Manual para Elaboração de Referências

Conforme a NBR 6023:2002

Produzido pelos bibliotecários da Rede de Bibliotecas do Senac/RS com a finalidade de orientar os usuários na elaboração das Referências de seus trabalhos acadêmicos.

Porto Alegre 2007

2

SUMÁRIO APRESENTAÇÃO.......................................................................................................... 04 1 2 3 4 4.1 4.2 4.3 4.4 4.5 4.5.1 4.5.2 4.5.3 4.5.4 4.5.5 4.5.6 4.6 4.6.1 4.7 4.7.1 4.8 4.9 4.9.1 4.9.2 4.9.3 4.9.4 4.10 4.11 4.12 4.13 4.14 4.15 ELEMENTOS...................................................................................................... 05 LOCALIZAÇÃO .................................................................................................. 06 REGRAS GERAIS DE APRESENTAÇÃO ......................................................... 07 MODELO DE REFERÊNCIAS ............................................................................ 08 MONOGRAFIA NO TODO .................................................................................. 08 MONOGRAFIA NO TODO EM MEIO ELETRÔNICO.......................................... 08 PARTE DE MONOGRAFIA................................................................................. 09 PARTE DE MONOGRAFIA EM MEIO ELETRÔNICO......................................... 09 PUBLICAÇÃO PERIÓDICA ................................................................................ 10 Publicação periódica como um todo (coleção)............................................... 10 Partes de periódico (revista, fascículo, suplemento, boletim, etc.)............... 11 Artigo ou matéria de revista, boletim, etc. ...................................................... 11 Artigo ou matéria de revista, boletim, etc. em meio eletrônico ..................... 11 Artigo e/ou matéria de jornal............................................................................ 12 Artigo e/ou matéria de jornal em meio eletrônico........................................... 12 EVENTO COMO UM TODO ............................................................................... 12 Evento como um todo em meio eletrônico ..................................................... 13 TRABALHO APRESENTADO EM EVENTO ....................................................... 13 Trabalho apresentado em evento em meio eletrônico ................................... 14 PATENTE ........................................................................................................... 14 DOCUMENTO JURÍDICO................................................................................... 14 Legislação ......................................................................................................... 14 Jurisprudência (decisões judiciais)................................................................. 15 Doutrina ............................................................................................................. 15 Documento jurídico em meio eletrônico ......................................................... 16 IMAGEM EM MOVIMENTO ................................................................................ 16 DOCUMENTO ICONOGRÁFICO........................................................................ 17 DOCUMENTO CARTOGRÁFICO ....................................................................... 17 DOCUMENTO SONORO NO TODO .................................................................. 18 DOCUMENTO SONORO EM PARTE................................................................. 18 PARTITURA........................................................................................................ 19

3

4.16 4.17 5 5.1 5.1.1

DOCUMENTO TRIDIMENSIONAL ..................................................................... 19 DOCUMENTO DE ACESSO EXCLUSIVO EM MEIO ELETRÔNICO.................. 20 TRANSCRIÇÃO DOS ELEMENTOS.................................................................. 21 AUTORIA............................................................................................................ 21 Autoria pessoal ................................................................................................. 21

5.1.1.1 Mais de três autores............................................................................................ 21 5.1.1.2 Responsabilidade pelo conjunto da obra............................................................. 22 5.1.1.3 Outros tipos de responsabilidade ........................................................................ 22 5.1.1.4 Obras com pseudônimos .................................................................................... 22 5.1.2 Autoria de entidades......................................................................................... 23 5.1.2.1 Entidades com nomes genéricos ........................................................................ 23 5.1.2.2 Denominação específica..................................................................................... 23 5.1.3 5.2 5.2.1 5.2.2 5.2.3 5.2.4 5.2.5 5.2.6 5.3 5.3.1 5.3.2 5.4 5.4.1 5.4.2 5.4.3 5.4.4 5.5 5.5.1 5.5.2 5.5.3 5.5.4 5.6 5.6.1 5.6.2 Autoria desconhecida....................................................................................... 24 TÍTULO E SUBTÍTULO....................................................................................... 24 Títulos e subtítulos longos............................................................................... 24 Título em mais de uma língua .......................................................................... 25 Periódicos ......................................................................................................... 25 Periódico com título genérico.......................................................................... 25 Abreviatura de título de periódico ................................................................... 26 Documento com título desconhecido.............................................................. 26 EDIÇÃO .............................................................................................................. 27 Outras informações relacionadas à edição..................................................... 27 Edição de documentos eletrônicos ................................................................. 27 LOCAL ................................................................................................................ 27 Cidades com nomes iguais .............................................................................. 27 Mais de um local de edição .............................................................................. 28 Identificação do local de publicação ............................................................... 28 Local de publicação não identificado.............................................................. 28 EDITORA............................................................................................................ 29 Várias editoras .................................................................................................. 29 Editora não-identificada ................................................................................... 29 Local e editora não-identificados .................................................................... 30 Editora responsável pela autoria ..................................................................... 30 DATA .................................................................................................................. 30 Data indeterminada........................................................................................... 31 Referência para obras com vários volumes.................................................... 32

4

5.6.3 5.6.4 5.6.5 5.6.6 5.7 5.7.2 5.7.3 5.7.4 5.7.5 5.8 5.9 5.10 5.11

Referência para listas e catálogos de periódicos........................................... 32 Publicações periódicas encerradas ................................................................ 32 Indicação dos meses em publicações periódicas .......................................... 33 Meses não identificados................................................................................... 33 DESCRIÇÃO FÍSICA .......................................................................................... 33 Documentos com mais de um volume ............................................................ 34 Diferença entre volume bibliográfico e volume físico.................................... 34 Referência de partes de publicações .............................................................. 34 Obras com paginação irregular ....................................................................... 35 ILUSTRAÇÕES................................................................................................... 35 DIMENSÕES ...................................................................................................... 35 SÉRIES E COLEÇÕES....................................................................................... 36 NOTAS ............................................................................................................... 36

5.11.1 Obras traduzidas............................................................................................... 36 5.11.2 Tradução de obras traduzidas ......................................................................... 37 5.11.3 Separatas........................................................................................................... 37 5.11.4 Notas em teses, dissertações e trabalhos acadêmicos ................................. 37 6 6.1 6.1.1 6.1.2 6.2 ORDENAÇÃO DAS REFERÊNCIAS.................................................................. 38 SISTEMA ALFABÉTICO ..................................................................................... 38 Obras do mesmo autor..................................................................................... 38 Obras com várias citações............................................................................... 39 SISTEMA NUMÉRICO........................................................................................ 39

REFERÊNCIAS .............................................................................................................. 41 ANEXO A – Tabela de abreviatura dos meses do ano ................................................. 42

4 APRESENTAÇÃO Este instrumento estabelece. os elementos a serem incluídos em referências. . Constitui um estudo ao conteúdo da norma. de acordo com a NBR 6023 (ago. Lembramos que as bibliotecas do Senac/RS disponibilizam para consulta as normas de Informação e Documentação da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) e oferecem à comunidade acadêmica o serviço de apoio na normalização de trabalhos acadêmicos. 2002). além de definir convenções para transcrição e apresentação da informação originada do documento e/ou outras fontes de informação. apresentando por vezes o texto original.

estando estritamente vinculadas ao suporte documental e variando conforme o tipo de documento.. color. Tanto os elementos essenciais quanto complementares devem ser extraídos do próprio documento. Departamento Nacional. • • . quando não for possível. [2000].5 1 ELEMENTOS Uma referência é constituída de elementos essenciais e. Contudo. elementos complementares: Elementos essenciais: informações indispensáveis à identificação do documento. se necessário. Elementos complementares: informações extras que permitem melhor descrever os documentos. Rio de Janeiro: Ed. Senac Nacional. devem-se utilizar outras fontes de informação e descrevê-las entre colchetes. Exemplo: SENAC. 1 fita de vídeo (12min 2s): NTSC/VHS : son. O atendimento na lanchonete.

Fim de texto ou capítulo. resenhas e recensões.6 2 LOCALIZAÇÃO A referência bibliográfica pode aparecer em: Rodapé. Tecendo resumos. Lista de referências. • • • • .

excluídos os artigos (definidos e indefinidos) e palavras monossilábicas. ou seja. Quando aparecer em nota de rodapé. As referências constantes em uma lista padronizada devem seguir os mesmos princípios: ao optar-se pelo uso de elementos complementares. abaixo da primeira letra da primeira palavra. O recurso tipográfico (negrito. grifo ou itálico) utilizado para destacar o elemento título deve ser uniforme em todas as referências de um mesmo documento. Exceção a obras sem indicação de autoria (ou de responsabilidade) cujo elemento de entrada é o próprio título. digitadas em espaço simples e separadas entre si por espaço duplo. As referências devem ser alinhadas à margem esquerda do texto. • • . de forma que destaque o expoente e sem espaço entre elas. que deverá possuir a primeira palavra destacada pelo uso de letras maiúsculas.7 3 REGRAS GERAIS DE APRESENTAÇÃO Elementos essenciais e complementares devem ser apresentados em seqüência padronizada. deverá ser alinhada a partir da segunda linha da mesma referência. estes devem constar em todas as referências daquela lista. caso seja utilizada a informação de paginação todos os itens das referências deverão possuir esta informação.

ISBN 85-352-1714-2. Ronaldo Lopes Pontes. Quando necessário. J. Senac São Paulo. 2005. catálogo. Exemplo: WELLING. local. M. 2006. 1 CDROM. de forma que melhor identifique o documento.).17: 4. Rio de Janeiro: Elsevier. folheto (manual. PHP e MySQL desenvolvimento web. São elementos essenciais: autor(es). DEITEL.) e trabalhos acadêmicos (teses. enciclopédia. acrescidas de informações relativas à descrição física do meio eletrônico: Exemplo: DEITEL. pode-se acrescentar outros elementos complementares à referência. Java: como programar. Passaporte para o sabor: tecnologias para a elaboração de cardápios. dicionário.2 MONOGRAFIA NO TODO EM MEIO ELETRÔNICO: As referências devem obedecer aos mesmos padrões anteriores.1 MONOGRAFIA NO TODO Considera-se monografia livro. 712 p. São Paulo: Pearson Prentice Hall. Laura. não informar quando for primeira edição. guia. P.1 a 4. dissertações. edição.. Luke. Exemplo: BARRETO. monografias. H. 4. ed. etc. 2003.8 4 MODELOS DE REFERÊNCIAS Os modelos de referências estão exemplificados nas seções 4. São Paulo: Ed. A informação de edição referencia-se quando se tratar de segunda edição em diante. THOMSON. editora e data de publicação. título. Inclui 1 CD-ROM. etc. 4. .

2007. precedida da expressão “Acesso em:”.planalto. Quando se tratar de obras consultadas on-line deverão constar nas referências às informações sobre o endereço eletrônico. Ao final deverá ser informada a paginação ou outra forma de individualizar a parte referenciada. In: ________. Evolução da questão ambiental. podem ser acrescidas informações referentes à . Não é recomendado referenciar material eletrônico de curta duração nas redes on-line. precedidas da expressão “Disponível em:”. disquete. e a data de acesso ao documento. Opcionalmente. Os elementos essenciais serão autor(es).gov. São Paulo: Juarez de Oliveira. título da parte. ed. Luiz Antônio Abdalla de. 17:20:15. sendo acrescidas informações quanto à descrição física do meio eletrônico (CD-ROM. Exemplo: MOURA.4 PARTE DE MONOGRAFIA EM MEIO ELETRÔNICO As referências obedecerão aos padrões já indicados para partes de monografias. fragmentos e outras partes de uma obra. 4.). 2002. Disponível em: <http://legislacao.1-45.3 PARTE DE MONOGRAFIA Quando a referência for elaborada a partir da consulta a capítulos. 1. seguidos da expressão “In:” e da referência completa da monografia no todo. 4. Opcionalmente.br/cddir/cddir. p. precedidas da expressão “Disponível em:”. podem ser acrescidas informações referentes à hora. e a data de acesso ao documento. volumes. 4. DVD. cap. 4. precedida da expressão “Acesso em:”. 2004. minutos e segundos. Se necessário podem ser acrescidos elementos complementares para identificar melhor o documento. Dóris de Queiroz. tais como o número do capítulo.nsf >. Qualidade e gestão ambiental. apresentadas entre os sinais < >. Brasília: Presidência da República. com autores e/ou títulos próprios. Classificação decimal de direito. Acesso em: 09 jan. ed. apresentadas entre os sinais < >. etc. Exemplo: CARVALHO.9 Quando se tratar de obras consultadas on-line são essenciais informações sobre o endereço eletrônico.

4. Brasília: Ministério da Educação. In: ________. 2005. volume ou fascículo de periódico (artigos científicos de revistas. Mensal. editoriais.NET.php?option=content&task=view&id=715&Itemid=303 >. 1 CD-ROM. boletim informativo. e destinada a serem continuadas indefinidamente. Delphi 6 developer´s guide. caderno etc.mec. Xavier. Guia do desenvolvedor de Delphi for. SESU: Secretaria de Educação Superior.gov. Exemplo: VOCÊ S/A. Ministério da Educação. com designações numéricas e/ou cronológicas. volume. número de jornal. São Paulo: Pearson Makron Books. 2004. disponível em: < http://portal. (todo em letras maiúsculas). PACHECO. 13:45:25.). É considerada publicação periódica o anuário. Não é recomendado referenciar material eletrônico de curta duração nas redes on-line. na íntegra. Políticas e Programas na educação superior. 1998-. São Paulo: Editora Abril. e a matéria existente em um número. fascículo e/ou número de revista.. . 4. editada em unidade física sucessiva. Portal mundo acadêmico. minutos e segundos.10 hora. In: ________.1 Publicação periódica como um todo (coleção) Deve-se incluir na referência o título da revista. reportagens etc.5. data do primeiro volume e periodicidade. seções. Acesso em 10 jan.5 PUBLICAÇÃO PERIÓDICA É considerada como periódica a publicação em qualquer tipo de suporte. 2007. local. matérias jornalísticas. relatório.br/sesu/index. ISSN 1415-5206. Exemplos: BRASIL. editora ou entidade responsável.

1. o título do fascículo. n. Deverão ser acrescidas também as informações referentes à descrição física do meio eletrônico (disquetes. 2006. suplemento. 35. Choose your Brazil: Rio de Janeiro. número de páginas e tipo de fascículo. título do artigo.11 4. local de publicação. 4.3 Artigo ou matéria de revista. 19. em meio eletrônico Deve incluir o autor do artigo (sobrenome todo em letras maiúsculas). n. Peixes. Deve incluir o autor do artigo (sobrenome todo em letras maiúsculas). 13. etc.2 Partes de periódico (revista. Suplemento. local de publicação. volume. p. v. 1 CD-ROM. 2001. Exemplo: VIAGEM.5. página inicial e final do artigo. número. mês e ano. São Paulo. CD-ROM. John. Revista do Hopi Hari. número. título da revista (em negrito ou sublinhado). São Paulo: Editora Abril.5. São Paulo. título da revista (em negrito ou sublinhado). . etc. volume. 45 p. 66-68. etc. etc. 4. número. a editora. boletim. v. Exemplo: AMACKER. mês e ano. 228.4 Artigo ou matéria de revista. volume. on-line. 1. Speak Up. local de publicação. v. Exemplo: LAHÓZ. boletim. Por que tanto medo? Exame.). fascículo. 2007. boletim.5. n. André. data.) Deve incluir o título da coleção (sobrenome todo em letras maiúsculas). título do artigo. jan. 10 jan.

Porto Alegre. 7 jan.6 Artigo e/ou matéria de jornal em meio eletrônico Deve incluir o autor do artigo (sobrenome letras maiúsculas).clicrbs. Zero Hora.5. Moda. atas. numeração (se houver). título do artigo. ano. Zero Hora.). Acesso em: 10 jan. Título do jornal (em negrito ou sublinhado). Tempo quente. 811. local de publicação. p. 10 jan. . "9". Título do jornal (em negrito ou sublinhado). ano e local (cidade) de realização. 16:16:43.6 EVENTO COMO UM TODO Inclui o conjunto de documentos reunidos num produto final do próprio evento (atas. Donna ZH. Exemplo: HOFFMANN. local de publicação. Exemplo: BISSIGO.com. etc. Porto Alegre. acrescidos do título do documento (anais. dia mês. Disponível em: < http://www. título do caderno. Segundo caderno. 4.5. título do caderno.12 4. Luís.br/jornais/zerohora/jsp/default2. 2007.5 Artigo e/ou matéria de jornal Deve incluir o autor do artigo (sobrenome todo em letras maiúsculas). São considerados elementos essenciais o nome do evento (indicar em letras maiúsculas). Música. anais. dia mês. local de publicação. Ainda mais triste: Damien Rice lança seu segundo CD. editora e data de publicação. seção e coluna. ano. resultados. Melissa.). seção e páginas do artigo e coluna.xml&channel=9&id=&titanterior=&content=&menu=23&themeid=& sectionid=&suppid=&fromdate=&todate=&modovisual=>.jsp?uf=1&local=1&edition=7055&template=&st art=1&section=&source=a1393175. Quando necessário pode-se acrescentar elementos complementares para melhor identificar o documento. Deverão ser acrescidas também as informações referentes à descrição física do meio eletrônico on-line. 2007. etc. 2007. título do artigo. 4.

título do trabalho apresentado. ano. 2000. título em negrito: “Anais eletrônicos. Anais. Joaquim. local.. 2000.13 Exemplo: XVII SIMPÓSIO BRASILEIRO DE BANCO DE DADOS. In: SIMPÓSIO SOBRE AGROTÓXICOS NA AGRICULTURA BRASILEIRA. Pesquisa agrícola no estado de São Paulo. Quando necessário pode-se acrescentar elementos complementares para melhor identificar o documento. 19. Campinas: Agronômica. atas. etc. Exemplo: CAMPOS. data de publicação e página inicial e final da parte referenciada... ano de publicação. 2000. Gramado: SBBD..pucrs. Gramado.” Exemplo: CONGRESSO BRASILEIRO DE BIBLIOTECONOMIA E DOCUMENTAÇÃO. Anais. nome do evento. Campinas.. editora.. Acesso em: dia. número. mês e ano. 2002.br/anais/anais/html >. Acesso em: 03 out. seguido da expressão “In:”. . 1986.).6. local do evento.1 Evento como um todo em meio eletrônico Deve incluir o nome do evento (todo em letras maiúsculas). numeração do evento (se houver). Anais eletrônicos. p... 2002. ano.56-84.. Porto Alegre: ARB. Porto Alegre. Disponível em: < http://www. local (cidade) de realização. 1986. Deverão ser acrescidas também as informações de acesso on-line: “Disponível em: <endereço eletrônico>.7 TRABALHO APRESENTADO EM EVENTO Deve incluir como elementos essenciais autor. título do documento (anais. editora. 4.. out. 1. 4.” seguido de local de publicação. 17.

Para . Exemplo: MOREIRA.1 Trabalho apresentado em evento em meio eletrônico Aplicam-se as orientações de 4. resolução do Senado Federal) e normas emanadas das entidades públicas e privadas (ato normativo. comunicado. Controle de gasto e desgaste de pastilhas de freio. BR n. 17.. portaria. entre outros). PHILLIP. decisão administrativa. resolução.9. 1 CD-ROM.. 4. In: SIMPÓSIO. SIMPÓSIO BRASILEIRO DE BANCO DE DADOS. título. as ementas constitucionais e os textos legais infraconstitucionais (lei complementar e ordinária.1 Legislação Compreende desde a Constituição.7. 5712145-9T. Questões de modelagem em Data Warehousing. 2001. 29 set. ordem de serviço. 23 out. título.. circular. data e dados da publicação.14 4.7. medida provisória. 4. mês e ano. jurisprudência (decisões judiciais) e doutrina (interpretação dos textos legais). 4. A. P.9 DOCUMENTO JURÍDICO Inclui legislação. decreto em todas as suas formas. Campinas.” Exemplo: CAMPOS. 2007. Maria Luiza Machado. acrescidas às informações de forma do documento ou acesso on-line: “Disponível em: <endereço eletrônico>. Anais. aviso. numeração.8 PATENTE São considerados elementos essenciais: a entidade responsável e/ou autor. Deve possuir como elementos essenciais: a jurisdição (ou cabeçalho da entidade no caso de se tratar de normas). 2002. Acesso em: dia. número da patente e datas (do período de registro). instrução normativa. Gramado: SBBD. 2002.

quando necessário.29-A à Constituição Federal. 2000. 23 de setembro de 1998. de limpeza e de conservação de vias e logradouros públicos.º 25. Exemplo: PORTO ALEGRE. . v.15 Constituições e suas emendas inserir a palavra Constituição. Legitimidade do Ministério Público. Apelado: Ministério Público. Porto Alegre. congressos. 29 e acrescenta o art. Apelação Cível nº 165122517. Constituição (1988). 2. v. 2002. Emenda constitucional n. Exemplos: BRASIL. Câmara Cível. 1. referenciada conforme o tipo de publicação. papers. de coleta de lixo. ago. 127-157. a ementa (resumo constante nos documentos jurídicos). acrescentam-se à referência informações que melhor identifiquem o documento. 836-838. seguida do ano de promulgação. n. São Paulo. E como elementos complementares. 52. reuniões etc. Índice inflacionário de 1994 pelo IGP-M.9. artigos de periódicos. Porto Alegre.3 Doutrina Compreende as discussões técnicas sobre questões legais. acórdãos. que dispõem sobre limites de despesas com o Poder Legislativo Municipal. local. de 14 de fevereiro de 2000. BRASIL. 4. 1988. entre o nome da jurisdição e o título. p. DF: Senado Federal. título (natureza da decisão ou ementa) e número. e demais decisões judiciais. Relator: Júlio Gonçalves. sentenças. p. notas relativas a outros dados necessários para identificar o documento. 659. Constituição da República Federativa do Brasil. Ação Pública e matéria tributária. ao final da referência. 64. Brasília. n. Apelante: Município de Porto Alegre. Lex: coletânea de legislação e jurisprudência: legislação federal e marginália.2 Jurisprudência (decisões judiciais) Compreende as súmulas. data e dados da publicação.. fev. artigos de jornal. 4. enunciados. relator. Constituição (1988). Pode-se acrescentar. Reajuste do IPTU. Taxas de iluminação pública. Como elementos complementares. Altera o inciso VI do art. Revista dos Tribunais do Rio Grande do Sul. Deve possuir como elementos essenciais: a jurisdição e órgão judiciário competente.9. consubstanciadas em forma convencional ou em meio eletrônico: monografias. partes envolvidas (se houver). entre parênteses.

roteirista. Prescreve em vinte anos a ação para obter. a seguir.4 Documento jurídico em meio eletrônico Indicam-se os dados essenciais conforme documento jurídico (legislação. elenco e/ou intérpretes relevantes.html>. 1 fita de vídeo (20 min 14s). v. 4. Genesis: revista de direito processual civil. indenização por defeitos da obra. Súmula nº 194. 101 PG00305. São Paulo: Ed. VHS: son. Acesso em: 28 nov. minutos e segundos)”. caso seja de acesso on-line utilizar a expressão “Disponível em: <endereço eletrônico>. produtor. local.9. Deve incluir como elementos essenciais o título. n. online. Julgamento: 24 de setembro de 1997. videocassetes. Curitiba. Jurinforma: jurisprudência on-line. as informações sobre o meio eletrônico.jurinforma. . música e outras informações que forem necessárias para a melhor identificação do documento. color.br/sumulas. jurisprudência ou doutrina). sistema de reprodução.16 Exemplo: ROCHA. Hermenêutica constitucional e judiciário. produtora. Acesso em: data de acesso. produtor. José de Albuquerque. (opcionalmente incluir hora. Disponível em: <http://www. diretor. 521-530. RSTJ v. DVD ou outros. Caso tratarse de documento jurídico acessado em outro meio eletrônico deverá ser acrescida informação relativa à descrição física do meio ou suporte. 2000. Supremo Tribunal de Justiça.com. CD-ROM. duração. do construtor.10 IMAGEM EM MOVIMENTO Compreende filmes. como por exemplo: disquete. 5. jul. Exemplo: GUIA de turismo: a melhor atuação. Podem ser acrescidos como elementos complementares o subtítulo (se houver). Senac São Paulo.. Exemplo: BRASIL. 1997. indicadores de som e cor. data e especificação do suporte em unidades físicas. 4. p. 17. 2000. Incluem-se./set.

Acesso em: data de acesso.377 Kb. fotografia. incluir as informações sobre o meio. Foto do Parque Estadual Delta do Jacuí. tais como subtítulo (se houver) e informações complementares à referência para melhor identificar o documento. Se tiver sido acessado na Internet deverá apresentar a expressão “Disponível em: <endereço eletrônico>. cartaz entre outros. Acesso em: data de acesso. tempo de duração (se for necessário). Deve possuir como elementos essenciais o autor (se houver). indicação de cor. Como elementos complementares podem ser acrescidos o local de publicação. on-line. deve-se atribuir uma denominação ou a indicação Sem título. Compactado. Altura: 373 pixels. gravura. Ariadne. globo. Caso tenha sido acessado on-line. RGB. 49. Zero Hora. como por exemplo: disquete. Quando acessado por meio eletrônico. diapositivo. se acessado em outro meio eletrônico deverá acrescentar as informações relativas à descrição física do meio ou suporte.11 DOCUMENTO ICONOGRÁFICO Compreende pintura. título. mapa. data e características físicas (especificação do suporte). 1 fotografia.12 DOCUMENTO CARTOGRÁFICO Compreende Atlas. p&b. entre outros. ilustração. fotografia aérea. CD-ROM. material estereográfico. editora. data. Exemplos: FRANCO. p. quantidade de documentos. CD-ROM. data de publicação. tipo de papel. Podem ser acrescidos elementos complementares. dimensões. entre colchetes). MAPA. (opcionalmente incluir hora. 72 dpi. (opcionalmente incluir hora. Acesso em 16 jan. (dimensões). editora. 2001. se acessado em outro meio eletrônico deverá acrescentar as informações relativas à descrição física do meio ou suporte. Porto Alegre.17 4. transparência.JPG> 2000. on-line. minutos e segundos)”. 45 out. . designação específica (tipo de material) e escala. título (quando não existir. prêmios entre outras). Que desmatamento que nada. desenho técnico. local. minutos e segundos)”. 58.JPG. informações relevantes (original de arte. Disponível em: <H:\Imagens\MAPA. desenhista. 4. 2003. São elementos essenciais: autor(es). Largura: 535 pixels. como por exemplo: disquete. diafilme. deverá apresentar a expressão “Disponível em: <endereço eletrônico>. Formato JPEG.

. diretor artístico.unicamp. Acesso em: 06 dez. tempo de duração. Poderão ser acrescidos como elementos complementares: subtítulo (se houver).5 cm.14 DOCUMENTO SONORO EM PARTE Deve possuir como elementos essenciais o(s) compositor(es) ou intérprete(s) da parte (ou faixa de gravação). fita magnética de rolo entre outros. ESTADOS UNIDOS. No final da referência. fita cassete. Quando necessário. 4. produtor etc.5 cm x 34. 1 mapa. São Paulo: Paradoxx Music.13 DOCUMENTO SONORO NO TODO Compreende disco. Governo do Estado.cpa. data e especificação do suporte (características físicas). 06 dez. Porto Alegre: Ipagro. p&b. e 20-21 jun. em 28-29 abr.18 Exemplo: RIO GRANDE DO SUL. 36. CD (compact disc). polegadas e outras informações pertinentes. gravadora (ou equivalente). Como elementos complementares pode indicar o subtítulo (se houver). título. 1 CD (45 min). A letra p precedendo o ano indica a data em que o disco foi prensado (p1987). ao final da referência. Hi-fi. . GOES-08: VIS. Secretaria da Agricultura e Abastecimento. acrescentam-se informações para melhor identificar o documento. seguidos da expressão In: e da referência do documento sonoro no todo. 1998. 2000. outras indicações de responsabilidade (entrevistador(es). acrescentam-se notas relativas a outros dados. 4. ao final da referência. National Oceanic and Atmospheric Administration. 2000. deve-se informar a faixa ou outra forma de individualizar a parte referenciada. 10:39Z. Divisão municipal. Nei. 1989.br>. Quando necessário. 1 imagem de satélite. local. Como elementos essenciais: compositor(es) ou intérprete(s).000. Gravado ao vivo no Theatro São Pedro. Escala 1: 750. título. em Porto Alegre. Exemplo: LISBOA. 1998. São Paulo: Laboratório de Meteorologia Aplicada a Sistemas de Tempo Regionais do Departamento de Ciências Atmosféricas do Instituto Astronômico e Geofísico da Universidade de São Paulo.). Disponível em: <http://orion.

Como elementos essenciais deve incluir autor(es). 1 partitura (1 p. Devem-se indicar como elementos essenciais o(s) autor(es). CD-ROM. características físicas (especificação do objeto). editora. 2002. título (quando não existir. animais empalhados. .). coleção. faixa 2 (3 min 20 s). como por exemplo: disquete. Este seu olhar. Tom. título. Quando necessário pode-se acrescentar informações para melhor identificar o documento. entre outros). São Paulo: Ariola. Se for acessado na Internet. monumentos. estéreo. KLEIDIR. Exemplos: CARULLI.com.br/informatica/kicolobo/itexto/partituras/carcntdnc. cópia (se for necessário). local. minutos e segundos). Como elementos complementares podem-se indicar informações adicionais de originalidade. on-line. Lagoa dos Patos.15 PARTITURA Descrição gráfica de todas as partes vocais e instrumentais de uma composição. 12 pol. Lado 1. deve-se atribuir uma denominação ou a indicação Sem título.gif>. esqueletos. p1982.19 Exemplo: KLEITON. Como elementos complementares pode-se indicar subtítulo (se houver). 1 partitura. Country dance. Piano. Violão.. Acesso em: 21 out. 1 disco sonoro (36 min). JOBIM. data e designação específica e instrumento a que se destina. maquete. 33 1/3 rpm. Se for acessado em outro meio eletrônico: acrescentar as informações relativas à descrição física do meio ou suporte. quando for possível identificar o criador artístico do objeto. Disponível em: <http://planeta. premiação e outras que forem consideradas relevantes. 4.16 DOCUMENTO TRIDIMENSIONAL Compreende escultura. inclua as informações abaixo: Disponível em: <endereço eletrônico>. Fernando. In:______. São Paulo: Arapuã. objetos de museu.terra. c1995. 4. Acesso em: data de acesso. entre colchetes [ ] ) data. objeto e suas representações (fósseis. Direção artística: Mazola. Kleiton & Kleidir ao vivo. (opcionalmente incluir hora.

Dimensão do tampo: 1. Por serem informais e desaparecerem rapidamente. é necessário descrever a extensão. . WINDOWS e recursos visuais. Recebeu "Prêmio Design" do Museu da Casa Brasileira. 4. versão (quando houver) e descrição física do meio eletrônico. Égua pastando.20 Exemplos: PRADO. Vasco. 1 escultura em bronze. RIBEIRO. não é recomendável utilizar mensagens eletrônicas como fonte científica ou técnica de pesquisa. Disponível em: http://www. 2006. 2006. mensagens eletrônicas. Exemplos: EDUCAÇÃO inclusiva. 3 disquetes. Version 4.com. sites. Base de Dados Scielo. Mesa made in Brasil. Quando o documento for arquivo eletrônico. título.17 DOCUMENTO DE ACESSO EXCLUSIVO EM MEIO ELETRÔNICO Esta categoria constitui-se dos seguintes documentos: base de dados.1. listas de discussão.br/carros>. Boston: Microsoft Corporation.22 m x L 0. In: Revista brasileira de educação. 2000. 1989.29 m. José. Tiragem 20. 2004. Biblioteca Central.doc. conjunto de programas. São Paulo: Museu Nacional do Automobilismo. José Roberto. dimensões H 0. programas.13 m x C 0. Porto Alegre. As mensagens que circulam por meio eletrônico (e-mail) só deverão ser referenciadas quando não houver outra fonte para abordar o assunto discutido. Animais invertebrados [mensagem pessoal]. 2006. Normas.50 cm. Disponível em: <http://www. PAULINO. 1 CD-ROM. Apresenta reproduções virtuais de fotos de carros expostos no museu. A referência destes documentos é realizada a partir do autor(es).scielo. MUSEU virtual nacional do automobilismo.br> em 24 fev. Mensagem recebida por <biologiapf@yahoo. arquivos em disco rígido. etc.50 cm x 1. além da denominação atribuída ao arquivo. 1993.br> Acesso em: 25 maio 2006.museuautomobilistico. Acesso em: 30 out. Tampo de mármore chocolate e estrutura de mogno envernizado em forma de X.com. UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL.

2005. Carlos Pereira. P. 5. pelo último sobrenome. R. FARIAS. 5. M. São Paulo: Atlas.1. em maiúscula. Sistemas de informação. LACERDA. o padrão deverá ser seguido em todas as referências elaboradas. SILVA.1 Mais de três autores Quando houver mais de três autores deve-se indicar apenas o primeiro.. Rio de Janeiro: Record. 2006. Exemplos de referências com prenomes e outros sobrenomes por extenso: SANTOS.1. 2006. seguido da expressão et al. Wanderson M.21 5 TRANSCRIÇÃO DOS ELEMENTOS Os padrões indicados para apresentação dos elementos que compõem as referências aplicam-se a todos os tipos de documentos (seção 4). Rio de Janeiro: Record. LACERDA. 2005. FARIAS. A. W. Sistemas de informação. M.. Linguagens de programação: como programar.1 Autoria pessoal Indicam-se o(os) autor(es). e/ou de entidades. Os nomes devem ser separados por ponto-e-vírgula. Mario R. seguido do prenome e outros sobrenomes. C. de modo geral. Mateus A. Linguagens de programação: como programar. abreviados ou não. 5.. Nos casos em que a indicação dos nomes for indispensável para .1 AUTORIA Para indicação da forma correta de entrada de nomes pessoais. seguido de espaço. M. Exemplos de referências com prenomes e outros sobrenomes abreviados: SANTOS. Ao optar-se pela abreviatura do prenome e outros sobrenomes. consulte o Código de Catalogação Anglo-Americano vigente (AACR2).. SILVA. São Paulo: Atlas.1.

seguido da abreviação do tipo de participação na obra entre parênteses. ed. compilador. 2005. 5. Farmacotécnica. Exemplo: KENNETH.1. Nova era.1. Pedro et al. Porto Alegre: Atlas.22 certificação da autoria (projetos de pesquisa científica. Exemplo: PICCOLI. Davi Toor. editor e outros) em obras de vários autores. revisor. São Paulo. a entrada da referência deverá ser pelo nome do responsável.) é facultado indicar todos os nomes. .) podem ser colocados após o título da mesma forma descrita no documento. ilustrador etc. Quando houver mais de três nomes com a mesma responsabilidade. Tradução Neusa Leão Cardoso et al.3 Outros tipos de responsabilidade Outras indicações de responsabilidade (tradutor. São Paulo: Ática. indicação de produção científica em relatórios para órgãos de financiamento.1. etc.). Alberto Luiz (Org.1. 2. 5. 2006.1. Exemplo: GOULART. desde que seja a forma adotada pelo autor.1. este deverá ser adotado na referência. ed. 2006. 11. 5. Prevenção da Aids no Brasil. coordenador. Bens e serviços no Rio Grande do Sul. utilizar o primeiro indicado. seguido da expressão et al.2 Responsabilidade pelo conjunto da obra Quando houver indicação de outras responsabilidades (organizador.4 Obras com pseudônimos Quando a obra for publicada sob pseudônimo.

descrever a área geográfica entre parênteses para identificação. ed.2. DF. Política fiscal para o Estado. Políticas para inclusão escolar. 5. Porto Alegre. Caso hajam nomes repetidos. de um modo geral. São Paulo: Ática. associações. NBR 6023: informação e documentação: referências: elaboração.1.1 Entidades com nomes genéricos Quando a entidade possui um nome genérico.2 Autoria de entidades As obras com autoria de entidade (órgãos governamentais.2. pelo próprio nome.2 Denominação específica Quando a entidade é identificada por uma denominação específica.1. Exemplos: BRASIL. congressos. Exemplos: ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. 2002. sempre por extenso. Rio de Janeiro.1. (Série bom livro). 2003. . 1993.23 Exemplo: DINIZ. RIO GRANDE DO SUL (Estado). As pupilas do senhor reitor. seminários etc. 5. empresas. deve ser procedido pelo nome do órgão superior. 5. Julio. FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DE RIO GRANDE. Secretaria da Fazenda. 16. 2004.) possuem entrada. 1995. Ministério da Educação. Catálogo de teses da Universidade Federal de Rio Grande. a entrada é feita pelo seu nome. 2005. Brasília. 360 p. ou pelo nome da jurisdição geográfica à qual pertence. Rio Grande.

Catálogo de obras raras. Nestes casos é necessário que a supressão seja indicada por reticências.1 Títulos e subtítulos longos É permitido suprimir as últimas palavras do título e subtítulo muito longos. 2004. 5. a entrada é feita pelo título. 5. M. 2003. sublinhado ou em itálico. Existindo subtítulo. 5. 2000. entre colchetes.2 TÍTULO E SUBTÍTULO O título e o subtítulo devem ser reproduzidos tal como aparece no documento.3 Autoria desconhecida Quando a autoria é desconhecida.. J. Java: como programar. separados por dois-pontos. O título deve aparecer em negrito. São Paulo: Câmara dos Dirigentes Lojistas. Porto Alegre: Bookman.24 Exemplos: MUSEU NACIONAL DE ARTE CONTEMPORÂNEA (Argentina). Arte e sociedade latinoamericana. 2006.1. Exemplo: DEITEL.2. Quando não existir título. desde que não seja alterado o sentido. deve-se atribuir uma palavra ou frase que identifique o conteúdo do documento. MUSEU NACIONAL DE ARTE CONTEMPORÂNEA (Brasil). Exemplo: O TERCEIRO setor brasileiro. Montevidéu. Rio de Janeiro. H. . este aparece após o título e não deve ser destacado. DEITEL P.

estando em letras maiúsculas.2.3 Periódicos Quando a referência for de toda coleção de periódicos.25 Exemplos: MÉTODOS de pesquisa. Exemplo: MEDICAL Journal = Revista de medicina. Michael H. Rio de Janeiro: Associação brasileira de odontologia. 5. Exemplo: REVISTA BRASILEIRA DE ODONTOLOGIA. Carlos Eduardo. 1985-. ou apenas um número ou um fascículo. é necessário colocar o nome da entidade autora ou da editora para melhor identificação. Se a opção for registrar os outros títulos... 5. Quadrimestral. MORRIS.2. 2005. ISSN 0038-0485.. ISSN 0036-0375.. teorias.. Gene. PAIVA. indicar apenas o primeiro. Bimestral. . 1999-. 5. São Paulo: Cultrix. 2006. Política de preços. Rio de janeiro: Campus.2 Título em mais de uma língua Quando constar título em mais de uma língua. Porto Alegre: Atlas. diagnósticos.. MORRIS. o título deve vir sempre em primeiro lugar. A ligação da entidade autora ou da editora com o título deve ser feita por uma preposição entre parênteses. separar pelo sinal de igual. 2003. São Paulo: Conselho Regional de Medicina.2. Administração de empresas: métodos..4 Periódico com título genérico Quando o periódico tiver título genérico.

5. 5. 2000-. Mensal. th . ed. 4 ed. que identifique o conteúdo do documento. Management.).. New York: Schaum Publishing. [Trabalhos apresentados]. Manual de psicologia.5 Abreviatura de título de periódico Os títulos de periódicos devem ser abreviados de acordo com a NBR 6032:1989 (ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. Pedro. 14 p. 1989. 3. 5.26 Exemplo: JORNAL INFORMATIVO [do] Conselho Nacional de Biblioteconomia. 2000. ago. John. deve-se utilizar uma palavra ou frase. 1999. Rio de Janeiro. 2. Rio de janeiro: Conselho Estadual de Literatura.3 EDIÇÃO Quando houver indicação de edição no documento. Porto Alegre. Exemplo: CONGRESSO NACIONAL DE LITERATURA.2. Exemplos: CARDOSO. entre colchetes. PETER. NBR 6032: Abreviações de títulos de periódicos e publicações seriadas. 2005. Rio de Janeiro.2.6 Documentos com título desconhecido Quando não houver título conhecido. esta informação deve ser descrita em numeral ordinal e a palavra edição abreviada na língua do documento. Rio de Janeiro: Campus. 2006.

Ed. Version 2.4 LOCAL A indicação do local de publicação do documento deve ser igual à descrita no mesmo.4. Casas do século XIX.2 Edição de documentos eletrônicos Quando a referência for de documento eletrônico. 2004. . Ética e cidadania.1 Cidades com nomes iguais Quando houver cidades com o mesmo nome. sendo descrita como consta no documento. 5. Rio de Janeiro: Campus. 1 CD-ROM.0. Exemplo: REPRESSIONS. Porto Alegre: Atlas. Fabio. 2000. Exemplo: LACERDA. e aum. New York: Netcom. Fabio.27 5. 2004. Exemplo: ZAPOLI. a versão do documento deve ser equivalente à edição. 5. 5.3. 4.3. deve ser colocado o nome do estado na referência.1 Outras informações relacionadas à edição Outras informações relacionadas à edição devem ser descritas de forma abreviada. rev.

São Paulo: Makron Books do Brasil. Educação sexual e prevenção do HIV.l. Exemplo: MACHADO. coloca-se o local entre colchetes. 5. [Rio de Janeiro]: Conselho de Editores. Viçosa. 2006. 5. RJ: Ediprata.2 Mais de um local de edição Quando o documento contiver mais de um local para a mesma editora. abreviada. 2006.]. João. 2004. Exemplo: MARQUES. 5.28 Exemplos: MELLO. VELLOSO. Carlos. Bogotá.4. . Flavio. México etc. Viçosa.4. [S. deve-se colocar somente o primeiro. OBS: Na obra constam os seguintes locais: São Paulo. A herança cultural gaúcha. Saúde e prevenção. AL: Livros administrativos. Rio de Janeiro. 2005.3 Identificação do local de publicação Quando o local de publicação não constar na obra. Administração de pequenas empresas. Exemplo: SARACENI.]: Cultura Nativa.4 Local de publicação não identificado Quando não for possível identificar o local de publicação da obra. deve-se colocar a expressão sine loco. entre colchetes [S. Sistema integrado de bibliotecas. 2005. mas for possível identificar o local de publicação de outra forma.l. Adelaide.4. Ricardo.

5. OBS: Na obra a editora está descrita como: Fabio Cardoso Editora.5 EDITORA O nome da editora deve ser descrito na referência da mesma forma que consta no documento. Quando for dispensável.n]. Caso haja mais de duas editoras. é possível abreviar os prenomes e retirar as palavras que indicam a natureza jurídica ou comercial (Livraria. Antologia poética brasileira. 1998. Rio de Janeiro: [s.). Alegrete: UFA. Fernando.1 Várias Editoras Quando constar na obra duas editoras e a indicação de seus locais de publicação.]. separando com ponto-e-vírgula o primeiro local de edição e editora do segundo.n. deve ser registrada entre colchetes e de forma abreviada em letra minúscula a expressão sine nomine [s. A ética profissional nas empresas. São Paulo: F. . Editora. Ltda etc. 2001. Porto Alegre: Livros e Arte. 2004. colocar apenas a que estiver destacada na obra. Exemplo: ABREU.5. 5. Exemplo: A IMIGRAÇÃO italiana no Estado do Rio Grande do Sul. devem-se descrever ambas na referência. Exemplo: DARINO. Paulo.2 Editora não identificada Quando não for possível identificar a editora. Cardoso.29 5. 5.

deve ser utilizada a data de distribuição. Exemplo: MORAES.]. Porto Alegre.] : Sem editora: [s. deve ser procedida pela letra “c” em minúsculo(c1980).5. Jorge.5. Exemplos: ARAÚJO. Catálogo de teses: 2004. CAETANO. não é necessário citá-la duas vezes. 2005.l.]). A data deve ser descrita em algarismos arábicos. Porto Alegre. Rio de Janeiro: Livros e cultura. Quando a data utilizada for a do copirraite. Rio de Janeiro: Campus. Artur. UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL. Feminismo e sexualidade. [S.n. Programando em java. apresentação (tratando-se de trabalhos acadêmicos) etc. copirraite. Milton.l. Bandas marciais nas escolas públicas. Quando não houver indicação da data de publicação na obra.6 DATA A data de publicação é indispensável na referência. 2006. 2005. Claudia Müller.3 Local e editora não identificados Nos casos em que o local de edição e a editora não são identificados. utilizam-se as mesmas regras (Sem local: [S. 2003.n. 5. impressão. . 5.4 Editora responsável pela autoria Nos casos em que a pessoa ou instituição responsável pela autoria é também responsável pela edição. c2004.30 5. Exportação de grãos no Brasil. porém ambos no mesmo colchetes separados por dois-pontos. Exemplo: ANTUNES.: s.

[19--]. Camilo de Freitas. [ca. Século correto ALENCAR.1 Data indeterminada Quando não for possível a identificação de nenhuma data de publicação. Segurança na web. apresentação etc. São Paulo: Universo do livro. Segurança na web. distribuição. Camilo de Freitas. São Paulo: Universo do livro. como indicado nos exemplos abaixo. Camilo de Freitas. impressão. Camilo de Freitas. São Paulo: Universo do livro. [2004 ou 2005]. [2004?]. São Paulo: Universo do livro. Camilo de Freitas. Camilo de Freitas. Segurança na web. [199-?]. Data correta. Década provável ALENCAR. Segurança na web. copirraite. Intervalos menores de 20 anos ALENCAR. São Paulo: Universo do livro. Segurança na web. Segurança na web. porém não indicada na obra ALENCAR. de acordo com cada caso específico: Quando houver dois anos prováveis (um ano ou outro) ALENCAR. . Segurança na web. Segurança na web. São Paulo: Universo do livro. [2005]. [entre 1997 e 2007]. [199-]. Data aproximada ALENCAR. Data provável ALENCAR. Década certa ALENCAR. São Paulo: Universo do livro. Camilo de Freitas. 2001].6. Camilo de Freitas.31 5. deve ser indicada uma data aproximada entre colchetes. São Paulo: Universo do livro.

6. 3 v.3 Referência para listas e catálogos de periódicos Quando a referência for para listas e catálogos de coleções de periódicos que ainda estejam sendo publicados. Camilo de Freitas.2 Referência para obras com vários volumes Quando a obra possui vários volumes publicados em datas diferentes. separadas por hífen. Como utilizar o Visual basic. São Paulo: Universo do livro. 5. Florianópolis: Instituto Marinho de Santa Catarina. [19--?].. Exemplo: ADMINISTRAÇÃO E MARKETING. Pedro. um espaço e ponto. Exemplo: GALINA. Após o ponto descrever a periodicidade. 5. .4 Publicações periódicas encerradas Quando a referência for de periódico com publicação encerrada. 2001-2006. Segurança na web. deve ser indicada apenas a data inicial seguida por hífen. 5. 2001.6. São Paulo: EDARL.6. 1988-2004. deve-se indicar a data inicial e final da publicação. Quadrimestral. Exemplo: BIOLOGIA MARINHA. é necessário indicar a data mais recente e mais antiga separadas por hífen. Rio de Janeiro: Campus. Mensal.32 Século provável ALENCAR.

6. Exemplos: FREIRE. mas sim as estações do ano.6. deve-se indicar a estação como é descrita no documento e abreviar o período do ano. n. FREIRE. semestre etc. Rio de Janeiro. 2. n. 2005. Sistemas operacionais. página ou coluna de cada seqüência. Sistema operacional. Paolo. p. Revista Digital. Exemplo: MARIANO. 2004. Revista Administração & Marketing. v. inverno 2004. Revista Digital. v. 1.33 5. Exemplos: MENEGUETTI. RAMOS. abr. 2. 205. Emerson Costa. ou as divisões do ano em períodos (bimestre. Marketing pessoal nas empresas brasileiras.5 Indicação dos meses em publicações periódicas Quando a referência for apenas de um número específico de um periódico e não da coleção. algarismos romanos e arábicos). vii. Volnei Ribeiro. ix p. 2006. 3. Pode-ser registrar o número da última folha. deve ser indicado o mês deste número de forma abreviada e no idioma original da publicação (Anexo A). 5. ed. 342 p. 104 –110. Sistemas operacionais. . v. 2004.6 Meses não identificados Quando a obra não indica o mês de publicação. Rio de Janeiro: Campus. Edgar Monteiro. 10. 3. São Paulo.7 DESCRIÇÃO FÍSICA A descrição física refere-se à paginação da obra. sem. São Paulo: Nobel. devendo ser descrita na referência da mesma forma que se encontra no documento (letras. Rio de Janeiro.). Contabilidade básica. Emerson Costa. 5. 1. n. 2.

volume (v.3 Diferença entre volume bibliográfico e volume físico Nos casos em que o volume bibliográfico difere do volume físico. deve-se indicar o primeiro número de volumes bibliográficos (como descrito na regra anterior) seguido do número de volumes físicos. 6 v. ROSSETO.2 Documentos com mais de um volume Quando a obra for editada em mais de um volume (unidade física). Roberto Luiz. procedidos por suas abreviaturas: folha (f.4 Referência de partes de publicações Quando a referência é apenas de parte da obra (determinadas folhas. Exemplo: MARINHO. Matemática computacional.7. 2004. 2006. São Paulo: Livros universais. 105-109. Exemplos: ROSSETO. 2. Rio de Janeiro: Campus. Tratado de medicina interna. 5.). 2006. 5. em 3. Roberto Luiz. deve-se colocar a quantidade de volumes.7. . Tratado de medicina interna. 2004.34 5. páginas ou volumes).). Luana Bruno. v. 6 v. o volume físico não será seguido pela indicação da letra “v”. página (p. Neste caso. São Paulo: Livros universais. Rio de Janeiro: Campus. p. é necessário indicar os números de folhas ou páginas inicial e final ou volume da obra referenciada. Exemplo: MARINHO.7. Luana Bruno. seguido por um espaço e a letra “v”. Matemática computacional.).

Podemos indicar na referência a altura e em alguns casos a largura. SILVEIRA. 2002. color.35 5. devem-se descrever estas informações na referência do documento. Francisco Pereira. 2004. JARRA de vidro francesa. esqueletos.9 DIMENSÕES Refere-se às medidas em centímetros do documento. Epidemias no século XXI.7. 22. Não paginado. Rio de Janeiro: Campus. 304 p. 20 cm. objetos. Exemplos: CARDOSO. . color. fósseis. 1 jarra.5 Obras com paginação irregular Quando as obras não possuem paginação ou contém paginação irregular. João Botelho. João Botelho. 126 p. Arte barroca no interior de Minas Gerais. 5. Epidemias no século XXI. Porto Alegre: Atlas. Exemplos: SILVEIRA. 1998. Rodrigo Macedo. Rio de Janeiro: Campus. Exemplos: RODRIGUES. maquetes. 304 p.4 cm de diâmetro x 27 cm de altura. Ilustrações Angela Machado. RODRIGUES. Paginação irregular.). Anatomia humana. Nos documentos tridimensionais (esculturas. São Paulo: Livros e Cultura. Ilustrações Angela Machado. 2002. São Paulo: Livros e Cultura. il. 5. Arte barroca no interior de Minas Gerais. monumentos e outros) as medidas são referenciadas com exatidão.8 ILUSTRAÇÕES Todas as ilustrações são descritas pela abreviatura (il. 2004. Rodrigo Macedo. Para ilustrações coloridas utilizar (il. il..).

. Porto Alegre: Bookman.11. 24 cm. v. 85 p. Cartas náuticas. Rio de Janeiro: Campus.11 NOTAS Quando for necessária a indicação de informações complementares. separado por uma vírgula. O título da série ou coleção deve aparecer entre parênteses. devem-se inserir notas ao final da referência. 2).1 Obras traduzidas Quando o documento for traduzido. Tradução João Paulo Macedo. é possível indicar a fonte tradutora. n. (Enfermagem atual. São Paulo: Betame. História da revolução francesa. 2005. . Exemplo: MORAES.. VEIGA. 21 cm. São Paulo: Cultier. 5. João. Histologia básica. Carlos Costa. Tradução de: Best Book. Edição esgotada. 2004. (Fatos históricos.10 SÉRIES E COLEÇÕES Quando a obra fizer parte de uma série ou coleção. Exemplos: MENEZES JUNIOR. Color. esta informação pode ser indicada em nota na referência. Jane. após as indicações sobre os aspectos físicos. 98 p. 3).36 5. Jean Paulo. Exemplo: MILLS.. 136 p. Práticas administrativas. 2006. 5. il. Se houver numeração. deve ser indicada em algarismos arábicos logo após o título. 2005.

RIBEIRO. Juliano Picolli. 106-114.11. Leon. Banco de dados para micro empresas. Passo Fundo. Rio Grande. Exemplo: LORENZONE. História da educação profissional em Rio Grande. São Paulo: Odisséia. 2006. 160 p.11. 5. André Freitas. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização) – Faculdade de Educação Hilarion Antunes. Trabalho apresentado como requisito parcial para aprovação na disciplina Metodologia Científica. p. Versão inglesa de Harry Poe do original francês. local e data da defesa (quando houver). deve se indicar em nota o tipo de documento. Exemplo: VERNE.4 Notas em teses.2 Tradução de obras traduzidas Quando a tradução for realizada baseada em uma obra já traduzida em outra língua. Tradução Augusto Paes de Carvalho. 5. Exemplos: BRAUM. esta deve ser descrita como está na publicação. Manuel Xavier. Treinamento da dicção e oratória. 2004. Helena. 2003. GUTEMBERG. Enzo. A beleza de Maria. dissertações e trabalhos acadêmicos Quando o documento referenciado for uma tese. . dissertação ou trabalho acadêmico.3 Separatas Quando a referência for de uma separata. São Paulo: Livros e negócios. Porto Alegre. 204 p.11. 1980. 2003. 2004. São Paulo: Betame. grau. deve-se indicar a língua da primeira tradução e a do texto original. Dissertação (Mestrado em Educação) – Fundação Universidade Federal de Rio Grande. 60 p. Faculdade de Tecnologia SENAC. Escolas municipais no Rio Grande do Sul. vinculação acadêmica.37 5. Separata de: COLARES. 2003. Linguagem e expressões.

RINALDI. o nome do mesmo deverá ser colocado na primeira obra referenciada na lista. Aprendizes e mestres: a nova cultura da aprendizagem. alcançando não só instituições educativas. Juan Ignácio. 4. POSO. sendo substituído por um traço sublinear (equivalente a seis espaços) e um ponto nas demais referências. ed. Turbo pascal 7. mas toda vida cultural e social. Exemplos de citações no texto: Segundo Poso (2002) a educação obrigatória está sendo prolongada.38 6 ORDENAÇÃO DAS REFERÊNCIAS A ordenação das referências das obras citadas no trabalho pode ser segundo o sistema alfabético (lista por ordem alfabética) ou numérico (lista por ordem de citação no texto).1. Roberto. Porto Alegre: Artmed. 2003. São Paulo: Érica.1 SISTEMA ALFABÉTICO No sistema alfabético as obras referenciadas serão reunidas por ordem alfabética no final do trabalho. e após termos olhado para o conteúdo da tela. ed. A lista de Referências deve aparecer deste modo: FRIGOTTO. mas a forma como o homem produz suas condições de existência. Para que possamos ver o resultado do programa. 2002. 6. devemos digitar ALT-F5. Tradução Ernani Rosa.0: comandos & funções. basta que pressionemos qualquer tecla o cursor retorna ao programa (RINALDI. 2000. São Paulo: Cortez. Já para Frigotto (2000) o trabalho não é apenas fator. Gaudêncio. 6. .1 Obras do mesmo autor Quando houver no trabalho citações de mais de uma obra do mesmo autor. 2003). Educação e a crise do capitalismo real. 15.

basta que pressionemos qualquer tecla o cursor retorna ao programa ³.2 SISTEMA NUMÉRICO Quando o sistema utilizado para referenciar as obras for o sistema numérico. 2000. devemos digitar ALT-F5. as citações deverão ser numeradas e citadas na referência seguindo a ordem de aparição no texto.39 Exemplo: ROMERO. O trabalho não é apenas fator. 2002. Exemplos de citações no texto: A educação obrigatória está sendo prolongada¹. ______. mas toda vida cultural e social. Porto Alegre: Global. Porto Alegre: Global. Exemplo: LUZA.2 Obra com várias citações Quando houver no trabalho citações de várias edições da mesma obra. . Porto Alegre: Global. Porto Alegre: Global. 2004. alcançando não só instituições educativas.1. 6. Alexandre Franco. Carlos Borges. 1997. ______. nas demais referências da lista. Preservação das matas nativas. ______. Para que possamos ver o resultado do programa. e após termos olhado para o conteúdo da tela. Crise educacional no Brasil. 6. Substitui-se. mas a forma como o homem produz suas condições de existência ². 2. o nome do autor e o título por um traço sublinear (equivalente a seis espaços) e um ponto. ed. o nome do autor e o titulo da obra deverão ser citados apenas uma vez. Reserva ecológica: escolha pela vida.

Turbo pascal 7.40 A lista de Referências deve aparecer deste modo: 1 POZO. 2000. 2003. São Paulo: Érica. 3 RINALDI. São Paulo: Cortez. Roberto. ed. Tradução Ernani Rosa. Porto Alegre: Artmed. Juan Ignácio. 15. ed. 4. Aprendizes e mestres: a nova cultura da aprendizagem. Educação e a crise do capitalismo real. Gaudêncio. 2002. . 2 FRIGOTTO.0: comandos & funções.

VASCONCELLOS. Júnia Lessa. Belo Horizonte: Ed. UFMG. Ana Cristina de. Manual para normalização de publicações técnico-científicas. ed. 7. 2002. . 2004.41 REFERÊNCIAS ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 6023: informação e documentação: referências: elaboração. FRANÇA. Rio de Janeiro.

nov. Okt. nov. dez. nov. oct. . set. febbr. ago. marzo abr. nov. oct. mar. dic. mayo jun. févr. Apr. abr. sett. dic. May June July Aug. mars avril mai juin juil. août sept. agosto sept. out.42 ANEXO A – Tabela de abreviatura dos meses do ano Português janeiro fevereiro março abril maio junho julho agosto setembro outubro novembro dezembro jan. Dec. März Apr. apr. ott. Sept. jul. déc. giugno luglio ag. gennaio febbraio marzo aprile maggio giugno luglio agosto settembre ottobre novembre dicembre Italiano genn. maio jun. jul. Mar. fev. Feb. Januar Februar März April Mai Juni Juli August September Oktober November Dezember Alemão Jan. Mai Juni Juli Aug. Nov. magg. Feb. January February March April May June July August September October November December Inglês Jan. Sept. Nov. septiembre octubre noviembre diciembre Francês janvier février mars avril mai juin juillet août septembre octobre novembre décembre janv. enero febrero marzo abril mayo junio julio agosto Espanhol enero feb. Dez. Oct. mar.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful