APOSTILA DE ORTOGRAFIA

Profª: Pilar Cordeiro

Normas ortográficas A derivação é a mais simples e mais útil das orientações ortográficas. Uma palavra derivada deve manter a grafia da palavra primitiva. Veja: EX: laranja > laranjeira Análise > analisar AS LETRAS X/ S/ Z REPRESENTAM O SOM DE Z • X com som de Z Geralmente, aparece em palavras iniciadas por e, ou antes, de vogal. EX: exato, exatidão, exemplo, exemplificar, exame, existir, existência, exeqüível, exoterismo. EXCEÇÕES: esôfago e esoterismo • S com som de Z A letra s com som de Z aparece nas seguintes formas: 1. Após ditongos: EX: aplauso, maisena*, náusea, paisagem, pouso (* a palavra Maizena é o nome da marca do amido de milho da Nestlé) 2. Em palavras formadas pelo sufixo esa, oso, osa, Isa ( formadores de adjetivos): EX: princesa, francesa, cheiroso, poetisa. 3. Na conjugação dos verbos pôr e querer: EX: pusesse, quisesse 4. Em palavras que sejam derivadas de radicais com s EX: ausente > ausência Base > baseado Preso > presídio Visão > visível 5. Em verbos formados pelo sufixo isar em que a palavra primitiva tenha S: EX: análise > analisar Paralisia > paralisar > paralisação 6. Em diminutivos com sufixo inho em que a palavra primitiva tenha S: EX: lápis > lapisinho Rosa > rosinha • Palavras escritas com Z podem ocorrer nas seguintes situações: 1. Em nomes formados com os sufixos ez e eza formador de substantivos abstratos: EX: real > realeza Belo > beleza Escasso > escassez 2. Em nomes palavras formadas pelo sufixo izar em que a palavra primitiva NÃO tenha S: EX : útil > utilizar Real > realizar • Ameno > amenizar Agonia > agoniza

EXCEÇÂO: catequese > catequizar 3. Em diminutivos com sufixo Zinho em que a palavra primitiva NÃO tenha S : EX: pé > pezinho Mãe > mãezinha AS LETRAS CC / CÇ / X REPRESENTAM O SOM DE KS Podem ser escritas de diversas formas para representar o som de KS, pois essas palavras possuem origens diversas. • CC com som de KS EX: cóccix, confeccionar, faccioso, friccionar, infeccionar • CÇ com som de KS EX: confecção, convicção, dissecção, facção, ficção, secção, sucção • X com som de KS ( geralmente de origem grega que nos chegou por via latina) EX: anexo, taxi, asfixia, axila, axioma, clímax, conexão, convexo, flexionar intoxicar, léxico, oxidar, paradoxo, prolixo, reflexão, tóxico , sexo, . AS LETRAS C/ Ç / S / SS / SC / XC / X REPRESENTAM O SOM S • C e Ç possuem som de S quando 1) Em palavras de origem africanas e tupi. EX: paçoca, açaí, miçanga, caçula, piracema, Piraçununga , Piracicaba, cacimba, Araci, Juçara,, puçá, voçoroca 2) Geralmente após ditongo EX: beiço, beicinho, louça, precaução, traição, traiçoeiro, calabouço,foice, barbeação, caiçara • Palavras escritas com S acontecem nos seguintes casos: 1) Em substantivos derivados de verbos nder ou ndir. EX: Ascender > ascensão / compreender > compreensão / expandir > expansão 2) Em palavras formadas pelos sufixos ês e ense ( formadores de adjetivo gentílico) EX: francês ,burguês, palmeirense, fluminense, paranaense 3) Na conjugação dos verbos pôr e querer EX: pus e quis • SS possuem som de S quando: Substantivos derivados dos verbos terminados em eder e edir: EX: ceder > cessão / agredir > agressão / proceder >processo / suceder > sucessão/ conceder> concessão/ progredir> progressão / regredir> regressão/ transgredir > transgressão SC, XC possuem som de S quando:

antepasto. normalmente. trouxe.APOSTILA DE ORTOGRAFIA Profª: Pilar Cordeiro Por razões etimológicas ocorrem em determinadas palavras: EX: Acrescentar. seixo 2) Após a sílaba em: EX: enxada. EXCEÇÃO: lajem. tacha ( no sentido de prego ou mancha) AS LETRAS J / G REPRESENTAM O MESMO SOM • J possui som de Ʒ quando: 1) Nas palavras de origem tupi: EX: jequitibá. lobisomem. ervanário.. queixada. nh: EX: chapéu. herbanário. Grafa-se. haste.. numa palavra composta. que tu continue. contra-haste. 2) No prefixo ante ( posição anterior) EX : antebraço. excelência. vertigem. no entanto. jenipapo. desperdício. pelugem. possuis. formas de origem erudita 4) Quando. • A letra e é grafada em : 1) No presente do subjuntivo dos verbos terminados em uar e oar. 3) Após a sílaba ME: EX : mexer. mochila. pajem. pajé. ferrugem. possuímos. ninhada 2) Em interjeições: EX: Ah! Oh! Ih! Hem? Bah! 3) Quando. adolescente. enxame. EX: chuva. AS LETRAS X/ CH REPRESENTAM O MESMO SOM • X possui som de ∫ quando: 1) Geralmente após ditongo: EX: baixo. 5) No prefixo des ( separação. DIFERENÇAS ENTRE LETRAS E/ I Há uma tendência no português falado no Brasil de abaixamento de voz com as vogas E em finais de palavras. haver. possui.atraís Corroer : corrôo. antever. machucar. • CH possui som de ∫ quando: Algumas palavras possuíam PL passaram com a evolução da língua para CH. inábil. habitar 1) Grafa-se H nos dígrafos ch. Perdoar : que eu perdoe. explícito. Isso significa que. enxaqueca. hoje etc.. herbário. enxoval. voragem. mexicano. jerimum. chalé. excêntrico. hediondo. enxergar. plumagem. flecha. pertence a um elemento que está ligado ao anterior por meio de hífen. EX: anti-higiênico. herbívoro. com palavras de origem grega e latina: EX: aproximar. palhaço. sobrehumano. atrai. 2) Com verbo viajar e seus derivados EX: viajo. A LETRA H NÃO REPRESENTA SOM A letra H não representa som e NE pode ser chamada de consoante. reabilitar. passa a interior e o elemento em que figura se aglutina ao precedente. exceção • X possui som de S quando: Por razões etimológicas. auxiliar. feixe. pré-história. gueixa. uir EX: Atrair > atraio. palavras como leite > pronunciamos leiti. enxerido. que tu perdoes . possuis.. 6) O h inicial mantém-se. EX: homenagem. corrói. sintaxe. herói. reaver. lh. herança. herboso. 2) Em palavras derivadas das grafadas com g. mexericar. atrais. apesar da etimologia. a letra h por questões etimológicas: EX: homologar.viajante OBSERVAÇÃO: o substantivo grafa-se = viagem • G possui som de Ʒ quando: 1) Em palavras formadas pelos sufixos agem. ensacar • A letra i é grafada em: 1) Na terceira pessoa do singular do presente do indicativo dos verbos terminados em air. por via de composição. corroemos. quando. desacordo 6) No prefixo em / em ( posição anterior) EX: empobrecer. EX: exigir> exigência / impingir > impingem ( verbo)/ afligir > afligem / atingir > atingem /tingir > tingido.. EXCEÇÃO! Mecha e seus derivados. pechincha.. desarmonia. enxugar. exceto. enxuto. mexerica. ação contrária) EX: desfrutar. corroem Possuir : possuo . mexilhão. e. normalmente. ou caixeiro. archote. imagem. EX: continuar : que eu continue. disciplina. hélice. enxovalhar EXCEÇÃO! Encher e seus derivados e enchova. enxofre. oer. corróis. lambujem. miscelânea. ensurdecer. mexido. EX: biebdomadário. portanto. hesitação. ervaçal. a sua supressão está inteiramente consagrada pelo uso: EX: erva. enxurrada. antediluviano. ervoso (em contraste com herbáceo. salsicha. frouxo. ALGUMAS PALAVRAS QUE CAUSAM DÚVIDAS: EX: hálito. caixa. deixar. em vez de herva. faixa. desumano.possuem . lanugem. corroeis. vijas. texto.hesitar. exaurir. nascente. ugem e igem. máximo. atraímos. queixa.

aquém. HÍFEN EM COMPOSTOS OU EM LOCUÇÕES E ENCADEAMENTOS VOCABULARES 1º) Emprega-se o hífen nas palavras compostas por justaposição que não contêm formas de ligação e cujos elementos. guarda-noturno. EX: imprudente. sem-cerimônia. à queimaroupa). alcaide-mor. TREMA O trema. cor de vinho. negação. Grão-Pará. malmandado). TragaMouros. fim de semana.APOSTILA DE ORTOGRAFIA Profª: Pilar Cordeiro 2) Nos prefixos anti ( oposição) EX: antídoto. privação. Isso significa que. pode não se aglutinar com palavras começadas por consoante. benção. ainda que trissílabo. arco-da-velha.cláudia. mal-afortunado. quer este tenha ou não vida à parte: benfazejo. bem-nascido (cf. malhumorado. movimento para diversos lados). erva-doce. no português falado no Brasil. ao contrário de mal. Quebra. recém e sem EX: além-Atlântico. Quebra-Dentes.Pireneus. iniciados pelos adjetivos grã. aquém-fiar. malcriado). além-fronteiras. sala de jantar. arco-íris. grão ou por forma verbal ou cujos elementos estejam ligados por artigo: EX: Grã-Bretanha. anticoncepcional 3) No prefixo dis ( dificuldade. No entanto. b) Adjetivas: cor de açafrão. pronunciamos bebadu.: Em muitos compostos. adjetival. recémnascido. o advérbio bem. numeral ou verbal. de mais (locução que se . recém-casado. éssueste. ainda que tetrassílabo. rainha. bemfalante bem-mandado (cf. bem-humorado.Costas. turma-piloto. ao deus-dará. não se emprega em geral o hífen. o advérbio bem aparece aglutinado com o segundo elemento. estejam ou não ligadas por preposição ou qualquer outro elemento: EX: abóbora-menina. benquerença. pé-de-meia. mal-estar. bem-soante Obs. discordar 4) Nos prefixos im e in (negação. bemestar. prepositivas ou conjuncionais. ervilha-decheiro. Há um abaixamento de voz com a vogal O em finais de palavras. nós mesmos. cor-de-rosa. constituem uma unidade sintagmática e semântica e mantêm acento próprio. intitular. e não saüdade.de. mais-que perfeito. decreto-lei. é inteiramente suprimido em palavras portuguesas ou aportuguesado. 6º) Nas locuções de qualquer tipo. antifascista. mato-grossense 2º) Emprega-se o hífen nos opônimos compostos. privação.deus. couve-flor. mesmo que haja separação de duas vogais que normalmente formam ditongo: saudade. PassaQuatro. d) Adverbiais: à parte (note-se o substantivo aparte). malditoso). EX: bem-aventurado. tio-avô. Nem sequer se emprega na poesia. ele próprio. inigualável A DIFERENÇA ENTRE AS LETRAS O/ U Da mesma forma que ocorre com a letra E. 5º) Emprega-se o hífen nos compostos com os elementos além. saudar. fava-de-santo-inâcio. quem quer que seja. benfeitor. sinal de diérese. palavras como em: bêbado. arce-bispo. Trinca-Fortes. podendo dar-se o caso de o primeiro elemento estar reduzido: EX ano-luz. à vontade. amorperfeito. bem-me-quer 4º) Emprega-se o hífen nos compostos com os advérbios bem e mal. Abre-Campo. Exemplo de emprego sem hífen as seguintes locuções: a) Substantivas: cão de guarda. bem-criado (cf. de natureza nominal. salvo algumas exceções já consagradas pelo uso (como é o caso de águade-colónia. normalmente. c) Pronominais: cada um. adverbiais. quando estes formam com o elemento que lhes segue uma unidade sintagmática e que começa por vogal ou h. erva-do-chá. cor de café com leite. ou separação. semvergonha. aquém. EX: disfonia. sem-número. médico-cirurgião. sejam elas substantivas. bem-ditoso (cf. 3º) Emprega-se o hífen nas palavras compostas que designam espécies botânicas e zoológicas. ou movimento para dentro). ocorre também com a vogal O. e não saüdar. etc. tenentecoronel. disparar. malnascido) . além-mar. feijãoverde. adjetivas. pronominais.

só se emprega o hífen nos seguintes casos: a) Nas formações em que o segundo elemento começa por h: EX:anti-higiênico. sub-. multi-. neo-. superrevista. pré. o hífen em formações que contêm em geral os prefixos des.: Não se usa. olá. conjunção. autoaprendizagem 3º) Nas formações por sufixação apenas se emprega o hífen nos vocábulos terminados por sufixos de origem tupi-guarani que representam formas adjetivas. até. enquanto a. coeducação. quando o primeiro elemento acaba em vogal acentuada graficamente ou quando a pronúncia exige a distinção gráfica dos dois elementos EX: amoré-guaçu. co-herdeiro. a ligação Angola-Moçambique. Tóquio. debaixo de. pró-africano. expresidente. micro-. auto-observação. já. andá-açu. pan-. inter. Obs.extraescolar. sub-hepático. dominó(s).). infra-axilar. 2º) Não se emprega o hífen: a) Nas formações em que o prefixo ou falso prefixo termina em vogal e o segundo elemento começa por r ou s. sota-piloto. soto-mestre. extrahumano. quando combinados com elementos iniciados por r EX:: hiper-requintado. quando o segundo elemento tem vida à parte (ao contrário do que acontece com as correspondentes formas átonas que se aglutinam com o elemento seguinte) EX: pós-graduação. visto que.e in. Obs. etc.). desumidificar. pré-. pró-.APOSTILA DE ORTOGRAFIA Profª: Pilar Cordeiro contrapõe a de menos. . este se aglutina em geral com o segundo elemento mesmo quando iniciado por o: coobrigação. estás. a ponte RioNiterói.). ex-rei. aero-. capimaçu. circum-. o percurso Lisboa-Coimbra-Porto. 7º) Emprega-se o hífen para ligar duas ou mais palavras que ocasionalmente se combinam. -e ou . f) Conjuncionais: afim de que. maxi-. etc. acima de. contra-almirante. por baixo de. ex-hospedeira. retro-.como açu. avó (s. depois de amanhã. soto-. geo-. logo que. proto. paletó(s. pluri-. icepresidente. Alsácia-Lorena. co-. por cima de. préescolar. formando. hiper-. pan. DA ACENTUAÇÃO GRÁFICA DAS PALAVRAS OXÍTONAS 1º) Acentuam-se com acento agudo: a) As palavras oxítonas terminadas nas vogais tônicas abertas grafadas -a. ultra-. entre-. em cima. ex-diretor.sota-. agro-.e vizo EX: ex-almirante.contra-.Rio de Janeiro. apesar de. guaçu e mirim.pannegritude d) Nas formações com os prefixos hiper-. hidro-.e pan-. circumnavegação. anajá-mirim. eletro-. pan-africano.: Nas formações com o prefixo co-. f) Nas formações com os prefixos tônicos acentuados graficamente pós-. cooperação. à parte de.supra-. pós-tônicos (mas pospor). inter-. sobre-. seguidas ou não de -s: EX: está. antissemita. quanto a. inumano. e bem assim nas combinações históricas ou ocasionais de opônimos (tipo: Austria-Hungria. não propriamente vocábulos.). contrarregra. b) Nas formações em que o prefixo termina em vogal : EX antiaéreo. e) Prepositivas: abaixo de. circum-murado. hio-. cooperar. DO HÍFEN NAS FORMAÇÕES POR PREFIXAÇÃO. RECOMPOSIÇÃO E SUFIXAÇÃO 1º) Nas formações com prefixos (como. a par de. mini-. és.e super-. eletro-ótica. extra-. caso já considerado atrás na alínea a): EX: circum-escolar. m ou n (além de h. quando o segundo elemento começa por vogal. advérbio. por conseguinte. vice. pós-. contra-harmônicos. a fim de.e nas quais o segundo elemento perdeu o h inicial: desumano. mas encadeamentos vocabulares EX:: a divisa Liberdade-Igualdade-Fraternidade. auto-. aeroespacial. ultrahiperbólico. pontapé(s).mágico . c) Nas formações com os prefixos circum. Ceará-Mirim. b) Nas formações em que o prefixo ou pseudoprefixo termina na mesma vogal com que se inicia o segundo elemento EX: anti-ibérico. ao passo que.(com o sentido de estado anterior ou cessamento). super-homem. micro-onda. por isso. é. próeuropeu (mas promover). intra-. macro-. só(s). ex-primeiro-ministro. supra-auricular. por exemplo: ante-. semi-interno. arqui-hipérbole. etc. no entanto. coocupante. circumhospitalar. semi-. arqui-. infra-. e) Nas formações com os prefixos ex. contrassenha. AngolaBrasil. extrarregular. inábil. etc.o. tele-. olé.e pró-. pseudo. super-. contanto que. Assim: EX: antirreligioso. pré-natal (mas prever). cosseno. acerca de. autoestrada. coordenar. anti-. arqui-irmandade. note-se demais. inter-resistente. pré-história.

fôreis 6º) Assinalam-se com acento circunflexo: a) Obrigatoriamente. avanço. ACENTUAÇÃO GRÁFICA DAS PALAVRAS PAROXÍTONAS 1º) As palavras paroxítonas não são em geral acentuadas graficamente: EX: enjoo. pô-la(s) (de por-la(s) ou pôs-la(s)). têxtil (pl. zângão(s). n. Raul. tal como aldeia. angolano. pênsil (pl. ideia. voo. dês (de dar). cônsules). país. português. após a assimilação e perda das consoantes finais grafadas -r. fiéis. alaúde. grave. moinho. etc. ruim. deténs. dúctil (pl. e. b)As palavras paroxítonas que contêm. fazê-la(s) (de fazerla(s)). éu ou ói. l.m. -x e -ps. descreem. ou -x. 2º) As vogais tônicas grafadas i e u das palavras oxítonas e paroxítonas não levam acento agudo quando. côvão(s). dúcteis). no que se distingue da correspondente forma do presente do indicativo (pode). de adail). dócil (pl. podendo estes dois últimos ser seguidos ou não de s: EX: anéis. ficam a terminar nas vogais tônicas fechadas que se grafam -e ou -o. baleia. c) As palavras oxítonas com os ditongos abertos grafados -éi. -r. e. entreténs. seguidas ou não de -s: EX: cortês. abençoo. baú. Esaú. substantivo e flexão de voar. as vogais abertas grafadas a. -n. -eis. e. escrevêsseis (de escrever) . flexão de povoar. papéis 2º) Acentuam-se com acento circunflexo: a) As palavras oxítonas terminadas nas vogais tônicas fechadas que se grafam -e ou -o. lês (de ler). Aboim. na sílaba tônica. avô(s). velho. r e z: EX: bainha. na sílaba tônica. constituem sílaba com a consoante seguinte. EX: amável (pl. batéis. vejo. Coimbra. as vogais fechadas com a grafia a. pôs (de pôr). o e ainda i ou u e que terminam em -ã(s). acórdãos). Estêvão. órgãos) 3º) Não se acentuam graficamente os ditongos representados por ei e oi da sílaba tônica das palavras paroxítonas: EX: assembleia. -ei(s). acento agudo: a) As palavras paroxítonas que apresentam. devêreis (de dever). dê. conforme os casos: EX: creem deem (conj. cânon. o e ainda i ou u e que terminam em -l. b) As palavras paroxítonas que apresentam. como é o caso de nh. robô(s). cadeia 4º) Recebem acento circunflexo: a) As palavras paroxítonas que contêm. 2º) Recebem.-s ou -z: EX:detê-lo(s) (de deter-lo-(s)). algumas das quais se tornam proparoxítonas: EX: cônsul (pl.. -uns ou -us: EX: órfã (pl.). preveem. 7º) Prescinde-se de acento circunflexo nas formas verbais paroxítonas que contêm um e tônico oral fechado em hiato com a terminação -em da 3ª pessoa do plural do presente do indicativo ou do conjuntivo. no entanto. órgão (pl. entretém. paul. -n. mesa. o e que terminam em -ão(s). homem. floresta. Aníbal. e. desdeem (conj. pôde (3ª pessoa do singular do pretérito perfeito do indicativo). detém. órfãs). quando conjugadas com os pronomes clíticos -lo(s) ou -la(s). Luís. dóceis). 8º) Prescinde-se igualmente do acento circunflexo para assinalar a vogal tônica fechada com a grafia o em palavras paroxítonas como: EX enjoo. adail. -i(s) ou -us: EX: bênção(s). repô-la(s) (de reporla(s)). -r. fósseis). boleia. povoo. -um. na sílaba tónica/tônica. têxteis). ACENTUAÇÃO DAS VOGAIS TÔNICAS GRAFADAS I/U DAS PALAVRAS OXÍTONAS E PAROXÍTONAS 1º) As vogais tônicas grafadas i e u das palavras oxítonas e paroxítonas levam acento agudo quando antecedidas de uma vogal com que não formam ditongo e desde de que não constituam sílaba com a eventual consoante seguinte. você(s). réptil (pl.APOSTILA DE ORTOGRAFIA Profª: Pilar Cordeiro b) As palavras oxítonas com mais de uma sílaba terminadas no ditongo nasal (presente do indicativo etc. assim como as respectivas formas do plural. rainha. -i(s). jacuí. etc. leem. acórdão (pl. caís (de cair). as vogais abertas grafadas a. b) As formas verbais oxítonas. Tejo. 3º) Em conformidade com as regras anteriores leva acento agudo a vogal tônica grafada i das . substantivo e flexão de enjoar. pênseis). répteis. as vogais fechadas com a grafia a. compô-la(s) (de compor-la(s)).). aí. -ão(s). voo. amáveis).excetuando o caso de s: EX: adaís (pl. lê. fóssil (pl.) ou -ens: EX: acém. vê-la(s) (de ver-la(s)). o e que terminam em -l. fê-lo(s) (de fez-lo(s)). antecedidas de vogal com que não formam ditongo. na sílaba tônica. atraí (de atrair).

averigue. averiguam. infringir. Obs. apropinquar. nódoa. -uo. averiguas. b) As chamadas proparoxítonas aparentes. possuí-la(s)-ia (de possuir-la(s) -ia). exército. -io. acento agudo as vogais tônicas grafadas i e u quando. b) As chamadas proparoxítonas aparentes. barbárie. serôdio. quando estas se combinam com as formas pronominais clíticas -lo(s). prélio. enciclopédia. -eo. que levam à assimilação e perda daquele -r: EX: atraí-lo(s. conforme o seu timbre é. Mântua. reais ou aparentes. míope. distingue. teiús. lírio. esquálido. 2º) Levam acento circunflexo: a) As palavras proparoxítonas que apresentam na sílaba tônica vogal fechada ou ditongo com a vogal básica fechada: EX: anacreôntico.) e os verbos em -inguir sem prolação do u (distinguir. -ie. náusea. fenômeno . argui.) têm grafias absolutamente regulares (atinjo. enxaguar. brêtema. -ua. tingir. côdea. cheinho (de cheio). neste caso. etc. pauis (pl. argênteo. atingimos. êmbolo. u ou ditongo oral começado por vogal aberta: EX: árabe.. cômodo. teiú. anatômico.: Em conexão com os casos acima referidos. cingir. devêramos (de dever). argua. respectivamente.arguem. apaziguar. apaniguar. 4º) Prescinde-se do acento agudo nas vogais tônicas grafadas i e u das palavras paroxítonas.): EX: álea. ACENTUAÇÃO GRÁFICA DAS PALAVRAS PROPAROXÍTONAS 1º) Levam acento agudo: a) As palavras proparoxítonas que apresentam na sílaba tônica as vogais abertas grafadas a. registre-se que os verbos em -ingir (atingir. Islândia. averigua. sainha (de saia). delinquir e afins. etc. obliquar. distingo. tuiuiús. distinga. etc. e. cauila (var. -ia.: Se. 3º) Levam acento agudo ou acento circunflexo as palavras proparoxítonas. O verbos do tipo de aguar. averiguar. Cleópatra. tais vogais dispensam o acento agudo: cauim. quando elas estão precedidas de ditongo: EX: baiuca. -la(s). e terminam por seqüências vocálicas pós-tônicas praticamente consideradas como ditongos crescentes: EX: amêndoa. instruiu.glória.precedidas de ditongo. por oferecerem dois paradigmas. u ou ditongo oral começado por vogal aberta. cáustico.) atraí-lo(s)-ia (de atrair-lo(s)-ia). desaguar. quando precedidos de vogal: EX: distraiu. de paul). fôssemos. dinâmico. -oa. excêntrico. cujas vogais tônicas grafadas e ou o estão em final de sílaba e são seguidas das consoantes nasais grafadas m ou n. aberto ou fechado nas pronúncias cultas da língua: EX:acadêmico. arguis. . atinja. argua. porém. e que terminam por seqüências vocálicas pós-tônicas praticamente consideradas como ditongos crescentes (-ea. hidráulico. distinguimos. mágoa. possuí-la(s) (de possuir-la(s)). cauira). etéreo. cênico. o e ainda i. cânfora. arguas. a consoante final for diferente de s. ou têm as formas rizotônicas igualmente acentuadas no u mas sem marca gráfica (a exemplo de averiguo.APOSTILA DE ORTOGRAFIA Profª: Pilar Cordeiro formas oxítonas terminadas em r dos verbos em -air e -uir. boiuno. constringir. pertencem a palavras oxítonas e estão em posição final ou seguidas de s: EX:Piauí. tuiuiú. série. e. atinge. isto é. 7º) Os verbos aguir e redarguir prescindem do acento agudo na vogal tônica grafada u nas formas rizotônicas: EX:arguo. 6º) Prescinde-se do acento agudo nos ditongos tônicos grafados iu e ui. líquido. o e ainda i. níveo.cômputo. arguam. que apresentam na sílaba tônica as vogais abertas grafadas a. extinguir. Obs. isto é. 5º) Levam. que apresentam vogais fechadas na sílaba tônica.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful