RELAÇÕES HUMANAS

SAÚDE

1

RELAÇÕES HUMANAS

RELAÇÕES HUMANAS

SAÚDE

2

Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial - SENAC Administração Regional no Rio Grande do Sul Presidente do Conselho Regional do Senac-RS Flávio Roberto Sabbadini Diretor Regional do Senac-RS José Paulo da Rosa Gerente de Educação Profissional de Nível Básico Lúcio José da Silva Gerente de Educação Profissional de Nível Técnico e Superior Fabiane Franciscone Gerente Administrativo André Luiz Moraes Machado

APOSTILA
Curso de Relações Humanas Área de Saúde Documento produzido para uso interno do Senac - Rio Grande do Sul Coordenação Técnica Débora Katia Muniz Revisor Técnico Débora Katia Muniz Elaboração de Conteúdo José Edson Knob Diagramação Oscar Schlabitz

SENAC-RS - Departamento Regional no Rio Grande do Sul

Relações Humanas 1ª Edição Porto Alegre: SENAC-RS, 2003 35 p.

RELAÇÕES HUMANAS

SAÚDE

3

APRESENTAÇÃO

O objetivo desta apostila é facilitar o aprendizado básico de alguns dos temas imprescindíveis, nos dias de hoje, frente à globalização e às exigências do cliente em adquirir produtos e serviços cada vez mais qualificados, obedecendo às normas internacionais e à satisfação de seus usuários. Não tem a pretensão de ser um trabalho completo nem acabado, mas uma tentativa que, dentro do processo de aprendizagem, venha facilitar e ajudar a formar uma consciência, dentro das exigências da modernidade, com enfoque na pessoa como um todo e como ponto de partida de sua realização em particular.

Elaboração: Psicólogo: José Edson Knob

...............................................RELAÇÕES HUMANAS SAÚDE 4 SUMÁRIO Relações Humanas................................................................................................................................................................................................................16 Noções de Ética........................8 A arte da Comunicação.............................................................................................................35 ..........................................................................................................................................................................27 Negociação...........17 O trabalho em Equipe........26 A Técnica dos 6S’s.................................................31 Bibliografia..............................................20 Qualidade na Prestação de Serviços....................23 ISO 9000......................................................11 Profissionalismo e Ética.....................................................................................................................5 Inteligência Emocional.............................................................................................................................................................................................................................................................................................................................29 Motivação...........................................................................................

RELAÇÕES HUMANAS – refere-se à CIÊNCIA DO COMPORTAMENTO HUMANO Esse é o motivo pelo qual muitos cursos têm sido programados para levar o indivíduo a enfrentar os problemas nas relações inter e intrapessoais e vaciná-lo contra a agressividade. todas envolvem relações humanas. dando-lhe melhor eficiência no seu relacionamento com os outros. relações comunitárias. em todos os lugares onde pessoas se encontram. em dinâmica de grupos. empregados e chefes numa empresa. patrão e empregado. Já se teve a oportunidade de ter ouvido falar em relações públicas. Mas também utiliza-se de outras ciências que estudam o homem no seu relacionamento. diz-se que há problemas de relações humanas. como a Psicologia. por exemplo: Como se portar à mesa. b) Entre membros de um grupo pai. As relações Humanas ou Interpessoais são eventos que se verificam no lar. Viver bem em sociedade. relações internacionais. mãe e filho no lar. Comunicação INTERPESSOAL = Comunicação com os outros As relações humanas têm a ver com boas maneiras. grupos de trabalhadores.a ciência do comportamento humano. a Moral. a Sociologia. como. onde pessoas se relacionam. na escola. A arte de cumprimentar. vendedor e comprador. . que não podem ser confundidas com etiqueta. Comunicação INTRAPESSOAL = Comunicação ou conversa consigo mesmo. Isso leva as Relações Humanas a serem estudadas como uma ciência . professor e aluno. na rua. na empresa. no seu relacionamento intra e interpessoal. Quando há conflitos no relacionamento interpessoal.RELAÇÕES HUMANAS SAÚDE 5 RELAÇÕES HUMANAS O termo Relações Humanas tem sido empregado com freqüência para referir-se a RELAÇÕES INTERPESSOAIS. professor e aluno na escola. e todas as ciências sociais. entre outras. Esse relacionamento poderá ocorrer entre: a) Uma pessoa e outra – marido e mulher.

mas não se envolve nela. Se meu (a) namorado (a) – a quem amo. 4.Entender seus preconceitos. 2.. Na atitude empática (sensibilidade social).. quando falam. 5. . discursos e conversas. de antipatia ou de apatia.Interrompem os outros. 3.Gostam de impor suas idéias. também. 5. Se meu pai – um adulto. deverá: a) Compreender as pessoas = sensibilidade social. Se meu chefe – também adulto. me agride . Se Paulo – um adolescente de 13 anos. A compreensão dos outros (um dos aspectos mais importantes nas relações humanas) é a aptidão para sentir o que os outros pensam e sentem.Compreender seus próprios sentimentos.Entender o relacionamento entre as pessoas.Não ouvem tão bem quanto falam. em função das atitudes e sentimentos que você conseguiu empatizar. E você? Já procurou. empatia.Não compreendem as outras pessoas além do seu ângulo de vista. Entenda-se que empatia é diferente de simpatia. me agride. mas não são capazes de praticar relações humanas legítimas. Essas pessoas geralmente apresentam comportamentos como: 1. me agride. com determinada pessoa. b) Ter flexibilidade de ação (comportamento).RELAÇÕES HUMANAS SAÚDE 6 OLHANDO PARA VOCÊ OLHANDO PARA OS OUTROS Você deve ter notado que muitas pessoas podem falar sobre relações humanas e discuti-las em conferências.Ver como são os outros. Se você for lidar com pessoas. me agride.. 4..São agressivas. 3. me agride. compreende-se como o outro se sente e sua maneira de agir em função desse sentimento. 2. A essa aptidão denominamos SENSIBILIDADE SOCIAL ou EMPATIA. Flexibilidade de comportamento – significa que você deve conduzir-se apropriadamente numa situação dada. 1. -As palavras devem ser reforçadas pela ação.Ver como você mesmo é. Vejam os casos que seguem: Se Maria – criança de 5 anos.

• Quando Maria chega. entende-se. Outras pessoas criam uma atmosfera diferente. Para entender os outros. ninguém mais conversa..: é aceito melhor. ou se recrimina? b) MELHOR COMPREENSÃO DOS OUTROS Para tentar entender melhor os outros. a) MELHOR CONHECIMENTO DE SI MESMO Às vezes não compreendemos por que temos certos tipos de comportamento ou atitudes. não terei flexibilidade de comportamento.. porque me faltou empatia (compreender o comportamento de cada um.causa que impacto? Seu comportamento influi nos outros? Você fica na defensiva..RELAÇÕES HUMANAS .. Você poderá conhecer melhor as outras pessoas. é preciso ouvi-los. conhecê-los para depois poder concluir: Agora se sabe por que alguém é assim. Se assim agir. agora.. todo mundo fica alegre. SAÚDE 7 E M P A T IA RELAÇÕES HUM ANAS R E P E R T Ó R IO D E CONDUTA F L E X IB IL ID A D E D E COM PORTAM ENTO Você poderá começar a desenvolver sensibilidade social e flexibilidade de comportamento por meio de: a) b) c) d) melhor conhecimento de si próprio. por que alguém não é capaz. melhor convivência em grupo. sentimentos e ações. não posso ter uma reação uniforme para todos os casos. “armado”. Isso significa que devo ter um repertório de condutas que varia conforme a situação e a pessoa. melhor compreensão dos outros. Esses conflitos impedem nossa maneira de agir. • Outro transmite seriedade. • Quando José chega. comunicar-se com eles. quando chegam em um determinado lugar. Por exemplo: Estar roxo de raiva.. E você. com suas peculiaridades). finalmente. dando a elas a oportunidade de exporem seus pensamentos.. observando o seu comportamento. no . desenvolvimento de aptidões para um relacionamento mais eficiente com os outros. Quem ama não vê defeitos (fica cego). e assim outros tipos. precisa-se primeiro entender a si mesmo. Não tentamos verificar que isso pode acontecer porque temos dentro de nós conflitos que não conseguimos resolver.

bem como o resultado dos nossos relacionamentos. espaço. Em cada grupo. o que lhe ajudará a interpretar melhor os outros pelo que eles são. dependem em muito do domínio do nosso corpo. Quanto mais você observa o comportamento dos outros. No entanto. c) MELHOR CONVIVÊNCIA EM GRUPO Você convive em grupo na família. INTELIGÊNCIA EMOCIONAL O resultado dos nossos trabalhos. o seu papel é outro. como informar. por isso é preciso estar sempre se adaptando a diferentes papéis. seu ponto de vista. por falta de controle das nossas emoções e sentimentos. na escola. Normalmente enxergamos e criticamos os defeitos dos outros e não trabalhamos os nossos próprios. o verdadeiro motivo da perda do emprego. pouco flexíveis. Muitas vezes usamos estereótipos – que são comportamentos rígidos. Portanto. QI = Quociente de Inteligência QE = Quociente Emocional A ausência de habilidade emocional pode ser. como avaliar. precisamos ter uma grande mobilidade. cristalizados. etc. em ambientes diferentes. Recado – Ter QI elevado não quer dizer ser mais feliz e realizado. por exemplo. mais vai ampliando o seu potencial de sensibilidade. na comunidade e entre amigos. como ouvir. . no trabalho. no trabalho e em muitas outras situações sociais e de diversões.. as pessoas são diferentes e para reconhecer estas diferenças precisamos observar o modo de agir. aprende a maneira de se comunicar mais eficazmente. agindo operacionalmente. como elogiar. Todas as relações interpessoais envolvem comunicação. ou como Daniel Goleman diz: “das nossas emoções”.RELAÇÕES HUMANAS SAÚDE 8 relacionamento com seu semelhante. como disciplinar. Há uma carência de auto-educação. de autoconhecimento para um convívio melhor: em casa. pensar e sentir. Perdemos muitas coisas na vida: emprego. isto é. como dialogar. pessoas. e que levam você a ver o outro sempre sob seu enfoque. d) DESENVOLVIMENTO DE APTIDÕES – RELACIONAMENTO EFICIENTE À medida que você vai utilizando o conhecimento de si e dos outros. várias vezes durante o mesmo dia. Por exemplo: Sempre nos damos o direito de falar e dizer o que pensamos do outro e não lhe damos o mesmo direito. na família.

Sociabilidade AUTOCONHECIMENTO – é o primeiro componente da Inteligência Emocional. O bom líder é feito de habilidades pessoais. suas e dos outros (metas). . nos . A automotivação leva a ir além das expectativas. cognitivas e inteligência emocional.Enfermeiros. Sempre tentam buscar soluções. Fazem críticas construtivas. . Como fator de liderança. harmoniosos no seu ser. Agem ponderadamente. Significa levar em consideração seriamente os sentimentos dos funcionários no processo de tomada de decisões. admitem os fracassos e sabem rir de si mesmas. A Inteligência Emocional mostra que: . 9 OS 5 COMPONENTES DA INTELIGÊNCIA EMOCIONAL NO TRABALHO . EMPATIA – de todos os componentes da inteligência Emocional. qualidade de vida profissional e pessoal. Peesoas que têm idéias precisas dos seus objetivos. esta é a mais fácil de ser reconhecida. Isso cria um clima de confiança. auxiliares. autoconfiantes. e seu comprometimento é marcante. justiça e integridade. técnicos. aceita mais desafios. São claras nas verbalizações. mas pelo simples objetivo de alcançar a sua meta. acreditam nos seus valores e habilidades.Empatia . espera ser mais exigido e é capaz de liderar com brilhantismo as mudanças. recepcionistas bem equilibrados. Pessoas realizadas emocionalmente são pessoas inteligentes. .Autoconhecimento . AUTOMOTIVAÇÃO – a característica mais marcante da pessoa automotivada é a paixão pelo trabalho em si. São comedidos nas críticas e expectativas. não pelo status ou pela recompensa financeira. mesmo diante do fracasso.Autocontrole . conhecem os seus limites. O seu otimismo não se abala. adivinhadoras do bem-estar comum e desprendidas. ajudam para que a recuperação seja mais rápida.É possível mudar. é particularmente importante. possibilitando iniciativas e propondo mudanças. agem e influenciam positivamente os pacientes. Orgulha-se do trabalho bem feito. e suas metas são claras. controlam os seus impulsos e reconduzem o grupo para um ambiente de produtividade.A emoção supera a razão.Automotivação . pensam antes de agir e não se precipitam no julgamento dos outros. trabalham melhor. só assumem o que podem dar conta.Funcionários em harmonia consigo mesmos e com os outros trazem melhores resultados. AUTOCONTROLE – as pessoas que o possuem são as que canalizam os seus sentimentos para algo útil. livres de tensão. se não tiver equilíbrio emocional (QE). técnicas. trabalham com franqueza e possuem capacidade de realizar auto-análise bem próxima da realidade. criar situações agradáveis e ambientes competitivos sem destruir o outro.RELAÇÕES HUMANAS SAÚDE Recado – Conseguir um bom emprego (QI) não significará sucesso. É importante perseverança e ter muita energia.

Têm a capacidade de administrar relacionamentos. Aumento do uso do potencial das equipes de trabalho. É um comportamento amigável. EXERCÍCIO INDIVIDUAL 1 Como eu sou? 2 Quais são os meus valores? 3 O que é certo para mim? 4 O que é a verdade? 5 O que é para mim importante? 6 Quais são as minhas qualidades? 7 Quais são os meus defeitos? 8 O que eu gostaria de modificar em mim? 9 Quais as minhas características pessoais que “combinam” com o curso que estou realizando? 10 Quais os meus projetos para o futuro? . persuasivas. 2.RELAÇÕES HUMANAS SAÚDE 10 dias de hoje por 3 motivos: 1. encontrar pontos comuns e cultivar afinidades. A sociabilidade é o ápice de outros aspectos da Inteligência Emocional. Ritmo rápido de globalização. motivadas e excelentes colaboradoras. SOCIABILIDADE – é uma habilidade social que requer competência para exercê-la. Necessidade de habilidade para formar e reter talentos. criar redes. com o objetivo de impulsionar as pessoas na direção desejada. Recado – Associar ao Quociente de Inteligência e à capacidade técnica a Inteligência Emocional = LIDERANÇA FORTE. As pessoas sociáveis são: hábeis gerentes de equipes. 3.

escutem-se ou mesmo se compreendam. ouvimos apenas o que queremos ouvir. às vezes. as filtragens e os ruídos provocam ressentimentos. Quando a comunicação se estabelece mal. pois os interesses são comuns. Aí a mensagem flui entre ambos.RELAÇÕES HUMANAS SAÚDE A ARTE DA COMUNICAÇÃO A comunicação acontece quando duas pessoas são comuns.. que. FILTRAGENS. 11 COMUM = COMUNICAÇÃO Quando duas pessoas têm os mesmos interesses. Em vez de ouvir o que as pessoas nos dizem. Quais palavras. ou não se realiza entre pessoas que estão juntas. b) Aprender a aperfeiçoar sua própria recepção. há um ponto em comum. é preciso mais. COMO MELHORAR A COMUNICAÇÃO Uma boa comunicação requer: a) Aprender a melhorar a sua transmissão. não deixamos passar. isto é. idéias e sentimentos realmente envia a outras pessoas. A comunicação humana só existe quando elas conseguem se encontrar ou reencontrar. . Os bloqueios. Recado: O problema de comunicação é um problema de engenharia do comportamento humano. já que se trabalha com emissão e recepção. RUÍDOS. criando inimizades. o resto filtramos. nós dizemos que há: BLOQUEIOS. ou entre grupos. O que ela percebe das reações emitidas por outra pessoa. duram longo tempo. Não é suficiente que as pessoas com desejo de comunicação se falem..

envolvente. não-verbais. Uma pessoa poderá rejeitar uma mensagem crítica por escrito. A voz. os seus gestos. Verificar o próprio desempenho e corrigi-lo. mas aceitá-la oralmente. o tom de voz. etc. . 2 O uso apropriado de Muitos Canais de Comunicação – podemos começar pela observação do comportamento não-verbal. emocional. a sua postura. face a face. afetivo. as atitudes e as expressões facilitam a realimentação. manifesto numa comunicação e um conteúdo latente. lógico. Recado: Há um conteúdo não-manifesto em muitas comunicações (verbais. Recado: Há um conteúdo informativo. se for necessário. há ao vivo a oportunidade para perceber além da mensagem. e a inter-relação torna-se mais fácil. 3 Saber ouvir – saber ouvir e saber ouvir além das mensagens são qualidades que a pessoa pode desenvolver para facilitar a comunicação. hostilidade. simpatia. de atitude) que precisamos ter: a sensibilidade de entender. Quando estamos comunicando face a face. CONTEÚDO LÓGICO COMUNICA ÇÃO CONTEÚDO LATENTE COMUNICA ÇÃO CONTEÚDO MANIFESTO CONTEÚDO PSICOLÓGICO 4 Uso da comunicação face a face. completa.RELAÇÕES HUMANAS SAÚDE 12 MELHORANDO A EMISSÃO E RECEPÇÃO 1 Utilização de Feedback – fazer uma realimentação. psicológico. indiferença. A palavra escrita é muito mais agressiva do que uma comunicação a dois.

quando elas mesmas participam do processo. as suas expectativas. 6 Desenvolvendo a sensitividade.As palavras devem ser reforçadas pela ação. intolerante. não enviadas e até rejeitadas. . Recado: Verifique qual o impacto que você causa nos outros. orgulhoso.RELAÇÕES HUMANAS As duas podem ser combinadas com proveito: SAÚDE 13 DISTANCIAMENTO COMUNICAÇÃO ESCRITA COMUNICAÇÃO FACE A FACE PROXIMIDADE 5 Colocar-se no Mundo do Recebedor Não adianta você fazer uma palestra sobre alimentação para pessoas que não têm o que comer. Falar uma linguagem que seja entendida. É difícil entender-se com um ouvinte quando se tenta comunicar alguma coisa que contradiz ou não vai ao encontro daquilo que a pessoa espera. c ) outras mensagens não estão interferindo. 7 Saber o momento oportuno de a mensagem ser enviada. Desenvolver melhor a minha capacidade de sentir como os outros me sentem. Uma mensagem tem condições de ser aceita se: a) o receptor está motivado para recebê-la. Assim: Qual a impressão que estou dando aos outros: agressiva. b) o momento é oportuno. . facilitador. tímido. Mensagens adiantadas podem ser ignoradas. os seus interesses. As pessoas tendem a aceitar as mensagens sobre mudança. inacessível. medroso. etc.

sem palavras rebuscadas que o receptor não possa entender. a falta de espontaneidade na comunicação emissor-receptor. direta e sem redundância. . de que é difícil ser simples. Recado: Não se esqueça. É preciso reduzir as incompreensões. clara. difícil é fazer. 9 A mensagem deve ser simples. tem que agir. e fácil ser difícil. A mensagem deve ser direta. simples. O problema da comunicação é duplo. como ponto de partida. tensionamentos que tenham. no entanto. Não adianta só falar.RELAÇÕES HUMANAS SAÚDE 14 Recado: Falar é fácil. desajustamentos. pois tanto é de transmissão como de recepção.

RELAÇÕES HUMANAS SAÚDE AUTO-AVALIAÇÃO DA COMUNICAÇÃO NÃO-VERBAL 15 LINGUAGEM CORPORAL Eu preciso melhorar minha: Expressão facial :______________________________________________ ____________________________________________________________ Postura corporal: ______________________________________________ ____________________________________________________________ Movimentos: _________________________________________________ ____________________________________________________________ Gestos:__________________________________________________________________________________________________________________ Hábito de tocar: _______________________________________________ ____________________________________________________________ Hábito de mascar chiclete ou comer:_______________________________ ____________________________________________________________ Tom de voz: _________________________________________________ ____________________________________________________________ Hábito de suspirar: ____________________________________________ ____________________________________________________________ Modo de reagir a xingamentos: __________________________________ ____________________________________________________________ Quando estou irritado: _________________________________________ ____________________________________________________________ Como estou caminhando: _______________________________________ ____________________________________________________________ .

o empregado e empregador.compromisso com associação de classe .RELAÇÕES HUMANAS SAÚDE 16 PROFISSIONALISMO E ÉTICA PROFISSIONALISMO – é de suma importância na atual conjuntura da sociedade e na sobrevivência dos profissionais no mercado de trabalho. sociais. solucionando os problemas e sejam capazes de administrar estruturas complexas e acomodadas. E ainda possuam a habilidade de liderar grupos e equipes em diferentes e variadas circunstâncias. se as partes assumirem o compromisso pelo resultado final. Recado – Saber escolher a empresa certa é uma característica do profissional que está muito bem situado no mercado de trabalho. os seus valores. Sabem valorizar. qualificam a postura profissional e determinam o sucesso. transformem positivamente o ambiente de trabalho. Esta escolha precisa ser do agrado de ambos.compromisso com a sociedade/cliente . respeitem valores e culturas da organização. cooperem no resultado econômico e façam a diferença com sua competência profissional. Ambos precisam assumir a responsabilidade. não pensam só em si e sabem das necessidades dos outros. Profissionais comprometidos com os resultados quantitativos e qualitativos. a colaboração e comprometimento no sentido de que resultem em benefícios comuns. com os padrões da empresa. Significa – compromisso social nos diversos ângulos de sua interpretação: compromisso comigo mesmo . Respeitar a individualidade. assegurar e fazer crescer os seus colaboradores. que saibam trabalhar com as pessoas. O QUE AS EMPRESAS E INSTITUIÇÕES QUEREM? QUE TIPO DE PROFISSIONAIS OS EMPREGADORES BUSCAM? Profissionais que assumam responsabilidades com elas. com os valores éticos. pessoais e consigo mesmos. .compromisso de possuir capacidade profissional e valores éticos Recado – Os indivíduos desprovidos dessas qualidades estão fadados ao isolamento social e poderão cair no esquecimento de sua existência e de suas capacidades pessoais. Bons líderes pagam bons salários. a empresa. sem perder sua individualidade e caráter. O resultado só é positivo.compromisso com a organização de trabalho .

à integridade à honestidade aos direitos e deveres de cada profissional. Posturas éticas são esperadas tanto do profissional como da empresa. por isso. A responsabilidade social e o compromisso com o resultado devem ser inquestionáveis para todos e em todos os momentos. É importante que a integridade pessoal seja reconhecida publicamente para aqueles que atuam na saúde. pois ambos precisam ser íntegros e leais. O QUE SIGNIFICA TER COMPORTAMENTO ÉTICO? A transparência desse comportamento ético deve ser analisada e assimilada individual e grupalmente. procurando responder a questões do tipo: Que devo fazer? Como devo ser? Como devo agir? . 17 - Recado . O usuário não pode ter dúvida quanto: a condutas que eventualmente deverão ser assumidas. espera-se competência plena e compromisso amplo. pois trabalha com outro ser humano e. A melhora no ambiente e o convívio no interior das organizações dependem de convicções e condutas éticas.Por ex: O profissional da saúde não tem direito a erro.Ética: Parte da filosofia que se ocupa com o valor do comportamento humano. O profissional precisa ter plena consciência de que sua capacidade profissional é indispensável e que esta deverá ser constantemente atualizada e implementada com novos conhecimentos para melhor servir à comunidade. NOÇÕES DE ÉTICA 1 Conceito de Ética . para que não haja implicações nos resultados quali-quantitativos e no atendimento ao cliente/paciente. lapso ou descuidos.RELAÇÕES HUMANAS SAÚDE A QUESTÃO ÉTICA O profissionalismo e a postura ética são qualidades inquestionáveis.

. estoicismo.Consciência moral: característica peculiar ao homem de julgar suas ações. . .Liberdade: possibilidade que o homem tem de escolher seu próprio caminho na vida. Defensores da Ética objetiva: humanismo e cristianismo.Norma Jurídica: regra social de conduta que tem como base o poder social do Estado sobre a população que habita seu território.Norma Moral: regra de conduta que tem como base a consciência moral das pessoas ou de um grupo social. humanismo.Intervenção humana no ambiente: o homem passou a interferir progressivamente no meio ambiente (Biosfera). epicurismo. . Sua principal característica distintiva: a coercibilidade. pela linguagem.Virtude: corresponde ao uso da liberdade com responsabilidade. 4 A Consciência Moral e a Liberdade Humana . Normas Morais e Normas Jurídicas . decidindo se elas são boas ou más. o homem pôde criar e acumular conhecimentos que.Diferentes concepções éticas: hedonismo. . . 3 A Consciência Reflexiva do Homem .RELAÇÕES HUMANAS SAÚDE 18 2.Responsabilidade: é o fato de se estar em condições de “responder” pelos atos praticados perante a consciência moral. Ética objetiva: existe um conjunto de valores objetivamente válidos para todos os homens. formalismo Kantiano. 5 Concepções Éticas . É exercida dentro das limitações impostas pelas circunstâncias históricas. adaptado às suas condições humanas (antroposfera). O oposto da virtude é o vício. o homem tornou-se dono de uma vida que somente ele pode viver.Ética subjetiva: não existe uma base objetiva e universal sobre a qual se possa estabelecer um sistema de valores para todos os homens. criando um mundo novo. tomismo. seu exercício é a luta para ampliar ou romper limites.Consciência de si mesmo: refletindo sobre sua própria existência. foram transmitidos de geração a geração. . 6 Ética Subjetiva e Ética Objetiva .Desenvolvimento da cultura: graças à consciência reflexiva.

. E tu? Que fizeste? (Trecho de cena do filme “1492 – A conquista do paraíso”. Explique. Não passas de um simples sonhador. A civilização! . . explique por que a modernidade afirma a igualdade e a liberdade entre os homens como condições próprias da natureza humana (Na sua resposta. objetivamente válidos. SAÚDE 19 EXERCÍCIOS . palácios. exatamente.Humanismo: os valores éticos. onde esteve em conseqüência do fracasso das primeiras tentativas de colonização espanhola do Novo Mundo. na Espanha. O mal é o pecado: ofensa voluntária contra o amor a Deus e às suas criaturas. diz o conselheiro da rainha. aos nossos desejos. . após ser liberado da prisão em Castela. Pense sobre isso e depois responda: Por que esse é um tipo de comportamento tão comum entre os homens? O que os levaria a agir dessa forma? 3 Em todo lugar. Colombo encontra-se com um dos conselheiros da rainha.Teologia da Libertação: mostra a necessidade da interligação ética entre a fé cristã e a prática social e histórica em favor dos oprimidos. fundamental ao exercício da dimensão Ética.Essas coisas que vês. eu fiz. Mal disfarçando o rancor. o conselheiro aborda-o. impulsos e satisfação momentânea. o trecho a seguir: Cansado e abatido. O bem é o que contribui para o desenvolvimento das potencialidades do homem e favorece a vida. seja por razões de sexo. igrejas. edifícios tão altos que quase encontram o céu.ÉTICA 1 Leia.Olha para fora. têm como base a própria natureza humana. desenvolvemos comportamentos que não correspondem. identifique que traço é esse. tomamos certas atitudes. . A libertação do pecado deve ser combinada com uma ação pela libertação da miséria e exploração humanas.Não és nada. não existiriam se não fossem pessoas iguais a mim. observa-se um tratamento diferenciado entre as pessoas. classe social. A liberdade humana também sofre cerceamento por toda parte. A fé em Deus é essencial na definição dos valores éticos. diz Colombo. responde Colombo. procure identificar os interesses que esses valores buscam justificar). Com base nessa constatação.RELAÇÕES HUMANAS . com atenção. 2 Muito freqüentemente. etc. A diferença entre nós é apenas uma: eu sonhei.Cristianismo: os valores éticos têm como fundamento o respeito às leis naturais e eternas. raça. O mal é que estrangula a vida e paralisa as atividades do homem. A partir do diálogo. que sempre tramou contra seus projetos de conquista. iniciando-se o seguinte diálogo: .Vejo torres. O que vês? . que relata a descoberta da América) O diálogo entre Colombo e o conselheiro da rainha faz referência a um dos traços Humanos.

COMO DEVE SER O PROFISSIONAL DE HOJE E DO FUTURO? Lei básica: . Para isso é necessária a atuação de todos = trabalho em equipe. introduzir modificações em processos de trabalho. No trabalho relacionar-se . .decidir. . . COMPETÊNCIAS EXIGIDAS DO PROFISSIONAL Intelectuais e Técnicas: a) Aprender a pensar: identificar. . respondendo às seguintes questões: a) Quais as implicações éticas dessa prática? b) No caso de definir responsabilidade moral das pessoas envolvidas (candidato e eleitor). .é determinante saber RELACIONAR-SE .capacidade de organizar. equacionar soluções. reconhecer e definir problemas. a quem você atribuiria tal responsabilidade? Por quê? 5 6 7 8 O que podemos entender por Ética? Questione: O homem é um ser livre? Por quê? Em que situações você aplica a Ética no trabalho? Explique e dê exemplos. etc.inovar. nos períodos que antecedem as campanhas eleitorais. dinheiro.conhecimento técnico.) em troca de votos.cooperar com a equipe de trabalho. material escolar. óculos. Qualidade: é o resultado da satisfação no trabalho.com colegas .RELAÇÕES HUMANAS SAÚDE 20 4 Já se tornou usual em nosso país. o oferecimento de bens materiais (alimentos. b) Pensar estrategicamente: responder criativamente a novas situações. especialmente nas regiões do interior.profissionais de todos os setores .coordenar. formular alternativas. Reflita sobre a situação mencionada e manifeste sua opinião. atuar preventivamente. Competência hoje é igual a: . avaliar resultados. .superiores hierárquicos. O que é o bem e o que é o mal? O TRABALHO EM EQUIPE OBJETIVO: Obter qualidade.

Sociais: a) Relacionar saberes provenientes da esfera social com o mundo do trabalho. apresentar idéias. questionar. c ) Dialogar. Comunicativas: a) Discutir. Comportamentais: a) Abertura às mudanças b) Atenção c ) Criatividade d) Curiosidade e) Iniciativa f) Motivação g) Responsabilidade h ) Vontade de aprender. SAÚDE 21 COMO DEVE SER A EQUIPE PRESTADORA DE SERVIÇOS Atributos indispensáveis para o processo do trabalho em equipe: . As atitudes comuns entre profissionais de uma equipe eficiente são: companheirismo comprometimento atenção respeito humildade interesse franqueza boa comunicação. negociar. b) Atuar em contextos interativos cada vez mais complexos. c ) Não opor saber formal e saber informal.RELAÇÕES HUMANAS c ) Integrar atividades: dominar conceitos e tarefas constantes do núcleo de ocupações afins. argumentar. comunicar-se com o grupo e com os superiores hierárquicos. Organizacionais e Metódicas: a) Organizar o trabalho b) Estabelecer métodos próprios c ) Gerenciar tempo e espaço de trabalho. Recado: A satisfação do cliente externo depende do bom relacionamento de trabalho entre os clientes internos. d) Buscar processos de individualização e de solidariedade. b) Transferir conhecimentos da vida cotidiana para o trabalho.

5 Reabordagem – abrir possibilidades para um assunto ser reabordado pela equipe de trabalho é acreditar na possibilidade de se chegar a um acordo.RELAÇÕES HUMANAS SAÚDE 22 1 2 3 4 5 6 7 8 Apresentar as próprias idéias. Consenso não implica. É saudável ter conflito e saber tirar proveito. Aceitar visões diferentes. 3 ) Não temer o conflito – o bom profissional deve saber lidar e administrar com firmeza e habilidade. 3. Aprender coisas novas. a um consenso. O que importa é “nós”. 2 Conversa – ter conhecimento profundo da situação e argumentos que justifiquem suas opiniões. 2 ) Buscar um diálogo competente – argumentos claros que possam ser entendidos e discutidos. mas conciliação das opiniões conflitantes. Capacidade de Negociação. Ser aberto às mudanças. Valorizar a opinião dos outros. 4 Acordo – o profissional precisa ter o espírito de corporação e procurar chegar a um consenso com os colegas. unanimidade. Saber ouvir. idéias e sugestões. COMO TRABALHAR EM EQUIPE 1 ) Discutir exclusivamente idéias – o bom profissional busca e discute idéias e considera apenas propostas concretas. . 5 ) Discordar construtivamente – críticas com critérios. Superação de objeções – avaliação das sugestões e propostas apresentadas. criticar ou fazer elogio. seja para sugerir mudança. Estabelecimento de acordos para atingir o OBJETIVO COMUM. ENTENDENDO O TRABALHO EM EQUIPE O segredo do trabalho em equipe reside em: Diálogo. Novas idéias e emoções. Ser curioso. Uns criticam tudo. Discutir. 4 ) Saber ceder – concessões em nome do grupo. necessariamente. 6 ) Construir idéias – ampliar ou modificar por meio de discussões. outros concordam com tudo e ainda outros que não querem se expor e nem se comprometer. FASES DO TRABALHO EM EQUIPE 1 Abordagem – o profissional deve saber como encaminhar qualquer questão no ambiente de trabalho.

9 Manter uma postura ética nas relações com os integrantes da equipe. pelo menos. ter poder é provocar mudanças no comportamento ou nas atitudes de outro indivíduo. oprimir. expondo suas idéias com clareza. 8 Aprender a ceder. dois tipos de Poder: 1 ) Poder Institucional ou legítimo: é aquele instituído para exercer autoridade formal. Intangível – são os serviços. 2 Centrar sua atenção unicamente nas idéias. dar instruções. OS DEZ MANDAMENTOS DO TRABALHO EM EQUIPE 1 Jamais subestimar os pontos de vista dos integrantes de sua equipe de trabalho. etc. Poder ser: Tangível – são os produtos.Instalações físicas da empresa . gerentes. Critérios de funcionamento que criem vantagens competitivas no mercado. da conversa.Competência dos profissionais . 2 ) Poder de Influência: não depende do exercício de cargos formais. 10 Valorizar o acordo. . 6 Despertar a confiança dos demais integrantes da equipe. 3 Aprender a ouvir. diretores. o consenso. . que é o consumidor final. é mandar. mas é conseqüência da competência do profissional.Trabalho em equipe . Implica o contato direto entre o fornecedor e o cliente. Ter poder é ter capacidade de exercer influência. SAÚDE 23 QUALIDADE NA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PRESTAÇÃO DE SERVIÇO – é um tipo de produto que não se apresenta de forma concreta. São os supervisores. há.Dimensão humana na relações de trabalho. o concreto. Recado: Lembre-se de como a televisão e a imprensa são poderosas. 7 Dominar as emoções fortes. ordenar.RELAÇÕES HUMANAS AS RELAÇÕES DE PODER Engana-se quem pensa que ter poder é ter força. Em toda organização.Padrões de atendimento ao cliente . 4 Buscar cooperação por meio do diálogo. 5 Confiar em si mesmo e participar ativamente do trabalho em equipe.

. garantias e direitos. por sua vez. Implícitos – que dizem respeito ao que o cliente espera ou deseja. vantagens. etc. ou o aumento .Prestar o serviço no prazo combinado.Causar boas surpresas ao cliente. bem-elaborada. supera as expectativas dos clientes. gentilezas.Conquistar a confiança do cliente. É perceber a satisfação natural de quem é atendido. O homem. seja em contratos. produtos com maior qualidade. bem-administrada. . por vezes. Com o crescente desenvolvimento da tecnologia.Fazer certo da primeira vez .O serviço ou o produto adequado ao uso. Exemplo de Qualidade: Perguntaram a um auxiliar de limpeza de uma fábrica da Coca-Cola o que ele estava fazendo. Sempre que um cliente fica satisfeito com o produto ou serviço. a qualidade foi alcançada. SUCESSO tem relação direta com – Empresa – Equipe de Trabalho . Portanto.A constância de um processo de trabalho que esteja correto e adequado.Um conjunto de características contidas num serviço que. de vassoura na mão. . Explícitos – são expressas formalmente. . bem-projetada. SEMPRE. a competitividade é cada vez maior. prestadores de serviços e clientes.. . PRODUTIVIDADE .Pessoal. Os clientes. respondeu prontamente: “ajudando a vender CocaCola”. bem-organizada.RELAÇÕES HUMANAS SAÚDE 24 QUALIDADE É: . que satisfaz as necessidades de produtores. em conformidade com as especificações. cercados cada vez mais de ofertas.é a redução do tempo gasto para executar um serviço. crescimento do mercado e diversidade de produtos cada vez mais sofisticados. propagandas.. folhetos promocionais. Recado: Qualidade é o conjunto de características capazes de atender às necessidade implícitas e explícitas do cliente. E SEM ERRO. bem-feita e bem-apresentada. por sua vez. . atende e.. manuais de operação. QUALIDADE e PRODUTIVIDADE devem andar juntas = SUCESSO de um negócio.. É consenso que o bom padrão de qualidade representa alguma coisa: bem-concebida. superando suas expectativas. Isso vai tornando o cliente cada vez mais exigente e. OBJETIVOS que o fornecedor assume com o cliente.

seguro. PARA A EMPRESA: .Valorizar o profissional. .Cria sistemas que permitem a produção padrão dos seus serviços. seja em seu aspecto físico ou no relacionamento com os colegas: ambiente limpo. encontros. conforme combinado. incentivando-os a uma maior auto-estima e confiança em sua capacidade. nas especificações corretas e com preço adequado. supletivo. PARA O PROFISSIONAL: . de habilidades e atualização tecnológica). da insegurança.Ter preocupação com o ambiente de trabalho.RELAÇÕES HUMANAS da quantidade de produtos elaborados. lucrativas e competitivas.Pode sugerir melhorias para a empresa.Demonstrar respeito pelos direitos e obrigações dos funcionários.Trabalho confiável. .Empresas sólidas.Desenvolvimento individual dos funcionários. cada vez mais. PARA O PAÍS: . É o máximo de produção que a qualidade permite. AS VANTAGENS DA QUALIDADE E DA PRODUTIVIDADE PARA O CLIENTE: .Ganha fama. PARA CONSEGUIR MELHOR PRODUTIVIDADE. . afastando-o do medo.Investir na formação básica e na qualificação profissional dos funcionários (cursos de alfabetização. . . do treinamento e da melhoria contínua. preparadas para a concorrência internacional e geradoras de novos postos de trabalho. arejado. com a manutenção dos níveis de qualidade. É IMPORTANTE: . atendendo ao cliente de forma organizada e controlada. o serviço às suas necessidades.Recebe os serviços dentro dos prazos. . mais clientes e mais solidez no mercado. adequando. SAÚDE 25 . um clima de amizade e confiança. . sem o acréscimo de mão-de-obra ou aumento dos recursos necessários. A produtividade pode ser sempre melhorada por meio da criatividade. seguro e em ambiente saudável. propiciando o conhecimento de assuntos de interesse do seu trabalho (palestras. trabalhos em grupo).As atividades são realizadas por todos de forma integrada e sob controle.

RELAÇÕES HUMANAS SAÚDE 26 A COMPETITIVIDADE A empresa competitiva está apoiada sobre dois pilares: QUALIDADE E PRODUTIVIDADE. em Genebra.Combater desperdícios. . . Fundada em 1947. ISO – 9001 – Modelo de normas para ciclo completo de produção: projeto.Seguir padrões. . Estratégias da Produtividade .Organização Internacional de Normatização (International Organization for Standardization). controles finais e pós-vendas.Organizar o trabalho.Quer dizer padrão e igualdade. .Controlar custos.Solucionar rapidamente os problemas. . . . instalações. Estratégias da Qualidade . o cliente fica insatisfeito e não compra mais.Utilizar a criatividade para melhoria contínua.Atender o cliente com presteza. ISO 9000 São normas internacionais para organização do Sistema da Qualidade de uma Empresa. . ISO – 9002 – Modelo para ciclos produtivos isentos de controle de projetos. manufatura.Trabalhar em equipe.Sem Produtividade... . . O QUE SIGNIFICA “ISO” ? . . . .Sem Qualidade. Por que implantar ISO 9000? Para manter uma qualidade constante na padronização dos processos.Acompanhar e melhorar sempre o desempenho.Ouvir o cliente. produtos e sistemas..Produzir mais com os mesmos recursos.. com sede na Suíça. os custos ficam elevados e a empresa não terá competitividade. com a missão de padronizar mundialmente serviços.

SEIRI . manuais descrevendo os procedimentos e instruções de trabalho de cada área. cujo ciclo produtivo compreende os controles finais e pós-vendas. corrigir e melhorar o desempenho dos procedimentos. Produtos e serviços. Esta técnica chamase 6S’s e significa sensos de melhoria. Planejamento estratégico. O QUE A ISO 9000 EXIGE DE UMA EMPRESA? 1 Preparar um Manual da Qualidade descrevendo: Política da qualidade. Aspectos tático-estratégicos do ciclo produtivo. Resultados da organização: A TÉCNICA DOS 6S’S Os japoneses desenvolveram uma técnica de melhoria no ambiente de trabalho. 3 Estabelecer funções e responsabilidades pela Qualidade.SHIKARI-YAROH .RELAÇÕES HUMANAS ISO – 9003 – Modelo para produtos e serviços. Informações e análise: Gestão de pessoas. São seis palavras fundamentais para a Qualidade e Produtividade no trabalho: 6S’s . 5 Delimitar meios para medir. OS 7 CRITÉRIOS DE EXCELÊNCIA DA GESTÃO DA QUALIDADE: Liderança.SHITSUKE . Foco no Cliente e no mercado. Definição de cargos e responsabilidades. Gestão de processos. 4 Definir documentos que garantam a realização dos procedimentos.SEIKETSU . relativos SAÚDE 27 2 Elaborar à Qualidade.SEISOO .SEITON .

remova do seu local de trabalho.Organize o seu local de trabalho. .Deixe.Boa vontade expressa na aparência. c ) Identifique o local de cada coisa para que todos a encontrem com facilidade. de preferência.Nos homens.A primeira imagem é aquela que fica gravada. . . Atenção ao processo. Obs. no local do trabalho. coloque em segundo plano. .Cabeça erguida e disposição para o trabalho. .RELAÇÕES HUMANAS SAÚDE 28 1 SEIRI (Senso de uso) ..Cada coisa no seu lugar e um lugar para cada coisa. a) O que for de uso constante. . PREOCUPE-SE COM. barba bem cuidada.Qualidade de vida. 2 SEITON (senso de organização) .. b) O que for de uso eventual.Ambiente limpo é Qualidade. 3 SEISOO (senso de limpeza) . . apenas os materiais e equipamentos que você vai utilizar no momento.: Sou responsável pela limpeza do meu posto de trabalho. Nos serviços. b) O que não tiver previsão de uso. .Acabe com os estoques além do necessário. penteados e. . deixe ao alcance das mãos.Cabelos bem cuidados. na quantidade certa.Elimine o que não necessita. 4 SEIKETSU (senso de asseio/saúde) .Limpar tem que ser uma tarefa presente na rotina de trabalho. Qualidade começa com a vassoura.Uniforme ou roupa limpa.A limpeza tem que ser resultado de atitudes preventivas: é proibido sujar. no sorriso e na atenção. . . a apresentação do trabalhador é o ponto-chave para a primeira impressão do cliente. .Postura: .Sapatos limpos. . 5 SHITSUKE (senso de disciplina) Seguir as regras e os passos do processo. presos.

A boa comunicação evita mal-entendidos. consertou.Estragou. facilmente identificáveis: luz. fechou. 2 RELACIONAMENTO – O bom relacionamento entre as partes é uma preocupação comum. sim. É importante que ambos os interesses sejam levados em consideração para um acordo aceitável. não os percebendo como anormais.DESPERDÍCIOS OCULTOS – São os desperdícios existentes nos processos de trabalho com os quais nos acostumamos. interesses em uma mesma condição de igualdade. sucata.. devolveu. . Dessa época até os dias de hoje.Emprestou.O DESPERDÍCIO É O MAIOR INIMIGO DA PRODUTIVIDADE!. repôs..RELAÇÕES HUMANAS .Acabou. a 1a ferramenta da negociação aparece na história. 1 COMUNICAÇÃO – Todo negociador deve ser um hábil comunicador (fazer-se entender) e um excelente ouvinte. sempre!!! LEMBRE-SE . . 3 INTERESSE DA OUTRA PARTE – É importante saber que os seus interesses são tão importantes quanto os da outra pessoa..Tirou. uma das maiores autoridades mundiais em negociação.DESPERDÍCIOS APARENTES – São os desperdícios tradicionais. Roger Fisher. para concentrar discursos. . Recado .Saiu. Hoje. voltou! SAÚDE 29 COMBATE AO DESPERDÍCIO . . . uma técnica que se utiliza de outras ferramentas e algumas atitudes.Abriu. . com o Rei Arthur da Inglaterra. NEGOCIAÇÃO Segundo Ury. fala-nos de 7 elementoschaves em uma negociação.Faça certo como se fosse da primeira vez. lixo. ELE AUMENTA OS CUSTOS E DIMINUI A COMPETIVTIVIDADE. guardou.. negociar não é mais um processo amador e. . datada do século VI.Qualidade é também a constância do processo de trabalho! 6 SHIKARI-YARO (disciplina no posto) . água. muitas ferramentas foram acrescentadas a essa estratégia.

entre a equipe e a organização e as partes externas interessadas. entre a própria equipe. que os critérios adotados foram utilizados de forma legítima e em condição de igualdade para ambos os lados. “entregam o ouro”). aparecem 3 tipos de pessoas: a) ESTABILIZADORES – São pessoas fáceis de se trabalhar e que. Não é muito saudável apenas saber negociar mas. quer entre as partes. Às vezes. (se não forem controladas. inclusive as suas sutilezas. por terem aversão aos conflitos. por falta de confiança na outra parte e. do conflito à solução. 5 ALTERNATIVAS – Nem sempre as negociações terminam em um acordo. Para orquestrar todo o processo de negociação. mais opções para discussão. NEGOCIAR PODE SER: Persuadir um chefe difícil a mudar de opinião sobre uma determinada estratégia. b) DESESTABILIZADORES – São pessoas extremamente desconfiadas. Para administrar as diferenças.RELAÇÕES HUMANAS SAÚDE 30 4 OPÇÕES – Quando nos propomos a negociar. são capazes de desestabilizar todo o processo. quase sempre o perfil do “MEDIADOR” é o escolhido. buscam por intermédio de negociação “colocar panos quentes” nas situações conflitantes. Para ser um chefe de negociação. 6 LEGITIMIDADE – Quando uma negociação é feita. por vezes. Consideram a negociação uma praça de conflito e. É saber equilibrar pontos positivos e negativos e qual a melhor alternativa. é necessário buscar outros meios para finalizar o negócio. planejar a forma simples de elaborar os compromissos para que sejam entendidos por todos aqueles que deles se utilizarão. temos de estar preparados para apresentar opções a fim de concretizar um acordo. O mesmo se espera da outra parte. principalmente. Às vezes. você deverá levar em conta alguns fatores: . com as quais é difícil trabalhar. ambas as partes devem sentir que os seus interesses foram tratados com justiça. c) MEDIADORES – São indivíduos que regem todas as dimensões da negociação. buscar outra data. se não forem devidamente controladas. NEGOCIAÇÃO: É um processo de tomada de decisões. até na própria equipe. 7 COMPROMISSO – É a forma de registrar os vários acordos selados durante uma reunião.

Compreender as preocupações dos outros. . O processo de negociação é bastante estressante e pode-se reduzir a pressão sobre a equipe com os seguintes comportamentos e atitudes: Mostrar as alternativas. que a disciplina é fundamental e que todos devem assumir. coletivamente. a responsabilidade pelo resultado final. Mostrar controle sobre o processo. Ser firme e amistoso. Ex:. abrir seu espaço. sede. mas principalmente. Ser mediador dentro de sua equipe e nas negociações externas. COMPORTAMENTO MOTIVADO – caracteriza-se pela energia despendida e por estar dirigida para um objetivo ou meta. Ser franco e persuasivo. . fome. Saber comunicar-se. Ser criativo.RELAÇÕES HUMANAS . Mostrar seus verdadeiros interesses. Criar uma boa primeira impressão. o perfil do negociador deve: . SAÚDE 31 De acordo com Roger Fisher. . . saber ouvir. MOTIVO – uma condição interna relativamente duradoura que leva o indivíduo ou que o predispõe a persistir num comportamento orientado para um objetivo. Evitar desestabilizar a outra equipe. . Informar suas intenções à outra equipe. curiosidade.Disciplinar sua equipe: todos devem perceber que o pensamento do grupo deve prevalecer. . porém notamos sua existência observando o comportamento. . . necessidade de realização. sem indicar necessariamente quanto pretende pagar por ele. MOTIVAÇÃO POR QUE AS PESSOAS SE COMPORTAM DESTA OU DAQUELA MANEIRA? MOTIVAÇÃO – Não é algo que possa ser diretamente observado.Escolher a sua equipe: mescle talentos com diversidade de habilidades.Sigilo – ambos os lados devem sentir-se seguros para avaliar as alternativas sem se comprometer publicamente. sem utilizar o seu poder de coerção. . Apresentar seus pontos de vista de forma objetiva. Não ter pressa. Ter a habilidade de saber tornar claro seu interesse. Fazer simulação de negociação. .

IMPULSO – é a força que põe o organismo em movimento. aprovação social. Motivos aprendidos . por isso não é motivo.Sexo Reprodutivos MOTIVOS SOCIAIS .RELAÇÕES HUMANAS SAÚDE 32 Incentivo e Impulso não são sinônimos de motivos e significam coisas diferentes: INCENTIVO – é um objeto.Dor . CLASSIFICAÇÃO DOS MOTIVOS . O impulso é a fonte de energia dos motivos de sobrevivência. Motivos Naturais – são os não-aprendidos – fome.Comportamentos maternais Afiliação Prestígio MOTIVOS DO EU Necessidade de realização Necessidade de informação consonante. sede.Motivos relacionados com a competência ou o EU ou. Positivo – é aquele ao qual o comportamento se dirige. Fome Sede Respiração Sono Cíclicos MOTIVOS DE SOBREVIVÊNCIAS Episódicos . isolamento social. o que ativa.Estimulação Informativa .Fadiga Recepção e Interpretação de Informações . . conseqüência de necessidade de alimento. sexo. Ex. o dinheiro.Medo .Motivos relacionados com a interação com outras pessoas ou motivos sociais. o sucesso. motivos do EU. ferimento. etc. Por exemplo: o alimento. simplesmente. .desejo. condição ou significação externa para o qual o comportamento se dirige. conseqüência de uma necessidade. valorização. Negativo – o indivíduo procura afastar-se ou é evitado.Motivos relacionados com as necessidades fisiológicas ou motivos de sobrevivência. Fome é um impulso. .

somos motivados a evitar que ela se repita. também. interesse. 11 ou 12 horas de sono bastam para recuperar o estado normal do organismo. etc. preocupações. provoca um comportamento de fuga ou esquiva. afiliativos. 33 Motivos de sobrevivência ligados à RECEPÇÃO e INTERPRETAÇÃO DE INFORMAÇÕES. porém difere dos demais no sentido de que é um motivo aversivo. receptividade e vigilância reduzidas. ruídos. reprodutivos. ou músculo. a presença ou participação de outros indivíduos da mesma espécie. que provoca a sensação de “sufocação”. FADIGA – é uma necessidade de descanso. Motivos de Sobrevivência CÍCLICOS FOME – é a condição do indivíduo privado de alimento. umidade. dominação e prestígio. em geral. Por termos experimentado a dor. SONO – é um estado do organismo que pode ser traduzido como estado de atividade. Não é de sobrevivência. Incluem-se os motivos de agressão.Fatores psicológicos – tédio. COMPORTAMENTOS MATERNAIS – dirigidos para a reprodução da espécie que contém 4 atividades essenciais: .construção do ninho. Sono perdido – não é necessário dormir o mesmo número de horas de que se ficou privado. SEDE – é a condição de uma pessoa necessitada de água. . isto é. Motivos sociais REPRODUTIVOS SEXO – é entendido como um motivo reprodutivo. MEDO – é considerado como uma reação inerente à dor ou a outros estímulos nocivos. . colapso total do organismo.Fatores ambientais – iluminação. mas ao excesso de dióxido de carbono na corrente sangüínea. não à falta de oxigênio. Sexo é um motivo responsável por uma ampla variedade de comportamentos. A simples visão de um cão pode provocar medo na pessoa que já tenha tido experiência dolorosa com cães. É um fenômeno motivacional. Os estímulos não provocam respostas.RELAÇÕES HUMANAS SAÚDE Motivos de Sobrevivência – baseiam-se nas necessidades fisiológicas. . Pode ser usada para decréscimo na produtividade do trabalho. O motivo de curiosidade: sempre estímulos diferentes. .ação de amamentá-las. os estudos a respeito.Estados do organismo – tempo de sono. temperatura. Motivos de sobrevivência EPISÓDICOS DOR – é considerada. São recomendadas 8 horas de sono para cada período de 24 horas. descanso .conduta durante o parto. ESTIMULAÇÃO INFORMATIVA – é a necessidade de receber informações.recuperação das crias (retiradas). sendo o ar exigido para eliminar o excesso. ou quaisquer que afetem a sobrevivência. para sua expressão. O impulso para respirar está ligado. paternal. MOTIVOS SOCIAIS – exigem. indicam que o medo pode ser aprendido. juntamente com o comportamento maternal. . . É um motivador poderoso do comportamento humano por ter a influência da aprendizagem. saúde. como um impulso relacionado às necessidades básicas. RESPIRAÇÃO – é a necessidade de ar (oxigênio).

ameaçados. por exemplo. . com desejo de sucesso. . PRESTÍGIO – é entendido como responsável pelos comportamentos de obtenção e manutenção da aprovação. Considerase inteligente e recebe um zero. a tendência é agregarem-se. estima e reconhecimento dos outros.RELAÇÕES HUMANAS SAÚDE 34 AFILIAÇÃO – estar com outros indivíduos semelhantes. MOTIVOS DO EU – são os que contribuem para a defesa e revigoração da imagem que cada pessoa possui de si mesma. MOTIVOS DE REALIZAÇÃO – entendido como uma necessidade de agir conforme padrões de excelência. É com outros que se satisfazem as necessidades.NECESSIDADE DE INFORMAÇÃO CONSONANTE – a presença de informação dissonante produz um motivo orientado no sentido de estabelecer a consonância ou reduzir a dissonância. em situações de medo. procurando fazer o melhor possível.

PISHEN.Cartilha da Qualidade e Produtividade. 3a ed. DN. Porto Alegre. Gilberto. 5a ed. Rio de Janeiro.SENAC. Como chegar a um acordo. Senac Nacional.Senac Nacional.PISANI. B. Inclui bibliografia. Agostinho.COTRIM. l997. Lourdes Hargreaves. Rio de Janeiro: Ed.SENAC. 1989. Vozes. Roger. Qualidade em prestação de serviços. Como chegar a um acordo. 2001. . . 112 p.RELAÇÕES HUMANAS SAÚDE 35 BIBLIOGRAFIA . Nely Wyse. do Comércio e Turismo. Editora Objetiva. Ministério da Indústria. l982. Universidade de Caxias do Sul. Ed. Relações Humanas: psicologia das relações interpessoais/ Agostinho Minicucci. Caxias do Sul. Renato Lee et al. .MINICUCCI. Imago. Ed. Psicologia Geral. São Paulo. 4a Edição. DN. Inteligência Emocional. Ed. L995. 80 p. Rio de Janeiro. . São Paulo.GOLEMAN. . . . Rio de Janeiro: Imago. 1985.. Elaine Maria e outros. Gonçalves. Atlas. . Fundamentos da Filosofia para uma geração Consciente. 1990. Rose Zuanetti. 2 a ed. Saraiva. Roger. Daniel. Ética e Trabalho/ Maria H. Rio de Janeiro. Ph D.FISHER. II. Secretaria do Comércio e Serviços. .

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful