Você está na página 1de 1

Jornal de Brasília . Economia .

BRASÍLIA, SEXTA-FEIRA, 19 DE SETEMBRO DE 2008


19

P ONTO DO S E RV I D O R
MARIA EUGÊNIA
E-mail: pontodoservidor@jornaldebrasilia.com.br
Esta coluna é publicada de segunda a sexta-feira

Aposentadoria especial
Folha suplementar confirmada O presidente da Federação Soluções como a elaboração de
Nacional dos Policiais uma nova lei complementar ou
A Secretaria de Recursos Humanos do Ministério do Planejamento Rodoviários Federais, Gilson um de projeto de lei a serem
(SRH) encaminhou a dirigentes de RH instruções sobre o pagamento Dias da Silva; o diretor enviados ao Congresso
dos reajustes previstos nas MPs 440 e 441. A mensagem Siape 525060, Parlamentar, Paulo Roberto Nacional foram debatidas.
enviada às unidades de RH, informa que os valores retroativos das Oliveira, e o diretor Jurídico, Segundo o presidente da
novas estruturas remuneratórias de cargos e carreiras estarão em folha Sidnei Nunes de Souza se federação, Gilson
suplementar a ser paga em outubro. Na mesma mensagem, a SRH reuniram com o ministro da Dias da Silva, o ministro José
orienta que os dirigentes aguardem instruções específicas para Previdência, José Pimentel. Na Pimentel também manifestou
confeccionar a referida folha. Até lá, nenhum lançamento deve ser feito pauta, a aposentadoria especial preocupação com as questões
nas fichas financeiras de servidores que possuem valores de meses para os policiais colocadas pelos policiais
anteriores a receber. Segundo a SRH, os contracheques de setembro rodoviários federais. Na rodoviários federais. Segundo o
trarão somente as tabelas atualizadas com os valores contidos nas MPs reunião com o ministro a presidente, o universo de
440 e 441. Isso frustra os servidores que esperavam a incorporação diretoria da Federação policiais aposentados hoje é
imediata dos retroativos. A Confederação Nacional dos Trabalhadores esclareceu dúvidas e discutiu inferior a 10%. Conforme o
no Serviço Público (Condsef) espera que desta vez a folha suplementar soluções que possam colocar presidente, além de trabalhar
seja rodada. Experiência recente com a MP 431 traz preocupação. A um ponto final na com o Ministério da
medida, que reajustou os contracheques de mais de 800 mil servidores, polêmica causada a partir da Previdência, a FenaPRF vai
mostrou que o pagamento em folha suplementar acabou não ocorrendo. recepção ou não da lei buscar o apoio do Ministério
Complementar 51 pela da Justiça para solucionar a
Emenda Constitucional 20. questão.

Crédito para pagar dívidas Anistiados Gratificações suspensas pelo STJ


A Câmara dos Deputados que tiveram reconhecido o Representantes dos servidores demitidos O presidente do Superior Cesar Rocha acolheu o pedido
analisa o Projeto de Lei direito a esse tipo de crédito, e anistiados organizam um ato que será Tribunal de Justiça (STJ), feito pelo estado do Rio
3659/08, do deputado mas ainda não receberam a realizado no dia 24, em frente ao Palácio do ministro Cesar Asfor Rocha, Grande do Norte para
Betinho Rosado (DEM-RN), totalidade desse valor. Planalto. O objetivo é cobrar o retorno barrou o pagamento de suspender as decisões nos
que permite que as pessoas Betinho Rosado afirma que o daqueles que já tiveram suas anistias gratificações de 100% sobre o mandados de segurança. De
detentoras de créditos de projeto beneficiará, por analisadas e homologadas pela Comissão vencimento de servidores do acordo com o presidente do
natureza alimentícia devidos exemplo, os servidores que Especial Interministerial (CEI). Nada mais Tribunal de Justiça do Rio STJ, o cumprimento imediato
pela União os utilizem para tiveram direito em 1998 ao nada menos do que 13 mil processos. Grande do Norte (TJRN). Sete da decisão sem previsão
pagar dívidas que reajuste de 28,86%, Outra importante bandeira que será mandados de seguranças orçamentária acarretaria
mantenham com a própria retroativos a 93, e que ainda levantada é a exigência da reabertura de haviam assegurado a impacto importante nas
União ou com o Sistema não receberam esse crédito. prazo para anistiados que perderam implantação imediata na folha finanças do Etado. Além disso,
Financeiro da Habitação O projeto tramita em caráter oportunidades em 1994 e 2004. Existe um de pagamento de um grupo de não deve ser feito pagamento
(SFH). O deputado afirma conclusivo e será analisado movimento no Congresso Nacional para servidores da gratificação antecipado de vencimentos e
que o projeto vai beneficiar pelas comissões de Finanças criar um projeto de lei solicitando a especial de técnico de nível vantagens pendentes de
servidores públicos federais e de Constituição e Justiça. reabertura. superior (TNS). O ministro resolução judicial definitiva.

Regras para remanejamento Desvio na Fazenda Mesmo tratamento para o TCU


Após uma longa esta portaria vem para O Tribunal de Contas da União (TCU) O presidente do Sindicato atribuído ao quadro funcional
discussão sobre a realização regulamentar o processo, que condenou ex-servidores do Ministério da dos Servidores do Poder do próprio Supremo. O ofício
do concurso de a partir de agora, por força Fazenda ao pagamento Legislativo e TCU (Sindilegis), esclarece que as duas Casas
remanejamento externo e de lei, deverá ocorrer todos de R$ 2.346.068,23, valor atualizado. O Magno Mello, enviou, ofício ao Legislativas (Câmara e
interno, a Secretaria de os anos. O Sinpro participou tribunal constatou que houve fraude na presidente do Supremo Senado), em função de
Educação divulgará nos da discussão da portaria e concessão de pensões. Os pagamentos Tribunal Federal, ministro decisões administrativas,
próximos dias as regras para antecipa alguns pontos que foram concedidos com base em documentos Gilmar Mendes, solicitando também já concedem a
sua realização neste ano. foram acordados: as falsos. O TCU concluiu que os responsáveis audiência para prestar vantagem aos seus
Será publicada uma portaria inscrições serão pela internet se beneficiaram com os valores e causaram esclarecimentos sobre o servidores, e que o direito
que normatizará não apenas (possivelmente, na 1ª desfalque aos cofres da União. Além de mandado de segurança que bloqueado aos colegas da Corte
o concurso, mas o dia-a-dia quinzena de outubro); a devolver o dinheiro, trata do pagamento de quintos de Contas vem provocando
do professor no que tange às escolha da escola será eles terão que pagar multa individual de R$ dos servidores do Tribunal de grande constrangimento no
normas de lotação e exercício presencial; o concurso se 75 mil e ficarão impedidos de exercer cargo Contas da União. No âmbito da categoria alcançada
nas escolas. O Sindicato dos dará em duas etapas: a em comissão ou função de confiança na documento, o presidente do pela atuação da entidade
Professores do DF (Sinpro) primeira etapa, administração pública federal por cinco sindicato ressalta que no sindical, visto que
ressalta que a Lei 4.075 possivelmente, em novembro anos. Eles têm 15 dias para comprovar o processo em questão vigora apenas um dos órgãos
garante em seu artigo 5º, § (externo e interno) e a pagamento aos cofres do Tesouro Nacional. uma medida liminar, que abrangidos pelo Sindilegis não
3º que o remanejamento se segunda, possivelmente, em A cobrança judicial foi autorizada, mas cabe impede os servidores do TCU defere o direito a seus
dará anualmente, portanto, dezembro. recurso da decisão. de receberem um direito já servidores.

SÚMULAS AGU DESISTE DE RECORRER EM MILHARES DE AÇÕES MOVIDAS POR FUNCIONÁRIOS

A favor dos servidores


MARCELLO CASAL JR/ABR
Maria Eugênia dução de ações judiciais em trâ- devolução ao erário de parcelas tureza alimentar (salário ou re-
mite nos tribunais brasileiros. remuneratórias recebidas por muneração). A AGU já havia

A
Advocacia-Geral da Por lei, a AGU é obrigada a servidores públicos, mesmo que editado o parecer, em março de
União (AGU) publicou recorrer de qualquer ação que recebidas de boa-fé. A admi- 1996, no qual restou concluído
oito súmulas que bene- perca, assim que, ao desobrigar nistração pública tinha o en- que “parcelas remuneratórias
ficiam milhares de servidores o advogado público de insistir tendimento de que era obri- devidas pela administração a
públicos federais. Basicamente, em teses já rechaçadas pela ju- gatória a devolução. O Supremo seus servidores, se pagas com
elas desobrigam os advogados risprudência dos tribunais su- Tribunal Federal (STF) decidiu atraso, devem ser atualizadas
que representam os interesses do periores, as súmulas permitem pelo não-cabimento da devo- desde a data em que eram de-
governo a recorrem. O objetivo é que o advogado se dedique se às lução, assim como o TCU. Um vidas até a data do efetivo pa-
desafogar o Poder Judiciário ações que efetivamente poderão exemplo: advogado público é gamento”. No entanto, tais par-
bem como o trabalho da AGU, já obter êxito. promovido, recebe por isso e, celas não estavam sendo pagas
que atualmente cerca de 40% depois, a administração pública com a devida atualização, o que
dos processos que exigem atua- l Tíquete considera a promoção indevida. resultou em milhares de ações
ção do órgão tratam de de- As oito súmulas referem-se a Ele não terá que restituir a quan- judiciais.
mandas do funcionalismo. assuntos distintos e são todas tia recebida, pois a adminis- Já a Súmula 40 trata dos
Serão beneficiados pela me- igualmente relevantes. A Súmula tração pública errou. servidores que se aposentaram
dida servidores, por exemplo, 33, por exemplo, trata do direito A Súmula 36 dispõe sobre o após a revogação do art. 192 da
que têm tíquete-alimentação pa- dos servidores públicos federais direito dos ex-combatentes da Lei 8.112/90, pela Lei
ra receber em período de férias e de receber, a partir de 2002, o Segunda Guerra Mundial à as- 9.527/97, e não recebendo de
quintos. Além disso, os fun- auxílio-alimentação, também no sistência médica e hospitalar forma cumulada vantagens des-
cionários que receberam recur- período das férias, com efeitos gratuita, extensiva aos depen- se artigo, com o denominados
sos a maior por erro da ad- retroativos. O Ministério do Pla- dentes, prestada pelas organi- quintos.
ministração pública ficam de- nejamento já havia reconhecido zações militares de saúde. Cen- Assim, em razão de centenas
sobrigados a devolver o dinheiro o direito dos servidores, mas não tenas de servidores que não con- de questionamentos judiciais, o
aos cofres públicos. havia atribuído o efeito retroa- seguiam obter o benefício re- STJ firmou entendimento quan-
Com as súmulas, os repre- tivo. Dessa forma, multiplica- correram ao STF, que, ao in- to à possibilidade dessa acu-
sentantes judiciais da União, ram-se as ações, com decisões terpretar o artigo 53, IV, do mulação nos proventos de apo-
suas autarquias e fundações pú- desfavoráveis à União, suas au- ADCT, estabeleceu sua eficácia sentadoria. Esta acumulação é
blicas ficam autorizados a não tarquias e fundações, relativas às imediata, independentemente de permitida para aqueles servido-
contestar os pedidos, não re- férias gozadas entre os anos de lei para ser regulamentado. res que detinham os requisitos
correr das decisões desfavorá- 1997 e 2001. Com a edição da legais para se aposentarem,
veis, e também, a desistir dos súmula, os advogados públicos l Correção quando o art. 192 foi revogado.
recursos já interpostos. As sú- não terão mais que recorrer da A Súmula 38 trata de uma O TCU e o Ministério do Pla-
mulas servirão de orientação aos decisão e os servidores rece- questão, que não é recente, re- nejamento também reconhece-
órgãos e autoridades adminis- berão os atrasados. lativa à incidência da correção ram esse direito aos servidores
trativas, além de propiciar a re- A Súmula 34 dispõe sobre a monetária sobre verbas de na- públicos federais. I TOFFOLI DIZ QUE SÚMULAS VÃO DESAFOGAR O JUDICIÁRIO