades físicas para um desenvolvimento de uma condição física saudável e explicar porque não deve ser realizada a auto medicação. saber como se proteger de doenças sexualmente transmissíveis. pois é importante que os seres humanos conheçam um pouco sobre como funciona o corpo humano. por exemplo conhecimentos básicos de anatomia. pois a higiene corporal é tratada como condição para a vida saudável. e em casos mais graves como solicitar o atendimento médico. visar a importância de uma freqüência nos exames de saúdes periódicas preventivos. por esta razão o tema Saúde será tratado como um tema transversal tentando abrigar todas as áreas da educação de maneira interdisciplinar. saber como se aferir corretamente a pressão arterial. a freqüência cardíaca. Para a vida em saúde. SAÚDE O ensino de saúde tem se demonstrado uma questão complicada.

na escola e fora dela. As pessoas não nascem boas ou más: é a sociedade. experimentados por eles em suas vidas. os professores selecionem conteúdos que explicitem e despertem a curiosidade pelas diferentes formas de organização social e culturas existentes no mundo e p elos diferentes valores que sustentam o convívio. quer não. ao planejar as atividades que serão trabalhadas com os alunos. . A moral já se encontra instalada na pratica educativa que se desenvolve nas escolas. Trazer a ética para o espaço escolar significa enfrentar o desafio de instalar uma constante atitude crítica. que educa moralmente seus membros: a família. os meios de comunicação. A ética apresentada nas escolas como componente curricular transversal tem a intenção de se realizar uma educação moral na perspectiva do desenvolvimento da capacidade de autonomia das crianças e jovens com quem se trabalha. a escola participa da formação moral de seus alunos. a capacidade de decidir e de colocar limites. ela trata de princípios e não de mandamentos. Do ponto de vista da ética. a escola também tem. E. proibições. sem dúvida. a outra é a ampliação do conhecimento de si mesmo. tanto no que diz respeito estritamente ao processo ensino e aprendizagem como a desejos. jovens e adolescentes. que poderão auxiliá-lo no dia-a-dia. o convívio com outras pessoas têm influência marcante no comportamento de crianças. qualidades. Daí a proposta da presença da Ética na organização curricular. de reconhecimento dos limites e possibilidades dos sujeitos e das circunstâncias. interesses. como a humildade. de problematização das ações e relações e dos valores e regras que os norteiam . ordens. O professor assume ao mesmo tempo duas tarefas: uma delas é conhecer melhor os seus alunos. é fundamental que. comprometendo -se na busca dos objetivos que se propõe. ÉTICA A ética é a reflexão crítica sobre a moralidade. isto é ela não possui um caráter normativo . quer queira. Mesmo com limitações. a curiosidade. a coragem. A função docente exige do professor determinadas virtudes.3. O cotidiano escolar está encharcado de valores que se traduzem em princípios regras. dificuldades.

baseada na tolerância. Esse pensamento de diversidade deve ser implantado nas escolas para a compreensão completa dos alunos. dos diferentes. no respeito aos direitos humanos. ou que venha a testemunhar. possibilita conhecimentos e vivências que cooperam para que se apure sua percepção de injustiças e manifestações de preconceito e disc riminação que recaiam sobre si mesmo. podemos dizer que nossa cultura está baseada nas mais diversas mesclas culturais. valorizar o convívio de maneira sempre amigável. PLURALIDADE CULTURAL A sociedade brasileira é formada não só por uma variada diferença de etnias e culturas. Esse tema oferece aos alunos oportunidades de con hecimento de suas origens. Propicia também a compreensão de seu próprio valor. Para conseguirmos conviver em uma sociedade é preciso respeitar os diferentes grupos e culturas que a constituem. A escola deve fazer com que o aluno reconheça a diversidade como parte inseparável da identidade nacional e ensiná-lo a conhecer a riqueza representada por essa diversidade etnocultural que compõe o patrimônio sociocultural brasileiro. Dessa forma. Por meio do convívio escolar.4. investindo na superação de qualquer tipo de discriminação. respeitando-as e reconhecendo as qualidades de cada uma . cooper ando na formação de autodefesas a expectativas indevidas que lhe poderiam ser prejudiciais. para que desenvolva atitudes de revolta a essas prá ticas. Desenvolver senso de solidariedade com os que sofrem discriminação e repudiar qualquer situação de discriminação. valorizar as diversas culturas. ao tra balharmos com a pluralidade Cultural exigimos que a escola semeie uma ³Cultura da Paz´. a escola deve ser local de aprendizagem de que as regras do espaço públi co permitem a coexistência. os conteúdos sobre pluralidade cultural devem fazer a criança conhecer a diversidade do patrimônio etnocultural brasileiro . promovendo sua auto-estima como ser humano pleno de dignidade. em igualdade. Assim. Assim. . compreendendo a desigualdade social.

contribuir para o fortalecimento da auto -estima e conquista de maior autonomia. é importante investigar o conhecimento prévio que os alunos têm sobre o assunto a ser tratado mesmo quando não tem informação objetiva. Propõe -se que a Orientação Sexual oferecid a pela escola aborde com as crianças e os jovens as repercussões das mensagens transmitidas pela mídia. podemos trabalhar os alunos a importância da saúde sexual e reprodutiva a escola deve então atuar de forma integrada com os serviços públicos de saúde da região. gravidez e parto. Este conceito buscará favorecer a apropriação do próprio corpo. Em ciências naturais. Assim. ao propiciar informações atualizadas do ponto de vista científico e ao explicitar e debater os diversos valores associados à sexualidade e aos comportamentos sexuais existentes na sociedade possibilita ao aluno desenvolver atitudes coerentes com os valores que ele próprio eleger como seus. se possa pensar sobre eles também na relação com o outro. as emoções e o pensamento se produzem a partir do corpo e se expressam nele marcando-o e constituindo o que é cada pessoa.5. esses itens precisam ser trabalhados de forma que ao mesmo tempo em que se refere a processos corporais individuais de uma pessoa. são atitudes de auto cuidado que a escola precisa fomentar mostrar para os alunos a responsabilidade . A escola. Deve necessariamente. serem abordadas as transformações do corpo que ocorrem na puberdade. os mecanismos da concepção. Por meio desse recurso podem-se trabalhar dúvidas medos.assim como existência de diferentes métodos contraceptivos e sua ação no corpo do homem e da mulher. informações e questões dos alunos ligadas ao corpo. eles imaginam algo a respeito. dadas a importância do corpo na identidade pessoal . pela família e pelas demais instituições da sociedade. questionando e ampliando os conhecimentos e as opções para que o próprio aluno escolha seu caminho. . ao ser abordado o corpo e sua anatomia interna e externa são importantes incluir o fato de que os sentimentos. ORIENTAÇÃO SEXUAL O tema da Orientação Sexual na escola se faz problematizando.

TRABALHO E CONSUMO Resumidamente. foi com base nessas idé ias que surgiu na área da educação e da psicologia a Orientação Profissional.de. A escola através dos diálogos com as famílias e a sociedade. De certa forma. podemos dizer q ue a escola trabalha com o desenvolvimento das potencialidades. pelo desencanto em relação às oportunidades oferecidas pela escolarização. em função da necessidade de mão. . Durante o liberalismo. Ao mesmo tempo constatam-se números grandes de jovens e adultos trabalhadores que retornam às escolas com expectativas de melhores condições e a oportunidade de acesso a determinados bens.6. desestimulados pelo seu desempenho. poderá promover a aprendizagem de como ocorrem os fatos sociais relacionados à produção. ao trabalho e as formas de consumo. nesse período as pessoas passaram a ser contratadas e assalariadas por empresas. pelo ingresso precoce no mundo do trabalho. Verifica-se um grande número de desistentes da população de terceiro e quarto e ciclos do ensino fundamental. A idéia de que as pessoas escolhem suas profissões e de que suas vidas dependem disso surgiu com o modo de produção capitalista. pois o que é preciso fazer para que eles ocorram de forma correta. propugna -se a idéia de que todos os indivíduos eram livres e que as pessoas nasceriam com aptidões diferentes. o trabalho pode ser definido como a modificação da natureza operada pelos seres humanos transformando em produtos de trabalho de forma a satisfazer suas necessidades e desejos Cada sociedade tem sua forma de organização de trabalho por isso varia também o que é considerado trabalho e o valor a ele atribuído.obra.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful