Você está na página 1de 5

Trabalhos de Avaliação do PROCONVE

Trabalhos Finalizados:
1) Relatório Técnico e Sumário Executivo “Avaliação do Programa de Controle
da Poluição do Ar por Veículos Automotores” – LIMA/COPPE/UFRJ
PROCONVE 2) Relatório Técnico e Sumário Executivo “Avaliação do Programa de Inspeção e
Manutenção dos Veículos Automotores em Uso no Rio de Janeiro” -
LIMA/COPPE/UFRJ
Programa de Controle da Poluição do Ar por
3) Caderno Institucional “PROCONVE: 20 Anos Respirando um Ar Melhor” –
Veículos Automotores SQA/MMA

Ruy de Góes Leite de Barros Trabalhos em Andamento:

Diretor do Programa de Proteção e Melhoria da Qualidade Ambiental 1) Avaliação dos Aspectos Ambientais, de Saúde, Sócio-Econômicos e
Tecnológicos Envolvidos com a Implementação do PROCONVE em 6 Regiões
Metropolitanas Brasileiras – FMUSP, Environmentality, IPEA

Secretaria de Qualidade Ambiental Secretaria de Qualidade Ambiental


SQA SQA

Instrumentos Legais Forma de Execução


Resolução CONAMA nº 18, de 06/05/1986
Lei nº 8.723, de 29/10/1993 – Ratificou o PROCONVE
- Implementação: Ministério do Meio Ambiente
Lei nº 9.503 de 23/09/1997 – Código de Trânsito Brasileiro
Lei nº 10.203 de 22/02/2001 – Alteração nos Programas de I/M - Coordenação executiva: IBAMA

- Apoio técnico: CETESB


Histórico
1977 – Primeiros estudos sobre a necessidade da implantação de um programa de - Órgãos governamentais e empresas públicas:
controle das emissões veiculares ANP, DENATRAN, INMETRO, PETROBRAS

1978 – Inauguração pela empresa Volkswagen do primeiro laboratório destinado à - Entidades privadas:
medição das emissões dos veículos leves ANFAVEA, AEA, ABEIVA, ABRACICLO, SINDIPEÇAS, AFEEVAS
1980 – Introdução do álcool na matriz dos combustíveis
1984 – Estudos de avaliação da qualidade do ar pela CETESB na RMSP
1985 – Criação de Grupo de Trabalho pela SEMA
1986 – Aprovação do PROCONVE pelo CONAMA

Secretaria de Qualidade Ambiental Secretaria de Qualidade Ambiental


SQA SQA

Objetivos Resultados Alcançados Objetivo 1


Redução das Emissões de Poluentes (%)

1. Reduzir os níveis de emissão de poluentes por veículos automotores Poluentes Veículos Leves Veículos Pesados Motos de 150 cc.

2. Promover o desenvolvimento tecnológico Álcool Gasolina

3. Criar programas de inspeção e manutenção para veículos em uso CO 95 99 79 76


4. Aprimoramento das características técnicas dos combustíveis
HC 89 96 74 81
5. Promover a conscientização da população sobre a poluição do ar por veículos
automotores NOx 92 94 12 47

6. Estabelecer medidas de avaliação dos resultados alcançados Aldeídos 90 92 n.d. n.d.

Material n.d. n.d. 20 n.d.


Particulado

n.d. = não disponível


Fonte: IBAMA/ PROCONVE/ PROMOT
Secretaria de Qualidade Ambiental Secretaria de Qualidade Ambiental
SQA SQA

1
Resultados Alcançados Objetivo 1 Resultados Alcançados Objetivo 2
Inovações Tecnológicas - Veículos Leves
Estimativa das Emissões na RMSP
Fases I - Reciclagem dos gases de escapamento para controle das emissões de NOx

(1988 a 1991) Injeção secundária do ar no coletor de exaustão para o controle de CO e HC


Poluente Ano Sem PROCONVE Com PROCONVE Redução -

(t/a) (t/a) Com / Sem (%) - Amortecedor da borboleta do carburador para controle do HC
CO 2006 2.141.144 868.054 59,5 - Otimização do avanço da ignição

2010 1.967.493 692.962 64,8 Fase II - Injeção eletrônica

HC 2006 174.172 83.942 51,8 (jan/92 a dez/96) - Carburadores assistidos eletronicamente

- Conversores catalíticos
2010 165.871 72.994 56,0
Fase III - Conversores catalíticos de três vias
NOx 2006 67.399 38.248 43,3
(jan/97 a jan/05) - Sistemas eletrônicos de injeção e ignição do combustíveis

2010 66.996 32.476 51,5 - Sonda de oxigênio no coletor de gás de escapamento para retroalimentação do
controle da mistura ar / combustível

Fonte: LIMA / COPPE / UFRJ (2004)

Secretaria de Qualidade Ambiental Secretaria de Qualidade Ambiental


SQA SQA

Resultados Alcançados Objetivo 2 Resultados Alcançados Objetivo 2


Inovações Tecnológicas - Veículos Pesados Tecnologias de Medição de Poluentes

Outubro de 1987 - Já havia limitações para a emissão de fumaça preta


Veículos Leves - Procedimentos norte-americanos de ensaios de veículos para medição dos gases de
Modificações introduzidas antes - Recalibração dos sistemas de injeção de combustível escapamento
da Resolução 08/1993
- Turbo alimentação
Veículos Pesados - Procedimento europeu para ensaio do motor e medição dos gases de escapamento

Em 1994 - Mudanças nas câmaras de combustão

Fase III (EURO I) para ônibus - Otimização dos sistemas de injeção de combustível
urbanos e Fase II (EURO 0)
para os demais veículos - Utilização de sistemas de resfriamento do ar de admissão Resultados Alcançados Objetivo 3

Em 1998 - Melhorias nos projetos dos motores e sistemas de injeção de Diretrizes Básicas para os Programas de Inspeção e Manutenção Veicular
combustível Resolução 07/1993
Fase IV (EURO II)
- Uso de sistemas multiválvulas

- No Rio de Janeiro: convênio FEEMA/ DETRAN


- Projeto de Lei no. 5.979/2001 em discussão no Congresso Nacional.

Secretaria de Qualidade Ambiental Secretaria de Qualidade Ambiental


SQA SQA

Resultados Alcançados Objetivo 4 Resultados Alcançados Objetivo 6


Melhoria das Características Técnicas dos Combustíveis
Conscientização da População Quanto à Poluição Veicular

- Eliminação do uso de aditivos a base de chumbo na gasolina - Elaboração, pelos órgãos ambientais de alguns Estados, de Inventários de
emissões, identificando as contribuições de cada fonte
- Redução do teor de enxofre no óleo diesel, de 13.000 ppm em 1980 para 500
ppm (diesel metropolitano) e 2000 ppm (diesel interior) em 2006 - Compilação de fatores médios de emissão dos veículos novos leves, pesados,
motocicletas e da frota circulante

Resultados Alcançados Objetivo 5


Conscientização da População Quanto à Poluição Veicular

- Operações estaduais e municipais de fiscalização da fumaça preta


- Orientações para a manutenção e otimização do uso dos combustíveis aos
proprietários de veículos pesados

Secretaria de Qualidade Ambiental Secretaria de Qualidade Ambiental


SQA SQA

2
Resultados Adicionais Cenários Retrospectivos e Prospectivos para o Brasil

1) Geração de empregos – aumento dos postos de trabalho nos mais diferentes Emissão de Particulados - Nacional
níveis de especialização (e.g.: pesquisa, engenharia, laboratórios) 180

2) Capacitação Técnica – melhoria da capacitação técnica de mecânicos e das 160

oficinas para lidar com veículos modernos 140

.
120
3) Benefícios à saúde humana

emissão (t/ano)
100
80
Mortes Evitadas na RMSP entre 1996-2005 60
40
Cardiovasculares DPOC Câncer do Total 20
pulmão
0
Morte Evitadas 11.890 1.396 1.209 14.495 1980 1984 1988 1992 1996 2000 2004 2008 2012 2016 2020 2024 2028
Ano Inventário
Economia US$ 1,32 bilhão
leves gasolina leves álcool leves flex leves diesel motos
Estimada motoboys ônibus caminhões caminhões trator SO4
Fonte: Faculdade de Medicina da USP (no prelo)
Fonte: Environmentality (no prelo)
Secretaria de Qualidade Ambiental Secretaria de Qualidade Ambiental
SQA SQA

Cenários Retrospectivos e Prospectivos para o Brasil Cenários Retrospectivos e Prospectivos para o Brasil

Emissão de NOx - Nacional Emissão de CO - Nacional


2.500 9.000
8.000
.

2.000
.

7.000
emissão (mil t/ano)

6.000
emissão (mil t/ano)

1.500
5.000

1.000 4.000
3.000
500 2.000
1.000
0
0
1980 1984 1988 1992 1996 2000 2004 2008 2012 2016 2020 2024 2028
1980 1984 1988 1992 1996 2000 2004 2008 2012 2016 2020 2024 2028
Ano Inventário
Ano Inventário

leves gasolina leves álcool leves flex leves diesel motos motoboys ônibus caminhões caminhões trator leves gasolina leves álcool leves flex leves diesel motos motoboys ônibus caminhões caminhões trator

Fonte: Environmentality (no prelo) Fonte: Environmentality (no prelo)


Secretaria de Qualidade Ambiental Secretaria de Qualidade Ambiental
SQA SQA

Cenários Retrospectivos e Prospectivos para o Brasil Cenários Retrospectivos e Prospectivos para o Brasil

Emissão de HC - Nacional
cenários para Particulados
1.400
300
.

1.200
250
.

milhares de ton/ano

1.000 200
emissão (mil t/ano)

800 150

600 100

400 50

0
200
1980 1990 2000 2010 2020 2030
0
1980 1984 1988 1992 1996 2000 2004 2008 2012 2016 2020 2024 2028 com PROCONVE e IM sem PROCONVE BAU
Ano Inventário

leves gasolina leves álcool leves flex leves diesel motos motoboys ônibus caminhões caminhões trator

Fonte: Environmentality (no prelo) Fonte: Environmentality (no prelo)


Secretaria de Qualidade Ambiental Secretaria de Qualidade Ambiental
SQA SQA

3
Cenários Retrospectivos e Prospectivos para o Brasil Cenários Retrospectivos e Prospectivos para o Brasil

cenários para NOx cenários para CO


3.500 16
14
.

3.000

.
12

milhões de ton/ano
2.500
milhares de ton/ano

10
2.000
8
1.500
6
1.000
4
500
2
0 0
1970 1980 1990 2000 2010 2020 2030 2040 1970 1980 1990 2000 2010 2020 2030 2040

com PROCONVE e IM sem PROCONVE BAU com PROCONVE e IM sem PROCONVE BAU

Fonte: Environmentality (no prelo) Fonte: Environmentality (no prelo)


Secretaria de Qualidade Ambiental Secretaria de Qualidade Ambiental
SQA SQA

Cenários Retrospectivos e Prospectivos para o Brasil Conclusões dos Estudos


1) As fases iniciais do PROCONVE inverteram a tendência de aumento das
cenários para HC emissões dos poluentes.
8
7 2) A implementação dos Programas de I/M, considerando uma reprovação de 20%
.

6 da frota, pode, adicionalmente, reduzir em até 40% as emissões de CO e 50 % de


milhões de ton/ano

5
HC
4
3) É recomendável a proposição de limites de emissão mais restritivos para as
3 emissões de NOx e VOC, principalmente para os veículos pesados
2
1 4) É necessário reduzir o teor de enxofre dos combustíveis, de modo a viabilizar
0 as tecnologias mais modernas e aumentar a durabilidade de catalisadores e
1970 1980 1990 2000 2010 2020 2030 2040 filtros.
com PROCONVE e IM sem PROCONVE BAU

Fonte: Environmentality (no prelo)


Secretaria de Qualidade Ambiental Secretaria de Qualidade Ambiental
SQA SQA

Necessidades Necessidades

- Avançar na implementação dos Programas de Inspeção e Manutenção - Avançar na implementação dos Programas de Inspeção e Manutenção
Veículos Leves – Com e Sem I/M (%)

Poluentes CO HC
Sem I/M Com I/M Redução (%) Sem I/M Com I/M Redução (%)
São Paulo 472,4 273,6 42,1 84,1 41,5 50,6
Rio de Janeiro 165,1 94,5 42,7 30,1 15,7 47,6
Curitiba 106,9 61,6 42,4 19,4 9,7 49,9
Belo Horizonte 96,4 51,0 47,1 20,4 9,7 52,4
Porto Alegre 67,8 38,1 43,8 12,3 6,3 48,8
Recife 39,6 20,6 48,0 8,6 4,1 52,6
Em mil toneladas
Fonte: Environmentality (no prelo)

Secretaria de Qualidade Ambiental Secretaria de Qualidade Ambiental


SQA SQA

4
Necessidades Etapas em Implementação

- Res. CONAMA no 297 / 2002 – Institui o PROMOT


- Avançar na implementação dos Programas de Inspeção e Manutenção - Res. CONAMA no 315 / 2002 – Estabelece novas etapas para os veículos
- Avançar na qualidade das informações sobre poluição do ar por veículos leves e pesados para 2004/2005, 2006 e 2009
- Avançar na implementação de medidas que incentivem o uso de transportes - Res. CONAMA no 354 / 2004 – Estabelece etapas (2007 a 2009, 2010/2011)
coletivos e de combustíveis renováveis para a instalação de Sistema Diagnose a Bordo (OBD) nos veículos leves de
passageiros e comerciais
- Avançar na melhoria da eficiência energética dos veículos automotores
- Avançar na melhoria dos padrões de emissões de veículos pesados e motos Próximos Passos
- Avançar na melhoria dos combustíveis
- Workshop em agosto / setembro 2006
- Worshop Internacional em outubro / novembro 2006
- Envio dos resultados ao CONAMA

Secretaria de Qualidade Ambiental Secretaria de Qualidade Ambiental


SQA SQA