Você está na página 1de 32
Nº 11 1 Ano 5 29 Julho 201 1 Dir ector: Daniel Santos Quinzenal Gratuito

Nº 111 Ano 5 29 Julho 2011

Nº 11 1 Ano 5 29 Julho 201 1 Dir ector: Daniel Santos Quinzenal Gratuito Os

Director: Daniel Santos

Nº 11 1 Ano 5 29 Julho 201 1 Dir ector: Daniel Santos Quinzenal Gratuito Os

Quinzenal Gratuito

Julho 201 1 Dir ector: Daniel Santos Quinzenal Gratuito Os inúmeros escândalos e a vida de
Os inúmeros escândalos e a vida de excessos de Amy Winehouse nunca ficaram à margem
Os inúmeros escândalos e a vida de
excessos de Amy Winehouse nunca
ficaram à margem da imprensa interna-
cional. Muita tinta correu sobre a sua
dependência de álcool e drogas, a
relação turbulenta com o ex-marido, as
overdoses e as tentativas de desintoxi-
cação. O que os tablóides nunca desco-
briram foi que a cantora e compositora
britânica tinha uma outra "mummy". E
madeirense. Amy era frequentadora
assídua do restaurante A Baía, em
Londres, e era assim que apelidava a
proprietária.
Pag. 6

As Notícias e Jornal da Madeira estabelecem acordo de colaborão

Pag. 2

Jardim quer mais autonomia

Pag. 15

CARRO VOADOR À VENDA DENTRO DE CINCO ANOS

Pag. 4

15 CARRO VOADOR À VENDA DENTRO DE CINCO ANOS Pag. 4 Pag. 31 Já na s
Pag. 31
Pag. 31
Já na s banc a s em Londr e s, Norf olk, Linc olnshir e,

Já nas bancas em Londres, Norfolk, Lincolnshire, Cambridgeshire, Suffolk e Middlands

t: 01842 338 610

assinaturas@top-star.co.uk

Linc olnshir e, Cambridge shir e, Suf f olk e Midd lands t: 01842 338 610

PUB.

Linc olnshir e, Cambridge shir e, Suf f olk e Midd lands t: 01842 338 610
2 29 Julho 2011 ENTRE NÓS
2
29 Julho 2011
ENTRE NÓS
VALE TUDO Nos tempos que correm, onde a falta de princípios comanda a postura de
VALE TUDO
Nos tempos que correm, onde a falta de princípios comanda a postura
de um número cada vez maior de pessoas, os menos atentos já nem
reparam em muita coisa que os jornais escrevem e as televisões
mostram. Distraídos com um quotidiano cada vez mais exigente, todos
nós lemos com indiferença, ou vemos desinteressadamente, dezenas de
notícias e factos que, não fora a azáfama que nos é exigida, mereceriam
outra atenção. Mas não, o tempo urge, as novas sucedem-se em catadu-
pa, é ler e ver… e passar à frente. Sem a apreciação devida, sem a críti-
ca necessária, sem a condenação justificada.
Por isso não notamos o que as pessoas são capazes de fazer por meia
dúzia de segundos de fama, por dois parágrafos de mediatismo.
Foi o que se passou, há dias, no funeral de Amy Winehouse: dois
cidadãos brasileiros, rotulados de humoristas e ao serviço de uma
cadeia de televisão daquele país, fizeram-se passar por amigos da can-
tora naquela cerimónia fúnebre. Vestidos a rigor, de fato preto e quipá
na cabeça, os dois brasucas, quais carpideiras encomendadas, simula-
ram o choro e a dor, enganando com a sua tramóia jornalistas, fotó-
grafos e cameramen, que jamais acreditaram naquele logro, que jamais
supuseram que tal pudesse acontecer. Mas aconteceu, há fotos que o
atestam, há entrevistas que o comprovam, há toda uma Internet que o
divulga. Infelizmente, e em prol de uma pretensa fama que não se sabe
quanto rende nem onde começa ou acaba, estes dois brasileiros desre-
speitaram uma cerimónia que se pretendia recatada, chorada e respeita-
da, e usaram a dor alheia para pilhéria própria.
Mas o mais grave disto tudo é que não li em nenhum diário, tão pouco
vi em qualquer canal, uma crítica ou uma condenação. Jornais e tele-
visões limitaram-se a dar a notícia, passaram a outras, serviços mínimos
cumpridos, ponto final. E da Embaixada brasileira no Reino Unido nem
uma palavra, muito menos uma desculpa. Silêncio absoluto, caras, esta-
mos tratando de um funeral.
Este bizarro - para não lhe pôr outro rótulo - comportamento destes dois
indivíduos não é novo. Já em outras ocasiões, um dos dois penetras terá
invadido território para que não havia sido convidado, tendo-se infiltra-
do no funeral de Michael Jackson, certamente com os mesmos propósi-
tos e benefícios que terá colhido com a sua mais recente pantomina.
Alegres, porque de humoristas se trata, e impunes, porque inexplicavel-
mente ignorados, estes dois cidadãos brasileiros podem ter desferido
profunda facada nas relações que a vasta comunidade brasileira mantém
com os indígenas destas terras de Sua Majestade. E, se bem conheço a
índole dos britânicos, mais tarde ou mais cedo alguém irá informar os
milhares de brasileiros que aqui vivem e trabalham que isto não é um
ringue, que aqui não vale tudo!

As Notícias e Jornal da Madeira firmam protocolo de colaboração

e Jornal da Madeira firmam protocolo de colaboração Numa lógica de expansão empresarial, As Notícias acaba
e Jornal da Madeira firmam protocolo de colaboração Numa lógica de expansão empresarial, As Notícias acaba

Numa lógica de expansão

empresarial, As Notícias acaba de firmar um protocolo de colaboração com o Jornal da Madeira.

O objectivo do acordo é permi-

tir a permuta de informação que interesse, simultanea- mente, aos leitores de ambas

as publicações.

"Esta é a primeira, e a mais importante, parceria do jornal

As Notícias porque abre as

portas a uma região muito importante para a maioria dos emigrantes portugueses no Reino Unido, permitindo criar uma ponte entre a comunidade madeirense emigrada e as

suas origens", sublinha o direc- tor-geral João de Noronha.

A partir de Setembro, o

quinzenário surge com um suplemento totalmente renova- do dedicado exclusivamente à Região Autónoma da Madeira - um projecto de longa data

agora viabilizado pela parceria.

O novo caderno engloba infor-

mação isenta e objectiva de

interesse para a comunidade madeirense residente no Reino Unido, bem como as mais recentes notícias sobre o

arquipélago. Já o Jornal da Madeira passa a ter acesso aos conteúdos pre- viamente editados no quinzenário luso. Para o diário matutino, "esta parceria é uma mais valia para o enriquecimento de ambos os meios no sentido de propor- cionar uma informação actual- izada e de interesse para a população".

"A colaboração permite dar a conhecer o que de mais impor- tante se passa nos dois lados - na Região Autónoma da Madeira e na comunidade emigrada no Reino Unido", conclui o director de As

Notícias. Até ao lançamento do suple- mento, o jornal continua a apresentar quatro páginas ded- icadas ao arquipélago madeirense.

quatro páginas ded- icadas ao arquipélago madeirense. À venda em 218 pontos pelo Reino Unido Começou
quatro páginas ded- icadas ao arquipélago madeirense. À venda em 218 pontos pelo Reino Unido Começou

À venda em 218 pontos pelo Reino Unido

Começou a operação de co- mercialização da TOP STAR e

a aceitação entre os comer-

ciantes, nas zonas escolhidas para a promoção do primeiro número, pode considerar-se muito boa. De entre 250 lojas portuguesas escolhidas, tivemos 8 recusas, 24 comerciantes em férias e 218 que compraram o total da primeira edição. Agora há que esperar pela recepção do público e final- mente seleccionar os pontos de venda finais nas zonas de Londres, Cambridgeshire, Lincolnshire, Middlands, Norfolk e Suffolk. Depois pretende-se continuar para outras áreas, através de

agentes do jornal As Notícias, que começarão em força em

Setembro próximo.

No que diz respeito ao jornal,

teremos também a expansão para Jersey com mais mil exemplares, Guernsey, Irlanda e Irlanda do Norte. Por fim está quase pronto o

projecto para a revista Portugal Today que será dirigida em “mailing” para mais de 30 mil empresas, empresários e câmaras de comércio. Toda esta dinâmica partiu do lançamento do jornal As Notícias há cinco anos e da credibilidade do mesmo junto

da comunidade portuguesa e

entidades oficiais no Reino

Unido.

Já na s banc a s em Londr e s, Norf olk, Linc olnshir e,

Já nas bancas em Londres, Norfolk, Lincolnshire, Cambridgeshire, Suffolk e Middlands

t: 01842 338 610

assinantes@top-star.co.uk

PUB

Norf olk, Linc olnshir e, Cambridge shir e, Suf f olk e Midd lands t: 01842
Norf olk, Linc olnshir e, Cambridge shir e, Suf f olk e Midd lands t: 01842

29 Julho 2011

29 Julho 2011 3 REINO UNIDO Nick Clegg divide Governo britânico O p arceiro de coligação

3

REINO UNIDO

29 Julho 2011 3 REINO UNIDO Nick Clegg divide Governo britânico O p arceiro de coligação

Nick Clegg divide Governo britânico

O parceiro de coligação gover-

nativa e vice-primeiro-ministro britânico, Nick Clegg, distan- ciou-se do líder de Governo, David Cameron, alegando que em devido tempo alertou para

o risco de ter Andy Coulson,

ex-director do News of the World, na chefia das comuni- cações do executivo.

"Levantei questões sobre algu- mas decisões relativas a quem

ia entrar no Governo", afirmou

Clegg, acrescentando que, tendo em conta o escândalo

das escutas, Coulson não era a pessoa mais indicada. "Foi uma decisão de Cameron e ele tem sido bastante franco ao dizer que assume respons- abilidade por isso, como deve

fazer", afirmou Clegg, distan- ciando-se da polémica. Este sinal de divisão na coli- gação governativa surge um dia depois de se saber que Coulson não foi submetido aos

controlos de segurança habit- ualmente aplicados aos futuros responsáveis de imprensa de

ualmente aplicados aos futuros responsáveis de imprensa de Downing S treet. Atalhando as suspeit as, Cameron

Downing Street. Atalhando as suspeitas, Cameron apressou- se a assegurar que Coulson não teve acesso a quaisquer segredos do Governo.

Coulson não teve acesso a quaisquer segredos do Governo. JAMES MURDOCH MENTIU À COMISSÃO DE INQUÉRITO
Coulson não teve acesso a quaisquer segredos do Governo. JAMES MURDOCH MENTIU À COMISSÃO DE INQUÉRITO

JAMES MURDOCH MENTIU À COMISSÃO DE INQUÉRITO PARLAMENTAR

James Murdoch sabia que as escutas no News of the World não se limitavam a um jornal- ista e terá mentido perante uma comissão parlamentar quando questionado sobre o assunto. A denúncia partiu de um ex-editor e um antigo advo- gado do jornal. Segundo o Daily Telegraph, em causa está um correio elec- trónico no qual se sugere que o repórter-chefe do jornal, Neville

Thurlbeck, pediu a transcrição de um correio de voz violado em 2005. O filho de Rupert Murdoch, e presidente da News International, terá sido informado em 2009 acerca deste e-mail, durante uma dis- cussão sobre um acordo extra- judicial com Gordon Taylor, director executivo da Associação de Futebolistas Profissionais, cujo telefone tinha sido escutado ilegal-

mente. Quando os parlamentares lhe perguntaram se sabia da existência desse correio elec- trónico, James Murdoch garan- tiu que "não tinha conhecimen- to nessa altura". Mas Colin Myler, ex-editor do News of the World, e Tom Crone, advogado do jornal extinto este mês, des- mentiram Murdoch, em comu- nicado apresentado à imprensa britânica.

em comu - nicado apresentado à imprensa britânica. Michael Jackson homenageado O cantor norte-americano

Michael Jackson homenageado

O

cantor norte-americano Michael Jackson vai ser homenagea-

do

com um concerto a 8 de Outubro em Cardiff, no Reino Unido,

anunciou a família do "rei da pop", falecido em 2009.

Blair não acredita ter sido alvo de escutas

O antigo primeiro-ministro britânico, Tony Blair, qualificou de

"desprezíveis" as escutas telefónicas conduzidas pelo grupo de imprensa de Rupert Murdoch e considera não ter sido um dos alvos por não ter tido telemóvel quando liderava o Governo.

Reino Unido assina acordo com Índia

Os governos do Reino Unido e da Índia anunciaram a assinatu-

ra de acordos comerciais no valor de mais de mil milhões de

dólares (696 milhões de euros), para reforçar as relações entre

as duas economias.

Justiça escocesa abre própria investigação

A justiça escocesa anunciou a abertura de uma investigação às escutas telefónicas e à eventualidade de testemunhas terem mentido em tribunal, embora tenham recusado identificar quem está em causa.

Reino Unido baixa taxas de juro à Irlanda

O Reino Unido vai baixar a taxa de juro sobre o empréstimo bilat-

eral feito à Irlanda, na sequência do acordo feito pelos países da zona euro, confirmou o ministro das Finanças britânico.

Pais espiam os filhos no Facebook

Um estudo realizado por uma empresa de software do Reino Unido concluiu que 55% dos pais britânicos inspeccionam as

actividades dos filhos na rede social Facebook. De acordo com

a BBC, o estudo afirma que mais de metade dos progenitores verificam o que os filhos fazem na rede social.

PUB

com a BBC, o estudo afirma que mais de met ade dos progenitores verificam o que
4 29 Julho 2011 REINO UNIDO
4
29 Julho 2011
REINO UNIDO

Carro voador pode estar no céu do Reino Unido em cinco anos

O carro voador, produzido pela

A

empresa Terrafugion e aprova-

Autoridade

do para uso nos Estados

de Aviação

Unidos, pode estar nos céus do

Civil

d o

Reino Unido em cinco anos.

Reino

Especialistas em aviação afir-

Unido

maram ao Daily Mail que o

mostrou-se

Transition, carro que se trans-

optimista

forma em avião em apenas 30

quanto

à

segundos, pode estar a voar

aprovação

pelo país até 2016, apesar de o

para que o

pelo p aís até 2016, apesar de o para que o veículo ser direccionado princi- p

veículo ser direccionado princi- palmente a compradores dos Estados Unidos.

O fundador do grupo Virgin,

Richard Branson, foi um dos britânicos que achou a ideia "genial". Segundo o Daily Mail, mais de 20 pessoas no país já

declararam interesse no veícu-

lo, feito de fibra de carbono,

com autonomia de voo de mais de 700 km, capacidade para duas pessoas e velocidade máxima de 185 km/h no ar.

Transition entre em funciona- mento na Europa depois da aprovação pela Administração

Federal de Aviação dos Estados Unidos.

O órgão acredita que a autor-

ização da Agência Europeia de Segurança seria relativamente fácil. "As regras de segurança são muito semelhantes aqui e

nos Estados Unidos", afirmou o porta-voz Jonathan Nicholson.

O projecto do Transition vem

sendo desenvolvido há anos. O carro voador custará cerca de

200 mil dólares e a empresa diz que já recebeu 70 encomendas, depois de os interessados fazerem um depósito de 10 mil.

Movido a gasolina comum, o protótipo tem tracção nas rodas dianteiras para circular nas ruas e um propulsor para o voo. Quando está em sua configu- ração como carro, com as asas

dobradas, tem um tamanho que permite que seja guardado numa garagem comum.

tamanho que permite que seja guardado numa garagem comum. Cuequinhas brasileiras salvam M&S Em época de

Cuequinhas brasileiras salvam M&S

Em época de crise, as cuecas brasileiras foram a solução

Em época de crise, as cuecas brasileiras foram a solução encontrada pela Marks & Spencer p

encontrada pela Marks & Spencer para superar as que- bras de clientes. Graças à colecção "brazilian knickers", a marca britânica subiu as suas vendas gerais em 3,2% no últi- mo trimestre, avança o jornal The Guardian. Parte do sucesso de vendas deve-se também à promoção lançada pela Marks & Spencer, com a venda de três peças por apenas 11 euros. O resultado salta à vista: mais de 460 mil cuecas brasileiras vendidas. Inspirada "nos biquínis cario- cas", a "brasileira tem tudo para ser a cuequinha desta década", disse à BBC Brasil a estilista Soozie Jenkinson,

responsável pela colecção.

O segredo do modelo baseia- se no corte mais baixo na frente e mais largo nos lados, tornando-se "mais generoso com as mulheres e mais sexy do que as cuecas tradicionais, por ser mais volumoso no rabo

e desenhado para ser incrivel- mente suave sobre a pele e para eliminar marcas de cos- turas".

A modelo brasileira Ana Beatriz

Barros, que também desfila para a Victoria's Secret, foi a cara - e o traseiro - escolhida para divulgar a colecção que prima pelas transparências e rendas. Tanto trabalho para andar sempre escondido.

Todos ao molho e f é em ninguém Os acontecimentos ligados às escutas de telemóv

Todos ao molho

e fé em ninguém

Os acontecimentos ligados às escutas de telemóveis parecem ter entrado de "férias" depois do ciclone da semana passada. Inquérito aos Murdochs no Parlamento, prisão e fiança de Rebekah Brooks seguida de mais detenções, demissões dos dois mais altos responsáveis da Polícia, morte do indivíduo que primeiro denunciou as escutas e, de repente, o silêncio. Há, todavia, perguntas sem resposta e nem mesmo as explicações do primeiro-ministro no Parlamento foram capazes de as afastar. A começar por se saber que diabo de assuntos o levaram a encontrar-se com execu- tivos do topo do Grupo Murdoch 26 vezes em 15 meses. Depois saber-se por que razão nomeou Andy Coulson chefe de comunicação de Downing Street mesmo tendo absoluta consciência das suspeitas que sobre aquele caíam e, convém dizer que a resposta dada - a da customeira segunda oportunidade

que todos merecemos - é uma resposta esfarrapada. Downing street não é um jardim de infância. É o centro nevrálgico do poder aqui na Grã-Bretanha. Mais ainda: o que levou polícias no topo da hierarquia a "adquirir" os serviços de uma empresa em que o seu principal responsável esteve ligado ao News of the World e foi preso há duas semanas. Porquê? Era a única empresa do género no mercado?

É evidente que vamos esperar pelos inquéritos oficiais - o da Polícia e o do juiz - mas ou me engano muito ou há já alguém a mexer cordelinhos para pôr tudo em banho-maria. Espanta-me pois, por isso, que o Labour e o seu líder, após colocarem na agenda diária este verdadeiro "Worldgate", como que se deixaram enlear pela neblina envolvente numa espécie de apazigua- mento, de tréguas, surpreendidos pela extensão do crime e quase incrédu- los que, como ouvi a um jornalista conhecido na rádio, os deixa enver- gonhados, espantados que aqui na terra de Sua Majestade houvesse alguém que tirando partido da liberdade instituída a tentasse assaltar. Murdoch fechou o The News of the World mas tal apenas significa que umas centenas de pessoas honestas perderam os seus empregos pagando o preço dos crimes que outros cometeram. Não significa obrigatoriamente que as ideias tenham mudado, que o estilo de jornalismo se tenha aprimorado na busca da verdade. The Sun, no último sábado, titulava a toda a largura da primeira página que o assassino que liquidou dezenas de vidas inocentes na passada sexta-feira na Noruega era afinal um tipo ligado à Al-Qaeda quan-

do, como já toda a gente sabe, se trata de um simpatizante nazi. Este exem-

plo atesta que nada mudou nas cabecinhas de quem manda nos jornais do grupo. A semente da distorção, do sensacionalismo gratuito, da adulteração dos factos continua lá como se nada se tivesse passado nas últimas sem- anas.

É por isso que não é necessário esperar pelo final dos inquéritos para exi- gir mudanças. Desde logo na forma como os políticos se têm submetido às "opiniões" dos jornais daquele grupo. Depois, criando condições (legis- lando por exemplo) para impedir a promiscuidade entre aqueles que devi- am estar acima das suspeitas (caso da Polícia) e aqueles que, por invíos processos, se acercam ilegitimamente das áreas do poder. Mas será que as mudanças se farão? A única certeza que tenho é a de ter muitas dúvidas.

PUB

áreas do poder . Mas será que as mudanças se f arão? A única cer teza
áreas do poder . Mas será que as mudanças se f arão? A única cer teza
áreas do poder . Mas será que as mudanças se f arão? A única cer teza
6 29 Julho 2011 REINO UNIDO
6
29 Julho 2011
REINO UNIDO

Amy Winehouse tinha uma "mummy" madeirense

Há muito que Amy Winehouse

não conseguia manter a sua vida afastada das manchetes dos jornais. A cantora e com- positora britânica foi polvilhan-

do a carreira de escândalos,

frequentemente relacionados com o abuso de álcool e dro- gas, e chegou mesmo a ser

A autora de "Frank" e "Back to

Black" vivia a escassos minu- tos do número 7 da Murray Street, num bairro de classe média-alta. Cedo se tornou fre-

quentadora do restaurante. Mais do que saborear os tradi- cionais "Bacalhau à Baía", "Bife à Casa" e "Espetada à

à Baía", "Bife à Casa" e "Espet ada à detentora do título de "junkie mais famosa

detentora do título de "junkie mais famosa da Grã-Bretanha".

O que os tablóides nunca

chegaram a descobrir foi que

O que os tablóides nunca chegaram a descobrir foi que Amy frequent ava um rest aurante

Amy frequentava um restaurante madeirense

foi que Amy frequent ava um rest aurante madeirense Amy era presença assídua num pequeno restaurante

Amy era presença assídua num pequeno restaurante em

Camden Town, na capital, pro- priedade de um casal de madeirenses.

A menina que precisava,

desesperadamente, de atenção procurou abrigo n'A Baía, atraída talvez pela tão conhecida hospitalidade por- tuguesa.

Madeirense", Amy Winehouse gostava de deixar correr o

tempo junto à mesa de snook- er.

"No início aparecia com amigas

e três seguranças. À medida

que foi descobrindo que aqui estava segura passou a fazer- se acompanhar de apenas um guarda-costas", revela ao As Notícias a proprietária. "Costumava ficar a jogar. E jogava bem! Às vezes, até con-

tra clientes portugueses", adi- anta Cecília Alves. A relação da polémica musa com o restaurante durava há vários anos e era marcada por laços de cumplicidade e carin-

ho."Mummy" era o nome com que Amy apelidara Cecília. O casal madeirense encarava-a como uma "menina grande",

que "chegava de fato-de-treino

e sabrinas cor-de-rosa" e que

"jogava sempre descalça". Ao que dizem, consumia irremedi- avelmente vodka com coca- cola, num copo simples, e deix- ava a conta para o segurança.

num copo simples, e deix - ava a cont a p ara o segurança. Guardava o

Guardava o dinheiro e o telemóvel no soutien

o segurança. Guardava o dinheiro e o telemóvel no soutien No ent anto, o casal garante

No entanto, o casal garante nunca a ter visto alcoolizada ou sob o efeito de drogas. "Uma vez tirou o dinheiro para pagar do soutien, onde tam- bém guardava o telemóvel", recorda Cecília, que afirma que

a cantora manteve sempre "um

comportamento irrepreensível". Cecília Alves e Paulo Mendonça emocionam-se ao falar de Amy. Os relatos da sua dependência e as excentrici- dades narradas na imprensa ficavam à porta. Talvez por isso, a cantora se sentisse bem

entre aquelas quatro paredes. "Podíamos ter ganho dinheiro e avisar os paparazzi que ela era cliente habitual mas essa ideia nunca nos passou pela cabeça. Quando ela aparecia, por vezes mais do que uma vez por dia, fechávamos as cortinas para ela se sentir à-vontade", explica a "mummy". "Ela era uma pessoa simples e humilde, despida de vedetismos", sub-

linha. Este outro lado da menina

de vedetismos", sub - linha. Este outro lado da menina pequena e franzina, que nunca chegou

pequena e franzina, que nunca chegou aos olhos do grande público, era notável nos mais pequenos gestos.

"Um dia, ela preparava-se para sair daqui quando as crianças de uma escola próxima se aperceberam da sua presença

e correram na sua direcção. A

Amy sentou-se no chão com elas a dar autógrafos e a tirar fotografias", recorda Cecília. "Isso diz muito sobre a person- alidade doce dela", acrescenta. Na véspera da sua morte, Amy passou de carro pelo restau-

rante e acenou a Paulo. Estaria

a despedir-se? Eram 21h30 e

foi a última vez que o casal madeirense a viu. No dia seguinte, Cecília ficou a saber da sua morte. Não quis acredi- tar. Diz que correu à casa da cantora e encontrou a Polícia à porta Confirmava-se no britâni- co The Daily Mirrror o seu falecimento pelas 16h30 do dia 23 de Julho. Cecília Alves garante, no

entanto, que a hipótese de overdose não deixa de ser

estranha, uma vez que Amy não bebia no seu estabeleci- mento havia já duas semanas e aparentava ter "muito melhor aspecto". Dada a vida de excessos que levava, a sua morte aos 27 anos não veio causar surpre-

sas. A música perdeu, no entanto, uma das vozes mais doces descobertas na última década.

uma das vozes mais doces descobert as na última década. A cantora morreu a 23 de

A cantora morreu a 23 de Julho com apenas 27 anos

década. A cantora morreu a 23 de Julho com apenas 27 anos A cerimónia fúnebre de

A cerimónia fúnebre de Amy

Winehouse decorreu em Londres, no dia 26, seguindo todos os preceitos da religião judaica. O corpo da cantora e compositora foi cremado.Família e amigos de Amy têm passado pel'A Baía a agradecer o carinho demon- strado, confirmando que o estabelecimento era, de facto, uma referência na vida da artista.

Lisa Ferro

António Freitas

PUB

confirmando que o est abelecimento era, de facto, uma referência na vida da artist a. Lisa
confirmando que o est abelecimento era, de facto, uma referência na vida da artist a. Lisa
8 29 Julho 2011 PORTUGAL
8
29 Julho 2011
PORTUGAL
8 29 Julho 2011 PORTUGAL O Alfredo, a Teresa e o Mário Estou absolutamente à vontade

O Alfredo, a Teresa e o Mário

Estou absolutamente à vontade para poder escrever este texto, pois não simpatizo com qualquer um dos nomes em título. Não gosto do Alfredo porque o acho caceteiro de mais para comentar seja o que for, nomeadamente para dissertar sobre a coisa política, terreno onde ele, como indefectível socialista que diz ser, muitas vezes se espalha, amiúde se compromete, geralmente acusa sem grande justificação; não simpatizo com a Teresa porque me parece uma mulher demasiado convencida e notoriamente mal preparada para abordar inúmeros assuntos; e não morro de amores pelo Mário porque já estou cansado do seu ar seráfico, estudadamente pausado e sereno, com que aborda todos os temas por igual - trate-se de uma festa ou de um funeral. Pois bem, estas três criaturas proporcionaram, há dias, um espectácu- lo televisivo que mereceu as honras do Youtube, do Twitter, do Faceboook e de todas as demais redes sociais que inundam a Internet. Num espaço que deveria ser privilegiado palco para debate de ideias, discussões de pontos de vista ou democráticas divergências de opiniões, eis que o nervoso, irritante e omnisciente Alfredo se envolveu, com o tempero do inefável Mário, numa típica caldeirada à portuguesa com a insípida, incipiente e convencida Teresa, que mais uma vez demonstrou não ter a lição bem estudada. O que se com- preende, afinal, pois a senhora doutora acaba de regressar de badala- da lua-de-mel. E era bem melhor que tivesse levado o marido… Do Alfredo, que não é marceneiro mas que, por vezes, se comporta como calceteiro, nada de novo a registar: o homem é assim mesmo, corre-lhe nas veias sangue venenoso e não venoso, é um fundamental- ista socialista, se é que esta definição define alguma coisa. Alfredo, com o seu incessante esfregar de mãos e olhar esgazeado, de tudo dis- corda, tudo aponta, tudo condena - é um "bota-abaixista" profissional, na linha do seu colega Lello, é um esquerdista sem sentido, é um comentador que jamais deveria comentar. A Teresa, com o seu ar de tia recuperada para o matrimónio, senhora muito Cascais, pecebe?, também não será uma digna defensora da chamada direita, pois bastas vezes enfia os pés pelas mãos, evidenciando notórias fraquezas em muitos assuntos que deveria dominar; Teresa fala mais para as câmaras do que para os cidadãos - mas, por muito que fale, pouco ou nada diz. Do Mário, já todos lhe conhecemos o estilo; é um bom actor, por vezes um mau apresentador. E, como quer estar sempre de bem com Deus e com o Diabo, não teve argumentos para ripostar à baco- rada do Alfredo, quando este, com o desplante que o caracteriza, englobou o jornalista na "hipócrita direita" que tanto odeia e combate. Foi este frente-a-frente que há dias nos ofereceram. Uma bem apura- da peixeirada, condimentada com estas três criaturas… mas demasia- do salgada para o meu gosto.

Faltam medicamentos

Actualmente muitos medica-

mentos estão em falta nas far-

fora, em vez de os entregarem nos retalhistas".

mácias porque estão a ser

A

mesma fonte acrescenta que

exportados para países onde os mesmos podem ser vendi-

o

reno e ver as quantidades com-

regulador deveria ir ao ter-

o

número de embalagens que

dos

mais caros. A estas vendas

pradas e efectivamente vendi-

chama-se importações parale- las.

das de forma a poder identificar

O

Infarmed - a entidade

nunca chegam aos desti-

responsável pela fiscalização dos stocks nas farmácias, assim como dos distribuidores

natários finais por serem vendi- das noutros países. Angola e Moçambique são igualmente

dos titulares de autorização de introdução no mercado

e

mercados de excelência para este negócio.

(AIM) - está a investigar a situ- ação, no sentido de identificar

O Infarmed publicou um comu- nicado no site alertando que as

e contra-ordenar os agentes

que não cumpram as obri- gações resultantes da lei - que são simples: garantir que nas farmácias exista um número mínimo de embalagens para responder às necessidades

dos utentes.

A situação chegou ao ponto de

as próprias farmácias, segundo

o i apurou, estarem a contactar directamente as empresas para garantir medicamentos suficientes para satisfazer a procura.

A importação paralela permite

que os organismos autorizados

pelo Infarmed vendam os remédios facultados pela

indústria farmacêutica nacional

a países onde os mesmos

medicamentos são mais caros.

Fonte da Apifarma (Associação Portuguesa da Indústria Farmacêutica) explicou que "frequentemente há diferença

de preços entre os medica-

mentos comercializados em Portugal e noutros países da Europa, como a Dinamarca, a Alemanha, a Noruega ou o Reino Unido. A indústria fornece os distribuidores de acordo com o pedido das far- mácias, mas depois estes acabam por vendê-los para

farmácias precisam de ter em stock uma quantidade mínima de cada medicamento. "O Infarmed tem sido alertado por alguns utentes e farmácias, através do nosso centro de informação (Linha do

Medicamento) para situações,

por vezes pontuais e geografi-

camente localizadas, de rup-

tura de stock de alguns medicamentos", confirmou o instituto. Na lista de medicamentos em falta do instituto constam remé-

dios como a fluoxetina, um genérico do Prozac, que ainda não tem data para reposição. Entre os doentes sistematica- mente penalizados estão os

Entre os doentes sistematica - mente penalizados estão os asmáticos, que têm dificuldade em encontrar as

asmáticos, que têm dificuldade em encontrar as bombas que utilizam para a falta de ar,

tendo muitas vezes de voltar ao médico de família para obterem uma nova receita para outra marca, pagando uma nova taxa moderadora. "Acaba por ser muito vantajoso estar no circuito da importação paralela", disse a fonte da Apifarma. "Os intermediários ganham muito mais do que a trabalhar no mercado nacional."

O Infarmed diz que "está a

monitorizar a situação e a apli- cação da legislação (nomeada- mente o Decreto-Lei 176/2006,

de 30 de Agosto) que impõe

responsabilidades aos titulares de autorização de introdução

no mercado, aos distribuidores

e às farmácias no que respeita

à obrigatoriedade de manter o

mercado nacional abastecido".

de manter o mercado nacional abastecido". Actriz Sónia Br az ão c ons tituída ar guida
de manter o mercado nacional abastecido". Actriz Sónia Br az ão c ons tituída ar guida

Actriz Sónia Brazão constituída arguida

A actriz Sónia Brazão foi ouvida

pela Polícia Judiciária e constituí- da arguida no caso relacionado com a explosão verificada na sua

casa em Algés, Oeiras, no início de Junho, revelou fonte ligada ao processo. Segundo a mesma fonte,

a actriz foi constituída arguida

pelo crime de explosão, previsto

no artigo 272 do Código Penal (do

capítulo dos Crimes de Perigo Comum), o qual prevê pena de prisão para quem provocar explosão e criar deste modo perigo

para a vida ou integridade física de outrem, ou para bens patrimoniais alheios de valor elevado Uma outra fonte havia confirmado à Lusa que Sónia Brazão foi ouvida pela PJ e que levou consigo um advogado. A mesma fonte recu-

sou-se a acrescentar pormenores por se tratar de "um assunto priva- do". A actriz sofreu queimaduras muito graves no corpo, incluindo nas vias respiratórias, depois de ter sido vítima de uma explosão na sua casa em no dia 3 de Junho.

PUB

incluindo nas vias respiratórias, depois de ter sido vítima de uma explosão na sua casa em
incluindo nas vias respiratórias, depois de ter sido vítima de uma explosão na sua casa em
incluindo nas vias respiratórias, depois de ter sido vítima de uma explosão na sua casa em

29 Julho 2011

29 Julho 2011 9 PORTUGAL Cavaco Silva gasta o dobro do Rei de Espanha O Diário

9

PORTUGAL

29 Julho 2011 9 PORTUGAL Cavaco Silva gasta o dobro do Rei de Espanha O Diário
29 Julho 2011 9 PORTUGAL Cavaco Silva gasta o dobro do Rei de Espanha O Diário

Cavaco Silva gasta o dobro do Rei de Espanha

O Diário de Notícias descobriu que a Presidência da República

custa 16 milhões de euros por ano (163 vezes mais do que custa-

va Ramalho Eanes), ou seja, 1,5 euros a cada português.

Dinheiro que, para além de pagar o salário de Cavaco, sustenta ainda os seus 12 assessores e 24 consultores, bem como o restante pessoal que garante o funcionamento da Presidência da República.

A juntar a estas despesas, há ainda cerca de um milhão de euros

de dinheiro dos contribuintes, que todos os anos serve para pagar

pensões e benefícios aos antigos presidentes. Os 16 milhões de euros que são gastos anualmente pela

Presidência da República colocam Cavaco Silva entre os chefes

de Estado mais dispendiosos de toda a Europa, gastando o dobro

do Rei Juan Carlos de Espanha (oito milhões de euros) e sendo apenas ultrapassado pelo presidente francês, Nicolas Sarkozy

(112 milhões de euros), e pela Rainha de Inglaterra, Isabel II, que custa 46,6 milhões de euros anuais.

E tem o senhor Aníbal Cavaco Silva a desfaçatez de nos vir dizer

que "os sacrifícios são para ser distribuídos por todos os por-

tugueses"?!

p ara ser distribuídos por todos os por - tugueses"?! METROPOLITANO VOLTA A METER ÁGUA Há
p ara ser distribuídos por todos os por - tugueses"?! METROPOLITANO VOLTA A METER ÁGUA Há
p ara ser distribuídos por todos os por - tugueses"?! METROPOLITANO VOLTA A METER ÁGUA Há

METROPOLITANO VOLTA A METER ÁGUA

Há água e lodo a entrarem na estação do metro do Terreiro do Paço. A SIC teve acesso a imagens que mostram algumas fis- suras. Foi já mesmo colocado um aviso, na entrada junto ao Cais das Colunas, acompanhado por um "pedido de desculpa pelo incómodo". A entrada de água é, igualmente, visível den- tro da estação e na parte inicial do túnel que vai até ao Cais do Sodré.

Prisão preventiva para agricultor suspeito de quatro incêndios

O Tribunal de Alijó decretou prisão preventiva para um agricul- tor suspeito de ter ateado quatro incêndios em Alijó, disse à Lusa fonte da Polícia Judiciária (PJ). O suspeito, de 45 anos, foi identi-

ficado por elementos da secção de Protecção da Natureza e Ambiente da GNR de Vila Real e posterior- mente detido pela Unidade Local de Investigação Criminal da PJ de Vila Real.

Homem condenado a seis anos de prisão por abuso sexual O Tribunal Judicial de Almada

Homem condenado a seis anos de prisão por abuso sexual

O Tribunal Judicial de Almada condenou um homem a seis anos de prisão efectiva pela prática de crimes de abuso sexual em crianças. O argui- do, "surfista, conhecido por 'teorias', seduzia os menores, levando-os depois até um barracão onde reparava pran- chas". A condenação atendeu também à confissão do argui- do.

Secretário de Estado

do Emprego admite

mudar compensações

"A proposta apresentada ref- ere-se a novos contratos, a contratos celebrados a partir da entrada em vigor desta proposta e essa redução será de 30 para 20 dias. Num futuro serão estudados novos montantes", disse Pedro Martins, o novo Secretário de Estado do Emprego.

PUB

Num futuro serão estudados novos montantes", disse Pedro Martins, o novo Secretário de Est ado do
10 29 Julho 2011 PORTUGAL
10
29 Julho 2011
PORTUGAL
Fim das t arifas de electricidade e gás O Governo aprovou uma resolução segundo a

Fim das tarifas de electricidade e gás

O Governo aprovou uma resolução segundo a qual "a partir de

01 de Janeiro de 2013 todos os clientes finais de electricidade e gás deverão estar em condições de optar pelo regime de preços livre".

Detidos por crimes de rapto e ofensas corporais

Quatro pessoas foram detidas pela prática de crimes de rapto agravado, ofensas à integridade física qualificada, ameaças e detenção de armas proibidas, num caso conexo com tráfico de droga. Três dos suspeitos ficaram em prisão preventiva e o outro sujeito a apresentações obrigatórias às autoridades.

Novabase pode despedir funcionários

O presidente executivo da Novabase, Luís Paulo Salvado,

admitiu que se a empresa sofrer uma grande contracção da actividade poderá ter de dispensar pessoas, mas sublinhou que até agora a tecnológica tem criado postos de trabalho.

Enfermeiras filmadas em casa-de-banho

Os utilizadores, maioritariamente enfermeiras, de uma casa de banho do serviço de neurocirurgia do Hospital de Viseu foram filmados enquanto usavam os sanitários. Durante meses, uma câmara de filmar esteve escondida na casa de banho e só foi descoberta devido à curiosidade de um auxiliar, que se assustou com o que pensava ser uma bomba.

Vacina da Gripe A aumenta risco de narcolepsia

A Agência Europeia do Medicamento concluiu que há uma associação entre a toma da vacina contra a gripe A e os casos de narcolepsia em crianças e adolescentes, segundo um alerta divulgado em Portugal pela autoridade do medicamento.

Mãe e filha fizeram fortuna com bruxarias

Duas mulheres, que diziam ter

"poderes espirituais", capazes

de afugentar desde mau-olha-

do a amantes de homens casa- dos, foram constituídas

arguidas pela suposta autoria

de "múltiplos crimes de burlas

qualificadas", informou a Polícia Judiciária de Aveiro, escreve o Jornal de Notícias. As suspeitas de 55 e 35 anos, mãe e filha, são naturais de

Santa Maria da Feira, mas ulti- mamente estavam a residir em Arcozelo das Maias, Oliveira de Frades. Segundo apurou o JN, foi neste município que as alegadas bur- lonas, com destaque para a mais velha, terão enganado dezenas de pessoas, acredita a PJ, tendo por base as "cente-

nas de peças em ouro" apreen-

didas na vivenda das duas mul- heres.

O caso chegou à Polícia

através de duas das vítimas, residentes na área de Oliveira de Frades, a quem as "bruxas"

na área de Oliveira de Frades, a quem as "bruxas" terão conseguido sacar mais de 90

terão conseguido sacar mais de 90 mil euros à custa de promessas de acções mila- grosas, refere a PJ. Em todo o mundo cada vez é mais corrente este tipo de actividade exercida por indiví- duos sem escrúpulos.

de actividade exercida por indiví- duos sem escrúpulos. Estrangeiros gastaram mais Os turistas estrangeiros deixaram
de actividade exercida por indiví- duos sem escrúpulos. Estrangeiros gastaram mais Os turistas estrangeiros deixaram

Estrangeiros gastaram mais

Os turistas estrangeiros deixaram em Portugal entre Janeiro e Maio mais 200,7 mil- hões de euros de receitas do que em igual período de 2010, o que corresponde a um aumento de 8,4%, segundo dados do Banco de Portugal. Em comunicado, o Turismo de Portugal, baseando-se naque- les dados, salienta que as receitas dos primeiros cinco meses deste ano ampliaram

em 14,4 % o saldo positivo da balança turística, "confirmando o crescente contributo" do tur- ismo para a economia nacional

e para o equilíbrio das contas externas. Os dados de Maio revelam ainda que, em geral, todos os mercados estratégicos con- tribuíram para aquele cresci- mento das receitas, mas o destaque vai para o Reino Unido e França. Só no mês de Maio os gastos dos turistas britânicos em Portugal aumentaram 14,8% face ao mesmo período de 2010, ou 17 milhões de euros, enquanto os dos franceses aumentaram 7,9% (7,2 milhões de euros).

PUB

período de 2010, ou 17 milhões de euros, enquanto os dos franceses aument aram 7,9% (7,2

PUB.

período de 2010, ou 17 milhões de euros, enquanto os dos franceses aument aram 7,9% (7,2
período de 2010, ou 17 milhões de euros, enquanto os dos franceses aument aram 7,9% (7,2
período de 2010, ou 17 milhões de euros, enquanto os dos franceses aument aram 7,9% (7,2

29 Julho 2011

29 Julho 2011 1 1 INTERNACIONAL É mais perigoso ir ao hospital do que andar de

11

INTERNACIONAL

29 Julho 2011 1 1 INTERNACIONAL É mais perigoso ir ao hospital do que andar de

É mais perigoso ir ao hospital do que andar de avião

É mais arriscado e perigoso ir a um hospital do que andar de avião. O alerta foi dado pelo representante dos pacientes na Organização Mundial de Saúde (OMS), tendo em conta os mil- hões de mortes registados

infecções adquiridas em ambi- entes hospitalares, o que leva a OMS a pedir aos pacientes para fazerem mais perguntas e se envolverem mais nas decisões tomadas enquanto estão internados em hospita-

anualmente devido a erros médicos ou infecções hospita- lares. "Se um cidadão é internado num hospital de qualquer país

lais. Isto com o intuito de con- trolarem situações como a higiene, pois, segundo o mesmo organismo, mais de metade das infecções poderia

do mundo, tem 10% de proba-

ser

evitada se os profissionais

bilidades de vir a ser vítima de

de

saúde lavassem as mãos

algum erro, e um em cada 300 casos pode levar à morte", afir- mou Liam Donaldson, citado

antes de tratarem dos doentes, escreve ainda o jornal espan- hol.

pelo El Mundo. Segundo este

O

risco de contrair uma

responsável, o risco de se mor- rer num acidente aéreo é de

infecção é maior quanto mais tempo se passa nas unidades

uma possibilidade em cada 10

de

cuidados intensivos, alerta

milhões, dados que, de acordo com Donaldson, "demonstram

Donaldson, adiantando que equipamentos como os

que a atenção sanitária em geral, em todo o mundo, tem ainda um longo caminho para

catéteres e os ventiladores estão associados a taxas de infecção mais elevadas.

percorrer".

O

problema não é igual em

Anualmente, centenas de mil- hões de pessoas sofrem de

todas as zonas do mundo, mesmo entre países mais

desenvolvidos. A taxa de mortes causadas por infecções hospitalares é mais elevada

nos EUA que na Europa: por

ano há 1,7 milhões de infecções nos EUA, resultando em 100 mil mortes. Na Europa registam-se 4,5 milhões de infecções, provocando 37 mil mortes.

4,5 milhões de infecções, provocando 37 mil mortes. Onda de c alor ma t a 24
4,5 milhões de infecções, provocando 37 mil mortes. Onda de c alor ma t a 24

Onda de calor mata 24 pessoas nos EUA

O Serviço Meteorológico

Nacional dos Estados Unidos

ampliou na sexta-feira, 22, a 30 Estados os alertas para as altas temperaturas que

atingem o centro e leste do

país e que, segundo a impren-

sa local, já causaram a morte de pelo menos 24 pessoas. As autoridades dão como "vermel- ho" o nível da qualidade do ar,

situação perigosa, especial- mente para pessoas de idade avançada e crianças.

Trat amento triplo contra cancro no estômago Uma investigação recentemente publicada na revist a científica

Tratamento triplo contra cancro no estômago

Uma investigação recentemente publicada na revista científica

The

Lancet revelou que um tratamento triplo com um fármaco

que

combate a acidez gástrica e dois antibióticos era eficaz

contra a bactéria Helicobacter pylori, responsável por cerca de

60% dos cancros de estômago.

Zona Euro tem mais encomendas

As novas encomendas à indústria cresceram 3,6% na Zona Euro

em Maio, face a Abril, e 2,5% na UE27, revelam os dados do

Eurostat divulgados na sexta-feira, 22. Comparando o passado mês de Maio com o mesmo mês do ano passado, as novas ordens à indústria cresceram 15,5% na Zona Euro e cerca de 14,3% na Europa dos 27. Excluindo as indústrias de navios e de transportes ferroviário e aeroespacial, com um comportamento mais volátil, o crescimento foi de 14,3% e 13,2%, respectiva- mente.

Risco de cancro aumenta com a altura

Pessoas mais altas têm maior risco de desenvolver cancro ao longo da vida, segundo uma pesquisa realizada pela

Universidade de Oxford. De acordo com os resultados, a cada

dez centímetros a mais de altura, o risco de ter um dos dez tipos

mais comuns de cancro aumenta em 16%.

Anonymous garante ter pirateado site da NATO

Os piratas informáticos do grupo Anonymous afirmaram na sua conta no Twitter que estão na posse de uma grande quantidade de documentos da NATO, obtida de um site que piratearam.

Papa visita Alemanha em Setembro

O Vaticano anunciou o programa oficial da visita do Papa Bento

XVI à Alemanha, de 22 a 25 de Setembro.

O V aticano anunciou o programa oficial da visit a do Pap a Bento XVI à

PUB

O V aticano anunciou o programa oficial da visit a do Pap a Bento XVI à

12

12 29 Julho 2011 ANGOLA Seleccionador nacional de basquetebol feminino clama por condições de trabalho O

29 Julho 2011

ANGOLA

12 29 Julho 2011 ANGOLA Seleccionador nacional de basquetebol feminino clama por condições de trabalho O

Seleccionador nacional de basquetebol feminino clama por condições de trabalho

de basquetebol feminino clama por condições de trabalho O seleccionador nacional de basquetebol sénior feminino,

O

seleccionador nacional de basquetebol sénior feminino,

Aníbal Moreira, informou que o grupo precisa de condições para uma boa preparação, tendo em vista os Jogos Panafricanos, a

ter

lugar em Maputo (Moçambique) entre 3 e 18 de Setembro.

Falando à Angop, no final de mais uma sessão de treinos, real- izada no pavilhão da Cidadela, o técnico explicou que as jogado-

ras

têm tido algumas dificuldades, principalmente na questão de

transporte e alimentação. Disse ainda que a um mês e meio do início da competição, fruto das dificuldades avançadas, o grupo não consegue efectuar

treinos bi-diário, mas que ainda assim trabalha os aspectos mais importantes para na próxima semana realizar jogos. Quanto ao estágio, programado para o Brasil, disse que também não tem datas confirmadas, o que dificulta a programação de treinos. No entanto, Aníbal Moreira mostrou-se confiante quanto à prestação da selecção nos Jogos Panafricanos e espera que

as

condições de trabalho melhorem.

Clarice Paca e Artimis Afonso, a jogarem na França e Portugal respectivamente, continuam ausentes dos trabalhos. Ângela Cardoso, apesar de presente, não tem treinado por se encontrar lesionada. Para os também denominados "Jogos Olímpicos de África", o seleccionador nacional convocou na sua maioria atle-

tas

do Interclube e do 1º de Agosto.

Projecto Angola LNG concluído em Dezembro

O Projecto de Gás Natural

Liquefeito (Angola LNG), que prevê produzir 5.600 toneladas/ano do produto, numa primeira fase, estará

concluído no final deste ano, confirmou o presidente do Conselho de Administração da Empresa, António Órfão.

O projecto está orçado em

nove milhões de dólares norte- americanos e, nessa altura, estão concluídos 85% da estru-

tura física da obra, faltado ape- nas 15% correspondente a acabamentos e um tanque de lavagem do LNG.

"A obra está a ser executada

como o previsto e no primeiro trimestre de 2012 será efectua-

da a primeira exportação de

Gás Natural Liquefeito", afir- mou. Para além de LNG, será tam- bém produzido gás de cozinha (butano), que será destinado

ao comércio no mercado inter-

no, numa fase inicial e, even-

tualmente, para o mercado externo. Segundo o gestor, será pro- duzido um volume de gás butano que terá aproveitamen- to, também, na indústria petro- química a fim de se produzir energia eléctrica. Sete mil trabalhadores, dos

quais 70% angolanos e maiori- tariamente da província do

Zaire, município do Soyo, onde está a ser implantado o projec- to, fazem parte dos quadro da empresa. Angola LNG é um projecto que foi aprovado pelo Executivo angolano em 2007 e que envolve as empresas Sonangol (do Estado), 22,8%, Chevron 36,4%, BP 13,6%, Total 13,6% e ENI 13,6 %.

Chevron 36,4%, BP 13,6%, T ot al 13,6% e ENI 13,6 %. Ensino de teatro no
Chevron 36,4%, BP 13,6%, T ot al 13,6% e ENI 13,6 %. Ensino de teatro no
Chevron 36,4%, BP 13,6%, T ot al 13,6% e ENI 13,6 %. Ensino de teatro no

Ensino de teatro no sistema curricular

A docente da Universidade

Metropolitana Isabel Ferreira

propôs, em Luanda, a inserção

da disciplina de teatro no sis-

tema curricular angolano, tendo em conta o carácter pedagógico das artes cénicas. Em declarações à Angop, a propósito do Festival de Teatro Universitário a decorrer na cidade capital até 30 deste

mês, a docente afirmou que o teatro, além de ser uma arte apaixonante, tem uma importância fundamental na educação. Salientou que, através do teatro, o professor pode perce- ber traços da personalidade do aluno, seu comportamento indi- vidual e em grupo, traços do seu desenvolvimento e essa

situação permite ao educador um melhor direccionamento para a aplicação do seu trabal- ho pedagógico. "Também não é menos impor- tante levar o teatro à escola. Levar uma obra é como levar às crianças o mundo mágico das histórias infantis. Com essas obras as crianças apren- dem sempre.

PUB

como levar às crianças o mundo mágico das histórias infantis. Com essas obras as crianças apren
como levar às crianças o mundo mágico das histórias infantis. Com essas obras as crianças apren
como levar às crianças o mundo mágico das histórias infantis. Com essas obras as crianças apren

29 Julho 2011

29 Julho 2011 13 MOÇAMBIQUE Museu Samora Machel vai ser construído no Botswana Comandante prisional acusado

13

MOÇAMBIQUE

29 Julho 2011 13 MOÇAMBIQUE Museu Samora Machel vai ser construído no Botswana Comandante prisional acusado

Museu Samora Machel vai ser construído no Botswana

Comandante prisional acusado de matar r ecluso

Comandante prisional acusado de matar recluso

O

Botswana vai construir um

tação que foi brindado com esse carinho e amizade do povo tswana", disse o Presidente moçambicano, Armando Guebuza, que falava

ao seu homólogo, Ian Khama. Moçambique dedica 2011 a Samora Machel, nascido em 1933, primeiro Presidente do país, de 1975 até à morte num desastre aéreo, em 1986.

museu dedicado ao primeiro Presidente de Moçambique, Samora Machel, na localidade

de Lobatse, a 70 quilómetros

Gabriel David Guenze, um recluso de 26 anos, morreu no passado dia 14 de Julho, no Centro Produção Aberta de Cagore, no Distrito de Barué, província de Manica, vítima de espancamento.

da

capital, Gaborone, de acor-

durante um banquete oferecido

do

com um memorando de

Gabriel David Guenze terá sido espancado dois dias antes de falecer.

entendimento assinado em Maputo.

entendimento assinado em Maputo.
 
entendimento assinado em Maputo.   O acto foi protagonizado pelo comandante do centro prisional do dis

O

acto foi protagonizado pelo comandante do centro prisional do dis-

 

Aumenta o tráficoo de órgãos humanos

pesquisa revelou haver uma

trito de Barué, Félix Horácio.

construção do Museu

Samora Machel é um dos 10 memorandos de entendimento assinados entre os governos de Moçambique e do Botsuana, e que marcaram o

A

corpo foi transferido do Hospital Distrital para o Hospital

Provincial, onde deverá ser apurada a causa da morte, depois de uma intervenção médico-legal.

O

A Liga Moçambicana dos Direitos Humanos denunciou o aumento de casos de extracção e tráfico de órgãos humanos para actos de feitiçaria. Segundo referiu Alice Mabota, presidente da

crença

comum

em

Moçambique e na África do

"os

medicamentos

tradicionais

Sul,

segundo

a

qual

Entretanto, o comandante Félix Horácio, que já foi detido pela Polícia

da

República de Moçambique de Baruè, deverá responder ao proced-

imento criminal e disciplinar.

início de uma visita de Estado

feitos

com

partes

do

corpo

O

ministério da Justiça condena o acto protagonizado pelo coman-

de

três dias do Presidente Ian

humano

são

mais

fortes

e

dante e diz que "põe em causa a dignidade do ser humano, esteja ele fora ou dentro de um estabelecimento prisional".

Khama ao país.

Liga, o caso mais recente ocor- reu a uma mulher a quem foi retirado o útero. De acordo com um relatório divulgado, em média duas pes- soas sofrem por mês muti- lações ou extracções de órgãos ou parte do corpo humano que são vendidos a curandeiros na África do Sul e Malawi. O relatório efectuado durante 14 meses a nível nacional contém testemunhos de víti- mas e indivíduos que já estiver- am envolvidos no negócio. A

poderosos".

   

A escolha do local deve-se ao facto de Lobatse ter sido uma

A escolha do local deve-se ao facto de Lobat se ter sido uma Primeira pr odução

Primeira produção de biocombustíveis vendida

das

regiões do Botswana que

A

empresa Sun Biofuels Moçambique exportou a sua primeira pro-

acolheram Samora Machel quando este se encontrava a caminho da Tanzânia para se juntar à luta contra o colonialis- mo português. A casa de Lobatse onde viveu Machel é considerada um dos "pontos de encontro" entre Moçambique e o Botswana. "O saudoso Presidente Samora Machel foi um dos combatentes da nossa liber-

dução de biocombustíveis, vendendo à companhia aérea alemã Lufthansa 30 toneladas de óleo de jatropha, disse à Lusa o director da empresa, Luís Gouveia. Segundo Luís Gouveia, a Luftansa fez uma encomenda de óleo pro-

duzido a partir da jatropha pela Sun Biofuels Moçambique, na provín- cia de Manica, centro de Moçambique, para os ensaios que está a realizar visando a utilização deste tipo de combustíveis nos seus aviões. "Numa visita recente ao nosso projecto, o vice-presidente da Lufthansa considerou o óleo produzido na nossa unidade de alta qual- idade", afirmou Luís Gouveia.

 
1100 Harrow Road, London, NW10 5NL
1100 Harrow Road, London, NW10 5NL

PUB

na nossa unidade de alta qual - idade", afirmou Luís Gouveia.   1100 Harrow Road, London,

14

1 4 29 Julho 2011 BRASIL Ministério da Saúde disponibiliza testes rápidos p ara diagnóstico da

29 Julho 2011

BRASIL

1 4 29 Julho 2011 BRASIL Ministério da Saúde disponibiliza testes rápidos p ara diagnóstico da
Ministério da Saúde disponibiliza testes rápidos p ara diagnóstico da hep atite A p artir

Ministério da Saúde disponibiliza testes rápidos para diagnóstico da hepatite

A partir de Agosto, o Ministério da Saúde vai oferecer exames

rápidos para a detecção da hepatite B e C. Com o objectivo de agilizar o diagnóstico e o tratamento de hepatite dos tipos B e C em todo o país, o Sistema Único de Saúde (SUS) passa a ofer- ecer testes rápidos para a detecção da doença. Em Fortaleza,

de 2007 a 2010, houve um crescimento de cerca de 255% no

número de casos do tipo C da doença, segundo dados do Sistema de Notificação de Agravos (Sinan). Os exames, cujos resultados sairão em 30 minutos, serão disponibilizados inicial- mente nos Centros de Testagem e Aconselhamento (CTA´s) das

Capitais brasileiras.

Copa vai aumentar PIB em 1,5%

A Copa do Mundo de 2014 vai aumentar o Produto Interno Bruto

do Brasil em 1,5%, diz um estudo apresentado pelo Itaú- Unibanco. "O impacto directo das despesas em infra-estruturas, que realizará o sector privado, terá um impacto no PIB de cerca de 1%. O restante será pelo efeito de multiplicação na econo- mia", explicou o economista-chefe do banco, Ilan Goldfajn.

Café é o alimento mais consumido

Os brasileiros combinam o tradicional binómio feijão com arroz

e carne e uma selecção de alimentos de alto índice calórico,

mas de baixo teor nutritivo. Abusam, ainda, do sal e do açúcar e têm o café como o alimento mais consumido, revela a Análise do

Consumo Alimentar Pessoal no Brasil.

Nove empresas vão fabricar tablets no Brasil

O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, afirmou que

nove empresas já estão cadastradas para produzir tablets no Brasil, com os incentivos tributários proporcionados pela inclusão do equipamento na chamada Lei do Bem. Os benefí- cios incluem a isenção de PIS e Cofins e a redução em 80% da

cobrança do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI). Segundo o ministro, as medidas farão com que os aparelhos cheguem às lojas até 36% mais baratos.

Brasil amplia oferta de centros de referência em assistência

O

número de Centros de

toriais. Os censos espelham as

é garantir a cobertura de

Referência de Assistência Social (Cras) aumentou de

acções do programa Brasil Sem Miséria, principal compro-

O

país tem 16 milhões de pes-

atendimento. Para isso, é necessário um número de

4.195

unidades em 2007 para

misso de campanha da actual

unidades proporcional à procu-

6.801

em 2010, alcançando

Presidente Dilma Rousseff.

ra.

4.720

municípios. Há quatro

Na sua apresentação, a

"Na região Norte, por exemplo,

anos, chegavam apenas a

secretária nacional de

estamos adquirindo embar-

3.159

localidades. Os Cras são

Assistência Social do Ministério

cações para que essas

espaços que articulam progra- mas de assistência social, pre- venindo situações de vulnera- bilidade e risco. Dados recentemente divulga- dos revelam que em mais de 90% das unidades há activi- dades relacionadas com o Serviço de Protecção e Atendimento Integral à Família (Paif), que inclui o acompan-

am

da Bolsa Família.

do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Denise Colin, afirmou que pelo menos 2 milhões de brasileiros ainda não são atendidos pelo Sistema Único de Assistência Social (Suas). "São pessoas que necessitam de um acompanhamento mais sistemático", disse.

unidades sejam volantes e possam chegar à população ribeirinha. Outro passo é a qualificação dos serviços, apri- morando o corpo técnico", explicou a secretária. No entendimento de Denise, a unidade no Sistema ainda é um factor que carece de atenção. "Faltam atenção e empenho

hamento familiar e a oferta de oficinas. Em Agosto de 2010,

soas em condição de pobreza extrema, que sobrevivem com

dos gestores. Alguns ainda pensam que fazer assistência social é dar um prato de sopa e

cerca de 277 mil famílias pas-

uma remuneração inferior a R$

promover campanhas do

saram a ser acompanhadas

70.

agasalho", observou.

pelo Paif, totalizando 2 mil-

O

próximo passo, segundo ela,

hões, das quais 50% benefici-

hões, das quais 50% benefici-

Pela primeira vez, foram apu- radas as características da gestão do sistema em âmbito estadual e municipal e mapea- dos os conselhos de assistên-

cia

social e as entidades asso-

ciadas. Dos 27 estados, 11 possuem secretarias exclusi- vas de assistência social. Nos outros 16, essas pastas fun- cionam em conjunto ou subor- dinadas a outras políticas sec-

PUB

ASSINE E DIVULGUE O JORNAL AS NOTÍCIAS 01842 764 62 2

ASSINE E DIVULGUE O JORNAL AS NOTÍCIAS 01842 764 62 2

cionam em conjunto ou subor- dinadas a outras políticas sec - PUB ASSINE E DIVULGUE O
cionam em conjunto ou subor- dinadas a outras políticas sec - PUB ASSINE E DIVULGUE O

29 Julho 2011

29 Julho 2011 15 MADEIRA Jardim quer regenerar as finanças regionais, concluir as obras, manter o

15

MADEIRA

29 Julho 2011 15 MADEIRA Jardim quer regenerar as finanças regionais, concluir as obras, manter o

Jardim quer regenerar as finanças regionais, concluir as obras, manter o Estado social e alargar a autonomia

De acordo com o presidente do Governo Regional, há um novo pensamento para o futuro da Madeira. Depois da conclusão das grandes obras, o esforço governamental está centrado em "manter o Estado social",

afirmou Alberto João Jardim na breve alocução que manteve na cerimónia de apresentação do programa destinado aos mais idosos do município de São Vicente, traçando "quatro objectivos" que apresenta como "fulcrais para o cenário negro" que a região vai enfrentar.

O primeiro, confessou Jardim,

passa por aproveitar a actual "regeneração das finanças" do Estado português e incluir a dívida pública da região no

pacote desta espécie de revi- talização das contas públicas.

O governante referiu (tal como

tem vindo, aliás, a explicar em discursos anteriores) que o crescimento da despesa acon- tece - e "ainda vai aumentar", vincou - devido ao garrote financeiro imposto pelos seis anos de governação do Partido Socialista, liderado pelo ex- primeiro-ministro, José Sócrates.

Além disso, exigiu igual trata- mento no melhoramento da tesouraria regional, entenden- do, que o esforço dos madeirenses é semelhante ao esforço dos restantes por- tugueses.

A segunda medida estrutu-

rante, anunciada pelo presi- dente, é "concluir aquilo que ainda falta ser concluído". Um caderno "apreciável" de obras,

que "dá para entreter o próximo mandato", deixando, contudo, um aviso a eventuais "loucuras em termos materiais". Pelo meio, o Chefe do Executivo perspectivou "2012 e 2013 como anos muito difí- ceis", prometendo "muito tra- balho" no combate às dificul- dades. Ao invés, prognosticou poder vir a haver promessas de partidos da Oposição que cer- tamente "vão pintar tudo cor- de-rosa". De regresso às prioridades, Alberto João Jardim mani- festou tudo fazer para "manter

o Estado social", deixando de lado as "fantasias". Chamou ao terceiro objectivo os apoios à "Segurança Social", "soli- dariedade", "educação", "cul- tura" e "desporto". Finalmente, no quarto e último pilar, o governante pretende alargar o âmbito da autonomia regional. Sublinhou que esse desiderato o transcende e "depende muito da política de Lisboa". Quer ver aprofundado o quadro autonómico por forma a resistir as adversidades, salientou Alberto João Jardim, Presidente da Região.

salientou Alberto João Jardim, Presidente da Região. Desfile de moda dinamiza o comércio A Praça Amarela
salientou Alberto João Jardim, Presidente da Região. Desfile de moda dinamiza o comércio A Praça Amarela
salientou Alberto João Jardim, Presidente da Região. Desfile de moda dinamiza o comércio A Praça Amarela
salientou Alberto João Jardim, Presidente da Região. Desfile de moda dinamiza o comércio A Praça Amarela

Desfile de moda dinamiza o comércio

Presidente da Região. Desfile de moda dinamiza o comércio A Praça Amarela recebeu na O desfile

A Praça Amarela recebeu na

O desfile de moda contou com

sexta-feira, 29, a primeira edição do Moda Funchal, um

apresentação da ex-Miss Portugal, Marina Rodrigues, e

evento que visa dinamizar o

de

Ruben Gomes.

comércio local e trazer à região

O

restaurante KOTA serviu

o vencedor do concurso "A Voz

de Ouro de Espanha", Cristian Itiel, bem como as propostas de pronto-a-vestir dos espaços

comerciais da baixa da cidade. Organizado por Ruben Gomes

e Daniel Teixeira, o evento foi patrocinado pelo restaurante KOTA - Tapas/Lounge e contou com o apoio da Câmara

Municipal do Funchal, noticiou

o Jornal da Madeira.

As actuações começaram com

o Dj Azzur e prosseguiram com

Cristian Itiel, que este ano edi- tou no iTunes o primeiro tema em inglês "Don't Stop".

ainda um cocktail e um jantar como forma de assinalar a real- ização desta primeira edição

da Moda Funchal.

A noite fechou com as sonori- dades do DJ Nélio Fabrício.

noite fechou com as sonori - dades do DJ Nélio Fabrício. HOMICID A PRESO Marco Abreu,
noite fechou com as sonori - dades do DJ Nélio Fabrício. HOMICID A PRESO Marco Abreu,

HOMICIDA PRESO

Marco Abreu, psicólogo de 31

anos, foi condenado a 19 anos

de prisão pela morte da ex-

companheira, Ângela Sousa,

26 anos, com 35 facadas. A 28

de Outubro de 2010, aliciou-a

para um encontro na estrada Comandante Camacho de

Freitas, no Funchal.

facadas. A 28 de Outubro de 2010, aliciou-a p ara um encontro na estrada Comandante Camacho
facadas. A 28 de Outubro de 2010, aliciou-a p ara um encontro na estrada Comandante Camacho

PUB

facadas. A 28 de Outubro de 2010, aliciou-a p ara um encontro na estrada Comandante Camacho

16

16 29 Julho 2011 MADEIRA Paróquia do Bom Caminho prepara bodas de ouro A população do

29 Julho 2011

MADEIRA

16 29 Julho 2011 MADEIRA Paróquia do Bom Caminho prepara bodas de ouro A população do
16 29 Julho 2011 MADEIRA Paróquia do Bom Caminho prepara bodas de ouro A população do

Paróquia do Bom Caminho prepara bodas de ouro

A população do sítio da Margaça, na freguesia de Santo António da Serra, viveu um momento histórico, com a visita da imagem de Nossa Senhora do Bom Caminho àquela localidade, e com a cel- ebração da missa campal, pre- sidida pelo Padre Patrocínio Alves, pároco do Bom Caminho, sendo a homilia pro- ferida pelo Padre Manuel Ornelas. A iniciativa foi acom- panhada pelo Jornal da Madeira. Um elevado número de pes-

soas participou na cerimónia litúrgica que marcou o início das comemorações dos 50 anos do paroquiado Bom Caminho, situado na Ribeira de Machico. Foi celebrada a Eucaristia no sítio dos Palheiros, que contou com a participação dos paroquianos da Fajã dos Rolos e Madeira da Igreja, tendo decorrido idên- tica cerimónia na Portela, sob o tema da homilia "Maria Nossa Mãe". O programa englobou ainda uma missa campal na Ribeira de Machico com a

homilia centrada na reflexão "Maria auxílio dos cristãos" e uma missa de vigília na Igreja do Bom Caminho, sendo a homilia proferida pelo Cónego Manuel Martins, pároco de Machico. Como tem referido o Padre Manuel Ornelas nas suas homilias "estas cele- brações são uma oportunidade de todos carregarem baterias para enfrentar o quotidiano e para agradecer a Nossa Senhora as muitas graças que tem derramado sobre a popu- lação desta paróquia".

Cavaco Silva marca Eleições Regionais para 9 de Outubro

O Presidente da República,

Cavaco Silva, marcou para 9

de Outubro as eleições para a

Assembleia Legislativa da Madeira, anunciou o Palácio de Belém. "O Presidente da República, ouvidos os partidos políticos com representação na Assembleia Legislativa da Região Autónoma da Madeira, marcou a realização das eleições para aquela Assembleia para o dia 9 de Outubro de 2011", divulgou a

Presidência, através do site na internet. Todos os partidos propuseram a Cavaco Silva a data de 9 de Outubro, com excepção do CDS-PP, que apresentou, além daquela data, a hipótese de dia 2 para a realização das eleições regionais. O Chefe de Estado recebeu na segunda- feira, 25, os partidos com assento na Assembleia Legislativa da Madeira, PND, MPT, BE, CDS-PP, PCP, PS e PSD.

da Madeira, PND, MPT , BE, CDS-PP , PCP , PS e PSD. Pr ove doria
da Madeira, PND, MPT , BE, CDS-PP , PCP , PS e PSD. Pr ove doria

Provedoria de Justiça congratula-se com inspecção a lares de crianças

A Provedoria de Justiça congratulou-se com os resultados alcançados e as perspectivas de actuação dos organismos competentes após uma inspecção aos lares de crianças da Região Autónoma da Madeira real- izada entre Janeiro e Julho de 2010. Da inspecção, realizada a nove lares, três centros de acolhimento tem- porário, uma residência de autonomização e um centro de reabilitação psicopedagógica, resultou "um conjunto de sugestões" ao secretário Regional dos Assuntos Sociais.

PUB

psicopedagógica, resultou "um conjunto de sugestões" ao secretário Regional dos Assuntos Sociais. PUB

29 Julho 20111

29 Julho 20111 17 MADEIRA Farmácias nada sabem sobre a reutilização de medicamentos O secretário de

17

MADEIRA

29 Julho 20111 17 MADEIRA Farmácias nada sabem sobre a reutilização de medicamentos O secretário de

Farmácias nada sabem sobre a reutilização de medicamentos

O secretário de Estado da

Segurança Social anunciou que o Plano de Emergência Social, a implementar a partir de Outubro, prevê a dis- tribuição de medicamentos a famílias carenciadas através de um processo de reutiliza-

ção. O presidente da dele- gação regional da Ordem dos Farmacêuticos na Madeira, João Cerqueira, mostrou-se

expectante com a medida, mas pouco ou nada quis adiantar,

até porque "tirando uma linhas,

não vi nada ainda de concreto". Questionado sobre a viabili- dade da medida anunciada, diz que "tudo vai depender da forma como for definido. Neste momento, não sei com que lin- has se estão a orientar", afir- mou, recordando que o progra- ma lançado há alguns anos pelo Governo da República, para a entrega de embalagens e medicamentos fora de uso na farmácia nunca passou de uma

fase experimental, e apenas numa região do continente. "Primeiro, foi organizado nalgu- mas farmácias e depois foi alargado ao Vale do Tejo. Mas, nunca saiu daquela zona. Não sei agora se será com esse tipo de experiência que pretendem alargar ou não", disse. Entretanto, a venda de medica- mentos em "unidose", perante prescrição médica, publicada a 1 de Julho de 2009 em Diário da República continua a aguardar por melhores dias. João Cerqueira confirma que, tal como no continente, na região, "nunca houve conver- sas concretas, tirando alguma legislação sobre o assunto". Ainda assim, revelou que os Açores já terão pedido à Ordem colaboração para a elaboração de alguma regula- mentação, lamentando a perda de interesse por parte dos par- ceiros nesta distribuição por unidose. "Ninguém pegou no

nesta distribuição por unidose. "Ninguém pegou no procuravam o primeiro emprego e 1.782 (10,3%) eram

procuravam o primeiro emprego e 1.782 (10,3%) eram beneficiários do RSI, sendo de 4.989 (28,9%) o número daqueles que, já tendo trabal- hado, não auferem presente- mente qualquer prestação social. Durante o mês de Junho foram efectuadas, pelo IEM, 150 colocações. Nesse perío- do, foram recebidas 249 novas ofertas de emprego, per- manecendo disponíveis, no final do mês, 98 ofertas por preencher.

processo", complementou, acrescentando que "o projecto tem pernas para andar, como já acontece hoje em vários países, mas desde que muito bem definidos os moldes". Ou seja, "é preciso acautelar sem- pre qualidade e segurança em todo o processo e haver garan- tias para todos.”

Madeira continua a reduzir taxa de desemprego

Os dados divulgados no final de Junho revelam que a Madeira, tal como havia sido perspectivado, apresenta um decréscimo do número de desempregados. O total de inscritos no Instituto de Emprego da Madeira (IEM) era de 17.268, menos 35 (0,2%) do que no mês anterior. Depois dos acréscimos verificados nos três primeiros meses do ano, regista-se agora a terceira diminuição mensal consecuti- va, lê-se no Jornal da Madeira.

A nível nacional, e também em relação ao mês anterior, regis- tou-se um decréscimo de 2,2%, sendo que em todas as regiões do país se verificou uma diminuição do número de inscritos. Em termos homólo- gos, o aumento de inscritos na Madeira foi de 16,5% uma vez que, há um ano atrás, o número era de 14.818. Dos desempregados inscritos no final de Junho, 8.852 (51%) recebiam prestações de desemprego, 1.645 (9,5%)

PUB

Dos desempregados inscritos no final de Junho, 8.852 (51%) recebiam prestações de desemprego, 1.645 (9,5%) PUB

18

18 29 Julho 2011 MADEIRA T roço de via expresso arranca até ao Nat al Jardim

29 Julho 2011

MADEIRA

18 29 Julho 2011 MADEIRA T roço de via expresso arranca até ao Nat al Jardim
T roço de via expresso arranca até ao Nat al Jardim anunciou que em Setembro

Troço de via expresso arranca até ao Natal

Jardim anunciou que em Setembro será aberto o concurso para

a construção do troço de via expresso entre a Meia Légua e a Serra de Água. As obras irão para o terreno até ao Natal.

Obras de reconstrução dá segurança a Sta. Cruz

O presidente do Governo Regional visitou o concelho de Santa

Cruz, onde decorrem diversas obras de reconstrução, na

sequência dos avultados estragos provocados pelo temporal de Fevereiro de 2010. Os trabalhos representam um investimento

de 2,4 milhões de euros.

PSP trava produção e tráfico

A efectivação de acções nas freguesias de São Gonçalo e São

Martinho levou à intercepção em flagrante de dois suspeitos na

posse de uma quantidade de produto estupefaciente, nomeada- mente liamba.

Herdade do Chão da Lagoa tem plano de emergência

O plano de emergência foi elaborado pelo comandante dos

Bombeiros Voluntários Madeirenses para a Herdade do Chão

da Lagoa, palco da maior festa partidária da Região, onde são

esperadas 40 mil pessoas. Todas os participantes têm seguro

de acidentes pessoais

Funchal MusicFest Live'11 assinala Dia da Cidade

O Parque de Santa Catarina recebe, entre 19 e 21 de Agosto, o

Funchal MusicFest Live'11, o maior evento dedicado ao

pop/rock existente na Madeira. A iniciativa prevê espectáculos

de nível nacional e internacional e visa a celebração do Dia da

Cidade.

Polícia e ANEBE realizam acções 100% Cool

A Associação Nacional de Empresas de Bebidas Espirituosas,

em colaboração com a PSP, tem levado a efeito acções noctur- nas no concelho do Funchal, no âmbito da campanha "100%Cool", para sensibilização dos jovens para o consumo moderado de álcool.

Matou a mulher à pedrada

Um pedreiro de 38 anos, acusado de ter morto à martelada a ex-mulher, foi condenado a 24 anos de cadeia.

Políticos madeirenses não vão devolver pensões

A Caixa Geral de

Aposentações (CGA) terá anu- lado a notificação feita aos deputados e governantes madeirenses que acumulam pensões com remunerações,

de acordo com o presidente da Assembleia Legislativa da Madeira, Miguel Mendonça. Numa declaração que con- siderou a "contradita de uma

forma absolutamente inequívo-

ca" da notícia do Público, Mendonça disse ter recebido da CGA uma missiva a "dar sem efeito o ofício 339102-0- 07356". E acrescentou que a CGA confirma em novo docu- mento, divulgado depois da notícia, que o presidente da Assembleia da Madeira, "por

se tratar de um cargo político,

não está abrangido pelo

regime de incompatibilidades previsto nos artigos 78.º e 79.º do Estatuto da Aposentação,

na redacção produzida pelo Decreto-Lei n.º 137/2010, de 28 de Dezembro". Ao anular a primeira notifi- cação, a CGA excluirá também desta obrigação outros quatro deputados, o presidente e dois membros do Governo Regional. Mas a proibição manter-se-á para cerca de três dezenas de entidades region-

ais, incluindo gestores públicos

e autarcas, que terão de

devolver o montante das pen- sões recebidas cumulativa- mente com ordenados desde 1

de Janeiro de 2011.

Os deputados e governantes

madeirenses, protegidos pelo Estatuto Político-Administrativo

da região que não deixa perder

"direitos adquiridos" em matéria de "vencimentos, sub- sídios, subvenções, abonos e

ajudas de custo", passam a ser

a única excepção no novo

regime que proíbe acumulação da remuneração do cargo no sector público com pensões ou subvenção vitalícia. A decisão, incluída nas medidas de aus- teridade para a função pública, abrange o Presidente da República (que desde o início do ano prescindiu do venci- mento do cargo), os deputados à Assembleia da República, os membros do Governo, os rep-

resentantes da República, o provedor de Justiça, os gover- nadores, os autarcas a tempo inteiro, os deputados ao PE e juízes do Tribunal Constitucional, não magistra- dos de carreira. Embora não referidos no decreto-lei, os deputados e governantes dos Açores são também abrangi- dos por opção tomada em sede do respectivo Estatuto que adopta o regime de incompati-

bilidades nacional.

que adopta o regime de incompati- bilidades nacional. PRECISA-SE DE GOLOS O Marítimo continua sem per
que adopta o regime de incompati- bilidades nacional. PRECISA-SE DE GOLOS O Marítimo continua sem per
que adopta o regime de incompati- bilidades nacional. PRECISA-SE DE GOLOS O Marítimo continua sem per

PRECISA-SE DE GOLOS

O Marítimo continua sem perder nos jogos de preparação que está a realizar no estágio em Ofir e empatou 0-0 frente ao Rio Ave, também da I Liga, num jogo em que a turma madeirense foi sempre superior ao adversário. Após o triunfo frente ao Leixões (2-1) e a igual- dade com o Feirense (0-0), os "verde-rubros" voltaram a empatar sem golos, mas revelaram francas melhorias na qualidade.

PUB

os "v er de-rubr os" v oltar am a empatar sem g olos , mas r
os "v er de-rubr os" v oltar am a empatar sem g olos , mas r

FADOS NO CHOCOLATE MIRROR

No segundo aniversário do Chocolate Mirror, o propri- etário, Guilherme Vieira, tinha prometido que, este ano, con- tinuaria a apostar nos even- tos variados, para manter viva a comunidade portugue- sa de Thetford e arredores.

E assim foi.

Desta vez, reuniu dois bons executantes de Fado, Barra Lopes na viola de fado e Sousa Matos na guitarra por- tuguesa, e, com os fadistas Guida Santos, José Ribeiro e Silvino Jorge, organizou um jantar fadista, com casa cheia. Presentes estiveram muitos portugueses de Thetford,

mas também outros vindos de localidades vizinhas e até de Boston e Ipswich.

A noite teve como prato prin-

cipal o bacalhau, que foi

regado a vinho tinto e cerve- ja.

A promoção esteve a cargo

do Montepio, representado por Guilherme Rosa, respon- sável pela delegação no Reino Unido, e Custódio Prate, o promotor da intiuição bancária portuguesa em Norfolk. Para Guilherme Vieira foi

uma noite de muito trabalho, com a casa lotada, mas sobre- tudo recompensadora, dada a adesão ao evento. A sessão de fados estendeu-se pela noite dentro e, como sem- pre, foi aplaudida pelos pre- sentes que, ao As Notícias

prometeram voltar para futuras actividades. Silvino Jorge fez a apresen- tação e cantou com José Ribeiro e Guida Santos, como em tantas outras sessões de fado. Foi uma noite de grande suces- so e, a julgar pelo prometido, o Chocolate Mirror em Thetford vai continuar a promover fes- tas.

Os fadistas Guida Santos, José Ribeiro e Silvino Jorge com Barra Lopes (viola de Fado)
Os fadistas Guida Santos, José
Ribeiro e Silvino Jorge com Barra
Lopes (viola de Fado) e Sousa
Matos (Guitarra)
Atentos estiveram a Manuela, a Diva, a Maria José e o Constantino
Atentos estiveram a Manuela, a Diva,
a Maria José e o Constantino
Um grupo animado e grande apre- ciador de Fado - Florinda, Amira, José Jesus, Fernando
Um grupo animado e grande apre-
ciador de Fado - Florinda, Amira,
José Jesus, Fernando Moreira,
Júlia Pestana e José Azevedo
O inconfundível Jorge Ferreira e Fátima Alves
O inconfundível
Jorge Ferreira e
Fátima Alves
A voz da Rádio "Galo de Barcelos". Octávio Teixeira e Ana Lopes
A voz da Rádio
"Galo de Barcelos".
Octávio Teixeira e
Ana Lopes
A jovem presença de Manuela, Patrícia e Benny
A jovem presença de Manuela,
Patrícia e Benny
Ana Lopes A jovem presença de Manuela, Patrícia e Benny O Montepio foi o promotor do

O Montepio foi o promotor do evento. Guilherme Rosa (à esq.), responsável pela delegação no Reino Unido, e a popular figura em Norfolk, Custódio Prates, promotor comercial da instituição bancária no condado.

Nem o vinho Alandra, da Atlântico, ficou esquecido e não foi o Zé que o
Nem o vinho Alandra, da Atlântico,
ficou esquecido e não foi o Zé que
o bebeu, mas sim a Zana (osten-
tando o troféu) à procura de
inspiração para novos
"penteados"
De Lincolnshire para ouvir o fado vieram Vanessa Rodrigues, Clara Rodrigues, Maria Ferreira e Ana
De Lincolnshire para ouvir o fado vieram Vanessa
Rodrigues, Clara Rodrigues, Maria Ferreira e Ana Mendes
A bonita presença de Sónia e Rolanda
A bonita
presença de
Sónia e
Rolanda
Ser popular tem os seus custos. Custódio Prates e a filha
Ser popular tem
os seus custos.
Custódio Prates
e a filha

20

20 29 Julho 2011 FIGURAS DA NOSSA COMUNIDADE IS ABEL'S UNISEX HAIR S AL ON EM

29 Julho 2011

FIGURAS DA NOSSA COMUNIDADE

20 29 Julho 2011 FIGURAS DA NOSSA COMUNIDADE IS ABEL'S UNISEX HAIR S AL ON EM

ISABEL'S UNISEX HAIR SALON EM STOCKWELL DESDE 1988

23 anos ao serviço da beleza feminina

Situado na Lansdowne Way, em Stockwell, o Isabel's Unisex Hair Salon é um dos mais anti- gos estabelecimentos comerci- ais portugueses na zona de Stockwell - a sua inauguração data de 1988.

A proprietária, Isabel Serrão,

nascida no Funchal, veio em 1982 para Londres à procura

de uma vida melhor. Seis anos

mais tarde decide concretizar o seu objectivo inicial - abrir o

seu próprio negócio - isto é, um salão de cabeleireira, activi- dade que já exercia na pérola

do Atlântico.

Escolheu a zona de Stockwell

onde, na altura, havia pouca presença lusitana.

Paulatinamente, foi assistindo

à "invasão" de compatriotas

que começaram a rumar para Londres. Foi uma época especialmente excitante. O seu estabeleci- mento funcionava como uma espécie de "centro português". Sensivelmente na mesma altura, abria ao lado o Centro Desportivo Cultural Português. Isabel ingressou no rancho fol- clórico desde a sua fundação. Sendo a cabeleireira mais anti- ga da comunidade, com uma boa clientela e 40 anos de experiência, começou a pensar no futuro que poderá incluir o regresso à sua terra natal ou continua por cá, onde a

"prende" a presença das duas filhas, de 33 e 31 anos, além do casal de netos. Enquanto esse dia não chega, Isabel vai continuando o seu trabalho, desfrutando da vida familiar e prestando toda a

colaboração ao Centro Desportivo Cultural Português. Mata saudades do país ao ir duas vezes por ano a Portugal, uma delas sempre à Madeira, onde gosta de comer uma boa espetada. Assim é a Isabel! Sempre tendo como horizonte tornar a mulher portuguesa ainda mais bonita do que já é. Mas a Isabel é também, não fora ela uma madeirense de gema, uma exímia decoradora

de enfeites e ornamentos de

flores. Tem sido ela quem, nos últimos anos, trata da deco- ração de palco das Galas do As Notícias. Por outro lado, Isabel está sempre pronta para desen- volver trabalho e apoio através do clube “O Cultural”, não só pela sua participação no ran- cho folclórico, mas também nas festas e outras actividades. Onde quer que vá, Isabel é sempre tratada com carinho e admiração. Ter um negócio na comunidade portuguesa é também aceitar que há sempre um vector social a ele agregado. E Isabel é, dados os anos de actividade, um bom exemplo disso mesmo.

há sempre um vector social a ele agregado. E Isabel é, dados os anos de actividade,
há sempre um vector social a ele agregado. E Isabel é, dados os anos de actividade,
há sempre um vector social a ele agregado. E Isabel é, dados os anos de actividade,

PUB

há sempre um vector social a ele agregado. E Isabel é, dados os anos de actividade,
há sempre um vector social a ele agregado. E Isabel é, dados os anos de actividade,
há sempre um vector social a ele agregado. E Isabel é, dados os anos de actividade,

26 Março 2010

26 Março 2010 21 COMUNIDADES L ycamobile fez cinco anos A Lycamobile, considerada a maior fornecedora

21

COMUNIDADES

26 Março 2010 21 COMUNIDADES L ycamobile fez cinco anos A Lycamobile, considerada a maior fornecedora

Lycamobile fez cinco anos

A Lycamobile, considerada a

maior fornecedora de baixo custo em chamadas móveis internacionais para as comu- nidades emigrantes, comemo- rou a 21 de Julho o seu quinto

aniversário. A cerimónia decorreu em Londres e contou com a pre- sença do presidente da Câmara.

"Estou muito contente de estar aqui hoje para ajudar a cele- brar o quinto aniversário da Lycamobile. Esta empresa jovem, com sede no coração

de Docklands, é como a econo-

mia da capital - internacional, dinâmica, bem sucedida e crescente", disse Boris Johnson no seu discurso. "Desejo-lhe todo o sucesso para os anos vindouros", con- cluiu o autarca.

A operadora foi lançada em

Julho de 2006 e tem expandido

mercado dentro dos próximos meses. "O nosso serviço Lycamobile está presente em 14 países e cria uma distância significativa entre nós e os concorrentes mais próximos. Estamos muito satisfeitos com a presença das comunidades na família

Lycamobile e comprometidos em oferecer um serviço de alta qualidade que permitirá aos nossos clientes manter contac-

to com amigos e família em

todo o mundo a preços mais acessíveis ", comentou Milind Kangle, CEO da operadora.

", comentou Milind Kangle, CEO da operadora. os seus serviços p ara 14 p aís -
", comentou Milind Kangle, CEO da operadora. os seus serviços p ara 14 p aís -
", comentou Milind Kangle, CEO da operadora. os seus serviços p ara 14 p aís -
", comentou Milind Kangle, CEO da operadora. os seus serviços p ara 14 p aís -
", comentou Milind Kangle, CEO da operadora. os seus serviços p ara 14 p aís -

os

seus serviços para 14 país-

es.

O

presidente da empresa, ele

próprio imigrante no Reino

Unido desde 2000, justifica que

"o Reino Unido, e Londres em

especial, tem uma vasta comu- nidade imigrante com uma visão global, sendo por isso o local ideal para a instalação da Lycamobile". "Estou muito orgulhoso do crescimento que a Lycamobile alcançou nestes primeiros cinco anos e é uma honra que Boris Johnson esteja cá hoje para nos ajudar a celebrar este marco", acrescentou Subaskaran Allirajah. O crescimento da Lycamobile é sustentado pelo investimento nos colaboradores e nas tec- nologias. A empresa tem vindo a diferenciar-se pela aposta em serviços de qualidade, ambicio- nando dar um novo salto no

serviços de qualidade, ambicio- nando dar um novo salto no ENCONTRO DE PROFESSORES EM L ONDRES

ENCONTRO DE PROFESSORES EM LONDRES

O restaurante português A Toca

foi este ano palco de um dos

eventos mais importantes dedi- cados à comunidade portugue- sa na capital britânica. O Grande Almoço dos Estudantes e Professores de Português, organizado pelo professor Alexandre Rodrigues, reuniu nesta edição alunos e docentes dos quatro cantos do mundo: portugueses, alemães, espanhóis, ingleses, moçambicanos, brasileiros,

cambojanos, filipinos e irlan- deses.

O denominador comum foi a

língua portuguesa. A iniciativa contou com a presença de inúmeros veteranos mas tam- bém de algumas caras novas. Alexandre Rodrigues convidou

os comensais a "aprofundar os

seus conhecimentos da língua mais bela do mundo", seguin- do-se a degustação de alguns dos mais característicos pratos da gastronomia lusa. O almoço abriu espaço ao dis- curso do discente Adrian Dodd

que, em português, destacou a dedicação do organizador do evento. Visivelmente emo- cionado, Alexandre Rodrigues agradeceu e vincou que "é uma honra continuar a ensinar-vos a língua portuguesa".

Alexandre Rodrigues agradeceu e vincou que "é uma honra continuar a ensinar-vos a língua portuguesa". PUB

PUB

Alexandre Rodrigues agradeceu e vincou que "é uma honra continuar a ensinar-vos a língua portuguesa". PUB
Alexandre Rodrigues agradeceu e vincou que "é uma honra continuar a ensinar-vos a língua portuguesa". PUB
Alexandre Rodrigues agradeceu e vincou que "é uma honra continuar a ensinar-vos a língua portuguesa". PUB
22 29 Julho 2011 Por JOSÉ BANDEIRA Escreva para: geral@asnoticias.co.uk josebandeira@hotmail.co.uk
22
29 Julho 2011
Por JOSÉ BANDEIRA
Escreva para: geral@asnoticias.co.uk
josebandeira@hotmail.co.uk

Poucas dúvidas restarão a quem quer que seja que uma direita de inspiração fascizante tem vindo a tentar impor pela força da inevitabilidade as políticas económicas neoliberais. Mesmo as posições duma instituição como o FMI (Fundo Monetário Internacional) podem considerar- se moderadas quando comparadas com as dos seus homólogos do BCE (Banco Central Europeu) e da própria União Europeia, hoje