Você está na página 1de 20

UNIVERSIDADE DE CUIABÁ FACULDADE DE EDUCAÇÃO CURSO PEDAGOGIA

RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO II CURRICULAR PARA OS ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL

CUIABÁ/MT 2010

UNIVERSIDADE DE CUIABÁ FACULDADE DE EDUCAÇÃO CURSO PEDAGOGIA

RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO II

VÂNIA DE ALMEIDA SILVA

Relatório de Estágio Supervisionado II Curricular para os Anos Iniciais do Ensino Fundamental, apresentado como requisito para a avaliação do rendimento escolar do curso de Pedagogia da Universidade de Cuiabá – UNIC. Sob a orientação da Profª MSc. Helena Benedita Vitor Almeida.

CUIABÁ/MT 2010

DEDICATÓRIA Dedico este trabalho a minha filha Amanda Íris pelo amor incondicional. A meu esposo Gerçon Junior por me proporcionar a realidade de um sonho.. A minha mãe Vera Lucia pela sua generosidade.. .

me incentivar a continuar nessa trajetória. .AGRADECIMENTOS Agradeço a DEUS pela vida linda e abençoada que me deste. A minha família em especial o meu esposo Gerçon por me apoiar.

............................................................................................................................................................................................................................................ 16 6............ 11 4....... CONSIDERAÇÕES FINAIS ............................................................................................................................................................................. 17 ................. 10 4...... 13 4............................3 REGÊNCIA .................................................................................................................................. 14 5................................................................................ CRONOGRAMA ............................................................................ METODOLOGIA ....... DESENVOLVIMENTO ...............1 INSTITUIÇÃO DE ENSINO ............................................................................................................................................. CONSIDERAÇÕES GERAIS .............................................SUMÁRIO 1............................................... 08 3........................................................ 06 2............................... INTRODUÇÃO ............................................................................................................................................................................2 DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS .............................................. 11 4............................................

....................... 18 8............................................................................. 19 ............7............. ANEXOS ............................................................................. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS .......................................................................................................

integrando inúmeras disciplinas que compõem o currículo acadêmico no qual lhe dá suporte para a realização do estágio consolidando na prática. analisa como é a interação dos alunos com a professora. o quanto é enriquecedor e importante esta etapa na formação acadêmica e profissional do futuro docente. pois se objetiva principalmente em aplicar os conteúdos adquiridos nas disciplinas estudadas para confrontálas com a prática pedagogia da instituição. onde sua realização é condição para integralizar o currículo. Curvo. ele compartilhar a construção de aprendizagem bem como a aplicação do aprendizado teórico na prática. visto que se caracteriza como a prática em meio à aprendizagem na graduação. nos curso de formação de professores. localizado no Residencial Paiáguas. Desta forma. sendo de suma importância para instrumentalizar o estudante com a prática da sala de aula. conveniado a Universidade de Cuiabá. Embora. O referido estágio além de ser uma exigência da LDB – Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional nº 9394/96. favorecendo a reflexão sobre como se dá o processo de ensinar a . Deste modo aliou-se a teoria e á pratica. O Estágio Supervisionado II foi realizado em uma turma do 2° ano do Ensino Fundamental I. Estado Mato Grosso. com carga horária semanal de 4 (quatro) horas. tem como carga horária 100 (cem) horas. Esta etapa. no qual se aplicou grande parte dos fundamentos aprendidos e dos principio teóricos estudados que serviram de base para execução deste estágio. o estágio é um momento fundamental no processo de formação do profissional. demonstrando assim. já que a prática de ensino exerce a função de disciplina integradora no currículo acadêmico. para ser avaliado de acordo com o regimento da Faculdade de Educação da UNIC. do Município de Cuiabá.1. e a Universidade de Cuiabá – UNIC determina como vinculo a grade curricular. a maneira na qual a professora conduz a aprendizagem para apreensão do conhecimento pela criança. dos alunos entre si e com o ambiente no cotidiano escolar. o estágio seja na maioria das vezes o primeiro contato do futuro educador com a realidade escolar. O estágio de docência no Ensino Fundamental I teve como objetivo observar como se desenvolve o ensino em sala de aula. possibilitando vivenciar o que foi aprendido na faculdade. do turno matutino da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Rodolfo Augusto Techaud E. INTRODUÇÃO O desempenho do Estágio Curricular Supervisionado do curso de Licenciatura em Pedagogia para os Anos Iniciais do Ensino fundamental tem em vista a necessidade de uma experiência prática. tendo início no dia 29 de setembro com observações e planejamentos e regência a partir do dia 18 de outubro e término no dia 22 de outubro. declara obrigatoriedade dele.

além de ser um importante instrumento de integração entre escola.aprender. universidade e comunidade. é visível no relatório a descrição das observações e experiências vivenciadas não só na observação em sala de aula. é o ensejo de crescimento profissional e pessoal. Destarte. mas na regência e no ambiente escolar como um todo. . para poder conhecer. aprender a aprender e aprender a ensinar. pois o Estágio Supervisionado é muito mais que o cumprimento de exigências legislatórias e acadêmicas. compreender e aplicar na realidade escolar a união da teórica com a prática. Sendo oportuno para analisar a realidade escolar de forma participativa com procedimentos adequados.

2. sem ao mesmo saber ler. Quando comecei a ministrar as aulas. o texto beneficiou os alunos. A observação. em que iria desenvolver o estágio. pois necessitava da liberação da direção da instituição a ser estagiada. Curvo. para delinear o conteúdo no qual seria o complemento da minha fala. o trabalho foi feito embasado em questões similares da Provinha Brasil. o texto foi difícil para alguns alunos. desvendaram os enigmas para pode reescrever o texto. tanto na compreensão dele. na qual foram desenvolvidos conteúdos de português. . sendo que eu explicava oralmente e utilizava o quadro. Um método interessante do estágio foi quando os alunos leram e traduziram um texto enigmático. utilizei dos recursos que a escola possuía e outros que eu na qualidade de acadêmica estagiaria e professora regente julga ser necessária. onde 20 horas foram destinadas a observação/pesquisa a campo. ensino religioso e artes. alguns que nem entendia o conteúdo ministrado. Embora. em concordância com os conteúdos a serem desenvolvidos.E.E. muitos que não participavam por desinteresse. As aulas foram trabalhadas de forma expositivas. Já de posse da carta de Apresentação iniciei o estágio uma semana depois. quanto no raciocínio. 20 para a execução da mesma (regência).M. os alunos. o planejamento das aulas. isto é. soube proporcionar uma leitura diferenciada. para preparar o aluno para essa etapa. Rodolfo Augusto T. 24 para a elaboração do relatório e destinado a sua apresentação 4 horas. que necessitava para poder descobrir o que estava escrito naquele texto com palavras e gravuras. e do suporte que ela dá aos alunos. traçamos os planejamentos das atividades a serem desenvolvidas. 32 horas para a elaboração da proposta. as quais serão apresentadas de forma descritiva e seqüencial o seu desenvolvimento. que aconteceu em 100 horas. na Escola E. METODOLOGIA O estágio supervisionado é constituído de diversas etapas. educação física. Iniciei minha observação em sala de aula com as atividades ministradas pela professora regente para a turma do 2° ano do ensino fundamental I. também foi feita em relação à estrutura física da escola. trabalhei com a turma os conteúdos. não foi cansativo. Ou seja. outros que só faziam copia. eram poucos que sabiam ler. Utilizamos também para matemática e português conteúdos que levassem o aluno a entender questões da Provinha Brasil. com diferenças no “grau de escolaridade” da turma. onde serviu de fonte para conduzir o conhecimento a um grande numero de alunos. ou seja. matemática. Além do que. Após a aceitação do estágio.F. numa data pré-estabelecida. conversei com a professora regente do 2° ano do Ensino Fundamental I. que a professora regente estava desenvolvendo. Durante esse período de observação foi perceptível que a sala tem uma desigualdade muito grande em relação ao aprendizado.

desenhos para colorir. leitura .Por fim. porém não basta apenas passar o filme para substituir a fala do professor. com a história contada. as aulas com vídeos integram o conteúdo na forma de representação. mas complementar em sala de aula. aproveitamos da sala de vídeo que a instituição proporcionava para exibir um filme infantil sobre a criação do mundo. . e questões a serem respondidas de acordo com a história e o filme que foi passado. buscando uma maneira mais atraente para se estudar. destinada ao conteúdo abordado na aula de ensino religioso. Afinal. que foi bastante atrativo para os alunos.

3. aplicação do diagnóstico escolar Planejamentos e Ensino Regência ( prática de ensino) Elaboração do Relatório de X X X X X X X X X X X Estágio Supervisionado II Entrega do Relatório Apresentação da (prática de ensino) . CRONOGRAMA Essa etapa foi elaborada com a orientação da Professora Helena Bendita Vitor Almeida ATIVIDADES MÊS/ANO SET/10 OUT/10 NOV/10 DEZ/10 Orientação do Estágio Supervisionado Estudo com a Coordenação e Professora da escola do estágio Observação em sala de aula Observação na estrutura física da escola Entrevista.

Foi reconhecido o Ensino Fundamental I á VIII e validado os estudos no período de 1997 a 1998 pela Portaria nº 300/00/SEDUC/MT. Conseguinte. Assim a instituição de ensino levou o nome do filho do deputado federal. . A mesma enfatizou sobre a importância do estágio.1 A INSTITUIÇÃO DE ENSINO A unidade escolar foi criada pelo Decreto nº 2. através da Resolução nº 248/05 CEE/MT para o período de 01/01/05 a 31/12/07. durante dois dias na semana itens necessários sobre o estágio supervisionado II. nos esclareceu que a instituição de ensino a ser estagiada fica a critério do acadêmico. DESENVOLVIMENTO Durante o mês de setembro e o inicio do mês de outubro trabalhamos com a orientação da professora Helena Benedita Vitor Almeida. no bairro Residencial Paiaguás em Cuiabá-MT. para a aprovação. a elaboração e apresentação do relatório do mesmo. O Decreto nº 277 de cinco de julho de 1999 eleva o nível da escola para 2º grau do Ensino Médio. localizada na Rua J. Curvo.E.927 e autorizada pela Resolução 017/94CEE/MT a funcionar o Ensino Fundamental I a VIII modalidade Regular no período de 01/01/93 a 31/12/96. fundando a instituição com o nome do filho dele.Credenciada conforme resolução nº 384/04 CEE/Mt. E.4. foi inaugurada no dia 12 de fevereiro de 1993 pelo então governador Jaime Veríssimo de Campos. José Augusto Silva Curvo. recursos concretos e domínio em sala. correção e orientação do que considerávamos indispensável para termos um bom desempenho durante a regência em sala de aula. onde o governador Jaime Veríssimo homenageou o seu amigo. art. desde que a escola assine um termo de convênio com a faculdade para que o referido estágio seja válido. quadra 09. A Escola E. Depois de todas as orientações devidamente repassadas fomos separados em dupla para preparar e conhecer o âmbito escolar a ser estagiado. Solicitou que qualquer dúvida que houvesse primeiramente apresentar a ela. no qual o nome foi escolhido em agradecimento e amizade ao Deputado Federal de MT. criatividade.F. onde parte dos recursos para a construção da escola foi contraído pelo mesmo. 4. Dr. s/nº. A Resolução nº 265/05-CEE/MT declara validade dos estudos 1ª a 4ª e 5ª a 8ª na modalidade Educação de Jovens e Adultos de 1993 a 1999. que nós estagiários. 44. Ressaltou sobre a acuidade da postura. que faleceu de acidente automobilístico. devemos reportar aos alunos durante a semana do estágio supervisionado.M Rodolfo Augusto T. A unidade escolar que iniciamos contribuiu de forma significante e nos apoiou para a realização do estágio.

elabora e planeja junto com os professores e direção o planejamento e os projetos pedagógicos.computador. O Ensino Médio Regular está autorizado através da Resolução nº 366/04 CEE/MT com prazo de validade de 01/01/04 a 31/12/05. bem como supervisiona e avalia todas as atividades pedagógicas e administrativas. 09 agentes de serviços gerais. Atualmente. com validade até 31/12/07. com merenda.Tem 01 sala de informática com 10 computadores e ambiente climatizado. O Conselho Deliberativo da Comunidade Escolar (CDCE) reuni-se bimestralmente para deliberações das ações propostas pela equipe gestora. onde semestralmente acontece o encontro com os . além de ter o Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE). 01 cozinha com despensa. rádio escolar. 01 secretaria escolar. oferece um espaço amplo para realizados de eventos da própria instituição. biblioteca e regimento escolar. A Escola Rodolfo Augusto conta com uma estrutura extensa. gestão escolar para o respectivo exercício bem como aprovação do plano de aplicação de recursos. 01 secretaria escolar. DVD.Em 2000 a Resolução nº 031/00CEE/MT autoriza o curso Modalidade Educação de Jovens e Adultos de 1ª a 8ª e Ensino Médio de 2000 a 2001. ambos publicados no DO de 30/03/2009 e são válidos até 2013. 01 banheiro feminino que são constantemente limpos. cadeiras confortáveis e com ar-condicionado. 01 auxiliar administrativo. A Escola encontra-se credenciada para Educação Básica através da Resolução nº 248/05/CEE/MT. 06 agentes de nutrição. O Projeto Político Pedagógico (PPP). bem arejadas e iluminadas. A Escola conta com 01 diretor que administra o espaço físico. essa Unidade Escolar está credenciada sob o nº 065/09 e os cursos da Educação Básica por eles oferecidos estão autorizados sob o nº 090/09. 01sala da direção. Há 36 professores onde cada um é responsável por sua turma em atividades dentro e fora de sala de aula. 01 almoxarifado. não foi autorizado à leitura dele. pois esta sendo revisado pela atual gestão. 01 sala de vídeo com data show. contento 11 salas de aula espaçosas. sendo que a comunidade tem total conhecimento do CDCE. 01 quadra de esportes coberta. 01 banheiro masculino. 01 sala de laboratórios e uma horta. Possui como estruturas de projeto o Programa de Desenvolvimento Escolar (PDE). 01 cantina. 01 sala de ciências. Possuem 01 sala dos professores. 03 coordenadores para períodos diferenciados. o currículo escolar e os programas seguem a normativa da SEDUC. Embora esse fato tenha dificultado. com carteiras conservadas e suficientes para a quantidade de alunos. bombeiros do futuro. analisa. embora necessite de pequenos reparos nas paredes das salas. no qual organiza e socializa a produção coletiva na escola. Além do que. que presumi em coral.

utilizando o transporte coletivo para chegar até ela. social e política e ao desenvolvimento das capacidades de apropriação. foi nesse eixo que nós. notamos que durante o procedimento do estágio.2 DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS O processo de educação é a base da formação do ser humano. até porque o professor deve estar ciente de que ele faz parte da formação da criança tanto intelectual quanto pessoal. pois mesmo quando o aluno pareça desatento ele esta observando algo que o professor passa em sala de aula. e não somente no âmbito escolar. . comunidade ou em uma família. Alvitram em sua filosofia “como instância educativa propondo a sua comunidade a formação de posturas.pais para explicitar as atividades desenvolvidas e o desempenho de cada aluno que durante o semestre foi avaliado processualmente o seu processo de ensino-aprendizagem com o acompanhamento da coordenação pedagógica. das habilidades e competências. cabendo a ela. produção do conhecimento. para relacionar-se com o mundo de forma plena autêntica e criativa”. ao contrário do que se pensa. política e ideais. 4. desenvolvemos o nosso planejamento para atingir principalmente aqueles alunos que aparentava desinteresse. apreendemos que a educação é necessária pra que possamos viver em sociedade. atentamos para as características de cada aluno. enfim. Durante a etapa de planejamento. A escola é o lugar de se adquirir aprendizagem. sua capacidade e seu modo de vida. faz parte do mundo estando presente em uma sociedade. de personalidade e de consciência humana. Consequentemente a escola tem como papel essencial à formação da convicção afetiva. o processo de aprendizagem do aluno tem fatores nos quais se aprendem com o que vemos em nosso cotidiano. pois é na escola que se encontra o espaço onde se dá continuidade a educação. ela faz parte do nosso dia-a-dia. culturais e materiais. Durante esse ano letivo de 2010 a escola atende 1100 alunos de classe média e/ou baixa. Por isso. e suas dificuldades. trabalhar de forma que desenvolva e se conscientize de seu papel na sociedade. conhecimento e se aprender os conceitos fundamentais da vida. para que os alunos se tornem futuros cidadãos com liberdade. sendo uma seqüência da família. acreditando que o ser humano e o agente de transformação de si e do meio em que vive têm sua cultura e possui valores. e que possam expressar sua religião. construção dos bens sociais. Assim sendo. seja bom ou ruim. cuja função política social é preparar o homem teórico e metodologicamente. Deste modo. que reside no próprio bairro em que a instituição esta localizada ou em bairros adjacentes.

1996)”. Além disso. elaboramos um roteiro de aula. o desinteresse. dando atenção para melhor compreensão dos assuntos e temas abordados. aproveitou dos espaços que a proporcionava e exibiu filmes complementando o que avia explicado em sala. “o aluno é agente da construção de seu conhecimento. a interação. mas não o faz sozinho. bem diferenciado da professora-regente que apenas ditava e copia na lousa os assuntos e os alunos repetiam. via-se que a recíproca era verdadeira. como cansaço. procurando sempre elaborar atividades diferenciadas que despertassem a curiosidade e atenção dos mesmos. que apesar da grande quantidade de alunos. É importante a mediação do professor e de outros adultos significativos nesse processo. Encarar a dialética educacional. mas mesmo assim iniciamos o trabalho. embora alguns alunos em determinados momentos fosse precisos serem chamados à atenção. houve interação. e a relação de amizade conosco. já que elas desde pequenas recebem um grande número de informações. com os problemas visíveis. No principio os alunos ficaram desconfiados. os que sabiam ler e mostravam interesse. Na regência se fez uso do conhecimento acadêmico que contribuiu muito nessa etapa.3 REGÊNCIA Todas as etapas do Estágio Supervisionado II foram importantes e enriquecedoras. interesse e aprendizado. criou-se ainda um laço afetivo muito forte. requereu muito do que o estagiário poderia proporcionar. entre eu e os alunos. O plano foi embasado na Provinha Brasil em conteúdos de português e matemática. Afinal. os atrasos e a falta de desprendimento para aprender. ou seja. (MARTINS. explícitos nas demonstrações de afeto. As atividades dadas em sala de aula.Assim. favorecendo sempre aqueles alunos avançados. pelos gestos de aceitação. pois durante esse período utilizamos outras metodologias para despertar o interesse da criança. os alunos e alunos que desenvolveu a capacidade de ensino- . mas sempre almejando cativá-los de algum modo. já as outras disciplinas. já que a professora estava sendo substituída por duas estagiarias. foi muito prazeroso a troca de conhecimentos. mas nenhuma delas se compara aos momentos mágicos vividos em uma sala de aula. proporcionando-me um retorno satisfatório não apenas pelo aprendizado. Do mesmo modo percebeu o interesse cada vez maior. 4. Apesar das dificuldades existentes. de modo dinâmico fugindo da monotonia da sala de aula. foram realizadas com êxito por parte dos discentes. foram fatores que exigiu um bom desempenho dos estagiários. carinho. pela resposta dada a cada atividade aplicada em sala de aula.

bem como o reconhecimento do trabalho.aprendizagem e a solidariedade. “Pois o aluno não é uma tabula rasa ao chegar à escola. este Estágio Supervisionado II alcançou todas as suas metas e objetivos. havendo assim um aprendizado mútuo. pois os alunos mais experientes auxiliavam aqueles com dificuldades. . possuem determinados conhecimentos como ponto de partida pra a aprendizagem que acontece na sala de aula (MARTINS. 1996)”. promovendo o processo de ensino-aprendizagem. empenho e profissionalismo. Portanto.

sobre os saberes de referência da sua ação pedagógica. faz sentido investir no processo de reflexão das ações pedagógicas nos contextos escolares”. sobre os meios existentes para realizá-los. o professor precisa estar ciente que esta em suas mãos o futuro de muitas crianças e nós na qualidade de acadêmicos e futuros professores temos que estar preparados para construirmos uma base para essas crianças.) “base sólida para formação dos profissionais da educação apesar das dificuldades. Andar verticalmente e falar é a educação mais fundamental do modo de ser quem somos: humanos.. doçura. Destarte. . Aprender a ler. preparando-os para enfrentar esse mundo de exigências. compreendi que ela deve ser considerada como um processo para o desenvolvimento humano. (NAVARRO. amor. paciência e dedicação. valendo-se do estágio como contribuinte para uma. pois é uma atividade delicada que exige como principio maior. a construção de um conhecimento dinâmico e motivador tornam-se um desafio cada vez maior. (. CONSIDERAÇÕES GERAIS Diante das dificuldades que a educação tem enfrentado. firmeza. (Lara. revista de educação Páginas Abertas)”.. 2004) Durante o estágio aprendi a me adequar à tarefa de educar. considerando que nem sempre os professores estagiários têm clareza sobre os objetivos que orientam suas ações no contexto escolar e no meio social onde se inserem.5. o conhecimento científico e o processo de desenvolvimento de mais e mais conhecimentos no âmbito de uma comunidade em que estamos imersos é a mesma coisa que aprender a falar. sobre os caminhos e procedimentos a seguir. “educar é como ensinar alguém a andar ou a falar (nada de metafórico existe nessa comparação). a fazer contas e a dominar a técnica. Segundo Willian Lara. ou seja.

Proporcionar por meio de atividades interativas a melhoria do ambiente escolar. Um fator de extrema importância seria: proporcionar para os alunos ferramentas de educação ambiental. Facilitar o uso de recursos tecnológicos disponíveis na escola. que venha contribuir no processo ensino-aprendizagem. os alunos demonstraram bastante interesse pelas aulas. como noticia da atualidade trazida para o nosso cotidiano. que foram muito produtivas que despertaram a busca de mais conhecimento. . Providenciar um apoio pedagógico para os professores para dar suporte ao mesmo. CONSIDERAÇÕES FINAIS Durante o Estágio Supervisionado Percebe-se que foram bastante positivos os resultados obtidos com o Estagio.6. A cada dia um acontecimento diferente que envolvia os alunos e que chamava atenção para as aulas.

Carlinda – MT/ 2008. HARRIS. da escola. Cuiabá: Unic. Cuiabá: UNIC.7. ARRUDA. trabalho elaborado para conclusão do curso de história do programa expansão universitária da Universidade de Cuiabá. Roselane Silva. NATALE.ª Isabel Pinto de Campos.E. LIBÂNEO. Leila. Antonio Carlos. externa da E. Cuiabá: UNIC.com. O tempo vivido: Uma outra História. ROHLING. Nalva Santos e. João Carlos Martins. Orientado pela Profª MSc Maria de Lourdes Fanaina Castrillon.pedagogia. Ana Lucia Lana. 2001. 2004. Gente. Evanir Assunção. 2003. 2003. As crianças aprendem o que vivenciam. Ed. Eduardo Abel. São Paulo: FTD. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS GORGONHO. NOLTE. São Paulo. NAVARRO. Dorothy Law. Disponível em <http://www. como requisito para obtenção do grau de professor de licenciatura plena em História. Disponível em <http://escolaratc.com> . 1996 OLIVEIRA. Caderno Final do Estágio Supervisionado no Ensino Fundamental e Médio: Relatório parcial enfocando a caracterização interna. José Carlos. PEDAGOGIA. TCC. Didática do professor. Relatório das Atividades Desenvolvidas no Estágio Supervisionado do Ensino Fundamental II (1 a 4 séries).blogspot. I e II graus Prof. 1994. Rachel. Especialização em Currículo para o Ensino Fundamental. Sextante. Qual é o seu lugar no mundo. Só. Evanize da Silva Pinto. NEMI.br/atividade> BLOG. 1999. São Paulo: Cortez. SILVA.

ANEXOS .