Entrevista é o momento da verdade para muitos profissionais em busca de um novo emprego, e saber como lidar com as perguntas de entrevista

mais comuns, escapando das pegadinhas e armadilhas, é uma necessidade comum. Não existe uma regra geral. Se o seu entrevistador não tiver preparo ou técnicas específicas, ele irá conduzir o trabalho “de ouvido”, e avaliar você puramente de acordo com suas próprias impressões e valores. Já se for um profissional competente e diferenciado da área de gestão de pessoas, especializado em seleção de pessoal, ele provavelmente empregará um conjunto de técnicas e escalas múltiplas para as quais não há escapatória – ele vai acabar construindo um raio-x completo da sua posição, da forma como a perceber, sem que você tenha qualquer controle sobre o processo – mas isso costuma acontecer apenas em seleções para cargos de altíssimo nível.

Para a maioria dos cargos comuns, a seleção é deixada a cargo da área de pessoal da empresa, ou de uma empresa externa contratada especialmente para isso, e eles tendem a adotar uma série de técnicas de entrevista e redação comuns e bem conhecidas, para as quais há respostas “certas” e “erradas” também comuns e bem conhecidas. As técnicas infelizmente incluem uma série de pegadinhas e outros expedientes que, a pretexto de excluir candidatos despreparados, acabam dificultando a criação de um ambiente em que os candidatos estejam aptos a oferecer respostas diretas e desarmadas. Já apliquei a minha cota de entrevistas – nunca com pegadinhas! -, e já vi todo tipo de nível de preparo dos candidatos, desde aqueles extremamente aptos a assumir a vaga mas incapazes de se comunicar devido ao nervosismo, até aqueles completamente inadequados para a vaga, mas tão bons comunicadores que esperam convencer o entrevistador de que são sua melhor escolha – sem contar os mentirosos, os lisos, os nervosos e várias outras categorias. Mas ao longo destas entrevistas, percebi que os candidatos experientes e traquejados se dão bem melhor que os mais “verdes”, porque acabam percebendo o segredo do sucesso em entrevistas de emprego, que é: perceber (ou deduzir razoavelmente) quais as qualificações necessárias para a vaga em disputa, e aí moldar as respostas sobre suas características pessoais a ela, sempre dizendo a verdade, mas escolhendo criteriosamente quais aspectos destacar. Como no caso de um vendedor de carros que, ao vender o seu modelo mais importante, sabe que para um cliente deve dar destaque ao baixo consumo de gasolina, ao outro precisa chamar a atenção para o espaço interno, e a um terceiro precisa falar especificamente sobre a potência

memorizar e ensaiar com antecedência. e este é um bom momento para usá-las. que deve ser sincera e espontânea. Uma dica é essencial: sempre que for possível. Lembra quando falamos sobre o “discurso do elevador”. Faz parte da experiência. e colocá-las em destaque na vitrine. Não existe uma única resposta certa para cada uma delas. encadear idéias. . mas também alguma informação adicional que poderá ser útil durante a própria entrevista. e comunicar-se livremente. pressionando você. e tem apenas o tempo do trajeto entre 10 andares para fazê-lo se interessar em selecioná-lo para a vaga. Lembre-se que o entrevistador muitas vezes tentará impor um ritmo artificial à entrevista. após a apresentação inicial por parte do entrevistador. e o candidato desata a falar sem parar.do motor. e o avaliador presta atenção à sua capacidade de se concentrar nas prioridades. questionando tudo. que você deve desenvolver. você não será pego despreparado por nenhuma destas perguntas comuns. Vamos às perguntas e respostas: Sobre você 1. como veremos a seguir. Assim. Se ele responder. muitas delas difíceis de serem respondidas de improviso. tente fazer com que a entrevista seja uma conversação bidirecional. você terá não apenas um ambiente mais favorável. De qualquer maneira. Mas a sua posição sempre é o resultado de uma escolha pessoal – você pode antagonizá-lo de volta. faça alguma pergunta inteligente sobre algum aspecto da vaga ou do processo seletivo. mas pode escolher também manter a tranquilidade e continuar oferecendo respostas calmas e completas. Você não deve decorar estas respostas e usá-las na próxima entrevista. a idéia é que você as use como base para compor sua própria resposta. imagine que você encontrou no elevador o responsável pela seleção da vaga dos seus sonhos. no artigo anterior? Aqui ele será muito útil. Fale sobre você. quanto mais preparado você estiver. e você deve responder sempre com naturalidade e de forma espontânea – nada de respostas decoradas! Mas em muitas das perguntas há um teste oculto. para cada pergunta foi acrescentada uma sugestão de resposta. e estes testes acabam eliminando muitos candidatos. O que você diria? Estas 2 ou 3 frases. e eventualmente um comentário sobre qual o teste oculto. antagonizando. momento em que o candidato típico está procurando falar sobre si às cegas. e não apenas um questionário. Isto não é propriamente uma pergunta. Se você não sabe o que é um “discurso do elevador”. para saber o que oferecer a ele. mais apto estará a se sair bem mesmo que seja colocado contra a parede e levado a responder tudo sem tempo para pensar. Já no início. são importantíssimas. Ou seja: nos primeiros minutos. você já terá conseguido criar um clima favorável e obtido informações sobre o que o entrevistador está procurando. Por isso. e nestes casos provavelmente ele deseja ver como você se comporta quando pressionado. Perguntas de entrevista de emprego O que temos a seguir é um conjunto de perguntas comuns em entrevistas elaboradas por profissionais típicos. mas freqüentemente as entrevistas começam assim. em uma entrevista de emprego você tem de identificar quais as suas características que a empresa está buscando.

é bom ler algum bom livro sobre o qual você fique à vontade para discorrer em uma entrevista. de agir de acordo com a minha consciência. Você aceitaria mudar algum aspecto importante da sua vida (por exemplo. e que seja recente o suficiente para ele não poder pensar que você não lê um livro há 4 anos! Qual seu ponto forte? Escolha previamente. Com iniciativa. equilibre-o explicando a forma como você lida com este ponto negativo. como algum cargo na diretoria de uma ONG. Com visão. e aí acrescente um ponto negativo real (no qual você pensou com antecedência). Diga que não consegue lembrar de uma característica profissional que possa comprometer seu desempenho no cargo para o qual está sendo considerado. mas que não vá comprometer suas chances de aprovação. Honesto. Bom técnico. Mas não exagere escolhendo algo que possa soar pior do que é na realidade. e esteja preparado para exemplificar e detalhar. 7. sem mentir. Não importa qual livro você indique. E tentar mascarar uma vitória como se fosse arrependimento também é um truque manjado. e mencione um ponto positivo forte já em seguida. Que bons livros (ou bons filmes) você tem lido (ou assistido) ultimamente? Seu avaliador não está apenas querendo puxar papo. Quais os seus interesses pessoais? Aqui o entrevistador quer saber se você não é o 3. ou então alguém tão ligado a seus interesses externos que não teria energia suficiente para cuidar do seu trabalho. 4. e que tenho um princípio.2. Energético (atenção: não é a mesma coisa que enérgico. Portanto. mudar de cidade)? Não feche portas já na entrevista. quando eu mesmo entrevisto. ou “exigir demais de si mesmo”. Bom comunicador. e também se você é um mentiroso quando sob pressão (caso não tenha lido nenhum livro que possa mencionar. De preferência. por exemplo. Qual seu maior arrependimento? Como no caso do “maior ponto negativo”. se você for mais velho que a média do mercado. Na minha opinião. Diga que estudaria com prazer . Se possível. mas ele quer saber como você lida com esse tipo de situação. Com empatia. Persistente. ele vai lhe fazer perguntas sobre ele. aqui o entrevistador não espera que você realmente confesse algo. e de ausência de respeito pelo interlocutor e pela empresa. e passe esta idéia (ou afirme diretamente) em seu texto ou na entrevista: Motivado. Ele quer saber algo sobre o seu nível cultural. destaque atividades que demonstrem atualização. Identifique quais deles você tem em maior grau. Com objetivos. Capaz de liderar. e aí invente que leu algum). Eu diria que não tenho arrependimentos. essas respostas prontas que disfarçam um ponto positivo como se fosse negativo passam uma idéia de artificialidade. Tem relação com a disposição para realizar trabalho). Eis uma lista de atributos estritamente pessoais mas que costumam ser valorizados pelos entrevistadores. uma pessoa problemática. que ele classificaria como um desajustado. Dedicado (veste a camisa). como “ser muito perfeccionista”. destaque algo que indique ponderação e oportunidades adicionais de ter adquirido experiência útil para a vaga. Se for muito jovem. Racional. vigor físico e energia. Confessar um arrependimento verdadeiro em geral não é positivo para a sua pontuação. que também aplico na vida profissional. um livro que vá interessar ao seu entrevistador. mas ao mesmo tempo não mostre ser irrefletido ou desesperado por uma vaga. e de sempre decidir de forma equilibrada. o que me permite prosseguir sem deixar espaço para arrependimento ou para o desejo de que eu tivesse decidido de forma diferente. Qual seu maior ponto negativo? Cuidado! A maioria das pessoas que já leu dicas de entrevista acha que deve escolher algo que não seja tão negativo assim. 5. Pode ser uma boa oportunidade de quebrar preconceitos e estereótipos. 6. que faça sentido no contexto da empresa. mesmo que seja algo inocente. fica a dica: se você está procurando emprego.

Se você estiver empregado. Qual seu objetivo de longo prazo? O entrevistador quer saber seu objetivo pessoal em um contexto profissional. ou que pretende conhecer a fundo o processo produtivo nos próximos 2 anos. ou como teria agido hoje para evitar cometer a falha criticada – NÃO tente dizer que a crítica foi injusta ou imerecida. Se suas qualificações forem mesmo acima do que a vaga exige. Mas se você conhecer bem a empresa. Aqui você está apenas sendo avaliado. esclareça as razões pelas quais a vaga é exatamente o que você deseja agora. pode dizer quanto ganha hoje. conte algo do início da sua carreira. e não para a empresa. mesmo que seja decorrência da vaga que você pleiteia. mais cedo ou mais tarde. Conte-me sobre uma situação em que seu trabalho tenha sido criticado. mas que aguarda para saber mais sobre as condições da vaga para a qual está sendo selecionado. O ideal é poder dizer que quer chegar a ser gerente de uma filial já no ano que vem. para embasar uma carreira executiva na área de gestão fabril. e aproveite para explicar o que você aprendeu com o episódio. Dessa não dá para escapar: todo mundo que toma decisões acaba sendo criticado. e acabe saindo da empresa logo após ter sido contratado. 2. ou o responsável pela sucursal do Centro-Oeste. Não há problema em ser bastante objetivo e dizer simplesmente que deseja vir a ser o diretor operacional. com exemplos claros. Se julgar relevante. O entrevistador quer saber suas metas pessoais em um contexto profissional. e perde ponto quem se valoriza demais. Escolha antecipadamente uma situação em que você foi criticado por um superior (nunca por um cliente ou por um subordinado). 8. ou outro objetivo que seja vantajoso apenas para você. se for a correta. O que você fez de bom no seu emprego anterior? Aumentou faturamento? Lucro? Reduziu custos? Motivou a equipe? Criou um novo departamento? Esteja preparado para responder objetivamente. caso ache que você está à altura – a entrevista de seleção raramente inclui negociação salarial. datas e números. simplesmente diga que você é flexível e tem interesse em ganhar de acordo com o mercado. ou mesmo quantificações.uma proposta. Quais suas metas de curto prazo? lembre-se de que metas são mais precisas. Não diga que quer ter um salário compatível. que tem certeza de que a médio prazo surgirão oportunidades de prosseguir sua carreira dentro da própria empresa. que ocorre em uma fase posterior. apenas com os aprovados. e que não tem dúvida de que o plano de cargos e salários da empresa é adequado. pode ser mais amplo. Qual sua pretensão salarial? Raramente a empresa pergunta isso para lhe oferecer o que você está pedindo. Se não estiver trabalhando. em relação à estimativa do avaliador. ou de menos. que decidirá quando souber dos detalhes. um bom plano de aposentadoria. e dentro da empresa. E não escolha uma situação que possa colocar em dúvida seu desempenho para a posição que você estiver pleiteando! . quando for o caso. dizendo por exemplo que deseja conhecer bem a realidade de todas as regiões em que a empresa atua. 11. porque sua intenção é vir a ser o responsável pela logística. mas comece dizendo o quanto é mais freqüente você receber feedback positivo do que negativo. e que sua intenção é progredir. pode mencionar quanto ganhava no emprego anterior. Se possível. mas que não vê nenhum problema grave que o impeça de tomar esta decisão. Sobre sua carreira e posicionamento profissional 1. Suas qualificações não são excessivas para esta vaga? Nenhum empregador gosta de contratar uma pessoa que logo vá ficar descontente com um trabalho que pode ser visto como abaixo do seu potencial. e que as qualificações que você tem em excesso são do interesse da empresa. e dentro da empresa. ou estiver em situação instável. e que incluem datas. 10. 9.

Fale a verdade. caso o avaliador insista. Mas esteja preparado para defender sua decisão. 8. porque você nunca deve mentir em entrevistas. Escolhas pessoais. mais responsabilidades. Por que está saindo do emprego atual? (se estiver trabalhando) Esta é uma pergunta importante. objetivos). Não se alongue. tentativa de iniciar negócio próprio… Se você tiver um motivo. Venha preparado. e que as decisões mais difíceis de tomar são as que afetam a vida da equipe. absorção por outra empresa. 10. diga de forma curta e objetiva. nem do chefe. preguiçosas. etc. nem por conflitos com a administração da empresa. a estratégia da empresa (missão. mas não fale mal da empresa atual. 9. sem criticar a decisão. ou que decidem irrefletidamente). e as admira. o que faria diferente? A não ser que algo muito sério no seu passado seja de conhecimento público. e que seja incompatível com a empresa anterior. Quais decisões são mais difíceis para você? Aqui podem perder pontos os que dão respostas puramente egoístas ou que dizem que nenhuma decisão é difícil (mostrando que não estão acostumados a ter responsabilidade. este tipo de atitude não é desejável. em aspectos pessoais. Portanto. simplesmente diga isso. nem se justifique demais – o avaliado aqui é você. 4. a ética profissional e os recursos disponíveis. o ideal é dizer que na sua experiência. ou qualquer outro adjetivo negativo. Lembre-se de que o entrevistador vai se perguntar se você não faria o mesmo com a empresa para a qual você está se candidatando. fechamento da empresa. Não critique o demitido. Se pudesse começar tudo de novo. Se foi por outro motivo. O ideal é poder dizer que sempre decide de forma ponderada. Já demitiu um funcionário? Diga a verdade. situações familiares. Não invente que é por diferenças de visão com o chefe atual. 5. Mesmo o que aconteceu de negativo agregou experiência e ajudou a formar o seu caráter. 6. e não preguiçoso. Se foi por sua causa. recessão. mas a saída é ser honesto. Você pode responder que está em busca de novas oportunidades e desafios.. Se foi em uma demissão coletiva por corte de custos. sabendo que pode ser verificado. Por que saiu do emprego anterior? (se estiver sem emprego) Diga a verdade. e a resposta certa para esta pergunta dificilmente pode ser algo diferente de “Sim”. exemplifique com a que for mais fácil de explicar. Explique que se manteve atualizado. Mas saiba que o avaliador vai dar muita atenção a isso. ou que tem interesse específico em alguma característica que a nova empresa tem. Por que você ficou tanto tempo sem trabalhar? Essa pode não ser fácil. já com um exemplo previamente escolhido de situação em que você se destacou sob pressão. e nem uma pessoa rejeitada pelo mercado. visão. Você consegue trabalhar sob pressão e com prazos curtos? É bom que consiga. Com que tipo de pessoa você tem dificuldade de trabalhar? A resposta mais óbvia é perigosa – nada de dizer que você tem problemas com pessoas irresponsáveis. e ele vai selecionar aquela pessoa que estiver apta a trabalhar com quem for necessário para realizar a missão. acrescente que aprendeu a lição e não cometerá o mesmo erro novamente. apresente-o. valores. e que sempre percebe que é bem recebido por elas. crescimento pessoal e profissional. . para parecer seletivo. considerando todos os fatos disponíveis. com o cônjuge ou os filhos. ou mesmo que esteja apta a ser um bom exemplo e uma inspiração para elas. mostre equilíbrio dizendo que não mudaria nada de essencial. você acabou descobrindo que tem facilidade de trabalhar com as equipes variadas que a vida nos traz. 7. Se ocorreu em mais do que uma ocasião.3. com a causa mais objetiva. Se o entrevistador estiver procurando alguém com potencial de liderança.

sua opinião sobre sua empresa. equipe ou chefe anteriores. Mas se você de fato pula de galho em galho. mas também não pareça ser desprovido de ambição. e pontuará de acordo. veremos perguntas que exploram suas expectativas sobre a vaga e a empresa para as quais está se candidatando. provavelmente o entrevistador perceberá.11. e a experiência que isso lhe trouxe. Se você trabalhou em vários empregos temporários. Por que você teve tantos empregos? É raro encarar uma pessoa com muitos empregos no currículo como um candidato persistente que tem experiência variada. porque agora você está muito mais preparado e estabilizado para assumir compromissos com a carreira. explique também. estudos. Uma boa resposta é que você optou por cuidar de outras prioridades (família. muito mais comum. ou outras que ninguém vá questionar) antes de dar início ao seu maior comprometimento com a carreira profissional. A expressão pejorativa. Você não deveria estar ganhando mais. Siga para a parte 2 Na parte 2 deste artigo. bem como as fontes e referências deste artigo . etc. procure ser honesto. Se o entrevistador questionar. e que está convencido de que foi a decisão certa. e algumas das armadilhas comuns em entrevista e redação para seleção de emprego. neste estágio da sua carreira? Não dê a impressão de que você é movido apenas pelo dinheiro. e dê exemplos de casos em que sua saída foi provocada por fatores externos – empresas que fecharam. é que ele “pula de galho em galho”. foram adquiridas. mas enfatize os empregos nos quais você ficou por mais tempo. 12. bem como as razões para isso.

Sobre a vaga e a empresa 1. Por isso. como o desafio de fazer parte da história dela. muitas delas difíceis de serem respondidas de improviso. sua opinião sobre sua empresa. Não há razão para esconder isso. e algumas das armadilhas comuns em entrevista e redação para seleção de emprego. e saber como lidar com as perguntas de entrevista mais comuns. equipe ou chefe anteriores. você não será pego despreparado por nenhuma destas perguntas comuns. para cada pergunta foi acrescentada uma sugestão de resposta. é uma necessidade comum. e leia a seguir a continuação com as perguntas sobre a vaga e a empresa para as quais está se candidatando. a idéia é que você as use como base para compor sua própria resposta. Assim. e eventualmente um comentário sobre qual o teste oculto. Você não deve decorar estas respostas e usá-las na próxima entrevista. O que você procura aqui na empresa? Você certamente procura muitas coisas. a . Esta é a segunda (e última) parte do artigo que apresenta perguntas comuns em entrevistas de emprego elaboradas por profissionais típicos – leia também a primeira parte. inclusive a satisfação de necessidades pessoais.Entrevista é o momento da verdade para muitos profissionais em busca de um novo emprego. mas também não é necessário detalhar. e você deve responder sempre com naturalidade e de forma espontânea – nada de respostas decoradas! Mas em muitas das perguntas há um teste oculto. que deve ser sincera e espontânea. escapando das pegadinhas e armadilhas. e estes testes acabam eliminando muitos candidatos. Não existe uma única resposta certa para cada uma delas. Prefira detalhar aspectos que você procura e que interessem à empresa diretamente. Veja os detalhes no artigo anterior (que tem também as perguntas sobre o candidato e sobre seu histórico e carreira).

como a adequação aos requisitos da vaga. ou o envolvimento com um quadro profissional tão capacitado. e jamais sendo desleal aos superiores. e como acredita que o posicionamento dela a torna atraente para qualquer profissional. conforme for conhecendo melhor a empresa e seus objetivos!” 5. mencionando características objetivas. e a forma como eles podem gerar resultado para a empresa. para não parecer forçado. você pretende conhecer bem a companhia. Qual a opinião que seus subordinados têm de você? Responda chamando-os de “a equipe” (e não “a minha equipe”. O que o entrevistador espera é que você seja sincero. e ao mesmo tempo acabe descrevendo exatamente a vaga para a qual está sendo selecionado. Quero crescer. ou “os subordinados”). Aqui vai: “A partir do primeiro dia. e enquanto estiver apto a oferecer uma genuína contribuição. Sem surpresas aqui. Por que enviou seu currículo para esta empresa? Esta é uma oportunidade para fazer valer a pena as horas de pesquisa que você fez sobre a empresa antes da entrevista. Descreva como seria seu emprego ideal. por exemplo. e mencione de forma objetiva 2 ou 3 diferenciais seus que você considera essenciais. e o entrevistador que recorre a ela merece ouvir uma resposta pronta e enlatada. Mas se você conhecer bem . Fale sobre notícias recentes de sucessos da empresa. não vê qualquer motivo para que a relação não seja duradoura. Nem sempre é ideal mencionar que você desenvolveu amizade com todos eles. e exceto em casos excepcionais. de fato outra oportunidade em vista. mesmo que seja simples explicar a razão disso. Também não vale a pena ser muito óbvio tentando indicar exatamente as características nas quais você mais se destaca. sempre que a empresa determinar. ou que tem planos para daqui a alguns anos ir fazer alguma outra coisa.” 7. ele também pode dar pontos negativos se entender que você é acomodado e só deseja um lugar para se encostar até a aposentadoria. 10. Por que acha que devemos lhe contratar? Esteja preparado para esta. ou que o admiram. 8. o conhecimento técnico. Quanto vai demorar até trazer uma contribuição positiva para esta empresa? Esta é uma pegadinha de entrevista. O ideal é enfatizar que eles o respeitam. Já selecionou e admitiu funcionários? O que considera importante em um candidato? Aqui uma resposta perigosa é indicar uma característica que você mesmo não possua. O melhor é dar uma resposta ampla. 9. nem descreva algo que não corresponda ao que você imagina que a empresa tem em mente para você. Se for um bom entrevistador. e principalmente as inimizades pessoais. dificilmente o avaliador estará realmente procurando obter sugestões reais. 2. mas que pelo que você entendeu sobre a vaga e sobre a empresa. O que você mudaria caso você estivesse na diretoria da empresa? Atenção aqui: a não ser que o seu processo seletivo seja justamente para um cargo da alta direção. a experiência. etc. e que antes de propor qualquer mudança. Ele quer saber como você pensa. A resposta segura é dizer que pretende permanecer enquanto houver perspectivas de desenvolvimento pessoal e profissional. na verdade mal posso esperar. e as razões pelas quais as coisas são como são. 3. Quanto tempo pretende permanecer na empresa? Aqui em geral o entrevistador quer remover qualquer pessoa que afirme que tem. Portanto não exagere nas tintas. perspectivas de crescimento do seu mercado. E se tiver que assumir o lugar do seu futuro chefe aqui na empresa? “Farei com prazer. a resposta mais racional envolve dizer que você jamais poderia oferecer um remédio antes de realizar o diagnóstico. 6. mas de preferência em conjunto com ele. 4. E tenho certeza de que será uma contribuição crescente.chance de contribuir para algum projeto ou estratégia notável dela. a capacidade de trabalhar em equipe.

ridícula ou qualquer outra coisa. eles simplesmente ficam em silêncio. etc. Sobre a empresa anterior Aqui você precisa lembrar que o objetivo da entrevista é avaliar você – o entrevistador não está nem aí para a sua empresa ou chefe anterior. aguarde alguns segundos calmamente. se fala sobre a empresa quando está fora dela. porque esta lhe parece a mais crítica para o seu sucesso. Ele quer saber se você tem uma postura ética. como a do seu “maior defeito”.) com sua expressão facial. Era uma boa empresa. assumem que o entrevistador considerou a resposta errada. O seu avaliador não está nem aí para a empresa anterior. e eles são todos sinceros. Avalie honestamente seu antigo chefe e empresa. prestando atenção a ele. insuficiente. Qual sua opinião sobre a empresa ou chefe anterior? Nunca fale mal. 1. em atitude respeitosa e séria. pontos positivos e negativos. . muitas vezes com resultados desastrosos para si mesmo.a empresa. ele quer saber se você é leal. alguns avaliadores com pretensões psicológicas empregam um velho truque: ao invés de continuar a entrevista. 3. encarando o entrevistado sem passar nenhuma mensagem (de desaprovação. e não se esqueça de que quem está sendo avaliado aqui é apenas você. se trata os conflitos de trabalho como se fossem pessoais. apenas pergunte: “há algo mais que eu possa esclarecer sobre este ponto?” Se o entrevistador continuar em silêncio. e falar mal dele em sua ausência raramente conta ponto a seu favor neste contexto.como se estivesse dando a ele tempo para pensar. portanto todas as perguntas desta seção são testes ocultos. honestos – e pensados de antemão. Pegadinhas comuns • A armadilha do silêncio: após perguntas “difíceis”. um verdadeiro campo minado. e não o ex-chefe. mesmo que as 2 empresas sejam concorrentes diretas – aqui quem está sendo avaliado é você. É seguro assumir que o entrevistador imaginará que você falaria sobre a nova empresa as mesmas coisas que falar a ele sobre a empresa anterior. 2. e complementar a resposta acima dizendo que se você fosse começar o diagnóstico hoje. e bastante gente cai – ao perceber a situação de stress. Se tentarem isso com você. e começam a tentar “consertar”. etc. até que ele perceba que você não se intimidou e nem vai “se entregar”. fazer um comentário ou a próxima pergunta. simplesmente aguarde silenciosamente também. para ver como o candidato se sai. iria se concentrar na área “X” da empresa. se é leviano com informações internas da empresa. evite até mesmo críticas construtivas. pode arriscar uma jogada muito mais recompensadora. e nem mesmo pense em fazer comparações. A intenção é mesmo intimidar e provocar stress. Mas não arrisque isso se não tiver um razoável grau de certeza do que está dizendo. Isto é uma pegadinha. etc. e o chefe sempre agiu com você como um excelente profissional. Mesma rotina: você lembra de pontos positivos. O que você não gostava no emprego anterior? Não se queixe. ou “maior arrependimento”. se é maduro nos relacionamentos profissionais. e não o emprego anterior. mentirosa. se leva as coisas para o lado pessoal. Você gostava de tudo. e em seguida não afirme nada.

dificilmente você terá recebido dados suficientes para poder saber como começar. eu li e recomendo os seguintes artigos: • • • As 12 perguntas mais frequentes numa entrevista de emprego Arrebente na entrevista de emprego. Evite falar que violaria a ética. Note que em muitos casos. Além disso. A não ser que isso ocorra no contexto de uma avaliação de criatividade. contrataria este e aquele serviço. Caso contrário. por Reinaldo Polito Saiba como se preparar para uma entrevista de emprego . a não ser que você queira ofender o entrevistador. ou como garantir o sucesso.• • O dilema das informações confidenciais: para este não há solução simples. e você passa apenas se resistir a ela. se você simplesmente propuser uma solução sem nenhum dado para suportá-la. vai parecer que seu processo de tomada de decisão é bastante falho. E a integridade deve ganhar em qualquer situação. O problema hipotético sem solução: Esta é uma questão comum em seleções de executivos: você recebe uma breve descrição de uma situação desafiadora e complexa. e a pergunta: como você resolveria esta situação? Note que dificilmente o problema é na sua área de conhecimento específico. No máximo responda o que considerar como informação pública. Se nas perguntas sobre seu antigo emprego ou chefe você perceber que o entrevistador de fato parece esperar receber respostas objetivas sobre questões internas da empresa em que você atualmente trabalha ou recentemente trabalhou. e entender que o que você deve responder é como agiria para resolver o problema: levantaria tais e tais dados. Fontes e referências O artigo 64 interview answers you need to know é a fonte da maioria das perguntas. a pressão para que você revele segredos de outra companhia é um teste. consultaria tais e tais pessoas. e mesmo que seja. sua melhor chance pode ser considerar que se trata de uma pegadinha clássica. e inspiração ou fonte para boa parte das respostas e análises deste artigo. você terá um dilema entre sua integridade e o seu interesse em agradar o entrevistador. especialmente em uma entrevista de emprego. ou em uma dinâmica de grupo. que ir além do que você disse violaria seu compromisso de confidencialidade. de forma clara e sem se alongar. e então daria a ordem a tal e tal departamento. mas nunca viole a confidencialidade das informações sensíveis da empresa – e responda. pois isso equivale a dizer que ele está sendo anti-ético.

O que me proponho neste tão polêmico artigo é desvendar este mistério e facilitar o trabalho. quanto do candidato. Em igual proporção os candidatos diante do entrevistador questionam: "O que devo responder para conquistar a oportunidade?" ou "O que ele realmente deseja saber com esta pergunta?". tanto do entrevistador. absolutamente. outras são específicas para uma ou outra atividade ou segmento profissional. esgotar o assunto. . Algumas destas perguntas poderão ser realizadas tanto para altos executivos quanto para profissionais de nível médio. ao contrário. simulando assim uma entrevista de seleção. Não pretendo. O que importa é que seja captada a essência de uma entrevista de seleção e como ser bem sucedido como candidato e como entrevistador. pretendem obedecer a uma certa cronologia. o que me proponho é iniciar um debate íntimo sobre ele. As 13 perguntas a seguir.O que um entrevistador procura em um candidato Freqüentemente um entrevistador questiona: "O que devo perguntar a este candidato para saber se ele possui compromisso com o trabalho?" ou "Como devo interpretar esta resposta ou determinado comportamento do candidato?".

uma motivação adicional para buscar estabilidade no emprego e sucesso profissional. Mas para as mulheres não casadas que possuem um relacionamento sério como um noivado. ele terá uma relação de comprometimento muito maior com seu emprego do que um homem solteiro. que está prestes a se converter em matrimônio. existem certamente as exceções. Se o candidato do sexo masculino não é casado. ou seja. Já em relação às mulheres. Omitir a idade no CV pode traduzir para o entrevistador uma tentativa infantil de enganá-lo. mas possui uma relação conjugal estável. e é aí que entra o feeling do entrevistador "saber se está diante de uma média ou de uma exceção".1 . mas com cautela. Possuem também maiores disponibilidades para realizar viagens a serviço e maior flexibilidade de horário. o entrevistador deve tomar cuidado. o casado e com filhos. Existem determinadas empresas que desejam contratar um profissional ou executivo com mulher e filhos. as solteiras e sem filhos possuem um potencial de alavancagem de carreira maior. tem por quem brigar. já que não necessitam cuidar de marido e filhos. principalmente no que tange a longas jornadas de trabalho. Quando o candidato omite sua idade no corpo do CV. Geralmente quando o candidato omite sua idade no CV é porque ele a considera elevada demais para o mercado ou para o cargo disponível. que possui maior "autonomia" no que diz respeito a continuar ou não em seu emprego (pois ninguém depende dele para sobreviver). pois o preço pode ser alto. Lembre-se.Qual a sua data de nascimento? Das duas uma: ou o candidato não colocou sua data de nascimento no seu CV ou o entrevistador verificou uma discrepância entre idade e aparência do candidato. depende do business da empresa. 2 . pois já no primeiro contato houve uma certa intenção de ocultar a verdade. o . o candidato do sexo masculino possui duas características básicas: Se ele é casado e possui filhos. Aí. Jamais deve ser utilizado este artifício! Mas o entrevistador jamais deve esquecer que a idade não significa um fator de discriminação.Você é casado(a)? Quantos filhos possui? Normalmente. e sim uma perspectiva de quantos anos o profissional ainda tem para contribuir com a organização! Significa também o potencial de adaptação do candidato ao "business"da empresa e isso é mais facilmente notado nas atividades do segmento comercial que atua diretamente no campo. jamais deve esconder este fato achando que a empresa prefere os solteiros. estamos tratando de comportamentos de médias. Isso não deve ser tratado de forma eliminatória.

maiores serão as exigências quanto à resposta dada. Logicamente o candidato deverá se dedicar ao estudo dos tópicos acima descritos. Caso o candidato tenha sido demitido. * Características da vaga a ser preenchida. * Dados numéricos relevantes da empresa. deve ser questionado o motivo de sua demissão e confirmado o fato. Isso demonstrará interesse e respeito pela empresa e pela figura do entrevistador. * Filosofia e valores.melhor é deixar isso claro logo de início. pois a omissão poderá trazer problemas futuros. Isso indica que o candidato deverá estar informado acerca de alguns dados básicos da empresa tais como: * O tipo de negócio (business) da empresa. * Breve histórico da empresa.Porque você deseja trabalhar em nossa Organização? Esta pergunta visa saber se o candidato conhece alguma coisa acerca da empresa onde deseja trabalhar futuramente e como ele se vê neste contexto. Se o entrevistador achar que a maior motivação do candidato é encontrar um emprego ou um novo emprego. provavelmente ele procurará alguém mais empolgado com a organização ou com o tipo de atividade a ser desenvolvida. * Posicionamento da empresa diante de suas concorrentes. etc. O entrevistador deverá procurar "coração" na resposta do candidato. Uma demissão pode abrigar fatos simples como um "downsizing". um processo falimentar. 3 .Por que motivo você saiu de seu último emprego? Esta pergunta sempre deve ser realizada! Ela traduz uma série de fatos que devem ser decisivos na seleção do candidato. mas também pode revelar . 4 . * Quais são suas concorrentes. deve o entrevistador atentar para o fato de que ele (o candidato) pode ter sido "treinado" para responder esta pergunta. Caso o candidato dê respostas muito fantasiosas ou exageradamente passionais. conjuntura econômico-financeira da empresa. Quanto maior o nível do cargo a ser preenchido. * Como o candidato se vê nesse cenário acima descrito.

jamais vai errar se agir desta forma! Lembre-se de que o entrevistador tem o direito de verificar a exatidão das respostas que lhes são dadas. O entrevistador deseja encontrar aspectos que revelem desafios profissionais e pessoais. etc. O candidato jamais deve ser vago e nunca se colocar como vítima do processo de sua própria demissão. . e. Deseja também conhecer como você vê hoje a empresa na qual trabalhou ontem. incapacidade profissional. ele não somente busca algo. e por mais difícil que tenha sido sua atividade passada. 5 . o que exatamente ele está buscando no mercado de trabalho! O entrevistador. inflexibilidade. sendo que sua busca se torna incessante. Revela também eterna insatisfação (diferente da insatisfação construtiva. incapacidade para relacionamento interpessoal. muito saudável).O que você tem a dizer sobre a última empresa na qual trabalhou? O entrevistador deseja saber o que você achou da experiência de trabalhar em sua última empresa. Podem ser solicitados telefones para contatos com seus trabalhos anteriores. baixa automotivação e convicção . mas sabe o que busca. Por mais difícil e ingrato que tenha sido o trabalho que desempenhou anteriormente. onde o candidato utiliza a organização para atingir outra. O verdadeiro talento sempre tira uma lição de tudo. ele encara isso como um grande desafio em sua vida e uma oportunidade de crescimento profissional e pessoal. em última análise. O bom candidato quando migra de uma empresa para outra. o que você acha da sua filosofia e de seus superiores. esta. baixa "gerenciabilidade".características pessoais muito sérias como tendências para o furto ou roubo. O candidato deve ser sempre ético em suas colocações.O ideal é que o candidato tenha sido convidado para outras organizações e tenha encarado estes convites como novos desafios de ascensão profissional. Isso significa dizer que jamais deve falar mal da organização onde trabalhou. corrupção ativa ou passiva. Lembre-se que o verdadeiro talento possui a capacidade de conduzir seu destino! Deve ser perguntado então. perfil "trampolim". Não menos perigoso é quando o candidato tem o hábito de pedir demissão numerosas vezes. A baixa fixação no emprego revela baixo nível de comprometimento com a filosofia da empresa. Quer saber sobre sua função e sobre o seu prazer em estar fazendo parte do "time". o bom profissional sempre tira algo de bom e proveitoso da situação adversa.

empresa. por exemplo. não espere que ele (o candidato) vá obtê-lo em sua empresa. Se o candidato experimentou um fracasso recente.Falar mal da antiga empresa ou atividade profissional traduz uma fuga do candidato. que foi o segundo lugar em vendas naquele ano. conciso e estar munido de dados numéricos que possam exemplificar e dimensionar seu sucesso profissional. O presente texto certamente levará Entrevistadores e . Até a próxima! Dando continuidade ao artigo "O que o entrevistador deve procurar em um Candidato". O candidato deve ser objetivo. auxiliando candidatos e orientando entrevistadores por ocasião de uma Entrevista de Seleção. os critérios poderão ser muito baixos para. Outro aspecto muito importante: o sucesso deve ser quantificável e comprovável. apresento as últimas sei perguntas mais comumente realizadas. deve haver documentos que provem que as informações prestadas pelo candidato são verdadeiras. * Quais as metas para se atingir tal colocação (dependendo do porte da empresa. significa ser o último). possui disciplina e hábito. deve refletir sobre este fato e responsabilizar-se por ele. etc. Prezado leitor. devem ser verificadas as seguintes circunstâncias: * Quantos participantes havia na competição (ser o segundo entre dois participantes. Já o profissional que está acostumado em obter sucesso em seus empreendimentos. 6 . portanto. Deve ser dito como se chegou até eles com relativa riqueza de detalhes como nomes de pessoas envolvidas. as seis perguntas restantes serão oportunamente publicadas a fim de que o leitor possua um material definitivo e extremamente esclarecedor acerca de tão polêmico assunto. Esse indicador deve sempre ser buscado por todo bom entrevistador! O profissional que não possui histórico de sucesso profissional não está acostumado com ele. por exemplo. ou seja. circunstâncias. ano. responsabilizando sempre a organização pelo seu fracasso. Mas atenção! Deve-se buscar orgulho nas narrativas de sucesso dos candidatos! A falta de orgulho pode traduzir um sucesso obtido por acaso (como ganhar em um jogo de roleta) ou um sucesso construído sobre bases ilícitas ou sem ética. O que se pretende com este artigo é justamente desmistificar o tema. premiar um executivo de vendas com o título de "maior destaque do ano"). Quando o candidato reportar ao entrevistador.Fale sobre um sucesso profissional seu.

aspectos relativos à sua vida familiar e pessoal. Este motivo deve ser muito bem explorado pelo entrevistador.Candidatos a uma profunda reflexão acerca desta etapa decisiva do Processo Seletivo. Programa de treinamento/aperfeiçoamento profissional. bem como quais os fatores que o desestimulam.O que mais o(a) deixava desmotivado(a) em sua última empresa? O que mais o(a) deixa desestimulado(a) em sua atual empresa? É nesta ocasião que o entrevistador vai verificar o que de fato agrada o candidato em um ambiente organizacional. ascensão social. proteção. Possibilidade de remuneração comissionada. 8 . Perspectivas de Carreira na empresa. reconhecimento pessoal. é muito maior. o que o aproximará mais do entrevistador. O entrevistador poderá ter uma perspectiva de como a Organização poderá motivar o seu futuro executivo/funcionário e traçar uma estratégia de treinamento para atingir tal motivação. Solidez da Organização. O foco aí não é simplesmente de saber se o candidato possui religião ou qual seja ela. Plano de Benefícios. Dentre os aspectos relevantes que podem motivar ou desestimular um profissional. 7 . pois ele pode revelar aspectos ainda não conhecidos ou trabalhados adequadamente no correr da entrevista. Também poderá ser avaliado o porquê do candidato estar procurando uma nova oportunidade de trabalho. Programas de reconhecimento pessoal.Você possui religião? Qual? Fale-me a respeito. Falando sobre sua religião o candidato abrirá. Desafios oferecidos. . conquistas financeiras e de estar fazendo parte de um grupo. sempre. podemos elencar: Estabilidade no emprego. mas sempre com muita habilidade e sensibilidade. Nesta ocasião também. o entrevistador deve tentar extrair o máximo de informações do candidato sobre suas necessidades de reconhecimento profissional.

entretanto. Jamais devem ser dados exemplos generalistas de atitude empreendedora. perguntando o que ele entende por empreendedorismo e pedindo adicionalmente. Sendo assim. embora boa parte deles se sinta desta forma. fatos concretos onde. neste momento. todos os candidatos responderão que sim. deve buscar em seu passado profissional. tal conceito. cabe ao entrevistador verificar a . tenha tido uma atitude empreendedora. 10 . investe em aprendizado e possui. e sim uma característica importantíssima! O verdadeiro empreendedor é aquele profissional que sabe que deve abrir mão de alguma coisa hoje para colher os louros da vitória amanhã. deve procurar compreender o que realmente significa tal palavra. sacrifica interesses pessoais. Certamente. Ser empreendedor não é mais um atributo desejável em um bom candidato. exemplos práticos em sua vida profissional em que aplicou tal conceito. de forma objetiva a clara. O candidato. invariavelmente. e se conscientizar da necessidade de ser um empreendedor. abre mão de facilidades. o brilho nos olhos do candidato.O candidato mostrará suas características de solidariedade e filantropia.Você se considera persuasivo(a)? Este é um ponto capital da entrevista. O entrevistador deve buscar aí. É também aí que o candidato poderá mostrar sua capacidade de cultivar relacionamentos. O empreendedor investe tempo. 9 . por sua vez. se relacionar com pessoas e tratá-las com carinho e diferencial. o candidato deve sempre dar o seu exemplo. poucos profissionais sabem corretamente o significado desta palavra. o entrevistador deve procurar tais características em seu candidato. foco no amanhã! Assim. Isso tem muito a ver com CRM. com que convicção e orgulho o candidato fala a respeito de suas crenças (isso refletirá a crença futura do candidato na própria filosofia da empresa). Entretanto. O candidato não deve se sentir melindrado com essa pergunta. mesmo sem saber.O que entende por empreendedorismo? Você se considera uma pessoa empreendedora? Por quê? Pode parecer lógico demais. O entrevistador poderá sentir. A entrevista de Seleção nada mais é do que uma série de oportunidades que são dadas para o candidato mostrar suas características.

principalmente se elas forem claras e bem delineadas. Isso pode se constituir em um poderoso diferencial no mercado de profissionais de ponta. Quanto mais arrojadas (porém factíveis) forem as metas do candidato.Quais são seus projetos de vida? Jamais deve ser esquecido pelo entrevistador que os profissionais de sucesso sempre têm suas metas de vida pessoal e profissional muito bem desenhadas e definidas. 12 . é desejável que qualquer profissional possua um certo poder de persuasão. Ledo engano. no mínimo. que em nada tem a ver com o foco de uma entrevista de seleção. alavancar sua própria carreira. . possui suas atitudes difusas e seu esforço se torna escasso de orientações. Devem ser realizadas. claros e mensurados. em qualquer atividade no atual mercado de trabalho. O profissional sem metas e projetos de vida bem definidos. Isso pode. então as seguintes perguntas: O que o faz pensar assim? Você poderia citar um episódio de sua vida que possa explicar tal convicção? No que você acredita que esse seu poder pode agregar valor à nossa Organização? É sabido que. incluindo valores e prazos estimados para sua consecução. maior será seu empenho em consegui-las. 11 . É como nadar sem saber para onde ir ou quando deve chegar!!! Todo profissional de talento e sucesso deve possuir suas metas bem definidas. Estas metas. Disciplinado. essa característica deve ser interpretada como de vital importância para o sucesso e sobrevivência do profissional na atividade. irão traduzir ao entrevistador. parece uma pergunta dispensável.Você pratica algum tipo de esporte? Em uma análise mais imediatista. que podemos chamar de Projetos de Vida. Vamos então traçar rapidamente um perfil do praticante de esportes (aí não importa se o candidato os pratica ou se os praticara no passado): Dedicado aos treinamentos. Se o "business" da Organização é a área comercial.veracidade de tal afirmação. a dedicação do profissional ao seu trabalho em busca do atingimento de suas metas.

Orgulho de seus sucessos. Facilmente os olhos do candidato brilharão ao falar de suas vitórias no esporte. de suas dificuldades. dependerá da habilidade do entrevistador somente. Existe uma riqueza de informações que podem ser observadas a partir desta pergunta. Busca resultados. Efetua sacrifícios pessoais. Será que uma empresa possui alguma dúvida acerca dos benefícios que um profissional deste pode dar a ela em termos de resultados? Mas o entrevistador deve saber extrair isso do candidato. Marcus Vinicius Rodrigues . Visão no amanhã. Competitivo.Autônomo.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful