Você está na página 1de 15

INSTITUTO INDUSTRIAL E COMERCIAL E JOAQUIM MARRA

DEPARTAMENTO DE ESTAGIO E INSERÇÃO LABORAL


CERTIFICADO VOCACIONAL DE NÍVEL IV EM
CONTABILIDADE

LEVAR A CABO UMA EXPERIENCIA DE TRABALHO

RELATÓRIO DE EXPERIENCIA DE TRABALHO (ESTÁGIO)

Chimoio, Julho de 2022

RELATÓRIO DE EXPERIENCIA DE TRABALHO (ESTÁGIO)


Relatório de Experiencia de Trabalho (Estágio),
realizado na empresa CCF (Consultório Contábil e
Fiscal), a ser apresentado ao Instituto Industrial e
Comercial Joaquim Marra, como requisito para a
obtenção do Certificado Vocacional de Nível IV em
Contabilidade.

Nome da Formanda: Bento Zacarias Bento


Ass:______________________________

Turma:CV4-C1

Orientador Interno Orientador Externo


Manuel Muchina

Chimoio, Julho de 2022

Índice
CAPITULO I- INTRODUÇÃO..............................................................................................0

1.1. Contextualização..............................................................................................................0

1.2 Motivação..........................................................................................................................0

1.3. Expectativas.....................................................................................................................0

1.4. Objectivos........................................................................................................................1

1.4.1. Objectivo Geral.............................................................................................................1


1.4.2 Objectivos específicos...............................................................................................1

1.5 Metodologia..................................................................................................................1

2.1. A Consultoria Conta Ágil..........................................................................................3

2.3.2 Missão........................................................................................................................3

2.3.3 Valores...........................................................................................................................4

3.1 Actividades realizadas.......................................................................................................5

3.2 Balancetes de verificação ou retificado............................................................................5

3.4 Lançamento de apuramento de resultado..........................................................................6

3.5 Razão esquemáticas das contas contidas no lançamento..................................................6

3.6 Mapa de demostração de resultado...................................................................................7

3.7 Balancete final das contas e demonstração de resultados.................................................8

3.8 Balanço..............................................................................................................................9

CAPITULO IV CONCLUSÃO............................................................................................10

4.Conclusão...........................................................................................................................10

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS..................................................................................12

CAPITULO I- INTRODUÇÃO
1.1. Contextualização
Este relatório trata-se sobre as actividades realizadas em todos Sector de contabilidade da
Consultoria Conta Ágil (CCA) que resulta do estágio do Final do curso de contabilidade no
instituto industrial e comercial Joaquim Marra em Chimoio.

Para, este trabalho ser uma realidade do trabalho prático resulta de experiências vividas ao
longo do estágio. Os autores estão devidamente citados no fim deste modesto relatório. De
referir que o estágio teve lugar na consultoria conta ágil (CCA).

No âmbito do curso de técnicos contabilistas médio do Instituto Industrial e Comercial


Joaquim Marra foi realizado um estágio na empresa “CCA– Consultório Conta Agil.”, com
doação de 3 meses do ano corrente. O objectivo principal deste estágio era permitir um
primeiro contacto com a realidade profissional e, de certo modo, possibilitar a aplicação de
alguns conhecimentos académicos nas práticas contabilísticas do dia-a-dia.

1.2 Motivação
O Formando optou pela realização do estágio pré-profissional pois pretendia contactar com
a realidade diária da profissão contabilística e com as tarefas que estão inerentes a
profissão. A colocação em prática de tudo o que absorveu ao longo do curso, bem como a
confrontação com novos problemas e desafios associados à contabilidade e à fiscalidade
foram outros fatores motivacionais importantes para a estudante.

1.3. Expectativas
Antes de iniciar o estágio, a estudante realizou uma reflexão, onde questionava-se “Que
técnico contabilista pretendia ser?”, “Que dificuldades iriam ocorrer?”, “Se Conseguiria
superar todas as dificuldades?”. Após esta reflexão, pensou que a resposta era simples. Queria
ser uma contabilista que exerce a função sem o conhecimento do uso de Software
contabilístico, que efetua registos contabilísticos em papéis, sem acompanhar o avanço da
Informática na contabilidade.
Quando finalizou o estágio, refletiu novamente e agora afirma que este é o modelo de
contabilista que procurava ser, mas não é tão simples como pensava. Para se ser uma
excelente profissional contabilista.
É necessária experiência, vontade de aprender, capacidade de reflexão e empenhamento
total. Foi graças a essa vontade e esse empenho que a estudante foi capaz de superar todas
as adversidades e todos os problemas.

1.4. Objectivos
1.4.1. Objectivo Geral
 Superar as dificuldades encontrada ao longo do estágio como um técnico
contabilístico, e também adquirir conhecimentos vistos no ambiente do trabalho
previsto com actividades realizado.

1.4.2 Objectivos específicos


 Evidenciar a necessidade de crescimento da organização;
 Identificar problemas e desafios futuros;

 Adquirir experiência em um âmbito profissional;


 Busca por novos conhecimentos no mundo digital;
 Aperfeiçoar as técnicas para a manutenção e reparação de computadores.
1.5 Metodologia
De acordo com Demo (1987), a metodologia é uma preocupação instrumental, que trata do
caminho para a ciência, tratar a realidade teórica e prática e centra-se, geralmente, no esforço
de transmitir uma iniciação aos procedimentos lógicos voltados para questões da
causalidade, dos princípios formais da identidade, da dedução e da indução, da
objectividade.

A metodologia usada neste relatório, trata-se da metodologia de ensino com abordagem


qualitativa descritiva e quanto ao procedimento de dados por parte dos colegas.

Uma metodologia de ensino nada mais é que o direcionamento para a realização de algum
objectivo, alcançando a “linha de chegada”. Em outras palavras, a metodologia de ensino
compreende todas as ferramentas que os educadores utilizam para transmitir os seus
conhecimentos aos alunos. Cada professor utiliza um método para tal, em busca da melhor
forma de motivar os jovens, direcionando-os ao aprendizado.

O trabalho em causa foi elaborado com base em um plano inicial, isto é, determinação da
origem, preparação do relatório e do programa do seu desenvolvimento. Através de coleta,
informação e armazenamento do material necessário ao desenvolvimento do relatório.
CAPITULO II- CARACTERIZAÇÃO DO LOCAL DE ESTAGIO
2.1. A Consultoria Conta Ágil.
A consultoria conta ágil e uma empresa em nome individual (E.I) vocacional na prestação de
serviço de contabilidade auditoria e fiscalidade.

Teve o seu início da actividades no dia 1 de Julho de 2019 na cidade de Chimoio, no bairro
Tambara 2. Tem um diretor, uma secretaria e uma contabilista.

E representada pelo proprietário Dr. José Lámarque, membro da ordem dos contabilistas e
auditores de Moçambique.

O estágio decorreu na consultoria conta ágil (CCA) de Chimoio. O estágio durou 3 meses e o
ambiente durante o trabalho foi aceitável e serviu para aumentar e enriquecer o
conhecimento que já possuía no período estudantil, e ajudou a perceber um pouco a
funcionalidade de todos os sectores, visto que trata se da contabilidade, isto é, a
contabilidade vem, para melhorar o desempenho no trabalho.

2.2. Área de Acção e actividades e/ou produtos/serviços desenvolvidos


A CCA tem como actividades principal a prestação de serviço na área de contabilidade,
assessoria contabilístico e de Recursos Humanos.
2.3. Visão, Missão e Valores
2.3.1. Visão
Segundo Oliveira (2005), a visão pode ser representada por um cenário ou horizonte desejado
pela empresa.

A visão da consultoria conta (CCA). Ser referência na qualificação profissional pelo sector
produtivos, como parceiro fundamental a sua competitividade.

2.3.2 Missão
A missão pode ser definida em uma declaração formal e escrita, o chamado credo da
organização, para que funcione como um lembrete periódico a fim de que os funcionários
saibam para onde e como conduzir o negócio/ empresa.

A missão da Consultoria (CCA)


Criar soluções inovadoras para a satisfação dos clientes . Qualificar operários e técnicos em
alinhamento com as demandas do sector produtivo, competitivo e com valores profissionais
altos. Pessoas que sabem fazer com responsabilidade.

2.3.3 Valores
 Compromisso com o cliente respeita pelo Mercado, espírito de equipa, ricos,
intercidade, transparência e lealdade

Organograma

Diretor

Administração
finanças Contabilidade
CAPITULO III ATIVIDADE DESENVOLVIDA

No presente capítulo, como o título já diz, descreve as actividades realizadas ao longo de três
meses de experiência no estágio pré-profissional, de acordo com um plano de estágio
apresentado pelo Instituto.
3.1 Actividades realizadas
Após o período de integração seguiu-se o período de estágio propriamento dito, onde o
estagiário participou no Trabalho de fim de Exercício de Contabilidade. Neste trabalho o
estagiário teve uma experiência profissionalizante na análise e interpretação de Balancetes.

Deste modo as actividades desenvolvidas durante o período são descritas abaixo:

Balancetes de verificação ou retificado


Lançamento de apuramento de resultado.
Razão esquemáticas das contas contidas no lançamento;
Mapa de demostração de resultado
Balancete final das contas e demonstração de resultados.
Balanço;
3.2 Balancetes de verificação ou retificado
Balancetes de verificação ou retificado é um demostrativo contabilístico que reúne todas as
contas em movimento na empresa e os seus respetivo saldo (saldos de debito ou saldo
devedor e saldos de credito ou saldos credores)
SALDOS
DATA OPERACOES DEVEDOR CREDOR
1 11 Caixa 126.694.58
2 12 Banco 12.711.514,64
3 22 Mercadorias 13.892.767.68
4 32 Activo tangíveis 34.447,004,10
5 38 Amortização 2.943.903,30
6 41 Clientes 5.188.433,50
7 42 Fornecedor 456.860,00
8 43 Empréstimo obtido 28.000.000,0
9 44 Estado 1.204.270,77 107.742,22
10 45 outros devedores 6.308.208,92
11 46 outros credores 43.309.124,57
12 51 Capital 20,0000,00
13 58 O.V.C.P 547,758,07
14 59 R. transitados 2,777,293,75
15 61 Inventario 54,231,351,29
16 62 Gasto com pessoal 3,876,065,11
17 63 F.S.T 9,445,452,49
18 65 A. Período 1,780,677,80
19 68 O.G.P.O 6,028,491,26
20 69 G.P.F 1,863,759,88
21 71 venda 76,288,246,75
22 72 Prestacao de serviço 11,667,139,00
23 76 O.R.G.O 129,202,29
24 78 R.G.F 12,009,57
Total 163,481,985,80 163,481,985,80

3.4 Lançamento de apuramento de resultado

Demostração ou apuramento de exercício é uma demostração contabilística que cruza receita,


custo e resultado com o objectivo de determinar o resultado liquido em um período de tempo.
3.5 Razão esquemáticas das contas contidas no lançamento

O razão esquemático faz-se da seguinte maneira: razonete do lado esquerdo do razonete são
lançados os debito ( saldos devedores) e no lado direito são lançados os credito ( credores),
ficando o nome da conta na parte de cima do T.
D 81 R Operacional C 82 resultado Financeiros

 88,084,588,0
85,362,037,95 4 1,463,759,88  12,009,57

Sc:2,722,550,0  SD:1,451,750,3
9 1

 88,084,588,0
88,084,588,04 4 1,463,759,88  1,463,759,88

D 83
resultado Corrente C 88 resultado Liquido
 1,451,750,31  2,722,550,09  406,655,93  1,270,799,78
Sc:
1,270,799,78 Sc:864,143,85
2,722,550,09  2,722,550,09
1,270,799,78  1,270,799,78

D 85 imposto rendimento C D 44 estado C


 Sc: 406,655,93  406,655,93
406,655,93  406,655,93

406,655,93  406,655,93 406,655,93  406,655,93

3.6 Mapa de demostração de resultado


A Demonstração de Resultados é um documento contabilístico que fornece um resumo
financeiro dos resultados das operações financeiras da empresa durante um determinado
período específico, o qual pretende retratar os proveitos e custos desse mesmo período de
exercício.

código OPERACOES valor

71 e 72 Venda de bens e serviços 87,955,385,75


61 Inventario (54 231 351,29)
Resultado bruto 33,724,034,46
62 Gasto com pessoal (3,876,065,11)
63 F.S.T (9,445,452,49)
65 A. Período (1,780,677,80)
68 O.G.P.O (6,028,491,26)
76 O.G.P.O 129,202,29
Resultado operacional 2,722,550,09
69 G.P.F 1,863,759,88
78 R.G.F 12,009,57
R.A.I 1,270,799,76
85 Imposto sobre rendimento (406,655,93)
88 Resultado liquido do período 864,143,85
3.7 Balancete final das contas e demonstração de resultados

O balancete final contempla apenas as contas ´patrimonial da empresa nele, as contas de


resultados são apagadas por conta de apuramento de resultado foram positivo ou negativo
também são descrito os seguintes dados das contas patrimonial.

SALDOS
DATA OPERACOES DEBITO CREDITO DEVEDOR CREDOR
1 11 Caixa 126.694.58 126.694.58
2 12 Banco 12.711.514,64 12.711.514,64
3 22 Mercadorias 13.892.767.68 13.892.767.68
4 32 Activo tangíveis 34.447,004,10 34.447,004,10
5 38 Amortização 2.943.903,30 2.943.903,30
6 41 Clientes 5.188.433,50 5.188.433,50
7 42 Fornecedor 456.860,00 456.860,00
8 43 Empréstimo obtido 28.000.000,0 28.000.000,0
9 44 Estado 1.204.270,77 514,398,15 406,655,93
10 45 outros devedores 6.308.208,92 6.308.208,92
11 46 outros credores 43.309.124,57 43.309.124,57
12 51 Capital 20,0000,00 20,0000,00
13 58 O.V.C.P 547,758,07 547,758,07
14 59 R. transitados 2,777,293,75 2,777,293,75
15 61 Inventario 54,231,351,29 54,231,351,29
16 62 Gasto com pessoal 3,876,065,11 3,876,065,11
17 63 F.S.T 9,445,452,49 9,445,452,49
18 65 A. Período 1,780,677,80 1,780,677,80
19 68 O.G.P.O 6,028,491,26 6,028,491,26
20 69 G.P.F 1,863,759,88 1,863,759,88
21 71 venda 76,288,246,75 76,288,246,75
22 72 Prestacao de serviço 11,667,139,00 11,667,139,00
23 76 O.R.G.O 129,202,29 129,202,29
24 78 R.G.F 12,009,57 12,009,57
25 81 R.O 2,722,550,09 2,722,550,09
28 82.R.F 1,451,750,31 1,451,750,31
29 83.R.C 1,270,799,78 1,270,799,78
30 85 I.R 406,655,93 406,655,93
31 88. R.L.P 864,143,85 864,143,85
TOTAL 257,430,339,49 257,430,339,49 76,141,789,79 76,141,789,79
3.8 Balanço

É uma demostração contabilística que tem finalidade apresentar a posição contabilístico


financeira e económica de uma entidade em determinada data, representando uma posição
estática.
Activo Valor Passivo Valor

11 Caixa 126.694.58 42 Fornecedor 456.860,00


12 Banco 12.711.514,64 43 Empréstimo obtido 28.000.000,0
22 Mercadorias 13.892.767.68 44 Estado 514,398,15
32 Activo tangíveis 34.447,004,10 46 outros credores 43.309.124,57
38 Amortização 2.943.903,30
41 Clientes 5.188.433,50 51 Capital 20,0000,00

45 outros devedores 6.308.208,92 58 O.V.C.P 547,758,07

44 Estado 1.204.270,77 59 R. transitados 547,758,07


88. R.L.P 864,143,85
Total 70,934,990,89 Total 70,934,990,89

CAPITULO IV CONCLUSÃO

4.Conclusão

O presente relatório apresenta as actividades realizadas pela estagiária ao longo do estágio


pré-profissional na entidade acolhedora, CCA-Consultório Conta Ágil, Lda. O estágio
realizado na CCA foi muito gratificante, na medida em que, representou o primeiro contacto
da estagiária com o mundo empresarial. Através deste estágio pré-profissional a estudante
teve a oportunidade de adquirir e aprofundar conhecimentos nas áreas da contabilidade, da
fiscalidade e do controlo interno, bem como desenvolver hábitos e práticas profissionais. O
estágio representou uma experiência profissional onde foram colocados à prova os
conhecimentos adquiridos e onde a estagiária percebeu que as coisas nem sempre são tão
lineares como os problemas que surgem nas aulas.

5.Recomendeacão

Recomendo que no decorrer das actividades ocorreu as necessidades de falta de auxilio de


terceiros no momento exato, o que se destaca como um ponto negativo alem de insuficiência
de recursos necessários para a realização das tarefas no momento exato.
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
BERNARD, D. (2000). Gerir a sua Equipa Dia a Dia. Lisboa: Bertrand Editora.

BRUNI, Adriano Leal. (2011). A Análise Contábil e Financeira. São Paulo: Atlas.

CARVALHO, J. (2009). Gestão de Empresas – Princípios Fundamentais. Lisboa: Edições


Sílabo.

CORREIA, Luísa Anacoreta (1999 a), Instrumentos Financeiros Derivados: Enquadramento


Contabilístico e Fiscal, Dissertação de Mestrado, Porto, Universidade do Porto, Fevereiro;
COSME, C. P. Mónica Galindo; RODRÍGUEZ, C. P. Jesús F. HERNÁNDEZ. (2017 ).
ESTUDIO PRACTICO DE LA CONTABILIDAD ELECTRONICA (em inglês). [S.l.]:
Ediciones Fiscales ISEF. ISBN 9786074069259

Você também pode gostar