Você está na página 1de 68
www.bestuniom.com UM LIFRO PARA COLOCAR NO LUGAR MAIS VOBRE DA SUA ESTANTE. mrnenenemn eterna hahaa Foie iiescayreres remnant rat Sern eet nase tae Riel oe {Soar onsouor nr telat fits Sama eer ‘fa Pun tee oe uc Each So ire SES amon ncn ‘Siem nan Cop rtecn tau et (puma tee ec Surf inne Pes Ca SSrecen overs Coaa Meee nee Surety, ‘oon hema i cee relate eee ee ‘Sea edna OS Gh psn ee ‘Sime lec trav oie tenes 0 wt Hthey bpemanin SO ements en nk i pn ‘Coe eee Seerimareys eanrentnertace pps euamr eesooe Saas ee We Fipe ie Quase humanes 65, seres humstnos, vivemosem sociedade, E, por definigao de sociedad, cada um de nds ‘coopera para a manutengio de uma minima harmonia, sem a qual nossa especie nik bbreviveria. Nao se trata de idealism: vo tadles que poderiam nos colocar uns contra os outros so freadas por um estranho dispositivo: a empatia. Ela ¢a.capa- Giilatle de nos eolocarmos no lugar do préximo-e nos senai- bilizarenos como sofrimento aque noss0s atos possam lew lo. Deixamos de prejudicar-os outros, pois isso mesmo nos levaria a sofrer: Efazemos.o bem, poisisso nos di prazer. ‘Mas uma minoria da humanidade sobreviveu & evolu- 0-alejiada da empatia. SAo.0spsicopatas. Eles sio algo diferente dos humanos, embara datadas ‘da mesma racionalidade que nos define como espécie, Sia seres mutilados da emoeao e, por isso, incapazes de sentir pelos outros. Tsso 0s levou a.assu miro papel representado na ecologia por para Parasitas se ascoclam a outros organismos para tirar ‘os meins eam que eles sobrevivers, Podem enfraquecer 0 hospedeiro, mas Ihes interessa que ele continue vivo, para que sigam alimentanda-se dele lentamente, Ja predado- res capturam e matam sua presa. Terminada a €areaca, partem paraaseguinte. A ciéncia-conseguiu desenvolver meios para identificar 05 psicopatas que se-escondem por tris de umamascarade normalidade. Foi uni grande passo, mas ainda nao se con- seguit o mais i i portante:cratilos. A Justies reconhece a ameaga desses seres 4 ondem, mas ndo sungiram meios le- gals para que possa evitara aco dos psicopatas antes de terem cometido sua primeira e inevitavel maldade, cinema ¢ o jornalismo também jt deram um passo significativo: trouxeram para nosso imaginario's figura de matadoresegolpistas sem sentimentos, Mas psicopatas nose limitam asso, A majoria deles parece perfeitamente ‘normal. Entram em nossa-vida como qualquer outra pessoa, E nds, dotados de uma confianga natural em nossas ami 0, familiares ¢ colegas,damos espago para que nos viti- ‘mom. Restos figar atentos asinaissutis que prenunciam sua ago, Exatamente como:a SUPERINTERESSANTE Ihes mostrard. Boa leitura eboa sorte. MauRICIO HORTA epiroR wor uanesracormms