Você está na página 1de 1

AVANADO GURU DO JAZZ LARRY CARLTON Uma Pitada de Jazz no Blues Quando toco blues, s vezes meus ouvidos

me dizem para procurar mais cor em minhas aberturas de acordes. A abordagem padro para gerar tal cor tocar um acorde alterado I que vai at o IV. Para harmonia alterada, gosto de usar o #5, freqentemente com um #9 ou b9. Na tonalidade de A, por exemplo, temos A7#5#b9 se dirigindo para D9 (Ex. 1). Separe um minuto para ouvir a tenso e o relaxamento. Na primeira corda, note como C (escrito enarmonicamente como B#) e Bb levam a A. junto com A7, C e B esto #9 e b9, respectivamente, e estas notas alteradas dirigem seu ouvido para A, o 5 de D9. Na segunda corda, ouvimos mais tenso e relaxamento: o #5, F (enarmonicamente, E#), resolve em 9, E, de D9. O prximo passo incorporar essas cores em suas linhas. No mundo do jazz, sabe-se que, para adicionar notas alteradas a uma melodia, voc pode tocar frases retiradas da escala meldica menor, cuja tnica est meio tom abaixo do acorde I. Isso significa que, em uma passagem de A7 alterado para D9 a mudana I-IV na tonalidade de A -, voc pode usar notas de uma escala Bb meldica menor (Bb, C, Db, Eb, F, G, A), como mostrado no Ex. 2. Essa escala contm as trs notas que ouvimos nas aberturas alteradas do Ex. 1 C, Bb e F ou #9, b9 e #5 assim como Eb, b5 da tonalidade de A. Esta ltima a quarta nota alterada disponvel para solar sobre acordes dominantes. Observe: Bb meldica menor tambm contm 1, 3 e b7 de A7 tons cruciais do acorde. Estas notas so A, C (enarmonicamente, Db) e G. O truque construir uma rampa a partir de I para IV aplicando notas da escala meldica menor, que, como vimos, produz quatro notas alteradas e trs tons do acorde quando tocada sobre o acorde I. No comeo, voc provavelmente tentar tocar a escala meldica menor a partir de sua tnica. Mas, como descobri quando fui exposto pela primeira vez ao conceito da meldica menor, esta abordagem no soou muito musical. Para resolver o problema, eu gravava um pequeno fundo com mudanas de blues e, depois, trabalhava em notas alteradas at que no tivesse de toc-las como uma escala. Passei algum tempo explorando cada som alterado, familiarizando-me com as opes. Logo eu estava apto a criar melodias com estas cores. Sua rampa meldica menor para o IV pode ser curta, como os dois tempos do Ex.3, ou preencher o compasso inteiro anterior mudana IV, como mostra o Ex. 4. Em nossa prxima lio, vamos construir uma rampa do V alterado para o I. Lio narrada a Andy Ellis.

O lbum-solo de Carlton Fire Wire (BMG/Bluebird) lanado em outubro de 2005 marca o retorno do guitarrista s suas razes roqueiras. O disco conta com 11 msicas marcadas por timbres gordos e linhas matadoras tocadas em sua famosa Gibson ES335 e em uma Ls Paul Junior. Menor Meldica: Uma das muitas escalas menores, a meldica menor (tambm conhecida como jazz menor) possui uma frmula fcil de lembrar: 1,2,b3,4,5,6,7. Comparada a uma escala maior a partir da mesma tnica, somente uma nota difere: a b3. Por exemplo, C meldica menor C, D, bE, F, G, A e B.

Você também pode gostar