TERÇA-FEIRA, 25 DE NOVEMBRO DE 2008

CONCURSO DELEGADO DE POLÍCIA
CONCURSO PÚBLICO DE INGRESSO NA CARREIRA DE DELEGADO DE POLÍCIA ACADEMIA DE POLÍCIA - SP / AGOSTO DE 2000 MEDICINA LEGAL 61) Os sulcos cervicais típicos de enforcamento e de estrangulamento são, respectivamente, a. horizontal descontínuo e oblíquo contínuo. b. oblíquo contínuo e horizontal descontínuo. c. horizontal contínuo e oblíquo descontínuo. d. oblíquo descontínuo e horizontal contínuo. 62) A necropsia médico-legal, conforme preceitua o Código de Processo Penal, pode ser realizada, do momento da constatação do óbito da vítima a. a qualquer hora, pois já se constatou a morte. b. apenas 2 horas após, quando aparecem os últimos fenômenos abióticos imediatos. c. apenas 6 horas após, quando fenômenos abióticos consecutivos estão bem evidentes. d. apenas 12 horas após, quando o início da putrefação já é evidente. 63) A câmara de mina de Hoffmann a. já pode ser notada ao exame externo do cadáver. b. só pode ser observada ao exame de ossos do crânio. c. só pode ser observada ao exame interno do cadáver. d. só pode ser observada ao exame por raio X. 64) Pode-se admitir que a ré, ao matar o próprio filho, estava inteiramente privada da capacidade de entender o caráter criminoso de seu ato, se na ocasião ela a. era portadora de personalidade psicopática. b. estava sob estado puerperal. c. sofria de esquizofrenia. d. sofria de neurose compulsiva. 65) No sistema de Vucetich para a classificação de impressões digitais, os algarismos 1, 2, 3 e 4 correspondem, respectivamente, às figuras de a. arco, verticilo, presilha interna e presilha externa. b. arco, presilha interna, presilha externa e verticilo. c. verticilo, presilha interna, presilha externa e arco. d. verticilo, arco, presilha interna e presilha externa. 66) Noticiou-se, há tempos, que certo lutador de boxe, durante uma contenda, mutilou uma orelha do adversário com uma dentada. Ao exame, um médico legista reconheceria, no órgão ofendido, uma ferida a. incisa. b. corto-contusa. c. cortante. d. pérfuro-cortante. 67) Certas pessoas sofrem de um desvio de conduta sexual que as pode levar a furtar compulsivamente e a colecionar peças do vestuário íntimo, como calcinhas femininas, "soutiens", cuecas etc. Tal desvio recebe o nome de a. "voyeurismo". b. mixoscopia. c. fetichismo.

pesquisa de antígenos do sistema HLA. d. 68) Substância extraída de determinada espécie vegetal. c. Tal substância pode ser considerada a. . c) esganadura. através de a. psicodisléptica. b. língua escura projetada além das arcadas dentárias. espíritos benéficos e maléficos. por baixo da cartilagem tireóide.A QUESTÕES E GABARITO DA PROVA PREAMBULAR DO CONCURSO PARA DELEGADO DE POLÍCIA DP-1/2002 18.. Podemos determinar a morte por a) estrangulamento. análise de DNA. psicoléptica. não é de caráter genético a a. tipagem de sangue.D 69 . b. b. d. ao ser ingerida. psicomimética. sulco horizontalizado. pesquisa de marcadores do DNA. habitualmente.Ao examinarmos o cadáver de uma jovem verificamos: face edemaciada e cianótica. 61 . deve ser feita. para a comprovação de conjunção carnal. 70) A pesquisa de espermatozóides em secreção retirada do interior da vagina. exame ao microscópio. 69) Dentre as diversas provas para a identificação de pessoas ou cadáveres.A 64 -C 65 . pesquisa de impressões digitais.d. pequenas equimoses na face e pescoço.C 68 . d.B 66 . uniforme. psicoanaléptica.D 70 . em rituais místicos. proporciona visões de divindades. dosagem de fosfatase ácida. Observação de cristais de Teichmann. uranismo. contínuo. c.C 63 . d) sufocação direta.D 62 . c.B 67 . b) enforcamento.

por ação da eletricidade. c) paralisação do tronco encefálico (bulbo). São fenômenos abióticos consecutivos a) a insensibilidade. b) asfixia mecânica por sufocação indireta.A manifestação de um fenômeno transformativo destrutivo pode se verificar pela a) coagulação sangüínea. provoca uma certa euforia. d) zona de tatuagem sobre o couro cabeludo. 93. d) da congestão facial. b) a imobilidade. ausência de delírios. A substância química. 20. 90. quando ingerida.. caracterizada por pobreza nas reações afetivas.c 20 . c) da drástica diminuição da circulação sangüínea na cabeça. presente nas asfixias mecânicas. c) esfumaçamento na superfície óssea. A cianose. elimina as sensações de fadiga. Em casos de eletrocussão não é raro observar-se intensa cianose no cadáver. b) da ausência de oxigênio na circulação sangüínea. b) zona de esfumaçamento sobre a pele. falta de remorso e senso moral. a rigidez e o espasmo cadavéricos. 92.19. a hipóstase e o resfriamento cadavérico. 91. c) psicoanaléptica. b) mancha hipóstase. Nestes casos podese deduzir que a morte foi provocada por a) parada cardíaca imediata. a imobilidade e a rigidez cadavéricas. resulta a) do aumento da concentração sangüínea de gás carbônico combinado com a hemoglobina. aumenta a autoconfiança.Criminoso portador de personalidade patológica. sono.a 19 . carência de valor. c) a parada circulatória. denomina-se a) delinqüente essencial.PROVA PREAMBULAR REALIZADA EM 28/09/2003 MEDICINA LEGAL 89. c) delinqüente psicótico. por ação direta da eletricidade. d) por alteração química do sangue. d) psicodisléptica.b CONCURSO DE INGRESSO À CARREIRA DE DELEGADO DE POLÍCIA – DP 1/03 . b) psicoléptica. . fome e sede. O médico-legista pode deduzir que o tiro foi disparado com a boca do cano da arma encostada ou apoiada na cabeça da vítima ao observar a) hematoma subcutâneo. b) psicopata. incapacidade de controlar os impulsos e aprender pela experiência e punição. Deduz-se que ela é uma droga a) psicodinâmica. 18 . d) Lei de Nysten. d) neurótico.. conduta anti-social inadequadamente motivada. c) circulação póstuma de Brouardel. por ação da eletricidade.

d) oblíquo. 162 do CPP que “a autópsia será feita pelo menos 6 (seis) horas depois do óbito. Examinando diretamente a polpa digital do polegar direito de uma pessoa. pelo sistema de Vucetich. mas não a de conjunção carnal. interrompido e de profundidade desigual. 96. 99. d) a extensão da equimose. São sintomas comuns que integram uma síndrome psicopática (manifestação de personalidade psicopática) a) excitação afetiva com instabilidade emocional. A embriaguez patológica se caracteriza pela a) dependência física ao álcool por uso imoderado e freqüente. No caso. O sulco cervical típico. b) afastam definitivamente a ocorrência de conjunção carnal. 94. incapacidade de desviar o interesse de si mesmo e sensação de insuficiência afetiva e sexual. as linhas que desenhariam a(s) figura(s) do delta estavam a) presentes à esquerda do examinador b) presentes à direita do examinador. encontrado no cadáver de vítima de enforcamento por suspensão completa é. c) a intensidade da equimose.d) o resfriamento. a) horizontal. c) manifestação de intensa angústia com um comportamento de inadaptação à realidade.” Tal preceito tem fundamento na Medicina Legal. a dessecação e a rigidez cadavéricos. d) ao redor de 6 horas depois. b) oblíquo. b) afetividade embotada em que a ideação e a afetividade mostram-se dissociadas e perda de contato com a realidade. contínuo e de profundidade uniforme. c) ausentes. c) após 6 horas os fenômenos abióticos consecutivos habitualmente estão bem evidentes. 97. d) ocorrência de demência por embriaguez crônica. Observando o espectro equimótico. Preconiza o art. costuma aparecer a mancha verde abdominal. a) somente após 6 horas os fenômenos abióticos imediatos se completam. b) somente após 6 horas os fenômenos abióticos imediatos atingem a intensidade máxima. 95. falta de remorso ou vergonha. c) horizontal. interrompido e de profundidade desigual. c) grande tolerância ao álcool por uso habitual. contínuo e de profundidade uniforme. As ausências de espermatozóides na vagina e no canal anal a) afastam definitivamente as ocorrências de conjunção carnal e de coito anal. d) não afastam definitivamente as ocorrências de conjunção carnal e de coito anal. habitualmente. pois.. 98. d) egocentrismo patológico. b) os limites da equimose. mas não a de coito anal. 089-C 090-A 091-B 092-C . c) afastam definitivamente a ocorrência de coito anal. a contar do momento da morte. um papiloscopista verificou que sua impressão digital seria classificada como presilha interna. o médico-legista pode avaliar a) o tempo de evolução da equimose. pobreza geral nas relações afetivas e incapacidade de seguir um plano de vida. 100. fuga de idéias e atos desordenados. b) desproporção entre a intensidade da embriaguez e a quantidade de álcool ingerida. d) presentes à direita e à esquerda do examinador..

exceto: a) As “manchas de Tardieu” são pequenas equimoses na superfície de alguns órgãos. d) As “manchas de Paltauf são geralmente encontradas na superfície pulmonar de afogados. intencionalmente.093-D 094-D 095-A 096-C 097-B 098-B 099-A 100-D 30 QUESTÕES DE MEDICINA LEGAL 1 – O exame antropológico de uma ossada não oferece elementos para estimar: a) Sexo. exceto: a) Apresenta presilha externa no polegar esquerdo. c) Processo de identificação de pessoa ou coisa. e) Realizam perícias quando requeridas por autoridade competente. 8 – Quanto à identificação pelas impressões digitais. b) Estatura. . c) O perito. b) Método de comparação por dactiloscopia. b) O perito. assinale a alternativa falsa: a) Devem atuar com imparcialidade. d) O perito. d) O corpo da vítima ainda não periciada. 6 – (MÉDICO LEGISTA. b) Não possui delta no polegar direito.MG-2006) O termo identidade significa: a) O conjunto de caracteres que individualiza uma pessoa ou coisa. marque a alternativa verdadeira: a) Oferecem pouca confiabilidade pelo fato de poderem ser apagadas por produtos como acetona. c) Podem requisitar documentos em poder das partes. ensejam lesões corporais “gravíssimas”. sentido ou função. c) A presença de cicatriz na polpa digital impede a identificação pelas impressões digitais. e) Perigo de vida. mesmo suspeito. c) Perda ou inutilização de membro. b) Mudam o tipo de desenho papilar com o envelhecimento da pessoa. encontradas nas asfixias mecânicas em geral. realiza a perícia. quando presentes. c) Idade. d) Reconhecimento técnico de pessoa ou coisa. 2 – Em asfixiologia. b) Enfermidade incurável. e) O perito entrega seu laudo pericial fora do prazo estipulado. exceto: a) Deformidade permanente. e) O corpo de uma pessoa. e) Espécie de documento médico-legal. b) O copo da vítima morta periciada. realiza a perícia. 7 – São circunstâncias que. b) Devem apresentar seus laudos no prazo fixado pela Lei. 5 – Sobre Corpo de Delito. c) Apresenta presilha interna no quarto dedo da mão direita. e) É um método em desuso devido ao surgimento do exame de DNA e de novas tecnologias. d) Apresenta dois deltas no indicador esquerdo. mesmo se empenhando. d) Podem ser estabelecidas mesmo depois da morte do indivíduo. 3 – Em relação aos peritos oficiais. e) Na asfixia por monóxido de carbono a rigidez e a putrefação são tardias. d) Não estão sujeitos aos casos de suspeição e impedimento. não revela a verdade no seu laudo. podemos afirmar que se trata de: a) O corpo da vítima viva periciada. podemos afirmar. a face é rósea e as manchas de hipóstase são claras. c) O sulco no estrangulamento geralmente é transversal e de profundidade uniforme. não consegue esclarecer determinado fato. b) A esganadura pode ser homicida e suicida. d) Peso. c) O conjunto de vestígios relacionados ao fato criminoso. d) Incapacidade permanente para o trabalho. 4 – O crime da Falsa Perícia acontece quando: a) O perito. estão corretas as alternativas. caso necessário para o esclarecimento de determinado fato. mesmo impedido. 9 – Sobre um indivíduo com fórmula dactiloscópica A3224/E1332.

b) Diâmetro maior que o da entrada. 17 – (DELEGADO-MG-2006) A fixação definitiva das hipóstases cadavéricas ocorre em torno de: a) Oito horas post mortem. c) Piedoso. 12 – Quanto á ação dos instrumentos. d) O hematoma e a equimose são tipos de lesão contusa. exceto: a) As leis de Filhos e Langer referem-se às lesões produzidas por objetos perfurantes. e) Um corte ou ferida incisa é um tipo de lesão por energia mecânica. em regiões homólogas de duas digitais do mesmo tipo fundamental. c) Eversão das bordas. e) Espostejamento é a redução do corpo da vítima a pedaços múltiplos e irregulares. produzida na região posterior do pescoço. . d) Sugilação é um tipo de lesão relacionada à ação contundente. não é necessário o uso de reveladores. c) Sevícias são energias mistas. d) Sugilação. e) O “sinal de Christinson” relaciona-se com a queimadura de 3º grau. e) Gêmeos univitelinos e fraternos podem ser distinguidos pelo estudo de suas impressões digitais. marque a alternativa falsa: a) Asfixia é uma energia biodinâmica. c) As substâncias cáusticas básicas são liquefacientes e produzem escaras úmidas e moles. c) O “sinal de Lichtemberg” está relacionado à ação da eletricidade natural. e) A “calda de escoriação” é um sinal relacionado “ à ação contundente. marque a alternativa falsa: a) As bordas de uma ferida contusa são irregulares. c) O albodactilograma é um método complementar que pode ser usado em dactiloscopia. d) Seis horas post mortem. 13 – Quanto às ações lesivas. d) As substâncias cáusticas ácidas são coagulantes e produzem escaras secas. c) Quatro horas post mortem. b) A penetração de um pedaço pontiagudo de madeira na vagina chama-se empalamento. d) Feridas transfixantes são aquelas que atravessam ou órgão ou segmento do corpo. denomina-se: a) Rubefação. as alternativas estão certas. 18 – (DELEGADO-MG 2006) O abortamento nos casos de estupro é denominado: a) Social. b) A ação de uma substância cáustica ocorre após sua absorção e metabolismo. marque a afirmativa falsa: a) Poroscopia é um método complementar que pode ser usado em dactiloscopia. d) O “sinal de Chambert” relaciona-se com a queimadura de 2º grau. b) Eletroplessão é a ação da eletricidade artificial. c) O esmagamento é um tipo de ferida contusa. c) As feridas incisas geralmente sangram mais do que as contusas.e) Apresenta tipo verticilo no quinto dedo da mão direita. b) Os projéteis de arma de fogo. 10 – Com relação à identificação dactiloscópica. b) Escoriação. 15 – Assinale a alternativa incorreta: a) A “marca elétrica de Jellinek” é uma lesão relacionada à entrada da eletricidade artificial. 14 – No âmbito da traumatologia Médico-Legal. 20 – (DELEGADO-MG 2003) A avulsão da epiderme com o desnudamento da derme e que no processo de cura não deixa cicatriz. no que concerne às energias químicas: a) O ácido sulfúrico provoca escaras negras. em geral são instrumentos perfuro-contundentes. b) Duas horas post mortem. exceto: a) Presença de orla de enxugo. 16 – Marque a alternativa incorreta. d) O encontro de 12 pontos característicos idênticos. d) Terapêutico. d) Desidratação e inanição são exemplos de energias bioquímicas. permite afirmar que se trata do mesmo indivíduo. e) “Vitriolagem” é a ação corrosiva e desfigurante de um ácido sobre a pele humana. 11 – Quanto as energias ou meios que podem causar lesões corporais. b) Eugênico. exceto: a) Esgorjamento é um tipo de ferida incisa. e) Feridas penetrantes são aquelas que adentram o corpo da vítima. c) Víbice é um tipo de equimose em forma de estria. todas as alternativas estão corretas. b) As bordas das feridas incisas são regulares. c) Equimose. 19 – (MÉDICO LEGISTA-MG 2006) São características do orifício de saída de projétil de arma de fogo. b) Na identificação das impressões digitais latentes. d) Ausência de zona de queimadura. b) Os cáusticos são energias químicas. e) Ausência de zona de tauagem.

c) Afogamento. d) 36 horas. d) Cápsula de latão. 23 (DELEGADO-MG 2001) Considerando-se a rigidez cadavérica. b) Intermação. d) Isenta da caracterização de crime. ter-se-á: a) Homicídio. d) Envenenamento. levando-se em conta o fato de a mãe estar sob o estado puerperal. d) Coprolalia. 29 (DELEGADO-MG 2006) A autópsia de um homem de cinqüenta anos de idade mostrou ao exame interno o seguinte: “conteúdo gástrico constituído por moderada quantidade de alimentos plenamente reconhecíveis em seus diversos tipos específicos”. c) Simulação. Podese afirmar que a última refeição antecedeu a morte em: a) Uma a duas horas. c) Riparofila. e) Permanece após a instalação efetiva da putrefação. e) Embrocação. c) Lesões corporais seguidas de morte. 27 (DELEGADO-MG 1997) Em infortunística. uma vez que o Legista poderá a partir do chamado espectro equimótico determinar: a) O objeto que causou a lesão. d) Carbonização. d) É máxima após 36 horas de morte. 30 (DELEGADO-MG 2006) Um cadáver humano apresenta os seguintes sinais externos: pele anserina. aproveitando-se da ocorrência de um traumatismo. b) Vitriolagem. Qual é a estimativa do tempo de morte? a) 08 horas. b) Infanticídio. 24 (MÉDICO LEGISTA-MG 2006) A termonose determinada pelo calor artificial é denominada: a) Insolação. O quadro é sugestivo de: a) Empalamento. retração do escroto e maceração da epiderme. c) Pólvora de enxofre e salitre. c) Quatro a sete horas. um indivíduo visando auferir vantagens. e) Projéteis múltiplos. 28 (DELEGADO-MG 1997) Na necropsia observou-se o início do aparecimento da mancha verde abdominal. b) 20 horas. c) 12 horas. c) Inicia-se pelos membros inferiores. b) Três a sete horas. alega e manifesta conseqüências bem superiores àquelas que é portador. b) Mixoscopia. 22 – (DELEGADO-MG 2001) A parafilia caracterizada pela atração sexual por mulheres desasseadas denomina-se: a) Algolagnia.e) Equinoma. . b) Parassimulação. c) Determinar a exata localização das lesões. Em Medicina Legal denomina-se tal fato: a) Ortossimulação. c) Sublimação. b) O instrumento que causou a lesão. 21 – (DELEGADO-MG 2003) A chamada “rosa do tiro” é produzida por munição com: a) Espoleta de nitrato de bário. e) Froteurismo. b) Desaparece na mesma seqüência em que se instala. 25 (MÉDICO LEGISTA-DF 2000) Se durante o parto. e) Dolo eventual. a parturiente implorar a parteira que mate o nascituro e essa. 26 (DELEGADO-MG 1997) A coloração das equimoses tem importância médico legal. b) Projétil único de chumbo nu. é correto afirmar: a) Surge após 24 horas de morte. e) 04 horas. e) Determinar a intensidade com que agiu o agente vulnerante. no momento da expulsão da criança. d) Sete a doze horas. e) Metassimulação. d) Dissimulação. atender o pedido. d) Determinar a cronologia de ocorrência das lesões.