Você está na página 1de 294

Manual do usuário

Tradução das instruções originais

Módulos digitais Compact 5000 I/O


Códigos de catálogo 5069-IA16, 5069-IB8S, 5069-IB8SK, 5069-IB16, 5069-IB16F, 5069-IB16K, 5069-IB6F-3W, 5069-OA16,
5069-OB8, 5069-OBV8S, 5069-OBV8SK, 5069-OB16, 5069-OB16F, 5069-OB16K, 5069-OW4I, 5069-OW16, 5069-OX4I
Informações importantes para o usuário
Leia este documento e os documentos listados na seção de recursos adicionais sobre instalação, configuração e operação
deste equipamento antes de instalar, configurar, operar ou fazer a manutenção deste produto. É necessário que os usuários
se familiarizem com instruções de instalação e fiação, além de requisitos de todos os códigos aplicáveis, lei e normas.

Atividades incluindo a instalação, os ajustes, colocando em serviço, utilização, montagem, desmontagem e manutenção
devem ser realizadas por pessoal adequadamente treinado em conformidade com o código aplicável de práticas.

Se este equipamento for usado de uma maneira não especificada pelo fabricante, a proteção fornecida pelos
equipamentos pode ser prejudicada.

Em nenhum caso a Rockwell Automation, Inc. será responsável por danos indiretos ou resultantes do uso ou da
aplicação deste equipamento.

Os exemplos e diagramas contidos neste manual destinam-se unicamente para finalidade ilustrativa.
A Rockwell Automation, Inc. não se responsabiliza pelo uso real com base nos exemplos e diagramas, devido a variações
e requisitos diversos associados a qualquer instalação específica.

Nenhuma responsabilidade de patente será considerada pela Rockwell Automation, Inc. em relação ao uso de
informações, circuitos, equipamentos ou softwares descritos neste manual.

É proibida a reprodução do conteúdo contido neste manual, integral ou parcial, sem permissão escrita da
Rockwell Automation, Inc.

Ao longo deste manual, sempre que necessário, serão usadas notas para alertá-lo sobre tópicos relacionados à segurança.

ADVERTÊNCIA: Identifica informações sobre práticas ou situações que podem causar uma explosão em um ambiente
classificado e resultar em ferimentos pessoais ou fatais, danos à propriedade ou perda econômica.

ATENÇÃO: Identifica informações sobre práticas ou situações que podem levar a ferimentos pessoais ou fatais, danos à
propriedade ou perda econômica. O símbolo de atenção ajuda você a identificar e evitar um perigo e reconhecer as
consequências.
IMPORTANTE Identifica informações importantes para a correta aplicação e compreensão do produto.

As etiquetas também podem estar sobre ou dentro do equipamentos para fornecer precauções específicas.

PERIGO DE CHOQU: As etiquetas podem estar sobre o equipamento (por exemplo, um inversor ou um motor) ou dentro
dele, para alertar as pessoas de que pode estar presente tensão perigosa.

PERIGO DE QUEIMADURA: As etiquetas podem estar sobre o equipamento (por exemplo, um inversor ou um motor) ou
dentro dele, para alertar as pessoas de que as superfícies podem atingir temperaturas perigosas.

PERIGO DE ARCO ELÉTRICO: As etiquetas podem estar localizadas sobre o equipamento (por exemplo, um centro de
controle de motores), ou dentro dele, para alertar as pessoas sobre o potencial para arco elétrico. Arcos elétricos causarão
ferimentos graves ou morte. Utilize equipamentos de proteção individual (EPI) adequados. Observe TODOS os requisitos
regulatórios de prática de trabalho seguro e de equipamentos de proteção individual (EPI).
Sumário

Prefácio . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 9
Resumo das alterações . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 9
Gráficos indicam a compatibilidade do recurso. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 10
Terminologia . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 11
Recursos adicionais . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 12

Capítulo 1
Operação do módulo digital em Compatibilidade do controlador e do software . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 16
Compatibilidade do controlador . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 16
um sistema de controle
Compatibilidade de software. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 16
Tipos de módulos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 19
Visão geral do módulo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20
Módulos de E/S locais ou módulos de E/S remotos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 22
Módulos de E/S locais . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 22
Módulos de E/S remotos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 23
Acesso seguro ao sistema . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 26
Propriedade. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 27
Múltiplos proprietários de módulos de entrada padrão
Compact 5000 I/O . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 27
Alterações de configuração em um módulo de entrada
padrão com múltiplos proprietários . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 28
Construir um sistema . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 29
Módulos de E/S locais . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 29
Módulos de E/S remotos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 30
Use um módulo de reserva de endereço 5069-ARM para reservar
um endereço do nó. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 31
Alimentação dos módulos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 32
Use um distribuidor de tensão de campo 5069-FPD
para estabelecer novos barramentos de força SA. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 34
Consumo de energia quando usar os módulos de E/S de segurança
Compact 5000 I/O . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 36
Configurar os módulos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 39
Conexões com módulos digitais Compact 5000 I/O . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 39
Conexões com módulos de E/S de segurança Compact 5000 I/O . . . . . . . . . . 43
Intervalo do pacote requisitado. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 46
Conexão por uma rede EtherNet/IP. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 47
Operação do módulo de entrada . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 48
Módulos de entrada digital local Compact 5000 I/O . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 48
Disparar eventos para módulos de entrada padrão. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 48
Módulos de entrada digital remotos Compact 5000 I/O . . . . . . . . . . . . . . . . . . 49
Operação do módulo de saída . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 50
Módulos de saída digital local Compact 5000 I/O . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 51
Módulos de saída digital remotos Compact 5000 I/O . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 52
Modo de escuta . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 55
Conexão por EtherNet/IP . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 56
Considerações adicionais com conexões em modo de escuta . . . . . . . . . . . . . . . 58
External Means . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 59
Conexão por EtherNet/IP . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 60
Considerações adicionais com conexões quando usar
External Means . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 62
Operações protegidas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 63
Considerações específicas para os módulos de segurança . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 64
Função de segurança geral do sistema . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 65
Modo de canal único ou canal duplo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 65
Uso com controladores de segurança. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 66
Determinar conformidade . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 66
Obter firmware . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 67
Precauções de segurança . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 68
Requisitos da aplicação de segurança . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 69
Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 3
Sumário

Estado seguro. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 70
Assinatura de configuração e propriedade . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 71
Restaurar os módulos de E/S de segurança Compact 5000
para o estado Pronto para usar . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 72

Capítulo 2
Recursos comuns para módulos Compatibilidade do módulo de entrada . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 74
Compatibilidade do módulo de saída. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 75
de E/S digitais Compact 5000 I/O
Software configurável . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 76
Relatório de qualidade dos dados do módulo. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 77
Relatório de falha e status . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 78
Inibição do módulo. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 79
Codificação eletrônica . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 80
Obter mais informações . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 80
Firmware do módulo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 81
Comunicação produtor-consumidor . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 81
Utilizar o tempo do CIP Sync com módulos de E/S rápida . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 82
Registro de data e hora . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 83

Capítulo 3
Recursos do módulo de entrada Tipos de módulo de entrada múltipla . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 86
Transferência de dados no intervalo do pacote requisitado ou mudança
de estado . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 86
Filtros de entrada configuráveis de software e atrasos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 87
Módulos de entrada padrão Compact 5000 I/O . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 87
Módulos de entrada de segurança Compact 5000 I/O. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 88
Filtro de entrada com módulos de entrada rápida
Compact 5000 I/O . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 88
Diagnóstico das condições do módulo. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 90
Relatório de falha e status . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 90
Módulos de entrada padrão Compact 5000 I/O . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 91
Módulos de entrada de segurança Compact 5000 I/O. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 92
Modo de contagem simples. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 93
Registro de data e hora da sequência de eventos por ponto . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 94
Oscilar detecção . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 95
Eventos. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 95
Definição de evento . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 96
Acionador de ponto independente . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 97
Acionador de correspondência de padrão . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 98
Considerações adicionais sobre eventos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 99
Travamento de pulso . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 100
Detecção de perda de tensão de campo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 102
Proteção contra curto-circuito. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 103
Diagnósticos de falha e curto-circuito da luz de prevenção
de segurança disparados . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 104
Recuperação de saída de teste após condição de sobrecarga
ou curto-circuito à terra . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 105
Desligamento térmico . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 106

Capítulo 4
Recursos do módulo de saída Tipos de módulos de saída múltipla . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 108
Diagnóstico das condições do módulo. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 108
Eco de dados . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 109
Detecção de perda de tensão de campo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 110
Detecção de ausência de carga . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 112
Detecção de ausência de carga com módulos de saída padrão . . . . . . . . . . . . . . 112
Detecção de ausência de carga com módulos de saída de segurança. . . . . . . . . 114

4 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Sumário

Proteção contra curto-circuito. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 115


Proteção contra curto-circuito com módulos de saída padrão . . . . . . . . . . . . . 115
Proteção contra curto-circuito com módulos de saída
de segurança . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 116
Outras condições que podem disparar o diagnóstico de curto-circuito
no módulo 5069-OBV8S ou 5069-OBV8SK . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 117
Recuperação de saída após condição de sobrecarga
ou curto-circuito à terra . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 118
Desligamento térmico . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 118
Desligamento térmico com módulos de saída padrão . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 119
Desligamento térmico com um módulo de saída de segurança . . . . . . . . . . . . . 120
Relatório de falha e status . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 121
Módulos de saída padrão Compact 5000 I/O. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 121
Módulos de saída de segurança Compact 5000 I/O . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 122
Hora da alteração no estado da saída . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 123
Estado de saída no nível de canal configurável no modo de programa
ou no modo de falha . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 123
Manipulação de falhas de conexão . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 124
Comportamento de saída imediatamente após uma falha
de conexão . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 124
Duração do estado de falha após falha de conexão . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 125
Valor do estado final de falha. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 125
Estado da saída uma vez que a conexão seja reestabelecida. . . . . . . . . . . . . . . . . 125
Force . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 126
Habilitação de forces . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 126
Desabilitação ou remoção de um force . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 126
Verifique o status de Force . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 127
Instrução GSV. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 127
Controle de saída programável. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 128
Use uma instrução MAOC com um módulo de saída 5069-OB16F . . . . . . . 129
Variedades isoladas e não isoladas dos módulos de saída . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 130

Capítulo 5
Recursos do módulo de Recursos do módulo de entrada de segurança . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 131
Níveis de adequação da aplicação de segurança. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 131
segurança
Usar a saída de teste com uma entrada de segurança . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 133
Modo de canal único . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 135
Recuperação de falha da entrada de segurança . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 136
Tempo de atraso na entrada de segurança . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 136
Operação da luz de prevenção de segurança. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 139
Recursos do módulo de saída de segurança . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 141
Níveis de adequação da aplicação de segurança. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 141
Saída de segurança com pulso de teste . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 142
Modo de canal único . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 143
Modo de canal duplo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 144
Recuperação de falha da saída de segurança . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 145
Relatório de falha e status . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 146

Capítulo 6
Configurar um módulo padrão Antes de começar. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 148
Criação de novo módulo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 148
Descubra os módulos de E/S local . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 148
Novos módulos de E/S locais . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 150
Descobrir Módulos de E/S remotos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 152
Novo módulo de E/S remoto . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 154
Reservar um slot do módulo de E/S . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 156
Adicionar o módulo 5069-ARM ao projeto . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 156
Deletar o módulo 5069-ARM do projeto . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 158

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 5


Sumário

Edite as categorias comuns da configuração do módulo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 159


Categoria General . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 159
Categoria Connection. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 162
Categoria Module Info . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 163
Editar as categorias de configuração do módulo 5069-IA16 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 164
Categoria Points . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 164
Editar as categorias de configuração do módulo 5069-IB16. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 165
Categoria Counters . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 165
Categoria Points . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 166
Editar as categorias de configuração do módulo 5069-IB16F . . . . . . . . . . . . . . . . . . 166
Categoria Counters . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 167
Categoria Points . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 168
Categoria Events. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 170
Categoria Time Sync . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 172
Editar as categorias de configuração do módulo 5069-IB6F-3W . . . . . . . . . . . . . . . 173
Categoria Counters . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 173
Categoria Points . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 174
Categoria Events. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 176
Categoria de sincronização de tempo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 178
Editar as categorias de configuração do módulo 5069-OA16 . . . . . . . . . . . . . . . . . . 179
Categoria Points . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 179
Editar as categorias de configuração do módulo 5069-OB8. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 180
Categoria Points . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 180
Editar as categorias de configuração do módulo 5069-OB16 . . . . . . . . . . . . . . . . . . 181
Categoria Points . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 181
Editar as categorias de configuração do módulo 5069-OB16F . . . . . . . . . . . . . . . . . 182
Categoria Points . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 182
Editar as categorias de configuração do módulo 5069-OW4I . . . . . . . . . . . . . . . . . . 183
Categoria Points . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 183
Editar as categorias de configuração do módulo 5069-OW16 . . . . . . . . . . . . . . . . . 184
Categoria Points . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 184
Editar as categorias de configuração do módulo 5069-OX4I. . . . . . . . . . . . . . . . . . . 185
Categoria Points . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 185
Visualizar os tags do módulo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 186

Capítulo 7
Configurar e substituir os Antes de começar. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 188
Criação de novo módulo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 188
módulos de segurança
Novo módulo de segurança local . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 188
Novo módulo de E/S remoto . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 190
Edite as categorias comuns da configuração do módulo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 192
Categoria General . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 193
Categoria Connection. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 196
Categoria Safety . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 197
Categoria Module Info . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 198
Editar as categorias de configuração dos módulos 5069-IB8S e 5069-IB8SK . . . . 199
Categoria Input Points . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 199
Categoria Test Output Points . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 200
Editar a categoria Module Points 5069-OBV8S e 5069-OBV8SK . . . . . . . . . . . . . 200
Visualizar os tags do módulo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 201
Substituir um módulo de segurança . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 202
Definir manualmente o número da rede de segurança . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 202
Restaurar a configuração Pronto para usar. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 204
Substituir um módulo em um sistema Logix 5000 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 205

6 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Sumário

Apêndice A
Localizar falhas no módulo Indicador de status do módulo. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 208
Indicadores de status dos módulos de entrada padrão Compact 5000 I/O . . . . . . 209
Indicadores de status dos módulos de saída padrão Compact 5000 I/O. . . . . . . . . 211
Indicadores de status do módulo de entrada de segurança Compact 5000 I/O . . . 215
Indicador de status de SA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 216
Indicadores de status de E/S . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 216
Indicadores de status do módulo de saída de segurança Compact 5000 I/O . . . . . 217
Indicador de status de SA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 218
Indicadores de status de E/S . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 218
Usar a aplicação Logix Designer para localização de falhas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 219
Sinal de advertência na árvore de configuração de E/S . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 219
Informações de status e falha nas categorias de Module Properties . . . . . . . . . 220
Diagnósticos do ponto e módulo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 222
Editor da tag da aplicação Logix Designer . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 224
Falha interna disparada no módulo de saída de segurança . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 225

Apêndice B
Definições de tags do módulo Convenções de nomes . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 228
Acessar os tags . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 228
Tags do módulo 5069-IA16 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 229
Tags de configuração . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 229
Tags de entrada . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 230
Tags do módulo 5069-IB16 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 231
Tags de configuração . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 231
Tags de entrada . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 232
Tags de saída . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 233
Tags do módulo 5069-IB16F . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 234
Tags de configuração . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 234
Tags de entrada do evento . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 236
Tags de saída do evento. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 238
Tags de entrada . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 239
Tags de saída . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 242
Tags do módulo 5069-IB6F-3W. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 243
Tags de configuração . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 243
Tags de entrada do evento . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 245
Tags de saída do evento. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 247
Tags de entrada . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 248
Tags de saída . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 251
Tags do módulo 5069-OA16 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 252
Tags de configuração . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 252
Tags de entrada . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 253
Tags de saída . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 253
Tags do módulo 5069-OB8 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 254
Tags de configuração . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 254
Tags de entrada . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 255
Tags de saída . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 255
Tags do módulo 5069-OB16 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 256
Tags de configuração . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 256
Tags de entrada . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 257
Tags de saída . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 257
Tags do módulo 5069-OB16F . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 258
Tags de configuração . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 258
Tags de entrada . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 259
Tags de saída . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 261
Tags dos módulos 5069-OW4I, 5069-OW16 e 5069-OX4I . . . . . . . . . . . . . . . . . . 262
Tags de configuração . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 262
Tags de entrada . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 263
Tags de saída . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 263

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 7


Sumário

Tags dos módulos 5069-IB8S e 5069-IB8SK . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 264


Tags de entrada . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 264
Tags de saída . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 265
Tags dos módulos 5069-OBV8S e 5069-OBV8SK . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 266
Tags de entrada . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 266
Tags de saída . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 267

Apêndice C
Exemplos de aplicação e fiação Antes de começar. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 269
Diagramas de fiação do módulo 5069-IB8S ou 5069-IB8SK. . . . . . . . . . . . . . . . . . . 270
para módulos de segurança
Diagramas de fiação dos módulos 5069-OBV8S e 5069-OBV8SK . . . . . . . . . . . . . 273
Modo Bipolar . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 273
Modo Sourcing . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 277
Falhas na fiação dos módulos de segurança . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 281

Apêndice D
Dados de segurança para Dados de segurança para módulo de entrada de segurança Compact 5000 I/O . . 284
Tempo de reação de segurança — módulos 5069-IB8S e 5069-IB8SK . . . . . 285
módulos de segurança
Dados de segurança do módulo de saída de segurança Compact 5000 I/O . . . . . . 286
Tempo de reação de segurança — módulos 5069-OBV8S
e 5069-OBV8SK. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 287

Índice . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 289

8 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Prefácio

Este manual descreve como usar os módulos de E/S digital Compact 5000™
nos sistemas de controle Logix 5000™.

Lembre-se de estar familiarizado com o seguinte:


• Uso de um controlador em um sistema de controle Logix 5000
• Uso de uma rede EtherNet/IP™, se os módulos de E/S digital forem
usados remotamente
• Uso de sistemas de segurança
• Use o ambiente Studio 5000 Logix Designer®

IMPORTANTE Neste manual, usamos o módulo padrão para indicar um módulo de E/S
digital padrão. Usamos o módulo de segurança para indicar um módulo
de E/S digital de segurança.
Além disso, usamos o módulo de E/S digital Compact 5000 para
indicar quando um conceito ou tarefa se aplica a ambos os módulos de E/S
digital padrão e de segurança.

Resumo das alterações Este manual foi revisado para adicionar informações listadas na tabela abaixo.

Tópico Página
Muda para a seção Detecção de ausência de carga com módulos de saída de segurança, 114
incluindo o seguinte:
• A tabela 30 alterada descreve o que ocorre quando uma condição de ausência de carga
é detectada.
• Alterada a nível mínimo de corrente que uma carga deve consumir ou é considerada
ausente.
Anteriormente, o mínimo foi listado como 10 mA, por exemplo, 2,4 Ω a 24 Vcc.
O mínimo é 10 mA, por exemplo, 2,4 Ω a 24 Vcc.
• Adicione texto ed para esclarecer que o nível mínimo de consumo de corrente se aplica
caso a saída de segurança esteja no estado desenergizado ou energizado.

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 9


Prefácio

Gráficos indicam a Ao longo deste manual, gráficos são exibidos com os títulos de seção para
indicar os módulos de E/S digital que são compatíveis com o recurso descrito
compatibilidade do recurso naquela seção.

Se ambos os módulos, padrão e de segurança, suportarem um recurso, você


verá ícones para ambos os tipos.

Se somente um tipo de módulo, padrão ou de segurança, aceitar um recurso,


você verá apenas um tipo de ícone.

10 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Prefácio

Terminologia A tabela a seguir define os termos usados neste manual.

Tabela 1 - Terminologia utilizada no manual


Abreviação Termo completo Definição
1oo2 Um em cada dois Identifica a arquitetura do controlador eletrônico programável.
CIP™ Protocolo Comum Industrial Um protocolo de comunicação industrial usado por sistemas de automação com base no Logix 5000 em redes
de comunicação EtherNet/IP, ControlNet® e DeviceNet®.
CIP Safety™ Protocolo Industrial Comum - Versão de CIP classificada por nível de integridade de segurança.
Certificado de Segurança
— Conexão Canal de comunicação lógica para comunicação entre nós. As conexões são mantidas e controladas entre
mestres e escravos.
CL Limite de reclamação O nível máximo de integridade de segurança (SIL) que pode ser alcançado.
DC Abrangência do diagnóstico A relação de taxa de falha detectada no total.
EN Norma Europeia. A Norma Europeia oficial.
GSV Obter valor do sistema Uma instrução de lógica ladder que recupera informações de status do controlador especificado e as coloca em
um tag de destino.
— Multicast A transmissão de informações de um emissor a vários receptores.
MTTF Tempo médio até a falha O período de tempo esperado para que um dispositivo ou outro produto se mantenha em operação confiável.
NAT Network Address Translation A conversão de um endereço de protocolo de internet (IP) para outro endereço IP em outra rede.
ODVA Open DeviceNet Vendor Association Uma associação sem fins lucrativos de fornecedores estabelecidos para a promoção das redes CIP.
PFD Probabilidade de falha perigosa Probabilidade média de um sistema falhar ao executar sua função de projeto quando solicitado.
por demanda
PFH Probabilidade de falha por hora A probabilidade que um sistema tem de uma falha perigosa ocorrer por hora.
PL Nível de desempenho Classificação de segurança ISO 13849-1.
— Teste de prova Teste de prova que detecta recursos em um sistema relacionado à segurança de modo que, se necessário, o
sistema possa ser restaurado para uma condição tão nova ou a mais próxima possível dessa condição.
SC Capacidade sistemática A confiança de que a integridade de segurança sistemática atende aos requisitos do nível de integridade de
segurança (SIL) especificado. (da IEC 61508-4)
SFF Fração de falha segura A soma das falhas de segurança mais a soma das falhas perigosas detectadas dividida pela soma de todas as
falhas.
SIL Nível de integridade de segurança Um nível relativo de redução de risco fornecido por uma função de segurança ou para especificar um nível alvo
de redução de risco.
SIL Limite de reclamação SL O nível máximo de integridade de segurança (SIL) que pode ser alcançado.
SNN Número da rede de segurança Número da rede de segurança, que identifica exclusivamente uma rede entre todas as redes no sistema de
segurança. É sua responsabilidade atribuir um número exclusivo para cada rede de segurança ou sub-rede de
segurança dentro de um sistema.
SRT Tempo de reação de segurança Uma consideração de atrasos ou latências dentro do sistema de segurança.
— Padrão Dispositivos ou partes de dispositivos que não participam da função de segurança.
— Unicast A transmissão de informações de um emissor a um receptor.

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 11


Prefácio

Recursos adicionais Os recursos a seguir contêm informações sobre produtos relacionados da


Rockwell Automation.

Tabela 2 - Recursos adicionais para usar com módulos de E/S digital Compact 5000
Recursos Descrição
Instruções de instalação do módulo de entrada digital Descreve como instalar e conectar os módulos de
Sinking de 16 pontos Compact 5000 I/O, publicação entrada 5069-IB16, 5069-IB16F e 5069-IB16K.
5069-IN004
Instruções de instalação do módulo de entrada digital Descreve como instalar e conectar o módulo de
de entrada de corrente de 3 fios Compact 5000 I/O, entrada 5069-IB6F-3W.
publicação 5069-IN006
Instruções de instalação dos módulos de saída digital Descreve como instalar e conectar os módulos de saída
com saída de corrente de 16 pontos Compact 5000 I/O, 5069-OB16, 5069-OB16F e 5069-OB16K.
publicação 5069-IN007
Instruções de instalação dos módulos de saída digital Descreve como instalar e conectar o módulo de saída
com relé isolado de 4 pontos Compact 5000 I/O, 5069-OW4I.
publicação 5069-IN008
Compact 5000 I/O Digital 4-point Isolated Normally- Descreve como instalar e conectar o módulo de saída
open/Normally-closed Relay Output Module 5069-OX4I.
Installation Instructions, publicação 5069-IN009
Instruções de instalação dos módulos de entrada Descreve como instalar e colocar os cabos do módulo
analógica de corrente/tensão de 8 canais Compact de entrada analógica 5069-IF8.
5000 I/O, publicação 5069-IN010
Instruções de instalação dos módulos de entrada Descreve como instalar e conectar os módulos de
analógica de corrente/tensão/sensor de temperatura entrada analógica 5069-IY4 e 5069-IY4K.
de resistência/termopar de 4 canais Compact 5000 I/O,
publicação 5069-IN011
Instruções de instalação dos módulos de saída Descreve como instalar e conectar dos módulos de
analógica de corrente/tensão Compact 5000 I/O, saída analógica 5069-OF4, 5069-OF4K e 5069-OF8.
publicação 5069-IN012
Instruções de instalação do módulo de entrada CA Descreve como instalar e conectar o módulo de
digital de 120/240 Vca de 16 pontos Compact 5000 I/O, entrada 5069-IA16.
publicação 5069-IN015
Instruções de instalação do módulo de saída CA digital Descreve como instalar e conectar o módulo de saída
de 120/240 Vca de 16 pontos Compact 5000 I/O, 5069-OA16.
publicação 5069-IN016
Instruções de instalação do módulo de saída de 24 Vcc Descreve como instalar e conectar o módulo de saída
digital de 8 pontos Compact 5000 I/O, publicação 5069-OB8.
5069-IN017
Instruções de instalação dos módulos de saída digital Descreve como instalar e conectar o módulo de saída
de relé de 16 pontos Compact 5000 I/O, publicação 5069-OW16.
5069-IN018
Instruções de instalação dos módulos digitais de Descreve como instalar e conectar os módulos de
entrada “sinking” de segurança Compact 5000 I/O, entrada de segurança 5069-IB8S e 5069-IB8SK.
publicação 5069-IN020
Instruções de instalação dos módulos de saída sourcing Descreve como instalar e conectar os módulos de saída
digital de segurança de 8 pontos Compact 5000 I/O, de segurança 5069-OBV8S e 5069-OBV8SK.
publicação 5069-IN021
Instruções de instalação do distribuidor de tensão de Descreve como instalar e fiar o distribuidor de
campo Compact 5000 I/O, publicação 5069-IN001 potencial de campo 5069-FPD
Instruções de instalação do módulo de reserva de Descreve como instalar o módulo de reserva de
endereço Compact 5000 I/O, publicação 5069-IN002 endereço 5069-ARM
Instruções de instalação do adaptador EtherNet/IP Descreve como instalar e conectar os adaptadores
Compact 5000 I/O, publicação 5069-IN003 EtherNet/IP Compact 5000 I/O.
Compact 5000 I/O Modules and EtherNet/IP Adapters Fornece especificações, diagramas de fiação e
Technical Data, publicação 5069-TD001 diagramas de blocos funcionais para módulos de E/S
Compact 5000 e adaptadores EtherNet/IP.
Compact 5000 I/O Analog Modules User Manual, Descreve como configurar, operar e localizar falhas dos
publicação 5069-UM005 módulos de E/S analógica Compact 5000.
Compact 5000 I/O High-speed Counter Module User Descreve como configurar, operar e localizar falhas do
Manual, publicação 5069-UM006 módulo de E/S do contador em alta velocidade
Compact 5000.

12 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Prefácio

Tabela 2 - Recursos adicionais para usar com módulos de E/S digital Compact 5000
Recursos Descrição
Compact 5000 EtherNet/IP Adapters User Manual, Descreve como configurar, operar e localizar falhas dos
publicação 5069-UM007 adaptadores EtherNet/IP Compact 5000 I/O.
Manual do usuário dos controladores Descreve como configurar, operar e localizar falhas dos
CompactLogix 5380 e Compact GuardLogix 5380, controladores CompactLogix™ 5380 e Compact
publicação 5069-UM001 GuardLogix® 5380
Manual do usuário dos controladores Descreve como configurar, operar e localizar falhas dos
CompactLogix 5480, publicação 5069-UM002 controladores CompactLogix 5480.
ControlLogix 5580 and GuardLogix 5580 Controllers Descreve como configurar, operar e localizar falhas dos
User Manual, publicação 1756-UM543 controladores CompactLogix® 5580 e GuardLogix 5580.
Manual de referência de segurança dos sistemas dos Descreve os requisitos para obter e manter os
controladores GuardLogix e Compact GuardLogix 5380, requisitos de nível de integridade de segurança (SIL) 2
publicação 1756-RM012 e nível de desempenho (PL) d com o sistema do
controlador GuardLogix 5580 usando a aplicação Logix
Designer Studio 5000.
O calculador de nível de desempenho SISTEMA está A ferramenta SISTEMA automatiza o cálculo do nível de
disponível para download em: desempenho alcançado das partes relacionadas à
https://www.rockwellautomation.com/en_NA/ segurança de um sistema de controle da máquina para
capabilities/industrial-safety-solutions/overview.page (EN) ISO 13849-1.
Integrated Architecture and CIP Sync Configuration Oferece informações sobre a tecnologia CIP Sync™ e
Application Technique, publicação IA-AT003 como sincronizar relógios dentro do sistema Rockwell
Automation® Integrated Architecture®.
Electronic Keying in Logix 5000 Control Systems Descreve como utilizar a codificação eletrônica em
Application Technique, publicação LOGIX-AT001 aplicações de sistema de controle Logix 5000.
Logix 5000 Controllers Tasks, Programs, and Routines Fornece mais informações sobre tarefas de eventos e
Programming Manual, publicação 1756-PM005 sobre a configuração de tarefa de evento.
Position-based Output Control with the MAOC Descreve como configurar o controle de saída com
Instruction, publicação 1756-AT017 -programação de tempo com a instrução MAOC.
Industrial Automation Wiring and Grounding Oferece orientações gerais para instalar um sistema
Guidelines, publicação 1770-4.1 industrial da Rockwell Automation®.
Website de certificações de produto, Fornece declarações de conformidade, certificados e
http://www.rockwellautomation.com/ outros detalhes de certificação.
rockwellautomation/certification/overview.page

Você pode visualizar ou fazer download de publicações em


http://literature.rockwellautomation.com/. Para pedir cópias impressas da
documentação técnica, entre em contato com seu distribuidor local Allen-
Bradley ou com o representante de vendas Rockwell Automation®.

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 13


Prefácio

Observações:

14 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Capítulo 1

Operação do módulo digital em um sistema


de controle

Tópico Página
Compatibilidade do controlador e do software 16
Tipos de módulos 19
Visão geral do módulo 20
Módulos de E/S locais ou módulos de E/S remotos 22
Acesso seguro ao sistema 26
Propriedade 27
Construir um sistema 29
Alimentação dos módulos 32
Configurar os módulos 39
Operação do módulo de entrada 48
Operação do módulo de saída 50
Modo de escuta 55
External Means 59
Operações protegidas 63
Considerações específicas para os módulos de segurança 64

Controladores Logix 5000™ usam os módulos de E/S digital Compact 5000™


I/O para controlar dispositivos em um sistema de controle.

Os módulos de E/S digital Compact 5000 I/O utilizam bornes removíveis


para conectar à fiação no lado de campo. Use a aplicação Studio 5000
Logix Designer® para configurar os módulos.

IMPORTANTE Os requisitos de compatibilidade do controlador e do software de


programação aplicam-se ao usar módulos digitais Compact 5000 I/O.
Para mais informações sobre compatibilidade do controlador e do software,
consulte a Compatibilidade do controlador e do software na página 16.

Os módulos de E/S digital Compact 5000 I/O usam o modelo de


comunicação em rede produtor/consumidor. Esta comunicação é um
intercâmbio de dados inteligente entre os módulos e outros dispositivos do
sistema em que cada módulo produz dados sem que primeiro seja consultado.

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 15


Capítulo 1 Operação do módulo digital em um sistema de controle

Compatibilidade do Os requisitos de compatibilidade do controlador e do software de


programação aplicam-se ao usar módulos digitais Compact 5000 I/O.
controlador e do software
Módulos padrões
Compatibilidade do controlador
DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT

5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8

A compatibilidade entre os controladores Logix 5000 e os módulos de E/S


MOD Power

digital Compact 5000 I/O varia com base no tipo e local do módulo. Ou seja,
se o módulo for um módulo de E/S padrão ou de segurança, e se o módulo é
SA Power

remoto ou local.

Por exemplo, os controladores CompactLogix™ 5380 e CompactLogix 5480


CONTROLLER

5069-L4200ERMW
DC INPUT

5069-IB16
DC INPUT

5069-IB16
DC OUTPUT

5069-OB16
ANALOG INPUT

5069-IY4
ANALOG OUTPUT

5069-OF8
são compatíveis com módulos de E/S locais ou remotos padrão
OK

RUN

FORCE
FAN 1

SD

FAN 2
R

F
UPS

B
F
R
Compact 5000 I/O. Os controladores Compact GuardLogix® 5380 são
MP
compatíveis com módulos digitais locais ou remotos Compact 5000 I/O.
NET B1
B1 LINK B1

NET A1

LINK A1

SA
NET A2 SPEED X1

A1 LINK A2 LINK X1

2 CompactLogix 5480

A2
Compatibilidade de software

Módulos de E/S digitais Compact 5000 I/O são compatíveis com diferentes
Módulos de Segurança
versões mínimas da aplicação Logix Designer.
SIL2 CPU OUTPUT OUTPUT

Por exemplo, os módulos padrão Compact 5000 I/O são compatíveis com a
5069-L3100ERMS2 5069-IB8S 5069-IB8S 5069-OBV8S 5069-OBV8S

aplicação Logix Designer, versão 28 ou posterior. Os módulos de E/S de


MOD Power

segurança Compact 5000 I/O são compatíveis com a aplicação


Logix Designer, versão 32 ou posterior.
SA Power

Compact GuardLogix

Para obter mais informações sobre requisitos de compatibilidade, consulte a


tabela 3 na página 17.

16 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Operação do módulo digital em um sistema de controle Capítulo 1

A tabela 3 descreve os requisitos de compatibilidade do módulo quando você


usar módulos digitais Compact 5000 I/O com os controladores Logix 5000.

Tabela 3 - Requisitos de compatibilidade do software e do controlador dos módulos de E/S digital Compact 5000 I/O
Controladores
Módulos Localização Sistema Cód. Cat. Aplicação Logix Designer
Módulos padrões Módulos de E/S CompactLogix 5380 5069-L320ER, 5069-L320ERMK, 5069-L330ERMK, Versão 28.00.00 ou
5069-IA16, 5069-IB16, locais 5069-L340ERM, 5069-L350ERMK posterior
5069-IB16F, 5069-IB16K,
5069-IB6F-3W, 5069-L306ER, 5069-L306ERM, 5069-L310ER, 5069-L310ERM, Versão 29.00.00 ou
5069-OA16, 5069-OB8, 5069-L310ER-NSE, 5069-L310ERS2, 5069-L320ERM, posterior
5069-OB16, 5069-OB16F, 5069-L320ERMK, 5069-L330ER, 5069-L330ERM,
5069-OB16K, 5069-L330ERMK, 5069-L340ER
5069-OW4I, 5069-OW16, 5069-L350ERM, 5069-L350ERMK, 5069-L380ERM, Versão 30.00.00 ou
5069-OX4I 5069-L3100ERM posterior
CompactLogix 5480 5069-L46ERMW Versão 32.00.00 ou
posterior
5069-L430ERMW, 5069-L450ERMW, 5069-L4100ERMW, Versão 32.01.00 ou
5069-L4200ERMW posterior
Compact GuardLogix 5380 5069-L306ERS2, 5069-L306ERMS2, 5069-L310ERS2, Versão 31.00.00 ou
5069-L310ERMS2, 5069-L320ERS2, 5069-L320ERS2K, posterior
5069-L320ERMS2, 5069-L320ERMS2K, 5069-L330ERS2,
5069-5069-L330ERS2K, L330ERMS2, 5069-L330ERMS2K,
5069-L340ERS2, 5069-L340ERMS2, 5069-L350ERS2,
5069-L350ERS2K, 5069-L350ERMS2, 5069-L350ERMS2K,
5069-L380ERS2, 5069-L380ERMS2, 5069-L3100ERS2,
5069-L3100ERMS2
Módulos de E/S CompactLogix 5380 5069-L320ER, 5069-L340ERM Versão 28.00.00 ou
remotos posterior
5069-L306ER, 5069-L306ERM, 5069-L310ER, 5069-L310ERM, Versão 29.00.00 ou
5069-L310ER-NSE, 5069-L310ERS2, 5069-L320ERM, posterior
5069-L330ER, 5069-L330ERM, 5069-L340ER
5069-L350ERM, 5069-L380ERM, 5069-L3100ERM Versão 30.00.00 ou
posterior
CompactLogix 5480 5069-L46ERMW Versão 32.00.00 ou
posterior
5069-L430ERMW, 5069-L450ERMW, 5069-L4100ERMW, Versão 32.01.00 ou
5069-L4200ERMW posterior
Compact GuardLogix 5380 5069-L306ERS2, 5069-L306ERMS2, 5069-L310ERS2, Versão 31.00.00 ou
5069-L310ERMS2, 5069-L320ERS2, 5069-L320ERS2K, posterior
5069-L320ERMS2, 5069-L320ERMS2K, 5069-L330ERS2,
5069-5069-L330ERS2K, L330ERMS2, 5069-L330ERMS2K,
5069-L340ERS2, 5069-L340ERMS2, 5069-L350ERS2,
5069-L350ERS2K, 5069-L350ERMS2, 5069-L350ERMS2K,
5069-L380ERS2, 5069-L380ERMS2, 5069-L3100ERS2,
5069-L3100ERMS2
ControlLogix® 5580 1756-L83E, 1756-L85E Versão 28.00.00 ou
posterior
1756-L81E, 1756-L82E, 1756-L84E Versão 29.00.00 ou
posterior
GuardLogix 5580 1756-L81ES, 1756-L82ES, 1756-L83ES, 1756-L84ES Versão 31.00.00 ou
posterior

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 17


Capítulo 1 Operação do módulo digital em um sistema de controle

Tabela 3 - Requisitos de compatibilidade do software e do controlador dos módulos de E/S digital Compact 5000 I/O
Controladores
Módulos Localização Sistema Cód. Cat. Aplicação Logix Designer
Módulos de Segurança local Compact GuardLogix 5380 5069-L306ERS2, 5069-L306ERMS2, 5069-L310ERS2, Versão 32.00.00 ou
5069-IB8S, 5069-IB8SK, 5069-L310ERMS2, 5069-L320ERS2, 5069-L320ERS2K, posterior
5069-OBV8S, 5069-L320ERMS2, 5069-L320ERMS2K, 5069-L330ERS2,
5069-OBV8SK 5069-5069-L330ERS2K, L330ERMS2, 5069-L330ERMS2K,
5069-L340ERS2, 5069-L340ERMS2, 5069-L350ERS2,
5069-L350ERS2K, 5069-L350ERMS2, 5069-L350ERMS2K,
5069-L380ERS2, 5069-L380ERMS2, 5069-L3100ERS2,
5069-L3100ERMS2
Remoto Compact GuardLogix 5380 5069-L306ERS2, 5069-L306ERMS2, 5069-L310ERS2,
5069-L310ERMS2, 5069-L320ERS2, 5069-L320ERS2K,
5069-L320ERMS2, 5069-L320ERMS2K, 5069-L330ERS2,
5069-5069-L330ERS2K, L330ERMS2, 5069-L330ERMS2K,
5069-L340ERS2, 5069-L340ERMS2, 5069-L350ERS2,
5069-L350ERS2K, 5069-L350ERMS2, 5069-L350ERMS2K,
5069-L380ERS2, 5069-L380ERMS2, 5069-L3100ERS2,
5069-L3100ERMS2
GuardLogix 5580 1756-L81ES, 1756-L82ES, 1756-L83ES, 1756-L84ES

18 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Operação do módulo digital em um sistema de controle Capítulo 1

Tipos de módulos A tabela 4 descreve os módulos digitais Compact 5000 I/O.


Tabela 4 - Módulos digitais Compact 5000 I/O
Módulos padrões
Tipo de módulo Código de catálogo Descrição
DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT

5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8


Padrão 5069-IA16 Módulo de entrada de 16 pontos de 79 a 264 Vca
5069-IB16 Módulo de entrada sinking de 16 pontos de 10 a 32 Vcc
MOD Power

5069-IB16K Módulo de entrada sinking com proteção contra ambientes


agressivos de 16 pontos de 10 a 32 Vcc
SA Power

5069-IB16F Módulo de entrada rápida sinking de 16 pontos de 10 a 32 Vcc


5069-IB6F-3W Módulo de entrada rápida sinking de 6 pontos, 3 cabos, de
CONTROLLER DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT
10 a 32 Vcc

OK FAN 1
5069-L4200ERMW

R
UPS

B
R
5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8

5069-OA16 Módulo de saída de 16 pontos de 85 a 264 Vca


B
RUN SD

FORCE FAN 2 F F

MP
5069-OB8 Módulo de saída de corrente rápida de 8 pontos de
NET B1
10 a 32 Vcc
B1 LINK B1

NET A1

A1
LINK A1

NET A2

LINK A2
SPEED X1

LINK X1
SA
5069-OB16 Módulo de saída de corrente de 16 pontos de 10 a 32 Vcc
1

2 CompactLogix 5480

A2 5069-OB16K Módulo de saída sourcing com proteção contra ambientes


agressivos de 16 pontos de 10 a 32 Vcc
5069-OB16F Módulo de saída de corrente rápida de 16 pontos de
Módulos de Segurança 10 a 32 Vcc
5069-OW4I Módulo de saída a relé NA isolado com 4 pontos de
SIL2 CPU OUTPUT OUTPUT

5 a 264 Vca / 125 Vcc


5069-L3100ERMS2 5069-IB8S 5069-IB8S 5069-OBV8S 5069-OBV8S

5069-OW16 Módulo de saída a relé NA com 16 pontos de 5 a 264 Vca /


MOD Power

125 Vcc
5069-OX4I Módulo de saída a relé NA/NF isolado com 4 pontos de 5 a
264 Vca / 125 Vcc
SA Power

Compact GuardLogix

Segurança(1) 5069-IB8S Módulo de entrada de segurança sinking de 8 pontos de 18 a


32 Vcc
5069-IB8SK Módulo de entrada de segurança sinking com proteção contra
ambientes agressivos de 8 pontos de 18 a 32 Vcc
5069-OBV8S Módulo de saída de segurança de 8 pontos de 18 a 32 Vcc que
pode ser usado da seguinte forma:
• Módulo de saída bipolar
• Módulo de saída sourcing
5069-OBV8SK Módulo de saída de segurança com proteção contra
ambientes agressivos de 8 pontos de 18 a 32 Vcc que pode ser
usado da seguinte forma:
• Módulo de saída bipolar
• Módulo de saída sourcing
(1) Pode-se usar os módulos de segurança nas aplicações com classificação até, e inclusive, SIL CL3, PLe, cat. 4,
conforme definido na IEC 61508, IEC 61511, IEC 62061 e ISO 13849-1.

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 19


Capítulo 1 Operação do módulo digital em um sistema de controle

Visão geral do módulo A figura 1 mostra as partes de um módulo de digital Compact 5000 I/O.

Módulos padrões IMPORTANTE Os módulos de E/S de segurança Compact 5000 I/O têm a mesma
aparência frontal, com exceção de que os módulos de segurança têm uma
DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT

5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8


caixa vermelha.
MOD Power

Figura 1 - Exemplo de módulos digitais Compact 5000 I/O


SA Power

1 1
DC INPUT

2 2
CONTROLLER DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT

5069-L4200ERMW 5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8

R
UPS
R
5069-IB16 5069-IB8S
OK FAN 1
B B
RUN SD

FORCE FAN 2 F F

MP
3 3
NET B1
B1 LINK B1

NET A1

LINK A1

SA
NET A2 SPEED X1

A1 LINK A2 LINK X1

2 CompactLogix 5480

A2

4 4

Módulos de Segurança
SIL2 CPU OUTPUT OUTPUT

5069-L3100ERMS2 5069-IB8S 5069-IB8S 5069-OBV8S 5069-OBV8S


MOD Power
SA Power

Compact GuardLogix

20 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Operação do módulo digital em um sistema de controle Capítulo 1

Tabela 5 - Partes do módulo de E/S digital Compact 5000 I/O


Item Item Descrição
1 Trava do trilho DIN Trava o módulo no trilho DIN.
2 Indicadores de status Módulos padrões:
do módulo e de energia • STATUS — exibe o status de comunicação e condição do módulo.
Módulos de Segurança:
• MOD Status — exibe o status de comunicação e condição do módulo.
• SA — mostra se a força SA é aplicada ao módulo.
3 Indicadores de status Exibe o status do ponto de entrada/saída.
de E/S
4 Peças de intertravamento Instala de forma segura módulos de E/S digital Compact 5000 I/O no sistema.
5 Cabo do borne removível Ancora o borne removível no módulo.
6 Borne removível Fornece uma interface de fiação para o módulo.
7 Conectores do Passam energia no lado do sistema e no lado do campo pelo circuito
barramento de força interno do módulo em um sistema Compact 5000 I/O. Os conectores são
do MOD e barramento de isolados uns dos outros.
força SA
8 Aba inferior do borne Liga o borne removível ao módulo para iniciar a instalação.
removível
9 Gancho inferior Usado com presilha do cabo após ligar o módulo.

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 21


Capítulo 1 Operação do módulo digital em um sistema de controle

Módulos de E/S locais ou Pode-se usar os módulos digitais Compact 5000 I/O como módulo de E/S
locais ou remotos, com algumas restrições baseadas no tipo de controlador e
módulos de E/S remotos módulo. Requisitos de compatibilidade se aplicam e são descritos na
Compatibilidade do controlador e do software na página 16.

Módulos de E/S locais

Quando os módulos digitais Compact 5000 I/O residem no mesmo sistema


como o controlador, os módulos são módulos de E/S locais.

Os módulos de E/S locais são instalados à direita do controlador e trocam


dados com o controlador por meio do backplane do sistema.

Figura 2 - Módulos digitais Compact 5000 I/O locais

Controlador CompactLogix 5380 Módulos padrão local Controlador CompactLogix 5480 Módulos padrão local
Compact 5000 I/O Compact 5000 I/O

DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT CONTROLLER DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT

5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8 5069-L4200ERMW 5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8

UPS
R R
OK FAN 1
B B
RUN SD

FORCE FAN 2 F F
MOD Power

MP

NET B1
B1 LINK B1

NET A1
SA Power

LINK A1

SA
NET A2 SPEED X1

A1 LINK A2 LINK X1

2 CompactLogix 5480

A2

Controlador Compact GuardLogix 5380 Módulos digitais


Compact 5000 I/O locais

SIL2 CPU OUTPUT DC INPUT ANALOG OUTPUT COUNTER

5069-L3100ERMS2 5069-IB8S 5069-OBV8S 5069-IB16 5069-OF8 5069-HSC2xOB4


MOD Power
SA Power

Compact GuardLogix

22 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Operação do módulo digital em um sistema de controle Capítulo 1

Módulos de E/S remotos

Quando os módulos digitais Compact 5000 I/O residem em um local


separado dos controladores Logix 5000, eles são módulos de E/S remotos.
Módulos digitais Compact 5000 de E/S remotos estão acessíveis em uma rede
EtherNet/IP™ através do adaptador EtherNet/IP Compact 5000 I/O.

Os módulos são instalados à direita do adaptador e trocam dados por meio do


backplane do sistema remoto. Os dados são então trocados com o
controlador na rede EtherNet/IP.

IMPORTANTE Lembre-se de que algumas restrições se aplicam ao usar remotamente os


módulos de E/S. Por exemplo, você pode usar os módulos de E/S de
segurança Compact 5000 I/O como módulos de E/S remotos somente nos
sistemas de controle Compact GuardLogix 5380 ou GuardLogix 5380.

A figura 3 mostra os módulos padrão Compact 5000 I/O remotos em um


exemplo de sistema de controle CompactLogix 5380.

Figura 3 - Módulos padrão Compact 5000 I/O remotos em uma aplicação de controle
CompactLogix 5380.

Controlador CompactLogix 5380


Módulos padrão de E/S Compact 5000
Adaptador EtherNet/IP Compact 5000 I/O
DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT COUNTER Módulos padrão de E/S Compact 5000
5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8 5069-HSC2xOB4

DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT COUNTER


MOD Power

5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8 5069-HSC2xOB4


SA Power

Compact 5000™
Compact 5000™I/O
I/O

Switch Stratix® 5400


F1 F9

F2 F10

F3 F11

F4 F12

F5 F13

F6 F14

F7 F15

F8 F16

Terminal PanelView™ Plus 7

DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT COUNTER

5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8 5069-HSC2xOB4

Compact 5000™
Compact 5000™I/O
I/O

527

Adaptador EtherNet/IP Compact 5000 I/O


Módulos padrão de E/S Compact 5000
Inversor de frequência Inversor de frequência
PowerFlex® 527 Kinetix® 5500

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 23


Capítulo 1 Operação do módulo digital em um sistema de controle

A figura 4 mostra os módulos de E/S de segurança Compact 5000 I/O


remotos em uma aplicação de controle Compact GuardLogix 5380.

Figura 4 - Módulos de E/S de segurança Compact 5000 I/O remotos em uma aplicação de
controle CompactLogix 5380.

Controlador Compact GuardLogix 5380


Módulos digitais Compact 5000 I/O
Adaptador EtherNet/IP Compact 5000 I/O
SIL2 CPU OUTPUT ANALOG OUTPUT COUNTER Módulos de E/S de segurança Compact 5000 I/O
5069-L3100ERMS2 5069-IB8S 5069-IB8S 5069-OBV8S 5069-OF8 5069-HSC2xOB4

OUTPUT OUTPUT

MOD Power
5069-IB8S 5069-IB8S 5069-OBV8S 5069-OBV8S

MOD Power
SA Power
Compact GuardLogix

SA Power
Compact 5000™ I/O

Switch Stratix 5400


F1 F9

F2 F10

F3 F11

F4 F12

F5 F13

F6 F14

F7 F15

F8 F16

Terminal PanelView Plus 7

OUTPUT OUTPUT

5069-IB8S 5069-IB8S 5069-OBV8S 5069-OBV8S

Compact 5000™ I/O

527

Adaptador EtherNet/IP Compact 5000 I/O


Módulos de E/S de segurança Compact 5000 I/O
Inversor de frequência Inversor de frequência
PowerFlex 527 Kinetix 5500

24 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Operação do módulo digital em um sistema de controle Capítulo 1

A figura 5 mostra os módulos de E/S de segurança Compact 5000 I/O


remotos em uma aplicação de controle GuardLogix 5580.

Figura 5 - Módulos de E/S de segurança Compact 5000 I/O remotos em uma aplicação de
controle GuardLogix 5580.

Controlador de segurança GuardLogix 5580


Parceiro de segurança GuardLogix 1756-L8SP
Adaptador EtherNet/IP Compact 5000 I/O
Módulos de E/S de segurança Compact 5000 I/O
Logix5584ES™ Logix55L8SP™ DC INPUT

NET

LINK

RUN FORCE SD OK OK
OUTPUT OUTPUT

REM
RUN PROG

5069-IB8S 5069-IB8S 5069-OBV8S 5069-OBV8S

MOD Power
SA Power
Compact 5000™ I/O

Switch Stratix 5400


F1 F9

F2 F10

F3 F11

F4 F12

F5 F13

F6 F14

F7 F15

F8 F16

Terminal PanelView Plus 7

OUTPUT OUTPUT

5069-IB8S 5069-IB8S 5069-OBV8S 5069-OBV8S

Compact 5000™ I/O

527

Adaptador EtherNet/IP Compact 5000 I/O


Módulos de E/S de segurança Compact 5000 I/O
Inversor de frequência Inversor de frequência
PowerFlex 527 Kinetix 5500

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 25


Capítulo 1 Operação do módulo digital em um sistema de controle

Acesso seguro ao sistema Para garantir acesso a um controlador Logix 5000, adaptador Compact 5000
EtherNet/IP ou módulo de E/S somente por usuários autorizados, considere
as seguintes opções:
Módulos padrões
DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT

• A senha protege a fonte e a execução do programa de controle.


5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8
MOD Power

• Implemente dispositivos EtherNet/IP de acordo com as arquiteturas e


conceitos recomendados. Consulte Converged Plantwide Ethernet
(CPwE) Design and Implementation Guide, publicação ENET-TD001.
SA Power

• Implemente barreiras físicas como gabinetes com trancas


CONTROLLER DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT

Para proteger o acesso ao sistema, considere as seguintes opções:


5069-L4200ERMW 5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8

UPS
R R
OK FAN 1
B B
RUN SD

FORCE FAN 2 F F

MP

B1
NET B1

LINK B1
• Siga as melhores práticas da indústria para proteger os
microcomputadores e servidores, incluindo antivírus/anti-malware e a
NET A1

LINK A1

SA
NET A2 SPEED X1

A1 LINK A2 LINK X1

aplicação de soluções de lista branca.


1

2 CompactLogix 5480

A2

As recomendações são publicadas na Central de suporte técnico da


Módulos de Segurança Rockwell Automation® no artigo da Knowledgebase Orientações para
proteção ao cliente Rockwell Automation, #546987.
SIL2 CPU OUTPUT OUTPUT

5069-L3100ERMS2 5069-IB8S 5069-IB8S 5069-OBV8S 5069-OBV8S

A central de suporte técnico está disponível em:


MOD Power

https://rockwellautomation.custhelp.com/.
SA Power

Compact GuardLogix
• Desenvolva e implemente políticas e procedimentos de backup e de
recuperação de desastres. Teste os backups regularmente.

• Minimize a exposição da rede para todos os sistemas e dispositivos do


sistema de controle e confirme que não possam ser acessados a partir da
Internet.

• Posicione as redes e dispositivos do sistema de controle por trás de


firewalls e isole-os da rede de negócios.

• Inscreva-se no Índice de assessoramento de segurança industrial, artigo


da Knowledgebase #54102 no centro de suporte técnico da
Rockwell Automation para que tenha acesso às informações sobre
questões de segurança que afetam os produtos Rockwell Automation.

A central de suporte técnico está disponível em:


https://rockwellautomation.custhelp.com/.

26 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Operação do módulo digital em um sistema de controle Capítulo 1

Propriedade Cada módulo de E/S em um sistema de controle Logix 5000 deve ser
propriedade de um controlador, também conhecido como controlador-
proprietário. Quando um módulo digital Compact 5000 I/O é usado em um
Módulos padrões
sistema de controle Logix 5000, o controlador-proprietário faz o seguinte:
DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT

• Armazena dados de configuração para todos os módulos possuídos.


5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8
MOD Power

• Pode residir em um local diferente dos módulos digitais


Compact 5000 I/O.
SA Power

• Envia dados de configuração do módulo de E/S para definir o


CONTROLLER DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT

comportamento do módulo e começar sua operação no sistema de


controle.
5069-L4200ERMW 5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8

UPS
R R
OK FAN 1
B B
RUN SD

FORCE FAN 2 F F

MP

B1
NET B1

LINK B1
Cada módulo digital Compact 5000 I/O deve manter a comunicação
contínua com seu controlador-proprietário durante a operação normal.
NET A1

LINK A1

SA
NET A2 SPEED X1

A1 LINK A2 LINK X1

2 CompactLogix 5480

A2

IMPORTANTE Os seguintes módulos estão limitados a um controlador-proprietário:


Módulos de Segurança • Módulos de saída padrão Compact 5000 I/O
SIL2 CPU OUTPUT OUTPUT
• Módulos de E/S de segurança Compact 5000 I/O
5069-L3100ERMS2 5069-IB8S 5069-IB8S 5069-OBV8S 5069-OBV8S
MOD Power

Múltiplos proprietários de módulos de entrada padrão


SA Power

Compact GuardLogix

Compact 5000 I/O


Múltiplos controladores Logix 5000 podem conectar os módulos de entrada
padrão Compact 5000 I/O como controladores -proprietários.

Neste caso, devem existir as condições a seguir:

• Os controladores mantêm a mesma configuração.

• A configuração em cada controlador utiliza uma conexão de dados ao


módulo de entrada.

• O primeiro controlador a fazer uma conexão ao módulo de entrada é o


único controlador que pode alterar a conexão. Desta forma, ele é
‘proprietário’ da configuração do módulo.

IMPORTANTE Se o controlador que tem a propriedade da configuração do


módulo alterar a configuração, os outros controladores não são
notificados da alteração.
Para obter mais informações, consulte Alterações de configuração
em um módulo de entrada padrão com múltiplos proprietários na
página 28.

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 27


Capítulo 1 Operação do módulo digital em um sistema de controle

• Os controladores que mantêm, mas não “possuem”, a configuração do


módulo são similares a controladores em modo de escuta.

A diferença entre os controladores é que aqueles que mantêm, mas não


são proprietários da configuração do módulo, podem usar uma
conexão Multicast ou Unicast na rede EtherNet/IP.

Para obter mais informações sobre controladores do modo de escuta,


consulte Modo de escuta na página 55.

Alterações de configuração Você deve ter cuidado ao alterar os dados de configuração de um módulo de
entrada em um cenário de múltiplos proprietários. Se os dados de configuração
em um módulo de entrada forem alterados no proprietário A e enviados ao módulo, os dados de
padrão com múltiplos configuração alterados são aceitos como a nova configuração para o módulo.
proprietários O proprietário B continua a escutar sem saber se houve alguma alteração no
comportamento do módulo de entrada, conforme ilustrado abaixo.

Figura 6 - Alterações na configuração do módulo com múltiplos proprietários

DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT COUNTER DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT DC OUTPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT COUNTER

5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8 5069-HSC2xOB4 5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-OB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8 5069-HSC2xOB4
MOD Power

MOD Power
MOD Power
SA Power

SA Power
SA Power

Compact 5000™ I/O

O controlador A envia uma nova configuração ao módulo. O controlador B desconhece quaisquer alterações de configuração.

IMPORTANTE Uma mensagem na aplicação Logix Designer o alerta sobre a possibilidade


de uma situação de múltiplos controladores-proprietários e permite inibir
a conexão antes de alterar a configuração do módulo. Ao alterar a
configuração de um módulo com múltiplos proprietários, recomendamos
inibir a conexão.

28 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Operação do módulo digital em um sistema de controle Capítulo 1

Para impedir que outros controladores-proprietários recebam dados


potencialmente errados, use as etapas a seguir ao alterar a configuração de um
módulo em um cenário de múltiplos proprietários enquanto estiver on-line.

1. Para cada controlador-proprietário, iniba a conexão com o módulo no


software na guia Connection ou na caixa de diálogo de mensagem que
avisa sobre a condição de múltiplos proprietários.
2. Faça as alterações apropriadas nos dados de configuração no software.

Para obter mais informações sobre como usar a aplicação Logix


Designer para alterar a configuração, consulte o seguinte:
– Módulos padrão — Capítulo 6, Configurar um módulo padrão na
página 147
– Módulos de segurança — Capítulo 7, Configurar e substituir os
módulos de segurança na página 187
3. Repita a etapa 1 e a etapa 2 para todos os controladores-proprietários,
fazendo exatamente as mesmas alterações em cada um.
4. Desmarque a caixa de seleção Inhibit em cada configuração de
controlador-proprietário.

Construir um sistema Antes de usar os módulos digitais Compact 5000 I/O, você deve completar
tarefas com base nos módulos usados: módulo de E/S remoto ou módulo de
E/S local.
Módulos padrões
DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT

5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8

Módulos de E/S locais


MOD Power

Conclua as etapas a seguir.


SA Power

1. Instale um controlador CompactLogix 5380, CompactLogix 5480 ou


CONTROLLER DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT
Compact GuardLogix 5380.
5069-L4200ERMW 5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8

UPS
R R
OK FAN 1
B B
RUN SD

FORCE FAN 2 F F

IMPORTANTE Deve-se usar um controlador Compact GuardLogix 5380 se os


módulos de E/S digital local Compact 5000 I/O incluírem módulos
MP

NET B1
B1 LINK B1

A1
NET A1

LINK A1

NET A2 SPEED X1
SA
de segurança.
LINK A2 LINK X1

A2
CompactLogix 5480

Para obter mais informações sobre compatibilidade do


controlador, consulte a Compatibilidade do controlador e do
software na página 16.
Módulos de Segurança
SIL2 CPU OUTPUT OUTPUT
2. Instale os módulos à direita do controlador.
5069-L3100ERMS2 5069-IB8S 5069-IB8S 5069-OBV8S 5069-OBV8S

3. Instale a terminação no último módulo no sistema local.


MOD Power

IMPORTANTE A terminação em um sistema de controle CompactLogix 5380,


SA Power

Compact GuardLogix

CompactLogix 5480 ou Compact GuardLogix 5380 cobre a


interconexão exposta no último módulo no trilho DIN.
Se não instalar uma terminação no último módulo no trilho DIN,
podem ocorrer danos ao equipamento ou ferimentos pessoais.

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 29


Capítulo 1 Operação do módulo digital em um sistema de controle

Módulos de E/S remotos

Conclua o seguinte:

1. Instale um controlador que seja compatível com os módulos remotos


digitais Compact 5000 I/O a serem usados na aplicação através de uma
rede EtherNet/IP.

IMPORTANTE Lembre-se de que você deve usar um controlador


Compact GuardLogix 5380 ou GuardLogix 5580 se a definição dos
módulos de E/S digital remotos Compact 5000 I/O incluir módulos
de segurança.
Para obter mais informações sobre compatibilidade do controlador,
consulte a Compatibilidade do controlador e do software na
página 16.

2. Instale uma rede EtherNet/IP.


3. Conecte o controlador à rede.
4. Instale um adaptador EtherNet/IP Compact 5000 I/O.
5. Conecte o adaptador à rede.
6. Instale os módulos digitais Compact 5000 I/O à direita do adaptador.
7. Instale a terminação no último módulo no sistema local.

IMPORTANTE A terminação em um sistema de controle CompactLogix 5380,


CompactLogix 5480 ou Compact GuardLogix 5380 cobre a
interconexão exposta no último módulo no trilho DIN.
Se não instalar uma terminação no último módulo no trilho DIN,
podem ocorrer danos ao equipamento ou ferimentos pessoais.

Para obter informações sobre como instalar os controladores compatíveis, os


adaptadores e os módulos Compact 5000 I/O, consulte as publicações
listadas na tabela 2 na página 12.

30 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Operação do módulo digital em um sistema de controle Capítulo 1

Use um módulo de reserva de endereço 5069-ARM para reservar


um endereço do nó

Cada módulo digital Compact 5000 I/O tem um único endereço do nó em


um sistema. Conforme os módulos são instalados, os endereços do nó
aumentam. O projeto da aplicação Logix Designer inclui módulos na
configuração de E/S que correspondem aos módulos físicos.

Se um módulo não estiver disponível durante a instalação e operação inicial


do sistema, pode-se usar um módulo de reserva de endereço 5069-ARM para
reservar o slot no sistema. Ou seja, instale o módulo de reserva de endereço
5069-ARM para reservar o endereço do nó. O módulo de reserva de
endereço permanece instalado até que o módulo de E/S esteja disponível.

Ao instalar o módulo de reserva de endereço, verifique também se os módulos


instalados posteriormente estão localizados no endereço do nó correto.

Use a entrada correspondente no projeto da aplicação Logix Designer para


reservar o endereço do nó. Ou seja, quando você adiciona módulos à árvore
de configuração de E/S no projeto, adiciona-se um módulo de reserva de
endereço no endereço do nó que corresponde ao local físico do módulo.

Figura 7 - Sistema de controle CompactLogix 5380 com módulo de reserva


de endereço 5069-ARM
Módulo de reserva de endereço 5069-ARM

DC INPUT DC INPUT DC INPUT ADDRESS RESERVE ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT SERIAL

5069-IB16 5069-IB16 5069-IB16F 5069-ARM 5069-IY4 5069-OF8 5069-SERIAL

CH0 TXD
CH0 RXD
CH1 TXD
CH1 RXD
MOD Power
SA Power

Quando a E/S torna-se disponível, execute as tarefas a seguir.

1. Remova o módulo 5069-ARM do sistema.


2. Instale o módulo de E/S no slot que anteriormente continha o módulo
5069-ARM.
3. Substitua a entrada do módulo 5069 -ARM na seção de configuração
de E/S do projeto da aplicação Logix Designer por um novo módulo
de E/S.

Para obter mais informações sobre como usar um módulo de


5069-ARM em um projeto da aplicação Logix Designer, consulte
Reservar um slot do módulo de E/S na página 156.

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 31


Capítulo 1 Operação do módulo digital em um sistema de controle

Alimentação dos módulos Os módulos digitais Compact 5000 I/O recebem os seguintes tipos de
alimentação do primeiro componente no sistema, ou seja, o controlador
ou adaptador:
Módulos padrões
• Alimentação no lado do sistema — energiza o sistema e deixa os
módulos transferirem dados e executarem a lógica.
DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT

5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8


MOD Power

A alimentação do lado do sistema é fornecida através do conector de


alimentação do módulo (MOD) e é passada para cada módulo a
SA Power

medida que ele é adicionado ao sistema.

A alimentação no lado do sistema também é conhecida como força


do MOD.
CONTROLLER DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT

5069-L4200ERMW 5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8

UPS
R R
OK FAN 1
B B
RUN SD

FORCE FAN 2 F F

MP
• Alimentação no lado do campo — energiza os dispositivos no lado do
B1
NET B1

LINK B1

NET A1
campo conectados a alguns módulos digitais Compact 5000 I/O.
LINK A1

SA
NET A2 SPEED X1

A1 LINK A2 LINK X1

2 CompactLogix 5480

A2 A alimentação no lado do campo é fornecida através do conector de


força do sensor/atuador (SA) e é passada para cada módulo à medida
que ele é adicionado ao sistema.
Módulos de Segurança
SIL2 CPU OUTPUT OUTPUT
A energia no lado do campo também é conhecida como força SA.
5069-L3100ERMS2 5069-IB8S 5069-IB8S 5069-OBV8S 5069-OBV8S

A alimentação começa no dispositivo mais à esquerda no sistema e passa por


MOD Power

todo o circuito interno do módulo de E/S através dos barramentos de força.


O barramento de força do MOD e os barramentos de força SA são isolados
SA Power

um do outro. O dispositivo mais à esquerda é um controlador ou um


Compact GuardLogix

adaptador EtherNet/IP.

IMPORTANTE Lembre-se do seguinte:


• Um sistema tem apenas um barramento de força do MOD.
• Um sistema pode ter vários barramentos de força SA. O primeiro
barramento de força SA inicia basicamente no controlador ou adaptador,
e os distribuidores de tensão de campo 5069-FPD permitem estabelecer
novos barramentos de força SA no mesmo sistema.
Para obter mais informações, consulte Use um distribuidor de tensão
de campo 5069-FPD para estabelecer novos barramentos de força SA
na página 34.

• Somente controladores Compact GuardLogix 5380:


– Deve-se usar uma fonte de alimentação listada SELV/PELV para
fornecer força do MOD e força SA ao controlador.
– Requisitos adicionais existem quando você liga um aplicativo de
segurança funcional que inclui módulos de E/S de segurança
Compact 5000 I/O.
Para obter mais informações sobre esses requisitos, consulte Consumo
de energia quando usar os módulos de E/S de segurança Compact
5000 I/O na página 36.

32 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Operação do módulo digital em um sistema de controle Capítulo 1

IMPORTANTE Lembre-se do seguinte:


• Módulos tipo CC e módulos tipo CA devem estar em barramentos
de força SA separados.
Os seguintes módulos de E/S digital Compact 5000 I/O são módulos do
tipo CC:
– 5069-IB8S
– 5069-IB8SK
– 5069-IB16
– 5069-IB16F
– 5069-IB16K
– 5069-IB6F-3W
– 5069-OB8
– 5069-OBV8S
– 5069-OBV8SK
– 5069-OB16
– 5069-OB16F
– 5069-OB16K
– 5069-OW4I
– 5069-OW16
– 5069-OX4I
Os seguintes módulos de E/S digital Compact 5000 I/O são módulos do
tipo CA:
– 5069-IA16
– 5069-OA16
Para obter mais informações sobre como estabelecer novos
barramentos de força SA, consulte a página 34.

Para obter mais informações sobre como ligar os módulos digitais Compact
5000 I/O locais, consulte o seguinte:
– Manual do usuário dos controladores CompactLogix 5380 e
Compact GuardLogix 5380, publicação 5069-UM001
– Manual do usuário dos controladores CompactLogix 5480,
publicação 5069-UM002

Para obter mais informações sobre como ligar módulos digitais


Compact 5000 I/O remotos, consulte o Compact 5000 EtherNet/IP
Adapters User Manual, publicação 5069-UM007.

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 33


Capítulo 1 Operação do módulo digital em um sistema de controle

Use um distribuidor de tensão de campo 5069-FPD


para estabelecer novos barramentos de força SA

O distribuidor de tensão de campo 5069-FPD permite alterar a fonte de


distribuição de alimentação no lado do campo para os módulos Compact
5000 I/O à direita do distribuidor de tensão de campo. O distribuidor de
potência de campo passa os sinais do barramento de força MOD para o
próximo módulo do sistema.

Você pode usar um distribuidor de tensão de campo 5069-FPD para


estabelecer um novo barramento de força SA em um sistema. O distribuidor
de potência de campo bloqueia a corrente que passa através do barramento de
força SA para a esquerda do distribuidor de potência de campo. Em seguida,
ele estabelece um novo barramento de força SA para módulos à direita.

O novo barramento de alimentação SA se estende até o último módulo do


sistema ou até outro distribuidor potencial de campo estabelecer outro
barramento de alimentação SA.

O barramento de alimentação SA estabelecido por um distribuidor potencial


de campo funciona da mesma forma que o barramento de alimentação SA
estabelecido por um controlador ou um adaptador.

A figura 8 mostra um sistema CompactLogix 5380 que inclui um distribuidor


de tensão de campo que isola módulos tipos CC dos módulos tipos CA.

Figura 8 - Sistema do controlador CompactLogix 5380 com distribuidor de tensão de campo


5069-FPD

Distribuidor de energia de campo 5069-FPD

DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT DC OUTPUT FIELD POWER

5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-OB16 5069-FPD


MOD Power

Barramento de força SA Barramento de força SA


para módulos tipo CC para módulos tipo CA
SA Power

34 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Operação do módulo digital em um sistema de controle Capítulo 1

IMPORTANTE Você deve instalar os módulos tipo CC e os módulos tipo CA em


barramentos de força SA separados.
Você usa distribuidores potenciais de campo 5069-FPD para estabelecer
barramentos de força SA separados do barramento de força SA estabelecido
pelo controlador ou pelo adaptador.
Para instalar módulos em barramentos de força SA separados, conclua as
etapas a seguir.
1. Instale o controlador ou o adaptador.
O controlador ou o adaptador estabelece o primeiro barramento de
força SA.
2. Instale um tipo de módulo à direita do controlador ou do adaptador,
por exemplo, módulos do tipo DC.
3. Instale um distribuidor potencial de campo 5069-FPD.
O distribuidor potencial de campo estabelece um novo barramento de
força SA isolado do primeiro.
4. Instale o outro tipo de módulo à direita do distribuidor potencial de
campo, por exemplo, módulos do tipo AC.
Requisitos adicionais se aplicam quando você usa um distribuidor de
tensão de campo 5069-FPD em um sistema local ou remoto com módulos
de E/S de segurança Compact 5000 I/O.
Para obter mais informações sobre os requisitos adicionais, consulte a
Consumo de energia quando usar os módulos de E/S de segurança
Compact 5000 I/O na página 36.

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 35


Capítulo 1 Operação do módulo digital em um sistema de controle

Consumo de energia quando usar os módulos de E/S de segurança


Compact 5000 I/O

Esta seção descreve os requisitos aplicados quando você conecta força do


MOD e força SA a um sistema que inclui ambos os tipos de módulos digitais
Compact 5000 I/O.

Há certa variação nos requisitos com base nos módulos de segurança usados:
módulo de E/S remoto ou módulo de E/S local. Ou seja, se os módulos são
instalados em um sistema Compact GuardLogix 5380 ou em um sistema
Compact 5000 I/O acessível na rede EtherNet/IP.

Ligue um sistema Compact GuardLogix 5380 que inclua módulos de E/S de segurança
Compact 5000 I/O

A tabela 6 descreve os requisitos aplicados ao conectar a força do MOD e a


força SA a um sistema Compact GuardLogix 5380 com uma combinação de
módulos padrão e de segurança.
Tabela 6 - Conecte alimentação a um sistema Compact GuardLogix 5380 com módulos de E/S padrão e de segurança Compact 5000 I/O
Tipo de Especificações Exemplo de sistema
alimen-
tação
Alimen- • Deve-se usar uma fonte de
tação alimentação de 24 Vcc listada Fonte de alimentação +
MOD SELV/PELV para fornecer força do 24V DC
SELV/PELV -
MOD ao controlador.
• O consumo total de corrente
contínua no barramento de força
do MOD não deve ser maior que SIL2 CPU OUTPUT DC INPUT DC OUTPUT

5 A (máx.) a 18 a 24 V cc. 5069-L3100ERMS2 5069-IB8S 5069-OBV8S 5069-IB16 5069-OB16

Recomendamos calcular o
consumo total de corrente do Alimentação MOD
barramento de força do MOD
MOD Power

conforme os módulos são


instalados.
SA Power

Compact GuardLogix

36 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Operação do módulo digital em um sistema de controle Capítulo 1

Tabela 6 - Conecte alimentação a um sistema Compact GuardLogix 5380 com módulos de E/S padrão e de segurança Compact 5000 I/O
Tipo de Especificações Exemplo de sistema
alimen-
tação
Alimen- • Deve-se usar uma fonte de
tação SA: alimentação listada SELV/PELV
para fornecer força SA ao
controlador. SIL2 CPU OUTPUT DC INPUT FIELD POWER FIELD POWER OUTPUT

• Deve-se usar uma fonte de


alimentação de 24 Vcc para 5069-L3100ERMS2 5069-IB8S 5069-OBV8S 5069-IB16 5069-FPD 5069-FPD 5069-IB8S 5069-OBV8S

fornecer força SA ao controlador.


Módulos de E/S de Módulos de E/S padrão
• O consumo total de corrente segurança Compact 5000 I/O Módulos de E/S

MOD Power
contínua no barramento de força Compact 5000 I/O de de segurança
e módulos de entrada 120/240 Vca
SA não deve ser superior a 5 A padrão de 24 Vcc Compact 5000 I/O
(máx.) a 18 a 24 V cc.
• Pode-se instalar somente módulos
de E/S de segurança Compact 5000 Alimentação SA Alimentação SA Alimentação SA

SA Power
I/O e módulos padrões tipo CC sem
relé próximos ao controlador de Compact GuardLogix

segurança.
IMPORTANTE: esse requisito está
relacionado ao controlador, não
aos módulos de E/S.
Entretanto, pode-se instalar + 120/ + +
módulos de segurança e módulos 24V DC 24V DC
- 240 Vca - -
tipo CC sem relé à direita de um
distribuidor de tensão de campo
5069-FPD.
• Caso instale módulos de
segurança à direita de um
distribuidor de tensão de campo,
você deve usar uma fonte de Fonte de Fonte de alimentação não listada SELV/PELV Fonte de
alimentação listada SELV/PELV alimentação listada Os módulos neste barramento de força SA são alimentação listada
para fornecer força SA. SELV/PELV módulos de 120/240 Vca. SELV/PELV
• Deve-se isolar os seguintes Esta fonte de alimentação também pode ser uma
grupos de módulos nos fonte de alimentação de 24 Vcc não listada SELV/PELV,
barramentos de força SA se necessário, com base na configuração do sistema.
separados: O isolamento elétrico entre alimentação SA e
– Módulo de segurança e alimentação SA adjacente fornecido pelo distribuidor
módulo padrão tipo CC sem de tensão de campo 5069-FPD tem classificação de
relé tipo de isolamento (contínuo) 240 Vca.
– Módulos tipo CC com relé
– Módulos tipo CA
• Caso instale módulos tipo CA,
você deve instalá-los à direita de
um distribuidor de tensão de
campo. A fonte de alimentação
de 120/240 Vca que fornece força
SA não precisa ser listada SELV/PELV.
• Caso instale módulos padrão tipo
CC com relé, você deve instalá-los
à direita de um distribuidor de
tensão de campo. A fonte de
alimentação de 24 Vcc que
fornece força SA não precisa ser
listada SELV/PELV.

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 37


Capítulo 1 Operação do módulo digital em um sistema de controle

Ligue um sistema Compact 5000 I/O remoto que inclua módulos de E/S de segurança
Compact 5000 I/O

A tabela 7 descreve os requisitos aplicados ao conectar a força do MOD e


a força SA a um sistema Compact 5000 I/O com módulos padrão e
de segurança.
Tabela 7 - Conecte alimentação a um sistema Compact 5000 I/O com módulos padrão e de segurança
Tipo de Especificações Exemplo de sistema
alimen-
tação
Alimen- • Deve-se usar uma fonte de
tação alimentação listada SELV/PELV Fonte de alimentação +
MOD para fornecer força do MOD ao SELV/PELV 24V DC -
controlador.
• O consumo total de corrente
contínua no barramento de força
do MOD não deve ser maior que OUTPUT DC INPUT DC OUTPUT

10 A (máx.) a 18 a 24 V cc. 5069-IB8S 5069-OBV8S 5069-IB16 5069-OB16

Recomendamos calcular o
consumo total de corrente do
barramento de força do MOD
conforme os módulos são
instalados.
Alimentação MOD

Compact 5000™ I/O

Alimen- • Deve-se usar uma fonte de


tação SA alimentação listada SELV/PELV
para fornecer força SA ao
adaptador. OUTPUT DC INPUT FIELD POWER FIELD POWER OUTPUT

• Deve-se usar uma fonte de 5069-IB8S 5069-OBV8S 5069-IB16 5069-FPD 5069-FPD 5069-IB8S 5069-OBV8S

alimentação de 24 Vcc para


fornecer força SA ao adaptador. Módulos de E/S de Módulos de E/S Módulos de E/S de
• O consumo total de corrente segurança Compact 5000 I/O padrão Compact 5000 segurança
e módulo de entrada padrão I/O de 120/240 Vca
contínua no barramento de força de 24 Vcc
Compact 5000 I/O
SA não deve ser superior a 5 A
(máx.) a 18 a 24 V cc.
• Caso instale módulos de
segurança à direita de um Alimentação SA Alimentação SA Alimentação SA
distribuidor de tensão de campo, Compact 5000™ I/O

você deve usar uma fonte de


alimentação listada SELV/PELV
para fornecer força SA.
• Deve-se isolar os seguintes grupos
de módulos nos barramentos de +
força SA separados: 24V DC - 120/ + +
– Módulo de segurança e 24V DC
240 Vca - -
módulo padrão tipo CC sem
relé
– Módulos tipo CC com relé
– Módulos tipo CA
• Caso instale módulos tipo CA,
você deve instalá-los à direita de Fonte de alimentação Fonte de alimentação não listada SELV/PELV Fonte de
um distribuidor de tensão de SELV/PELV Os módulos neste barramento de força SA são módulos alimentação
campo. A fonte de alimentação de de 120/240 Vca.
120/240 Vca que fornece força SA listada SELV/PELV
Portanto, esta deve ser uma fonte de alimentação de
não precisa ser listada SELV/PELV. 120/240 Vca. Entretanto, ela pode ser uma fonte de
• Caso instale módulos padrão tipo alimentação não listada SELV/PELV porque não há
CC com relé, você deve instalá-los módulos de segurança no barramento de força SA.
à direita de um distribuidor de A força SA para isolamento elétrico da força SA
tensão de campo. A fonte de adjacente que o distribuidor de tensão de campo
alimentação de 24 Vcc que
fornece força SA não precisa ser 5069-FPD fornece tem uma classificação de tipo de
listada SELV/PELV. isolamento reforçado de tensão de 240 Vca (contínua).

38 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Operação do módulo digital em um sistema de controle Capítulo 1

Configurar os módulos Você deve criar um projeto da aplicação Logix Designer para o controlador
que é proprietário dos módulos digitais Compact 5000 I/O. O projeto inclui
dados de configuração do módulo para o módulo.
Módulos padrões
DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT

A aplicação Logix Designer transfere o projeto para o controlador-proprietário


durante o download do programa. Os dados são então transferidos para os
5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8
MOD Power

módulos de E/S através do backplane ou de uma rede EtherNet/IP.

Os módulos de E/S podem operar imediatamente após o recebimento dos


SA Power

dados de configuração.

CONTROLLER

IMPORTANTE Esta seção mostra algumas telas da aplicação Logix Designer; não é uma
DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT

5069-L4200ERMW 5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8

descrição completa de como configurar um módulo.


UPS
R R
OK FAN 1
B B
RUN SD

FORCE FAN 2 F F

MP
• Para obter mais informações sobre como usar a aplicação Logix
Designer para configurar módulos de E/S padrão Compact 5000 I/O,
NET B1
B1 LINK B1

NET A1

LINK A1

SA

consulte o Capítulo 6, Configurar um módulo padrão na página 147.


NET A2 SPEED X1

A1 LINK A2 LINK X1

2 CompactLogix 5480

A2

• Para obter mais informações sobre como usar a aplicação Logix


Designer para configurar módulos de E/S de segurança Compact 5000,
Módulos de Segurança I/O consulte o Capítulo 7, Configurar e substituir os módulos
de segurança na página 187.
SIL2 CPU OUTPUT OUTPUT

5069-L3100ERMS2 5069-IB8S 5069-IB8S 5069-OBV8S 5069-OBV8S


MOD Power

Conexões com módulos digitais Compact 5000 I/O


SA Power

Compact GuardLogix

Durante a configuração do módulo você deve definir o módulo. Entre os


parâmetros Module Definition com módulos digitais Compact 5000 I/O,
deve-se escolher um tipo de conexão para o módulo. Uma conexão é um link
de transferência de dados em tempo real entre o controlador-proprietário e o
módulo que ocupa o slot ao qual a configuração se refere.

Quando você faz o download da configuração do módulo para um controlador,


este tenta estabelecer uma conexão com cada módulo na configuração.

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 39


Capítulo 1 Operação do módulo digital em um sistema de controle

Como parte da configuração do módulo inclui um número do slot no sistema


local ou remoto, o controlador-proprietário verifica a presença de um módulo
ali. Se um módulo é detectado, o controlador-proprietário envia a configuração.

Ocorre um dos seguintes eventos:

• Se a configuração for apropriada ao módulo detectado, uma conexão é


feita e a operação começa.

• Se a configuração não é apropriada ao módulo detectado, os dados são


rejeitados e a aplicação Logix Designer indica que ocorreu um erro.

A configuração pode não ser apropriada por várias razões. Por exemplo,
uma diferença na codificação eletrônica que ajuda a prevenir a operação
normal.

O controlador-proprietário monitora sua conexão com um módulo.


Qualquer quebra na conexão, por exemplo, a perda de energia para o sistema,
causa uma falha. A aplicação Logix Designer monitora os tags de status de
falha para indicar quando uma falha ocorre em um módulo.

Tipos de conexões que estão disponíveis com os módulos padrão Compact 5000 I/O

A opção Connection determina quais dados são trocados entre o controlador


-proprietário e o módulo.

A seguir, exemplos de caixas de diálogo Module Definition e opções


Connection disponíveis para os módulos padrão Compact 5000 I/O.
Módulo 5069-IB16F Módulo 5069-OA16

40 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Operação do módulo digital em um sistema de controle Capítulo 1

A tabela 8 descreve os tipos de conexões que você pode usar com módulos
padrão Compact 5000 I/O.

Tabela 8 - Conexões — módulos de E/S padrão Compact 5000 I/O


Descrição
Tipo de conexão: Módulos de entrada padrão Compact 5000 I/O Módulos de saída padrão Compact 5000 I/O
Data O módulo retorna o seguinte para o controlador-proprietário: O módulo retorna o seguinte para o controlador-proprietário:
• Dados gerais de entrada • Dados de falha geral
• Dados de falha geral • Dados de saída
• Dados do contador — não disponíveis para todos os módulos
Data with Events(1) O módulo retorna o seguinte para o controlador-proprietário: —
• Dados gerais de entrada
• Dados de falha geral
• Registro de data e hora dos dados de entrada
• Registro de data e hora dos dados de entrada de evento
• Dados de falha de evento
• Dados de entrada de evento
• Dados de saída de evento
• Dados do contador — não disponíveis para todos os módulos. Com os
módulos que podem fornecer dados do contador, eles somente os
fornecem com base na seleção de dados de entrada.
Dados em modo Quando uma conexão de dados em modo de escuta é usada, o controlador que fez a conexão não é proprietário da configuração do módulo.
de escuta O “controlador de escuta” apenas escuta os dados trocados entre o módulo e o controlador-proprietário, ou seja, os dados de entrada geral e os dados
de falha geral.
Para obter mais informações sobre conexões de Dados em modo de escuta, consulte a Modo de escuta na página 55.
(1) Dados com eventos estão disponíveis somente nos módulos de entrada padrão 5069-IB16F e 5069-IB6F-3W.

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 41


Capítulo 1 Operação do módulo digital em um sistema de controle

Tipos de dados disponíveis com módulos padrão Compact 5000 I/O

A definição do módulo inclui um parâmetro Data que corresponde ao tipo de


módulo. Os módulos de entrada padrão utilizam Input Data e os módulos de
saída padrão utilizam Output Data.

A escolha do tipo de módulo e da conexão determina as opções disponíveis de


Input Data e Output Data. Por exemplo, você pode configurar um módulo de
entrada 5069-IB16F para utilizar a opção Data with Events em Connection.
As opções resultantes em Input Data são Data with Events que incluem Data,
Packed Data ou Timestamped Data, conforme mostrado.

Entretanto, o módulo de entrada 5069-IB16 não é compatível com a opção


Data with Events em Connection. Como resultado, a opção Timestamped
Data de Input Data não está disponível.

Para obter mais informações sobre como usar os parâmetros Module


Definition com os módulos digitais Compact 5000 I/O, consulte o seguinte:
• Module Definition na página 160
• Ajuda on-line da aplicação Logix Designer

42 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Operação do módulo digital em um sistema de controle Capítulo 1

Conexões com módulos de E/S de segurança Compact 5000 I/O

Durante a configuração do módulo você deve definir o módulo. Entre os


parâmetros Module Definition com módulos de E/S de segurança Compact
5000 I/O, você deve escolher como o módulo será configurado.

A escolha depende se o projeto é baixado para o controlador que é proprietário


da configuração do módulo, ou seja, o controlador-proprietário, ou para um
controlador que esteja escutando os módulos de entrada em um projeto.

Um link de transferência de dados em tempo real é estabelecido entre o


controlador e o módulo que ocupa o slot ao qual a configuração se refere.

Quando você faz o download da configuração do módulo para um controlador,


este tenta estabelecer uma conexão com cada módulo na configuração.

Como parte da configuração do módulo inclui um número do slot no sistema


do controlador local Compact GuardLogix 5380 ou no sistema Compact
5000 I/O remoto, o controlador-proprietário verifica a presença de um
módulo ali. Se um módulo é detectado, o controlador-proprietário envia a
configuração. Ocorre um dos seguintes eventos:

• Se a configuração for apropriada ao módulo detectado, uma conexão é


feita e a operação começa.

• Se a configuração não é apropriada ao módulo detectado, os dados são


rejeitados e a aplicação Logix Designer indica que ocorreu um erro.

A configuração pode não ser apropriada por várias razões. Por


exemplo, uma diferença na codificação eletrônica que ajuda a prevenir
a operação normal.

O controlador-proprietário monitora sua conexão com um módulo.


Qualquer quebra na conexão, por exemplo, a perda de alimentação para um
sistema Compact 5000 I/O remoto, causa uma falha. A aplicação
Logix Designer monitora os tags de status de falha para indicar quando uma
falha ocorre em um módulo.

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 43


Capítulo 1 Operação do módulo digital em um sistema de controle

Opções “Configured By” disponíveis com os módulos de E/S de segurança Compact 5000 I/O

A opção “Configured By” determina quais dados são trocados entre o


controlador -proprietário e o módulo. A seguir, exemplos de caixas de diálogo
Module Definition e opções Connection disponíveis para os módulos de E/S
de segurança Compact 5000 I/O.

Módulo 5069-IB8S Módulo 5069-OBV8S

A tabela 8 descreve os tipos de conexões que você pode usar com módulos de
E/S de segurança Compact 5000 I/O.

Tabela 9 - Opções Configured By — módulos de E/S de segurança Compact 5000 I/O


Descrição
Opção Configured
By Módulos de entrada de segurança Compact 5000 I/O Módulo de saída de segurança Compact 5000 I/O
This Controller Esta escolha direciona o controlador a configurar o módulo.
O módulo retorna o seguinte para o controlador-proprietário: O módulo retorna o seguinte para o controlador-proprietário:
• Dados de falha geral • Dados de falha geral
• Dados de entrada de segurança • Dados de entrada de segurança
• Pontos de luz de prevenção de segurança • Dados de saída de segurança
IMPORTANTE: ao escolher This Controller, deve-se definir o modo de
saída utilizado pelo módulo, ou seja, modo de saída sourcing ou bipolar.
External Means Esta escolha direciona o controlador a estabelecer somente uma conexão de entrada de segurança. Quando se seleciona External Means, outro
controlador é proprietário do módulo.
Um controlador que usa esta opção não grava a configuração para o módulo ou controla as saídas de teste. Apenas escuta os dados trocados com o
controlador-proprietário. Ou seja, ele recebe os dados de entrada de segurança.
Para obter mais informações sobre a opção External Means, consulte a External Means na página 59. Neste caso, todas as outras conexões ao módulo,
por exemplo, a conexão ao controlador-proprietário deve também usar a opção Multicast.

44 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Operação do módulo digital em um sistema de controle Capítulo 1

Tipos de dados disponíveis com módulos de E/S de segurança Compact 5000 I/O

Na caixa de diálogo Module Definition para módulos de Compact 5000I/O,


deve-se configurar parâmetros de tipos de dados.

A tabela 10 descreve as opções de tipos de dados disponíveis com base no tipo


de módulo.
Tabela 10 - Módulo de E/S de segurança Compact 5000 I/O — tipos de dados
Código de catálogo Tipo de dados suportados Opções de tipos de dados
(1)
5069-IB8S, 5069-IB8SK Dados de entrada Dados de segurança
Dados do pacote de segurança
Dados de saída Não há um campo Output Data na caixa de diálogo Module Definition na aplicação Logix Designer para o
módulo 5069-IB8S. Entretanto, se habilitar Muting nos pontos 02 e/ou 03, os dados estarão disponíveis nos
tags de saída do módulo. Para obter mais informações sobre os tags do módulo, consulte o Apêndice B,
Definições de tags do módulo na página 227.
5069-OBV8S, Dados de entrada Dados de segurança
5069-OBV8SK(1) Dados do pacote de segurança
Dados de saída Dados de segurança
Dados do pacote de segurança
Nenhuma
IMPORTANTE: esse campo é definido automaticamente com base em como configurar os parâmetros
Configured By e Input Data na caixa de diálogo Module Definition.
Por exemplo, se configurar um módulo 5069-OBV8S para usar o parâmetro Configured By dos parâmetros This
Controller e Input Data dos dados de segurança, o campo Output Data é automaticamente definido para Safety
Data e outras opções estão disponíveis.
(1) Os códigos de catálogo do módulo com proteção contra ambientes agressivos não estão disponíveis na aplicação Logix Designer. Se sua aplicação usa um módulo com proteção contra ambientes
agressivos, escolha o código de catálogo de módulo sem proteção contra ambientes agressivos quando adicionar o módulo ao projeto.

Pontos de luz de prevenção de segurança disponíveis com o módulo de entrada de E/S de


segurança Compact 5000 I/O

O Module Definition para os módulos de entrada de segurança 5069-IB8S e


5069-IB8SK inclui o parâmetro Muting Lamp Points. Este parâmetro define
quais pontos de saída no módulo, se houver, estão conectados às luzes de
prevenção de segurança.

Há uma configuração de ponto de saída de teste correspondente quando uma


saída é configurada como uma saída de luz de prevenção de segurança. A
saída aciona uma luz de prevenção de segurança. Para obter mais informações,
consulte Operação da luz de prevenção de segurança na página 139.

IMPORTANTE Se o parâmetro Configured By for External Means, o parâmetro Muting


Lamp Points será desabilitado. Ele é definido automaticamente como
None.

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 45


Capítulo 1 Operação do módulo digital em um sistema de controle

Modo de saída disponível com módulo de entrada de segurança Compact 5000 I/O

O Module Definition para o módulo de saída de segurança 5069-OBV8S ou


5069-OBV8SK inclui o parâmetro Output Mode. Este parâmetro define se o
módulo está operando no modo Sourcing ou Bipolar.

IMPORTANTE Se o parâmetro Configured By for External Means, o parâmetro Output


Mode será desabilitado. Ele é definido automaticamente como None.

Para obter mais informações sobre os parâmetros Module Definition


disponíveis com os módulos de E/S digital Compact 5000, consulte a
aplicação Logix Designer.

Intervalo do pacote requisitado

O intervalo do pacote requisitado é um parâmetro configurável que define


uma taxa na qual o controlador-proprietário e o módulo trocam dados.

Você define o valor do RPI durante a configuração inicial do módulo e pode


ajustá-lo conforme necessário após a operação do módulo ter começado. Os
seguintes itens são valores válidos de intervalo do pacote requisitado:
• Módulos de E/S padrão Compact 5000 — 0,2 a 750 ms
• Módulos de E/S de segurança Compact 5000 — 2 a 500 ms

IMPORTANTE É possível alterar o intervalo do pacote requisitado enquanto o projeto


estiver on-line. Entretanto, se você alterar o intervalo do pacote
requisitado enquanto o projeto estiver on-line, a conexão com o módulo
será encerrada e restabelecida de uma das seguintes maneiras:
• Você inibe a conexão ao módulo, altera o valor do intervalo do pacote
requisitado e desinibe a conexão.
• Você altera o valor do intervalo do pacote requisitado. Neste caso, a
conexão é encerrada e restabelecida imediatamente depois de você
aplicar a alteração na configuração do módulo.

Limite de tempo de reação de conexão com módulos de E/S de segurança Compact 5000

Com módulos de E/S de segurança Compact 5000, a configuração do limite de


tempo de reação de conexão afeta o intervalo do pacote requisitado do módulo.

O limite de tempo de reação de conexão define o período previsto dos pacotes


de segurança na conexão associada. Se o atraso máximo da rede exceder o limite
de tempo de reação de conexão, ocorrerá uma falha de conexão.

46 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Operação do módulo digital em um sistema de controle Capítulo 1

Por padrão, o limite de tempo de reação de conexão é quatro vezes o intervalo


do pacote requisitado.

Use os valores-padrão para multiplicador de tempo-limite (2) e multiplicador


de atraso da rede (200). O valor do multiplicador de atraso da rede é referido
em porcentagem. Assim, 200 significa 200%.

IMPORTANTE Para determinar o que é apropriado, analise cada canal de segurança.


O multiplicador de tempo-limite padrão de 2 e o multiplicador de atraso
da rede de 200 criarão, na pior das hipóteses, um limite de tempo de
reação de conexão de entrada de quatro vezes o intervalo do pacote
requisitado e um limite de tempo de reação de conexão de saída de três
vezes o intervalo do pacote requisitado.
As alterações nesses parâmetros devem ser aprovadas por um
administrador de segurança somente após uma revisão minuciosa.

Para obter mais informações sobre como especificar as taxas de intervalo do


pacote requisitado, consulte o seguinte:
• Módulos Compact 5000 I/O padrão – página 162
• Módulos Compact 5000 I/O de segurança – página 196
• Logix 5000 Controllers Design Considerations Reference Manual,
publicação 1756-RM094

Conexão por uma rede EtherNet/IP

Ao configurar um módulo de E/S remoto digital Compact 5000, você deve


configurar o parâmetro Connection over EtherNet/IP na configuração para
o adaptador remoto que conecta os módulos de E/S à rede. A escolha de
configuração determina como os dados de entrada são transmitidos através
da rede.

Os módulos de E/S digital Compact 5000 usam um dos seguintes métodos


para transmitir dados:

• Multicast — os dados são enviados para todos os dispositivos de rede.

Caso esteja usando os módulos de E/S em um sistema de redundância,


você deve usar Multicast.

• Unicast — os dados são enviados para um ou mais controladores


dependendo da configuração do módulo.

Unicast é a configuração padrão.

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 47


Capítulo 1 Operação do módulo digital em um sistema de controle

Operação do módulo Os controladores Logix 5000 não consultam os módulos de entrada padrão e
de segurança Compact 5000 I/O para dados de entrada.
de entrada
O processo de troca de dados entre módulos de entrada e o controlador difere
Módulos padrões com base no módulo usado: módulo de E/S remoto ou módulo de E/S local.
DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT

5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8

Módulos de entrada digital local Compact 5000 I/O


MOD Power
SA Power

Os módulos de entrada digital local Compact 5000 I/O transmitem seus


dados de entrada, ou seja, os dados de canal e status, para o backplane do
sistema no momento definido pelo intervalo do pacote requisitado.
CONTROLLER DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT

5069-L4200ERMW 5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8

OK

RUN

FORCE
FAN 1

SD

FAN 2
R

F
UPS

B
F
R
No RPI, ocorrem os seguintes eventos.
MP

B1
NET B1

LINK B1

NET A1
1. O módulo de entrada local varre seus canais para os dados de entrada.
LINK A1

SA
NET A2 SPEED X1

2. O módulo envia os dados para o backplane do sistema.


A1 LINK A2 LINK X1

2 CompactLogix 5480

A2

3. O controlador recebe os dados imediatamente.

Módulos de Segurança
SIL2 CPU OUTPUT OUTPUT
Disparar eventos para módulos de entrada padrão
5069-L3100ERMS2 5069-IB8S 5069-IB8S 5069-OBV8S 5069-OBV8S
MOD Power

IMPORTANTE Os módulos de entrada de segurança Compact 5000 I/O não podem


acionar eventos.
SA Power

Compact GuardLogix

Alguns módulos de entrada padrão Compact 5000 I/O podem disparar um


evento. Por exemplo, os módulos podem acionar a tarefa de Evento. A tarefa
de evento permite executar uma seção de lógica imediatamente quando
ocorre um evento ou recebimento de novos dados.

Os seguintes podem acionar eventos:


• Uma mudança de estado de entrada.
• Uma mudança de bit feita por entrada de contagem.
• Um estado de entrada de padrão muda nas entradas de vários modelos.

Para obter mais informações sobre como utilizar um módulo de entrada


padrão Compact 5000 I/O para disparar um evento, consulte Eventos na
página 95.

48 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Operação do módulo digital em um sistema de controle Capítulo 1

Módulos de entrada digital remotos Compact 5000 I/O

Módulos de entrada digital remotos Compact 5000 I/O transmitem seus


dados de entrada para o backplane do sistema Compact 5000 I/O no
momento que é definido no intervalo do pacote requisitado. Os dados de
entrada consistem em dados de status e canais.

No RPI, ocorrem os seguintes eventos.

1. O módulo de entrada remoto varre seus canais para os dados de entrada.


2. O módulo envia os dados para o backplane do sistema remoto.
3. O adaptador EtherNet/IP Compact 5000 I/O envia os dados pela rede
EtherNet/IP.
4. Um dos seguintes:
• Se o controlador estiver conectado diretamente à rede EtherNet/IP,
ele recebe os dados de entrada imediatamente.
• Se o controlador estiver conectado à rede EtherNet/IP através de
outro módulo de comunicação, o módulo envia os dados para seu
backplane e o controlador os recebe.

IMPORTANTE Isso pode somente ser o caso se um controlador ControlLogix


5580 ou GuardLogix 5580 for proprietário do módulo de E/S.
Os controladores CompactLogix 5380, CompactLogix 5480 e
Compact GuardLogix 5380 não suportam o uso de um módulo de
comunicação EtherNet/IP no sistema local.

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 49


Capítulo 1 Operação do módulo digital em um sistema de controle

Operação do módulo de saída Os controladores Logix 5000 enviam os dados para os módulos de saída
digital Compact 5000 I/O no intervalo do pacote requisitado ou após uma
instrução de saída imediata (IOT) ser executada.
Módulos padrões
DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT

O intervalo do pacote requisitado define quando o controlador envia os dados


para um módulo de saída e quando o módulo ecoa os dados. A instrução de
5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8
MOD Power

saída imediata envia novos dados para um módulo de saída se novos dados
forem produzidos.
SA Power

IMPORTANTE Os controladores CompactLogix 5380 e CompactLogix 5480 também


podem enviar dados para os módulos de saída padrão Compact 5000 I/O,
CONTROLLER

ou seja, módulos padrões, quando uma instrução de saída imediata


DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT

5069-L4200ERMW 5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8

é executada.
UPS
R R
OK FAN 1
B B
RUN SD

FORCE FAN 2 F F

MP
Os controladores Compact GuardLogix 5380 não podem enviar dados
quando uma instrução de saída imediata é executada. Você não pode
NET B1
B1 LINK B1

NET A1

LINK A1

SA

usar instruções de saída imediata em programas de segurança.


NET A2 SPEED X1

A1 LINK A2 LINK X1

2 CompactLogix 5480

A2

Referências a instruções de saída imediata nesta seção se aplicam


somente aos controladores CompactLogix 5380.
Módulos de Segurança
SIL2 CPU OUTPUT OUTPUT
No RPI, não apenas o controlador envia os dados para o módulo de saída, mas
5069-L3100ERMS2 5069-IB8S 5069-IB8S 5069-OBV8S 5069-OBV8S
também o módulo de saída envia os dados para o controlador. Por exemplo, o
módulo de saída envia uma indicação da qualidade de dados do canal.
MOD Power

IMPORTANTE O intervalo do pacote requisitado de um módulo de saída de segurança


SA Power

Compact GuardLogix

Compact 5000 I/O é o período da Tarefa de segurança. Os dados de saída


de segurança são enviados após a conclusão da varredura da Tarefa
de segurança.

O processo de troca de dados entre os módulos de saída digital Compact 5000


I/O e um controlador difere com base no módulo usado: módulo de E/S local
ou módulo de E/S remoto.

50 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Operação do módulo digital em um sistema de controle Capítulo 1

Módulos de saída digital local Compact 5000 I/O

Módulos de saída digital locais Compact 5000 I/O recebem dados de saída
de um controlador e enviam dados ao controlador. A troca de dados ocorre
no backplane do sistema.

Transmissão de dados do controlador para o módulo de saída local

O controlador transmite os dados para o seu backplane local em um dos


seguintes:

• RPI

• Uma instrução de saída imediata é executada.

IMPORTANTE Uma instrução IOT envia dados imediatamente ao módulo de


saída e reinicializa o temporizador de RPI.
Os controladores Compact GuardLogix 5380 não podem
enviar dados quando uma instrução de saída imediata é
executada. Você não pode usar instruções de saída imediata
em programas de segurança.

Com base na taxa de RPI e na duração da varredura do programa do


controlador, o módulo de saída pode receber e ecoar dados várias vezes
durante uma varredura de programa.

Quando o RPI é menor que a duração da varredura do programa, os canais de


saída podem alterar os valores múltiplas vezes durante uma varredura de
programa. O controlador-proprietário não depende da varredura do
programa para concluir o envio de dados.

Os eventos a seguir ocorrem quando o controlador envia dados para um


módulo de saída local Compact 5000 I/O.

1. O controlador envia dados para o backplane do sistema no intervalo


do pacote requisitado ou quando uma instrução de saída imediata
é executada.
2. O módulo de saída local recebe os dados do backplane do sistema e se
comporta conforme orientado por sua configuração.

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 51


Capítulo 1 Operação do módulo digital em um sistema de controle

Transmissão de dados do módulo de saída local para o controlador

Quando um módulo de saída digital local Compact 5000 I/O recebe novos
dados e o valor dos dados solicitados está presente no borne removível, o
módulo de saída envia, ou ecoa, um valor de dados de volta para o controlador e
para o resto do sistema de controle. O valor dos dados corresponde ao sinal
presente em seus terminais. Este recurso é chamado Eco de dados.

Além do eco de dados, o módulo de saída envia outros dados ao controlador


no RPI. Por exemplo, o módulo alerta o controlador se existir uma condição
de curto-circuito no módulo.

Os eventos a seguir ocorrem quando um módulo de saída digital local


Compact 5000 I/O envia dados ao controlador no intervalo do pacote
requisitado.

1. O módulo envia os dados para o backplane do sistema.


2. O controlador recebe os dados imediatamente.

Módulos de saída digital remotos Compact 5000 I/O


Módulos de saída digital remotos Compact 5000 I/O recebem dados de saída
de um controlador e enviam dados ao controlador. A troca de dados ocorre
em uma rede EtherNet/IP.

Transmissão de dados do controlador para o módulo de saída remoto

O controlador transmite os dados para o seu backplane local em um dos


seguintes:

• RPI

• Uma instrução de saída imediata é executada.

IMPORTANTE Uma instrução de saída imediata envia imediatamente dados a


todos os módulos de saída no sistema e reinicializa o
temporizador do intervalo do pacote requisitado.

52 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Operação do módulo digital em um sistema de controle Capítulo 1

Com base na taxa de RPI e na duração da varredura do programa do


controlador, o módulo de saída pode receber e ecoar dados várias vezes
durante uma varredura de programa.

Quando o RPI é menor que a duração da varredura do programa, os canais de


saída podem alterar os valores múltiplas vezes durante uma varredura de
programa. O controlador-proprietário não depende da varredura do
programa para concluir o envio de dados.

Os eventos a seguir ocorrem quando o controlador envia dados para um


módulo de saída digital Compact5000 I/O.

1. Uma das seguintes maneiras:


• Se o controlador estiver conectado diretamente à rede EtherNet/IP,
ele transmite os dados para a rede.
Neste caso, vá para a etapa 3.

• Se o controlador estiver conectado à rede EtherNet/IP através de


um módulo de comunicação, o controlador transmite os dados para
o backplane.
Neste caso, avance para a etapa 2.

2. O módulo de comunicação EtherNet/IP transmite os dados para a


rede EtherNet/IP.
3. O adaptador EtherNet/IP Compact 5000 I/O no sistema remoto
Compact 5000 I/O recebe os dados da rede e os transmite para o
backplane do sistema.
4. O módulo de saída remoto recebe os dados do backplane e se
comporta conforme orientado por sua configuração.

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 53


Capítulo 1 Operação do módulo digital em um sistema de controle

Transmissão de dados do módulo de saída remoto para o controlador

Quando um módulo de saída digital Compact 5000 I/O recebe novos dados
e o valor dos dados solicitados está presente no borne removível, o módulo de
saída envia, ou ecoa, um valor de dados de volta para o controlador e para o
resto do sistema de controle. O valor dos dados corresponde ao sinal presente
em seus terminais. Este recurso é chamado Eco de dados.

Além do eco de dados, o módulo de saída envia outros dados ao controlador


no RPI. Por exemplo, o módulo alerta o controlador se existir uma condição
de curto-circuito no módulo.

Os eventos a seguir ocorrem quando um módulo de saída digital remoto


Compact 5000 I/O envia dados para o controlador no intervalo do pacote
requisitado.

1. O módulo envia os dados para o backplane do sistema.


2. O adaptador EtherNet/IP Compact 5000 I/O no sistema
Compact I/O 5069 envia os dados pela rede EtherNet/IP.
3. Um dos seguintes:
• Se o controlador está diretamente conectado à rede EtherNet/IP,
ele recebe os dados de entrada da rede sem necessidade de um
módulo de comunicação.
• Se o controlador está conectado à rede EtherNet/IP através de
outro módulo de comunicação, o módulo transmite os dados para
seu backplane e o controlador os recebe.

54 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Operação do módulo digital em um sistema de controle Capítulo 1

Modo de escuta O controlador-proprietário, conforme descrito na Propriedade na página 27,


troca dados com módulos de E/S. O controlador-proprietário tem a
Módulos padrões propriedade da configuração do módulo em seu projeto da aplicação
DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT
Logix Designer.
5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8

Outros controladores que não são proprietários do módulo ou trocam dados


MOD Power

com ele podem ouvir os dados de entrada ou ecoar os dados de saída.


O controlador de escuta não tem a propriedade da configuração do módulo
SA Power

ou troca outros dados com o módulo.

CONTROLLER DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT


Durante o processo de configuração de E/S, você pode escolher um tipo de
OK

RUN
FAN 1

SD
5069-L4200ERMW

B
UPS

B
R
5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8

conexão em modo de escuta. O menu Connection está disponível na caixa de


F

diálogo Module Definition.


FORCE FAN 2 F

MP

NET B1
B1 LINK B1

NET A1

LINK A1

SA
NET A2 SPEED X1

A1 LINK A2 LINK X1

2 CompactLogix 5480

A2

Para obter mais informações sobre como acessar a caixa de diálogo Module
Definition para os módulos de E/S padrão Compact 5000, consulte a
Categoria General na página 159.

IMPORTANTE As conexões em modo de escuta incluem as seguintes restrições:


• O tipo de conexão está disponível somente com os módulos de E/S
padrão Compact 5000 I/O.
• Os módulos de E/S devem residir em um sistema remoto.
Os controladores não podem fazer conexões em modo de escuta nos
módulos de E/S local.

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 55


Capítulo 1 Operação do módulo digital em um sistema de controle

Conexão por EtherNet/IP

Você deve definir o parâmetro Connection Over EtherNet/IP quando


configurar um módulo de E/S remoto Compact 5000. As opções disponíveis
são Unicast e Multicast.

Para estabelecer uma conexão em modo de escuta a partir de um controlador


de escuta, o Connection over EtherNet/IP deve ser Multicast em ambos os
projetos da aplicação Logix Designer, ou seja, o projeto do controlador-
proprietário e o projeto do controlador de escuta.

O menu Connection over EtherNet/IP está disponível na categoria


Connection.

Para obter mais informações sobre a categoria Connection para os módulos


de E/S padrão Compact 5000, consulte a página 162.

Erros de solicitação de conexão

O módulo falha e os erros de solicitação de conexão ocorrem se a conexão


Connection Over EtherNet/IP não for Multicast em ambos os projetos da
aplicação Logix Designer.

Informações sobre a falha estão disponíveis na categoria Connection da caixa


de diálogo Module Properties.

56 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Operação do módulo digital em um sistema de controle Capítulo 1

A tabela 11 descreve as possíveis combinações de configuração e o resultado


de cada uma, quando você tenta estabelecer uma conexão em modo de escuta.
Tabela 11 - Cenários de conexão por EtherNet/IP
Opção de conexão por EtherNet/IP
Projeto do controlador- Projeto do controlador
proprietário de escuta Código de erro resultante
Multicast Multicast Nenhum — conexão estabelecida com sucesso
Multicast Unicast Erro de solicitação de conexão 16#0106: módulo pertencente e configurado por outro controlador. O módulo
pode aceitar somente uma conexão se unicast for usado.
Unicast Unicast ou multicast Erro de solicitação de conexão 16#0108: tipo de conexão (Multicast/Unicast) não suportado.
Inibido ou desligado Multicast Erro de solicitação de conexão 16#0119: módulo não pertencente.

DICA Em alguns casos, a aplicação Logix Designer permite configurar um


módulo com escolhas que resultem em erros de solicitação de conexão.
Entretanto, a aplicação não o alerta sobre o erro que ocorre como
resultado das escolhas até o projeto ficar on-line.
Por exemplo, se um projeto do controlador-proprietário usa Multicast e o
projeto do controlador de escuta usa Unicast, o resultado é um
código 16#106 de erro e falha do módulo. Entretanto, o projeto da
Logix Designer no controlador de escuta somente o alerta quanto ao erro
quando o projeto fica on-line.
Recomendamos confirmar se a opção Connection Over EtherNet/IP no
projeto do controlador de escuta está correta antes de você ficar on-line.

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 57


Capítulo 1 Operação do módulo digital em um sistema de controle

Considerações adicionais com conexões em modo de escuta

Lembre-se do seguinte quando usar as conexões em modo de escuta:

• Os controladores de escuta recebem dados do módulo desde que a


conexão entre o controlador-proprietário e o módulo seja mantida.

Se a conexão entre um controlador-proprietário e o módulo for


interrompida, o módulo interromperá o envio de dados e as conexões a
todos os “controladores de escuta” também serão interrompidas.

• Quando um controlador usa a conexão em modo de escuta, as


categorias configuráveis na caixa de diálogo Module Properties não
estão disponíveis. E somente tags de entrada são criados nos tags de
módulo.

Por exemplo, mostra as categorias e os tags do módulo que aparecem


quando um módulo 5069-IB16F é configurado no projeto do
controlador-proprietário com uma conexão de dados comparados
quando o mesmo módulo é configurado no projeto do controlador de
escuta com uma conexão em modo de escuta.

Projeto do controlador-proprietário Projeto do controlador de escuta


Categorias na
caixa de
diálogo
Module Categoria Points
Properties
não está
disponível.

Tags do
módulo
criados

Somente tags
de entrada são
criados.

58 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Operação do módulo digital em um sistema de controle Capítulo 1

External Means External Means é semelhante ao modo de escuta. Entretanto, uma vez que
External Means está disponível somente com módulos de E/S de segurança
Módulos de Segurança Compact 5000, o controlador-proprietário e os controladores de escuta
SIL2 CPU OUTPUT OUTPUT
devem ser controladores de segurança. Nesta seção, o controlador-
5069-L3100ERMS2 5069-IB8S 5069-IB8S 5069-OBV8S 5069-OBV8S
proprietário e o controlador de escuta referem-se a controladores
Compact GuardLogix 5380.
MOD Power

O controlador-proprietário, conforme descrito na Propriedade na página 27,


SA Power

Compact GuardLogix

troca dados com módulos de E/S. O controlador-proprietário tem a


propriedade da configuração do módulo em seu projeto da aplicação
Logix Designer.

Outros controladores que não são proprietários do módulo ou trocam dados


com ele podem ouvir os dados de entrada de segurança ou ecoar os dados de
saída. O controlador de escuta não controla as saídas de teste nos módulos
5069-IB8S ou 5069-IB8SK ou as saídas de segurança nos módulos
5069-OBV8S ou 5069-OBV8SK.

Durante o processo de configuração de E/S, escolha External Means para o


parâmetro Configured By. O menu Configured By está disponível na caixa de
diálogo Module Definition.

Para obter mais informações sobre como acessar a caixa de diálogo Module
Definition para os módulos de E/S de segurança Compact 5000, consulte a
Categoria General na página 193.

IMPORTANTE O uso de External Means inclui as seguintes restrições:


• A opção está disponível somente com os módulos de E/S de segurança
Compact 5000 I/O.
• Os módulos de E/S de segurança devem residir em um sistema remoto.
Os controladores não podem usar External Means com módulos
de E/S local.

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 59


Capítulo 1 Operação do módulo digital em um sistema de controle

Conexão por EtherNet/IP

Você deve definir o parâmetro Connection Over EtherNet/IP quando


configurar um módulo de E/S remoto Compact 5000. As opções disponíveis
são Unicast e Multicast.

Para estabelecer uma conexão em modo de escuta a partir de um controlador


de escuta, o Connection over EtherNet/IP deve ser Multicast em ambos os
projetos da aplicação Logix Designer, ou seja, o projeto do controlador-
proprietário e o projeto do controlador de escuta.

O menu Connection over EtherNet/IP está disponível na categoria


Connection.

Para obter mais informações sobre a categoria Connection para os módulos


de E/S de segurança Compact 5000, consulte a página 196.

Erros de solicitação de conexão

O módulo falha e os erros de solicitação de conexão ocorrem se a conexão


Connection Over EtherNet/IP não for Multicast em ambos os projetos da
aplicação Logix Designer.

Informações sobre a falha estão disponíveis na categoria Connection da caixa


de diálogo Module Properties.

60 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Operação do módulo digital em um sistema de controle Capítulo 1

A tabela 12 descreve as possíveis combinações de configuração e o resultado


de cada uma, quando você tenta estabelecer uma conexão usando
External Means.
Tabela 12 - Cenários de conexão por EtherNet/IP
Opção de conexão por EtherNet/IP
Projeto do controlador- Projeto do controlador
proprietário de escuta Código de erro resultante
Multicast Multicast Nenhum — conexão estabelecida com sucesso
Multicast Unicast Erro de solicitação de conexão 16#0106: módulo pertencente e configurado por outro controlador. O módulo
pode aceitar somente uma conexão se unicast for usado.
Unicast Unicast ou multicast Erro de solicitação de conexão 16#0108: tipo de conexão (Multicast/Unicast) não suportado.
Inibido ou desligado Multicast Erro de solicitação de conexão 16#0119: módulo não pertencente.

DICA Em raros casos, a aplicação Logix Designer permite configurar um módulo


com escolhas que resultem em erros de solicitação de conexão. Entretanto,
a aplicação não o alerta sobre o erro que ocorre como resultado das
escolhas até o projeto ficar on-line.
Por exemplo, se um projeto do controlador-proprietário usa Multicast e o
projeto do controlador de escuta usa Unicast, o resultado é um
código 16#106 de erro e falha do módulo. Entretanto, o projeto da Logix
Designer no controlador de escuta somente o alerta quanto ao erro
quando o projeto fica on-line.
Recomendamos confirmar se a opção Connection Over EtherNet/IP no
projeto do controlador de escuta está correta antes de você ficar on-line.

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 61


Capítulo 1 Operação do módulo digital em um sistema de controle

Considerações adicionais com conexões quando usar


External Means

Lembre-se do seguinte quanto às conexões que são estabelecidas usando


External Means:

• Os controladores de escuta recebem dados do módulo desde que a


conexão entre o controlador-proprietário e o módulo seja mantida.

Se a conexão entre um controlador-proprietário e o módulo for


interrompida, o módulo interromperá o envio de dados e as conexões a
todos os “controladores de escuta” também serão interrompidas.

• Quando um controlador usa External Means, as categorias


configuráveis na caixa de diálogo Module Properties não estão
disponíveis. E somente tags de entrada são criados nos tags de módulo.

Por exemplo, mostra as categorias e os tags do módulo que aparecem


quando um módulo 5069-OBV8S é configurado no projeto do
controlador-proprietário com This Controller comparado quando o
mesmo módulo é configurado no projeto do controlador de escuta
usando External Means.

Projeto do controlador-proprietário Projeto do controlador de escuta


Categorias na
caixa de
diálogo
Module Categoria
Properties Points não está
disponível.

Tags do
módulo
criados

Somente tags
de entrada são
criados.

62 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Operação do módulo digital em um sistema de controle Capítulo 1

Operações protegidas Para manter a operação segura de seus módulos de E/S digital
Compact 5000, as operações que possam interromper a operação do módulo
são restritas com base no modo operacional do módulo.
Módulos padrões
DC INPUT

5069-IB16
DC INPUT

5069-IB16
DC OUTPUT

5069-OB16
ANALOG INPUT

5069-IY4
ANALOG OUTPUT

5069-OF8
A tabela 13 descreve as restrições.
MOD Power
SA Power

CONTROLLER DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT

5069-L4200ERMW 5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8

UPS
R R
OK FAN 1
B B
RUN SD

FORCE FAN 2 F F

MP

NET B1
B1 LINK B1

NET A1

LINK A1

SA
NET A2 SPEED X1

A1 LINK A2 LINK X1

2 CompactLogix 5480

A2

Módulos de Segurança
SIL2 CPU OUTPUT OUTPUT

5069-L3100ERMS2 5069-IB8S 5069-IB8S 5069-OBV8S 5069-OBV8S


MOD Power
SA Power

Compact GuardLogix

Tabela 13 - Operações protegidas nos módulos de E/S digital Compact 5000 I/O
Atividade
Solicitação de Solicitação de Solicitação Alteração de Alteração de Alteração de Alteração de
atualização do reinicialização de conexão configuração conexão codificação intervalo do
firmware do módulo ou formato eletrônica pacote
Operação do módulo atual de dados requisitado
Conexão não operando Aceita
Conexão operando Rejeitada Aceita(1) Aceita(2) Não permitida(3) Aceita(4)
A atualização do firmware do aplicativo Rejeitada
está em andamento
(1) Somente as solicitações para conexões Listen Mode são aceitas.
(2) A alteração de configuração é aceita nos seguintes cenários:
- Alterações são feitas na caixa de diálogo Module Properties e você clica em Apply.
- Alterações são feitas na etiqueta Configuration e você envia uma mensagem Reconfigure Module para o módulo.
(3) A diferença entre Rejeitada e Não permitida é que atividades rejeitadas podem ser feitas na aplicação Logix Designer, mas não têm efeito. As atividades que não são permitidas, ou seja, tentativas
de alterar a conexão ou formato de dados usados, são impedidas de ocorrer na aplicação Logix Designer.
Por exemplo, se você tentar reinicializar um módulo que esteja conectado ao controlador-proprietário, a aplicação Logix Designer executa a solicitação e alerta você de que ela foi rejeitada. Se você
tentar alterar o formato de dados em um módulo que esteja conectado a um controlador-proprietário, a aplicação Logix Designer não executa a tentativa de alteração. O aplicativo somente o alerta
de que a alteração não é permitida. No caso, se a tentativa de alteração é on-line, o campo da caixa de diálogo Module Definition que altera o formato de dados é desabilitado.
(4) A alteração ocorre após a conexão ser fechada e reaberta. Você pode fechar e reabrir a conexão das seguintes maneiras:
- Alterar o projeto enquanto ele está off-line e fazer o download do projeto atualizado antes de ficar on-line novamente.
- Alterar o projeto enquanto está on-line e clicar em Apply ou OK na caixa de diálogo Module Properties. Neste caso, antes que a alteração seja feita, uma caixa de diálogo alerta sobre as
ramificações antes que a alteração seja feita.

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 63


Capítulo 1 Operação do módulo digital em um sistema de controle

Considerações específicas Os módulos de E/S de segurança Compact 5000 possuem itens adicionais dos
quais você deve estar ciente. Aprovação de tipo, certificação e adequação para
para os módulos uso em aplicações de segurança variam de acordo com o código de catálogo.
de segurança
IMPORTANTE A certificação de segurança funcional e o desempenho dos módulos de E/S
Módulos de Segurança de segurança Compact 5000 I/O exigem que os módulos operem em
SIL2 CPU OUTPUT OUTPUT
condições iguais ou inferiores à especificação de temperatura ambiente
5069-L3100ERMS2 5069-IB8S 5069-IB8S 5069-OBV8S 5069-OBV8S
de funcionamento.
Os cálculos de probabilidade de falha perigosa por demanda (PFD) e
MOD Power

probabilidade de falha por hora (PFH) para esses módulos são baseados
nas condições de funcionamento do módulo que atendem à especificação
SA Power

Compact GuardLogix

de temperatura ambiente de funcionamento.


Para obter mais informações sobre a especificação de temperatura
ambiente máxima de funcionamento para os módulos de E/S de
segurança Compact 5000 I/O, consulte Compact 5000 I/O Modules and
EtherNet/IP Adapter Technical Data, publicação 5069-TD001.

O seguinte se aplica a módulos:

• Tipo aprovado e certificado para uso nas aplicações de segurança até, e


inclusive, SIL 3 em conformidade com a IEC 61508

• Adequado para uso nas aplicações de segurança até, e inclusive,


SIL CL 3 em conformidade com a IEC 62061

• Adequado para uso nas aplicações de segurança até, e inclusive, nível de


desempenho e (PLe), cat. 4 em conformidade com a ISO 13849-1

IMPORTANTE Os requisitos são baseados nas normas atuais na época da certificação.


Para obter mais informações sobre os níveis de adequação da aplicação de
segurança com os módulos de E/S de segurança Compact 5000 I/O,
consulte as seguintes publicações:
• 5069-IB8S e 5069-IB8SK — Recursos do módulo de entrada de
segurança na página 131
• 5069-OBV8S e 5069-OBV8SK — Recursos do módulo de saída de
segurança na página 141

64 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Operação do módulo digital em um sistema de controle Capítulo 1

Função de segurança geral do sistema

A aprovação de tipo, certificação e nível de adequação para os módulos de E/S


de segurança Compact 5000 descrevem um sistema com uma função de
segurança geral do sistema de SIL 3.

Entretanto, só porque os módulos são classificados para uso em um sistema


com uma função de segurança de SIL 3, você não é obrigado a usar os
módulos de E/S de segurança Compact 5000 nessas aplicações. Pode-se usar
os módulos em aplicações de segurança com uma função de segurança geral
do sistema que seja menor que SIL 3.

Por exemplo, os controladores Compact GuardLogix 5380 são adequados


para uso em aplicações de segurança com classificação até, e inclusive,
SIL CL2, nível de desempenho d, cat. 3, conforme definido na IEC 61508,
IEC 61511, IEC 62061 e ISO 13849-1.

Neste caso, a função de segurança geral do sistema é SIL 2. Pode-se usar


módulos de E/S de segurança Compact 5000 nesta aplicação mesmo que os
módulos sejam classificados para uso em sistemas com função de segurança
geral do sistema superior.

Os controladores GuardLogix 5580, quando usados com um parceiro de


segurança, são adequados para uso em aplicações de segurança SIL 3. Pode-se
usar módulos de E/S de segurança Compact 5000 como módulo de E/S
remoto em tal aplicação.

Para obter mais informações sobre o nível de adequação dos controladores de


segurança Logix 5000, consulte o Manual de referência de segurança dos
sistemas dos controladores GuardLogix 5580 e Compact GuardLogix 5380,
publicação 1756-RM012.

Modo de canal único ou canal duplo

Você pode usar os módulos de E/S de segurança Compact 5000 na


configuração de modo de canal único ou de canal duplo. A configuração afeta
o nível de adequação da aplicação de segurança para um módulo.

No modo de canal único, o status de sinal em um canal é avaliado. Com base


nesse status, os dados de entrada de segurança e o status de entrada de segurança
podem ser habilitados ou desabilitados.

No modo de canal duplo, a consistência entre o status de sinal em dois canais


é avaliada. Com base no status de ambos os canais, os dados de entrada de
segurança e o status de entrada de segurança podem ser habilitados ou
desabilitados.

Você usa as instruções de segurança na lógica ladder do controlador de


segurança com dois canais únicos, ou seja, um par e um ímpar.

Recomendamos que, se você usar instruções de segurança de canal duplo, por


exemplo, instrução de parada com entrada de canal duplo, na tarefa de
segurança, você configura os canais em modo de canal único.

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 65


Capítulo 1 Operação do módulo digital em um sistema de controle

Uso com controladores de segurança

Você pode usar somente os controladores Compact GuardLogix 5380 ou


GuardLogix 5580 com os módulos de E/S de segurança Compact 5000.
Restrições se aplicam no que diz respeito a como os controladores podem
usar os módulos de E/S. As restrições são descritas na Compatibilidade do
controlador e do software na página 16.

Para obter mais informações sobre quais controladores podem ser usados com
os módulos de E/S de segurança Compact 5000, consulte a tabela 3 na
página 17.

Você deve utilizar a aplicação Logix Designer, versão 32 ou superior, para


configurar os módulos de E/S de segurança Compact 5000.

Determinar conformidade

ATENÇÃO: Use somente componentes ou dispositivos apropriados que


atendam aos padrões de segurança relevantes e ao nível de integridade de
segurança ou ao nível de desempenho requeridos e à categoria de segurança.
• A conformidade com os requisitos de padrões de segurança relevantes
deve ser determinada para todo o sistema ao realizar uma apreciação
de risco.
• Use dispositivos que estejam devidamente de acordo com o ambiente de
instalação, a taxa de desempenho e as funções da máquina.
• Use dispositivos dentro das taxas especificadas para ele.
• Recomendamos consultar um órgão de certificação com respeito à
avaliação de conformidade com o nível de integridade de segurança ou
o nível de desempenho exigidos.
Você é responsável por confirmar a conformidade com as normas aplicáveis a
todo o sistema. Você deve ler, entender e respeitar os requisitos de segurança
funcional da norma aplicável a sua aplicação de segurança.

66 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Operação do módulo digital em um sistema de controle Capítulo 1

Obter firmware

Verifique se a versão do firmware dos módulos de E/S de segurança


Compact 5000 que você usa está correta antes de realizar o comissionamento
do sistema.

As informações de firmware para dispositivos de E/S de segurança estão


disponíveis na Central de download e compatibilidade de produtos (PCDC)
da Rockwell Automation. A PCDC está disponível em:

http://compatibility.rockwellautomation.com/Pages/home.aspx

Faça o download apenas do firmware e acesse as notas de versão do produto


na PCDC da Rockwell Automation.

Não faça o download do firmware em sites que não sejam da Rockwell


Automation.

Função de segurança durante atualização do firmware

Os módulos de E/S de segurança Compact 5000 não são seguros enquanto a


atualização do firmware estiver em andamento. Você deve usar outros métodos
para manter a função de segurança durante o processo de atualização.

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 67


Capítulo 1 Operação do módulo digital em um sistema de controle

Precauções de segurança

ATENÇÃO: O pessoal responsável pela aplicação de sistemas eletrônicos


programáveis (PES) relacionados à segurança deve estar ciente dos
requisitos de segurança na aplicação do sistema e deve ser treinado no uso
do sistema.

Observe as precauções a seguir para o uso adequado dos módulos de E/S de


segurança Compact 5000.

ATENÇÃO: Um grave ferimento pode ocorrer devido à perda da função de


segurança necessária, portanto, siga precauções de segurança abaixo.
• Nunca use saídas de teste como saídas de segurança. As saídas de teste
não são saídas de segurança.
• Não use os dados de E/S padrão ou os dados de mensagem explícita como
dados de segurança.
• Não use os indicadores de status de LED nos módulos de E/S para
operações de segurança.
• Não conecte cargas maiores que as especificadas para as saídas de
segurança.
• Aplique corretamente as tensões especificadas para o módulo. A aplicação
de tensões incorretas pode fazer com que o módulo falhe ao executar sua
função especificada, o que pode causar perda de funções de segurança ou
danos ao módulo.
• Conecte os módulos de E/S de segurança Compact 5000 I/O conforme
mostrado em Compact 5000 I/O Modules and EtherNet/IP Adapters
Technical Data, publicação 5069-TD001.
• Ajuste os endereços do nó da rede única antes de conectar dispositivos
à rede.
• Realize o teste para confirmar se a fiação, configuração e operação do
dispositivo estão corretas antes de iniciar a operação do sistema.
• Não desmonte, repare ou modifique o módulo. Isso pode resultar em
perda de funções de segurança.

Para obter mais informações sobre essas precauções de segurança, consulte


Acesso seguro ao sistema na página 26.

68 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Operação do módulo digital em um sistema de controle Capítulo 1

Instalação e substituição dos módulos

ATENÇÃO:
• Apague os dados da configuração anterior antes de conectar dispositivos à
rede ou conectar potência de entrada ou saída ao dispositivo.
• Configure corretamente o dispositivo de reserva e confirme se ele opera
corretamente.
• Depois de instalar o módulo, um administrador de segurança deve
confirmar a instalação e conduzir um funcionamento experimental e a
manutenção.

Acesso seguro ao sistema

Para obter informações sobre como garantir acesso ao sistema, consulte a


página 26.

Requisitos da aplicação de segurança

Os requisitos da aplicação de segurança incluem a avaliação do seguinte:


• Probabilidade de taxas de falha (PFD e PFH)
• Ajustes do tempo de reação do sistema
• Testes de verificação funcional que cumprem os critérios apropriados
de nível de segurança

É necessário também criar, gravar e verificar a assinatura de segurança como


parte exigida do processo de desenvolvimento da aplicação de segurança.
O controlador de segurança cria as assinaturas de segurança. A assinatura de
segurança consiste em um número de identificação, data e hora que identificam,
de forma exclusiva, a parte de segurança de um projeto. Esse número inclui toda
a configuração de E/S de segurança, dados e lógica de segurança.

Para os requisitos do sistema de segurança, incluindo informações sobre o


número da rede de segurança, verificação da assinatura de segurança,
intervalos de teste de verificação funcional, tempo de reação do sistema e
cálculos PFD/PFH, consulte o Manual de referência de segurança dos
sistemas dos controladores GuardLogix 5580 e Compact GuardLogix 5380,
publicação 1756-RM012.

Você deve ler, entender e obedecer os requisitos descritos nesta publicação


antes de operar um sistema de segurança que utiliza módulos de E/S de
segurança Compact 5000.

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 69


Capítulo 1 Operação do módulo digital em um sistema de controle

Estado seguro

ATENÇÃO:
• O estado seguro das saídas é definido como estado desenergizado.
• O estado seguro do módulo e de seus dados é definido como estado
desenergizado.
• Use os módulos de E/S de segurança Compact 5000 I/O somente em
aplicações em que o estado desenergizado seja o estado seguro.

Estes são os estados seguros dos módulos de segurança:

• Saída de segurança: desenergizada

• Dados de entrada de segurança para a rede: desenergizados

Figura 9 - Status de segurança

Redes Entrada às redes desligada

Status de segurança

Saída desligada Entrada

Os módulos são projetados para serem utilizados em aplicações em que o


estado seguro seja o estado desenergizado.

IMPORTANTE Se você inibir um módulo de segurança de transição para um estado


seguro quando ocorrer uma falha decorrente de uma conexão de E/S
perdida, você assume a responsabilidade por quaisquer consequências
que resultarem da sua decisão de inibir.
Recomendamos usar outros meios para manter o estado seguro caso você
iniba o módulo de segurança de transição para um estado seguro.

70 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Operação do módulo digital em um sistema de controle Capítulo 1

Assinatura de configuração e propriedade

Todo módulo de E/S de segurança Compact 5000 em um sistema tem uma


assinatura de configuração e uma propriedade de configuração.

Assinatura de configuração.

Cada dispositivo de segurança tem uma assinatura de configuração única


que define a configuração do módulo. A assinatura de configuração inclui
o seguinte:

• Número de identificação

• Data

• Tempo

A assinatura de configuração é usada para verificar a configuração de


um módulo.

Propriedade de configuração

A conexão entre o controlador-proprietário e o módulo de E/S de segurança


Compact 5000 baseia-se no seguinte:

• Número do nó do módulo de E/S de segurança Compact 5000

• Número da rede de segurança do módulo de E/S de segurança


Compact 5000

• Número do nó ou do slot do controlador

IMPORTANTE Se o controlador-proprietário for um controlador


Compact GuardLogix 5380, o controlador terá um número do nó.
Se o controlador-proprietário for um controlador GuardLogix 5580,
o controlador terá um número do slot.

• Número da rede de segurança do controlador

• Caminho do controlador até o módulo de E/S de segurança


Compact 5000

• Assinatura de configuração

Se forem detectadas diferenças, a conexão entre o controlador-proprietário e


o módulo de E/S de segurança Compact 5000 será perdida, o ícone de campo
amarelo aparecerá na árvore de projeto do controlador.

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 71


Capítulo 1 Operação do módulo digital em um sistema de controle

Proprietário de configuração diferente

Quando um controlador tem a configuração do módulo de E/S, os outros


controladores podem escutar o módulo de entrada. Neste caso, a assinatura de
configuração do módulo no projeto da aplicação Logix Designer para
qualquer controlador de escuta deve corresponder a uma no projeto do
controlador-proprietário.

DICA Se o módulo de segurança for configurado somente para entradas, é possível


copiar e colar a assinatura de configuração de um projeto para outro.
Se o módulo de segurança tiver saídas de segurança, por exemplo, o módulo
5069-OBV8S, o parâmetro de assinatura de configuração será desativado.

Restaurar os módulos de E/S de segurança Compact 5000


para o estado Pronto para usar
Se um módulo de E/S de segurança Compact 5000 tiver sido usado
anteriormente, você deve apagar a propriedade de configuração antes de
poder instalá-lo em uma rede de segurança. Ou seja, você deve retornar a
configuração do módulo a seu estado pronto para usar.

Quando um módulo de E/S de segurança Compact 5000 está no estado


pronto para usar, sua configuração não pertence a um controlador.

A categoria Safety na caixa de diálogo Module Properties exibe a propriedade


de configuração do módulo. O projeto da aplicação Logix Designer deve
estar on-line para inspeção.

Se a configuração do módulo for de propriedade, a categoria Safety mostrará


se o controlador do projeto aberto é proprietário da configuração do módulo
ou se ela pertence a outro controlador.

Para obter mais informações sobre como restaurar o módulo na aplicação


Logix Designer, consulte Restaurar a configuração Pronto para usar na
página 204.

Você não pode restaurar o módulo para sua configuração Pronto para usar se
alguma das seguintes condições existir:
• Há edições pendentes para as propriedades do módulo.
• Quando existe uma assinatura de segurança no projeto do controlador.

72 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Capítulo 2

Recursos comuns para módulos de E/S digitais


Compact 5000 I/O

Tópico Página
Compatibilidade do módulo de entrada 74
Compatibilidade do módulo de saída 75
Software configurável 76
Relatório de qualidade dos dados do módulo 77
Relatório de falha e status 78
Inibição do módulo 79
Codificação eletrônica 80
Firmware do módulo 81
Comunicação produtor-consumidor 81
Utilizar o tempo do CIP Sync com módulos de E/S rápida 82
Registro de data e hora 83

Este capítulo descreve os recursos comuns para os módulos de E/S digitais


Compact 5000™ I/O salvo indicação em contrário.

Alguns recursos são suportados em todos os módulos de E/S e outros


recursos são específicos a alguns tipos de módulos. As diferenças são
indicadas nas descrições dos recursos.

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 73


Capítulo 2 Recursos comuns para módulos de E/S digitais Compact 5000 I/O

Compatibilidade do módulo Os módulos de entrada Compact 5000 I/O digitais fazem interface com os
dispositivos de detecção e detectam se estão ligados ou desligados.
de entrada
Módulos padrões Os módulos de entrada convertem sinais CC energizados/desenergizados de
DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT
dispositivos de usuários para um nível lógico adequado para uso no
5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8 controlador. Os dispositivos de entrada típicos incluem os seguintes:
• Sensores de proximidade
MOD Power

• Chave fim de curso


SA Power

• Chaves seletoras
• Chaves boia
CONTROLLER DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT
• Botão pulsador
5069-L4200ERMW 5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8

UPS
R R
OK FAN 1

Ao projetar sistemas com módulos de entrada digital Compact 5000 I/O,


B B
RUN SD

FORCE FAN 2 F F

MP

considere os seguintes fatores:


NET B1
B1 LINK B1

A1
NET A1

LINK A1

NET A2

LINK A2
SPEED X1

LINK X1
SA • Tensão necessária para sua aplicação
1

• Fuga de corrente
2 CompactLogix 5480

A2

• Se você precisa de um dispositivo de estado sólido


• Se a sua aplicação utilizar fiação de entrada ou de saída de corrente
Módulos de Segurança
SIL2 CPU OUTPUT OUTPUT

5069-L3100ERMS2 5069-IB8S 5069-IB8S 5069-OBV8S 5069-OBV8S


MOD Power
SA Power

Compact GuardLogix

74 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Recursos comuns para módulos de E/S digitais Compact 5000 I/O Capítulo 2

Compatibilidade do módulo Os módulos de saída digital Compact 5000 I/O podem ser utilizados para
acionar dispositivos de saída. Dispositivos típicos compatíveis com os
de saída seguintes módulos de saída incluem:
• Acionadores de motor
Módulos padrões
• Solenoides
DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT

5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8


• Indicadores
MOD Power

Ao projetar sistemas com módulos de saída digital Compact 5000 I/O, siga
as seguintes orientações:
SA Power

• Certifique-se de que os módulos de saída possam fornecer surto e


corrente contínua necessários para operação adequada.
CONTROLLER DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT • Certifique-se de que as correntes de pico e contínua não sejam
OK

RUN
FAN 1

SD
5069-L4200ERMW

B
UPS

B
R
5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8

excedidas. Isso pode resultar em danos ao módulo.


FORCE FAN 2 F F

Ao dimensionar as cargas de saída, consulte a documentação fornecida com o


MP

NET B1
B1 LINK B1

A1
NET A1

LINK A1

NET A2

LINK A2
SPEED X1

LINK X1
SA dispositivo de saída para obter a corrente de pico e contínua necessária para
1

A2
CompactLogix 5480

operar o dispositivo.

Módulos de Segurança
SIL2 CPU OUTPUT OUTPUT

5069-L3100ERMS2 5069-IB8S 5069-IB8S 5069-OBV8S 5069-OBV8S


MOD Power
SA Power

Compact GuardLogix

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 75


Capítulo 2 Recursos comuns para módulos de E/S digitais Compact 5000 I/O

Software configurável Você usa a aplicação Logix Designer para configurar o módulo, monitorar a
operação do sistema e solucionar problemas. É possível utilizar também a
aplicação Logix Designer para recuperar estas informações de qualquer
Módulos padrões
módulo no sistema:
DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT

• Número de série
5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8
MOD Power

• Informações de revisão de firmware


SA Power

• Código do produto

CONTROLLER DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT

• Fornecedor
5069-L4200ERMW 5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8

UPS
R R
OK FAN 1
B B
RUN SD

FORCE FAN 2 F F

MP
• Informações sobre erros e falhas
NET B1
B1 LINK B1

• Informação de diagnóstico
NET A1

LINK A1

SA
NET A2 SPEED X1

A1 LINK A2 LINK X1

2 CompactLogix 5480

A2

Com a minimização da necessidade de tarefas, como o ajuste de chaves e


jumpers de hardware, o software simplifica a configuração do módulo e a
Módulos de Segurança torna mais confiável.
SIL2 CPU OUTPUT OUTPUT

5069-L3100ERMS2 5069-IB8S 5069-IB8S 5069-OBV8S 5069-OBV8S


MOD Power
SA Power

Compact GuardLogix

76 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Recursos comuns para módulos de E/S digitais Compact 5000 I/O Capítulo 2

Relatório de qualidade dos Os módulos de E/S digital Compact 5000 I/O indicam a qualidade dos
dados do canal que são retornados ao controlador-proprietário. Qualidade de
dados do módulo dados representa precisão. Os níveis de qualidade de dados são relatados via
tags de entrada do módulo.
Módulos padrões
DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT
Os seguintes tags de entrada indicam o nível de qualidade de dados.
5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8
MOD Power

IMPORTANTE Uma vez removida a condição que causa a mudança do tag de Fault ou
Uncertain para 1, o tag é restaurado automaticamente para 0. A aplicação
Logix Designer controla esses tags. Não é possível alterar o status dos tags.
SA Power

Lembre-se de que, em algumas configurações do sistema, o tag não é


redefinido imediatamente após a condição ser removida. O tag
normalmente é redefinido depois de um pequeno atraso.
CONTROLLER DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT

5069-L4200ERMW 5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8

UPS
R R
OK FAN 1
B B
RUN SD

FORCE FAN 2 F F

MP
• I.Ptxx.Fault – este tag indica que os dados do canal relatado são
imprecisos e você não pode confiar neles para uso em sua aplicação.
NET B1
B1 LINK B1

NET A1

LINK A1

SA

Não utilize os dados relatados do canal para controle.


NET A2 SPEED X1

A1 LINK A2 LINK X1

2 CompactLogix 5480

A2

Se o tag estiver definido para 1, não é possível confiar nos dados


relatados. Você deve localizar o problema do módulo para corrigir a
Módulos de Segurança
causa da imprecisão.
SIL2 CPU OUTPUT OUTPUT

5069-L3100ERMS2 5069-IB8S 5069-IB8S 5069-OBV8S 5069-OBV8S

Exemplos de causas de dados imprecisos incluem:


MOD Power

– Condição de perda de alimentação de campo (módulos de saída)


– Condição de ausência de carga (somente módulos de saída padrão)
SA Power

– Condição de curto-circuito (módulos de saída)


Compact GuardLogix

Recomendamos que você primeiro localize o problema do módulo em


busca de causas típicas.

• I.Ptxx.Uncertain – Este tag indica que os dados do canal podem ser


imprecisos, mas o grau de imprecisão é desconhecido. Recomendamos
que você não utilize os dados relatados do canal para controle.

Se o módulo definir esse tag para 1, você saberá que os dados podem
ser imprecisos. É preciso solucionar problemas do módulo para
descobrir qual é o grau de imprecisão.

Exemplos de causas de dados incertos incluem:


– O módulo está operando fora de sua faixa operacional projetada
– Os dados estão sob o controle manual ou de supressão

Recomendamos enfaticamente que você monitore os tags em seu


programa para ter certeza de que a aplicação está operando conforme
esperado com dados precisos de entrada de canal.

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 77


Capítulo 2 Recursos comuns para módulos de E/S digitais Compact 5000 I/O

Relatório de falha e status Os módulos de E/S digital Compact 5000 I/O relatam dados de falha e
status juntamente com os dados do canal. Dados de status e falha são
relatados das seguintes maneiras:
Módulos padrões
DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT

• Aplicação Logix Designer


5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8
MOD Power

• Indicadores de status de módulo

• Indicadores de status de E/S


SA Power

IMPORTANTE Não use os indicadores de status do módulo ou os indicadores de


CONTROLLER

status de E/S nos módulos de E/S de segurança Compact 5000 I/O


DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT

5069-L4200ERMW 5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8

para operações de segurança.


UPS
R R
OK FAN 1
B B
RUN SD

FORCE FAN 2 F F

MP

NET B1

Para obter mais informações sobre relatório de falha e status, consulte:


B1 LINK B1

NET A1

LINK A1

SA
NET A2 SPEED X1

A1 LINK A2 LINK X1

2 CompactLogix 5480

A2

• Módulos de entrada — Relatório de falha e status na página 90

• Módulos de saída — Relatório de falha e status na página 121


Módulos de Segurança
SIL2 CPU OUTPUT OUTPUT
• Apêndice A, Localizar falhas no módulo na página 207
5069-L3100ERMS2 5069-IB8S 5069-IB8S 5069-OBV8S 5069-OBV8S
MOD Power
SA Power

Compact GuardLogix

78 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Recursos comuns para módulos de E/S digitais Compact 5000 I/O Capítulo 2

Inibição do módulo A inibição do módulo permite que você suspenda indefinidamente uma
conexão, incluindo conexões em Modo de escuta, entre um controlador-
proprietário e um módulo de E/S sem ter que remover o módulo da
Módulos padrões
configuração. Esse processo permite a você desabilitar temporariamente um
DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT

módulo para, por exemplo, realizar manutenção.


5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8
MOD Power

IMPORTANTE Você não pode inibir uma conexão quando o controlador está travado em
segurança ou existe uma assinatura de segurança para o controlador.
SA Power

Você pode usar a inibição de módulo das seguintes maneiras:


CONTROLLER DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT

5069-L4200ERMW

R
UPS
R
5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8
• Você grava uma configuração para um módulo de E/S, mas inibe o
módulo para impedir que ele se comunique com o controlador-
OK FAN 1
B B
RUN SD

FORCE FAN 2 F F

MP

proprietário. Neste caso, o proprietário não estabelece uma conexão e a


NET B1

configuração não é enviada para o módulo até que a inibição da


B1 LINK B1

NET A1

LINK A1

SA
NET A2 SPEED X1

conexão seja removida.


A1 LINK A2 LINK X1

2 CompactLogix 5480

A2

• Em sua aplicação, um controlador já é proprietário de um módulo, fez


download da configuração para o módulo e está trocando dados
Módulos de Segurança
através da conexão entre os dispositivos.
SIL2 CPU OUTPUT OUTPUT

Neste caso, você pode inibir o módulo, e a conexão com o módulo não
5069-L3100ERMS2 5069-IB8S 5069-IB8S 5069-OBV8S 5069-OBV8S

existirá.
MOD Power
SA Power

Compact GuardLogix
IMPORTANTE Sempre que você inibe um módulo de saída que tem ProgMode
habilitado, ele entra em modo de programação e todas as saídas
mudam para o estado configurado para modo de programação.
Por exemplo, se um módulo de saída for configurado de modo que
o estado das saídas mude para zero durante o modo de programa,
sempre que esse módulo for inibido, as saídas mudam para zero.

É possível usar a inibição de módulo nos seguintes casos:


• Você deseja atualizar um módulo de E/S, por exemplo, atualizar a
versão do firmware de módulo. Use este procedimento.
a. Iniba o módulo
b. Faça a atualização.
c. Desinibir o módulo

• Você usa um programa que inclui um módulo que você ainda não
possui fisicamente. Você não quer que o controlador procure um
módulo que não existe ainda. Neste caso, você pode inibir o módulo
em seu programa até que ele resida fisicamente no slot apropriado.

Pode-se inibir a conexão a um módulo de E/S digital Compact 5000 I/O na


categoria Connection da caixa de diálogo Module Properties.

Para ver onde inibir uma conexão, consulte o seguinte:


• Módulos Compact 5000 I/O padrão – página 162
• Módulos Compact 5000 I/O de segurança – página 196

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 79


Capítulo 2 Recursos comuns para módulos de E/S digitais Compact 5000 I/O

Codificação eletrônica A codificação eletrônica reduz a possibilidade de que você use o dispositivo
incorreto em um sistema de controle. Ele compara o dispositivo definido em
seu projeto para o dispositivo instalado. Se a codificação falhar, ocorre uma
Módulos padrões
falha. Esses atributos são comparados.
DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT

5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8

Atributo Descrição
MOD Power

Fornecedor Fabricante do dispositivo.


Device Type O tipo geral do produto, por exemplo, módulo de E/S digital.
SA Power

Código do produto O tipo específico do produto. Código do produto é mapeado para um número de catálogo.
Revisão principal Um número que representa as capacidades funcionais de um dispositivo.
CONTROLLER DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT

5069-L4200ERMW

UPS
5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8 Minor Revision Um número que representa mudanças de comportamento no dispositivo.
R R
OK FAN 1
B B
RUN SD

FORCE FAN 2 F F

MP

As seguintes opções de codificação eletrônica estão disponíveis.


NET B1
B1 LINK B1

NET A1

LINK A1

SA
NET A2 SPEED X1

A1 LINK A2 LINK X1

CompactLogix 5480

Opção de Descrição
2 ™

A2

codificação
Compatible Permite que o dispositivo instalado aceite a chave do dispositivo que é definido no projeto
Module quando o dispositivo instalado pode emular o dispositivo definido. Com o módulo
Módulos de Segurança compatível, você pode geralmente substituir um dispositivo por outro dispositivo que tenha
as seguintes características:
SIL2 CPU OUTPUT OUTPUT

• Mesmo número de catálogo


5069-L3100ERMS2 5069-IB8S 5069-IB8S 5069-OBV8S 5069-OBV8S

• Major Revision igual ou superior


• Minor Revision da seguinte forma:
MOD Power

– Se a Major Revision for igual, a Minor Revision deverá ser a mesma ou superior.
– Se a Major Revision for maior, a Minor Revision poderá ser qualquer número.
SA Power

Compact GuardLogix
Disable Keying Indica que os atributos de codificação não estão sendo considerados ao tentar comunicar-se
com um dispositivo. Com a Disable Keying, a comunicação pode ser feita com outro tipo de
dispositivo que não seja o especificado no projeto.
ATENÇÃO: seja muito cuidadoso ao usar a opção de Disable Keying. Se usada
incorretamente, esta opção pode causar ferimentos pessoais ou morte, prejuízos à
propriedade ou perda financeira.
Recomendamos não usar a Disable Keying.
Se você usar Disable Keying, você precisará assumir total responsabilidade por entender se o
módulo sendo usado pode satisfazer as especificações funcionais da aplicação.
IMPORTANTE: não use esta opção nas aplicações de segurança.
Exact Match Indica que todos os atributos de codificação devem combinar para estabelecer
comunicação. Se qualquer atributo não corresponder precisamente, a comunicação com o
dispositivo não ocorrerá.

Com cuidado, considere as consequências de cada opção de codificação


quando selecionar uma.

IMPORTANTE A alteração on-line de parâmetros de Electronic Keying interrompe conexões com


o dispositivo e todos os dispositivos que estão conectados por meio dele.
Conexões de outros controladores também podem ser interrompidas.
Se uma conexão de E/S para um dispositivo for interrompida, o resultado poderá
ser uma perda de dados.

Obter mais informações

Para obter informações detalhadas sobre chaveamento eletrônico, consulte


Electronic Keying in Logix 5000 Control Systems Application Technique,
publicação LOGIX- AT001.

80 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Recursos comuns para módulos de E/S digitais Compact 5000 I/O Capítulo 2

Firmware do módulo Os módulos de E/S digital Compact 5000 I/O são fabricados com o
firmware do módulo instalado. Se estiverem disponíveis versões atualizadas
Módulos padrões do firmware do módulo no futuro, é possível atualizar o firmware.
DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT

5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8

Versões atualizadas do firmware são disponibilizadas por diversas razões, por


exemplo, para corrigir uma anomalia que existia em versões anteriores do
MOD Power

firmware do módulo.
SA Power

IMPORTANTE Verifique se a versão do firmware de módulo para os módulos de E/S de


CONTROLLER DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT
segurança Compact 5000 I/O que você usa está correta antes de realizar o
OK FAN 1
5069-L4200ERMW

B
UPS

B
R
5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8

comissionamento de seu sistema.


RUN SD

FORCE FAN 2 F F

MP

B1
NET B1

LINK B1

NET A1
Você acessa os arquivos do firmware atualizados no Rockwell Automation®
Product Compatibility and Download Center (PCDC). A PCDC está
LINK A1

SA
NET A2 SPEED X1

A1 LINK A2 LINK X1

2 CompactLogix 5480

A2 disponível em:

Módulos de Segurança http://compatibility.rockwellautomation.com/Pages/home.aspx


SIL2 CPU OUTPUT OUTPUT

5069-L3100ERMS2 5069-IB8S 5069-IB8S 5069-OBV8S 5069-OBV8S


Faça o download apenas do firmware e acesse as notas de versão do produto
na PCDC da Rockwell Automation®.
MOD Power

Não faça o download do firmware em sites que não sejam da


SA Power

Rockwell Automation.
Compact GuardLogix

Comunicação produtor- Os módulos de E/S digital Compact 5000 I/O utilizam o modelo de
comunicação produtor-consumidor para produzir dados sem que um
consumidor controlador os pesquise primeiro. Os módulos produzem os dados e os
Módulos padrões controladores os consomem. Ou seja, o controlador-proprietário e os
DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT
controladores com uma conexão Listen Mode ao módulo pode consumi-los.
5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8

Quando um módulo de entrada produz dados, os controladores podem


MOD Power

consumir os dados simultaneamente. O consumo simultâneo de dados reduz


a necessidade de um controlador enviar dados para outros controladores.
SA Power

CONTROLLER DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT

5069-L4200ERMW 5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8

UPS
R R
OK FAN 1
B B
RUN SD

FORCE FAN 2 F F

MP

NET B1
B1 LINK B1

NET A1

LINK A1

SA
NET A2 SPEED X1

A1 LINK A2 LINK X1

2 CompactLogix 5480

A2

Módulos de Segurança

SIL2 CPU OUTPUT OUTPUT

5069-L3100ERMS2 5069-IB8S 5069-IB8S 5069-OBV8S 5069-OBV8S


MOD Power
SA Power

Compact GuardLogix

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 81


Capítulo 2 Recursos comuns para módulos de E/S digitais Compact 5000 I/O

Utilizar o tempo do CIP Sync Os seguintes módulos de E/S padrão Compact 5000 I/O utilizam CIP Sync™
para registro de data e hora e programação:
com módulos de E/S rápida
• 5069-IB16F
• 5069-IB6F-3W
Módulos padrões
DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT
• 5069-OB16F
5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8

O CIP Sync é uma implementação do CIP™ do Protocolo de Tempo de


MOD Power

Precisão IEEE 1588. O CIP Sync proporciona sincronização de tempo real


(tempo do mundo real) ou de tempo coordenado universal (UTC) de
SA Power

controladores e dispositivos que estejam conectados por redes CIP. Essa


tecnologia suporta aplicações amplamente distribuídas que requerem registro
CONTROLLER DC OUTPUT
de data e hora, gravação de sequência de eventos, controle de movimento
DC INPUT DC INPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT

5069-L4200ERMW 5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8


distribuído e maior coordenação de controle.
UPS
R R
OK FAN 1
B B
RUN SD

FORCE FAN 2 F F

MP Os módulos 5069-IB16F, 5069-IB6F-3W e 5069-OB16F são dispositivos


B1
NET B1

LINK B1

NET A1

LINK A1
CIP Sync somente escravos. Deve existir outro módulo na rede que funcione
como o relógio mestre. Para obter mais informações sobre como utilizar a
SA
NET A2 SPEED X1

A1 LINK A2 LINK X1

2 CompactLogix 5480

A2
tecnologia CIP Sync, consulte Integrated Architecture® and CIP Sync
Configuration Application Technique, publicação IA-AT003.

É possível usar os módulos de E/S rápida digital Compact 5000 I/O para
capturar registros de data e hora e programar saídas enquanto proporciona os
seguintes avanços:

• Os módulos de E/S rápida são muito mais precisos do que outros


módulos.

• As entradas recebem registros de data e hora por ponto, portanto,


múltiplas entradas podem ser configuradas para mudança de estado
sem perder os dados de registro de data e hora.

• CIP Sync pode ser usado em todo o sistema, portanto, valores de data e
hora e programação são consistentes em todos os módulos no sistema.

Por exemplo, caso utilize os registros de data e hora em um módulo


5069-IB16F para programar saídas em um módulo 5069-OB16F, o
controlador, módulo de entrada e módulo de saída não são necessários
para residir no mesmo local do sistema. Os módulos de E/S podem
residir em um sistema de E/S remoto.

• Os módulos de saída usam todos os 64 bits do registro de data e hora


para programar, por isso não há limites nas faixas de programação.

82 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Recursos comuns para módulos de E/S digitais Compact 5000 I/O Capítulo 2

Registro de data e hora O sistema de controle utiliza um relógio de sistema com 64 bits. Os módulos
suportam o registro de data e hora CIP Sync utilizando o protocolo 1588 que
é passado pelo sistema. O protocolo 1588 é definido no padrão
Módulos padrões
IEEE 1588-2002, publicação Standard for a Precision Clock Synchronization
DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT

Protocol for Networked Measurement and Control Systems.


5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8
MOD Power

IMPORTANTE Os módulos de E/S de segurança Compact 5000 I/O não suportam o


registro de data e hora.
SA Power

Cada varredura de canal de entrada ou nova aplicação de saída é marcada com


CONTROLLER DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT
um registro de data e hora CIP Sync. Um registro de data e hora é retornado
5069-L4200ERMW

R
UPS
R
5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8
para o controlador do módulo com a transferência de dados da entrada.
OK FAN 1
B B
RUN SD

FORCE FAN 2 F F

MP

É possível utilizar este recurso para o seguinte:


NET B1
B1 LINK B1

NET A1

LINK A1

SA
NET A2 SPEED X1

• Identificar a sequência de eventos em condições de falha ou durante a


A1 LINK A2 LINK X1

2 CompactLogix 5480

A2

operação normal.

Você pode utilizar o relógio de sistema entre múltiplos módulos no


mesmo rack ou através de um sistema no qual um mestre de tempo
comum é utilizado.

• Para medir a alteração entre amostras e detectar quando uma nova


amostra está disponível para processamento via lógica. A alteração
entre amostras provavelmente terá próxima correlação com o RPI
(se nenhuma amostra for perdida na lógica).

Você também pode utilizar o protocolo 1588 para sincronizar a amostragem


de módulos em todo o sistema. Ao utilizar o recurso de amostragem
sincronizada, é possível configurar múltiplos módulos para coordenar suas
amostras de entrada precisamente entre eles utilizando o mesmo RPI.

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 83


Capítulo 2 Recursos comuns para módulos de E/S digitais Compact 5000 I/O

A amostragem sincronizada permite que você configure uma bancada, por


exemplo, e tome muitas medições simultaneamente em vários módulos, se
necessário, enquanto ainda coordena com precisão a amostragem. Com esses
módulos, a amostragem sincronizada é coordenada em ± 10 μs,
aproximadamente.

A tabela 14 descreve como você pode utilizar os registros de data e hora.


Tabela 14 - Opções de registro de data e hora
Tópico Descrição
Registro de data e Você pode utilizar CIP Sync para estabelecer uma sequência de eventos que ocorra no
hora para uma ponto de um módulo de entrada em particular registrando a data e a hora dos dados de
sequência de eventos entrada. Para determinar a sequência de eventos, você deve executar o seguinte:
• Defina o formato do módulo de entrada para Timestamped Input Data.
• Habilite o COS para a entrada onde uma sequência ocorre e desabilitar o COS para
todos os outros pontos no módulo.
DICA Se você configurar múltiplas entradas para mudança de estado, seu módulo
gerará um registro de data e hora único cada vez que uma das entradas
mudar de estado se as alterações não ocorrerem a 500 μs uma da outra.
Se múltiplas entradas configuradas para mudança de estado mudarem
de estado em até 500 μs uma da outra, um registro de data e hora será
gerado para todas as mudanças de estado. Como resultado, parece que
eles mudaram simultaneamente.
Registro de data e Você pode utilizar o registro de data e hora com o recurso de saídas programáveis, de
hora com saídas modo que, após os dados de entrada mudarem de estado e ocorrer um registro de data
programáveis e hora, um ponto de saída atue no tempo específico.
É possível programar saídas no futuro. As saídas enviadas em um pacote podem ter
uma diferença de aproximadamente 2 segundos. Enviar múltiplas mensagens permite
maior espaçamento entre as programações. Ao utilizar o registro de data e hora de
entradas e saídas programadas, você deve fazer o seguinte:
• Escolha um formato de conexão para cada módulo de entrada e de saída que
habilite o registro de data e hora.
• Desabilite COS para todos os pontos de entrada no módulo de entrada exceto o
ponto que receberá o registro de data e hora.
DICA Para que as saídas programadas funcionem com mais eficiência, lembre-
se do seguinte:
• A programação é acionada no momento para o qual estiver
configurada. Você deve certificar-se de que há tempo suficiente para
o planejamento futuro da programação. Se estiver utilizando a
instrução MAOC, não é possível controlar a programação.
• Um grandmaster ao nível de sistema sincroniza os tempos dos
módulos de E/S.

84 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Capítulo 3

Recursos do módulo de entrada

Tópico Página
Tipos de módulo de entrada múltipla 86
Transferência de dados no intervalo do pacote requisitado ou mudança de estado 86
Filtros de entrada configuráveis de software e atrasos 87
Diagnóstico das condições do módulo 90
Relatório de falha e status 90
Modo de contagem simples 93
Registro de data e hora da sequência de eventos por ponto 94
Oscilar detecção 95
Eventos 95
Travamento de pulso 100
Detecção de perda de tensão de campo 102
Proteção contra curto-circuito 103
Desligamento térmico 106

Este capítulo descreve os recursos que são suportados nos módulos de entrada
digital Compact 5000™ I/O.

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 85


Capítulo 3 Recursos do módulo de entrada

Tipos de módulo de entrada A família de módulos de E/S digital Compact 5000 I/O oferece os seguintes
tipos de módulos de entrada:
múltipla
Módulos padrões • Módulo de entrada padrão CA — 5069-IA16
DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT

5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8

• Módulo de entrada padrão CC — 5069-IB16


MOD Power

• Módulo de entrada padrão CC com proteção contra ambientes


agressivos — 5069-IB16K
SA Power

• Módulos de entrada rápida padrão CC — 5069-IB16F, 5069-


IB6F-3W
CONTROLLER DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT

5069-L4200ERMW 5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8

UPS
R R
OK FAN 1
B B
RUN SD

FORCE FAN 2 F F

MP
• Módulos de entrada de segurança CC — 5069-IB8S e 5069-IB8SK
NET B1
B1 LINK B1

NET A1

LINK A1

SA
NET A2 SPEED X1

A1 LINK A2 LINK X1

2 CompactLogix 5480

A2

Módulos de Segurança
SIL2 CPU OUTPUT OUTPUT

5069-L3100ERMS2 5069-IB8S 5069-IB8S 5069-OBV8S 5069-OBV8S


MOD Power
SA Power

Compact GuardLogix

Transferência de dados no Os módulos de entrada digital Compact 5000 I/O sempre enviam dados no
intervalo do pacote requisitado, mas eles enviarão dados com uma mudança
intervalo do pacote de estado somente se o recurso de COS estiver habilitado.
requisitado ou mudança
de estado A tabela descreve as duas maneiras pelas quais um módulo envia dados para o
controlador-proprietário.
Módulos padrões
DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT Método Descrição
5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8

RPI Uma taxa definida pelo usuário na qual o módulo atualiza as informações enviadas para seu
controlador- proprietário.
MOD Power

COS Um recurso configurável que, quando habilitado, instrui o módulo a atualizar seu
controlador-proprietário com dados novos sempre que um ponto de entrada específico
SA Power

muda de energizado para desenergizado ou de desenergizado para energizado. Os dados


são enviados na taxa de RPI quando não há mudança de estado. Por padrão, essa
configuração está sempre habilitada para módulos de entrada.
CONTROLLER DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT

5069-L4200ERMW 5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8

UPS

Você define o intervalo do pacote requisitado na página de conexão da caixa


R R
OK FAN 1
B B
RUN SD

FORCE FAN 2 F F

MP
de diálogo Module Properties na aplicação Logix Designer.
NET B1
B1 LINK B1

NET A1

LINK A1

SA
NET A2 SPEED X1

A1 LINK A2 LINK X1

2 CompactLogix 5480

A2

Módulos de Segurança
SIL2 CPU OUTPUT OUTPUT

5069-L3100ERMS2 5069-IB8S 5069-IB8S 5069-OBV8S 5069-OBV8S


MOD Power
SA Power

Compact GuardLogix

86 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Recursos do módulo de entrada Capítulo 3

Filtros de entrada É possível aumentar o tempo que um ponto de entrada leva para mudar da
transição de Ligado para Desligado e de Desligado para Ligado nos módulos
configuráveis de software de entrada digital Compact 5000 I/O. O aumento no tempo é um atraso do
e atrasos sinal do módulo para o controlador.
Módulos padrões
O aumento no tempo para transição de um estado para outro melhora a
DC INPUT

5069-IB16
DC INPUT

5069-IB16
DC OUTPUT

5069-OB16
ANALOG INPUT

5069-IY4
ANALOG OUTPUT

5069-OF8
imunidade a ruído dentro de um sinal.
MOD Power

Módulos de entrada padrão Compact 5000 I/O


SA Power

Para os módulos de entrada padrão Compact 5000 I/O, o parâmetro


CONTROLLER DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT
configurável é Input Filter Time. Esta tabela descreve como usar esse recurso
5069-L4200ERMW

R
UPS
R
5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8
com a maioria dos módulos de entrada padrão.
OK FAN 1
B B
RUN SD

FORCE FAN 2 F F

MP
Módulo Faixa de valor de filtro válido Default Value
B1
NET B1

LINK B1

NET A1
5069-IB16, 5069-IB16K 0 μ a 50 ms 1 ms
LINK A1

SA
NET A2 SPEED X1

A1

5069-IB6F-3W 0 μs
LINK A2 LINK X1

2 CompactLogix 5480

A2

5069-IB16F

Módulos de Segurança O sinal de entrada que está conectado ao módulo de entrada5069-IA16 dita
os valores de filtro de entrada válidos que podem ser usados.
SIL2 CPU OUTPUT OUTPUT

5069-L3100ERMS2 5069-IB8S 5069-IB8S 5069-OBV8S 5069-OBV8S

Valor do sinal de entrada Tempo do filtro: Desligado para Tempo do filtro: Ligado para
ligado – Valores válidos desligado – Valores válidos
MOD Power

120 Vca • 1 ms • 10 ms
• 20 ms
SA Power

Compact GuardLogix

240 Vca • 1 ms • 5 ms
• 2 ms • 10 ms
• 5 ms • 20 ms

IMPORTANTE A aplicação Logix Designer lhe permite escolher valores de tempo de filtro
que são inválidos para alguns sinais de entrada.
Por exemplo, o único valor válido entre filtro desligado e ligado, quando
um sinal de 120 Vca é conectado ao módulo, é 1 ms. Entretanto, você pode
escolher 1 ms, 2 ms, ou 5 ms.
Certifique-se de selecionar um valor de filtro de entrada válido quando
configurar o módulo. Se selecionar um valor de filtro de entrada inválido,
o módulo pode ler os níveis de sinal incorretamente.

Para ver onde configurar os valores do filtro de entrada, consulte o seguinte:


• Módulo 5069-IA16 — página 164
• Módulos 5069-IB16 e 5069-IB16K — página 166
• Módulo 5069-IB16F — página 168
• Módulo 5069-IB6F-3W — página 174

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 87


Capítulo 3 Recursos do módulo de entrada

Módulos de entrada de segurança Compact 5000 I/O

Para os módulos de entrada de segurança Compact 5000 I/O, o parâmetro


configurável é Input Delay Time. Esta tabela descreve como usar esse recurso
com os módulos de entrada de segurança.
Módulos Faixa de valor de filtro válido Default Value
5069-IB8S, 5069-IB8SK 0 ms a 50 ms 0 ms

Para ver onde definir o parâmetro Input Delay Time no módulo 5069-IB8S ou
5069-IB8SK, consulte a página 199. Para obter mais informações sobre como
usar o recurso Input Delay Time em um módulo 5069-IB8S ou 5069-IB8SK,
consulte a Tempo de atraso na entrada de segurança na página 136.

Filtro de entrada com módulos de entrada rápida


Compact 5000 I/O

IMPORTANTE • Esta descrição se aplica aos módulos 5069-IB16F e 5069-IB6F-3W,


e a qualquer módulo 5069-IB16 que use a versão do firmware 2.011
e anterior.
• Os filtros de entrada funcionam da mesma forma se a transição for
uma transição de estado simples ou quando a transição de estado
dispara um Evento.

Nos módulos de entrada rápida Compact 5000 I/O, o filtro de entrada não
somente ajuda a melhorar a imunidade a ruído em um sinal, mas também
ajuda a prevenir mudanças rápidas de dados de entrada devido ao ressalto
dos contatos.

O tempo do filtro de entrada define por quanto tempo uma transição de sinal
de entrada deve permanecer no novo estado antes de a transição ser válida e
da entrada mudar de estado. Os registros de data e hora da entrada e do
evento são registrados somente com transições válidas.

A transição somente será válida se o sinal de entrada permanecer no novo estado


por toda a duração do filtro. Se a entrada mudar novamente de estado antes de
decorrer o tempo de filtro de entrada escolhido, a transição não será válida.

Na figura 10, os três primeiros sinais de transição, ambos Ligado para


Desligado e Desligado para Ligado, mantêm o mesmo estado até que o tempo
do filtro tenha decorrido e não são válidos.

88 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Recursos do módulo de entrada Capítulo 3

Figura 10 - Uso do filtro de entrada nos módulos de entrada rápida Compact 5000 I/O

ON
Sinal de entrada
OFF
Mudança de estado
End
Filtro desligado para ligado Duração do filtro
INÍCIO

ON
Dados de entrada do módulo
OFF

Valor do registro de hora e data


do filtro desligado para ligado

ON
Sinal de entrada
OFF
Mudança de estado
End
Filtro ligado para desligado Duração do filtro
INÍCIO

ON
Dados de entrada do módulo
OFF

Valor do registro de hora e data


do filtro ligado para desligado

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 89


Capítulo 3 Recursos do módulo de entrada

Diagnóstico das condições Cada módulo de E/S digital Compact 5000 I/O tem um indicador de status
na parte frontal do módulo que indica a condição do módulo.
do módulo
Módulos padrões Para obter mais informações sobre os indicadores de status, consulte o
DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT
Apêndice A, Localizar falhas no módulo na página 207.
5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8
MOD Power
SA Power

CONTROLLER DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT

5069-L4200ERMW 5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8

UPS
R R
OK FAN 1
B B
RUN SD

FORCE FAN 2 F F

MP

NET B1
B1 LINK B1

NET A1

LINK A1

SA
NET A2 SPEED X1

A1 LINK A2 LINK X1

2 CompactLogix 5480

A2

Módulos de Segurança
SIL2 CPU OUTPUT OUTPUT

5069-L3100ERMS2 5069-IB8S 5069-IB8S 5069-OBV8S 5069-OBV8S


MOD Power
SA Power

Compact GuardLogix

Relatório de falha e status Os módulos de entrada fazem multicast dos dados de falha e status com dados
de canal para os controladores proprietário e de escuta. Os dados são
Módulos padrões retornados através de tags de módulo que você pode monitorar através da sua
DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT aplicação Logix Designer.
5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8

Com algumas exceções, os módulos de entrada digital Compact 5000 I/O


MOD Power

proporcionam o status de falhas e dados em um formato centrado no ponto.


TagNames que incluem Ptxx representam dados centrados no ponto na
SA Power

tabela. O xx representa o número do ponto.

CONTROLLER DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT Nem todos os tags listados na tabela 15 se aplicam a todos os módulos de
OK FAN 1
5069-L4200ERMW

B
UPS

B
R
5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8

entrada digital Compact 5000 I/O. Por exemplo, o módulo 5069-IB16F usa o
RUN SD

FORCE FAN 2 F F

tag Eventx.PtxxData. O módulo 5069-IB16 ou 5069-IB16K não usa esse tag.


MP

NET B1
B1 LINK B1

NET A1

LINK A1

SA
NET A2 SPEED X1

A1 LINK A2 LINK X1

2 CompactLogix 5480

A2

Módulos de Segurança
SIL2 CPU OUTPUT OUTPUT

5069-L3100ERMS2 5069-IB8S 5069-IB8S 5069-OBV8S 5069-OBV8S


MOD Power
SA Power

Compact GuardLogix

90 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Recursos do módulo de entrada Capítulo 3

Módulos de entrada padrão Compact 5000 I/O

A tabela 15 lista os tags que são usados nos módulos de entrada padrão
Compact 5000 I/O.

IMPORTANTE Para obter mais informações sobre os valores válidos para cada tag,
consulte o Apêndice B, Definições de tags do módulo na página 227.

Tabela 15 - Módulo de entrada padrão Compact 5000 I/O — status de falha e dados
Tipo de dados Nome do tag(1) Acionar evento que define
ConnectionFaulted(2) O controlador-proprietário perde sua conexão ao módulo.
Counterxx.Fault A qualidade dos dados do contador é ruim.
Ptxx.Fault A qualidade dos dados do ponto é ruim.
Falha
Eventx.CounterxxFault O contador correspondente teve uma falha que indicou quando o evento ocorreu.
Eventx.Fault Foi perdida a conexão do sinal.
Eventx.Ptxx.Fault A qualidade dos dados do evento é ruim.
RunMode O módulo está em modo de operação.
DiagnosticActive Indica se algum diagnóstico está ativo ou se o limite de prognósticos foi atingido.
DiagnosticSequenceCount A contagem aumenta cada vez que uma condição de diagnóstico é detectada ou removida.
Counterxx.Data O status da entrada do ponto é 0 ou 1.
Counterxx.Uncertain Os dados do contador podem ser imperfeitos.
Status Eventx.PtxxData O status da entrada do ponto é 0 ou 1.
Eventx.Uncertain Os dados do evento podem ser imperfeitos.
Ptxx.Data O status da entrada do ponto é 0 ou 1.
Ptxx.Uncertain Os dados do ponto podem ser imperfeitos.
Uncertain(2) O módulo está operando fora de sua faixa operacional projetada se os dados estiverem sob o controle
manual ou de supressão.
(1) Nem todos os nomes de tags se aplicam a todos os módulos de entrada padrão Compact 5000 I/O. Por exemplo, somente módulos que suportam o recurso Eventos usam os tags Event,
exceto módulos.
(2) Este tag fornece dados de todo o módulo e afeta todos os canais simultaneamente.

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 91


Capítulo 3 Recursos do módulo de entrada

Módulos de entrada de segurança Compact 5000 I/O

A tabela 16 lista os tags que são usados no módulo de entrada de segurança


Compact 5000 I/O.

IMPORTANTE Para obter mais informações sobre os valores válidos para cada tag,
consulte o Apêndice B, Definições de tags do módulo na página 227.

Tabela 16 - Módulo de entrada de segurança Compact 5000 I/O — status de falha e dados
Tipo de dados Nome do tag Acionar evento que define
ConnectionFaulted(1) O controlador-proprietário perde sua conexão ao módulo.
Ptxx.Fault A qualidade dos dados do ponto é ruim ou o canal é definido como Não usado.
Ptxx.ShortCircuit Existe uma condição de curto-circuito no ponto.
Falha
Testxx.Fault A qualidade dos dados do ponto é ruim ou o canal é definido como Não usado.
Testxx.ShortCircuit Existe uma condição de curto-circuito no ponto de teste.
Testxx.FieldPowerOff Existe uma condição de perda de tensão de campo no ponto de teste.
RunMode O módulo está em modo de operação.
DiagnosticActive Indica se algum diagnóstico está ativo ou se o limite de prognósticos foi atingido.
DiagnosticSequenceCount A contagem aumenta cada vez que uma condição de diagnóstico é detectada ou removida.
Ptxx.Data Os dados atualmente no ponto.

Status Ptxx.Uncertain Os dados do ponto podem ser imperfeitos, pois existe uma condição de sobretemperatura ou temperatura
crítica.
Ptxx.Status O estado do ponto muda de normal para com falha ou de com falha para normal.
Testxx.Readback Uma alimentação de 24 Vcc está presente na saída de teste.
Testxx.Uncertain Os dados do ponto de teste podem ser imperfeitos.
Testxx.Status O estado do ponto de teste muda de normal para com falha ou de com falha para normal.
(1) Este tag proporciona dados para todo o módulo e afeta todos os canais simultaneamente.

Para obter mais informações sobre relatório de falha, consulte o Apêndice A,


Localizar falhas no módulo na página 207.

92 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Recursos do módulo de entrada Capítulo 3

Modo de contagem simples O modo de contagem simples é utilizado para contar pulsos de entrada.

Módulos padrões IMPORTANTE Os seguintes módulos de entrada padrão Compact 5000 I/O suportam o
DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT
modo de contagem simples:
5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8

• 5069-IB16
MOD Power

• 5069-IB16F
• 5069-IB16K
SA Power

• 5069-IB6F-3W

CONTROLLER DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT


Ao utilizar a função de contador simples, o módulo conta pulsos de entrada
OK FAN 1
5069-L4200ERMW

B
UPS

B
R
5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8

até as frequências seguintes:


RUN SD

FORCE FAN 2 F F

• A frequência máxima do contador simples para os módulos 5069-IB16


MP

NET B1
B1

e 5069-IB16K é de 500 Hz (período inv. 2 ms).


LINK B1

NET A1

LINK A1

SA
NET A2 SPEED X1

A1 LINK A2 LINK X1

2 CompactLogix 5480

A2

O número máximo de contadores nos módulos 5069-IB16 e


5069-IB16K é 8. É possível configurar canais de 0 a 7 para
serem contadores.

• A frequência máxima do contador simples para os módulos


5069-IB16F e 5069-IB6F-3W é de 30 kHz (período inv. 33,3 μs).

– O número máximo de contadores no módulo 5069-IB16F é 8.


É possível configurar canais de 0 a 7 para serem contadores.
– O número máximo de contadores no módulo 5069-IB6F-3W é 4.
É possível configurar canais de 0 a 3 para serem contadores.

Os módulos comparam a contagem total aos valores programados


anteriormente e então podem ativar uma saída associada. Os módulos fornecem
funcionalidade de limite de contagem e de sobrecontagem do contador.

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 93


Capítulo 3 Recursos do módulo de entrada

Registro de data e hora da O registro de data e hora grava uma referência de tempo para uma alteração
nos dados de entrada. CIP Sync™ é utilizado para registro de data e hora.
sequência de eventos
por ponto
IMPORTANTE Os seguintes módulos de entrada padrão Compact 5000 I/O suportam
registro de data e hora por ponto:
Módulos padrões
• 5069-IB16F
DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT

5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8 • 5069-IB6F-3W


MOD Power

Os módulos de entrada CC 5069-IB16F e 5069-IB6F-3W oferecem registro


de data e hora por ponto no nível de submilissegundo. Os valores do registro
SA Power

de data e hora têm precisão de ±10 μs e resolução de ±1 ns.

CONTROLLER DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT


Você pode utilizar CIP Sync para estabelecer uma sequência de eventos que
OK FAN 1
5069-L4200ERMW

R
UPS
R
5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8

ocorra no ponto do módulo de entrada registrando a data e a hora dos dados


B

de entrada. Para determinar a sequência de eventos, você deve fazer o


B
RUN SD

FORCE FAN 2 F F

NET B1
MP

seguinte:
B1 LINK B1

A1
NET A1

LINK A1

NET A2

LINK A2
SPEED X1

LINK X1
SA • Na caixa de diálogo Module Definition no projeto da aplicação
Logix Designer, defina o parâmetro Input Data para Timestamp Data.
1

2 CompactLogix 5480

A2

• Habilitar o COS para o ponto de entrada onde uma sequência ocorre e


desabilitar o COS para todos os outros pontos no módulo.

É possível habilitar a mudança de estado das seguintes maneiras.


Local na aplicação Logix Designer Ação
Caixa de diálogo Module Properties > Verifique o tipo de transição de entrada em que é
categoria Points > subcategoria Ptxx necessário travar os pulsos de curta duração.
Por exemplo, caso necessite travar pulsos de curta
duração para transições Desligado para Ligado,
verifique a transição de entrada Desligado -> Ligado.
Tags do módulo Um ou ambos dos seguintes:
• Trocar o tag C.Ptxx.CaptureOffOnEn por 1.
• Trocar o tag C.Ptxx.CaptureOnOffEn por 1.

Para obter mais informações sobre Registro de data e hora, consulte a


página 83.

Para ver onde definir as opções de registro de data e hora, consulte o seguinte:
• Módulo 5069-IB16F — página 169
• Módulo 5069-IB6F-3W — página 175

94 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Recursos do módulo de entrada Capítulo 3

Oscilar detecção Oscilar detecção é um recurso que está diretamente relacionado com o
registro de data e hora. Você usa o recurso para detectar quando um
dispositivo que está conectado a um módulo de entrada causa oscilação.
Módulos padrões
DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT

A oscilação ocorre quando o dispositivo provoca erroneamente as entradas


para transição diversas vezes em um período de tempo relativamente curto.
5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8
MOD Power

Como consequência, os registros de data e hora do módulo invalidam as


transições de entrada.
SA Power

É possível configurar os seguintes:

CONTROLLER DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT

• Chatter count — determina o número aceitável de transições de


entrada que pode ocorrer em um determinado período de tempo antes
5069-L4200ERMW 5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8

UPS
R R
OK FAN 1
B B
RUN SD

FORCE FAN 2 F F

MP
de considerar a oscilação da entrada.
NET B1
B1 LINK B1

Faixa de valores válidos da contagem de oscilação de 2 a 127.


NET A1

LINK A1

SA
NET A2 SPEED X1

A1 LINK A2 LINK X1

2 CompactLogix 5480

A2

• Chatter Time — determina a quantidade de tempo na qual o número


de transições de entrada é contado.

Faixa de valores válidos do tempo de oscilação de 1 a 10000 ms.

Para ver onde definir as opções de Oscilar detecção, consulte o seguinte:


• Módulo 5069-IB16F — página 169
• Módulo 5069-IB6F-3W — página 175

Eventos É possível usar o recurso Eventos para acionar eventos.

Módulos padrões
IMPORTANTE Os seguintes módulos de entrada padrão Compact 5000 I/O suportam o
recurso Eventos:
DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT

5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8

• 5069-IB16F
MOD Power

• 5069-IB6F-3W
SA Power

Os módulos suportam até quatro configurações de eventos.

CONTROLLER DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT


Os seguintes podem acionar eventos:
OK FAN 1
5069-L4200ERMW

R
UPS
R
5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8

• Uma mudança de estado de entrada.


B B
RUN SD

FORCE FAN 2 F F

MP
• Uma mudança de bit feita por entrada de contagem.
B1
NET B1

LINK B1

NET A1
• Um estado de entrada de padrão muda nas entradas de vários modelos.
LINK A1

SA
NET A2 SPEED X1

A1 LINK A2 LINK X1

2 CompactLogix 5480

A2 Você deve utilizar o tipo de conexão Data with Events na janela Module
Definition para utilizar o recurso Eventos.

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 95


Capítulo 3 Recursos do módulo de entrada

Definição de evento

Defina um evento. Ao definir um evento, lembre-se do seguinte:


• Os parâmetros de definição de evento são mostrados na categoria
Eventsxx na caixa de diálogo Module Properties. Os parâmetros são
lidos somente na caixa de diálogo, conforme mostrado neste exemplo.

IMPORTANTE: você não


pode alterar os parâmetros
nesta caixa de diálogo.

• Os parâmetros de definição de evento são configurados nos tags Event


Output, conforme mostrado neste exemplo.

96 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Recursos do módulo de entrada Capítulo 3

A tabela 17 descreve as tarefas incluídas na definição de um evento.


Tabela 17 - Definição de evento
Tarefa Tag de saída de evento a alterar Valores válidos
Habilitar o evento. EO.Eventxx.En • 0 = O evento está desabilitado
• 1 = O evento está habilitado
Escolha se uma única mudança de estado na entrada ou EO.Eventxx.IndependentConditionTriggerEn • 0 = Padrão de alterações no estado de entrada
um padrão de mudanças de estado da entrada acionará aciona o evento
o evento. • 1 = Alteração no estado de entrada simples
aciona o evento
Selecione pelo menos um ponto do módulo para O nome do tag muda com base na função da entrada. • 0 = O ponto não participa do acionamento do
participar no evento. Estão disponíveis os nomes a seguir: evento
• EO.Eventxx.PtxxDataSelect - Este tag aparece para • 1 = O ponto participa do acionamento do evento
qualquer ponto no módulo se não forem utilizados
contadores.
• EO.Eventxx.CounterxxSelect - Estes tags iniciam em
point00 e continuam com base no número de
contadores que o módulo utiliza.
Para todos os pontos que participam no evento, escolha o O nome do tag muda com base na função da entrada. • 0 = Transição de estado de ligado para desligado
que constitui um estado de evento. Estão disponíveis os nomes a seguir: • 1 = Transição de estado de desligado para ligado
• EO.Eventxx.PtxxDataValue - Este tag aparece para
qualquer ponto no módulo se não forem utilizados
contadores.
• EO.Eventxx.CounterxxValue - Estes tags iniciam em
point00 e continuam com base no número de
contadores que o módulo utiliza.
Escolha qual borda do evento aciona o evento. Ou seja, Ambas as seguintes: A combinação de configurações de tag determina
se é borda de subida, borda descendente ou outra borda • EO.Eventxx.EventRisingEn qual borda aciona o evento:
do evento. • A borda ascendente dispara o evento definido
• EO.Eventxx.EventFallingEn através desta combinação:
– EO.Eventxx.EventRisingEn = 1
– EO.Eventxx.EventFallingEn = 0

• A borda descendente dispara o evento definido


através desta combinação:
– EO.Eventxx.EventRisingEn = 0
– EO.Eventxx.EventFallingEn = 1

• A borda descendente dispara o evento definido


através desta combinação:
– EO.Eventxx.EventRisingEn = 1
– EO.Eventxx.EventFallingEn = 1
Trave o evento. Esta tarefa é opcional. EO.Eventxx.LatchEn • 0 = O evento não foi travado.
• 1 = O evento foi travado.

Acionador de ponto independente

Uma mudança do estado de entrada que aciona um evento é conhecida como


um gatilho de ponto independente.

Para utilizar este tipo de acionador, você deve habilitar a opção Independent
Point Trigger na definição do evento. Você ajusta o tag
EO.Eventxx.IndependentConditionTriggerEn para 1.

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 97


Capítulo 3 Recursos do módulo de entrada

Acionador de correspondência de padrão

Quando um padrão de alterações de estado da entrada acionam um evento,


vários pontos participam no acionamento do evento. Para utilizar este tipo de
acionador, você deve desabilitar a opção Independent Point Trigger na
definição do evento. Você ajusta o tag
EO.Eventxx.IndependentConditionTriggerEn para 0.

Cada ponto que participa em um acionador de evento é configurado


separadamente. Dependendo da definição do evento, o status coletivo de
todos os pontos aciona o evento. A tabela descreve disparos de eventos.

Disparo Definição
Entrada em estado de Se o evento for definido para acionar na borda ascendente, o evento será
correspondência de padrão acionado quando uma mudança de estado em qualquer ponto participante
resultar em todas as condições de configuração de pontos estão sendo atendidas.
Na caixa de diálogo Event Definition, acionar evento = na transição de entrada
para corresponder ao padrão.
Saída de estado de Se o evento for definido para acionar na borda descendente, o evento será
correspondência de padrão acionado quando uma mudança de estado em qualquer ponto participante
resultar em todas as condições de configuração de pontos não estão sendo
mais atendidas.
Na caixa de diálogo Event Definition, acionar evento = na transição de entrada
para não corresponder ao padrão.
Entrada ou saída de estado Se o evento for definido para acionar na borda ascendente ou descendente, o
de correspondência de evento será acionado quando uma mudança de estado em qualquer ponto
padrão participante resultar em todas as condições de configuração de pontos estão
sendo atendidas ou não estão sendo mais atendidas.
Na caixa de diálogo Event Definition, acionar evento = na transição de entrada
para não corresponder ao padrão.

98 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Recursos do módulo de entrada Capítulo 3

Considerações adicionais sobre eventos

Ao utilizar o recurso Eventos, considere também o seguinte:

• Uma tarefa de evento somente atua se um evento ocorrer.

IMPORTANTE Certifique-se de vincular a tarefa Event ao tag Event Input e não


ao tag Input.
Tenha em mente que, quando a tarefa do evento é executada, os
dados do tag de entrada podem ter os mesmos dados que foram
enviados ao último RPI.

• Um evento somente é reconhecido quando mantém o mesmo estado


por, pelo menos, a duração do tempo de filtro de entrada especificado.

• Configure o evento em uma taxa que interrompa as condições de


sobreposição de tarefa. Se você habilitar COS para vários pontos, pode
ocorrer uma sobreposição de tarefa do evento.

• Configure o evento em uma taxa que tenha probabilidade de sucesso.


Uma largura de sinal de 2 ms é a largura de pulso mínima que pode ser
usada na qual o evento é bem-sucedido.

• Após o evento ser executado, ele não executará novamente até que o
evento ocorra outra vez.

• Para obter mais informações sobre tarefas de eventos, consulte o


Logix 5000 Controllers Tasks, Programs, and Routines Programming
Manual, publicação 1756-PM005.

Para ver como configurar o recurso Eventos, consulte o seguinte:


• módulo 5069-IB16F — página 170
• módulo 5069-IB6F-3W — página 176

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 99


Capítulo 3 Recursos do módulo de entrada

Travamento de pulso É possível utilizar o Travamento de pulso para detectar ou travar pulsos de
curta duração. O módulo pode detectar pulsos de entrada com uma duração
Módulos padrões de até 10 μs se a frequência for abaixo de 4 kHz (período de 250 μs).
DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT

5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8

IMPORTANTE Os seguintes módulos de entrada padrão Compact 5000 I/O suportam o


MOD Power

travamento de pulso:
• 5069-IB16F
SA Power

• 5069-IB6F-3W

CONTROLLER DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT


Travamento de pulso é suportado através do recurso Registro de data e hora e
5069-L4200ERMW

UPS
5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8 Travamento de registro de data e hora.
R R
OK FAN 1
B B
RUN SD

FORCE FAN 2 F F

MP
Para usar o travamento de pulso, é necessário concluir o seguinte:
NET B1
B1

• Na caixa de diálogo Module Definition no projeto da aplicação


LINK B1

NET A1

LINK A1

SA
NET A2 SPEED X1

A1

Logix Designer, defina o parâmetro Input Data para Timestamp Data.


LINK A2 LINK X1

2 CompactLogix 5480

A2

• Habilite a mudança de estado para o ponto de entrada em que a trava


de pulsos de curta duração é necessária. É possível habilitar a mudança
de estado das seguintes maneiras.

Local na aplicação Logix Designer Ação


Caixa de diálogo Module Properties > Verifique o tipo de transição de entrada em que é necessário
categoria Points > subcategoria Ptxx travar os pulsos de curta duração.
Por exemplo, caso necessite de pulsos de curta duração
travados para transições Desligado para Ligado, verifique a
transição de entrada Desligado -> Ligado.
Tags do módulo Um ou ambos dos seguintes:
• Trocar o tag C.Ptxx.CaptureOffOnEn por 1.
• Trocar o tag C.Ptxx.CaptureOnOffEn por 1.

Mudança de estado é desabilitada por padrão em todos os pontos.

Quando o módulo detecta um pulso de curta duração em um ponto de


entrada, as mudanças descritas nesta tabela ocorrem.
Tipo de transição de Trocar no projeto Logix Designer
entrada em que o pulso
é capturado
Desligado para Ligado • O tag I.Ptxx.TimestampOffOnNumber aumenta.
• A data e hora são registradas no tag I.Ptxx.TimestampOffOn.
Ligado para Desligado • O tag I.Ptxx.TimestampOnOffNumber aumenta.
• A data e hora são registradas no tag I.Ptxx.TimestampOnOff.

100 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Recursos do módulo de entrada Capítulo 3

Quando pulsos de curta duração subsequentes são detectados no mesmo


ponto de entrada, a configuração de travamento dita quais mudanças, se
houver, ocorrem no projeto Logix Designer.

Configuração de travamento Tipo de transição de Trocar no projeto Logix Designer


entrada em que o pulso
é capturado
Desabilitado (padrão) Desligado para Ligado O tag I.Ptxx.TimestampOffOnNumber aumenta.
As seguintes condições desativam o travamento de O novo registro de data e hora é registrado no tag I.Ptxx.TimestampOffOn,
registro de data e hora: substituindo o registro de data e hora anterior.
• O campo Enable Timestamp Latching na caixa de
diálogo Module Properties foi apagado. Ligado para Desligado O tag I.Ptxx.TimestampOnOffNumber aumenta.
• Tag C.Ptxx.TimestampLatchEn = 0 O novo registro de data e hora é registrado no tag I.Ptxx.TimestampOnOff,
substituindo a data e hora anterior.
Habilitado Desligado para Ligado Os tags I.Ptxx.TimestampOffOnNumber e I.Ptxx.TimestampOffOn permanecem
As seguintes condições ativam o travamento de registro de travados até que o último pulso capturado seja reconhecido.
data e hora: Em outras palavras, os valores do tag permanecem iguais até que o último pulso
• O campo Enable Timestamp Latching na caixa de capturado seja reconhecido.
diálogo Module Properties é verificado.
• Tag C.Ptxx.TimestampLatchEn = 1 Ligado para Desligado Os tags I.Ptxx.TimestampOnOffNumber e I.Ptxx.TimestampOnOff permanecem
travados até que o último pulso capturado seja reconhecido.
Em outras palavras, os valores do tag permanecem iguais até que o último pulso
capturado seja reconhecido.

Para reconhecer o último pulso capturado, defina o tag de saída do último


pulso de entrada conforme segue:

• Transição de Desligado para Ligado — definir o tag


O.Ptxx.TimestampOffOnNumberAck = tag
I.Ptxx.TimestampOffOnNumber.

• Transição de Ligado para Desligado — definir o tag


O.Ptxx.TimestampOnOffNumberAck = tag
I.Ptxx.TimestampOnOffNumber.

Quando uma trava de pulso é reconhecida para um ponto de entrada, o


próximo pulso nesse ponto incrementa o tag
I.Ptxx.TimestampOffOnNumber correspondente e registra a data e a hora no
tag I.Ptxx.TimestampOffOn.

É possível alterar os valores de tag na lógica do programa enquanto a operação


normal do módulo continua ou através do editor de tags da aplicação
Logix Designer. Para obter mais informações sobre tags de módulos, consulte
Apêndice B, Definições de tags do módulo na página 227.

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 101


Capítulo 3 Recursos do módulo de entrada

Detecção de perda de tensão O recurso Detecção de perda de tensão de campo monitora a perda de
potência no lado do campo em um barramento de força SA.
de campo
Módulos de Segurança IMPORTANTE Os módulos 5069-IB8S e 5069-IB8SK são somente módulos de entrada
SIL2 CPU OUTPUT OUTPUT
Compact 5000 I/O que suportam Detecção de perda de tensão de campo.
5069-L3100ERMS2 5069-IB8S 5069-IB8S 5069-OBV8S 5069-OBV8S

Quando se perde energia de um barramento de força SA, os módulos de


MOD Power

entrada de segurança Compact 5000 I/O detectam a perda de potência do


campo e a falha. Os dados de falha são então enviados para o controlador.
SA Power

Compact GuardLogix

Todos os pontos no módulo falham quando a potência de campo é perdida.

A tabela 18 descreve o que ocorre quando uma condição de perda de tensão


de campo é detectada.
Tabela 18 - Detecção de perda de tensão de campo — módulos de entrada de segurança
Compact 5000 I/O
Comporta- Valor do tag Valor de diagnóstico Estado do Indicador de
mento indicador de status de SA
de saída status de E/S
de teste
• Falhas • Tag I.Testxx.FieldPowerOff = 1 Diagnóstico FieldPowerOff = 1 Vermelho sólido Off
• Desliga • Tag I.Testxx.Fault = 1

Para corrigir o problema, deve-se reaplicar tensão de campo na saída de teste.

A tabela 19 descreve o que ocorre quando uma tensão de campo é


restaurada e o tempo de trava de erro, se definido, expira.
Tabela 19 - Detecção de perda de tensão de campo — módulos de entrada de segurança
Compact 5000 I/O
Comporta- Valor do tag Valor de diagnóstico Estado do Indicador de
mento de indicador de status de SA
saída de teste status de E/S
Reinicia em seu • Tag I.Testxx.FieldPowerOff = 0 Diagnóstico FieldPowerOff = 0 Off Verde
estado • Tag I.Testxx.Fault = 0 constante
comandado.

IMPORTANTE O módulo pode requerer até 1 segundo para completar a recuperação


além do tempo de trava de erro de entrada.

A Detecção de perda de energia de campo tem um tag correspondente que


pode ser examinado no programa do usuário se ocorrer uma falha. Para obter
informações sobre módulos, consulte o Apêndice B, Definições de tags do
módulo na página 227.

102 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Recursos do módulo de entrada Capítulo 3

Também é possível monitorar um ponto quanto à presença de perda de


tensão de campo através dos diagnósticos que estão disponíveis na caixa de
diálogo Module Properties na aplicação Logix Designer.

IMPORTANTE Lembre-se do seguinte:


• Detecção de perda de tensão de campo é específica para barramento
de força SA.
• Pode-se usar distribuidores de tensão de campo 5069-FPD para
estabelecer novos barramentos de força SA que são independentes
daquele que o controlador ou o adaptador EtherNet/IP™ estabelece.
• Se as fontes de alimentação externa independentes forem usadas para
cada barramento de força SA, a perda de tensão de campo de um
barramento de força SA não afetará os módulos que consomem
energia de outros barramentos de força SA.

Proteção contra A proteção contra curto-circuito ajudar a prevenir danos a uma saída de teste
em um módulo 5069-IB8S ou 5069-IB8SK que podem resultar da presença
curto-circuito de uma corrente na saída maior do que a suportada.
Módulos de Segurança
SIL2 CPU OUTPUT OUTPUT
IMPORTANTE Os módulos 5069-IB8S e 5069-IB8SK são somente módulos de entrada
5069-L3100ERMS2 5069-IB8S 5069-IB8S 5069-OBV8S 5069-OBV8S
Compact 5000 I/O que suportam Proteção contra curto-circuito.
MOD Power

O diagnóstico é suportado em todas as saídas de módulo, ou seja, nos pontos


de saíemeda de teste e nos pontos de saída de teste/saída muting.
SA Power

Compact GuardLogix

A tabela 20 descreve o que ocorre quando uma condição de curto-circuito


é detectada.
Tabela 20 - Proteção contra curto-circuito — módulo Compact 5000 I/O de entrada
de segurança
Comportamento de Valor do tag Valor de diagnóstico Estado do indicador
saída de teste de status de E/S
• Falhas Tag I.Testxx.ShortCircuit = 1 Diagnóstico de curto-circuito Vermelho
• Desliga Tag I.Testxx.Fault = 1 =1 intermitente

Para corrigir o problema, remova o curto.

A tabela 21 descreve o que ocorre quando uma condição de curto-circuito


é corrigida.
Tabela 21 - Proteção contra curto-circuito — módulo Compact 5000 I/O de entrada
de segurança
Comportamento de Valor do tag Valor de diagnóstico Estado do indicador
saída de teste de status de E/S
Reinicia em seu estado Tag I.Testxx.ShortCircuit = 0 Diagnóstico de curto-circuito Desligue se não
comandado. Tag I.Testxx.Fault = 0 =0 houver mais carga
conectada à saída.

Para obter mais informações sobre a corrente máxima que você pode aplicar a
uma saída, consulte Compact 5000 I/O Modules and EtherNet/IP Adapters
Technical Data, publicação 5069-TD001.

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 103


Capítulo 3 Recursos do módulo de entrada

Diagnósticos de falha e curto-circuito da luz de prevenção


de segurança disparados

As condições descritas nesta seção podem disparar o diagnóstico de falha e


curto-circuito da luz de prevenção de segurança em um ponto de saída de
teste do módulo 5069-IB8S ou 5069-IB8SK.

A tabela 22 descreve condições nas quais os diagnósticos de falha e curto-


circuito da luz de prevenção de segurança são disparados.
Tabela 22 - Proteção contra curto-circuito — módulo Compact 5000 I/O de entrada de segurança
Condições Comportamento Valor de tag(2) e diagnóstico(2) Estado do indicador
de saída de teste de status de E/S
• Pontos de luz de prevenção de segurança na definição do • Falhas • Tag I.Testxx.ShortCircuit = 1 Vermelho intermitente
módulo — ponto 02, ponto 03 ou pontos 02 e 03 • Desliga • Tag I.Testxx.Fault = 1
• Modo de ponto de saída de teste — luz de prevenção de • Diagnóstico de falha na luz de prevenção de
segurança segurança = 1
• Tag Test Output Data = 1 • Diagnóstico de curto-circuito = 1
• O ponto de saída de teste é curto-circuitado a 24 Vcc
• Pontos de luz de prevenção de segurança na definição do • Falhas(1) • Tag I.Testxx.ShortCircuit = 1 Vermelho intermitente
módulo — ponto 02, ponto 03 ou pontos 02 e 03 • Desliga • Tag I.Testxx.Fault = 1
• Modo de ponto de saída de teste — luz de prevenção de • Diagnóstico de falha na luz de prevenção de
segurança segurança = 1
• Tag Test Output Data = 1 • Diagnóstico de curto-circuito = 1
• O ponto de saída de teste está em curto-circuito com outro
ponto de saída de teste
• Pontos de luz de prevenção de segurança na definição do • Falhas • Tag I.Testxx.ShortCircuit = 1 Vermelho intermitente
módulo — ponto 02, ponto 03 ou pontos 02 e 03 • Desliga • Tag I.Testxx.Fault = 1
• Modo de ponto de saída de teste — luz de prevenção de segurança • Diagnóstico de curto-circuito = 1
• Tag Test Output Data = 1 • Diagnóstico de curto-circuito à terra = 1
• O ponto de saída de teste é curto-circuitado ao terra
(1) Este comportamento ocorre somente no ponto de saída de teste que está com falha.
(2) Os diagnósticos no ponto de saída de teste de falha são disparados em sucessão. Ou seja, o diagnóstico de falha na luz de prevenção de segurança muda para 1 e então o diagnóstico de curto-
circuito é disparado.

Quando as condições que disparam os diagnósticos, como descrito na


tabela 22, são corrigidas, os resultados são os mesmos dos descritos na
tabela 21 na página 103.

104 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Recursos do módulo de entrada Capítulo 3

Recuperação de saída de teste após condição de sobrecarga


ou curto-circuito à terra

A tabela 23 descreve a recuperação de saída de teste após ocorrer condição de


sobrecarga ou curto-circuito à terra.
Tabela 23 - Recuperação da saída de teste — módulos de entrada de segurança Compact 5000 I/O
Causa da falha Condições de operação do módulo Correção Tempo de recuperação
Condição de sobrecarga • Modo de ponto de saída de teste — teste Remova a carga do ponto de saída de teste. Após a condição ser corrigida e a saída de teste
de pulso, fonte de alimentação ou luz de retornar para o estado seguro, ela se recupera
prevenção de segurança. no tempo que for superior:
• Tag Test Output Data = 1. • 10 segundos
• Corrente de sobrecarga ≥ 0,7 A • Tempo de trava do erro de entrada — esse
tempo é definido na categoria Input Points
Condição de curto-circuito • Modo de ponto de saída de teste — teste Um dos seguintes: da caixa de diálogo Module Properties.
à terra de pulso, fonte de alimentação ou luz de • Se o modo de ponto para a saída de teste Para ver onde definir o tempo de trava do
prevenção de segurança. for Teste de pulso ou Fonte de alimentação erro de entrada, vá para a página 199.
• Tag Test Output Data = 1. quando a condição de curto-circuito for
• A saída de teste é conectada diretamente detectada, a condição poderá ser corrigida,
ao terra. mas não será possível definir a saída de
teste a um estado seguro.
• Se o modo de ponto para a saída de teste
for Luz de prevenção de segurança e a saída
estiver ativada quando a condição de
curto-circuito for detectada, ShortToHigh
será detectado como uma falha de muting.

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 105


Capítulo 3 Recursos do módulo de entrada

Desligamento térmico O desligamento térmico ajudar a prevenir danos em uma saída de teste no
módulo 5069-IB8S ou 5069-IB8SK que podem ocorrer quando uma saída
Módulos de Segurança fica mais quente do que pode suportar.
SIL2 CPU OUTPUT OUTPUT

5069-L3100ERMS2 5069-IB8S 5069-IB8S 5069-OBV8S 5069-OBV8S

IMPORTANTE Os módulos 5069-IB8S e 5069-IB8SK são somente módulos de entrada


Compact 5000 I/O que suportam Desligamento térmico.
MOD Power
SA Power

Compact GuardLogix
Esse recurso está diretamente relacionado ao recurso de Proteção contra
curto-circuito. A maior temperatura na saída resulta do excesso de carga na
saída. Ou seja, uma carga de alta corrente está aplicada na saída. A alta
corrente aquece a saída além da temperatura aceitável e a saída é desligada.

A tabela 24 descreve o que ocorre quando uma condição de desligamento


térmico é detectada.
Tabela 24 - Desligamento térmico — módulo Compact 5000 I/O de entrada de segurança
Comportamento de Valor do tag Valor de diagnóstico Estado do indicador
saída de teste de status de E/S
• Falhas Tag I.Testxx.ShortCircuit = 1 Diagnóstico de curto-circuito Vermelho permanente
• Desliga =1

A tabela 25 descreve o que ocorre quando a condição de desligamento


térmico é corrigida.
Tabela 25 - Desligamento térmico — módulo Compact 5000 I/O de entrada de segurança
Comportamento Valor do tag Valor de diagnóstico Estado do indicador
de saída de teste de status de E/S
Vai para seu estado Tag I.Testxx.ShortCircuit = 0 Um dos seguintes: Desligue se não
comandado. • Se o ponto de saída for houver mais carga
IMPORTANTE: o curto-circuitado a 24 Vcc, conectada à saída.
estado comandado o diagnóstico de
deve ser o estado sobrecarga = 0.
desenergizado.
• Se o ponto de saída for
curto-circuitado ao terra,
o diagnóstico de curto-
circuito = 0.

Para obter mais informações sobre como usar os módulos, consulte o


Apêndice B, Definições de tags do módulo na página 227.

106 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Capítulo 4

Recursos do módulo de saída

Tópico Página
Tipos de módulos de saída múltipla 108
Diagnóstico das condições do módulo 108
Eco de dados 109
Detecção de perda de tensão de campo 110
Detecção de ausência de carga 112
Proteção contra curto-circuito 115
Desligamento térmico 118
Relatório de falha e status 121
Hora da alteração no estado da saída 123
Estado de saída no nível de canal configurável no modo de programa ou no modo de falha 123
Manipulação de falhas de conexão 124
Force 126
Controle de saída programável 128
Variedades isoladas e não isoladas dos módulos de saída 130

Este capítulo descreve os recursos que são suportados nos módulos de saída
digital Compact 5000™ I/O.

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 107


Capítulo 4 Recursos do módulo de saída

Tipos de módulos de saída A família de módulos de E/S digital Compact 5000 I/O oferece os seguintes
tipos de módulos de saída:
múltipla
Módulos padrões • Módulo de saída padrão CA — 5069-OA16
DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT

5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8

• Módulos de saída padrão CC — 5069-OB8, 5069-OB16


MOD Power

• Módulo de saída padrão CC com proteção contra ambientes


agressivos — 5069-OB16K
SA Power

• Módulo de saída rápida padrão CC — 5069-OB16F


CONTROLLER DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT

5069-L4200ERMW 5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8

• Módulos de saída a relé padrão — 5069-OW4I, 5069-OW16,


UPS
R R
OK FAN 1
B B
RUN SD

FORCE FAN 2 F F

MP
5069-OX4I
NET B1
B1 LINK B1

NET A1

LINK A1

SA

• Módulos de saída de segurança — 5069-OBV8S e 5069-OBV8SK


NET A2 SPEED X1

A1 LINK A2 LINK X1

2 CompactLogix 5480

A2

Módulos de Segurança
SIL2 CPU OUTPUT OUTPUT

5069-L3100ERMS2 5069-IB8S 5069-IB8S 5069-OBV8S 5069-OBV8S


MOD Power
SA Power

Compact GuardLogix

Diagnóstico das condições Cada módulo de saída tem um indicador de status na frente do módulo que
indica sua condição. Para obter mais informações sobre os diagnósticos das
do módulo condições do módulo, consulte o Apêndice A, Localizar falhas no módulo na
Módulos padrões página 207.
DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT

5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8


MOD Power
SA Power

CONTROLLER DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT

5069-L4200ERMW 5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8

UPS
R R
OK FAN 1
B B
RUN SD

FORCE FAN 2 F F

MP

NET B1
B1 LINK B1

NET A1

LINK A1

SA
NET A2 SPEED X1

A1 LINK A2 LINK X1

2 CompactLogix 5480

A2

Módulos de Segurança
SIL2 CPU OUTPUT OUTPUT

5069-L3100ERMS2 5069-IB8S 5069-IB8S 5069-OBV8S 5069-OBV8S


MOD Power
SA Power

Compact GuardLogix

108 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Recursos do módulo de saída Capítulo 4

Eco de dados O eco de dados faz automaticamente o multicast dos valores de dados do
ponto que correspondam ao valor digital que foi enviado aos terminais de
parafuso do módulo.
Módulos padrões
DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT

Um módulo de saída digital Compact 5000 I/O retorna um valor que foi
enviado para ele pelo controlador-proprietário. O valor ecoado é ligado
5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8
MOD Power

ou desligado.

Os dados de falha e status também são enviados. Esses dados são enviados
SA Power

no RPI.

CONTROLLER DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT

5069-L4200ERMW 5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8

UPS
R R
OK FAN 1
B B
RUN SD

FORCE FAN 2 F F

MP

NET B1
B1 LINK B1

NET A1

LINK A1

SA
NET A2 SPEED X1

A1 LINK A2 LINK X1

2 CompactLogix 5480

A2

Módulos de Segurança
SIL2 CPU OUTPUT OUTPUT

5069-L3100ERMS2 5069-IB8S 5069-IB8S 5069-OBV8S 5069-OBV8S


MOD Power
SA Power

Compact GuardLogix

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 109


Capítulo 4 Recursos do módulo de saída

Detecção de perda de tensão O recurso Detecção de perda de tensão de campo monitora a perda de tensão
de campo do barramento de força SA, ou para alguns modelos, dos bornes de
de campo alimentação LA.

Módulos padrões
IMPORTANTE O seguinte módulo de saída suporta a detecção de perda de tensão de
DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT

campo e recebi energia de campo do barramento de força SA:


5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8

• 5069-OA16
MOD Power

• 5069-OW16
SA Power

Os seguintes módulos de saída suportam a detecção de perda de tensão de


campo e recebem tensão de campo dos bornes de alimentação LA:
CONTROLLER DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT
• 5069-OB8
OK

RUN
FAN 1

SD
5069-L4200ERMW

B
UPS

B
R
5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8

• 5069-OBV8S
FORCE FAN 2 F F

MP
• 5069-OBV8SK
B1
NET B1

LINK B1

NET A1

LINK A1
Esses módulos não consomem corrente do barramento de força SA.
SA
NET A2 SPEED X1

A1 LINK A2 LINK X1

2 CompactLogix 5480

A2

Quando a potência de campo é perdida, os módulos de saída digital Compact


5000 I/O detectam a perda de tensão de campo e a falha. Os dados de falha
Módulos de Segurança
são então enviados para o controlador.

SIL2 CPU OUTPUT OUTPUT

Todos os pontos no módulo falham quando a potência de campo é perdida.


5069-L3100ERMS2 5069-IB8S 5069-IB8S 5069-OBV8S 5069-OBV8S

A tabela 26 descreve o que ocorre quando uma condição de perda de tensão


MOD Power

de campo é detectada.
SA Power

Compact GuardLogix

Tabela 26 - Detecção de perda de tensão de campo — módulos de saída digital Compact


5000 I/O
Cód. Cat. Compor- Valor do tag Valor de Estado do Estado do
tamento diagnóstico indicador de indicador
de saída status de E/S de status
de SA
5069-OA16,
5069-OB8, Vermelho
Tag I.Ptxx.Fault = 1 N/A
5069-OW16 intermitente
• Falhas Diagnóstico
• Desliga • Tag I.Ptxx.FieldPowerOff FieldPowerOff = 1 Off
5069-OBV8S, =1 Vermelho sólido
5069-OBV8SK • Tag I.Ptxx.Fault = 1

Para corrigir o problema, deve-se reaplicar energia de campo no módulo


de saída.

110 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Recursos do módulo de saída Capítulo 4

A tabela 27 descreve o que ocorre quando uma condição de perda de tensão


de campo é solucionada, o tempo de trava do erro, se definido, expira e o
módulo é recuperado.
Tabela 27 - Detecção de perda de tensão de campo — módulos de saída digital
Compact 5000 I/O
Cód. Cat. Comporta- Valor do tag Valor de Estado do Estado do
mento de diagnóstico indicador de indicador
saída status de E/S de status
de SA
5069-OA16,
5069-OB8, Tag I.Ptxx.Fault = 0 N/A
5069-OW16 Reinicia em Diagnóstico
seu estado Off
I.Ptxx.FieldPowerOff FieldPowerOff = 0
5069-OBV8S, comandado. • Tag Verde
= 0 constante
5069-OBV8SK • Tag I.Ptxx.Fault = 0

IMPORTANTE O módulo pode requerer até 1 segundo para completar a recuperação


além do tempo de trava de erro de saída.

A Detecção de perda de energia de campo tem um tag correspondente que


pode ser examinado no programa do usuário se ocorrer uma falha. Para obter
informações sobre os módulos, consulte o Apêndice B, Definições de tags do
módulo na página 227.

Também é possível monitorar um ponto quanto à presença de perda de


tensão de campo através dos diagnósticos que estão disponíveis na caixa de
diálogo Module Properties na aplicação Logix Designer.

IMPORTANTE Lembre-se do seguinte:


• Com os módulos 5069-OBV8S e 5069-OBV8SK, a detecção de perda de
tensão de campo não detecta somente a perda de tensão de campo
nos terminais LA. A perda de tensão de campo também detecta a
presença de uma condição de subtensão ou sobretensão em um
barramento de força SA onde o módulo reside.
Ou seja, o barramento de força SA usa um nível de energia que está
fora da faixa de tensão suportada pelo módulo; as condições descritas
na tabela 26 na página 110 ocorrem. As condições de subtensão ou
sobretensão em um barramento de força SA podem ser detectadas se a
tensão de campo for conectada ou não aos terminais LA.
• Pode-se usar distribuidores de tensão de campo 5069-FPD para
estabelecer novos barramentos de força SA que são independentes
daquele que o controlador ou o adaptador EtherNet/IP™ estabelece.
• Se as fontes de alimentação externa independentes forem usadas para
cada barramento de força SA, a perda de tensão de campo de um
barramento de força SA não afetará os módulos que consomem
energia de outros barramentos de força SA.

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 111


Capítulo 4 Recursos do módulo de saída

Detecção de ausência Detecção de ausência de carga detecta quando um fio é desconectado de um


saída ou uma saída fica sem carga.
de carga
Módulos padrões IMPORTANTE Os seguintes módulos de saída digital Compact 5000 I/O suportam a
Detecção de ausência de carga:
DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT

5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8


• 5069-OB8
• 5069-OB16
MOD Power

• 5069-OB16F
SA Power

• 5069-OB16K
• 5069-OBV8S
CONTROLLER DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT
• 5069-OBV8SK
5069-L4200ERMW 5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8

UPS
R R
OK FAN 1
B B
RUN SD

FORCE FAN 2 F F

MP

B1
NET B1

LINK B1

NET A1

LINK A1
Detecção de ausência de carga com módulos de saída padrão
SA
NET A2 SPEED X1

A1 LINK A2 LINK X1

2 CompactLogix 5480

A2
Nos módulos de saída padrão Compact 5000 I/O, Detecção de ausência de
carga funciona somente quando a saída está no estado desenergizado. Um
módulo de saída padrão não pode detectar uma condição de ausência de carga
Módulos de Segurança se a saída estiver no estado energizado.
SIL2 CPU OUTPUT OUTPUT

5069-L3100ERMS2 5069-IB8S 5069-IB8S 5069-OBV8S 5069-OBV8S

Uma condição de ausência de carga pode existir quando a saída está ligada.
Entretanto, uma vez que os módulos de saída padrão não podem detectar
MOD Power

uma condição de ausência de carga quando a saída está ligada, o módulo


aparenta estar funcionando normalmente nos indicadores de status e no
SA Power

Compact GuardLogix

projeto da aplicação Logix Designer.

Detecção de ausência de carga é desabilitada por padrão nos módulos de


saída padrão Compact 5000 I/O. Você deve habilitar o recurso em seu
projeto da aplicação Logix Designer de uma das seguintes maneiras:

• Clique em Enable No Load Diagnostics para saída na categoria Points


da caixa de diálogo Module Properties no projeto da aplicação
Logix Designer.

• Mude C.Outputxx.NoLoadEn para 1, em que xx representa o número


de saída.

Uma carga que esteja conectada a uma saída em um módulo de saída padrão
deve consumir um mínimo de 0,5 mA ou será considerada ausente.

IMPORTANTE Uma saída deve manter-se no estado desenergizado por no mínimo


250 ms para que uma condição de ausência de carga seja detectada.

112 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Recursos do módulo de saída Capítulo 4

A tabela 28 descreve o que ocorre quando uma condição de ausência de


carga é detectada.
Tabela 28 - Detecção de ausência de carga — módulos de saída padrão Compact 5000 I/O
Valor do tag Valor de diagnóstico Estado do indicador de status
de E/S
Tag I.Ptxx.NoLoad = 1 Diagnóstico de ausência de carga = 1 Vermelho intermitente

Para corrigir a condição de ausência de carga, reconecte e desconecte os fios


ou a carga à saída.

A tabela 29 descreve o que ocorre quando uma condição de ausência de


carga é corrigida.
Tabela 29 - Detecção de ausência de carga — módulos de saída padrão Compact 5000 I/O
Valor do tag Valor de diagnóstico Estado do indicador de status
de E/S
Tag I.Ptxx.NoLoad = 0 Diagnóstico de ausência de carga = 0 Off

É possível monitorar um tag de módulo em seu programa que corresponda à


detecção de ausência de carga para verificar uma falha. Para obter mais
informações sobre o tag, consulte o Apêndice B, Definições de tags do
módulo na página 227.

É possível monitorar também um ponto quanto à presença de uma condição


de ausência de carga através de diagnósticos que estão disponíveis na caixa de
diálogo Module Properties na aplicação Logix Designer.

Para obter mais informações sobre onde configurar Detecção de ausência de


carga, consulte o seguinte:
• módulo 5069-OB8 — página 180
• módulos 5069-OB16 e 5069-OB16K — página 181
• Módulo 5069-OB16F — página 182

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 113


Capítulo 4 Recursos do módulo de saída

Detecção de ausência de carga com módulos de saída


de segurança

Nos módulos de saída de segurança Compact 5000 I/O, Detecção de ausência


de carga funciona somente quando a saída está no estado desenergizado.

Detecção de ausência de carga é habilitada por padrão nos módulos de saída


de segurança Compact 5000 I/O. Você não pode configurá-la.

Uma carga que esteja conectada a uma saída em um módulo de saída de


segurança deve consumir um mínimo de 10 mA, ou seja, 2,4 kΩ a 24 Vcc, ou
será considerada ausente. Esse requisito se aplica se a saída estiver nos estados
desenergizado e energizado.

IMPORTANTE Uma saída deve manter-se no estado desenergizado por no mínimo


250 ms para que uma condição de ausência de carga seja detectada.

A tabela 30 descreve o que ocorre quando uma condição de ausência de


carga é detectada.
Tabela 30 - Detecção de ausência de carga — módulos de saída de segurança
Compact 5000 I/O
Valor do tag Estado do indicador de status de E/S
Tag I.Ptxx.NoLoad = 1 Um dos seguintes:
• Vermelho Se a saída estiver desligada e uma condição de ausência de
intermitente carga for detectada.
• Vermelho/ Se a saída estiver desligada e uma condição de ausência de
amarelo carga for detectada, mas a condição não for corrigida e a
intermitente saída ligar.
Neste caso, o indicador de status permanecerá piscando em
vermelho até que a saída de segurança seja ligada.

IMPORTANTE Quando a saída de segurança está no estado energizado e uma carga foi
detectada no estado desenergizado, o indicador de status de E/S fica
amarelo permanente.
Se ocorre perda de carga da saída de segurança, por exemplo, porque um
cabo se desconectou quando a saída de segurança ainda estava no modo
energizado, a condição de ausência de carga não será detectada.
O indicador de status de E/S da saída de segurança se mantém
amarelo permanente.

A tabela 31 descreve o que ocorre quando uma condição de ausência de


carga é corrigida.
Tabela 31 - Detecção de ausência de carga — módulos de saída de segurança
Compact 5000 I/O
Valor do tag Estado do indicador de status de E/S
Tag I.Ptxx.NoLoad = 0 Off

114 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Recursos do módulo de saída Capítulo 4

É possível monitorar um tag de módulo em seu programa que corresponda à


detecção de ausência de carga para verificar uma falha. Para obter mais
informações sobre o tag, consulte o Apêndice B, Definições de tags do
módulo na página 227.

É possível monitorar também um ponto quanto à presença de uma condição


de ausência de carga através de diagnósticos que estão disponíveis na caixa de
diálogo Module Properties na aplicação Logix Designer.

Proteção contra A proteção contra curto-circuito ajuda a prevenir danos à saída que podem
resultar da presença de uma corrente na saída maior do que a suportada.
curto-circuito
IMPORTANTE Os seguintes módulos de saída digital Compact 5000 I/O suportam a
Módulos padrões
detecção de curto-circuito:
• 5069-OB8
DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT

5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8

• 5069-OB16
MOD Power

• 5069-OB16F
• 5069-OB16K
SA Power

• 5069-OBV8S
CONTROLLER
• 5069-OBV8SK
DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT

5069-L4200ERMW 5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8

UPS
R R
OK FAN 1
B B
RUN SD

FORCE FAN 2 F F

MP

B1
NET B1

LINK B1

NET A1
Proteção contra curto-circuito com módulos de saída padrão
LINK A1

SA
NET A2 SPEED X1

A1 LINK A2 LINK X1

CompactLogix 5480

A tabela 32 descreve o que ocorre quando uma condição de curto-circuito é


2 ™

A2

detectada em um módulo de saída padrão Compact 5000 I/O.


Tabela 32 - Proteção contra curto-circuito — módulos de saída padrão Compact 5000 I/O
Módulos de Segurança
SIL2 CPU OUTPUT OUTPUT
Comportamento Valor do tag Valor de diagnóstico Estado do indicador
5069-L3100ERMS2 5069-IB8S 5069-IB8S 5069-OBV8S 5069-OBV8S
de saída de status de E/S
• Falhas Tag I.Ptxx.ShortCircuit = 1 Diagnóstico de curto-circuito = 1 Vermelho
MOD Power

• Desliga intermitente
SA Power

Para corrigir o problema, deve-se eliminar a condição de curto-circuito.


Compact GuardLogix

A tabela 33 descreve o que ocorre quando uma condição de curto-circuito é


corrigida em um módulo de saída padrão Compact 5000 I/O.
Tabela 33 - Proteção contra curto-circuito — módulos de saída padrão Compact 5000 I/O
Comportamento Valor do tag Valor de diagnóstico Estado do indicador
de saída de status de E/S
Reinicia em seu Tag I.Ptxx.ShortCircuit = 0 Diagnóstico de curto-circuito = 0 Amarelo permanente
estado comandado

Para obter mais informações sobre a corrente máxima que você pode aplicar a
uma saída, consulte Compact 5000 I/O Modules and EtherNet/IP Adapters
Technical Data, publicação 5069-TD001.

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 115


Capítulo 4 Recursos do módulo de saída

Proteção contra curto-circuito com módulos de saída


de segurança

A tabela 34 descreve o que ocorre quando uma condição de curto-circuito é


detectada em um módulo de saída de segurança Compact 5000 I/O.
Tabela 34 - Proteção contra curto-circuito — módulos de saída de segurança
Compact 5000 I/O
Comportamento Valor do tag Valor de diagnóstico Estado do indicador
de saída de status de E/S
• Falhas Um dos seguintes: Um dos seguintes: Um dos seguintes:
• Desliga • Se o ponto de saída estiver • Se o ponto de saída estiver • Pisca em vermelho
em curto-circuito a 24 Vcc, o em curto-circuito a 24 Vcc se o ponto de saída
tag I.Ptxx.ShortCircuit = 1. quando a condição de for curto-circuitado
• Se o ponto de saída for curto-circuito foi a 24 Vcc.
curto-circuitado ao terra, detectada, o diagnóstico de • Apaga se o ponto de
nenhum tag será alterado. curto-circuito = 1. saída for curto-
• Se o ponto de saída estiver circuitado ao terra.
em curto-circuito à terra
quando a condição de
curto-circuito foi
detectada, o diagnóstico de
curto-circuito à terra = 1.

A tabela 35 descreve o que ocorre quando a condição de curto-circuito é


eliminada de um módulo de saída de segurança Compact 5000 I/O e os
dados são definidos como estado seguro, ou seja, o estado desenergizado.
Tabela 35 - Proteção contra curto-circuito — módulos de saída de segurança
Compact 5000 I/O
Comportamento Valor do tag Valor de diagnóstico Estado do indicador
de saída de status de E/S
Reinicia em seu Um dos seguintes: Um dos seguintes: Desligue se não houver
estado comandado • Se o ponto de saída estiver • Se o ponto de saída estiver mais carga conectada
em curto-circuito a 24 Vcc, o em curto-circuito a 24 Vcc à saída.
tag I.Ptxx.ShortCircuit = 0. quando a condição de
• Se o ponto de saída for curto-circuito foi
curto-circuitado ao terra, detectada, o diagnóstico de
nenhum tag será alterado. curto-circuito = 0.
IMPORTANTE: deve-se
alternar a energia para o
módulo a fim de restaurar o
diagnóstico.
• Se o ponto de saída estiver
em curto-circuito à terra
quando a condição de
curto-circuito foi
detectada, o diagnóstico de
curto-circuito à terra = 0.

Para obter mais informações sobre a corrente máxima que você pode aplicar a
uma saída, consulte Compact 5000 I/O Modules and EtherNet/IP Adapters
Technical Data, publicação 5069-TD001.

116 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Recursos do módulo de saída Capítulo 4

Outras condições que podem disparar o diagnóstico de curto-circuito


no módulo 5069-OBV8S ou 5069-OBV8SK

A tabela 36 descreve condições que podem disparar o diagnóstico de


curto-circuito.
Tabela 36 - Condições que disparam o diagnóstico de curto-circuito
Condições Comportamento Possíveis combinações de tag e diagnóstico Estado do indicador
de saída de status de E/S
Combinação 1
• Tag I.Ptxx.ShortCircuit = 1
• Diagnóstico de curto-circuito = 1
• Tag I.Ptxx.Fault = 1

Combinação 2
• Modo de saída — sourcing • Tag I.Ptxx.Fault = 1
• Tipo de operação de ponto — único • Diagnóstico de falha interna = 1
• Falhas
• Modo de ponto — teste de pulso de segurança • Desliga
• Tag O.Ptxx.Data = 1 Combinação 3
• O ponto de saída é curto-circuitado a 24 Vcc. • Tag I.Ptxx.Fault = 1
• Diagnóstico de falha interna = 1
• Diagnóstico de falha de sobrecarga = 1

IMPORTANTE: as combinações de tag e diagnóstico


descritas ocorrem no ponto de saída com falha e em todos
os pontos associados a seu grupo.
Combinação 1
• Tag I.Ptxx.ShortCircuit = 1
As seguintes condições existem em um par de saídas • Tag I.Ptxx.Fault = 1 O indicador de status de E/S
do módulo: • Diagnóstico de curto-circuito = 1 do ponto saída com falha é
• Modo de saída — sourcing • Diagnóstico de falha interna = 1 desligado.
• Tipo de operação de ponto — duplo • Falhas
• Modo de ponto — teste de pulso de segurança Combinação 2
• Desliga
• Tag O.Ptxx.Data = 1 (qualquer ponto de saída • Tag I.Ptxx.Fault = 1
no par) • Diagnóstico de falha interna = 1
• O ponto de saída é curto-circuitado a 24 Vcc
(qualquer ponto de saída no par). IMPORTANTE: as combinações de tag e diagnóstico
descritas ocorrem no ponto de saída com falha e em todos
os pontos associados a seu grupo.
Combinação 1
• Tag I.Ptxx.ShortCircuit = 1 (ambos os pontos de saída
no par)
As seguintes condições existem em um par de saídas do
• Diagnóstico de curto-circuito = 1 (ambos os pontos de
módulo: saída no par)
• Modo de saída — sourcing • Falhas • Tag I.Ptxx.Fault = 1
• Tipo de operação de ponto — duplo • Desliga
• Tag O.Ptxx.Data = 1 (ambos os pontos de saída Combinação 2
no par) • Tag I.Ptxx.Fault = 1 (ponto de saída com falha e todos os
• Os pontos de saída são curto-circuitados entre si. pontos associados a seu grupo)
• Diagnóstico de falha interna = 1 (ponto de saída com
falha e todos os pontos associados a seu grupo)

Quando as condições que disparam os diagnósticos, como descrito na


tabela 36, são corrigidas, os resultados são os mesmos dos descritos na
tabela 35 na página 116.

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 117


Capítulo 4 Recursos do módulo de saída

Recuperação de saída após condição de sobrecarga


ou curto-circuito à terra

A tabela 37 descreve a recuperação de saída de teste após ocorrer condição de


sobrecarga ou curto-circuito à terra.
Tabela 37 - Recuperação da saída — módulos de saída de segurança Compact 5000 I/O
Causa da falha Condições de operação do módulo Correção Tempo de recuperação
Condição de sobrecarga • Modo de ponto de saída — segurança ou Remova a carga do ponto de saída. Após a condição ser corrigida e a saída ter
teste de pulso de segurança retornado para o estado seguro, ela se
• Tag Output Data = 1 Quando o módulo de saída de segurança reside recupera no tempo que for superior:
em um sistema remoto Compact 5000 I/O, a • 10 segundos
• Corrente de sobrecarga ≥ 1,5 A conexão ao adaptador EtherNet/IP
Compact 5000 I/O pode ser interrompida. • Tempo de trava de erro de saída — esse
tempo é definido na categoria Points da
Quando o cabo se rompe e depois se recupera, caixa de diálogo Module Properties.
a carga é recuperada se o estado de comando Para ver onde definir o tempo de trava de
do ponto de saída ainda estiver alto mesmo erro de saída, vá para a página 200.
que o estado de comando no programa não
tenha mudado para o estado seguro.
Condição de curto-circuito • Modo de ponto de saída — segurança ou Remova a conexão de saída ao terra e defina a
à terra teste de pulso de segurança saída para um estado seguro.
• Tag Output Data = 1
• A saída é conectada diretamente ao terra

Desligamento térmico O desligamento térmico evita danos na saída que podem resultar de um
aquecimento maior ao que pode suportar.
Módulos padrões
IMPORTANTE Os seguintes módulos de saída digital Compact 5000 I/O suportam o
DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT

5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8


recurso de Desligamento térmico:
• 5069-OB8
MOD Power

• 5069-OB16
• 5069-OB16F
SA Power

• 5069-OB16K
CONTROLLER DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT
• 5069-OBV8S
OK FAN 1
5069-L4200ERMW

R
UPS
R
5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8

• 5069-OBV8SK
B B
RUN SD

FORCE FAN 2 F F

MP

B1
NET B1

LINK B1
Esse recurso está diretamente relacionado ao recurso de Proteção contra
curto-circuito. A maior temperatura na saída resulta do excesso de carga na
NET A1

LINK A1

SA
NET A2 SPEED X1

A1 LINK A2 LINK X1

saída. Ou seja, uma carga de alta corrente está aplicada na saída. A alta
1

2 CompactLogix 5480

A2

corrente aquece a saída além da temperatura aceitável e a saída é desligada.

Módulos de Segurança
SIL2 CPU OUTPUT OUTPUT

5069-L3100ERMS2 5069-IB8S 5069-IB8S 5069-OBV8S 5069-OBV8S


MOD Power
SA Power

Compact GuardLogix

118 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Recursos do módulo de saída Capítulo 4

Desligamento térmico com módulos de saída padrão

A tabela 38 descreve o que ocorre quando uma condição de desligamento


térmico é detectada em um módulo de saída de padrão Compact 5000 I/O.
Tabela 38 - Desligamento térmico — módulos Compact 5000 I/O de saída padrão
Comportamento Valor do tag Valor de diagnóstico Estado do indicador
de saída de status de E/S
• Falhas Tag I.Ptxx.ShortCircuit = 1 — Vermelho
• Desliga intermitente

A tabela 39 descreve o que ocorre quando uma condição de desligamento


térmico é corrigida em um módulo de saída padrão Compact 5000 I/O.
Tabela 39 - Desligamento térmico — módulos Compact 5000 I/O de saída padrão
Comportamento Valor do tag Valor de diagnóstico Estado do indicador
de saída de status de E/S
Reinicia em seu estado Tag I.Ptxx.ShortCircuit = 0 — Desligue se não
comandado. houver mais carga
conectada à saída.

Para obter mais informações sobre como usar os módulos, consulte o


Apêndice B, Definições de tags do módulo na página 227.

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 119


Capítulo 4 Recursos do módulo de saída

Desligamento térmico com um módulo de saída de segurança

A tabela 40 descreve o que ocorre quando uma condição de desligamento


térmico é detectada em um módulo de saída de segurança Compact 5000 I/O.
Tabela 40 - Desligamento térmico — módulo de saída de segurança Compact 5000 I/O
Comportamento Valor do tag Valor de diagnóstico Estado do indicador
de saída de status de E/S
• Falhas Um dos seguintes: Um dos seguintes: Vermelho permanente
• Desliga • Se o ponto de saída for • Se o ponto de saída for
curto-circuitado a 24 Vcc, curto-circuitado a 24 Vcc,
quando ocorrer a condição de quando ocorrer a condição
desligamento térmico, o tag de desligamento térmico,
I.Ptxx.ShortCircuit = 1. não haverá alteração nos
• Se o ponto de saída for diagnósticos.
curto-circuitado com o terra • Se o ponto de saída for
quando ocorrer a condição de curto-circuitado ao terra,
desligamento térmico, não quando ocorrer a condição
haverá alteração nos tags. de desligamento térmico,
o diagnóstico
ShortCircuitGround = 1.

A tabela 41 descreve o que ocorre quando a condição de desligamento térmico


é corrigida em um módulo de saída de segurança Compact 5000 I/O.
Tabela 41 - Desligamento térmico — módulo de saída de segurança Compact 5000 I/O
Comportamento Valor do tag Valor de diagnóstico Estado do indicador
de saída de status de E/S
Permanece no Tag I.Ptxx.ShortCircuit = 0 Um dos seguintes: Desligue se não houver
estado • Se o ponto de saída for mais carga conectada à
desenergizado curto-circuitado a 24 Vcc, saída.
quando ocorrer a condição
de desligamento térmico,
o diagnóstico de
sobrecarga = 0.
IMPORTANTE: deve-se
alternar a energia para o
módulo a fim de restaurar
o diagnóstico.
• Se o ponto de saída for
curto-circuitado ao terra,
quando ocorrer a condição
de desligamento térmico,
o diagnóstico
ShortCircuitGround = 0.

Para obter mais informações sobre como usar os módulos, consulte o


Apêndice B, Definições de tags do módulo na página 227.

120 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Recursos do módulo de saída Capítulo 4

Relatório de falha e status Os módulos de saída fazem multicast dos dados de falha e status com dados
de canal para os controladores proprietário e de escuta. Os dados são
retornados através de tags de módulo que você pode monitorar através da sua
Módulos padrões
aplicação Logix Designer.
DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT

Nem todos os tags listados na tabela 42 se aplicam a todos os módulos de


5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8
MOD Power

saída digital Compact 5000 I/O. Por exemplo, o módulo 5069-OB8 usa o tag
Ptxx.NoLoad. O módulo 5069-OW4I não usa.
SA Power

IMPORTANTE Somente para os módulos de saída 5069-OB16, 5069-OB16F e


CONTROLLER DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT
5069-OB16K, uma saída deve manter-se no estado energizado por no
5069-L4200ERMW

R
UPS
R
5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8
mínimo 250 ms para que uma sobrecarga ou um curto-circuito seja
OK FAN 1

detectado. Entretanto, se uma condição de curto-circuito existir em longo


B B
RUN SD

FORCE FAN 2 F F

MP

prazo, ela é detectada enquanto a saída tiver uma comutação em uma


NET B1
B1 LINK B1

NET A1

LINK A1

NET A2 SPEED X1
SA
taxa não superior a 1 ms.
A1 LINK A2 LINK X1

2 CompactLogix 5480

A2

Módulos de saída padrão Compact 5000 I/O


Módulos de Segurança
SIL2 CPU OUTPUT OUTPUT
A tabela 42 lista os tags que são usados nos módulos de saída padrão
5069-L3100ERMS2 5069-IB8S 5069-IB8S 5069-OBV8S 5069-OBV8S
Compact 5000 I/O.
MOD Power

IMPORTANTE Para obter mais informações sobre os valores válidos para cada tag na
tabela 42, consulte o Apêndice B, Definições de tags do módulo na
SA Power

Compact GuardLogix

página 227.

Tabela 42 - Módulos de saída padrão Compact 5000 I/O — status de falha e dados
Tipo de dados Nome do tag Acionar evento que define
ConnectionFaulted(1) O controlador-proprietário perde sua conexão ao módulo.
Ptxx.Fault A qualidade dos dados do ponto é ruim.
Falha Ptxx.NoLoad Existe uma condição de ausência de carga no ponto.
Ptxx.ShortCircuit Existe uma condição de curto-circuito no ponto.
Ptxx.FieldPowerOff Existe uma condição de perda de tensão de campo no ponto.
RunMode O módulo está em modo de operação.
DiagnosticActive Indica se algum diagnóstico está ativo ou se o limite de prognósticos foi
atingido.
DiagnosticSequenceCount A contagem aumenta cada vez que uma condição de diagnóstico é
Status detectada ou removida.
Ptxx.Data O status da entrada do ponto é 0 ou 1.
Ptxx.Uncertain Os dados do ponto podem ser imperfeitos.
Uncertain O módulo está operando fora de sua faixa operacional projetada se os
dados estiverem sob o controle manual ou de supressão.
(1) Este tag proporciona dados para todo o módulo e afeta todos os canais simultaneamente.

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 121


Capítulo 4 Recursos do módulo de saída

Módulos de saída de segurança Compact 5000 I/O

A tabela 43 lista os tags que são usados nos módulos de saída de segurança
Compact 5000 I/O.

IMPORTANTE Para obter mais informações sobre os valores válidos para cada tag na
tabela 43, consulte o Apêndice B, Definições de tags do módulo na
página 227.

Tabela 43 - Módulos de saída de segurança Compact 5000 I/O — status de falha e dados
Tipo de dados Nome do tag Acionar evento que define
ConnectionFaulted(1) O controlador-proprietário perde sua conexão ao módulo.
Ptxx.Fault A qualidade dos dados do ponto é ruim ou o canal é definido como Não usado.
Falha
Ptxx.ShortCircuit Existe uma condição de curto-circuito no ponto.
Ptxx.FieldPowerOff Existe uma condição de perda de tensão de campo no ponto.
RunMode O módulo está em modo de operação.
DiagnosticActive Indica se algum diagnóstico está ativo ou se o limite de prognósticos foi atingido.
DiagnosticSequenceCount A contagem aumenta cada vez que uma condição de diagnóstico é detectada ou removida.
Status
Ptxx.Readback Uma alimentação em 24 Vcc é conectada ao circuito de saída.
Ptxx.Data Os dados atualmente no ponto.
Ptxx.Uncertain Os dados do ponto podem ser imperfeitos.
(1) Este tag proporciona dados para todo o módulo e afeta todos os canais simultaneamente.

Para obter mais informações sobre relatório de falha, consulte o Apêndice A,


Localizar falhas no módulo na página 207.

122 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Recursos do módulo de saída Capítulo 4

Hora da alteração no estado A tabela 44 lista o tempo que as saídas do módulo de saída padrão
Compact 5000 I/O gastam para mudar de estado após um comando.
da saída
Tabela 44 - Tempo para uma saída do módulo trocar o estado
Módulos padrões
Módulo Tempo(1)
DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT

5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8


5069-OA16 1/2 ciclo, típico
Por exemplo, se a entrada usa uma onda CA de 50 Hz, 1 ciclo = 1/50 ou 20 ms.
MOD Power

Porque o tempo típico para que a saída do módulo mude de estado é de 1/2 ciclo,
neste exemplo o tempo é de 10 ms.
SA Power

5069-OB8 100 μs
5069-OB16, 5069-OB16K 100 μs

CONTROLLER DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT


5069-OB16F 10 μs

OK FAN 1
5069-L4200ERMW

R
UPS

B
R
5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8

5069-OW4I 10 ms
B
RUN SD

FORCE FAN 2 F F

MP
5069-OW16 10 ms
B1
NET B1

LINK B1

NET A1
5069-OX4I 15 ms
LINK A1

SA
NET A2 SPEED X1

A1
(1) Os tempos listados na tabela 44 são contados a partir do momento em que o módulo recebe a mensagem.
LINK A2 LINK X1

2 CompactLogix 5480

A2

Estado de saída no nível É possível configurar canais de saída individuais para estados específicos
quando o módulo está modo de programa ou em modo de falha. Estão
de canal configurável no disponíveis os seguintes estados de saída:
modo de programa • Off
ou no modo de falha • On
• Manter o último estado
Módulos padrões
DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT Para ver como configurar os estados de saída no modo de programa ou no
5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8

modo de falha, consulte o seguinte:


MOD Power

• Módulo 5069-OA16 — página 179


• Módulo 5069-OB8 — página 180
SA Power

• Módulos 5069-OB16 e 5069-OB16K — página 181


• Módulo 5069-OB16F — página 182
CONTROLLER DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT
• Módulo 5069-OW4I — página 183
5069-L4200ERMW 5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8

OK

RUN

FORCE
FAN 1

SD

FAN 2
R

F
UPS

B
F
R
• Módulo 5069-OW16 — página 184
MP • Módulo 5069-OX4I — página 185
NET B1
B1 LINK B1

NET A1

LINK A1

SA
NET A2 SPEED X1

A1 LINK A2 LINK X1

2 CompactLogix 5480

A2

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 123


Capítulo 4 Recursos do módulo de saída

Manipulação de falhas É possível configurar o comportamento do módulo de E/S padrão


Compact 5000 I/O quando ocorre uma falha de conexão, ou seja, a conexão
de conexão entre o controlador-proprietário e o módulo de saída é interrompida.

Módulos padrões Você deve definir o seguinte:


DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT

5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8

• Comportamento de saída imediata quando a conexão cai.


MOD Power

• Período de tempo que a saída se comporta conforme definido.


SA Power

• Comportamento de saída se a conexão continuar caída quando o


período de tempo definido expirar anteriormente.
CONTROLLER DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT

5069-L4200ERMW 5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8

UPS
R R
OK FAN 1
B B
RUN SD

Comportamento de saída imediatamente após uma falha


FORCE FAN 2 F F

MP

B1
NET B1

LINK B1

NET A1

LINK A1
de conexão
SA
NET A2 SPEED X1

A1 LINK A2 LINK X1

2 CompactLogix 5480

A2
Quando a conexão entre um controlador-proprietário e o módulo de saída é
interrompida, a saída pode se comportar das seguintes formas, dependendo
de como o parâmetro Fault Mode estiver configurado:

• Desligado – padrão

• Muda para um valor específico definido pelo usuário.

• Reter seu último estado.

Se você configurar a saída para manter seu último estado, a saída


permanece naquele valor de estado até que o seguinte ocorra:
– A conexão com o controlador-proprietário seja restabelecida.
– A saída retorne à operação normal, conforme definido na
configuração do módulo.

O estado de saída permaneça conforme comandado se a Duração do estado


de falha for ajustada para Sempre.

Se a Duração do estado de falha for ajustada para um valor diferente de


Forever (para sempre), o estado de saída será alterado para um Estado de falha
final que poderá ser configurado pelo usuário após o período de tempo
especificado decorrer. Para obter mais informações, consulte Valor do estado
final de falha na página 125.

124 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Recursos do módulo de saída Capítulo 4

Duração do estado de falha após falha de conexão

Se configurar a saída para fazer transição para um valor específico após a


conexão cair, você deverá definir por quanto tempo a saída permanecerá no
valor especificado antes de passar para um estado de falha final.

Você pode configurar a saída para permanecer no mesmo valor específico


para os seguintes momentos:
• Sempre
• 1 segundo
• 2 segundos
• 5 segundos
• 10 segundos

Após o tempo de Duração do estado de falha expirar, a saída passa para o


Valor do estado de falha final definido pelo usuário.

Valor do estado final de falha

O Valor de estado de falha final define o valor ao qual a saída entra após o
tempo da Duração do estado de falha expirar.

É possível configurar o valor no tag C.Ptxx.FaultFinalState. Para obter mais


informações sobre os módulos, consulte o Apêndice B, Definições de tags do
módulo na página 227.

Estado da saída uma vez que a conexão seja reestabelecida

Uma vez que a conexão entre o controlador-proprietário e o módulo de saída


seja restabelecida, a saída retoma a operação normal.

Para ver onde configurar os parâmetros de tratamento de falha de conexão,


consulte o seguinte:
• Módulo 5069-OA16 — página 179
• Módulo 5069-OB8 — página 180
• Módulos 5069-OB16 e 5069-OB16K — página 181
• Módulo 5069-OB16F — página 182
• Módulo 5069-OW4I — página 183
• Módulo 5069-OW16 — página 184
• Módulo 5069-OX4I — página 185

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 125


Capítulo 4 Recursos do módulo de saída

Force Use um force para fazer o override dos dados que sua lógica usa ou produz.

• Testar e depurar sua lógica.


Módulos padrões
DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT

• Mantém temporariamente as operações normais do sistema quando


um dispositivo de entrada falhar.
5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8
MOD Power

Use os forces somente como uma medida temporária. Eles não pode ser uma
parte permanente de sua aplicação.
SA Power

Esteja certo de ter entendido isto antes de utilizar forces.


CONTROLLER DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT

5069-L4200ERMW 5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8

UPS
R R
OK FAN 1
B B
RUN SD

FORCE FAN 2 F F

ATENÇÃO: O force pode causar o movimento inesperado da máquina que


pode ferir a equipe. Antes de utilizar um force, determine como ele afeta a
MP

NET B1
B1 LINK B1

A1
NET A1

LINK A1

NET A2 SPEED X1
SA
máquina ou processo e mantenha as pessoas afastadas da área da máquina.
LINK A2 LINK X1

A2
2 CompactLogix 5480

• Habilitar forces E/S ou SFC faz com que sua máquina ou processo entre
em outro estado ou fase.
• Remover forces pode ainda deixar forces em estado habilitado.
• Se os forces estiverem habilitados e você instalar um force, o novo force
tem efeito imediato.

Habilitação de forces
Para um force ser executado, você precisa habilitá-lo. Você pode habilitar e
desabilitar force no nível do controlador.

• É possível habilitar forças de E/S e forças de SFC separada ou


simultaneamente.

• Não é possível habilitar ou desabilitar forces para um módulo, coleção


de tags ou elemento de tag específico.

Desabilitação ou remoção de um force


Para interromper o efeito de um force e deixar seu projeto executar conforme
programado, desabilite ou remova o force.

• É possível desabilitar ou remover forces de E/S e SFC simultânea ou


separadamente.

• Quando você remove um force de um tag alias, também remove o force


do tag base.

ATENÇÃO: Alterações nos forces podem causar o movimento inesperado


da máquina que pode ferir a equipe. Antes de desabilitar ou remover
forces, determine como isso afeta a máquina ou processo e mantenha as
pessoas afastadas da área da máquina.

126 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Recursos do módulo de saída Capítulo 4

Verifique o status de Force

Antes de usar um force, determine o status de forces para o controlador.

A barra de ferramentas on-line mostra o status de forces. Ela mostra


separadamente o status dos forces de E/S e dos forces de SFC.

Para determinar o status disto Use um dos seguintes:


Forces de E/S • Barra de ferramentas on-line
• Instrução GSV
Forces SFC Barra de ferramentas on-line

Guia Forces

Status da guia Forces Significa


Habilitado • Se o projeto contiver quaisquer forces desse tipo, estão sobrescrevendo
sua lógica.
• Se você adicionar um force deste tipo, o novo force será executado
imediatamente.
Desabilitado Forces deste tipo são inativos. Se o projeto contiver quaisquer forces desse
tipo, não estão sobrescrevendo sua lógica.
Installed Pelo menos um force deste tipo existe no projeto.
None Installed Não existe nenhum force deste tipo no projeto.

Instrução GSV

Este exemplo mostra como utilizar uma instrução GSV para obter o status de
forces. Para os fins deste exemplo, Force_Status é um tag DINT.

Para determinar isto Examine este bit Para este valor


Os forces estão instalados 0 1
Nenhuma força instalada 0 0
Os forces estão habilitados 1 1
Os forces estão desabilitados 1 0

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 127


Capítulo 4 Recursos do módulo de saída

Controle de saída É possível programar tempos para que as saídas do módulo liguem ou
desliguem. As programações de tempo utilizam unidades em nanossegundos.
programável
IMPORTANTE Este recurso somente está disponível no módulo 5069-OB16F.
Módulos padrões
DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT

5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8


A temporização das saídas do módulo 5069-OB16F é a seguinte:
– precisão de ±10 μs
MOD Power

– resolução de 1 ns
SA Power

O módulo deve ter o tempo sincronizado ou as programações não são


aplicadas.
CONTROLLER DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT

OK FAN 1
5069-L4200ERMW

B
UPS

B
R
5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8

O controle de saída com programação de tempo é utilizado com a instrução


RUN SD

FORCE FAN 2 F F

Came de saída de braço de movimento (MAOC). A instrução MAOC


habilita o controle de saída com base na posição nas seguintes formas:
MP

NET B1
B1 LINK B1

• Usa a posição de qualquer eixo de movimento em um sistema de


NET A1

LINK A1

SA
NET A2 SPEED X1

A1 LINK A2 LINK X1

controle Logix 5000™ como referência de posição.


1

2 CompactLogix 5480

A2

• Atualiza as saídas com base na posição do eixo de movimento na taxa


de atualização bruta do grupo de movimento, normalmente de
1 a 32 ms.

A instrução pode atualizar os módulos de saída padrão na taxa de atualização


bruta. Entretanto, algumas aplicações de alta velocidade exigem um nível
mais alto de precisão.

O módulo de saída programável 5069-OB16F melhora a precisão da


instrução MAOC ao possibilitar a programação de tempos de ligado e
desligado da saída. Toda a configuração de programação para os tempos de
ligado e desligado de uma saída é feita através da instrução MAOC. A
instrução então atualiza os valores nos tags de saída do módulo que definem o
comportamento da saída programada.
Tabela 45 - Parâmetros de programação do módulo de saída 5069-OB16F
Recurso 5069-OB16F
Número de programações 32
Pontos de saída disponíveis para programação 16 (pontos 0 a 15)
Operação remota —
Intervalo mínimo de programação(1) 100 μs
Para as programações que emitem a instrução MAOC, é
possível utilizar 50 μs.
(1) O MAOC limita o intervalo mínimo de programação (largura mínima de pulso) a 1/16 do período de atualização bruta.

128 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Recursos do módulo de saída Capítulo 4

Use uma instrução MAOC com um módulo de saída 5069-OB16F

Para usar uma instrução MAOC com saídas programadas em um módulo de


saída 5069-OB16F, complete as seguintes etapas. O módulo pode ser um
módulo de E/S local ou remoto.

IMPORTANTE Antes de completar as etapas, certifique-se de que a sincronização de


tempo esteja habilitada no controlador e, se aplicável, o adaptador
EtherNet/IP, para usar saídas programadas.

1. Se necessário, adicione um módulo de saída 5069-OB16F ao seu


projeto na aplicação Logix Designer.

Para obter mais informações sobre como adicionar um módulo de


saída 5069-OB16F a uma aplicação Logix Designer e configurar o
módulo, consulte o Capítulo 6, Configurar um módulo padrão na
página 147.
2. A partir da caixa de diálogo Module Properties, clique em Change para
ter acesso aos parâmetros de definição de módulo.

3. Na caixa de diálogo Module Definition, selecione Scheduled Data for


the Output Data e clique em OK.

4. Para fechar a caixa de diálogo Module Properties, clique em OK.


5. Adicione uma instrução MAOC à sua lógica.

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 129


Capítulo 4 Recursos do módulo de saída

6. Na instrução MAOC, use o tag de saída do módulo no operando de


saída, por exemplo, Local:1:O para um módulo de saída local.

O valor do tag é mostrado como ??. Este valor está correto.

Para obter mais informações sobre como usar uma instrução MAOC em
geral, consulte os seguintes:
• Logix 5000 Motion Controllers Instructions Reference Manual,
publicação MOTION-RM002
• Position-based Output Control with the MAOC Instruction
Application Technique, publicação 1756-AT017

Variedades isoladas e não Os módulos de saída padrão 5069-OW4I e 5069-OX4I proporcionam


isolamento de fiação ponto a ponto.
isoladas dos módulos
de saída IMPORTANTE Embora alguns módulos de saída digital Compact 5000 I/O não forneçam
isolamento elétrico, todos os módulos de saída digital Compact 5000 I/O
Módulos padrões mantêm isolamento elétrico interno entre os barramentos de força no lado
DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT
do sistema e no lado do campo.
5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8
MOD Power
SA Power

CONTROLLER DC INPUT DC INPUT DC OUTPUT ANALOG INPUT ANALOG OUTPUT

5069-L4200ERMW 5069-IB16 5069-IB16 5069-OB16 5069-IY4 5069-OF8

UPS
R R
OK FAN 1
B B
RUN SD

FORCE FAN 2 F F

MP

NET B1
B1 LINK B1

NET A1

LINK A1

SA
NET A2 SPEED X1

A1 LINK A2 LINK X1

2 CompactLogix 5480

A2

130 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Capítulo 5

Recursos do módulo de segurança

Tópico Página
Recursos do módulo de entrada de segurança 131
Recursos do módulo de saída de segurança 141
Relatório de falha e status 146

Este capítulo descreve os recursos que são específicos para módulos de E/S de
segurança Compact 5000™ I/O.

Recursos do módulo de Esta seção descreve os recursos disponíveis no módulo de entrada de segurança
Compact 5000 I/O, ou seja, os módulos 5069-IB8S e 5069-IB8SK.
entrada de segurança
Os módulos 5069-IB8S e 5069-IB8SK são módulos de entrada de segurança
sinking de 8 pontos que usam oito entradas de segurança e quatro saídas de
teste. O módulo 5069-IB8SK oferece proteção contra ambientes agressivos.

Níveis de adequação da aplicação de segurança

A tabela 46 descreve os níveis de adequação da aplicação de segurança para os


módulos 5069 -IB8S e 5069-IB8SK.
Tabela 46 - Adequação da aplicação de segurança para os módulos 5069-IB8S e 5069-IB8SK
Nível de adequação Condições Observação:
Aplicações de segurança com • O módulo usa o modo de canal Considere o seguinte:
classificação até, e inclusive, único. • O tipo de modo de canal, ou seja, único ou duplo, afeta o nível de desempenho e a categoria.
SIL CL3, PLd, cat. 3, conforme • O modo de ponto corresponde a Você pode usar os módulos em aplicações SIL CL3, independentemente do tipo de modo
definido na IEC 61508, IEC 61511, teste de pulso de segurança. de canal.
IEC 62061 e ISO 13849-1.(1)
O fator que determina se um módulo de E/S de segurança Compact 5000 reside em uma
Aplicações de segurança com • O módulo usa o modo de canal aplicação de segurança SIL CL3, nível de desempenho e, Cat. 4 é que a arquitetura geral de
classificação até, e inclusive, duplo.(2) segurança seja um sistema de canal duplo.
SIL CL3, PLe, cat. 4, conforme • O modo de ponto corresponde a • Para alcançar o canal único SIL CL3, o sensor utilizado também deve ser de canal único SIL CL3.
definido na IEC 61508, IEC 61511, teste de pulso de segurança.
IEC 62061 e ISO 13849-1. • O requisito de que o modo de ponto seja um teste de pulso de segurança pressupõe que
somente os módulos de segurança fornecem diagnóstico para um nível de adequação
específico.
O sistema de segurança maior no qual os módulos de segurança residem pode fornecer o
diagnóstico necessário para alcançar o nível de adequação estabelecido sem o requisito de que
o modo de ponto seja um teste de pulso de segurança.
(1) O canal único não deve ser verificado para nível de desempenho e, cat. 4 sem um sensor de canal único que seja classificado como nível de desempenho e, cat. 4.
(2) Não configure o módulo para usar modo de canal duplo através da caixa de diálogo Module Properties da aplicação Logix Designer. Use uma instrução de segurança para usar o módulo no modo de
canal duplo.

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 131


Capítulo 5 Recursos do módulo de segurança

O seguinte se aplica a entradas de segurança:

• É possível conectar dispositivos de segurança, tais como botão


pulsador de parada de emergência, chaves de porta e cortinas de luz.

• Avalie um sinal de entrada, ou seja, dados de entrada, no modo de canal


único ou no modo de canal duplo.

• É possível realizar uma verificação de curto-circuito em fiação externa


quando as entradas são ligadas em conjunto com as saídas de teste.
O módulo deve ser conectado em conjunto com as saídas de teste
quando esta função é usada.

• Independentemente de atrasos e atrasos na desenergização ajustáveis


estarem disponíveis por canal.

O seguinte se aplica a saídas padrão de teste:

• Saídas de testes separadas são fornecidas para detecção de curto-


circuito em uma entrada (ou entradas) de segurança.

• É possível fornecer alimentação de 24 Vcc para dispositivos, tais como


sensores de segurança.

• Assim como duas saídas de teste específicas podem ser usadas para
detecção de circuito aberto de uma luz de prevenção de segurança.

132 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Recursos do módulo de segurança Capítulo 5

Usar a saída de teste com uma entrada de segurança

Uma saída de teste pode ser usada em conjunto com uma entrada de
segurança para detecção de curto-circuito e falha cruzada dos canais.

Neste caso, o modo de ponto deve ser teste de pulso de segurança. Os pares de
entrada de segurança devem estar associados a diferentes fontes de saída de
teste.

DICA A saída de teste também pode ser configurada como uma fonte de
alimentação para fornecer 24 Vcc para um dispositivo externo, por
exemplo, uma cortina de luz.

Figura 11 - Módulo de entrada de segurança Compact 5000 I/O — entrada conectada à saída
de teste
Conexões de canais
O diagrama mostra dispositivos que são conectados aos canais de
entrada de segurança 0 e 3 e aos canais de entrada de segurança 0 e
1. Você não está limitado a usar somente esses canais.
Pode-se conectar dispositivos a qualquer canal de entrada de
segurança ou combinação de canais, conforme necessário.
Recomendamos conectar pontos de entrada pares a pontos de saída
de teste pares, e pontos de entrada ímpares a pontos de saída de
teste ímpares.
Esta prática de fiação pode maximizar a independência e separação
do diagnóstico. 5069-IB8S

Entrada de segurança 0
Alimentação SA: Entrada de segurança 1
Conexões a uma fonte de alimentação externa que forneça
alimentação do SA por meio de um borne removível de alimentação Entrada de segurança 2
do SA em um dos seguintes: Entrada de segurança 3
• Controlador Compact GuardLogix® 5380
• Adaptador EtherNet/IP™ 5069-AENTR ou 5069-AEN2TR Entrada de segurança 4
• Distribuidor de energia de campo 5069-FPD Entrada de segurança 5
IMPORTANTE: Lembre-se do seguinte:
• Os módulos 5069-IB8S e 5069-IB8SK usam alimentação SA CC. Entrada de segurança 6
Você deve conectar a alimentação CC ao componente, ou seja, Entrada de segurança 7
controlador, adaptador ou distribuidor de tensão de campo, que
fornece força SA aos módulos. Saída de teste 0
• Caso instale módulos em um sistema que utiliza força SA CA e Saída de teste 0
força SA CC, você deve instalá-los em barramentos de força SA
separados. Saída de teste 1
• Utilize um distribuidor de tensão de campo 5069-FPD para Saída de teste 1
estabelecer um novo barramento de força SA em um sistema. Os
barramentos de força do SA são isolados entre si. Para manter os Saída de teste/Saída muting 2
módulos em barramentos de força do SA separados, complete as
Saída de teste/Saída muting 2
seguintes etapas.
1. Instale os módulos que usam um tipo de força SA, por exemplo Saída de teste/Saída muting 3
CC, no lado direito do adaptador ou controlador, ou seja, no Saída de teste/Saída muting 3
primeiro barramento de força SA.
2. Instale o distribuidor de potencial de campo 5069-FPD para COM
estabelecer um segundo barramento de força SA.
COM
3. Instale os módulos que utilizam outro tipo de alimentação SA
(por exemplo, de CA) no segundo barramento de força SA.

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 133


Capítulo 5 Recursos do módulo de segurança

Figura 12 - Pulso de teste de 5069-IB8S ou 5069-IB8SK em um ciclo

On

SAÍDA
X
Off
Y

No módulo 5069-IB8S ou 5069-IB8SK, a largura de pulso de teste (X) é


inferior a 700 μs; o período de pulso de teste (Y) é inferior a 100 ms.

Quando o contato de entrada externa é fechado, um pulso de teste sai do


terminal de saída de teste para diagnosticar a fiação de campo e o circuito de
entrada. Usando esta função, curtos-circuitos entre entradas e alimentação de
24 V e entre linhas de sinal de entrada podem ser detectados.

Figura 13 - Curto-circuito entre linhas de sinal de entrada

IN +
24V DC

COM
24V DC

0V DC
TO0

Contato externo

Curto-circuito entre linhas de sinal


IN 0 de entrada e fonte de alimentação
(lado positivo)

TO1

Contato externo

Curto-circuito entre os canais 0 e 1.


IN 1

134 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Recursos do módulo de segurança Capítulo 5

Modo de canal único

Se um erro for detectado no canal de entrada, dados de entrada de segurança e


status de entrada de segurança se desligarão.

Para obter mais informações sobre como usar o modo de canal único com um
módulo 5069-IB8S ou 5069-IB8SK afeta o nível de adequação da aplicação
de segurança, consulte a tabela 46 na página 131.

Figura 14 - Operação normal e detecção de falhas (sem fator de escala)

24V DC
Saída de teste 0
0V DC

ON
Dispositivo externo
OFF

Operação normal ON
Terminal de entrada 0
OFF

ON
Dados de entrada
Dados da rede de segurança de segurança 0 OFF
enviados ao controlador
ON
Status da entrada
de segurança 0 OFF

24V DC
Saída de teste 0
0V DC

ON
Dispositivo externo
OFF

ON
Terminal de entrada 0
Detecção de falhas OFF

ON Falha detectada
Dados de entrada
de segurança 0 OFF
Dados da rede de segurança
enviados ao controlador
ON Falha declarada no
Status da entrada final do pulso de
de segurança 0 OFF saída de teste.

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 135


Capítulo 5 Recursos do módulo de segurança

Recuperação de falha da entrada de segurança

Se um erro for detectado, os dados de entrada de segurança permanecerão no


estado desenergizado. Para ativar novamente os dados de entrada de
segurança, complete as etapas a seguir.

1. Remova a causa do erro.


2. Coloque a entrada de segurança (ou entradas de segurança) no
estado seguro.
3. Permita que o tempo de trava de erro de entrada decorra.

Após completar as etapas, o indicador de E/S (vermelho) se apaga. Os dados


de entrada agora estão ativos.

Tempo de atraso na entrada de segurança

É possível aumentar o tempo que leva para um ponto de entrada mudar da


transição de Ligado para Desligado e de Desligado para Ligado no módulo
5069-IB8S ou 5069-IB8SK. O aumento no tempo é um atraso do sinal do
módulo para o controlador.

O tempo de atraso, junto com o intervalo do pacote requisitado, é o


parâmetro que define uma taxa na qual o controlador-proprietário e o
módulo trocam dados (2 a 500 ms). Por exemplo, se você definir o intervalo
do pacote requisitado em 10 ms e usar um tempo de atraso de entrada de
2 ms, o sinal do módulo ao controlador será de 12 ms.

Um aumento no tempo que leva a transição de um estado para outro melhora


a imunidade a ruído dentro de um sinal.

136 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Recursos do módulo de segurança Capítulo 5

Atraso de desativado para ativado

Um sinal de entrada é considerado lógica 0 durante o tempo de atraso


desativado para ativado após a borda ascendente do contato de entrada.

A entrada ligará somente se o contato de entrada permanecer ligado após


decorrido o tempo de atraso de desativado para ativado. Esse ajuste impede
mudanças rápidas dos dados de entrada devido a ressalto dos contatos.

É possível atrasar a transição de desativado para ativado nos seguintes tempos:


• 0 ms (padrão)
• 1 ms
• 2 ms
• 5 ms
• 10 ms
• 20 ms
• 50 ms

Figura 15 - Atraso de desativado para ativado

ON
Sinal de entrada
OFF

Dados da rede ON
de entrada de OFF
segurança

Atraso de desativado para ativado

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 137


Capítulo 5 Recursos do módulo de segurança

Atraso de ativado para desativado

Um sinal de entrada é considerado lógica 1 durante o tempo de atraso ativado


para desativado após a borda descendente do contato de entrada.

A entrada desligará somente se o contato de entrada permanecer desligado após


decorrido o tempo de atraso de ativado para desativado. Esse ajuste ajuda a
impedir mudanças rápidas dos dados de entrada devido a ressalto dos contatos.

É possível atrasar a transição de ativado para desativado nos seguintes tempos:


• 0 ms (padrão)
• 1 ms
• 2 ms
• 5 ms
• 10 ms
• 20 ms
• 50 ms

Figura 16 - Atraso de ativado para desativado

ON
Sinal de entrada
OFF

Dados da rede ON
de entrada de OFF
segurança

Atraso de ativado para desativado

138 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Recursos do módulo de segurança Capítulo 5

Operação da luz de prevenção de segurança

Seu programa controlador controla as saídas de teste 2 a 3 para acender uma


luz de prevenção de segurança. O status da luz de prevenção de segurança é
monitorado por um teste que opera periodicamente durante todo o
intervalo de teste para detectar uma lâmpada queimada. O teste opera
repetidamente quando a saída de teste é comandada ligada ou desligada,
e uma falha é detectada.

A figura 17 mostra como a operação da luz de prevenção de segurança, status


e detecção de falhas são monitoradas.

DICA O intervalo de teste da lâmpada é de 3 segundos. Dois testes consecutivos


de lâmpadas defeituosas são necessários para declarar uma condição de
lâmpada queimada.
O teste da lâmpada nem sempre funciona imediatamente após a saída de
teste ser energizada. Ele inicia no próximo intervalo de 3 segundos. Para
permitir tempo para dois intervalos de teste consecutivo, programe um
tempo mínimo de saída de teste de 6 segundos.

Figura 17 - Diagrama de temporização da luz de prevenção de segurança


Conectada
Conectada
Luz de prevenção Desconectada
de segurança 1 - Lâmpada queimada detectada
Desconectada 2 - Lâmpada boa detectada
3 - Teste de lâmpada intermitente parado
Tempo de teste 4 - Teste de lâmpada intermitente iniciado

Ativo

Teste de lâmpada 1 2 3 4

Inativo
Intervalo de teste

Bulbo conectado/Bom
Boa

Status muting
Bulbo desconectado/queimado
Queimado

On
On

Saída TO3

Off Off

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 139


Capítulo 5 Recursos do módulo de segurança

A tabela 47 mostra o comportamento exposto do status muting para as saídas


de teste TO2M e TO3M. Tenha em mente também os seguintes pontos:

• Quando se aplica energia ao módulo 5069-IB8S ou 5069-IB8SK, e T2


ou T3 permanece comandado desligado, o status padrão é ativado.

Esta operação bit é atribuída para ajudar a prevenir falhas de instrução


muting errônea do controlador-proprietário. O status de bit nem
sempre é a indicação real de uma lâmpada queimada.

IMPORTANTE Antes de verificar o estado do status muting correspondente,


tenha certeza de que a saída de teste é comandada ligada. Uma
vez que a saída de teste é comandada ligada, um tempo máximo
de 6 segundos é necessário por módulo para detectar uma
lâmpada queimada.

• Se um circuito de luz de prevenção de segurança for aberto quando a


energia é aplicada ao módulo, a condição será detectada quando a saída
de teste for comandada ligada.

• Quando uma lâmpada queima e é substituída, a falha (bit de status


muting) retorna à condição normal, independentemente do estado da
saída de teste.

Tabela 47 - Operação de bit de status muting


Estado Condição Bit de status Descrição
comandado da da lâmpada muting
saída de teste
ON Ruim 0 Reparar a lâmpada.
(circuito aberto)
ON Boa 1 Condição normal. A lâmpada está funcionando
corretamente.
OFF Ruim 0 Se a lâmpada permanecer apagada após ciclo de saída
(circuito aberto) T1/T3, repare a lâmpada.
OFF Boa 1 Condição normal.

140 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Recursos do módulo de segurança Capítulo 5

Recursos do módulo de saída Esta seção descreve os recursos disponíveis somente nos módulos de saída de
segurança Compact 5000 I/O, ou seja, os módulos 5069-OBV8S e
de segurança 5069-OBV8SK.

Os módulos 5069-OBV8S e 5069-OBV8SK são módulos de saída de


segurança que utilizam oito saídas de segurança. Use as saídas em uma das
seguintes maneiras:
• Saídas sourcing/sinking no modo de saída bipolar.
• Saídas sourcing no modo de saída sourcing.

A única diferença entre os módulos 5069-OBV8S e 5069-OBV8SK é que o


módulo 5069-OBV8SK possui proteção contra ambientes agressivos.

Níveis de adequação da aplicação de segurança

A tabela 48 descreve os níveis de adequação da aplicação de segurança para os


módulos 5069-OBV8S e 5069-OBV8SK.
Tabela 48 - Adequação da aplicação de segurança para os módulos 5069-OBV8S e 5069-OBV8SK
Nível de adequação Condições Observação:
Aplicações de segurança com classificação até, • O modo de saída é Sourcing. Considere o seguinte:
e inclusive, SIL CL3, PLd, cat. 3, conforme • O módulo usa o modo de canal único. • O tipo de modo de canal, ou seja, único ou
definido na IEC 61508, IEC 61511, IEC 62061 e duplo, afeta a categoria. Você pode usar
ISO 13849-1. • O modo de ponto corresponde a teste de pulso de segurança.
os módulos em aplicações SIL CL3, nível
Aplicações de segurança com classificação até, • O modo de saída é Bipolar. de desempenho e, independentemente
e inclusive, SIL CL3, PLe, cat. 4, conforme do tipo de modo de canal.
definido na IEC 61508, IEC 61511, IEC 62061 e Ou O fator que determina se um módulo de
ISO 13849-1. • O módulo usa o modo de canal único. E/S de segurança Compact 5000 reside em
uma aplicação de segurança SIL CL3, nível
• O modo de saída é Sourcing. de desempenho e, Cat. 4 é que a
• O modo de ponto corresponde a teste de pulso de segurança. arquitetura geral de segurança seja um
sistema de canal duplo.
• O canal é conectado a um atuador ou contator certificado IEC 60947.
Além disso, você deve usar o cabo blindado ou tronco de cabo para • O requisito de que o modo de ponto seja
eliminar falhas de curto-circuito no canal. um teste de pulso de segurança
pressupõe que somente os módulos de
Ou segurança fornecem diagnóstico para um
nível de adequação específico.
• O módulo usa o modo de canal duplo. O sistema de segurança maior no qual o
• O modo de saída é Sourcing. módulo de E/S de segurança reside pode
• O modo de ponto corresponde a teste de pulso de segurança. fornecer o diagnóstico necessário para
alcançar o nível de adequação estabelecido
sem o requisito de que o modo de ponto
seja um teste de pulso de segurança.

• Saídas de estado sólido.


• O modo de canal único usa um sinal de saída, ou seja, dados de um
canal de saída, para proporcionar controle.

IMPORTANTE O modo de canal único é certificado somente para aplicações de


segurança funcional com os tempos de segurança de processo
maior ou igual a 200 ms; ou, para aplicações com taxas de
demanda menores ou iguais a 3 demandas por minuto.

• O modo de canal duplo usa dois sinais de saída, ou seja, dados de dois
canais de saída, para proporcionar controle redundante.
• As saídas de segurança podem ser testadas por pulso para detectar
curtos-circuitos na fiação de campo a 24 Vcc.

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 141


Capítulo 5 Recursos do módulo de segurança

Saída de segurança com pulso de teste

Quando a saída de segurança é ligada, ela pode ser configurada para testar por
pulso o canal de saída de segurança. Usando esta função, você pode testar
continuamente a capacidade da saída de segurança de extrair energia dos
terminais de saída do módulo.

Se um erro for detectado, os dados da saída de segurança e o status da saída de


segurança individual serão desativados.

Figura 18 - Pulso de teste de 5069-OBV8S ou 5069-OBV8SK em um ciclo

Saída sourcing

On

SAÍDA
Off
X Y

Saída sinking

X Y
Off
SAÍDA

On

No módulo 5069-OBV8S ou 5069-OBV8SK, a largura de pulso (X) é


inferior a 700 μs; o período de pulso (Y) é inferior a 100 ms.

DICA Para impedir que o pulso de teste cause falha no dispositivo conectado,
preste muita atenção ao tempo de resposta de entrada do dispositivo
de saída.
Um teste de cabo interrompido e um teste de pulso de chave principal
também podem gerar um pulso em uma saída de segurança mesmo no
modo de segurança.
Dois pulsos sucessivos da saída de segurança são necessários para
determinar se há uma falha de curto-circuito. Como resultado, o período
de pulso efetivo é 200 ms, máx.

142 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Recursos do módulo de segurança Capítulo 5

Modo de canal único

Quando o canal de saída está no estado Energizado e sem falhas, as saídas de


segurança ligam. O status é normal. Se uma falha for detectada no canal de
saída, os dados da saída de segurança e o status da saída de segurança
individual serão desativados.

Para obter informações sobre como usar o modo de canal único com um
módulo 5069-OBV8S ou 5069-OBV8SK afeta o nível de adequação da
aplicação de segurança, consulte a tabela 48 na página 141.

Figura 19 - Modo de canal único 5069-OBV8S ou 5069-OBV8SK (sem fator de escala)

ON
Saída 0
OFF

Operação normal

ON
Dados da rede de segurança Status da saída
enviados ao controlador de segurança 0 OFF

ON
Saída 0
OFF
Detecção de falhas

Erro detectado
Dados da rede de segurança ON
Status da saída
enviados ao controlador de segurança 0 OFF

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 143


Capítulo 5 Recursos do módulo de segurança

Modo de canal duplo

IMPORTANTE O modo de canal duplo está disponível somente se o módulo estiver


conectado de modo que o modo de saída seja Sourcing.

Quando o modo de canal duplo é usado, os canais de saída funcionam como


pares de conexão. Os pares de conexão são os seguintes:
• Canais 0 e 1
• Canais 2 e 3
• Canais 4 e 5
• Canais 6 e 7

Quando ambos os canais de saída em um par de conexão estão no estado


Energizado e sem falhas, as saídas de segurança são ligadas.

Para obter informações sobre como usar o modo de canal duplo com um
módulo 5069-OBV8S ou 5069-OBV8SK afeta o nível de adequação da
aplicação de segurança, consulte a tabela 48 na página 141.

Figura 20 - Modo de canal duplo 5069-OBV8S ou 5069-OBV8SK (sem fator de escala)

ON
Saída 0
OFF

Operação normal
ON
Saída 1
OFF

Dados da rede de segurança Status das saídas ON


enviados ao controlador de segurança 0 e 1 OFF

ON
Saída 0
Detecção de falhas OFF

ON
Saída 1
OFF

Erro detectado
Dados da rede de segurança Status das saídas ON
enviados ao controlador de segurança 0 e 1
OFF

144 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Recursos do módulo de segurança Capítulo 5

Recuperação de falha da saída de segurança

Se uma falha for detectada, as saídas de segurança serão desligadas e


permanecerão no estado desenergizado. Siga este procedimento para ativar
novamente os dados de saída de segurança.

1. Remova a causa do erro.


2. Comande a saída de segurança (ou saídas de segurança) no estado
seguro.

A saída (ou saídas) de segurança pode (podem) ser comandadas(s) de


qualquer uma das seguintes maneiras:
• O controlador define o tag Ptxx.Data em 0.
• O módulo é reinicializado.
• Ligue e desligue o módulo.
• Transições do controlador para o modo de programa.
• Ocorre uma falha de tarefa de segurança ou controlador.
• Uma falha de comunicação ocorre no módulo.
• A conexão ao módulo está inibida.
3. Deixe o tempo de trava de erro de entrada decorrer.

Após completar as etapas, o indicador de E/S (vermelho) se apaga.


Os dados de saída podem ser controlados agora.
DICA Se as saídas do módulo vivenciarem sérias falhas persistentes,
considere a alimentação em ciclos para o módulo a fim de
eliminar o erro.

IMPORTANTE O módulo pode requerer até 1 segundo além do tempo de trava de erro de
saída para completar a recuperação.

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 145


Capítulo 5 Recursos do módulo de segurança

Relatório de falha e status Os módulos de E/S de segurança Compact 5000 efetuam multicast dos
dados de status e falha com dados do canal para o controlador-proprietário e
o controlador de escuta. Os dados são retornados através de tags de módulo
que você pode monitorar através da sua aplicação Logix Designer.

Para obter mais informações sobre como usar tags do módulo para monitorar
relatório de status e falha, consulte o seguinte:

• Módulo 5069-IB8S ou 5069-IB8SK — tabela 16 na página 92

• Módulo 5069-OBV8S ou 5069-OBV8SK — tabela 43 na página 122

• Apêndice A, Localizar falhas no módulo na página 207

146 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Capítulo 6

Configurar um módulo padrão

Tópico Página
Antes de começar 148
Criação de novo módulo 148
Reservar um slot do módulo de E/S 156
Edite as categorias comuns da configuração do módulo 159
Editar as categorias de configuração do módulo 5069-IA16 164
Editar as categorias de configuração do módulo 5069-IB16 165
Editar as categorias de configuração do módulo 5069-IB16F 166
Editar as categorias de configuração do módulo 5069-IB6F-3W 173
Editar as categorias de configuração do módulo 5069-OA16 179
Editar as categorias de configuração do módulo 5069-OB8 180
Editar as categorias de configuração do módulo 5069-OB16 181
Editar as categorias de configuração do módulo 5069-OB16F 182
Editar as categorias de configuração do módulo 5069-OW4I 183
Editar as categorias de configuração do módulo 5069-OW16 184
Editar as categorias de configuração do módulo 5069-OX4I 185
Visualizar os tags do módulo 186

Este capítulo descreve como configurar seus módulos de E/S de padrão


Compact 5000™ I/O em um projeto da aplicação Logix Designer. Você pode
usar a configuração padrão do módulo ou editar a configuração do módulo.

Este capítulo não explica os recursos do módulo que são configuráveis pelo
usuário e que você pode editar em diferentes telas no seu projeto da aplicação
Logix Designer.

Para obter informações detalhadas sobre os recursos do módulo, consulte


o seguinte:
• Capítulo 2, Recursos comuns para módulos de E/S digitais
Compact 5000 I/O na página 73
• Capítulo 3, Recursos do módulo de entrada na página 85
• Capítulo 4, Recursos do módulo de saída na página 107
• Capítulo 5, Recursos do módulo de segurança na página 131

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 147


Capítulo 6 Configurar um módulo padrão

Antes de começar Você deve completar as seguintes tarefas para poder configurar o módulo:

1. Crie um projeto de aplicação Logix Designer.


2. Caso utilize os módulos padrão como módulos remotos, adicione um
adaptador EtherNet/IP™ do Compact 5000 I/O ao projeto.

Para obter mais informações sobre como adicionar um adaptador


EtherNet/IP Compact 5000 I/O a um projeto da aplicação
Logix Designer, consulte Compact 5000 EtherNet/IP Adapters User
Manual, publicação 5069-UM007.

Depois que o projeto for criado e, se necessário, o adaptador for adicionado,


será possível criar um módulo no projeto da aplicação Logix Designer.

Criação de novo módulo Existem dois métodos para adicionar módulos ao seu projeto da aplicação
Logix Designer.

• Módulos de E/S Discover

• Novos módulos de E/S

Descubra os módulos de E/S local

Para usar o método Discover Modules com módulos de E/S local, execute as
etapas a seguir.

1. Fique on-line com sua aplicação Logix Designer.


2. Clique com o botão direito no backplane 5069 e escolha
Discover Modules.
A aplicação Logix Designer detecta automaticamente os módulos
disponíveis que estão conectados ao backplane.

148 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Configurar um módulo padrão Capítulo 6

3. Na janela Select Module Type, clique em Create para adicionar o


módulo descoberto ao seu projeto.

4. Na janela New Module, configure as propriedades do módulo e clique


em OK.

5. Na caixa de diálogo de advertência, clique em Yes.


DICA Se você desativar a conexão do módulo, você deve lembrar de
ativá-la mais tarde.

6. Feche a caixa de diálogo Select Module Type.

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 149


Capítulo 6 Configurar um módulo padrão

Para adicionar mais módulos de E/S com este método, complete um


dos seguintes:

• Se você desmarcou a caixa de seleção Close on Create quando criou o


primeiro módulo de E/S, repita as etapas 3 a 6.

• Se você não desmarcou a caixa de seleção Close on Create quando


criou o primeiro módulo de E/S, repita as etapas 2 a 6.

Novos módulos de E/S locais

Para usar o método New Module com módulos de E/S local, complete as
etapas a seguir.

DICA Este exemplo mostra como adicionar um módulo de E/S local quando o
projeto da aplicação Logix Designer está offline.
Você pode adicionar novos módulos quando o projeto está online, se
desejar. Neste caso, as etapas são semelhantes às descritas em Descubra
os módulos de E/S local na página 148. Uma exceção é que, na etapa 1,
você escolhe Novo Módulo em vez de Descobrir Módulos.

1. Clique com o botão direito no backplane 5069 e escolha New Module.

150 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Configurar um módulo padrão Capítulo 6

2. Na janela Select Module Type, clique em Create para adicionar o


módulo descoberto ao seu projeto.

3. Na janela New Module, configure as propriedades do módulo e clique


em OK.

Para adicionar mais módulos de E/S locais com este método, complete um
dos seguintes:

• Se você desmarcou a caixa de seleção Close on Create quando criou o


primeiro módulo de E/S, repita as etapas 2 a 3.

• Se você não desmarcou a caixa de seleção Close on Create quando


criou o primeiro módulo de E/S, repita as etapas 1 a 3.

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 151


Capítulo 6 Configurar um módulo padrão

Descobrir Módulos de E/S remotos

Para usar o método Discover Modules com módulos de E/S remotos,


complete as etapas a seguir.

1. Fique on-line com sua aplicação Logix Designer.

O projeto precisa incluir um adaptador EtherNet/IP Compact 5000 I/O.


2. Clique com o botão direito do mouse no adaptador EtherNet/IP
Compact 5000 I/O e escolha Discover Modules.
A aplicação Logix Designer detecta automaticamente os módulos
disponíveis que estão conectados ao backplane.

3. Na janela Select Module Type, clique em Create para adicionar o


módulo descoberto ao seu projeto.

152 Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019


Configurar um módulo padrão Capítulo 6

4. Na janela New Module, configure as propriedades do módulo e clique


em OK.

5. Na caixa de diálogo de advertência, clique em Yes.


DICA Se você desativar a conexão do módulo, você deve lembrar de
ativá-la mais tarde.

6. Feche a caixa de diálogo Select Module Type.

Para adicionar mais módulos de E/S remotos com este método, complete um
dos seguintes:

• Se você desmarcou a caixa de seleção Close on Create quando criou o


primeiro módulo de E/S, repita as etapas 3 a 6.

• Se você não desmarcou a caixa de seleção Close on Create quando


criou o primeiro módulo de E/S, repita as etapas 2 a 6.

Publicação da Rockwell Automation 5069-UM004C-PT-P - Setembro 2019 153


Capítulo 6 Configurar um módulo padrão

Novo módulo de E/S remoto