Você está na página 1de 116

PLANEJAMENTO INTEGRADO

ENSINO FUNDAMENTAL
(ANOS INICIAIS) - 2020
Escola de Educação Básica Paulo Bauer
Rua Indaial, 1743 Bairro São João - Itajaí SC
Fone: (47) 3398-6134 - mail:eebpaulobauer@sed.sc.gov.br
CNPJ.:  83738252/0001-40
Diretora: Maria Aparecida Pereira da Silva.
Assessora de Direção: Daisy Braga
Supervisora: Janine Kalkmann Caldeira
Orientadora: Regina Helena Silva Goulart

1
FILOSOFIA
A Escola de Educação Básica Paulo Bauer, oferecerá condições a comunidade escolar, de acesso ao saber historicamente construindo, desenvolvendo sua consciência
crítica e estimulando a sua criatividade para a transformação do seu contexto social.

OBJETIVO GERAL
Integrar os conceitos de cada componente curricular e em todas as ..s de ensino, construindo o conhecimento significativo, durante todo o percurso formativo do aluno.
Trabalhando a formação integral, considerando suas experiências, promovendo a autonomia e o protagonismo.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS
*Aproveitar a vivência do aluno considerando todas as experiências de maneira a construir um saber real, para que aconteça sua transformação;

*Delinear e fortalecer uma ação comum, de maneira democrática, diante da escolha coletiva de uma concepção filosófica e metodológica;

*Organizar a prática escolar, buscando uma fundamentação para toda ação administrativa e pedagógica;

*Integrar os conceitos de cada componente curricular e em todas as ..s de ensino, construindo o conhecimento significativo;

*Trabalhar a formação integral, promovendo a autonomia e o protagonismo.

O sociointeracionismo é uma teoria de aprendizagem com o foco na interação. Segundo ela, a aprendizagem acontece em contextos históricos, sociais e culturais. Assim,
o conhecimento real da criança é o ponto de partida para o conhecimento de seu potencial.

Abordagem vigotskyana, é conhecida como abordagem histórico-cultural do desenvolvimento humano. Esta vincula o desenvolvimento humano ao contexto cultural no
qual o indivíduo se insere e à influência que o ambiente exerce sobre a formação psicológica do homem.

"O desenvolvimento cognitivo das crianças é consideravelmente favorecido pelas interações sociais". (Vigotsky)

Consciência crítica é a atitude, conduta, comportamento, que tomamos de reflexionar a realidade à nossa volta. É o nível de consciência que temos dos fatos, eventos e
objetos à nossa volta.

Logo, o processo de conscientização é tão mais desenvolvido quanto mais conseguirmos penetrar na essência dos fenômenos materiais, mas esta posição de
desvelamento da realidade precisa ser permanente. Precisamos estar sempre explorando as situações limite, de modo a alcançarmos o inédito viável.

“Atenção para as situações limites, quando a percebemos como a fronteira entre ser e não ser, começamos a atuar de maneira mais e mais crítica para alcançar o,
possível não experimentado contido nesta percepção.”   (Freire)

2
CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO
ATITUDES COMPORTAMENTAIS (O Ser do aluno):
_ Pontualidade e Assiduidade;
_ Interesse pelas atividades propostas;
_ Interesse na procura de aprofundar os conhecimentos;
_ Relacionamento interpessoal;
_. Manifesta um comportamento adequado ao espaço da sala de aula e outros;
_. Revela preocupação com a higiene, segurança e conservação do material no espaço
escolar; LEGENDA PARA AS AVALIAÇÕES DESCRITIVAS:
_. Coopera com a Escola e está disponível para participar nas suas atividades.
_. Coopera com os outros, respeitando-os;
I – INSATISFATÓRIO = 4,0/3,5
PARTICIPAÇÃO/EMPENHO (O fazer do aluno): R – REGULAR = 5,0/4,5
_. Participa e intervêm positivamente nas atividades de sala de aula; M – MELHORAR = 6,0/5,5
_. Manifesta conhecimento dos conteúdos; B – BOM = 7,0/6,5
_. Expõe as suas dúvidas;
MB – MUITO BOM =8,0/7,5
DIMENSÃO COGNITIVA (O saber do aluno): O – ÓTIMO = 9,0/8,5
_ Capacidade de investigação, criatividade e questionamentos; P – PARABÉNS = 9,5/10,0
_ Leitura e interpretação;
_ Uso adequado da ortografia;
_ Expressão oral e escrita; FICHA AVALIATIVA:
_ Aplicação dos conhecimentos em novas situações;
_. Usa a linguagem específica da disciplina; I – Iniciar (noções de conceitos)
_. Resolve exercícios e/ou problemas na aula;
_. Revela organização do trabalho de aula e/ou de casa;
R – Retomar
_. Realiza os trabalhos de casa; TS – Trabalhar sistematicamente
_. Participa nas visitas de estudo; C – Consolidar
_. Participa noutras atividades promovidas pela Escola;
_ Expressa-se através de corpo, do movimento e da coordenação.
_. Apresenta habilidades desportivas;
_. Operacionaliza, problematiza apresentando raciocínio lógico;
_ Capacidade de síntese e crítica da realidade;
_ Apropria-se do conhecimento elaborando conceitos próprios.

3
JUSTIFICATIVA

Todos os componentes curriculares (disciplinas), oferecerão uma vasta proposta articulada aos temas multidisciplinares escolhidos pelo grupo de profissionais. Durante o
ano letivo serão trabalhados diferentes contextos sobre os temas para que os alunos possam incluir em sua aprendizagem, diferentes conceitos e produzir argumentos
fundamentando seus conceitos próprios. O desenvolvimento de temas e projetos trimestrais, buscarão proporcionar aos alunos uma forma prazerosa e contextualizada
na apropriação dos conhecimentos específicos de cada área.

AVALIAÇÃO

A avaliação é parte integrante do processo ensino-aprendizagem, a mesma assume um caráter formativo, contínuo e carregado de intencionalidade. Através de
instrumentos avaliativos, o professor consegue entre vários aspectos verificar o desempenho dos alunos, domínio e desenvolvimento. Servirá como instrumento de
diagnóstico no processo ensino-aprendizagem, oferecendo elementos para revisão e retomada dos encaminhamentos metodológicos favorecendo todos os envolvidos
esse processo.

RECUPERAÇÃO DE ESTUDOS

A recuperação de estudos será oferecida sempre que for diagnosticada, no aluno, insuficiência no rendimento durante todo processo regular de apropriação do
conhecimento/conteúdo. O resultado obtido na avaliação, após estudos de recuperação, em que o aluno demonstre ter superado as dificuldades, substituirá o anterior,
quando maior, referente aos mesmos objetivos. Além das atividades regulares, as atividades de recuperação de estudos, e os seus resultados bem como a frequência dos
alunos deverão ser registrados no diário. A recuperação paralela será oferecida a todos os alunos.

1ºTRIMESTRE (06/02/2020 ATÉ 15/05/2020) - 1ºTRIMESTRE (06/02/2020 ATÉ 15/06/2020) – PORTARIA Nº 924 - 23/04/2020
2ºTRIMESTRE (18/05/2020 ATÉ 04/09/2020)
3ºTRIMESTRE (08/09/2020 ATÉ 17/12/2020)

4
SUMÁRIO DOS PLANEJAMENTOS POR ANOS E SEUS COMPONENTES CURRICULARES:

3º ANO (ALFABETIZAÇÃO) .............................................................................................................................................................................. 07

1.0 LINGUAGENS
1.2 LÍNGUA PORTUGUESA .................................................................................................................................................. 08
1.3 ARTE ............................................................................................................................................................................ 18
1.4 EDUCAÇÃO FÍSICA ........................................................................................................................................................ 19

2.0 MATEMÁTICA
2.1 MATEMÁTICA............................................................................................................................................................... 21

3.0 CIÊNCIAS DA NATUREZA


3.1CIÊNCIAS ....................................................................................................................................................................... 28

4.0 CIÊNCIAS HUMANAS


4.1 HISTÓRIA .................................................................................................................................................................. 36
4.2 GEOGRAFIA................................................................................................................................................................ 39

5.0 ENSINO RELIGIOSO


5.1 ENSINO RELIGIOSO ..................................................................................................................................................... 42

4º ANO ......................................................................................................................................................................................................... 44

LINGUAGENS
LÍNGUA PORTUGUESA .................................................................................................................................................. 45
ARTE ............................................................................................................................................................................ 53
EDUCAÇÃO FÍSICA ........................................................................................................................................................ 60

MATEMÁTICA
MATEMÁTICA............................................................................................................................................................... 64

5
CIÊNCIAS DA NATUREZA
CIÊNCIAS ....................................................................................................................................................................... 69

CIÊNCIAS HUMANAS
HISTÓRIA ......................................................................................................................................................................... 72
GEOGRAFIA....................................................................................................................................................................... 76

ENSINO RELIGIOSO
ENSINO RELIGIOSO ........................................................................................................................................................... 79

5º ANO ......................................................................................................................................................................................................... 81

LINGUAGENS
LÍNGUA PORTUGUESA .................................................................................................................................................. 82
ARTE ............................................................................................................................................................................. 90
EDUCAÇÃO FÍSICA ......................................................................................................................................................... 91

MATEMÁTICA
MATEMÁTICA................................................................................................................................................................ 96

CIÊNCIAS DA NATUREZA
CIÊNCIAS ..................................................................................................................................................................... 101

CIÊNCIAS HUMANAS
HISTÓRIA ....................................................................................................................................................................... 104
GEOGRAFIA.................................................................................................................................................................... 107

ENSINO RELIGIOSO
ENSINO RELIGIOSO ........................................................................................................................................................ 111

5.0 REFERÊNCIAS .................................................................................................................................................................................... 113

6
ANOS INICIAIS
3º ANO (ALFABETIZAÇÃO)

7
ÁREA DO CONHECIMENTO: LINGUAGENS
COMPONENTE CURRICULAR DE ALFABETIZAÇÃO – LÍNGUA PORTUGUESA
PROFESSOR (A): MÁRCIA FERNANDES - 3º ANO
UNIDADES OBJETO DO OBJETO DO CONHECIMENTO COMPETÊNCIAS
TEMÁTICAS CONHECIMENTO GERAL ESPECÍFICO BNCC/HABILIDADES
(EIXOS) (Conteúdos/Conceitos) (Conteúdos/Conceitos) (Objetivos de Aprendizagem)
Decodificação/ • Gêneros textuais: elemento, Ler e compreender, silenciosamente e,
Leitura Fluência de estrutura, suporte e função social. em seguida, em voz alta, com
Leitura. • Leitura, informações implícitas e autonomia e fluência, textos curtos com
explícitas. nível de textualidade adequado.
• Exposição de ideias e argumentação.
Escuta • Relações entre textos.
(Compartilhada
E autônoma)

Gêneros textuais: elemento, estrutura, (EF35LP02). Selecionar livros da


Formação de leitor suporte e função social. biblioteca e/ou do cantinho de leitura da
• Leitura textual, temática e sala de aula e/ou disponíveis em meios
interpretativa. digitais para leitura individual,
• Exposição ideias e argumentação. justificando a escolha e compartilhando
• Intertextualidade Com os colegas sua opinião, após a
leitura.

Gêneros textuais: elemento, estrutura, (EF35LP03). Identificar a ideia central


Compreensão suporte e função social. do texto, demonstrando compreensão
• Leitura textual, temática e global.
interpretativa.
• Exposição ideias e argumentação.
• Intertextualidade.
Gêneros textuais: elemento, estrutura, (EF35LP04) Inferir informações
Estratégia de suporte e função social. implícitas nos textos lidos.
Leitura • Leitura textual, temática e
interpretativa.
8
• Informações implícitas e explícitas.
• Inferências.
• Gêneros textuais: elemento, (EF35LP05). Inferir o sentido de
Estratégia de estrutura, suporte e função social. palavras ou expressões desconhecidas
Leitura • Leitura textual, temática e em textos, com base no contexto da
interpretativa. frase ou do texto.
• Informações implícitas e explícitas.
• Polissemia, conotação e denotação.
• Sinônimos e antônimos.
• Gêneros textuais: elemento, (EF35LP06). Recuperar relações entre
estrutura, suporte e função social. partes de um texto, identificando
• Leitura textual, temática e substituições lexicais (de substantivos
interpretativa. por sinônimos) ou pronominais (uso de
• Informações implícitas e explícitas. pronomes anafóricos– pessoais,
• Classes de palavras: substantivos e possessivos, demonstrativos) que
pronomes e respectivas funções. contribuem para a continuidade do
• Parágrafo e frase. texto.

(EF35LP07) Utilizar, ao produzir um


Construção do sistema Gêneros textuais: elemento, estrutura, texto, conhecimentos linguísticos e
Produção de alfabético/ Convenções da suporte e função social. gramaticais, tais como ortografia, regras
textos escrita • Leitura textual, temática e básicas de concordância nominal e
interpretativa. verbal, pontuação (ponto final, ponto de
• Informações implícitas e explícitas. exclamação, ponto de interrogação,
(Escrita
compartilhada e vírgulas em enumerações) e pontuação
autônoma) do discurso direto, quando for o caso.

• Signos e letras em textos verbais e (EF03LP02) Ler e escrever


não verbais (multimodais). corretamente palavras com sílabas CV,
V, CVC, CCV, VC, VV, CVV,
identificando que existem vogais em
todas as sílabas
• Pontuação. (EF03LP04). Usar acento gráfico
• Grafia de palavras. (agudo ou circunflexo) em
• Normas gramaticais e ortográficas. monossílabos tônicos terminados em a,
• Linguagem formal. e, o e em palavras oxítonas terminadas
9
em a, e, o, seguidas ou não de s.
(EF03LP07). Identificar a função na
leitura e usar na escrita ponto final,
ponto de interrogação, ponto de
exclamação e, em diálogos (discurso
direto), dois-pontos e travessão.

Gêneros textuais: elemento, estrutura,


suporte e função social. (EF35LP08). Utilizar, ao produzir um
Construção do sistema • Leitura textual, temática e texto, recursos de referenciação (por
alfabético/ interpretativa. substituição lexical ou por pronomes
Estabelecimento de • Informações implícitas e explícitas. pessoais, possessivos e
relações anafóricas na • Signos e letras em textos verbais e demonstrativos), vocabulário
referenciação e construção não verbais (multimodais). Apropriado ao gênero, recursos de
da coesão • Classes de palavras (pronomes e coesão pronominal (pronomes
adjetivos e respectivas funções). anafóricos) e articuladores de relações
• Pontuação. de sentido (tempo, causa, oposição,
• Grafia das palavras. conclusão, comparação), com nível
• Normas gramaticais e ortográficas. suficiente de informatividade.
• Linguagem formal.
• Coerência e coesão.
• Vocabulário.

Planejamento de texto Gêneros textuais: elemento, estrutura, (EF35LP09) Organizar o texto em


suporte e função social. unidades de sentido, dividindo-o em
Progressão temática e • Leitura textual, temática e parágrafos segundo as normas gráficas
paragrafação. interpretativa. e de acordo com as características do
Pontuação. • Fatores textuais unidade, gênero textual.
organização, coesão, coerência,
objetividade.

• Ortografia.
• Textualidade e as marcas
linguísticas.

10
Forma de composição de Gêneros textuais: elemento, estrutura, (EF35LP10). Identificar gêneros do
Oralidade gêneros orais; suporte e função social. discurso oral, utilizados em diferentes
• Leitura textual, temática e situações e contextos comunicativos, e
interpretativa. suas características linguístico-
• Discurso oral. expressivas e composicionais
• Texto e contexto. (conversação espontânea, conversação
• Entonação, cadência, ritmo. telefônica, entrevistas pessoais,
• Recursos discursivos objetivos, entrevistas no rádio ou na TV, debate,
organização, coerência e unidade. noticiário de rádio e TV, narração de
• Exposição de ideias e argumentação. Jogos esportivos no rádio e TV, aula,
• Variações da língua (culta, informal, debate etc.).
regional etc.).
(EF15LP11). Reconhecer
características da conversação
espontânea presencial, respeitando os
turnos de fala, selecionando e
utilizando, durante a conversação,
formas de tratamento adequadas, de
acordo com a situação e a posição do
interlocutor.

(EF15LP19). Recontar oralmente, com


Contagem de histórias e sem apoio de imagem, textos literários
lidos pelo professor.

(EF15LP10). Escutar, com atenção,


falas de professores e colegas,
formulando perguntas pertinentes ao
tema e solicitando esclarecimentos
sempre que necessário.

Gêneros textuais: elemento, estrutura, (EF35LP11). Ouvir gravações, canções,


Variação linguística suporte e função social. textos
• Leitura textual, temática e Falados em diferentes variedades
interpretativa. • Discurso oral. linguísticas, identificando características
• Texto e contexto. regionais, urbanas e rurais da fala e
11
• Entonação, cadência, ritmo. respeitando as diversas variedades
• Recursos discursivos objetivos, linguísticas como características do uso
organização, coerência e unidade. da língua por diferentes grupos
• Exposição de ideias e argumentação. regionais ou diferentes culturas locais,
• Variações da língua (culta, informal, rejeitando preconceitos linguísticos.
regional etc.).
Construção do sistema
alfabético e da ortografia Gêneros textuais: elemento, estrutura, (EF35LP12). Recorrer ao dicionário
Análise suporte e função social. para esclarecer dúvida sobre a escrita
Linguística Segmentação de • Grafia de palavras. de palavras, especialmente no caso de
palavras/Classificação de • Relação grafema/grafema. palavras com relações irregulares
palavras por número de • Vocabulário. fonema-grafema.
sílabas • Sinônimo antônimo.
(Semiótica • Polissemia. (EF03LP05) Identificar o número de
Ortografização) • Normas gramaticais e ortográficas. sílabas de palavras, classificando-as em
monossílabas, dissílabas, trissílabas e
polissílabas.

Construção do sistema • Gêneros textuais: elemento, (EF35LP13). Memorizar a grafia de


alfabético e da ortografia estrutura, suporte e função social. palavras de uso frequente nas quais as
• Grafia de palavras. • Relação relações fonema-grafema são
grafema/grafema. irregulares e com h inicial que não
• Vocabulário. representa fonema.
•. Sinônimo, antônimo.
• Polissemia. (EF03LP01). Ler e escrever palavras
com correspondências regulares
contextuais entre grafemas e fonemas –
c/qu; g/gu; r/rr; s/ss; o (e não u) e e (e
não i) em sílaba átona em final de
palavra – e com marcas de nasalidade
(til, m, n).

(EF03LP03). Ler e escrever


corretamente palavras com os dígrafos
lh, nh, ch.

12
(EF35LP12). Recorrer ao dicionário
para esclarecer dúvida sobre a escrita
de palavras, especialmente no caso de
palavras com relações irregulares
fonema-grafema.

Gêneros textuais: elemento, estrutura,


Morfologia suporte e função social. (EF35LP14) Identificar em textos e usar
• Grafia de palavras. na produção textual pronomes
• Relação grafema/grafema. pessoais, possessivos e
• Normas gramaticais e ortográficas. demonstrativos, como recurso coesivo
• Classe de palavras: pronomes e anafórico.
respectivas funções.
• Regras ortográficas.
• Linguagem formal.
• Coerência e coesão.
Gêneros textuais: elemento, estrutura,
Escrita colaborativa suporte e função social. (EF35LP15) Opinar e defender ponto de
Produção de • Grafia de palavras. vista sobre tema polêmico relacionado a
textos (escrita • Polissemia. situações vivenciadas na escola e/ou na
compartilhada e • Normas gramaticais e ortográficas. comunidade, utilizando registro formal e
autônoma) • Signos e letras em textos verbais e estrutura adequada à argumentação,
não verbais (multimodais). considerando a situação comunicativa e
• Linguagem formal. o tema/assunto do texto.
• Recursos discursivos e linguísticos,
organização, unidade, clareza,
objetividade. • Pontuação.

CAMPO DAS Forma de Gêneros textuais: elemento, estrutura, (EF35LP16). Identificar e reproduzir, em
PRÁTICAS Composição dos textos suporte e função social. notícias, manchetes, lides e corpo de
DE ESTUDO Adequação do texto às • Grafia de palavras. notícias simples para público infantil e
E PESQUISA normas de escrita • Vocabulário. cartas de reclamação (revista infantil),
•. Sinônimo, antônimo. digitais ou impressos, a formatação e
• Polissemia. diagramação específica de cada um
• Normas gramaticais e ortográficas. desses gêneros, inclusive em suas
13
versões orais.
• Signos e letras em textos verbais e
não verbais. (EF03LP26). Identificar e reproduzir, em
• Pontuação. relatórios de observação e pesquisa, a
formatação e diagramação específica
Análise desses gêneros (passos ou lista de
Linguística/ itens, tabelas, ilustrações, gráficos,
Semiótica resumo dos resultados), inclusive em
(Ortografização) suas versões orais.

Gêneros textuais: elemento, estrutura, (EF35LP17). Buscar e selecionar, com


Pesquisa suporte e função social. o apoio do professor, informações de
• Leituras explícitas e implícitas. interesse sobre fenômenos sociais e
• Intertextualidade. naturais, em textos que circulam em
• Texto e contexto. meios impressos ou digitais.

‘ Gêneros textuais: elemento, estrutura,


Oralidade Escuta de textos orais suporte e função social. (EF35LP18) Escutar, com atenção,
• Polissemia. apresentações de trabalhos realizadas
• Enfoque textual. por colegas, formulando perguntas
pertinentes ao tema e solicitando
esclarecimentos sempre que
necessário.
Compreensão Gêneros textuais: elemento, estrutura,
de textos orais suporte e função social. (EF35LP19). Recuperar as ideias
• Polissemia. principais em situações formais de
• Enfoque textual. escuta de exposições, apresentações e
• Leitura interpretativa. palestras.
• Expressividade

Planejamento de texto oral Gêneros textuais: elemento, estrutura, (EF35LP20). Expor trabalhos ou
Exposição oral suporte e função social. pesquisas escolares, em sala de aula,
• Língua formal e informal. com apoio de recursos multissemióticos
• Intertextualidade. (imagens, diagrama, tabelas etc.),
• Texto e contexto. orientando-se por roteiro escrito,
planejando o tempo de fala e
adequando a linguagem à situação
14
comunicativa.

Gêneros textuais: elemento, estrutura,


CAMPO Formação do leitor literário suporte e função social. (EF35LP21) Ler e compreender, de
ARTÍSTICO • Sinônimo antônimo. forma autônoma, textos literários de
• Polissemia. diferentes gêneros e extensões,
LITERÁRIO • Linguagem verbal e não-verbal. inclusive aqueles sem ilustrações,
• Intertextualidade. estabelecendo preferências por
gêneros, temas, autores
Leitura/escuta Gêneros textuais: estrutura, suporte e
(Compartilhada Formação do leitor função social. (EF35LP22) Perceber diálogos em
E autônoma) literário/ • Leitura - turnos da fala. textos narrativos, observando o efeito
• Pontuação. de sentido de verbos de enunciação e,
Leitura • Intertextualidade. se for o caso, o uso de variedades
• Variação linguística. linguísticas no discurso direto.
Multissemiótica • Polissemia.
Gêneros textuais: estrutura, suporte e
função social. (EF35LP23) Apreciar poemas e outros
Apreciação estética • Contação, declamação e textos versificados, observando rimas,
dramatização. aliterações e diferentes modos de
Estilo • Intertextualidade. divisão dos versos, estrofes e refrões e
• Polissemia. seu efeito de sentido.
• Polifonia.
• Sonoridade, musicalidade, cadência,
ritmo, melodia.
• Denotação e conotação.
• Figuras de linguagem.
Gêneros textuais: estrutura, suporte e
Textos dramáticos função social. (EF35LP24). Identificar funções do texto
• Leitura. dramático (escrito para ser encenado) e
• Tipos de discurso. sua organização por meio de diálogos
• Turnos de fala. entre personagens e marcadores das
• Pontuação. falas das personagens e de cena.
• Entonação.

15
Análise Escrita autônoma e Gêneros textuais: estrutura, suporte e (EF35LP25) Criar narrativas ficcionais,
Linguística compartilhada função social. com certa autonomia, utilizando
Semiótica • Tipos de discurso. detalhes descritivos, sequências de
(Ortografização) • Normas gramaticais e ortográficas. eventos e imagens apropriadas para
• Variação linguística. sustentar o sentido do texto, e
• Pontuação marcadores de tempo, espaço e de fala
de personagens.

Adequação do texto às Gêneros textuais: estrutura, suporte e (EF35LP26). Ler e compreender, com
normas de escrita função social. certa autonomia, narrativas ficcionais
Morfossintaxe Imagens • Leitura textual, temática e que apresentem cenários e
analíticas em textos interpretativa. personagens, observando os elementos
da estrutura narrativa: enredo, tempo,
espaço, personagens, narrador e a
construção do discurso indireto e
discurso direto.

Escrita autônoma Formas Gêneros textuais: estrutura, suporte e Ler e compreender, com certa
de composição de textos função social. autonomia, textos em versos,
• Leitura. explorando rimas, sons e jogos de
• Signos e letras em textos verbais e palavras, imagens poéticas (sentidos
não verbais. figurados) e recursos visuais e sonoros.
• Pontuação.
• Grafia de palavras.
• Polissemia, denotação e conotação.
• Figuras de linguagem.
• Normas gramaticais e ortográficas
Gêneros textuais: elementos,
Declamação estrutura, suporte e função social. (EF35LP28). Declamar poemas, com
• Leitura e oratória - • Pontuação e entonação, postura e interpretação
entonação. -Sonoridade, musicalidade, adequadas.

16
cadência, ritmo, melodia E postura.
• Figuras de linguagem
Gêneros textuais: elemento, estrutura,
Formas de suporte e função social. (EF35LP29) Identificar, em narrativas,
Composição de • Tipos de discurso. cenário, personagem central, conflito
narrativas • Pontuação. gerador, resolução e o ponto de vista
• Linguagem verbal e não-verbal. com base no qual histórias são
narradas, diferenciando narrativas em
primeira e terceira pessoas

Discurso direto e Gêneros textuais: elemento, estrutura, (EF35LP30). Diferenciar discurso


indireto suporte e função social. indireto e discurso direto, determinando
• Classes de palavras: verbos e o efeito de sentido de verbos de
respectivas funções. enunciação e explicando o uso de
• Tipos de discurso. variedades linguísticas no discurso
• Pontuação. direto, quando for o caso.
• Variação Linguística.

Forma de Gêneros textuais: elemento, estrutura, (EF35LP31). Identificar, em textos


Composição de suporte e função social. versificados, efeitos de sentido
textos poéticos. • Pontuação. decorrentes do uso de recursos rítmicos
• Elementos textuais (rima, versos, e sonoros e de metáforas.
estrofação etc.).
• Denotação e Conotação.

(EF15LP14). Construir o sentido de


• Figuras de linguagem: comparação,
histórias em quadrinhos e tirinhas,
metáfora, aliteração, assonância
relacionando imagens e palavras e
onomatopeia.
interpretando recursos gráficos (tipos de
balões, de letras, onomatopeias).

METODOLOGIA: INSTRUMENTOS AVALIATIVOS:

- Aulas práticas e expositivas; Atividade diagnostica impressa;


Prova individual e em grupo com 17
- Leitura de imagens, oralidade e questionário;
escrita. Desenvolvimento das atividades em
sala e em casa;
- Leitura e interpretação de textos,
18
ÁREA DO CONHECIMENTO: LINGUAGENS
COMPONENTE CURRICULAR DE ARTE
PROFESSORA: INÊS REGINA WIESE DE JESUS - 3º ANO
UNIDADES OBJETO DO OBJETO DO CONHECIMENTO COMPETÊNCIAS BNCC/HABILIDADES
TEMÁTICAS CONHECIMENTO GERAL ESPECÍFICO (Objetivos de Aprendizagem)
(EIXOS) (Conteúdos/Conceitos) (Conteúdos/Conceitos)
Artes Visuais Elementos da linguagem Classificação das cores: primárias, Compreender e reconhecer as
visual: cores, formas, ponto e secundárias, terciárias, cores quentes e classificações das cores, aplicando-as em
linhas. frias e cores neutras. diversas produções.
Música Formas geométricas Explorar e reconhecer elementos
Artes visuais Elementos da linguagem: Ponto e linhas constitutivos das artes visuais (ponto,
apreciar linha, forma, cor e etc.)
Artes Processo de criação Apreciação: ouvir música atentamente
integradas Expressões de arte procurando distinguir as características Perceber e explorar os elementos
relacionadas às culturas sonoras constitutivos da música, por meio de
Teatro locais, regionais e Ilustrações: desenhos, pinturas e criação, execução e apreciação musical.
catarinenses. colagens Identificar e apreciar formas distintas das
Processo de criação artes visuais tradicionais e
Arte indígena contemporâneas.
Cultura afro-brasileira Conhecer e valorizar a diversidade
cultural.
Teatro de fantoche Reconhecer e apreciar formas distintas de
manifestações do teatro presentes em
diferentes contextos.
METODOLOGIA: Ilustrações CRITÉRIOS AVALIATIVOS: INSTRUMENTOS
Desenhos usando tintas Participação AVALIATIVOS:
guache Criatividade Capricho
Recorte e colagem Concentração Zelo
Confecção de fantoches Entendimento Responsabilidade
Coordenação motora Ordem
Habilidades artísticas Respeito e pontualidade

19
ÁREA DO CONHECIMENTO: LINGUAGENS
COMPONENTE CURRICULAR DE EDUCAÇÃO FÍSICA
PROFESSOR: MARCELO MIRANDA MAIRINK – 3º ANO
UNIDADES OBJETO DO OBJETO DO CONHECIMENTO COMPETÊNCIAS BNCC/HABILIDADES
TEMÁTICAS CONHECIMENTO GERAL ESPECÍFICO (Objetivos de Aprendizagem)
(EIXOS) (Conteúdos/Conceitos) (Conteúdos/Conceitos)
Benefícios da atividade física: Reconhecer os benefícios da atividade
Corporeidade física; *Experimentar e fruir, de forma coletiva,
Esporte espetacular X combinações de diferentes elementos da
Movimento esporte escolar Compreender os conceitos de qualidade ginástica geral (equilíbrios, saltos, giros,
de vida e dos cuidados para ter bons rotações, acrobacias, com e sem
Ginástica Esportes coletivos: futsal, índices de saúde. materiais), propondo coreografias com
voleibol e basquete; diferentes temas do cotidiano.
Esporte individual: tênis de
mesa

Cultura Jogos e esportes de outras Conhecer e vivenciar jogos e atividades


corporal culturas de outras culturas; *Experimentar e fruir diversos tipos de
esportes de campo e taco, rede/parede e
Esportes Jogos e brincadeiras Conhecer e vivenciar jogos e invasão, identificando seus elementos
populares brincadeiras populares; comuns e criando estratégias individuais e
coletivas básicas para sua execução,
Futsal e Basquete Vivenciar a prática e elementos que prezando pelo trabalho coletivo e pelo
fazem parte do Futsal e basquete protagonismo

Jogos e Aptidão musculo esquelético:


força e mobilidade Compreender o trabalho dos músculos *Experimentar e fruir brincadeiras e jogos
brincadeiras interligados com os ossos gerando força populares do Brasil e do mundo, incluindo
Corporeidade Condicionamento físico e mobilidade; aqueles de matriz indígena e africana, e
recriá-los, valorizando a importância desse
Movimento Esportes coletivo Compreender conceitos de patrimônio histórico cultural.
condicionamento físico:
Esportes Jogos populares *Planejar e utilizar estratégias para
possibilitar a participação segura de todos
Reconhecer e vivenciar diversas
20
práticas de esportes coletivos os alunos em brincadeiras e jogos
populares do Brasil e de matriz indígena e
africana.

*Descrever, por meio de múltiplas


linguagens (corporal, oral, escrita,
audiovisual), as brincadeiras e os jogos
populares do Brasil e de matriz indígena e
africana, explicando suas características e
a importância desse patrimônio histórico
cultural na preservação das diferentes
culturas.

CRITÉRIOS AVALIATIVOS: INSTRUMENTOS AVALIATIVOS:


METODOLOGIA:
Participação Avaliação pratica com registro de
Aulas expositivas
Criatividade
Concentração Pontualidade, postura, espirito de
Aulas práticas
Entendimento grupo, tarefas, respeito e
Torneio recreativo. Coordenação motora cooperação;
Habilidades práticas Diagnostica:
Das regras do jogo e conhecimento
adquirido, organização de jogos
individuais e coletivos

21
ÁREA DO CONHECIMENTO: MATEMÁTICA
COMPONENTE CURRICULAR DE MATEMÁTICA
PROFESSOR (A): MÁRCIA - 3º ANO
UNIDADES OBJETO DO CONHECIMENTO OBJETO DO CONHECIMENTO COMPETÊNCIAS
TEMÁTICA GERAL ESPECÍFICO BNCC/HABILIDADES
(Conteúdos/Conceitos) (Conteúdos/Conceitos) (Objetivos de Aprendizagem)

NÚMEROS Leitura, escrita, comparação e Atividades orais e com a utilização dos (EF03MA01). Ler, escrever e comparar
ordenação de números naturais de próprios alunos; números naturais de até a ordem de
quatro ordens Para estabelece relações, unidade de milhar, estabelecendo
comparações e ordenações de relações entre os registros numéricos e
números naturais. em língua materna.
Ex.: Quantidade, tamanho, altura,
peso, características físicas entre
outros.
Composição e decomposição de
números naturais Compor e decompor números naturais; (EF03MA02). Identificar características
Listagem de preços do sistema de numeração decimal,
Construção de fatos fundamentais - Comparação de valores das utilizando a composição e a
da adição, subtração e multiplicação mercadorias em diferentes decomposição de número natural de até
Reta numérica estabelecimentos. quatro ordens.

Construção de fatos fundamentais - Construir gráficos e fazer estimativas (EF03MA03). Construir e utilizar fatos
da adição, subtração e multiplicação em forma de comparações, utilizando- básicos da adição e da multiplicação
Reta numérica. se de - Material dourado, maquetes, para o cálculo mental ou escrito.
cartazes e folhetos.
Procedimentos de cálculo (mental e (EF03MA04). Estabelecer a relação
escrito) com números naturais: - Simular um supermercado, ou entre números naturais e pontos da reta
adição e subtração. qualquer estabelecimento comercial, numérica para utilizá-la na ordenação
utilizando – se rótulos e embalagens. dos números naturais e também na
Problemas envolvendo significados construção de fatos da adição e da
da adição e da subtração: juntar, - Manuseio e produção de cédulas subtração, relacionando-os com
acrescentar, separar, retirar, monetárias. deslocamentos para a direita ou para a
comparar e completar quantidades esquerda.

22
Problemas envolvendo diferentes - Preenchimento de cheques, notas (EF03MA05). Utilizar diferentes
significados da multiplicação e da promissórias, recibos. procedimentos de cálculo mental e
divisão: adição de parcelas iguais, escrito para resolver problemas
configuração retangular, repartição - Trabalhar problemas envolvendo o significativos envolvendo adição e
em partes iguais e medida. cotidiano do educando subtração com números naturais.

Significados de metade, terça parte, Envolver o educando com situações (EF03MA06). Resolver e elaborar
quarta parte, quinta parte e décima problemas no que diz respeito a sua problemas de adição e subtração com
parte. alimentação. os significados de juntar, acrescentar,
separar, retirar, comparar e completar
Pesquisar receitas que envolva as quantidades, utilizando diferentes
medidas proporcionais na fração em estratégias de cálculo exato ou
questão. aproximado, incluindo cálculo mental

(EF03MA07). Resolver e elaborar


problemas de multiplicação (por 2, 3, 4,
5 e 10) com os significados de adição
de parcelas iguais e elementos
apresentados em disposição retangular,
utilizando diferentes estratégias de
cálculo e registros.

(EF03MA08). Resolver e elaborar


problemas de divisão de um número
natural por outro (até 10), com resto
zero e com resto diferente de zero, com
os significados de repartição equitativa
e de medida, por meio de estratégias e
registros pessoais.

(EF03MA09). Associar o quociente de


uma divisão com resto zero de um
número natural por 2, 3, 4, 5 e 10 às
ideias de metade, terça, quarta, quinta e
décima partes.

23
Identificação e descrição de -Utilizar se de brincadeiras e (EF03MA10). Identificar regularidades em
ÁLGEBRA regularidades em sequências brincadeiras ex.: toca do coelho, se sequências ordenadas de números
numéricas recursivas. fosso você um robô, chocolate inglês, naturais, resultantes da realização de
morto vivo... adições ou subtrações sucessivas, por um
mesmo número, descrever uma regra de
formação da sequência e determinar
elementos faltantes ou seguintes.

Relação de igualdade. Confeccionar tabuleiro com comandos. (EF03MA11). Compreender a ideia de


igualdade para escrever diferentes
sentenças de adições ou de subtrações de
dois números naturais que resultem na
mesma soma ou diferença.

Localização e movimentação: - Introduzir através de contação de (EF03MA12). Descrever e representar, por


GEOMETRIA representação de objetos e histórias, as formas da figura a fim de meio de esboços de trajetos ou utilizando
pontos de referência que o aluno descubra as formas croquis e maquetes, a movimentação de
geométricas que representa. pessoas ou de objetos no espaço,
Figuras geométricas espaciais incluindo mudanças de direção e sentido,
(cubo, bloco retangular, - Propor em plano imaginário com base em diferentes pontos de
pirâmide, cone, cilindro e (inicialmente), a construção de objetos referência
esfera): reconhecimento, análise do cotidiano em formatos
de características e diferenciados. Observar as (EF03MA13). Associar figuras geométricas
planificações. dificuldades nas novas formas. espaciais (cubo, bloco retangular,
pirâmide, cone, cilindro e esfera) a objetos
Figuras geométricas planas Utilizar caixas, latas, bolas, cadernos do mundo físico e nomear essas figuras.
(triângulo, quadrado, retângulo, favorecendo a ampliação gradativa
trapézio e paralelogramo): dos conceitos. (EF03MA14). Descrever características de
reconhecimento e análise de algumas figuras geométricas espaciais
características. (prismas retos, pirâmides, cilindros,
cones), relacionando-as com suas
-Utilização do tangam e dobraduras na planificações.
Congruência de figuras exploração dos conceitos de espaço e
geométricas planas forma.
24
(EF03MA15). Classificar e comparar
- Utilizar-se de figuras geométricas, figuras planas (triângulo, quadrado,
para montar e desmontar figuras com retângulo, trapézio e paralelogramo) em
diferentes representações. relação a seus lados (quantidade,
posições relativas e comprimento) e
Utilizar atividades impressas coloridas vértices.
para recorte e montagens de figuras
Caixas de diferentes formas (EF03MA16). Reconhecer figuras
(remédios, cosméticos, alimentos... congruentes, usando sobreposição e
Data show e Tangram de EVA. desenhos em malhas quadriculadas ou
triangulares, incluindo o uso de
Utilizar o Tangram. tecnologias digitais.
Utilizar desenhos impressos.

Significado de medida e de Simular situações problemas, orais e (EF03MA17) Reconhecer que o resultado
GRANDEZAS unidade de medida. escritas, propor: medição de objetos da de uma medida depende da unidade de
DE MEDIDAS sala, pátio interno (hipótese de medida utilizada.
reforma), medição da quadra de
esportes etc. Utilizar e conhecer os (EF03MA18) Escolher a unidade de
vários tipos de objetos que usamos medida e o instrumento mais apropriado
para medir ex.: régua, metro, trena etc. para medições de comprimento, tempo e
capacidade.

Medidas de comprimento Levantamento e comparação da altura (EF03MA19). Estimar, medir e comparar


(unidades não convencionais e dos alunos. comprimentos, utilizando unidades de
convencionais): registro, medida não padronizadas e padronizadas
instrumentos de medida, mais usuais (metro, centímetro e
estimativas e comparações. milímetro) e diversos instrumentos de
medida.

Medidas de capacidade e de - Utilizar-se de medidas como: (EF03MA20) Estimar e medir capacidade


massa (unidades não Copos, garrafas, litros, xícaras, quilo. e massa, utilizando unidades de medida
convencionais e convencionais): Utilizar rótulos, receitas entre outros. não padronizadas e padronizadas mais
registro, estimativas e -Confecção de cartaz com os vários usuais (litro, mililitro, quilograma, grama e

25
comparações tipos de medidas. miligrama), reconhecendo-as em leitura de
rótulos e embalagens, entre outros

Comparação de áreas por Levar os alunos a refletir sobre as (EF03MA21). Comparar, visualmente ou
superposição mudanças físicas do corpo como: por superposição, áreas de faces de
Altura, massa corpórea, fazendo objetos, de figuras planas ou de
comparações entre eles, bem como desenhos.
utilizar embalagens de alimentação,
produtos de higiene e limpeza,
remédios.

- Situar o educando no tempo e no (EF03MA22). Ler e registrar medidas e


Medidas de tempo: leitura de espaço, introduzindo os conteúdos em intervalos de tempo, utilizando relógios
horas em relógios digitais e questão, utilizando: (analógico e digital) para informar os
analógicos, duração de eventos Calendário, relógio, documentos, fatos horários de início e término de realização
e reconhecimento de relações históricos, gravuras, fotografias, linha de uma atividade e sua duração.
entre unidades de medida de do tempo.
tempo.
- Situar o educando no tempo e no espaço, (EF03MA23). Ler horas em relógios
Sistema monetário brasileiro: introduzindo os conteúdos em questão, digitais e em relógios analógicos e
estabelecimento de utilizando: calendário, relógio, documentos, reconhecer a relação entre hora e minutos
equivalências de um mesmo fatos históricos, gravuras, fotografias, linha do
tempo. e entre minuto e segundos.
valor na utilização de diferentes Listagem de preços
cédulas e moedas (EF03MA24). Resolver e elaborar
- Comparação de valores das mercadorias em problemas que envolvam a comparação e
diferentes estabelecimentos. a equivalência de valores monetários do
sistema brasileiro em situações de compra
Material dourado, cartazes e folhetos. venda e troca.
- Simular um supermercado, ou qualquer
estabelecimento comercial, utilizando –
se rótulos e embalagens.

- Manuseio e produção de cédulas


monetárias.

- Trabalhar problemas envolvendo o


cotidiano do educando
26
(EF03MA25). Identificar, em eventos
Análise da ideia de acaso em - Tabelas e gráficos (legendas) familiares aleatórios, todos os resultados
PROBABILIDA situações do cotidiano: espaço possíveis, estimando os que têm maiores
DE E amostral - Construção de gráficos e tabelas a
ESTATÍSTICA
ou menores chances de ocorrência.
partir de aulas passeio, de
Leitura, interpretação e observações do cotidiano do aluno. (EF03MA26). Resolver problemas cujos
representação de dados em . dados estão apresentados em tabelas de
tabelas de dupla entrada e - Construir gráficos utilizando-se da dupla entrada, gráficos de barras ou de
gráficos de barras idade dos colegas, altura, peso, idade, colunas.
escolarização, reciclagem, trânsito,
Coleta, classificação e lazer, localização próximo da escola, (EF03MA27). Ler, interpretar e comparar
representação de dados bem como sobre temas pertinentes ao dados apresentados em tabelas de dupla
referentes a variáveis cotidiano. entrada, gráficos de barras ou de colunas,
categóricas, por meio de tabelas envolvendo resultados de pesquisas
e gráficos - Construir gráficos utilizando-se da significativas, utilizando termos como
idade dos colegas, altura, peso, idade, maior e menor frequência, apropriando-se
escolarização, reciclagem, trânsito, desse tipo de linguagem para
lazer, localização próximo da escola, compreender aspectos da realidade
bem como sobre temas pertinentes ao sociocultural significativos.
cotidiano
(EF03MA28). Realizar pesquisa
- Tabelas e gráficos (legendas) envolvendo variáveis categóricas em um
universo de até 50 elementos, organizar
- Construção de gráficos e tabelas a os dados coletados utilizando listas,
partir de aulas passeio, de tabelas simples ou de dupla entrada e
observações do cotidiano do aluno. representá-los em gráficos de colunas
simples, com e sem uso de tecnologias
digitais.

27
(EF03MA25). Identificar, em eventos
Análise da ideia de acaso em - Tabelas e gráficos (legendas) familiares aleatórios, todos os resultados
PROBABILI situações do cotidiano: espaço possíveis, estimando os que têm maiores
DADE amostral - Construção de gráficos e tabelas a ou menores chances de ocorrência.
partir de aulas passeio, de
E
Leitura, interpretação e observações do cotidiano do aluno. (EF03MA26). Resolver problemas cujos
representação de dados em . dados estão apresentados em tabelas de
ESTATÍSTICA tabelas de dupla entrada e - Construir gráficos utilizando-se da dupla entrada, gráficos de barras ou de
gráficos de barras idade dos colegas, altura, peso, idade, colunas.
escolarização, reciclagem, trânsito,
Coleta, classificação e lazer, localização próximo da escola, (EF03MA27). Ler, interpretar e comparar
representação de dados bem como sobre temas pertinentes ao dados apresentados em tabelas de dupla
referentes a variáveis cotidiano. entrada, gráficos de barras ou de colunas,
categóricas, por meio de tabelas envolvendo resultados de pesquisas
e gráficos - Construir gráficos utilizando-se da significativas, utilizando termos como
idade dos colegas, altura, peso, idade, maior e menor frequência, apropriando-se
escolarização, reciclagem, trânsito, desse tipo de linguagem para
lazer, localização próximo da escola, compreender aspectos da realidade
bem como sobre temas pertinentes ao sociocultural significativos.
cotidiano
(EF03MA28). Realizar pesquisa
- Tabelas e gráficos (legendas) envolvendo variáveis categóricas em um
universo de até 50 elementos, organizar
- Construção de gráficos e tabelas a os dados coletados utilizando listas,
partir de aulas passeio, de tabelas simples ou de dupla entrada e
observações do cotidiano do aluno. representá-los em gráficos de colunas
simples, com e sem uso de tecnologias
digitais.

28
METODOLOGIA: CRITÉRIOS AVALIATIVOS: INSTRUMENTOS AVALIATIVOS:
ATITUDES COMPORTAMENTAIS:
- Uso do livro didático _ Pontualidade e Assiduidade; - Exercícios em sala e em casa. -
_ Interesse pelas atividades propostas; Trabalho individual e em grupo.
- Uso do quadro - aulas _ Interesse na procura de aprofundar os
expositivas - aulas aplicadas -Pesquisas;
conhecimentos;
-Registro de tarefas e provas
com apoio do projetor
PARTICIPAÇÃO/EMPENHO individuais;
- Aulas explicativas e _. Participa e intervêm positivamente nas atividades -Apresentação de trabalhos.
dialogadas para levantamento de sala de aula;
de dúvidas - filmes - vídeos _. Manifesta conhecimento dos conteúdos;
_. Expõe as suas dúvidas;
- Exercícios práticos mediados
pela professora; DIMENSÃO COGNITIVA
_ Capacidade de investigação, criatividade e
- Material geométrico questionamentos;
_ Aplicação dos conhecimentos em novas
- Material dourado situações;
_. Resolve exercícios e/ou problemas na aula;
- Discos de frações. _. Revela organização do trabalho de aula e/ou de
casa;
Material reciclado.
_. Realiza os trabalhos de casa;
_. Operacionaliza, problematiza apresentando
raciocínio lógico;
_ Capacidade de síntese e crítica da realidade;
_ Apropria-se do conhecimento elaborando
conceitos próprios.

29
ÁREA DO CONHECIMENTO CIÊNCIA DA NATUREZA
COMPONENTE CURRICULAR DE CIÊNCIAS
PROFESSOR (A): MÁRCIA 3º ANO
UNIDADES OBJETO DO OBJETO DO CONHECIMENTO COMPETÊNCIAS BNCC/HABILIDADES
TEMÁTICAS CONHECIMENTO GERAL ESPECÍFICO (Objetivos de Aprendizagem)
(EIXOS) (Conteúdos/Conceitos) (Conteúdos/Conceitos)

Produzir, selecionar, identificar e (EF03CI01). Produzir diferentes sons a


reconhecer diferentes objetos com vistas partir da vibração de variados objetos e
MATÉRIA E Produção de som. a criar e comparar sons variados. Assim, identificar variáveis que influem nesse
ENERGIA estimulado pela investigação das razões fenômeno.
que explicam a variação dos sons em
Efeitos da luz nos diferentes objetos. (EF03CI02). Experimentar e relatar o que
materiais. ocorre com a passagem da luz através
Investigar objetos relacionados ao de objetos transparentes (copos, janelas
contexto e à cultura da escola/rede por de vidro, lentes, prismas, água etc.), no
meio de atividades que permitam contato com superfícies polidas
Saúde auditiva e visual. identificar objetos que possam produzir (espelhos) e na intersecção com objetos
sons pela vibração. opacos (paredes, pratos, pessoas e
outros objetos de uso cotidiano).
Relacionar o som produzido com a
natureza (CHUVA), do material de que (EF03CI03). Discutir hábitos necessários
são feitos e, ainda, à sua forma ou para a manutenção da saúde auditiva e
tamanho. visual considerando as condições do
ambiente em termos de som e luz.
Investigações que possibilitem comparar
os materiais utilizados em instrumentos
musicais com os encontrados no
cotidiano.

Produção de sons a partir da exploração


de objetos convencionais e não
convencionais.

Experimentar e relatar, procedimentos


30
obtidos na interação da luz com espelhos
e meios transparentes, translúcidos e
opacos.

Observar a passagem ou reflexo da luz


em diferentes materiais, em objetos
encontrados no dia a dia.

Investigar e observar as alterações que a


passagem da luz provoca em objetos
transparentes, superfícies polidas e
objetos opacos e descrever tais
alterações, considerando as
propriedades dos materiais.

Pesquisar, fazer experiências e registrar


em gráficos e tabelas quais materiais são
utilizados em regiões de clima quente ou
frio.

Discutir, relacionar, apreciar, avaliar,


comparar e defender atitudes preventivas
e de manutenção da saúde por meio de
cuidados com a exposição ao som em
níveis prejudiciais para a audição.

Textos informativos sobre a


luminosidade excessiva ou incidência de
fontes de luz aos olhos, que podem
causar danos à saúde.

Relacionar questões de saúde à


exposição de ambientes com poluição
sonora e excesso de exposição à
radiação solar.

Reconhecer condições ambientais


31
prejudiciais à saúde auditiva e visual.
Atividades de identificação e promoção
de hábitos saudáveis relacionados à
prevenção e manutenção da saúde
individual e coletiva.

Realizar pesquisas, considerando as


estatísticas relacionadas à saúde, da
população do município, quais as
enfermidades mais comuns ocasionadas
pela poluição sonora ou pelo excesso de
exposição dos olhos à luz solar, e quais
atitudes preventivas devem ser tomadas.

Características e Identificar, observar, reconhecer e listar


desenvolvimento dos as características de animais de cada (EF03CI04). Identificar características
VIDA E animais. região, com foco no seu modo de vida. sobre o modo de vida (o que comem,
EVOLUÇÃO como se reproduzem, como se deslocam
Selecionar, relatar ou representar etc.) dos animais mais comuns no
características de animais do seu ambiente próximo.
Animais vertebrados e convívio ou conhecidos em visitas,
invertebrados exposições e atividades práticas de
campo. Escrever características de seu (EF03CI05): Descrever e comunicar as
animal de estimação, ou considerar alterações desde o nascimento que
outros seres que se encontram em ocorre em animais de diferentes meios
diversos ambientes. terrestres ou aquáticos, inclusive o
homem. (Classificar os animais
As descrições e os relatos no vertebrados em: mamíferos, aves,
desenvolvimento dessas habilidades são répteis, anfíbios e peixes).
importantes para o ciclo de alfabetização.

Literatura: Doutor Bicudo e fazer (EF03CI06). Comparar alguns animais e


atividades relacionadas com as organizar grupos com base em
32
características dos animais. características externas comuns
Diferenciar e classificar os animais em (presença de penas, pelos, escamas,
vertebrados ou invertebrados, com listas, bico, garras, antenas, patas etc.);
figuras, desenhos Identificar as características comuns a
cada classe dos vertebrados.
Descrever, reconhecer, explicar e relatar
o processo de desenvolvimento de
diferentes animais, desde seu
nascimento;

Identificar características de animais em


diferentes fases da vida, comparando as
mudanças que ocorrem de uma fase à
outra;

Associar essas mudanças a escalas de


tempo.

Identificar as características de animais


que representam a fauna local,
identificando as fases do seu ciclo de
vida e as consequências da interferência
humana neste ciclo e no meio onde
vivem.

Visitas a espaços e ambientes naturais


(sítios, fazendas, criadouros e outros).
Exemplo: acompanhamento da
transformação da lagarta em borboleta
(garrafa pet ou vidro grande de
conserva).

Características da Terra. Leitura de texto informativo; (EF03CI07) Identificar características da


Projeto água; A água é um direito de Terra (como seu formato esférico, a
TERRA E todos; presença de água, solo etc.), com base
UNIVERSO
33
na observação, manipulação e
Como fazer um globo terrestre; comparação de diferentes formas de
Como fazer um mapa; representação do planeta (mapas,
globos, fotografias etc.).
Podem ser propostas habilidades
relativas à comparação das
características da Terra em distintos
modelos de representação.

Indicar, as diferentes fontes de


informação utilizadas na identificação
dessas características, desde aquelas
que são oriundas do hábito cotidiano e da
cultura até as mais sistematizadas, como
ilustrações, representações, mapas e
esquemas.

A contextualização pode ser explicitada


por meio dos valores e representações,
em diferentes linguagens, encontrados
nas manifestações culturais locais e
regionais que tratam da relação com o
planeta.

Uso do planetário móvel, vídeos


informativos, documentários, construção
de gráficos e tabelas, palestras.

Observação do céu. Observar, identificar, registrar, (EF03CI08). Observar, identificar e


reconhecer, listar, descrever e relatar, de registrar os períodos diários (dia e/ou
Usos do solo. forma sistemática, os momentos nos noite) em que o Sol, demais estrelas, Lua
quais é possível visualizar o Sol, a Lua, e planetas estão visíveis no céu.
as estrelas e os planetas no céu.
Características da Terra. (EF03CI09). Comparar diferentes
Observação do céu. Relatar e representar fenômenos amostras de solo do entorno da escola
astronômicos visíveis. Outros com base em características como cor,

34
marcadores podem ser utilizados como textura, cheiro, tamanho das partículas,
referência aos ciclos do sol, da lua e das permeabilidade.
estrelas, como os relacionados à cultura
e aos ciclos produtivos da vida no campo,(EF03CI10) Identificar os diferentes usos
no mar, nos rios, entre outros. do solo (plantação e extração de
materiais, dentre outras possibilidades),
Procedimentos de investigação reconhecendo a importância do solo para
relacionados às escalas de tempo e à a agricultura e para a vida.
observação de astros no céu.

Construção do sistema solar, criação de


maquetes. Visitas a observatório e outros
espaços como Universidade e
Centreventos.

Observar, reconhecer e classificar


amostras de solo da região, explorando
suas características e propriedades.
Investigar o ambiente em que o
estudante vive, podem ser propostas
habilidades, como: identificar as
características do solo, a partir de
diferentes amostras do entorno da
escola, da casa ou outros espaços, como
campos, parques, estradas, jardins, as
características que as compõem.

Coleta, leitura, comparação e


interpretação de dados, com apoio de
recursos multissemióticos (listas, tabelas,
ilustrações, gráficos).

Passeio pelo entorno com coleta de


vários tipos de solo para observação,
análise através do uso de lupas e lentes
de aumento, plantio de sementes em
35
solos distintos para comparação do
crescimento e desenvolvimento das
plantas

A importância do solo na agricultura;


Observação do solo;
Projeto horta: Criar hortas na escola
(suspensa ou não), visitar feiras e
valorizar a agricultura como fonte de vida,
percebendo-a como profissão essencial
para a subsistência e qualidade de vida.
Identificar, reconhecer, comparar e
classificar as características do solo que
permitem diferenciar o seu uso.

Propor habilidades referentes a


comparações entre amostras ou listas de
características de solos em condições do
ambiente não cultivado, com ou sem
presença de vegetação, de solos com
plantio ou já alterados pela atuação
humana.

Valorizar o ambiente em que o estudante


vive como ponto de partida para a coleta
de amostras ou de informações traz uma
aproximação e significação importante
para a aprendizagem.

Incluir as questões relacionadas à


educação ambiental e à saúde na
promoção da qualidade de vida.

METODOLOGIA: INSTRUMENTOS AVALIATIVOS:


- Uso do livro didático; - Avaliação em grupo;
36
- Uso do quadro de giz;
- Avaliações formais com exercícios a
- Aulas expositivas; serem resolvidos;
37
ÁREA DO CONHECIMENTO: CIÊNCIAS HUMANAS
COMPONENTE CURRICULAR: HISTÓRIA
PROFESSOR (A): MÁRCIA FERNANDES 3º ANO
UNIDADES OBJETO DO OBJETO DO CONHECIMENTO COMPETÊNCIAS BNCC/HABILIDADES
TEMÁTICAS CONHECIMENTO ESPECÍFICO (Objetivos de Aprendizagem)
(EIXOS) GERAL (Conteúdos/Conceitos)
(Conteúdos/Conceitos)
Nem todos são iguais: respeito às diferenças;
Conhecendo nossos amigos; (EF03HI01) Identificar os grupos
Fazendo o autorretrato; populacionais que formam a cidade, o
As pessoas e município e a região, as relações
O “Eu”, o “Outro” e os As mudanças no bairro, na cidade, no
os grupos que estabelecidas entre eles e os eventos que
diferentes grupos sociais estado;
compõem a marcam a formação da cidade, como
e étnicos que compõem a Povos indígenas, africanos, quilombolas e
cidade e o fenômenos migratórios (vida rural/vida
cidade e os municípios: migrantes no estado.
município urbana), desmatamentos, estabelecimento
os desafios sociais, Os patrimônios históricos e culturais da
cidade e/ou do município em que vive; de grandes empresas etc.
culturais e ambientais do
lugar onde vive. Fontes ou documentos históricos que contam
a história local, municipal, estadual dos vários (EF03HI02) Selecionar, por meio da
grupos que compõem a nossa história; consulta de fontes de diferentes naturezas,
O tempo na nossa vida; e registrar acontecimentos ocorridos ao
O tempo na escola: tempo de brincar e longo do tempo na cidade ou região em
estudar; Tempo cronológico: minutos, horas, que vive.
semanas, meses, anos;
Diferentes maneiras de medir o tempo; (EF03HI03) Identificar e comparar pontos
O passado e o presente nas brincadeiras de vista em relação a eventos
infantis; significativos do local em que vive,
História das cidades (localidade); Histórias aspectos relacionados a condições sociais
dos bairros, ruas, praças, escolas, e à presença de diferentes grupos sociais
monumentos, museus... e culturais, com especial destaque para as
Pesquisa sobre quais são os imigrantes que culturas africanas, indígenas e de
imigrantes.

38
moram em Itajaí;
Os patrimônios históricos - Quais são as principais atividades (EF03HI04) Identificar os patrimônios
e culturais da cidade e/ou econômicas da cidade; históricos e culturais de sua cidade ou
do município em que vive Como é a sua cidade, como são as ruas, região e discutir as razões culturais,
parques praças, e construções? Há hospitais, sociais e políticas para que assim sejam
escolas, unidades de saúde, e outros considerados.
serviços? Há uma parte mais antiga da
cidade?
O que os habitantes da cidade produzem?
Há fábricas? O que eles compram fora da
cidade? A cidade é grande ou pequena?
Quantos habitantes têm na cidade?
.
O lugar em que A produção dos marcos A produção dos marcos da memória:
vive da memória: os lugares formação cultural da população; (EF03HI05) Identificar o marcos histórico
de memória (ruas, Povos que formaram a história do município do lugar em que vive e compreender seus
praças, escolas, do estado e da história do país: significados.
monumentos, museus) As profissões; O trabalho; Trabalho infantil.
As profissões: da cidade e do campo. (EF03HI06). Identificar os registros de
A produção dos marcos Análise de imagens (livro) da cidade. - memória na cidade (nomes de ruas,
da memória: formação Visitas a museus. - Exposição fotográfica monumentos, edifícios etc.), discutindo os
cultural da população. (evolução da cidade). – Vídeos. critérios que explicam a escolha desses
nomes.
A produção dos marcos A cidade, seus espaços públicos e privados e
da memória: a cidade e o suas áreas de conservação ambiental. EF03HI07). Identificar semelhanças e
campo, aproximações e Educação patrimonial (cuidados com os diferenças existentes entre comunidades
diferenças. espaços públicos e privados). de sua cidade ou região, e descrever o
papel dos diferentes grupos sociais que as
formam.

(EF03HI08). Identificar modos de vida na


cidade e no campo no presente,
comparando-os com os do passado

39
A cidade, seus espaços A produção dos marcos da memória: a (EF03HI09) Mapear os espaços públicos
A noção de públicos e privados e cidade e o campo, aproximações e no lugar em que vive (ruas, praças,
espaço público suas áreas de diferenças: escolas, hospitais, prédios da Prefeitura e
e privado conservação ambiental. A cidade e o campo como parte do município; da Câmara de Vereadores etc.) e
Vida no campo; identificar suas funções.
A cidade e suas Vida na cidade;
atividades: trabalho, Preservação ambiental. (EF03HI10). Identificar as diferenças entre
cultura e lazer. A cidade e suas atividades: trabalho, cultura o espaço doméstico, os espaços públicos
METODOLOGIA:
e lazer: eINSTRUMENTOS AVALIATIVOS:
as áreas de conservação ambiental,
O governo municipal; . compreendendo a importância dessa
A Câmara municipal; - Avaliação em grupo;
distinção.
- Livro didático, apostilas, Leis e regras; O bairro; - Avaliações formais com exercícios a serem
revistas, gibis, material Calendário
CRITÉRIOS cultural da cidade; Espaços resolvidos;
AVALIATIVOS:
(EF03HI11) Identificar diferenças entre
impresso; públicos e privados para lazer. - Avaliação
formasindividual;
de trabalho realizadas na cidade e
no campo, considerando também o uso da
- Uso do quadro; - Participação; - Atividades desenvolvidas
tecnologia durante as aulas.
nesses diferentes contextos.
- Criatividade; Atividade diagnostica.
- Aulas expositivas;
(EF03HI12). Comparar as relações de
- Desenvolvimento dos conteúdos Atividades oraiseelazer
trabalho escritas;
do presente com as de
- Filmes, vídeos
conceituais, procedimentais e -Desenvolvimento
outros de
tempos atividades
e no caderno;
espaços, analisando
Confecção de cartazes. - Apresentação
mudançaseeexposição de trabalhos;
permanências.
atitudinais.

40
ÁREA DO CONHECIMENTO: CIÊNCIAS HUMANAS
COMPONENTE CURRICULAR: GEOGRAFIA
PROFESSOR (A): MÁRCIA FERNANDES 3º ANO
UNIDADES OBJETO DO OBJETO DO CONHECIMENTO COMPETÊNCIAS BNCC/HABILIDADES
TEMÁTICAS CONHECIMENTO GERAL ESPECÍFICO (Objetivos de Aprendizagem)
(EIXOS) (Conteúdos/Conceitos) (Conteúdos/Conceitos)

A cidade e o campo: aproximações e (EF03GE01) Identificar e comparar


O sujeito e diferenças; aspectos culturais dos grupos sociais de
seu lugar no A cidade e o campo: seus lugares de vivência, seja na cidade,
mundo aproximações e diferenças A diversidade social existente em sua seja no campo.
comunidade;
(EF03GE02) Identificar, em seus lugares
Os aspectos culturais dos grupos de vivência, marcas de contribuição
sociais; cultural e econômica de grupos de
diferentes origens.
Os povos indígenas, quilombolas,
ribeirinhos e ciganos;
(EF03GE03) Reconhecer os diferentes
A importância dos diferentes grupos modos de vida de povos e comunidades
sociais para a formação sociocultural - tradicionais em distintos lugares.
econômica da região;

A origem das comunidades tradicionais;


A importância dessas comunidades na
formação de sua região.

Paisagens naturais e antrópicas em


transformação no município e no estado (EF03GE04). Explicar como os processos
Conexões e Paisagens naturais e De Santa Catarina; naturais e históricos atuam na produção e
escalas antrópicas em transformação As diferentes paisagens (casa, escola, na mudança das paisagens naturais e
bairro, região de entorno); antrópicas nos seus lugares de vivência,
comparando-os a outros lugares.
Os diferentes processos de
modificações das paisagens (indústrias, (EF03GE05) Identificar alimentos, minerais
Mundo do Matéria-prima e indústria e outros produtos cultivados e extraídos da
41
trabalho ampliação dos bairros, entre outros). natureza, comparando as atividades de
Matéria-prima e indústrias no município trabalho em diferentes lugares.
de Itajaí e no estado de Santa Catarina.
Matérias-primas dos produtos presentes
no cotidiano do aluno

A relação dessa matéria – prima com a


indústria e com o trabalho no Brasil e
em seu estado.

Formas de Representações cartográficas Imagens (EF03GE06) Identificar e interpretar


representaçã Representações bidimensionais; imagens bidimensionais e tridimensionais
o e cartográficas Imagens tridimensionais. Legendas e em diferentes tipos de representação
pensamento símbolos; cartográfica.
espacial
Escalas gráficas e numéricas; (EF03GE07) Reconhecer e elaborar
Análises de mapas do município de legendas com símbolos de diversos tipos
Itajaí; de representações em diferentes escalas
cartográficas.
Natureza,
ambientes e Produção, circulação e consumo; (EF03GE08) Relacionar a produção de lixo
qualidade de Lixo no ambiente doméstico da escola;
doméstico ou da escola aos problemas
Produção, circulação e Lixo e reciclagem no bairro, município e
causados pelo consumo excessivo e
vida
consumo no estado; construir propostas para o consumo
Consumo consciente dos recursos consciente, considerando a ampliação de
naturais. hábitos de redução, reaproveitamento
(reuso), e reciclagem/descarte de
A água e os recursos naturais para materiais consumidos em casa, na escola
existência da vida. e/ou no entorno.
Os diferentes usos da água.

Água: sua importância para a


agricultura. e para a geração de
energia.

Impactos das atividades humanas; (EF03GE09) Investigar os usos dos


recursos naturais, com destaque para os
42
Impactos das atividades As alterações ambientais que ocorrem usos da água em atividades cotidianas
humanas no campo e na cidade, tais como: (alimentação, higiene, cultivo de plantas
erosão, deslizamento, escoamento etc.), e discutir os problemas ambientais
superficial. provocados por esses usos.

(EF03GE10) Identificar os cuidados
necessários para utilização da água na
agricultura e na geração de energia de
modo a garantir a manutenção do
provimento de água potável.

(EF03GE11) Comparar impactos das


atividades econômicas urbanas e rurais
sobre o ambiente físico natural, assim
como os riscos provenientes do uso de
ferramentas e máquinas.
METODOLOGIA: CRITÉRIOS AVALIATIVOS: INSTRUMENTOS
- Uso do livro didático e aulas - Participação; AVALIATIVOS:
- Avaliação em grupo;
práticas e expositivas; - Criatividade;
- Avaliações formais com
- Atividades individuais e em - Desenvolvimento dos conteúdos
grupo; exercícios a serem resolvidos;
conceituais, procedimentais e
- Leitura, produção de textos e - Avaliação individual;
atitudinais.
questionários; - Atividades orais e escritas;
-Execução e discussão de -Desenvolvimento de atividades
exercícios; no caderno;
- Discussão de tarefas da sala de - Apresentação e exposição de
aula e de casa;
trabalhos
- Exercícios no caderno;
ÁREA DO CONHECIMENTO: ENSINO RELIGIOSO
COMPONENTE CURRICULAR DE ENSINO RELIGIOSO
43
PROFESSORA: MÁRCIA FERNANDES 3º ANO
UNIDADES OBJETO DO OBJETO DO CONHECIMENTO COMPETÊNCIAS BNCC/HABILIDADES
TEMÁTICAS CONHECIMENTO GERAL ESPECÍFICO (Objetivos de Aprendizagem)
(EIXOS) (Conteúdos/Conceitos) (Conteúdos/Conceitos)

Espaços e territórios Reconhecer que todos possuem (EF03ER01). Identificar e respeitar os


Identidades e religiosos direitos e deveres, entendendo que o diferentes espaços e territórios religiosos
Alteridades seu direito termina quando começa o de diferentes tradições e movimentos
do outro. religiosos.
Apresentar uma convivência
harmoniosa evitando conflitos. (EF03ER02). Caracterizar os espaços e
territórios religiosos como locais de
realização das práticas celebrativas.

Práticas celebrativas (EF03ER03). Identificar e respeitar


Roda de conversa, pesquisa das práticas celebrativas (cerimônias, orações,
Manifestações tradições religiosas do município. festividades, peregrinações, entre outras)
Religiosas Indumentárias religiosas de diferentes tradições religiosas.
Conhecer as expressões festivas das
diversas tradições religiosas do (EF03ER04). Caracterizar as práticas
município. celebrativas como parte integrante do
conjunto das manifestações religiosas de
Identificar as diversas celebrações da diferentes culturas e sociedades.
vida que se tornaram práticas
religiosas nas diferentes tradições (EF03ER05). Reconhecer as
religiosas indumentárias (roupas, acessórios,
símbolos, pinturas corporais) utilizadas em
Descobrindo as festas celebrativas da diferentes manifestações e tradições
comunidade e da religião. religiosas.

(EF03ER06). Caracterizar as
Ritos Religiosos.
indumentárias como elementos integrantes
Grandes acontecimentos que são
das identidades religiosas.
celebrados. Acontecimentos religiosos

44
marcantes na vida de um povo

METODOLOGIA: CRITÉRIOS AVALIATIVOS: INSTRUMENTOS AVALIATIVOS:

Ilustrações, desenhos, recorte e - Participação - Avaliação em grupo;


colagem; - Avaliações formais com exercícios a
- Criatividade
Confecção de cartazes. serem resolvidos;
- Livros, apostilas, revistas, material - Concentração - Avaliação individual;
impresso; - Conhecimentos adquiridos; - Atividades desenvolvidas durante as
aulas.
- Uso do quadro; Atividade diagnostica.
- Aulas expositivas; Avaliação individual e diagnostica;
Apresentação de teatro, música e
- Filmes, vídeos etc. danças;
Participação nas apresentações;

45
ANOS INICIAIS
4º ANO

46
ÁREA DO CONHECIMENTO: LINGUAGENS
COMPONENTE CURRICULAR DE LÍNGUA PORTUGUESA
PROFESSOR (A): SIMONE POLIDORO CARDOSO - 4º ANO
OBJETO DO OBJETO DO CONHECIMENTO COMPETÊNCIAS BNCC/HABILIDADES
CONHECIMENTO GERAL ESPECÍFICO (Objetivos de Aprendizagem)
(Conteúdos/Conceitos) (Conteúdos/Conceitos)
• Gêneros textuais: elemento, estrutura, Ler e compreender, silenciosamente e, em
Decodificação/Fluência de suporte e função social. seguida, em voz alta, com autonomia e fluência,
• Leitura, informações implícitas e textos curtos com nível de textualidade
leitura explícitas. adequado.
• Exposição de ideias e argumentação.
• Relações entre textos.
Gêneros textuais: elemento, estrutura, Selecionar livros da biblioteca e/ou do cantinho
Formação de leitor suporte e função social. de leitura da sala de aula e/ou disponíveis em
• Leitura textual, temática e interpretativa. meios digitais para leitura individual, justificando
• Exposição ideias e argumentação. a escolha e compartilhando com os colegas sua
• Intertextualidade. opinião, após a leitura.

• Gêneros textuais: elemento, estrutura, Identificar a ideia central do texto, demonstrando


Compreensão suporte e função social. compreensão global.
• Leitura textual, temática e interpretativa.
• Exposição ideias e argumentação.
• Intertextualidade.
• Gêneros textuais: elemento, estrutura, Inferir informações implícitas nos textos lidos.
suporte e função social. Inferir o sentido de palavras ou expressões
• Leitura textual, temática e interpretativa. desconhecidas em textos, com base no contexto
Estratégia de leitura
• Informações implícitas e explícitas. da frase ou do texto.
• Inferências. Recuperar relações entre partes de um texto,
• Polissemia, conotação e denotação. identificando substituições lexicais (de
• Sinônimos e antônimos. substantivos por sinônimos) ou pronominais (uso
• Classes de palavras: substantivos e de pronomes anafóricos – pessoais, possessivos,
pronomes e respectivas funções. demonstrativos) que contribuem para a
• Parágrafo e frase. continuidade do texto.
• Gêneros textuais: elemento, estrutura, Utilizar, ao produzir um texto, conhecimentos
47
Construção do sistema suporte e função social. linguísticos e gramaticais, tais como ortografia,
• Leitura textual, temática e interpretativa. regras básicas de concordância nominal e verbal,
alfabético/ Convenções da
• Informações implícitas e explícitas. pontuação (ponto final, ponto de exclamação,
escrita • Signos e letras em textos verbais e não ponto de interrogação, vírgulas em enumerações)
verbais (multimodais). e pontuação do discurso direto, quando for o
• Pontuação. caso
• Grafia de palavras.
• Normas gramaticais e ortográficas.
• Linguagem formal.
Construção do sistema • Gêneros textuais: elemento, estrutura, Utilizar, ao produzir um texto, recursos de
suporte e função social. referenciação (por substituição lexical ou por
alfabético/ Estabelecimento
• Leitura textual, temática e interpretativa. pronomes pessoais, possessivos e
de relações anafóricas na • Informações implícitas e explícitas. demonstrativos), vocabulário apropriado ao
• Signos e letras em textos verbais e não gênero, recursos de coesão pronominal
referenciação e construção
verbais (multimodais). (pronomes anafóricos) e articuladores de
da coesão • Classes de palavras (pronomes e relações de sentido (tempo, causa, oposição,
adjetivos e respectivas funções). conclusão, comparação), com nível suficiente de
• Pontuação. • Grafia das palavras. informatividade.
• Normas gramaticais e ortográficas.
Morfologia • Linguagem formal.
• Coerência e coesão.
• Vocabulário.

Planejamento de texto/  Gêneros textuais: elemento, Organizar o texto em unidades de sentido,


Progressão temática e estrutura, suporte e função social. dividindo-o em parágrafos segundo as normas
paragrafação  Leitura textual, temática e gráficas e de acordo com as características do
interpretativa. gênero textual
 Fatores textuais unidade,
Pontuação organização, coesão, coerência,
objetividade.
 Ortografia.
 Textualidade e as marcas
linguísticas

Forma de composição de  Gêneros textuais: elemento, Identificar gêneros do discurso oral, utilizados em
gêneros orais estrutura, suporte e função social. diferentes situações e contextos comunicativos, e
48
 Leitura textual, temática e suas características linguístico- expressivas e
interpretativa. composicionais (conversação espontânea,
 Discurso oral. conversação telefônica, entrevistas pessoais,
 Texto e contexto. entrevistas no rádio ou na TV, debate, noticiário
 Entonação, cadência, ritmo. de rádio e TV, narração de jogos esportivos no
 Recursos discursivos objetivos, rádio e TV, aula, debate etc.).
organização, coerência e unidade.
Exposição de ideias e
argumentação.
Variações da língua (culta, informal
e regional).

Variação linguística  Gêneros textuais: elemento, Ouvir gravações, canções, textos falados em
estrutura, suporte e função social. diferentes variações linguísticas, identificando
 Discurso oral. características regionais, urbanas e rurais da fala
 Texto e contexto. Entonação, e respeitando as diversas variedades linguísticas
cadência, ritmo. como características do uso da língua por
 Recursos discursivos objetivos, diferentes grupos regionais ou diferentes culturas
organização, coerência e unidade. locais, rejeitando preconceitos linguísticos.
 Textualidade e marcas linguísticas.
Variações da língua (culta,
informal, regional etc.).

Construção do sistema  Gêneros textuais: elemento, Recorrer ao dicionário para esclarecer dúvida
alfabético e da ortografia estrutura, suporte e função sobre a escrita de palavras, especialmente no
social. caso de palavras com relações irregulares
• Grafia de palavras. fonema-grafema.
• Relação grafema/grafema.
• Vocabulário. Memorizar a grafia de palavras de uso
•. Sinônimo, antônimo. frequente nas quais as relações fonema e
• Polissemia. grafema são irregulares e com h inicial que
 Normas gramaticais e não representa fonema.
ortográficas.
Morfologia Gêneros textuais: elemento, estrutura,
suporte e função social. Identificar em textos e usar na produção textual
pronomes pessoais, possessivos e
49
• Grafia de palavras. demonstrativos, como recurso coesivo anafórico
• Relação grafema/grafema.
• Normas gramaticais e ortográficas.
• Classe de palavras: pronomes e
respectivas funções.
• Regras ortográficas.
• Linguagem formal.
• Coerência e coesão.
Escrita colaborativa Gêneros textuais: elemento, estrutura, Opinar e defender ponto de vista sobre tema
suporte e função social. polêmico relacionado a situações vivenciadas na
• Grafia de palavras. escola e/ou na comunidade, utilizando registro
• Polissemia. formal e estrutura adequada à argumentação,
• Normas gramaticais e ortográficas. considerando a situação comunicativa e o
• Signos e letras em textos verbais e não tema/assunto do texto
verbais (multimodais).
• Linguagem formal.
• Recursos discursivos e linguísticos,
organização, unidade, clareza,
objetividade.
• Pontuação.
Forma de composição dos Gêneros textuais: elemento, estrutura, Identificar e reproduzir, em notícias, manchetes,
textos suporte e função social. lides e corpo de notícias simples para público
• Grafia de palavras. infantil e cartas de reclamação (revista infantil),
• Vocabulário. digitais ou impressos, a formatação e
Sinônimo, antônimo. diagramação específica de cada um desses
• Polissemia. gêneros, inclusive em suas versões orais.
• Normas gramaticais e ortográficas.
• Signos e letras em textos verbais e não
verbais. - • Pontuação.
Pesquisa • Gêneros textuais: elemento, estrutura, Buscar e selecionar, com o apoio do professor,
suporte e função social. informações de interesse sobre fenômenos
• Leitura explícitas e implícitas. sociais e naturais, em textos que circulam em
• Intertextualidade. meios impressos ou digitais
• Texto e contexto
• Gêneros textuais: elemento, estrutura,
Escuta de textos orais suporte e função social. Escutar, com atenção, apresentações de
50
• Polissemia. trabalhos realizadas por colegas, formulando
• Enfoque textual. perguntas pertinentes ao tema e solicitando
esclarecimentos sempre que necessário.

Compreensão de textos
orais • Gêneros textuais: elemento, estrutura, Recuperar as ideias principais em situações
suporte e função social. formais de escuta de exposições,
• Polissemia. apresentações e palestras.
Planejamento de texto oral • Enfoque textual.
Exposição oral • Leitura interpretativa.
• Expressividade.

• Gêneros textuais: elemento, estrutura,


Performances orais suporte e função social. Expor trabalhos ou pesquisas escolares, em
• Língua formal e informal. sala de aula, com apoio de recursos
• Intertextualidade. multissemióticos (imagens, diagrama, tabelas
• Texto e contexto etc.), orientando-se por roteiro escrito,
planejando o tempo de fala e adequando a
linguagem à situação comunicativa.

• Gêneros textuais: estrutura, suporte e


Formação do leitor literário função social. Ler e compreender, de forma autônoma,
• Leitura - turnos da fala. textos literários de diferentes gêneros e
• Pontuação. extensões, inclusive aqueles sem ilustrações,
• Intertextualidade estabelecendo preferências por gêneros,
Leitura multissemiótica
• Variação linguística. temas, autores
• Polissemia.
Sinônimo, antônimo. • Perceber diálogos em textos narrativos,
Polissemia. • Linguagem verbal e não- observando o efeito de sentido de verbos de
verbal. • Intertextualidade. enunciação e, se for o caso, o uso de
variedades linguísticas no discurso direto

• Gêneros textuais: estrutura, suporte e


Apreciação estética função social. Apreciar poemas e outros textos versificados,
Estilo • Contação, declamação e dramatização. observando rimas, aliterações e diferentes
• Intertextualidade. modos de divisão dos versos, estrofes e
refrãos e seu efeito de sentido
51
• Polissemia.
• Polifonia.
• Sonoridade, musicalidade, cadência,
ritmo, melodia.
• Denotação e conotação.
• Figuras de linguagem.
• Gêneros textuais: estrutura, suporte e
Apreciação estética função social. Apreciar poemas e outros textos versificados,
Estilo • Contação, declamação e dramatização. observando rimas, aliterações e diferentes
• Intertextualidade. modos de divisão dos versos, estrofes e
• Polissemia. refrãos e seu efeito de sentido
• Polifonia.
• Sonoridade, musicalidade, cadência,
ritmo, melodia.
• Denotação e conotação.
• Figuras de linguagem.
Gêneros textuais: estrutura, suporte e
Textos dramáticos função social. Identificar funções do texto dramático (escrito
• Leitura. para ser encenado) e sua organização por
• Tipos de discurso. meio de diálogos entre personagens e
• Turnos de fala. marcadores das falas das personagens e de
• Pontuação. cena.
• Entonação.

Escrita autônoma e • Gêneros textuais: estrutura, suporte e Criar narrativas ficcionais, com certa
compartilhada função social. autonomia, utilizando detalhes descritivos,
• Tipos de discurso. sequências de eventos e imagens
• Normas gramaticais e ortográficas. apropriadas para sustentar o sentido do texto,
Adequação do texto às • Variação linguística. e marcadores de tempo, espaço e de fala de
normas de escrita • Pontuação. personagens
Morfossintaxe

Imagens analíticas em • Gêneros textuais: estrutura, suporte e Ler e compreender, com certa autonomia,
textos função social. narrativas ficcionais que apresentem cenários
• Leitura textual, temática e interpretativa. e personagens, observando os elementos da
estrutura narrativa: enredo, tempo, espaço,
52
personagens, narrador e a construção do
discurso indireto e discurso direto.

• Gêneros textuais: estrutura, suporte e


Escrita autônoma função social. Ler e compreender, com certa autonomia,
• Leitura. textos em versos, explorando rimas, sons e
• Signos e letras em textos verbais e não jogos de palavras, imagens poéticas (sentidos
Formas de composição de figurados) e recursos visuais e sonoros.
verbais
textos
• Pontuação.
• Grafia de palavras.
• Polissemia, denotação e conotação.
• Figuras de linguagem.
• Normas gramaticais e ortográficas.

• Gêneros textuais: elementos, estrutura,


suporte e função social Declamar poemas, com entonação, postura e
Declamação . • Leitura e oratória- Pontuação e interpretação adequadas.
entonação.
• Sonoridade, musicalidade, cadência,
ritmo, melodia e postura.
• Figuras de linguagem - Formas de
composição de narrativas melodia e
postura.
• Figuras de linguagem - Formas de
composição de narrativas

Formas de composição de • Gêneros textuais: elemento, estrutura, Identificar, em narrativas, cenário,


narrativas suporte e função social. personagem central, conflito gerador,
• Tipos de discurso. resolução e o ponto de vista com base no
Coesão e articuladores • Pontuação. -- qual histórias são narradas, diferenciando
• Linguagem verbal e não-verbal narrativas em primeira e terceira pessoas
• Gêneros textuais: elemento, estrutura,
suporte e função social. Diferenciar discurso indireto e discurso direto,
Discurso direto e indireto • Classes de palavras: verbos e determinando o efeito de sentido de verbos de
respectivas funções. enunciação e explicando o uso de variedades
• Tipos de discurso - • Pontuação - linguísticas no discurso direto, quando for o caso.

53
Variação Linguística
• Gêneros textuais: elemento, estrutura,
suporte e função social. Identificar, em textos versificados, efeitos de
Forma de composição de • Pontuação - Denotação e Conotação. sentido decorrentes do uso de recursos rítmicos
textos poéticos • Elementos textuais (rima, versos, e sonoros e de metáforas.
estrofação)
• Figuras de linguagem: comparação,
metáfora, aliteração, assonância
onomatopeia

METODOLOGIA: CRITÉRIOS AVALIATIVOS: INSTRUMENTOS AVALIATIVOS:


- Aulas práticas e expositivas; Participação, presença; Atividade diagnostica impressa;
-Interesse na procura de
- Leitura de imagens, aprofundar os conhecimentos; Prova individual e em grupo com
oralidade e escrita. -Caderno completo; questionário;
- Leitura e interpretação de -Argumentação e pesquisa;
textos, verbais e não verbais; -Criatividade, Desenvolvimento das atividades em
-Pesquisa; -Estéticas, sala e em casa;
-Pontualidade na entrega.
Uso do livro didático, -Pesquisas;
dicionário, revistas, jornal.
Panfletos, caderno Apresentações.

54
ÁREA DO CONHECIMENTO: LINGUAGENS
COMPONENTE CURRICULAR DE ARTE
PROFESSOR (A): ANA MARGARIDA VENTURA PEIXOTO - 4ºI ANO - 1º TRIMESTRE

UNIDADES OBJETO DO OBJETO DO CONHECIMENTO COMPETÊNCIAS BNCC/HABILIDADES


TEMÁTICAS CONHECIMENTO GERAL ESPECÍFICO

- Elementos Visuais: Ponto e -Identificar e aplicar as cores estudadas; -(EF15AR02). Explorar e reconhecer
ARTES VISUAIS linha; cor monocromia e elementos constitutivos das artes visuais
policromia, textura (repetição - Realizar uma escala monocromática. (ponto, linha, forma, cor, espaço,
e alternância). -Identificar planos distintos em uma movimento etc.).
-Planos (tamanho e composição;
proporção). -(EF15AR04). Experimentar diferentes
- Arte Naif; -Desenvolver a criatividade aplicando formas de expressão artística (desenho,
-Paisagem Natural e composição nos planos visuais pintura, colagem, Quadrinhos, dobradura,
idealizada; bidimensional e tridimensional; escultura, modelagem, instalação, vídeo,
Marinha e Urbana. fotografia etc.), fazendo uso Sustentável
-Compreender o conceito de Arte Naif; de materiais, instrumentos, recursos e
técnicas convencionais e não
-Entender a produção artística como
convencionais.
representação de sentimentos, ideias e
acontecimentos vividos por sujeitos -(EF15AR01). Identificar e apreciar formas
singulares, em diálogo com seu distintas das artes visuais tradicionais e
contexto; contemporâneas, cultivando a percepção,
o imaginário, a capacidade de simbolizar e
-Estimular a observação e a leitura de
o repertório imagético.
imagem;

- Reconhecer os diferentes tipos de


paisagem;

-Elementos formais próprios da


linguagem visual- linha, cor, textura e
plano- organizado em diferentes formas
e representação artística- paisagem.

- Relatar fatos históricos e - (EF15AR08). Experimentar e apreciar


55
DANÇA -História da Dança contextualização ligados a dança; formas distintas de manifestações da
dança presentes em diferentes contextos,
cultivando a percepção, o imaginário, a
capacidade de simbolizar e o repertório
corporal.

- EF15AR12) Discutir, com respeito e sem


preconceito, as experiências pessoais e
coletivas em dança vivenciadas na escola,
como fonte para a construção de
vocabulários e repertórios próprios

TEATRO Improvisação (EF15AR18). Reconhecer e apreciar


-Improvisar cenas a partir de estímulos formas distintas de manifestações do
variados. teatro presentes em diferentes contextos,
aprendendo a ver e a ouvir histórias
dramatizadas e cultivando a Percepção, o
-Identificar os timbres sonoros. imaginário, a capacidade de simbolizar e o
-Compreender a relação entre o repertório ficcional.
-Instrumentos musicais e material de um instrumento e seu tipo
propriedade do som. (EF15AR13). Identificar e apreciar
de som.
criticamente diversas formas e gêneros de
MÚSICA -Produzir o próprio instrumento musical.
expressão musical, reconhecendo e
-Explorar a voz como ferramenta
analisando os usos e as funções da
sonora.
música em diversos contextos de
-Explorar o corpo como instrumento de
circulação, em especial, aqueles da vida
percussão.
cotidiana.

(EF15AR14). Perceber e explorar os


elementos constitutivos da música (altura,
intensidade, timbre, melodia, ritmo etc.),
por meio de jogos, brincadeiras, canções e
práticas diversas de composição/criação,
execução e apreciação musical.
ÁREA DO CONHECIMENTO: LINGUAGENS
COMPONENTE CURRICULAR DE ARTE
56
PROFESSOR (A): ANA MARGARIDA VENTURA PEIXOTO - 4ºI ANO - 2º - TRIMESTRE

UNIDADES OBJETO DO OBJETO DO CONHECIMENTO COMPETÊNCIAS BNCC/HABILIDADES


TEMÁTICAS CONHECIMENTO GERAL ESPECÍFICO

-Cultura de Itajaí e região; -Compreender, diferenciar e resgatar


ARTES manifestações folclóricas da região; -(EF15AR02). Explorar e reconhecer
-Cultura Popular: folclore. elementos constitutivos das artes visuais
VISUAIS (Lendas e mitos) - Resgatar histórias locais, nacionais de (ponto, linha, forma, cor, espaço,
lendas ou mitos folclóricos; movimento etc.).
- Elementos visuais: textura
(EF15AR04). Experimentar diferentes
-Arte Moderna (Brasileira) e -Conhecer e experimentar os elementos formas de expressão artística (desenho,
Monet; Van Gogh: Picasso; da linguagem visual (textura, escala e pintura, colagem, Quadrinhos, dobradura,
dimensão) escultura, modelagem, instalação, vídeo,
- Figuras geométricas fotografia etc.), fazendo uso Sustentável
(Tangram); - Estimular a observação e a leitura de de materiais, instrumentos, recursos e
imagens; técnicas convencionais e não
- Arte indígena.
convencionais
-Relacionar momentos marcantes da
nossa história, relacionados às artes EF15AR01). Identificar e apreciar formas
plásticas; distintas das artes visuais tradicionais e
-Reconhecer elementos de identidade Contemporâneas, cultivando a percepção,
cultural nas obras do modernismo e as o imaginário, a capacidade de simbolizar e
características próprias da arte moderna o Repertório imagético.
brasileira;
(EF15AR03) Reconhecer e analisar a
- Conhecer algumas obras e artistas influência de distintas matrizes estéticas e
conhecidos mundialmente; culturais das artes visuais nas
manifestações artísticas das culturas
- Identificar e confeccionar figuras
locais, regionais e nacionais.
geométricas;
.
-  . Conhecer algumas danças da nossa
DANÇA - Elementos da Dança e de outras culturas; (EF15AR09). Estabelecer relações entre
-Valorizar e aprender a se expressar por as partes do corpo e destas com o todo
meio dessa linguagem; corporal na Construção do movimento
57
-Incluir algumas brincadeiras para dançado.
trabalhar diferentes direções, níveis,
deslocamento e criatividade (EF15AR10). Experimentar diferentes
aproveitando para transformar os formas de orientação no espaço
movimentos das brincadeiras em dança. (deslocamentos, planos, direções,
caminhos etc.) e ritmos de movimento
(lento, moderado e rápido) na construção
do movimento dançado.

-Improvisação - Improvisar cenas a partir de estímulos EF15AR18). Reconhecer e apreciar


TEATRO variados. formas distintas de manifestações do
teatro presentes em diferentes contextos,
aprendendo a ver e a ouvir histórias
dramatizadas e cultivando a Percepção, o
imaginário, a capacidade de simbolizar e o
repertório ficcional.

EF15AR13). Identificar e apreciar


criticamente diversas formas e gêneros de
expressão Musical, reconhecendo e
analisando os usos e as funções da
música em diversos contextos de
circulação, em especial, aqueles da vida
cotidiana.

58
ÁREA DO CONHECIMENTO: LINGUAGENS
COMPONENTE CURRICULAR DE ARTE
PROFESSOR (A): ANA MARGARIDA VENTURA PEIXOTO - 4º ANO - 3º - TRIMESTRE
UNIDADES OBJETO DO OBJETO DO CONHECIMENTO COMPETÊNCIAS BNCC/HABILIDADES
TEMÁTICAS CONHECIMENTO GERAL ESPECÍFICO

-Cultura Afro-brasileira -Compreender, diferenciar e resgatar a -(EF15AR05). Experimentar a criação em


ARTES manifestação afro-brasileira; artes visuais de modo individual, coletivo e
-História da arte: colaborativo, explorando diferentes
VISUAIS Impressionismo -Despertar interesse e o respeito às espaços da escola e da comunidade.
diferentes culturas;
- Cores: Quentes e Frias -(EF15AR02). Explorar e reconhecer
-Identificar o movimento Impressionista elementos constitutivos das artes visuais
-Composição bidimensional dentro das artes plásticas e alguns de (ponto, linha, forma, cor, espaço,
(Desenho e pintura) seus precursores; movimento etc.).
- Natureza morta -Identificar e aplicar as cores estudadas; -EF15AR04) Experimentar diferentes
formas de expressão artística (desenho,
-História em quadrinhos; -Identificar e nomear os diferentes pintura, colagem, Quadrinhos, dobradura,
gêneros artístico; escultura, modelagem, instalação, vídeo,
Composição tridimensional
(Origami) fotografia etc.), fazendo uso Sustentável
-Construir uma tirinha em quadrinhos
de materiais, instrumentos, recursos e
com mensagens natalinas;
técnicas convencionais e não
-Diferenciar o bidimensional e convencionais.
tridimensional.
(EF15AR07). Reconhecer algumas
categorias do sistema das artes visuais
(museus, galerias, instituições, artistas,
artesãos, curadores etc.).

- Proporcionar meios que levem os


DANÇA - Elementos formais alunos a desenvolverem capacidades (EF15AR12). Discutir, com respeito e sem
corporais e culturais, propiciando dessa preconceito, as experiências pessoais e
forma o ensino-aprendizagem; coletivas em dança vivenciadas na escola,
como fonte para a construção de
vocabulários e repertórios próprios.

59
(EF15AR08). Experimentar e apreciar
formas distintas de manifestações da
dança presentes em diferentes contextos,
cultivando a percepção, o imaginário, a
capacidade de simbolizar e o repertório
corporal.

TEATRO Improvisação -Improvisar cenas a partir de estímulos (EF15AR20). Experimentar o trabalho


variados. colaborativo, coletivo e autoral em
improvisações teatrais e processos
narrativos criativos em teatro, explorando
desde a teatralidade dos gestos e das
ações do cotidiano até elementos de
-Notação e registro Musical - Pesquisar sons com instrumentos diferentes matrizes estéticas e culturais.
MÚSICA musicais e objetos sonoros disponíveis;
-Criar maneiras de registrar as ideias (EF15AR13). Identificar e apreciar
musicais graficamente criticamente diversas formas e gêneros de
expressão musical, reconhecendo e
Conhecer tipos de notações gráficas; analisando os usos e as funções da
música em diversos contextos de
circulação, em especial, aqueles da vida
cotidiana.

(EF15AR16). Explorar diferentes formas


de registro musical não convencional
(representação gráfica de sons, partituras
criativas etc.), bem como procedimentos e
técnicas de registro em áudio e
audiovisual, e reconhecer a notação
musical convencional.

(EF15AR17). Experimentar improvisações,


60
composições e sonorização de histórias,
entre outros, utilizando vozes, sons
corporais e/ou instrumentos musicais
convencionais ou não convencionais, de
modo individual, coletivo e colaborativo.

(EF15AR22). Experimentar possibilidades


criativas de movimento e de voz na criação
de um Personagem teatral, discutindo
estereótipos.

METODOLOGIA: CRITÉRIOS AVALIATIVOS: INSTRUMENTOS AVALIATIVOS:


Aulas expositivas e -Participação, presença; -Avaliação individual sem consulta;
dialogadas; -Interesse na procura de -Relatório das apresentações;
-Contextualização da história aprofundar os conhecimentos; -Caderno completo;
da arte; -Caderno completo; -Trabalhos individual e em grupo;
-Leitura de imagens; -Argumentação e pesquisa; -Pesquisas;
- Leitura e interpretação de -Criatividade, -Debates.
textos, verbais e não verbais; -Estéticas,
-Uso do livro didático; -Pontualidade na entrega.

*Recuperação Paralela: A recuperação se dá durante todo o processo de aprendizagem com a retomada dos conteúdos trabalhados durante o
trimestre.

61
ÁREA DO CONHECIMENTO: LINGUAGENS
COMPONENTE CURRICULAR DE EDUCAÇÃO FÍSICA
PROFESSOR (A): ROSANE CRISTINA FRANZMANN - 4º ANO
UNIDADES OBJETO DO OBJETO DO CONHECIMENTO COMPETÊNCIAS BNCC/HABILIDADES
TEMÁTICAS CONHECIMENTO GERAL ESPECÍFICO (Objetivos de Aprendizagem)
(EIXOS) (Conteúdos/Conceitos) (Conteúdos/Conceitos)
*Experimentar e fruir brincadeiras e jogos
BRINCADEIRAS Aspectos gerais: as brincadeiras e jogos populares do Brasil e do mundo, incluindo
como forma de linguagem, convívio e aqueles de matriz indígena e africana, e
E JOGOS Brincadeiras e jogos coabitação; estimular o envolvimento recriá-los, valorizando a importância desse
populares do Brasil e do dos familiares por meio de jogos e patrimônio histórico cultural.
mundo brincadeiras. Jogos populares da *Planejar e utilizar estratégias para
cultura brasileira: amarelinha, pular possibilitar a participação segura de todos
corda, bola de gude, pernas de pau, os alunos em brincadeiras e jogos
petecas, bilboquê, pé-de-lata, cinco populares do Brasil e de matriz indígena e
marias, pipa, cabo de guerra, tiro da africana.
zarabatana etc. Jogos africanos e afro-
brasileiros: labirinto, matakuna, my god, *Descrever, por meio de múltiplas
mancala, cacuriá. Jogos simbólicos: linguagens (corporal, oral, escrita,
estimulam o faz-de-conta e a audiovisual), as brincadeiras e os jogos
imaginação por meio de estórias. Jogos populares do Brasil e de matriz indígena e
cooperativos: pega-corrente, estafetas africana, explicando suas características e
etc.). a importância desse patrimônio histórico
cultural na preservação das diferentes
Brincadeiras de roda: gato e rato, culturas.
chicote queimado, etc. Iniciação a jogos
de competição: estafetas, pique- *Recriar, individual e coletivamente, e
bandeira, queimada etc. Brinquedos experimentar, na escola e fora dela,
cantados: se utilizam de música, brincadeiras e jogos populares do Brasil e
implementos e ritmo, ex. escravos de do mundo, incluindo aqueles de matriz
Jó, lagusta laguê etc. Jogos de salão, indígena e africana, e demais práticas
de mesa e tabuleiro: xadrez, dama, corporais tematizadas na escola,
ping-pong, cartas, dominó etc. Adequando-as aos espaços públicos
Brincadeira de pegar e esconder: pega- disponíveis.

62
congela, pega-rabo

Aspectos gerais: características, *Experimentar e fruir diversos tipos de


Esportes com rede divisória e habilidades e fundamentos dos esportes esportes de campo e taco, rede/parede e
ESPORTES parede de rebote com rede divisória e parede de rebote; invasão, identificando seus elementos
discussão sobre a influência dos comuns e criando estratégias individuais e
padrões de desempenho, saúde e coletivas básicas para sua execução,
estética corporal. prezando pelo trabalho coletivo e pelo
protagonismo.
Vôlei e vôlei de praia: jogos pré-
desportivos e fundamentos básicos *Diferenciar os conceitos de jogo e
(postura corporal, toque, manchete, esporte, identificando as características
saque adaptado). que os constituem na contemporaneidade
e suas manifestações (profissional e
Tênis de mesa: jogos pré-desportivos e comunitária/lazer).
fundamentos básicos (postura corporal,
empunhadura, rebatida, saque
adaptado).

Tênis de campo: jogos pré-desportivos


e fundamentos básicos (postura
corporal, empunhadura, rebatida, saque
adaptado).

Peteca: fundamentos básicos (saque,


defesa, ataque).

Punhobol: fundamentos básicos (saque,


defesa/passe, levantamento,
batida/ataque). Noções sobre: pelota
basca, raquetebol, squash...

Especificidades: jogos pré-desportivos


do basquetebol, futebol.

Aspectos gerais: características *Experimentar e fruir, de forma coletiva,


63
GINÁSTICA fundantes das ginásticas rítmica, combinações de diferentes elementos da
Ginástica de competição artísticas e acrobática; promoção de ginástica geral (equilíbrios, saltos, giros,
vivências que primam pela segurança rotações, acrobacias, com e sem
na execução. materiais), propondo coreografias com
diferentes temas do cotidiano.
Ginástica rítmica: elementos corporais:
formas de andar, formas de correr, *Planejar e utilizar estratégias para
formas de girar, saltitos (1º saltito, resolver desafios na execução de
galope, chassê), saltos (grupado, elementos básicos de apresentações
vertical, tesoura, passo pulo, corza, coletivas de ginástica geral, reconhecendo
cossaco), equilíbrio (passê, prancha as potencialidades e os limites do corpo e
facial, perna à frente, de joelhos com a adotando procedimentos de segurança.
perna lateral, frontal ou dorsal), pivots
(no passê, com sustentações das
pernas à frente), ondas: lateral, ondas
antero-posterior, postero-anterior e
lateral, onda de peito no chão);
exploração dos aparelhos: corda, arco,
bola, maças e fita; música: elaboração
de composições coreográficas a mãos
livres e com aparelhos.

Ginástica artística: elementos de solo:


rolamentos para frente e para trás
grupado, parada de mãos, parada de
cabeça, roda, rodante, reversão;
exploração dos aparelhos: trave de
equilíbrio, barra fixa, mesa de salto,
paralelas simétricas (podem ser
utilizados aparelhos alternativos como
bancos, mesas, plintos, galhos...).

CRITÉRIOS AVALIATIVOS: INSTRUMENTOS AVALIATIVOS:


METODOLOGIA:
Participação Avaliação pratica com registro de
Aulas expositivas
Criatividade
Aulas práticas Concentração Pontualidade, postura, espirito de 64
Entendimento grupo, tarefas, respeito e
Torneio recreativo. Coordenação motora cooperação;
Habilidades práticas
65
ÁREA DO CONHECIMENTO: MATEMÁTICA
COMPONENTE CURRICULAR DE MATEMÁTICA
PROFESSOR (A): SIMONE POLIDORO CARDOSO – 4º ANO
UNIDADES OBJETO DO CONHECIMENTO COMPETÊNCIAS BNCC/HABILIDADES
TEMÁTICAS GERAL (Objetivos de Aprendizagem)
(EIXOS) (Conteúdos/Conceitos)
 Sistema de numeração
decimal: leitura, escrita, Ler, escrever e ordenar números naturais até a ordem de
comparação e ordenação de dezenas de milhar.
números naturais de até cinco
ordens Mostrar, por decomposição e composição, que todo número
natural pode ser escrito por meio de adições e multiplicações
 Composição e decomposição por potências de dez, para compreender o sistema de
de um número natural de até cinco numeração decimal e desenvolver estratégias de cálculo.
ordens, por meio de adições e
Resolver e elaborar problemas com números naturais
multiplicações por potências de 10
envolvendo adição e subtração, utilizando estratégias
 Propriedades das operações diversas, como cálculo, cálculo mental e algoritmos, além de
para o desenvolvimento de fazer estimativas do resultado. Utilizar as relações entre
Números diferentes estratégias de cálculo adição e subtração, bem como entre multiplicação e divisão,
com números naturais para ampliar as estratégias de cálculo. Utilizar as
propriedades das operações para desenvolver estratégias de
 Problemas envolvendo cálculo.
diferentes significados da
multiplicação e da divisão: adição Resolver e elaborar problemas envolvendo diferentes
de parcelas iguais, configuração significados da multiplicação (adição de parcelas iguais,
retangular, proporcionalidade, organização retangular e proporcionalidade), utilizando
repartição equitativa e medida estratégias diversas, como cálculo por estimativa, cálculo
mental e algoritmos. Resolver e elaborar problemas de
divisão cujo divisor tenha no máximo dois algarismos,
 Problemas de contagem envolvendo os significados de repartição equitativa e de
medida, utilizando estratégias diversas, como cálculo por
 Números racionais: frações unitárias estimativa, cálculo mental e algoritmos.
mais usuais (1/2, 1/3, 1/4, 1/5, 1/10 e
1/100)
66
 Números racionais: representação
decimal para escrever valores do Resolver, com o suporte de imagem e/ou material
sistema monetário brasileiro manipulável, problemas simples de contagem, como a
determinação do número de agrupamentos possíveis ao se
combinar cada elemento de uma coleção com todos os
elementos de outra, utilizando estratégias e formas de
registro pessoais.

Reconhecer as frações unitárias mais usuais (1/2, 1/3, 1/4,


1/5, 1/10 e 1/100) como unidades de medida menores do que
uma unidade, utilizando a reta numérica como recurso.

Reconhecer que as regras do sistema de numeração decimal


podem ser estendidas para a representação decimal de um
número racional e relacionar décimos e centésimos com a
representação do sistema monetário brasileiro.

Sequência numérica recursiva


formada por múltiplos de um número Identificar regularidades em sequências numéricas
natural compostas por múltiplos de um número natural.
Álgebra
Sequência numérica recursiva
Reconhecer, por meio de investigações, que há grupos de
formada por números que deixam o
números naturais para os quais as divisões por um
mesmo resto ao ser divididos por um
determinado número resultam em restos iguais, identificando
mesmo número natural diferente de
regularidades.
zero

Relações entre adição e subtração Reconhecer, por meio de investigações, utilizando a


e entre multiplicação e divisão calculadora quando necessário, as relações inversas entre as
operações de adição e de subtração e de multiplicação e de
Propriedades da igualdade divisão, para aplicá-las na resolução de problemas.

67
Reconhecer e mostrar, por meio de exemplos, que a relação
de igualdade existente entre dois termos permanece quando
se adiciona ou se subtrai um mesmo número a cada um
desses termos. Determinar o número desconhecido que
torna verdadeira uma igualdade que envolve as operações
fundamentais com números naturais.

Descrever deslocamentos e localização de pessoas e de


Geometria objetos no espaço, por meio de malhas quadriculadas e
 Localização e movimentação: representações como desenhos, mapas, planta baixa e
pontos de referência, direção e croquis, empregando termos como direita e esquerda,
sentido Paralelismo e mudanças de direção e sentido, intersecção, transversais,
perpendicularismo paralelas e perpendiculares.
 Figuras geométricas espaciais Associar prismas e pirâmides a suas planificações e analisar,
(prismas e pirâmides): nomear e comparar seus atributos, estabelecendo relações
reconhecimento, representações, entre as representações planas e espaciais.
planificações e características
Reconhecer ângulos retos e não retos em figuras poligonais
 Ângulos retos e não retos: uso de com o uso de dobraduras, esquadros ou softwares de
dobraduras, esquadros e softwares geometria.

 Simetria de reflexão Reconhecer simetria de reflexão em figuras e em pares de


figuras geométricas planas e utilizá-la na construção de
figuras congruentes, com o uso de malhas quadriculadas e
de softwares de geometria.

 Medidas de comprimento, massa


Grandezas e e capacidade: estimativas, utilização Medir e estimar comprimentos (incluindo perímetros), massas
de instrumentos de medida e de e capacidades, utilizando unidades de medida padronizadas
medidas unidades de medida convencionais mais usuais, valorizando e respeitando a cultura local.
mais usuais

 Áreas de figuras construídas em


malhas quadriculadas Medir, comparar e estimar área de figuras planas
desenhadas em malha quadriculada, pela contagem dos
68
 Medidas de tempo: leitura de quadradinhos ou de metades de quadradinho, reconhecendo
horas em relógios digitais e que duas figuras com formatos diferentes podem ter a
analógicos, duração de eventos e mesma medida de área.
Grandezas e
relações entre unidades de medida
medidas de tempo Ler e registrar medidas e intervalos de tempo em horas,
minutos e segundos em situações relacionadas ao seu
 Medidas de temperatura em grau cotidiano, como informar os horários de início e término de
Celsius: construção de gráficos para realização de uma tarefa e sua duração.
indicar a variação da temperatura
(mínima e máxima) medida em um Reconhecer temperatura como grandeza e o grau Celsius
dado dia ou em uma semana como unidade de medida a ela associada e utilizá-lo em
comparações de temperaturas em diferentes regiões do
 Problemas utilizando o sistema Brasil ou no exterior ou, ainda, em discussões que envolvam
monetário brasileiro problemas relacionados ao aquecimento global. Registrar as
temperaturas máxima e mínima diárias, em locais do seu
cotidiano, e elaborar gráficos de colunas com as variações
diárias da temperatura, utilizando, inclusive, planilhas
eletrônicas.

Resolver e elaborar problemas que envolvam situações de


compra e venda e formas de pagamento, utilizando termos
como troco e desconto, enfatizando o consumo ético,
consciente e responsável.

 Análise de chances de eventos


aleatórios Identificar, entre eventos aleatórios cotidianos, aqueles que
têm maior chance de ocorrência, reconhecendo
Probabilidade características de resultados mais prováveis, sem utilizar
 Leitura, interpretação e
e estatística representação de dados em tabelas frações.
de dupla entrada, gráficos de
colunas simples e agrupadas, Analisar dados apresentados em tabelas simples ou de dupla
gráficos de barras e colunas e entrada e em gráficos de colunas ou pictóricos, com base em
gráficos pictóricos informações das diferentes áreas do conhecimento, e
produzir texto com a síntese de sua análise.

 Diferenciação entre variáveis Realizar pesquisa envolvendo variáveis categóricas e


categóricas e variáveis numéricas numéricas e organizar dados coletados por meio de tabelas e
69
Coleta, classificação e representação gráficos de colunas simples ou agrupadas, com e sem uso de
de dados de pesquisa realizada tecnologias digitais.

METODOLOGIA: CRITÉRIOS AVALIATIVOS: INSTRUMENTOS AVALIATIVOS:


- Uso do livro didático e aulas -Participação, presença; -Avaliação individual sem consulta;
práticas e expositivas; -Interesse na procura de -Relatório das apresentações;
aprofundar os conhecimentos; -Caderno completo;
- Atividades individuais e em -Caderno completo; -Trabalhos individual e em grupo;
grupo; -Argumentação e pesquisa; -Pesquisas
- Leitura, produção de textos e
questionários;
-Execução e discussão de
exercícios;
- Discussão de tarefas da sala
de aula e de casa;
- Exercícios no caderno;

70
ÁREA DO CONHECIMENTO CIÊNCIA DA NATUREZA
COMPONENTE CURRICULAR DE CIÊNCIAS
PROFESSOR (A): SIMONE POLIDORO CARDOSO – 4º ANO
UNIDADES OBJETO DO OBJETO DO CONHECIMENTO COMPETÊNCIAS BNCC/HABILIDADES
TEMÁTICAS CONHECIMENTO GERAL ESPECÍFICO (Objetivos de Aprendizagem)
(EIXOS) (Conteúdos/Conceitos) (Conteúdos/Conceitos)

Matéria e • Mudanças dos estados físicos da Identificar misturas na vida diária, com
 Misturas matéria. base em suas propriedades físicas
energia Transformações observáveis, reconhecendo sua
reversíveis e não • Introdução a misturas homogêneas e composição.
reversíveis heterogêneas.
Testar e relatar transformações nos
• Separação de mistura. materiais do dia a dia quando expostos a
diferentes condições (aquecimento,
• Fenômenos químicos e físicos. resfriamento, luz e umidade).
• Reações químicas entre as partículas. Concluir que algumas mudanças causadas
por aquecimento ou resfriamento são
• Tipos de máquinas e seus reversíveis (como as mudanças de estado
combustíveis. físico da água) e outras não (como o
cozimento do ovo, a queima do papel etc.)

Vida e • Seres unicelulares e multicelulares. Analisar e construir cadeias alimentares


 Cadeias alimentares simples, reconhecendo a posição ocupada
evolução simples • Seres microscópicos (uso de lupa e pelos seres vivos nessas cadeias e o
Microrganismos microscópio). papel do Sol como fonte primária de
energia na produção de alimentos.
• Reino Monera, Fungi e Protoctista.
Descrever e destacar semelhanças e
• Cadeias alimentares. diferenças entre o ciclo da matéria e o
fluxo de energia entre os componentes
• Relações ecológicas.
vivos e não vivos de um ecossistema.

71
• Decomposição.
Relacionar a participação de fungos e
• Combustíveis fósseis. bactérias no processo de decomposição,
reconhecendo a importância ambiental
• Vacinas e a prevenção de doenças. desse processo.
• Interferências humanas nos Verificar a participação de microrganismos
ecossistemas. na produção de alimentos, combustíveis,
medicamentos, entre outros.

Propor, a partir do conhecimento das


formas de transmissão de alguns
microrganismos (vírus, bactérias e
protozoários), atitudes e medidas
adequadas para prevenção de doenças a
eles associadas.

Terra e • Meios de orientações: Sol e Identificar os pontos cardeais, com base


 Pontos cardeais constelações, pontos cardeais, bússola, no registro de diferentes posições relativas
Universo Calendários, instrumentos modernos de orientação do Sol e da sombra de uma vara
fenômenos cíclicos e por satélite, etc. (gnômon).
cultura
• História dos Calendários no percurso Comparar as indicações dos pontos
da humanidade. cardeais resultantes da observação das
sombras de uma vara (gnômon) com
•. As estações do ano. aquelas obtidas por meio de uma bússola.
• Movimentos da Terra e os fusos Associar os movimentos cíclicos da Lua e
horários (Brasil e mundo). da Terra a períodos de tempo regulares e
ao uso desse conhecimento para a
construção de calendários em diferentes
culturas.

72
METODOLOGIA: CRITÉRIOS AVALIATIVOS: INSTRUMENTOS AVALIATIVOS:
Participação, presença; Avaliação individual sem consulta;
- Uso do livro didático e aulas -Interesse na procura de -Relatório das apresentações;
práticas e expositivas; aprofundar os conhecimentos; -Caderno completo;
- Atividades individuais e em -Caderno completo; -Trabalhos individual e em grupo;
-Argumentação e pesquisa; -Pesquisas
grupo;
- Leitura, produção de textos e
questionários;
-Execução e discussão de
exercícios;
- Discussão de tarefas da sala
de aula e de casa;
- Exercícios no caderno;

73
ÁREA DO CONHECIMENTO: CIÊNCIAS HUMANAS
COMPONENTE CURRICULAR DE HISTÓRIA
PROFESSOR (A): SIMONE POLIDORO CARDOSO – 4º ANO
UNIDADES OBJETO DO OBJETO DO CONHECIMENTO COMPETÊNCIAS BNCC/HABILIDADES
TEMÁTICAS CONHECIMENTO GERAL ESPECÍFICO (Objetivos de Aprendizagem)
(EIXOS) (Conteúdos/Conceitos) (Conteúdos/Conceitos)

A ação das pessoas, • Nomadismo e sedentarismo. Reconhecer a história como resultado da


grupos sociais e ação do ser humano no tempo e no
comunidades no tempo e •. Diferentes vivências de fixação espaço, com base na identificação de
no espaço: nomadismo, territorial a partir das experiências dos mudanças e permanências ao longo do
agricultura, escrita, povos do passado e do presente. tempo.
Transformações navegações, indústria,
entre outras. •. Por que os povos migram? Processos Identificar mudanças e permanências ao
e permanências migratórios e fixação de sociedades longo do tempo, discutindo os sentidos dos
O passado e o presente: a humanas (exemplos do município e grandes marcos da história da
nas trajetórias noção de permanência e Estado). humanidade (nomadismo,
dos grupos as lentas transformações desenvolvimento da agricultura e do
sociais e culturais • Processos migratórios (no espaço pastoreio, criação da indústria etc.).
humanos mais próximo da escola e da realidade
dos estudantes). Identificar as transformações ocorridas na
cidade ao longo do tempo e discutir suas
• Formas de registro dos grupos interferências nos modos de vida de seus
humanos do passado e do presente: habitantes, tomando como ponto de
Diferentes códigos de comunicação e partida o presente.
linguagem - sociedades com escrita e
ágrafas.

• A organização dos poderes políticos


do município (legislativo, executivo e
judiciário) e as formas de participação
popular (associações, conselhos,
assembleias, ONGs, organizações
escolares, etc.).

74
•. Diferentes meios de comunicação e
uso de tecnologias no município e
Estado (pessoais, familiares,
comerciais, do setor de serviços,
industriais, da agricultura, da pecuária,
entre outros) e as implicações do seu
uso e não-uso.

•. Diferentes atividades econômicas do


seu município, da região do entorno e
Estado: extrativismo, agricultura
(familiar, pequena e grande
propriedade), pecuária, tropeirismo,
serviços, comércio, indústria, turismo,
artesanato e manufaturas; atividades
produtivas e os usos dos recursos
naturais no município e Estado.

• Populações urbanas e populações


rurais no município e Estado,
observando grupos ancestrais ao longo
do tempo, levando em conta mudanças
e permanências.

• Produtos que chegam e saem do


município e Estado para serem
comercializados em outros
municípios/regiões e Estado e as
respectivas formas de circulação de
produtos: diferentes rotas e
transportes).

Identificar as relações entre os indivíduos


•. Diferentes formas de circulação de e a natureza e discutir o significado do
pessoas e processos migratórios entre nomadismo e da fixação das primeiras
75
Circulação de diferentes grupos étnicos (e) presentes comunidades humanas.
A circulação de pessoas e no município, Estado e país ao longo do
pessoas, as transformações no meio tempo (mudanças e permanências, Relacionar os processos de ocupação do
produtos e natural formação do município e do Estado e de campo a intervenções na natureza,
outras cidades do entorno). avaliando os resultados dessas
culturas intervenções.
• Diferentes formas de circulação de
produtos, meios de comunicação e usos Identificar as transformações ocorridas nos
processos de deslocamento das pessoas e
das tecnologias entre diferentes grupos mercadorias, analisando as formas de adaptação
étnicos (e) ao longo do tempo ou marginalização.
(mudanças e permanências).
Identificar e descrever a importância dos
caminhos terrestres, fluviais e marítimos
para a dinâmica da vida comercial.

Identificar as transformações ocorridas nos


As questões A invenção do comércio e •. Diferentes formas de circulação de meios de comunicação (cultura oral,
a circulação de produtos pessoas (processos migratórios, imprensa, rádio, televisão, cinema, internet
históricas viagens por diferentes razões, e demais tecnologias digitais de
As rotas terrestres, fluviais mudanças sazonais, diferentes rotas e informação e comunicação) e discutir seus
relativas às e marítimas e seus transportes pelos quais as pessoas significados para os diferentes grupos ou
migrações impactos para a formação chegam ou saem do município, Estado estratos sociais.
de cidades e as e país)
transformações do meio Identificar as motivações dos processos migratórios
natural em diferentes tempos e espaços e avaliar o papel
desempenhado pela migração nas regiões de
O mundo da tecnologia: a destino.
integração de pessoas e Analisar diferentes fluxos populacionais e
as exclusões sociais e suas contribuições para a formação da
culturais sociedade brasileira. Analisar, na
sociedade em que vive, a existência ou
não de mudanças associadas à migração
(interna e internacional).

METODOLOGIA: CRITÉRIOS AVALIATIVOS: INSTRUMENTOS AVALIATIVOS:


- Uso do livro didático e aulas Participação, presença; -Avaliação individual sem consulta;
práticas e expositivas; -Interesse na procura de -Relatório das apresentações; 76
aprofundar os conhecimentos; -Caderno completo;
- Atividades individuais e em -Caderno completo; -Trabalhos individual e em grupo;
grupo; -Argumentação e pesquisa; -Pesquisas
77
ÁREA DO CONHECIMENTO: CIÊNCIAS HUMANAS
COMPONENTE CURRICULAR DE GEOGRAFIA
PROFESSOR (A): SIMONE POLIDORO CARDOSO – 4º ANO
UNIDADES OBJETO DO OBJETO DO CONHECIMENTO COMPETÊNCIAS BNCC/HABILIDADES
TEMÁTICAS CONHECIMENTO GERAL ESPECÍFICO (Objetivos de Aprendizagem)
(EIXOS) (Conteúdos/Conceitos) (Conteúdos/Conceitos)
Território e diversidade  Conceito de território. Selecionar, em seus lugares de vivência e
O sujeito e cultural em suas histórias familiares e/ou da
 Localização, ocupação e formação comunidade, elementos de distintas
seu lugar no Processos migratórios no populacional do município. culturas (indígenas, afro-brasileiras, de
mundo Brasil outras regiões do país, latino-americanas,
 Diversidade cultural do município. europeias, asiáticas etc.), valorizando o
Instâncias do poder público e que é próprio em cada uma delas e sua
canais de participação social  O processo migratório na constituição contribuição para a formação da cultura
do município de vivência: emigração e local, regional e brasileira.
imigração.
Descrever processos migratórios e suas
 Contribuição das diversas etnias contribuições para a formação da
(indígenas, africanos, europeus, sociedade brasileira.
asiáticos).
Distinguir funções e papéis dos órgãos do
 Órgãos públicos no município: na poder público municipal e canais de
saúde, educação, segurança e participação social na gestão do Município,
assistência social. incluindo a Câmara de Vereadores e
Conselhos Municipais.
 Funções e representantes dos
poderes: legislativo, executivo e
judiciário.

 Formas de participação social:


observatórios. Cidadania fiscal,
associações, conselhos, câmara de
vereadores, etc.
 Conceito de limite e fronteira.
Sistema de orientação Reconhecer especificidades e analisar a
78
Conexões e Elementos constitutivos dos  Relações entre campo e cidade no interdependência do campo e da cidade,
mapas município. considerando fluxos econômicos, de
escalas
informações, de ideias e de pessoas.
 Conceito de Unidade da Federação,
distrito. Unidades político-administrativas do Brasil:
Distinguir unidades político-administrativas
 Conceito de Região. oficiais nacionais (Distrito, Município,
Unidade da Federação e grande região),
 Localização do seu bairro no suas fronteiras e sua hierarquia,
município, do seu município no Estado, localizando seus lugares de vivência.
do seu Estado na grande região
(Região Sul) e no território brasileiro. Territórios étnico culturais.

 Localização e caracterização dos Identificar e descrever territórios étnico


grupos e territórios étnico culturais e culturais existentes no Brasil, tais como
assentamentos identificados no terras
município indígenas e de comunidades
remanescentes de quilombos,
reconhecendo a legitimidade da
demarcação desses territórios.

Mundo do  Pequena propriedade familiar. Comparar as características do trabalho no


Trabalho no campo e na campo e na cidade.
trabalho cidade Produção, circulação  Relações de trabalho no campo e na
e consumo cidade, tipos de migrações, circulação Produção, circulação e consumo.
de pessoas e mercadorias setor
primário secundário e terciário da Descrever e discutir o processo de
economia. produção (transformação de matérias
primas), circulação e consumo de
 Atividades econômicas no município diferentes produtos.

 Meios de orientação e seus


Formas de Sistema de orientação instrumentos nos vários grupos étnicos. Utilizar as direções cardeais na localização
Elementos constitutivos dos de componentes físicos e humanos nas
representaçã mapas  Relações espaciais projetivas: paisagens rurais e urbanas.

79
oe sistema de referência fixo. Elementos constitutivos dos mapas.
 Pontos cardeais e colaterais.
pensamento Comparar tipos variados de mapas,
espacial  Conceito, tipos, características e identificando suas características,
funções dos mapas. Elementos do elaboradores, finalidades, diferenças e
mapa (título, legenda, escala, etc.). semelhanças.
Leitura de diferentes tipos de mapas do
município
 Observação das paisagens naturais
Natureza, Conservação e degradação e culturais do município no contexto Identificar as características das paisagens
da natureza regional. naturais e antrópicas (relevo, cobertura
ambientes e vegetal, rios etc.) no ambiente em que
qualidade de  Áreas e unidades de conservação, vive, bem como a ação humana na
formações vegetais e biomas no conservação ou degradação dessas áreas.
vida município.

 Problemas ambientais decorrentes


da intervenção humana município de
vivência.
 Natureza, qualidade de vida e saúde
METODOLOGIA: CRITÉRIOS AVALIATIVOS: INSTRUMENTOS AVALIATIVOS:
- Uso do livro didático e aulas práticas e Participação, presença; Avaliação individual sem consulta;
expositivas - Atividades individuais e em -Interesse na procura de -Relatório das apresentações;
grupo - Leitura, produção de textos e aprofundar os conhecimentos; -Caderno completo;
questionários - -Execução e discussão -Caderno completo; -Trabalhos individual e em grupo;
de exercícios - Discussão de tarefas da -Argumentação e pesquisa; -Pesquisas
sala de aula e de casa - Exercícios no
caderno.

80
ÁREA DO CONHECIMENTO: ENSINO RELIGIOSO
COMPONENTE CURRICULAR DE ENSINO RELIGIOSO
PROFESSOR (A): SIMONE POLIDORO CARDOSO – 4º ANO
UNIDADES OBJETO DO CONHECIMENTO COMPETÊNCIAS BNCC/HABILIDADES
TEMÁTICAS ESPECÍFICO (Objetivos de Aprendizagem)
(EIXOS) (Conteúdos/Conceitos)
Identificar e problematizar situações de violências no
Identidades, contexto escolar e espaços socioafetivos, possibilitando
intervenções de prevenção e de enfrentamento.
diversidades e Diversidades e Direitos Humanos

alteridades Identificar ritos presentes no cotidiano socioafetivo


(pessoal, familiar, escolar e comunitário). Identificar ritos e
suas funções em diferentes, manifestações, tradições
religiosas e filosofias de vida. Caracterizar ritos de
iniciação e de passagem em diferentes manifestações,
tradições religiosas e filosofias de vida. Identificar as
diversas formas de expressar a espiritualidade (orações,
cultos, gestos, cantos, dança, meditação, entre outros) nas
diferentes manifestações, tradições religiosas e filosofias
de vida.

Manifestações Identificar ritos presentes no cotidiano socioafetivo


Ritos sagrados (pessoal, familiar, escolar e comunitário). Identificar ritos e
religiosas suas funções em diferentes, manifestações, tradições
religiosas e filosofias de vida. Caracterizar ritos de
iniciação e de passagem em diferentes manifestações,
tradições religiosas e filosofias de vida. Identificar as
diversas formas de expressar a espiritualidade (orações,
cultos, gestos, cantos, dança, meditação, entre outros) nas
diferentes manifestações, tradições religiosas e filosofias
de vida.

81
Manifestações Símbolos Sagrados Identificar representações religiosas em diferentes
expressões artísticas (pinturas, arquitetura, esculturas,
religiosas ícones, símbolos, imagens, dentre outros), reconhecendo-
as como parte das identidades das manifestações,
tradições religiosas e filosofias de vida

Crenças religiosas e Ideia de divindade Identificar nomes e representações de divindades nos


contextos socioafetivos. Reconhecer e respeitar as ideias
filosofias de vida de divindades nas manifestações e tradições religiosas.

Crenças religiosas e
Lideranças religiosas Reconhecer o papel das lideranças na sociedade.
filosofias de vida Distinguir lideranças religiosas de outras lideranças
presentes na sociedade. Compreender a
corresponsabilidade das lideranças na defesa e na
promoção dos Direitos Humanos e da Terra.

METODOLOGIA: CRITÉRIOS AVALIATIVOS: INSTRUMENTOS AVALIATIVOS:

Aulas práticas e expositivas; Participação, presença; -Avaliação individual sem consulta;


-Interesse na procura de -Relatório das apresentações;
- Atividades individuais e em grupo; aprofundar os conhecimentos; -Caderno completo;
- Leitura, produção de textos e -Caderno completo; -Trabalhos individual e em grupo;
questionários; -Argumentação e pesquisa; -Pesquisas

-Execução e discussão de exercícios;


- Discussão de tarefas da sala de
aula e de casa;
- Exercícios no caderno;

82
ANOS INICIAIS
5º ANO

83
ÁREA DO CONHECIMENTO: LINGUAGENS
COMPONENTE CURRICULAR DE LÍNGUA PORTUGUESA
PROFESSOR (A): JOSIANE MACIEL PINOTTI - 5º ANO
OBJETO DO OBJETO DO CONHECIMENTO ESPECÍFICO COMPETÊNCIAS BNCC/HABILIDADES
CONHECIMENTO GERAL (Conteúdos/Conceitos) (Objetivos de Aprendizagem)
(Conteúdos/Conceitos)
Decodificação/Fluência  Gêneros textuais: elemento, estrutura, Ler e compreender, silenciosamente e, em
de leitura suporte e função social. seguida, em voz alta, com autonomia e
 Leitura, informações implícitas e explícitas. fluência, textos curtos com nível de
 Exposição de ideias e argumentação. textualidade adequado.
 Relações entre textos
Formação de leitor  Gêneros textuais: elemento, estrutura, Selecionar livros da biblioteca e/ou do
suporte e função social. cantinho de leitura da sala de aula e/ou
 Leitura textual, temática e interpretativa. disponíveis em meios digitais para leitura
 Exposição ideias e argumentação. individual, justificando a escolha e
 Intertextualidade. compartilhando com os colegas sua opinião,
 Compreensão após a leitura.
Compreensão  Gêneros textuais: elemento, estrutura,
suporte e função social. Identificar a ideia central do texto,
 Leitura textual, temática e interpretativa. demonstrando compreensão global
 Exposição ideias e argumentação
 Intertextualidade
Estratégia de leitura  Gêneros textuais: elemento, estrutura, Inferir o sentido de palavras ou expressões
suporte e função social. desconhecidas em textos, com base no
 Leitura textual, temática e interpretativa. contexto da frase ou do texto
 Informações implícitas e explícitas.
 Polissemia, conotação e denotação. Recuperar relações entre partes de um
texto, identificando substituições lexicais (de
 Sinônimos e antônimos.
substantivos por sinônimos) ou pronominais
 Gêneros textuais: elemento, estrutura,
(uso de pronomes anafóricos – pessoais,
suporte e função social.
possessivos, demonstrativos) que
 Leitura textual, temática e interpretativa. contribuem para a continuidade do texto.
 Informações implícitas e explícitas.

84
 Classes de palavras: substantivos e
pronomes e respectivas funções.
 Parágrafo e frase.
 Sinônimos.
 Substituições lexicais
Construção do sistema  Gêneros textuais: elemento, estrutura,
alfabético/ Convenções suporte e função social. Utilizar, ao produzir um texto, conhecimentos
da escrita  Leitura textual, temática e interpretativa. linguísticos e gramaticais, tais como
 Informações implícitas e explícitas. ortografia, regras básicas de concordância
 Signos e letras em textos verbais e não nominal e verbal, pontuação (ponto final,
verbais (multimodais). ponto de exclamação, ponto de
interrogação, vírgulas em enumerações) e
 Pontuação.
pontuação do discurso direto, quando for o
 Grafia de palavras.
caso
 Normas gramaticais e ortográficas.

Construção do sistema  Linguagem formal: gêneros textuais: Utilizar, ao produzir um texto, recursos de
alfabético elemento, estrutura, suporte e função social. referenciação (por substituição lexical ou por
 Leitura textual, temática e interpretativa. pronomes pessoais, possessivos e
Estabelecimento de  Informações implícitas e explícitas. demonstrativos), vocabulário apropriado ao
relações anafóricas na  Signos e letras em textos verbais e não gênero, recursos de coesão pronominal
referenciação e verbais (multimodais). (pronomes anafóricos) e articuladores de
construção da coesão relações de sentido (tempo, causa,
 Classes de palavras (pronomes e adjetivos e
respectivas funções). oposição, conclusão, comparação), com
 Pontuação. nível suficiente de normatividade.
Morfologia
 Grafia das palavras.
 Normas gramaticais e ortográficas.
 Linguagem formal.
 Coerência e coesão.
 Vocabulário.

Planejamento de texto/  Gêneros textuais: elemento, estrutura, Organizar o texto em unidades de sentido,
Progressão temática e suporte e função social. dividindo-o em parágrafos segundo as
paragrafação  Leitura textual, temática e interpretativa. normas gráficas e de acordo com as
 Fatores textuais unidade, organização, características do gênero textual
85
coesão, coerência, objetividade.
 Ortografia.
Pontuação
 Textualidade e as marcas linguísticas.

 Gêneros textuais: elemento, estrutura,


Forma de composição de suporte e função social. Identificar gêneros do discurso oral,
gêneros orais  Leitura textual, temática e interpretativa. utilizados em diferentes situações e
 Discurso oral. contextos comunicativos, e suas
 Texto e contexto. características linguístico- expressivas e
composicionais (conversação espontânea,
 Entonação, cadência, ritmo.
conversação telefônica, entrevistas
 Recursos discursivos objetivos, organização,
pessoais, entrevistas no rádio ou na TV,
coerência e unidade. Exposição de ideias e
debate, noticiário de rádio e TV, narração de
argumentação.
jogos esportivos no rádio e TV, aula, debate
 Variações da língua (culta, informal e etc.).
regional).
 Gêneros textuais: elemento, estrutura, Ouvir gravações, canções, textos falados em
Variação linguística suporte e função social. diferentes variações linguísticas,
 Discurso oral. identificando características regionais,
 Texto e contexto. Entonação, cadência, urbanas e rurais da fala e respeitando as
ritmo. diversas variedades linguísticas como
 Recursos discursivos objetivos, organização, características do uso da língua por
coerência e unidade. diferentes grupos regionais ou diferentes
 Textualidade e marcas linguísticas. culturas locais, rejeitando preconceitos
 Variações da língua (culta, informal, regional linguísticos.
etc.).
 Gêneros textuais: elemento, estrutura, Recorrer ao dicionário para esclarecer
Construção do sistema suporte e função social. dúvida sobre a escrita de palavras,
alfabético e da ortografia • Grafia de palavras. especialmente no caso de palavras com
• Relação grafema/grafema. relações irregulares fonema-grafema.
• Vocabulário.
•. Sinônimo, antônimo. Memorizar a grafia de palavras de uso
• Polissemia. frequente nas quais as relações fonema e
Normas gramaticais e ortográficas. grafema são irregulares e com h inicial que
não representa fonema.

86
Morfologia Gêneros textuais: elemento, estrutura, suporte e Identificar em textos e usar na produção
função social. textual pronomes pessoais, possessivos e
• Grafia de palavras. demonstrativos, como recurso coesivo
• Relação grafema/grafema. anafórico
• Normas gramaticais e ortográficas.
• Classe de palavras: pronomes e respectivas
funções.
• Regras ortográficas.
• Linguagem formal.
• Coerência e coesão.
Gêneros textuais: elemento, estrutura, suporte e
Escrita colaborativa função social. Opinar e defender ponto de vista sobre tema
• Grafia de palavras. polêmico relacionado a situações
• Polissemia. vivenciadas na escola e/ou na comunidade,
• Normas gramaticais e ortográficas. utilizando registro formal e estrutura
• Signos e letras em textos verbais e não verbais adequada à argumentação, considerando a
(multimodais). situação comunicativa e o tema/assunto do
• Linguagem formal. texto
• Recursos discursivos e linguísticos, organização,
unidade, clareza, objetividade.
• Pontuação.
Gêneros textuais: elemento, estrutura, suporte e
Forma de composição função social. Identificar e reproduzir, em notícias,
dos textos • Grafia de palavras. manchetes, lides e corpo de notícias simples
• Vocabulário. para público infantil e cartas de reclamação
Sinônimo, antônimo. (revista infantil), digitais ou impressos, a
• Polissemia. formatação e diagramação específica de
• Normas gramaticais e ortográficas. cada um desses gêneros, inclusive em suas
• Signos e letras em textos verbais e não verbais. versões orais.
• Pontuação.
Pesquisa • Gêneros textuais: elemento, estrutura, suporte e Buscar e selecionar, com o apoio do
função social. professor, informações de interesse sobre
• Leitura explícitas e implícitas. fenômenos sociais e naturais, em textos que
• Intertextualidade. circulam em meios impressos ou digitais.
• Texto e contexto
Escuta de textos orais • Gêneros textuais: elemento, estrutura, suporte e Escutar, com atenção, apresentações de
87
função social. trabalhos realizadas por colegas, formulando
• Polissemia. perguntas pertinentes ao tema e solicitando
• Enfoque textual. esclarecimentos sempre que necessário.
Compreensão de textos
orais • Gêneros textuais: elemento, estrutura, suporte e Recuperar as ideias principais em situações
função social. formais de escuta de exposições,
• Polissemia. apresentações e palestras.
Planejamento de texto • Enfoque textual.
oral Exposição oral • Leitura interpretativa.
• Expressividade.

• Gêneros textuais: elemento, estrutura, suporte e


Performances orais função social. Expor trabalhos ou pesquisas escolares, em
• Língua formal e informal. sala de aula, com apoio de recursos
• Intertextualidade. multissemióticos (imagens, diagrama,
• Texto e contexto tabelas etc.), orientando-se por roteiro
escrito, planejando o tempo de fala e
adequando a linguagem à situação
comunicativa.

Formação do leitor • Gêneros textuais: estrutura, suporte e função


literário social. Ler e compreender, de forma autônoma,
• Leitura - turnos da fala. textos literários de diferentes gêneros e
• Pontuação. extensões, inclusive aqueles sem
Leitura multissemiótica • Intertextualidade ilustrações, estabelecendo preferências por
• Variação linguística. gêneros, temas, autores
• Polissemia.
Sinônimo, antônimo. • Perceber diálogos em textos narrativos,
Polissemia. • Linguagem verbal e não-verbal. • observando o efeito de sentido de verbos de
Intertextualidade. enunciação e, se for o caso, o uso de
variedades linguísticas no discurso direto

Apreciação estética • Gêneros textuais: estrutura, suporte e função Apreciar poemas e outros textos
Estilo social. versificados, observando rimas, aliterações e
• Contação, declamação e dramatização. diferentes modos de divisão dos versos,
• Intertextualidade. estrofes e refrãos e seu efeito de sentido
• Polissemia.
88
• Polifonia.
• Sonoridade, musicalidade, cadência, ritmo,
melodia.
• Denotação e conotação.
• Figuras de linguagem.
Gêneros textuais: estrutura, suporte e função social.
Textos dramáticos • Leitura. Identificar funções do texto dramático
• Tipos de discurso. (escrito para ser encenado) e sua
• Turnos de fala. organização por meio de diálogos entre
• Pontuação. personagens e marcadores das falas das
• Entonação. personagens e de cena.

Escrita autônoma e • Gêneros textuais: estrutura, suporte e função Criar narrativas ficcionais, com certa
compartilhada social. autonomia, utilizando detalhes descritivos,
• Tipos de discurso. sequências de eventos e imagens
• Normas gramaticais e ortográficas. apropriadas para sustentar o sentido do
Adequação do texto às • Variação linguística. texto, e marcadores de tempo, espaço e de
normas de escrita • Pontuação. fala de personagens
• Gêneros textuais: estrutura, suporte e função
social. Ler e compreender, com certa autonomia,
Morfossintaxe • Leitura textual, temática e interpretativa. narrativas ficcionais que apresentem
cenários e personagens, observando os
elementos da estrutura narrativa: enredo,
Imagens analíticas em tempo, espaço, personagens, narrador e a
textos construção do discurso indireto e discurso
direto.
Escrita autônoma • Gêneros textuais: estrutura, suporte e função
social. Ler e compreender, com certa autonomia,
• Leitura. textos em versos, explorando rimas, sons e
• Signos e letras em textos verbais e não verbais jogos de palavras, imagens poéticas
Formas de composição (sentidos figurados) e recursos visuais e
• Pontuação.
de textos sonoros.
• Grafia de palavras.
• Polissemia, denotação e conotação.
• Figuras de linguagem.
• Normas gramaticais e ortográficas.
• Gêneros textuais: elementos, estrutura, suporte e
89
Declamação função social Declamar poemas, com entonação, postura
. • Leitura e oratória- Pontuação e entonação. e interpretação adequadas.
• Sonoridade, musicalidade, cadência, ritmo,
melodia e postura.
• Figuras de linguagem - Formas de composição de
narrativas
Formas de composição
de narrativas • Gêneros textuais: elemento, estrutura, suporte e Identificar, em narrativas, cenário,
função social. personagem central, conflito gerador,
Coesão e articuladores • Tipos de discurso. resolução e o ponto de vista com base no
• Pontuação. -- • Linguagem verbal e não-verbal qual histórias são narradas, diferenciando
narrativas em primeira e terceira pessoas

• Gêneros textuais: elemento, estrutura, suporte e


Discurso direto e função social. Diferenciar discurso indireto e discurso
indireto • Classes de palavras: verbos e respectivas direto, determinando o efeito de sentido de
funções. verbos de enunciação e explicando o uso de
• Tipos de discurso variedades linguísticas no discurso direto,
• Pontuação quando for o caso.
*Variação Linguística

• Gêneros textuais: elemento, estrutura, suporte e Identificar, em textos versificados, efeitos de


Forma de composição de função social. sentido decorrentes do uso de recursos
textos poéticos • Pontuação rítmicos e sonoros e de metáforas.
Denotação e Conotação.
• Elementos textuais (rima, versos, estrofação)
• Figuras de linguagem: comparação, metáfora,
aliteração, assonância onomatopeia

METODOLOGIA: CRITÉRIOS AVALIATIVOS: INSTRUMENTOS AVALIATIVOS:


90
- Uso do livro didático e aulas práticas e -Participação, presença; -Avaliação individual sem consulta;
expositivas. Leitura, produção de textos e -Interesse na procura de -Relatório das apresentações;
questionários. Atividades individuais e aprofundar os conhecimentos; -Caderno completo;
91
ÁREA DO CONHECIMENTO: LINGUAGENS
COMPONENTE CURRICULAR DE ARTE
PROFESSOR (A): ANA MARGARIDA VENTURA PEIXOTO / INÊS REGINA WIESE DE JESUS - 5º ANO
UNIDADES OBJETO DO OBJETO DO CONHECIMENTO COMPETÊNCIAS BNCC/HABILIDADES
TEMÁTICAS CONHECIMENTO GERAL ESPECÍFICO (Objetivos de Aprendizagem)
(EIXOS) (Conteúdos/Conceitos) (Conteúdos/Conceitos)
Elementos da linguagem Ponto: técnica do pontilhismo Experimentar diferentes técnicas para
Artes visuais visual: ponto, linhas, formas e Linhas, formas e cores: releituras de expressar a produção artística.
cores. obras; Explorar e reconhecer através das
Tarsila do Amaral: cores releituras elementos constitutivos das artes
Pablo Picasso: obras uma linha só visuais: ponto, linha, forma, cor e etc...
Obras Abstratas: formas
Música Elementos da linguagem: Apreciação: ouvir a música atentamente Perceber e explorar os elementos
apreciação musical procurando distinguir as características constituídos da música, por meio de
Artes
Patrimônio Cultural: história sonoras criação, execução e apreciação musical.
integradas da arte, arte africana, arte Reconhecer e valorizar a diversidade
indígena e colonial (Brasil) Expressões artísticas e culturais: cultural.
Cultura afro: dança africana e indígena Reconhecer e experimentar, em projetos
Dança Teatro de sombra temáticos, as relações processuais entre
Pesquisar os ritmos e coreografias da diversas linguagens artísticas
Teatro dança afro brasileira.
Confecção de teatro de sombra.

METODOLOGIA: CRITÉRIOS AVALIATIVOS: INSTRUMENTOS


Ilustração Participação AVALIATIVOS:
Pintura em tela Criatividade Capricho
Releituras Concentração Zelo
Confecção de teatro de Entendimento Responsabilidade
sombras Coordenação motora Ordem
Habilidades artísticas Respeito e pontualidade

92
ÁREA DO CONHECIMENTO: LINGUAGENS
COMPONENTE CURRICULAR DE EDUCAÇÃO FÍSICA
PROFESSOR (A): MARCELO MIRANDA MAIRINK / ROSANE CRISTINA FRANZMANN - 5º ANO
UNIDADES OBJETO DO OBJETO DO CONHECIMENTO COMPETÊNCIAS BNCC/HABILIDADES
TEMÁTICAS CONHECIMENTO GERAL ESPECÍFICO (Objetivos de Aprendizagem)
(EIXOS) (Conteúdos/Conceitos) (Conteúdos/Conceitos)

Importância da educação Reconhecer os benefícios da atividade *Experimentar e fruir diversos tipos de


física: física; esportes de campo e taco, rede/parede e
invasão, identificando seus elementos
ESPORTE Alongamento; Desenvolvimento e aprimoramento das comuns e criando estratégias individuais e
habilidades motoras coletivas básicas para sua execução,
E JOGOS Aquecimento; Naturais; prezando pelo trabalho coletivo e pelo
protagonismo.
Conhecendo a história do Estimular a motricidade ampla;
atletismo; *Diferenciar os conceitos de jogo e
Estimular o desenvolvimento e esporte, identificando as características
Corrida dos 100 metros aprimoramento da flexibilidade músculo que os constituem na contemporaneidade
rasos; articular; e suas manifestações (profissional e
Regras do esporte coletivo comunitária/lazer)
Estimular o aprimoramento dos tônus
handebol; musculares; -
Conhecer a quadra e suas Proporcionar vivências dos esportes de
delimitações; base (Atletismo);
Primeiro contato com a bola, Proporcionar a vivência e
(manejo) aprendizagem do esporte coletivo
"Handebol".
Jogo de tabuleiros; (xadrez,
dama) Conhecer e vivenciar jogos e atividades
de outras culturas;

Conhecer e vivenciar jogos de tabuleiro


(xadrez, dama)

93
Proporcionar a vivência e aprendizagem
do esporte coletivo voleibol;

Estimular o desenvolvimento e
aprimoramento cognitivo.

Atividade física como Compreender como a atividade física


prevenção de doenças. pode ajudar na qualidade de vida. *Experimentar e fruir brincadeiras e jogos
BRINCADEIRAS populares do Brasil e do mundo, incluindo
Brincadeiras populares Compreender como a atividade física aqueles de matriz indígena e africana, e
pode prevenir doenças relacionadas ao recriá-los, valorizando a importância desse
Alongamentos trabalho: patrimônio histórico cultural.
Aquecimentos Compreender a atividade física como
um elemento a mais na diminuição do
stress.

Aspectos gerais: características *Experimentar e fruir, de forma coletiva,


Ginástica de competição fundantes das ginásticas rítmica, combinações de diferentes elementos da
GINÁSTICA artísticas e acrobática; promoção de ginástica geral (equilíbrios, saltos, giros,
vivências que primam pela segurança rotações, acrobacias, com e sem
na execução. materiais), propondo coreografias com
diferentes temas do cotidiano.
Ginástica rítmica: elementos corporais: *Planejar e utilizar estratégias para
formas de andar, formas de correr, resolver desafios na execução de
formas de girar, saltitos (1º saltito, elementos básicos de apresentações
galope, chassê), saltos (grupado, coletivas de ginástica geral, reconhecendo
vertical, tesoura, passo pulo, corza, as potencialidades e os limites do corpo e
cossaco), equilíbrio (passê, prancha adotando procedimentos de segurança.
facial, perna à frente, de joelhos com a
perna lateral, frontal ou dorsal), pivots
(no passê, com sustentações das
pernas à frente), ondas: lateral, ondas
antero-posterior, postero-anterior e

94
lateral, onda de peito no chão);
exploração dos aparelhos: corda, arco,
bola, maças e fita; música: elaboração
de composições coreográficas a mãos
livres e com aparelhos.

Ginástica artística: elementos de solo:


rolamentos para frente e para trás
grupado, parada de mãos, parada de
cabeça, roda, rodante, reversão;
exploração dos aparelhos: trave de
equilíbrio, barra fixa, mesa de salto,
paralelas simétricas (podem ser
utilizados aparelhos alternativos como
bancos, mesas, plintos, galhos etc.).