PREGAÇÃO BÍBLICA TEMA: Rispa, uma mãe exemplar.

TEXTO: “Então Rispa, filha de Aiá, tomou um pano de saco, e o estendeu para si sobre uma penha, desde o princípio da ceifa, até que sobre eles caiu água do céu; e não deixou as aves do céu pousar sobre eles de dia, nem os animais do campo de noite.” (II Sm 21.10.) INTRODUÇÃO: Rispa era uma mulher forte e de caráter firme. Seu nome significa “pedra quente”. Ela era filha de Aiá, cujo nome vem da mesma raiz da palavra “intocável”. Ela foi mulher do rei Saul e teve com ele dois filhos: Armoni e Mefibosete. Talvez por ser uma das concubinas de Saul, Rispa e seus filhos se considerassem mesmo “intocáveis”. A Bíblia nos relata que houve três anos de fome em Israel. Foi um tempo difícil e com grandes perdas para o povo e a nação. O rei Davi então consultou ao Senhor e veio a resposta divina: “Há culpa de sangue sobre Saul e sobre a sua casa, porque ele matou os gibeonitas.” (v.1b.) Davi chamou os gibeonitas e lhes perguntou: “O que quereis que eu vos faça? E que resgate vos darei, para que abençoeis a herança do Senhor?” E a sua resposta foi: “Não é por prata nem ouro que temos questão com Saul e com sua casa; nem tampouco pretendemos matar pessoa alguma em Israel [...] Quanto ao homem que nos destruiu e procurou que fôssemos assolados, sem que pudéssemos subsistir em limite algum de Israel, de seus filhos se nos dêem sete homens, para que os enforquemos ao Senhor, em Gibeá de Saul, o eleito do Senhor” (v.3-6.) Davi estava diante de dura situação: de um lado o povo de Israel, sofrendo com a seca as conseqüências da desobediência de Saul e de outro lado a dor de mandar enforcar homens da sua própria família, pois Davi era genro de Saul… E Davi teve de escolher sete homens da família de Saul para serem enforcados, para que a chuva pudesse novamente cair sobre a terra de Israel. Davi escolheu os cinco filhos de Merabe, netos de Saul, e os dois filhos de Rispa, sua concubina. A Bíblia diz que foram mortos nos primeiros dias da ceifa da cevada. Seus corpos foram esquecidos pelos seus executores; foram deixados no madeiro, ao relento… Então, entra em cena um dos maiores exemplos de mãe que nós temos descritos na bíblia: Rispa, a mãe de Armoni e Mefibosete. Ela fez algo que demonstra o verdadeiro sentimento de mãe que defende seus filhos, mesmo que eles já estejam mortos. 1- Tomou um pano de saco e o estendeu sobre a rocha: (v.10a). “Então Rispa, filha de Aiá, pegou um pano de saco e o estendeu para si sobre uma rocha.” Ela era cocumbina do rei Saul, poderia escolher uma confortável almofada ou um tapete persa, para se acomodar confortavelmente. Afinal a rocha era dura demais. Ao colocar ali um pano de saco e não um tapete “persa”, ou uma almofada confortável, percebe-se a dor de Rispa; sua humilhação diante de Deus em favor de seus filhos. O “pano de saco”, na Bíblia, sempre teve o significado de arrependimento e humilhação diante do Senhor. Podemos perceber com essa atitude que, Rispa além de ser uma mãe exemplar, era temente a Deus.

permaneceu ao lado deles e de lá não saiu até que o rei enterrasse os restos mortais. CONCLUSÃO: Quantas mães como Rispa choram por seus filhos que estão mortos em seus próprios pecados… Quantas mães que colocam “panos de saco” sobre a “Rocha”.] e também os ossos dos enforcados [. firme como uma rocha. no homossexualismo. decompondo-se dia-a-dia na podridão do mundo. Você pode imaginar a dor dessa mulher diante dos corpos em decomposição. poderia adoecer. Não saía de sua “torre de vigia”. 10b)..] Depois disto.. crendo no impossível. por isso. nem os animais selvagens à noite”.12-14). e vigiam seus filhos “mortos”.Vigiou os corpos dos seus filhos. Nesse tempo ela esteve solitária. Deus estará contigo. Seus filhos nas drogas. E foi Rispa quem fez a mão do rei Davi trazer a bênção novamente sobre Israel. E. (vs 11-14). Esta é uma característica própria de uma mãe exemplar.10. (v. Espantava as aves de dia e as feras de noite. ela não deixou que as aves de rapina os tocassem de dia. Elas crêem que seus filhos receberão o “toque” de vida do Espírito Santo e serão ressuscitados. Ele perceberá o teu clamor e chegará com socorro.) A verdadeira mãe se submete muitas vezes à situação de risco em defesa do seu filho. nos vícios. Mas saiba de uma coisa. elas não se cansam dia e noite de vigiar… E orar… E crer… Até que o “rei” olhe para elas. Enquanto Davi não honrou aos que morreram pelo pecado de outro.. na prostituição. Ela não tinha medo. que simboliza a Palavra de Deus e suas promessas. . dia e noite? Pode imaginar o que se passava em seu coração de mãe? Suas lágrimas e o desejo de vê-los com um sepultamento digno. nem os animais do campo de noite..Ficou solitária. ou ser contaminada pelas bactérias que estavam decompondo os corpos dos seus filhos. e isto foi dito a Davi. 3. Deus se tornou favorável para com a terra” (v.. nas depravações da imoralidade. passaram-se mais de dois meses. Não seus filhos literalmente mortos. mas espiritualmente mortos. a bênção de Deus sobre a terra.. Mães que oram. Rispa poderia ser atacada por um animal feroz.] na terra de Benjamim [. mas esperava que o rei se compadecesse e desse um sepultamento digno de nobres aos seus filhos. Rispa ficou em seu posto sozinha. não houve o favor. que Deus irá ressuscitar seus filhos e lhes dará uma nova e maravilhosa vida. nas mais extravagantes seitas… exalando o mau cheiro do pecado...”(v.2.] “e não deixou as aves do céu pousar sobre eles de dia.. muitas vezes você não encontrará parceria para compartilhar seu sofrimento.] Enterraram [. Ele então “tomou os ossos de Saul e os ossos de Jônatas [. colocou pano de saco sobre a penha em frente aos cadáveres de seus filhos e os ficou guardando de dia e de noite: [. Ninguém como ela sabe suportar sozinha o sofrimento em favor do seu filho. Mãe.. Ela ficou por muitos dias ali. pelo menos? E ela. que era a “pedra quente”. No entanto. “Desde o início da colheita até cair chuva do céu sobre os corpos. tenha misericórdia e faça cessar a sua dor.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful