Você está na página 1de 437

Oracle9i: Fundamentos de AdministraÁ„o do Bancos de Dados I

ApresentaÁ„o EletrÙnica

D11321BP20

ProduÁ„o 2.0

Janeiro 2003

D37617

de AdministraÁ„o do Bancos de Dados I ApresentaÁ„o EletrÙnica D11321BP20 ProduÁ„o 2.0 Janeiro 200 3 D37617

Æ

Autor Marie St. Gelais

Revisores e Técnicos Louise Beijer Dairy Chan Trevor Davies Donna Hamby Lutz Hartmann Kuljit Jassar Patricia Mesa Sabiha Miri Howard Ostrow Caroline Pereda Andreas Reinhardt Ajai Sahni Jaco Verheul

Editor

Shane Mattimoe

Copyright © Oracle Corporation, 2002. Todos os direitos reservados.

Esta documentaÁ„o contÈm informaÁıes de propriedade da Oracle Corporation. Ela È fornecida sob um contrato de licenÁa que contÈm restriÁıes quanto ao uso e ‡ divulgaÁ„o, alÈm de ser protegida pela legislaÁ„o de direitos autorais. … proibida a engenharia reversa do software. Se esta documentaÁ„o for distribuÌda a uma AgÍncia Governamental subordinada ao Departamento de Defesa dos EUA, ela ter· direitos restritos e o seguinte aviso dever· ser aplicado:

Aviso de Direitos Restritos

O uso, a duplicaÁ„o ou a divulgaÁ„o pelo governo estar· sujeito ‡s restriÁıes impostas a um

software comercial e dever„o ser aplicadas as leis federais relativas a um software com direitos restritos, conforme definido no subpar·grafo (c)(1)(ii) do DFARS 252.227-7013, Rights in Technical Data and Computer Software (Direitos sobre Dados TÈcnicos e Programas de Computador) (outubro de 1988).

… proibida a reproduÁ„o total ou parcial desta documentaÁ„o sem a prÈvia autorizaÁ„o expressa por

escrito do grupo Education Products da Oracle Corporation. Qualquer outra cÛpia constituir· uma violaÁ„o da legislaÁ„o de direitos autorais e poder· resultar em indenizaÁıes civil e/ou criminal.

Se esta documentaÁ„o for distribuÌda a uma AgÍncia Governamental que n„o pertenÁa ao Departamento de Defesa dos EUA, ela ter· "direitos restritos", conforme definido no FAR 52.227-14, Rights in Data-General (Direitos Gerais sobre Dados), incluindo Alternate III (Alternativa III) (junho de 1987).

As informaÁıes contidas neste documento est„o sujeitas a alteraÁıes sem aviso prÈvio. Se encontrar problemas na documentaÁ„o, informe-os por escrito ‡ Worldwide Education Services, Oracle Corporation, 500 Oracle Parkway, Box SB-6, Redwood Shores, CA 94065 - USA. Distribuidor no Brasil: Oracle do Brasil Sistemas Ltda. Rua JosÈ Guerra, 127, S„o Paulo, SP - 04719-030 - Brasil - CNPJ: 59.456.277/0001-76. A Oracle Corporation n„o garante que esta documentaÁ„o esteja isenta de erros.

Oracle e todas as referÍncias a produtos da Oracle s„o marcas comerciais ou registradas da Oracle Corporation.

Todos os outros nomes de empresas e de produtos mencionados s„o usados apenas para fins de identificaÁ„o e podem ser marcas comerciais de seus respectivos propriet·rios.

IntroduÁ„o

Copyright © Oracle Corporation, 2002. Todos os direitos reservados.

Objetivos do Curso

ApÛs concluir este curso, vocÍ ser· capaz de:

ï Identificar v·rios componentes da arquitetura Oracle

ï Iniciar e desativar um banco de dados Oracle

ï Criar um banco de dados operacional

ï Gerenciar os arquivos de controle, os arquivos de redo log on-line, os arquivos de dados, os tablespaces, os segmentos, as extensıes e os blocos Oracle

ï Gerenciar usu·rios, privilÈgios e recursos

ï Usar os recursos de Suporte ‡ GlobalizaÁ„o

Copyright © Oracle Corporation, 2002. Todos os direitos reservados.

Oracle9 i Enterprise Edition

Oracle9 i Enterprise Edition Real Application Clusters Particionamento Oracle Enterprise Manager Packs SeguranÁa
Oracle9 i Enterprise Edition Real Application Clusters Particionamento Oracle Enterprise Manager Packs SeguranÁa
Oracle9 i Enterprise Edition Real Application Clusters Particionamento Oracle Enterprise Manager Packs SeguranÁa

Real Application Clusters

Oracle9 i Enterprise Edition Real Application Clusters Particionamento Oracle Enterprise Manager Packs SeguranÁa
Oracle9 i Enterprise Edition Real Application Clusters Particionamento Oracle Enterprise Manager Packs SeguranÁa

Particionamento

Edition Real Application Clusters Particionamento Oracle Enterprise Manager Packs SeguranÁa AvanÁada
Edition Real Application Clusters Particionamento Oracle Enterprise Manager Packs SeguranÁa AvanÁada

Oracle Enterprise Manager Packs

SeguranÁa

AvanÁada

Oracle Enterprise Manager Packs SeguranÁa AvanÁada Copyright © Oracle Corporation, 2002. Todos os direitos

Copyright © Oracle Corporation, 2002. Todos os direitos reservados.

Tarefas de um Administrador de Bancos de Dados

ï Planejar e criar bancos de dados

ï Gerenciar a disponibilidade dos bancos de dados

ï Gerenciar estruturas fÌsicas e lÛgicas

ï Gerenciar o armazenamento com base no projeto

ï Gerenciar a seguranÁa

ï Administrar a rede

ï Executar operaÁıes de backup e recuperaÁ„o

ï Ajustar o banco de dados

de backup e recuperaÁ„o ï Ajustar o banco de dados Copyright © Oracle Corporation, 2002. Todos
de backup e recuperaÁ„o ï Ajustar o banco de dados Copyright © Oracle Corporation, 2002. Todos

Copyright © Oracle Corporation, 2002. Todos os direitos reservados.

Componentes da Arquitetura Oracle Copyright © Oracle Corporation, 2002. Todos os direitos reservados.

Componentes da Arquitetura Oracle

Copyright © Oracle Corporation, 2002. Todos os direitos reservados.

Objetivos

ApÛs concluir esta liÁ„o, vocÍ ser· capaz de:

ï Descrever a arquitetura Oracle e seus componentes principais

ï Listar as estruturas envolvidas na conex„o de um usu·rio com uma inst‚ncia Oracle

Vis„o Geral dos Componentes Principais

Inst‚ncia SGA Shared Pool Cache de Biblioteca Cache de Buffer de Banco de Dados Buffer
Inst‚ncia
SGA
Shared Pool
Cache de
Biblioteca
Cache de
Buffer de
Banco de Dados
Buffer de
Redo Log
Cache de
Dicion·rio
de Dados
Java Pool
Large Pool
PMON
SMON
DBWR
LGWR
CKPT
Outros
Arquivos de dados Arquivos de controle Arquivos de redo log Banco de dados
Arquivos
de dados
Arquivos de
controle
Arquivos de
redo log
Banco de dados
Processo do usu·rio

Processo do usu·rio

Processo do usu·rio
Processo do usu·rio
Processo do usu·rio
Processo do usu·rio
Processo do servidor PGA
Processo do
servidor
PGA
de dados Processo do usu·rio Processo do servidor PGA Arquivo de par‚metros Arquivo de senha Arquivos

Arquivo de

par‚metros
par‚metros
usu·rio Processo do servidor PGA Arquivo de par‚metros Arquivo de senha Arquivos de log arquivados 1-3

Arquivo

de senha

do servidor PGA Arquivo de par‚metros Arquivo de senha Arquivos de log arquivados 1-3 Copyright ©
do servidor PGA Arquivo de par‚metros Arquivo de senha Arquivos de log arquivados 1-3 Copyright ©
do servidor PGA Arquivo de par‚metros Arquivo de senha Arquivos de log arquivados 1-3 Copyright ©

Arquivos de log arquivados

par‚metros Arquivo de senha Arquivos de log arquivados 1-3 Copyright © Oracle Corporation, 2002. Todos os
par‚metros Arquivo de senha Arquivos de log arquivados 1-3 Copyright © Oracle Corporation, 2002. Todos os

Servidor Oracle

Um servidor Oracle:

ï … um sistema de gerenciamento de banco de dados que oferece um mÈtodo aberto, abrangente e integrado para o gerenciamento de informaÁıes

ï Consiste em uma inst‚ncia e um banco de dados Oracle

Servidor Oracle

Servidor Oracle
Servidor Oracle
Servidor Oracle
Servidor Oracle
Servidor Oracle
uma inst‚ncia e um banco de dados Oracle Servidor Oracle 1-5 Copyright © Oracle Corporation, 2002.
uma inst‚ncia e um banco de dados Oracle Servidor Oracle 1-5 Copyright © Oracle Corporation, 2002.

Inst‚ncia Oracle

Uma inst‚ncia Oracle:

ï … uma forma de acessar um banco de dados Oracle

ï Sempre abre um ˙nico banco de dados

ï Consiste em estruturas de memÛria e de processos de segundo plano

Inst‚ncia

Shared Pool

Cache de

Biblioteca

Cache de

Dicion·rio

de Dados

SGA

Cache de Buffer de Banco de Dados

Buffer de

Redo Log

Java Pool

Large Pool

PMON
PMON
SMON
SMON
DBWR LGWR
DBWR
LGWR

CKPT

Outros

Estruturas de memÛria

Estruturas de processos de segundo plano

Estabelecendo uma Conex„o e Criando uma Sess„o

Estabelecendo uma conex„o com uma inst‚ncia Oracle:

ï Estabelecendo uma conex„o de usu·rio

ï Criando uma sess„o

Processo do servidor

Conex„o

estabelecida

uma sess„o Processo do servidor Conex„o estabelecida Sess„o criada Servidor Oracle Processo do usu·rio

Sess„o criada

Servidor Oracle

Servidor Oracle
Servidor Oracle
Servidor Oracle
Servidor Oracle
Servidor Oracle
Processo do usu·rio
Processo do
usu·rio
Sess„o criada Servidor Oracle Processo do usu·rio Usu·rio do banco de dados 1-7 Copyright © Oracle

Usu·rio do banco de dados

Oracle Processo do usu·rio Usu·rio do banco de dados 1-7 Copyright © Oracle Corporation, 2002. Todos

Banco de Dados Oracle

Um banco de dados Oracle:

ï … um conjunto de dados tratados como uma unidade

ï Consiste em trÍs tipos de arquivos

como uma unidade ï Consiste em trÍs tipos de arquivos Banco de Dados Oracle Arquivo de

Banco de Dados Oracle

Arquivo de par‚metros Arquivos de dados Arquivo de senha Arquivos de controle Arquivos de redo
Arquivo de par‚metros Arquivos de dados Arquivo de senha Arquivos de controle Arquivos de redo
Arquivo de par‚metros Arquivos de dados Arquivo de senha Arquivos de controle Arquivos de redo
Arquivo de par‚metros Arquivos de dados Arquivo de senha Arquivos de controle Arquivos de redo
Arquivo de par‚metros Arquivos de dados Arquivo de senha Arquivos de controle Arquivos de redo

Arquivo de par‚metros

Arquivos

de dados

Arquivo de par‚metros Arquivos de dados Arquivo de senha Arquivos de controle Arquivos de redo log
Arquivo de par‚metros Arquivos de dados Arquivo de senha Arquivos de controle Arquivos de redo log
Arquivo de par‚metros Arquivos de dados Arquivo de senha Arquivos de controle Arquivos de redo log
Arquivo de par‚metros Arquivos de dados Arquivo de senha Arquivos de controle Arquivos de redo log
Arquivo

Arquivo

Arquivo
Arquivo
Arquivo de par‚metros Arquivos de dados Arquivo de senha Arquivos de controle Arquivos de redo log
Arquivo de par‚metros Arquivos de dados Arquivo de senha Arquivos de controle Arquivos de redo log
Arquivo de par‚metros Arquivos de dados Arquivo de senha Arquivos de controle Arquivos de redo log
Arquivo de par‚metros Arquivos de dados Arquivo de senha Arquivos de controle Arquivos de redo log

de senha

de senha
de senha
Arquivo de par‚metros Arquivos de dados Arquivo de senha Arquivos de controle Arquivos de redo log
Arquivo de par‚metros Arquivos de dados Arquivo de senha Arquivos de controle Arquivos de redo log

Arquivos de controle

Arquivo de par‚metros Arquivos de dados Arquivo de senha Arquivos de controle Arquivos de redo log
Arquivo de par‚metros Arquivos de dados Arquivo de senha Arquivos de controle Arquivos de redo log
Arquivo de par‚metros Arquivos de dados Arquivo de senha Arquivos de controle Arquivos de redo log
Arquivo de par‚metros Arquivos de dados Arquivo de senha Arquivos de controle Arquivos de redo log
Arquivo de par‚metros Arquivos de dados Arquivo de senha Arquivos de controle Arquivos de redo log
Arquivo de par‚metros Arquivos de dados Arquivo de senha Arquivos de controle Arquivos de redo log
Arquivo de par‚metros Arquivos de dados Arquivo de senha Arquivos de controle Arquivos de redo log

Arquivos de redo log

Arquivo de par‚metros Arquivos de dados Arquivo de senha Arquivos de controle Arquivos de redo log
Arquivo de par‚metros Arquivos de dados Arquivo de senha Arquivos de controle Arquivos de redo log
Arquivo de par‚metros Arquivos de dados Arquivo de senha Arquivos de controle Arquivos de redo log
Arquivo de par‚metros Arquivos de dados Arquivo de senha Arquivos de controle Arquivos de redo log
Arquivo de par‚metros Arquivos de dados Arquivo de senha Arquivos de controle Arquivos de redo log
de senha Arquivos de controle Arquivos de redo log Arquivos de log arquivados 1-9 Copyright ©
de senha Arquivos de controle Arquivos de redo log Arquivos de log arquivados 1-9 Copyright ©

Arquivos de log arquivados

Arquivos de redo log Arquivos de log arquivados 1-9 Copyright © Oracle Corporation, 2002. Todos os
Arquivos de redo log Arquivos de log arquivados 1-9 Copyright © Oracle Corporation, 2002. Todos os
Arquivos de redo log Arquivos de log arquivados 1-9 Copyright © Oracle Corporation, 2002. Todos os

Estrutura FÌsica

A estrutura fÌsica inclui trÍs tipos de arquivos:

ï Arquivos de controle

ï Arquivos de dados

CabeÁalho Arquivos de Redo Log On-line Arquivos de dados (incluem o Dicion·rio de Dados) Arquivos
CabeÁalho
Arquivos de
Redo Log
On-line
Arquivos
de dados
(incluem o
Dicion·rio
de Dados)
Arquivos de
controle

ï Arquivos de redo log on-line

Arquivos de controle ï Arquivos de redo log on-line 1-10 Copyright © Oracle Corporation, 2002. Todos

Estrutura da MemÛria

A estrutura da memÛria do Oracle consiste em duas ·reas denominadas:

ï SGA (System Global Area): Alocada na inicializaÁ„o de uma inst‚ncia, È um componente fundamental de uma inst‚ncia Oracle

ï PGA (Program Global Area) Alocada quando o processo do servidor È iniciado

System Global Area

ï A SGA consiste em v·rias estruturas de memÛria:

ñ Shared Pool

ñ Cache de Buffer do Banco de Dados

ñ Buffer de Redo Log

ñ Outras estruturas (por exemplo, gerenciamento de bloqueios e latch, dados estatÌsticos)

ï … possÌvel configurar duas estruturas de memÛria adicionais na SGA:

ñ Large Pool

ñ Java Pool

System Global Area

ï … din‚mica

ï … dimensionada pelo par‚metro SGA_MAX_SIZE

ï … alocada e rastreada em gr‚nulos por componentes da SGA

ñ AlocaÁ„o de memÛria virtual contÌgua

ñ O tamanho do gr‚nulo baseia-se no valor total estimado de SGA_MAX_SIZE

Shared Pool

ï Usado para armazenar:

ñ As instruÁıes SQL executadas mais recentemente

ñ As definiÁıes de dados mais usadas recentemente

ï Ele consiste em duas estruturas principais de memÛria relacionadas ao desempenho:

ñ Cache de Biblioteca

ñ Cache de Dicion·rio de Dados

ï Dimensionado pelo par‚metro SHARED_POOL_SIZE

ALTER SYSTEM SET SHARED_POOL_SIZE = 64M;

Shared Pool Cache de Biblioteca Cache do Dicion·rio de Dados
Shared Pool
Cache de
Biblioteca
Cache do
Dicion·rio
de Dados
Pool Cache de Biblioteca Cache do Dicion·rio de Dados 1-15 Copyright © Oracle Corporation, 2002. Todos

Cache de Biblioteca

ï

Armazena as informaÁıes sobre as instruÁıes SQL

e

PL/SQL mais usadas recentemente

ï

Permite o compartilhamento de instruÁıes usadas normalmente

ï

gerenciado por um algoritmo LRU

ï

Consiste em duas estruturas:

ñ £rea SQL compartilhada

ñ £rea PL/SQL compartilhada

ï

Tamanho determinado pelo dimensionamento do Shared Pool

Cache de Dicion·rio de Dados

ï Um conjunto das definiÁıes mais usadas recentemente no banco de dados

ï Inclui informaÁıes sobre arquivos do banco de dados, tabelas, Ìndices, colunas, usu·rios, privilÈgios e outros objetos do banco de dados

ï Durante a fase de parse, o processo do servidor consulta o dicion·rio de dados para obter informaÁıes que resolvam nomes de objetos e validem o acesso

ï O armazenamento das informaÁıes do dicion·rio de dados no cache de memÛria melhora o tempo de resposta para consultas e instruÁıes DML

ï Tamanho determinado pelo dimensionamento do Shared Pool

Cache de Buffer do Banco de Dados

ï Armazena cÛpias de blocos de dados recuperados dos arquivos de dados

ï Possibilita ganhos de desempenho significativos quando vocÍ extrai e atualiza os dados

ï Gerenciado por um algoritmo LRU

ï DB_BLOCK_SIZE determina o tamanho do bloco principal

Cache de Buffer de Banco de Dados

 
   
   
 
   
   
   
 
 
 
 
 
 
 
              1-19 Copyright © Oracle Corporation, 2002. Todos os

Cache de Buffer do Banco de Dados

ï Consiste em subcaches independentes:

ñ DB_CACHE_SIZE

ñ DB_KEEP_CACHE_SIZE

ñ DB_RECYCLE_CACHE_SIZE

ï Pode ser redimensionado dinamicamente

ALTER SYSTEM SET DB_CACHE_SIZE = 96M;

ï DB_CACHE_ADVICE È definido para reunir estatÌsticas que prevÍem um outro comportamento de tamanho de cache

ï EstatÌsticas exibidas pela view V$DB_CACHE_ADVICE

ï EstatÌsticas exibidas pela view V$DB_CACHE_ADVICE 1-20 Copyright © Oracle Corporation, 2002. Todos os

Buffer de Redo Log

ï Registra todas as alteraÁıes feitas nos blocos de dados do banco de dados

ï O objetivo principal È a recuperaÁ„o

ï As alteraÁıes registradas s„o denominadas entradas de redo

ï As entradas de redo contÍm informaÁıes para recriar ou refazer as alteraÁıes

ï Tamanho definido por LOG_BUFFER

Buffer de Redo Log
Buffer de
Redo Log
ï Tamanho definido por LOG_BUFFER Buffer de Redo Log 1-22 Copyright © Oracle Corporation, 2002. Todos

Large Pool

ï Uma ·rea de memÛria opcional na SGA

ï Libera a carga imposta ao Large Pool

ï Usado para:

ñ MemÛria de sess„o (UGA) para o Servidor Compartilhado

ñ Processos do servidor de E/S

ñ OperaÁıes de backup e restauraÁ„o ou RMAN

ñ Buffers de mensagens de execuÁ„o paralela PARALLEL_AUTOMATIC_TUNING definido como TRUE

ï N„o usa uma lista LRU

ï Dimensionado por LARGE_POOL_SIZE

ï Pode ser redimensionado dinamicamente

Java Pool

ï Atende aos requisitos de parse de comandos Java

ï Necess·rio para instalar e usar Java

ï Dimensionado pelo par‚metro JAVA_POOL_SIZE

Program Global Area

ï MemÛria reservada para cada processo do usu·rio que se conecta a um banco de dados Oracle

ï Alocada quando um processo È criado

ï Desalocada quando o processo È encerrado

ï Usada somente por um processo

PGA Processo do servidor
PGA
Processo do
servidor
ï Usada somente por um processo PGA Processo do servidor Processo do usu·rio 1-26 Copyright ©

Processo do usu·rio

um processo PGA Processo do servidor Processo do usu·rio 1-26 Copyright © Oracle Corporation, 2002. Todos
um processo PGA Processo do servidor Processo do usu·rio 1-26 Copyright © Oracle Corporation, 2002. Todos

Estrutura do Processo

O Oracle aproveita v·rios tipos de processos:

ï Processo do usu·rio: Iniciado quando um usu·rio do banco de dados solicita uma conex„o com o servidor Oracle

ï Processo do servidor: Conecta-se ‡ inst‚ncia Oracle e È iniciado quando um usu·rio estabelece uma sess„o

ï Processos de segundo plano: Iniciados quando uma inst‚ncia Oracle È iniciada

Processo do Usu·rio

ï Um programa que solicita a interaÁ„o com o servidor Oracle

ï Deve estabelecer primeiro uma conex„o

ï N„o interage diretamente com o servidor Oracle

Processo do usu·rio

diretamente com o servidor Oracle Processo do usu·rio Usu·rio do banco de dados Processo do servidor

Usu·rio do banco de dados

Processo do servidor

usu·rio Usu·rio do banco de dados Processo do servidor Conex„o estabelecida 1-30 Copyright © Oracle

Conex„o

estabelecida

banco de dados Processo do servidor Conex„o estabelecida 1-30 Copyright © Oracle Corporation, 2002. Todos os

Processo do Servidor

ï Um programa que interage diretamente com o servidor Oracle

ï Atende ‡s chamadas geradas e retorna resultados

ï Pode usar um servidor dedicado ou compartilhado

Processo do servidor

Conex„o

estabelecida

compartilhado Processo do servidor Conex„o estabelecida Sess„o criada Servidor Oracle Processo do usu·rio
compartilhado Processo do servidor Conex„o estabelecida Sess„o criada Servidor Oracle Processo do usu·rio
compartilhado Processo do servidor Conex„o estabelecida Sess„o criada Servidor Oracle Processo do usu·rio

Sess„o criada

Servidor Oracle

Servidor Oracle
Servidor Oracle
Servidor Oracle
Servidor Oracle
Servidor Oracle
Processo do usu·rio
Processo do
usu·rio
Sess„o criada Servidor Oracle Processo do usu·rio Usu·rio do banco de dados 1-31 Copyright © Oracle

Usu·rio do banco de dados

Oracle Processo do usu·rio Usu·rio do banco de dados 1-31 Copyright © Oracle Corporation, 2002. Todos

Processos de Segundo Plano

MantÈm e impıe relacionamentos entre estruturas fÌsicas e de memÛria:

ï Processos de segundo plano obrigatÛrios:

DBWn PMON CKPT

LGWR

SMON

ï Processos de segundo plano opcionais:

ARCn LMDn QMNn

CJQ0 LMON RECO

Dnnn LMS Snnn

Pnnn

LCKn

DBWn (Database Writer)

Inst‚ncia SGA Cache de Buffer de Banco de Dados DBWn
Inst‚ncia
SGA
Cache de
Buffer de
Banco de Dados
DBWn
Inst‚ncia SGA Cache de Buffer de Banco de Dados DBWn Arquivos de dados Arquivos de controle
Arquivos de dados Arquivos de controle Arquivos de redo log Banco de dados

Arquivos

de dados

Arquivos de dados Arquivos de controle Arquivos de redo log Banco de dados
Arquivos de dados Arquivos de controle Arquivos de redo log Banco de dados
Arquivos de dados Arquivos de controle Arquivos de redo log Banco de dados
Arquivos de dados Arquivos de controle Arquivos de redo log Banco de dados
Arquivos de dados Arquivos de controle Arquivos de redo log Banco de dados

Arquivos de controle

Arquivos de dados Arquivos de controle Arquivos de redo log Banco de dados
Arquivos de dados Arquivos de controle Arquivos de redo log Banco de dados

Arquivos de redo log

Arquivos de dados Arquivos de controle Arquivos de redo log Banco de dados

Banco de dados

O DBWn grava quando:

ï

ï

ï

ï

ï

ï

ï

ï

ï

Ocorre um checkpoint

Os buffers sujos atingem

o limite

N„o h· buffers livres

Ocorre um timeout

… feita uma solicitaÁ„o

de ping RAC

Tablespace OFFLINE

Tablespace READ ONLY

ELIMINAÇÃO ou TRUNCAMENTO de tabela

Tablespace BEGIN BACKUP

LGWR (Log Writer)

Inst‚ncia

SGA Buffer de Redo Log DBWn LGWR
SGA
Buffer de
Redo Log
DBWn
LGWR
Writer) Inst‚ncia SGA Buffer de Redo Log DBWn LGWR Arquivos de dados Arquivos de controle Arquivos
Arquivos de dados Arquivos de controle Arquivos de redo log Banco de dados

Arquivos

de dados
de dados
Arquivos de dados Arquivos de controle Arquivos de redo log Banco de dados
Arquivos de dados Arquivos de controle Arquivos de redo log Banco de dados
Arquivos de dados Arquivos de controle Arquivos de redo log Banco de dados
Arquivos de dados Arquivos de controle Arquivos de redo log Banco de dados

Arquivos de controle

Arquivos de dados Arquivos de controle Arquivos de redo log Banco de dados
Arquivos de dados Arquivos de controle Arquivos de redo log Banco de dados

Arquivos de redo log

Arquivos de dados Arquivos de controle Arquivos de redo log Banco de dados

Banco de dados

O LGWR grava:

ï No commit

ï Quando um-terÁo est· cheio

ï Quando h· 1 MB de redo

ï A cada trÍs segundos

ï Antes que o DBWn grave

SMON (System Monitor)

Inst‚ncia

SGA

SGA

SGA
SGA
SGA
SGA
Inst‚ncia SGA
Inst‚ncia SGA
Inst‚ncia SGA
Inst‚ncia SGA
Inst‚ncia SGA
SMON
SMON
Arquivos de dados
Arquivos
de dados
Arquivos de controle
Arquivos
de controle
Arquivos de dados Arquivos de controle Arquivos de redo log Banco de dados

Arquivos de redo log

Arquivos de dados Arquivos de controle Arquivos de redo log Banco de dados

Banco de dados

Responsabilidades:

ï RecuperaÁ„o de inst‚ncia

ñ Efetua rollforward de alteraÁıes em arquivos de redo log on-line

ñ Abre o banco de dados para o acesso dos usu·rios

ñ Efetua rollback de transaÁıes n„o submetidas a commit

ï Aglutina o espaÁo livre

ï Desaloca segmentos tempor·rios

PMON (Process Monitor)

Inst‚ncia

SGA PMON
SGA
PMON
£rea PGA
£rea PGA

Realiza uma limpeza apÛs falhas de processos por meio de:

ï Rollback da transaÁ„o

ï LiberaÁ„o de bloqueios

ï LiberaÁ„o de outros recursos

ï ReinicializaÁ„o de dispatchers inativos

CKPT (Checkpoint)

Inst‚ncia

SGA

SGA

SGA
SGA
SGA
Inst‚ncia SGA DBWn LGWR CKPT
Inst‚ncia SGA DBWn LGWR CKPT
Inst‚ncia SGA DBWn LGWR CKPT
Inst‚ncia SGA DBWn LGWR CKPT

DBWn LGWR

CKPT
CKPT
Inst‚ncia SGA DBWn LGWR CKPT
CKPT (Checkpoint) Inst‚ncia SGA DBWn LGWR CKPT Arquivos de dados Arquivos de controle Arquivos de
CKPT (Checkpoint) Inst‚ncia SGA DBWn LGWR CKPT Arquivos de dados Arquivos de controle Arquivos de
Arquivos de dados
Arquivos
de dados
Arquivos de controle
Arquivos
de controle
Arquivos de redo log
Arquivos de
redo log

Banco de dados

Respons·vel por:

ï Sinalizar o DBWn em checkpoints

ï Atualizar as informaÁıes de checkpoint nos cabeÁalhos dos arquivos de dados

ï Atualizar as informaÁıes de checkpoint nos arquivos de controle

ARCn (Archiver)

ï Processo de segundo plano opcional

ï Arquiva automaticamente os redo logs on-line quando o modo ARCHIVELOG È definido

ï Preserva o registro de todas as alteraÁıes feitas no banco de dados

Arquivos de dados Arquivos de controle Arquivos de redo log Banco de dados
Arquivos
de dados
Arquivos
de controle
Arquivos de
redo log
Banco de dados

ARCn

Arquivos de dados Arquivos de controle Arquivos de redo log Banco de dados ARCn
de controle Arquivos de redo log Banco de dados ARCn Arquivos de redo logs arquivados 1-41
de controle Arquivos de redo log Banco de dados ARCn Arquivos de redo logs arquivados 1-41

Arquivos de redo logs arquivados

Banco de dados ARCn Arquivos de redo logs arquivados 1-41 Copyright © Oracle Corporation, 2002. Todos
Banco de dados ARCn Arquivos de redo logs arquivados 1-41 Copyright © Oracle Corporation, 2002. Todos
Banco de dados ARCn Arquivos de redo logs arquivados 1-41 Copyright © Oracle Corporation, 2002. Todos
Banco de dados ARCn Arquivos de redo logs arquivados 1-41 Copyright © Oracle Corporation, 2002. Todos
Banco de dados ARCn Arquivos de redo logs arquivados 1-41 Copyright © Oracle Corporation, 2002. Todos

Estrutura LÛgica

ï Determina como o espaÁo fÌsico de um banco de dados È usado

ï Hierarquia que consiste em tablespaces, segmentos, extensıes e blocos

Tablespace Arquivo de dados Segmento Segmento Extens„o Blocos
Tablespace
Arquivo de dados
Segmento
Segmento
Extens„o
Blocos
Arquivo de dados Segmento Segmento Extens„o Blocos 1-43 Copyright © Oracle Corporation, 2002. Todos os

Processando InstruÁıes SQL

ï Conecte-se a uma inst‚ncia usando um:

ñ Processo do usu·rio

ñ Processo do servidor

ï Os componentes do servidor Oracle usados dependem do tipo de instruÁ„o SQL:

ñ As consultas retornam linhas

ñ As instruÁıes DML registram alteraÁıes

ñ O commit garante a recuperaÁ„o da transaÁ„o

ï Alguns componentes do servidor Oracle n„o participam do processamento da instruÁ„o SQL.

Resumo

Nesta liÁ„o, vocÍ aprendeu a:

ï Explicar os arquivos do banco de dados: arquivos de dados, arquivos de controle, arquivos de redo log on-line

ï Explicar as estruturas da memÛria SGA: Cache de Buffer do Banco de Dados, Shared Pool e Buffer de Redo Log

ï Explicar os principais processos de segundo plano:

DBWn, LGWR, CKPT, PMON, SMON

ï Explicar a utilizaÁ„o do processo de segundo plano opcional ARCn

ï Identificar processos de segundo plano opcionais e condicionais

ï Explicar a hierarquia lÛgica

Vis„o Geral do ExercÌcio 1

Este exercÌcio aborda os seguintes tÛpicos:

ï Revis„o dos componentes da arquitetura

ï IdentificaÁ„o de estruturas envolvidas na conex„o de um usu·rio a uma inst‚ncia Oracle

Conceitos B·sicos do Servidor Oracle Copyright © Oracle Corporation, 2002. Todos os direitos reservados.

Conceitos B·sicos do Servidor Oracle

Copyright © Oracle Corporation, 2002. Todos os direitos reservados.

Objetivos

ApÛs concluir esta liÁ„o, vocÍ ser· capaz de:

ï Identificar as ferramentas comuns de administraÁ„o de banco de dados de um DBA

ï Identificar os recursos do Oracle Universal Installer

ï Usar o SQL*Plus para interagir com um banco de dados Oracle e manipul·-lo

ï Listar os principais componentes do Oracle Enterprise Manager

Ferramentas de AdministraÁ„o de Banco de Dados

Ferramenta

DescriÁ„o

OUI (Oracle Universal Installer)

Usada para instalar, atualizar ou remover componentes do software

Oracle Database Configuration Assistant

Uma ferramenta de interface gr·fica do usu·rio que interage com o OUI ou que pode ser usada independentemente para criar, deletar ou modificar bancos de dados

SQL*Plus

Um utilit·rio para acessar dados em um banco de dados Oracle

Oracle Enterprise Manager

Uma interface gr·fica usada para administrar, monitorar e ajustar um ou mais bancos de dados

administrar, monitorar e ajustar um ou mais bancos de dados 2-3 Copyright © Oracle Corporation, 2002.

Oracle Universal Installer

ï Usado para instalar, atualizar ou remover componentes de software e criar bancos de dados

ï Baseado em um mecanismo Java

ï Os recursos incluem

ñ ResoluÁ„o autom·tica de dependÍncia

ñ Possibilidade de instalaÁıes baseadas na Web

ñ Invent·rio de rastreamento de instalaÁıes de componentes e conjuntos de produtos

ñ DesinstalaÁ„o de componentes instalados

ñ Suporte para v·rios diretÛrios Oracle home

ñ Suporte para a tecnologia de globalizaÁ„o

Iniciando o Universal Installer

ï Para iniciar o Oracle Universal Installer no UNIX:

$ ./runInstaller

ï Para iniciar o Oracle Universal Installer no NT:

Start > Programs > Oracle Installation Products > Universal Installer

> Oracle Installation Products > Universal Installer 2-5 Copyright © Oracle Corporation, 2002. Todos os

InstalaÁ„o N„o-interativa com Arquivos de Resposta

ï N„o È necess·ria interaÁ„o com o usu·rio

ï Arquivos de resposta:

ñ Os gabaritos devem ser editados.

ñ Os arquivos de texto contÍm vari·veis e valores.

ñ Os par‚metros s„o personalizados.

ï Para iniciar o Universal Installer no modo n„o- interativo:

./runInstaller -responsefile myrespfile -silent

interativo: ./runInstaller -responsefile myrespfile -silent 2-6 Copyright © Oracle Corporation, 2002. Todos os

Oracle Database Configuration Assistant

Use o Oracle Database Configuration Assistant para:

ï Criar um banco de dados

ï Configurar as opÁıes do banco de dados

ï Deletar um banco de dados

ï Gerenciar gabaritos

Usu·rios Administradores de Bancos de Dados

ï Os usu·rios SYS e SYSTEM s„o criados automaticamente

ñ Durante a criaÁ„o do banco de dados

ñ Recebem a atribuiÁ„o DBA

ï Usu·rio SYS

ñ Propriet·rio do dicion·rio de dados do banco de dados

ñ Senha default: change_on_install

ï Usu·rio SYSTEM

ñ Propriet·rio de tabelas e views internas adicionais usadas por ferramentas Oracle

ñ Senha default: manager

SQL*Plus

ï Uma ferramenta Oracle que oferece:

ñ A capacidade de interagir com o banco de dados e manipul·-lo

ñ A capacidade de iniciar e desativar o banco de dados, criar e executar consultas, adicionar linhas, modificar dados e criar relatÛrios personalizados

ï Um subconjunto da linguagem SQL padr„o com add-ons especÌficos

ï Conex„o com o SQL*Plus:

sqlplus /nolog

connect / as sysdba Connected to an idle instance.

/nolog connect / as sysdba Connected to an idle instance. 2-12 Copyright © Oracle Corporation, 2002.

Oracle Enterprise Manager

ï Funciona como uma ferramenta de gerenciamento centralizado de sistemas para os DBAs

ï Uma ferramenta para administrar, diagnosticar e ajustar v·rios bancos de dados

ï Uma ferramenta para administrar v·rios nÛs de rede e serviÁos de diversos locais

ï Usado para compartilhar tarefas com outros administradores

ï ContÈm ferramentas para administrar servidores paralelos e bancos de dados replicados

Oracle Enterprise Manager: Arquitetura

Oracle Enterprise Manager: Arquitetura Console Agente Servidor Oracle Oracle Management Server RepositÛrio Agente
Console
Console
Oracle Enterprise Manager: Arquitetura Console Agente Servidor Oracle Oracle Management Server RepositÛrio Agente
Agente Servidor
Agente
Servidor
Oracle
Oracle

Oracle Management Server

Console Agente Servidor Oracle Oracle Management Server RepositÛrio Agente Servidor Oracle Oracle Management

RepositÛrio

Servidor Oracle Oracle Management Server RepositÛrio Agente Servidor Oracle Oracle Management Server Servidor
Servidor Oracle Oracle Management Server RepositÛrio Agente Servidor Oracle Oracle Management Server Servidor
Servidor Oracle Oracle Management Server RepositÛrio Agente Servidor Oracle Oracle Management Server Servidor
Servidor Oracle Oracle Management Server RepositÛrio Agente Servidor Oracle Oracle Management Server Servidor
Agente Servidor Oracle
Agente
Servidor
Oracle
Management Server RepositÛrio Agente Servidor Oracle Oracle Management Server Servidor Oracle 2-14 Copyright
Management Server RepositÛrio Agente Servidor Oracle Oracle Management Server Servidor Oracle 2-14 Copyright
Management Server RepositÛrio Agente Servidor Oracle Oracle Management Server Servidor Oracle 2-14 Copyright
Management Server RepositÛrio Agente Servidor Oracle Oracle Management Server Servidor Oracle 2-14 Copyright
Management Server RepositÛrio Agente Servidor Oracle Oracle Management Server Servidor Oracle 2-14 Copyright

Oracle Management Server

Agente Servidor Oracle Oracle Management Server Servidor Oracle 2-14 Copyright © Oracle Corporation,
Agente Servidor Oracle Oracle Management Server Servidor Oracle 2-14 Copyright © Oracle Corporation,
Servidor Oracle
Servidor
Oracle
Servidor Oracle Oracle Management Server Servidor Oracle 2-14 Copyright © Oracle Corporation, 2002. Todos os
Servidor Oracle Oracle Management Server Servidor Oracle 2-14 Copyright © Oracle Corporation, 2002. Todos os

ï Ponto de acionamento central

ï Pode ser executado como um cliente thin ou fat

ï Pode ser iniciado no modo stand- alone ou por um OMS

Console

ser iniciado no modo stand- alone ou por um OMS Console 2-16 Copyright © Oracle Corporation,
ser iniciado no modo stand- alone ou por um OMS Console 2-16 Copyright © Oracle Corporation,

Resumo

Nesta liÁ„o, vocÍ aprendeu a:

ï Identificar as ferramentas de administraÁ„o de banco de dados

ï Identificar os recursos do Oracle Universal Installer

ï Usar o SQL*Plus para interagir com um banco de dados Oracle e manipul·-lo

ï Listar os principais componentes do Oracle Enterprise Manager

Vis„o Geral do ExercÌcio 2

Este exercÌcio aborda os seguintes tÛpicos:

ï Conex„o com o SQL*Plus

ï Conex„o com a Console do OEM

Gerenciando uma Inst‚ncia Oracle Copyright © Oracle Corporation, 2002. Todos os direitos reservados.

Gerenciando uma Inst‚ncia Oracle

Copyright © Oracle Corporation, 2002. Todos os direitos reservados.

Objetivos

ApÛs concluir esta liÁ„o, vocÍ ser· capaz de:

ï Criar e gerenciar os arquivos de par‚metros de inicializaÁ„o

ï Iniciar e desativar uma inst‚ncia

ï Monitorar e usar arquivos de diagnÛstico

Arquivos de Par‚metros de InicializaÁ„o

Inst‚ncia Oracle SGA Shared Pool Cache de Biblioteca Cache de Dicion·rio de Dados Cache de
Inst‚ncia Oracle
SGA
Shared Pool
Cache de
Biblioteca
Cache de
Dicion·rio
de Dados
Cache de
Buffer de
Banco de Dados
Buffer de
Redo Log
Java Pool
Large Pool
PMON
SMON
DBW0
LGWR
CKPT
Outros
spfiledb01.ora
CONNECT / AS SYSDBA
STARTUP
CKPT Outros spfiledb01.ora CONNECT / AS SYSDBA STARTUP 3-3 Copyright © Oracle Corporation, 2002. Todos os

Arquivos de Par‚metros de InicializaÁ„o

ï As entradas s„o especÌficas da inst‚ncia que est· sendo iniciada

ï Dois tipos de par‚metros:

ñ ExplÌcito: Tem uma entrada no arquivo

ñ ImplÌcito: N„o tem uma entrada no arquivo, mas assume os valores default do Oracle

ï Podem existir v·rios arquivos de par‚metros de inicializaÁ„o

ï As alteraÁıes nas entradas do arquivo s„o efetivadas de acordo com o tipo de arquivo de par‚metros de inicializaÁ„o usado:

ñ Arquivo de par‚metros est·ticos, PFILE

ñ Arquivo de par‚metros persistentes do servidor, SPFILE

PFILE

initSID.ora

ï Arquivo de texto

ï Modificado com um editor de sistema operacional

ï As modificaÁıes s„o manuais

ï As alteraÁıes s„o efetivadas na prÛxima inicializaÁ„o

ï Aberto apenas durante a inicializaÁ„o da inst‚ncia

ï A localizaÁ„o default È $ORACLE_HOME/dbs

Criando um PFILE

ï Criado a partir de um arquivo init.ora de amostra

ñ A amostra È instalada pelo Oracle Universal Installer

ñ Copie a amostra usando um comando de cÛpia do sistema operacional

ñ Identificado com exclusividade pelo SID do banco de dados

cp init.ora $ORACLE_HOME/dbs/initdba01.ora

ï Modifique o initSID.ora

ñ Edite os par‚metros

ñ EspecÌfico ‡s necessidades do banco de dados

ñ EspecÌfico ‡s necessidades do banco de dados 3-7 Copyright © Oracle Corporation, 2002. Todos os

Exemplo de PFILE

# Initialization Parameter File: initdba01.ora

db_name

= dba01

instance_name

= dba01

control_files

=

(

/home/dba01/ORADATA/u01/control01dba01.ctl,

/home/dba01/ORADATA/u02/control01dba02.ctl)

db_block_size

= 4096

db_cache_size

= 4M

shared_pool_size

= 50000000

java_pool_size

= 50000000

max_dump_file_size

= 10240

background_dump_dest = /home/dba01/ADMIN/BDUMP

= /home/dba01/ADMIN/UDUMP

= /home/dba01/ADMIN/CDUMP

= AUTO

= UNDOTBS

undo_management

core_dump_dest

user_dump_dest

undo_tablespace

.

.

.

SPFILE

spfileSID.ora

ï Arquivo bin·rio

ï Mantido pelo servidor Oracle

ï Reside sempre no lado servidor

ï Possibilita alteraÁıes persistentes ‡ desativaÁ„o e ‡ inicializaÁ„o

ï Pode auto-ajustar valores de par‚metros

ï Possibilita o suporte do Recovery Manager ao backup do arquivo de par‚metros de inicializaÁ„o

Criando um SPFILE

ï Criado de um arquivo PFILE

CREATE SPFILE = '$ORACLE_HOME/dbs/spfileDBA01.ora' FROM PFILE = '$ORACLE_HOME/dbs/initDBA01.ora';

em que

ñ SPFILE-NAME: SPFILE a ser criado

ñ PFILE-NAME: PFILE que cria o SPFILE

ï Pode ser executado antes ou apÛs a inicializaÁ„o da inst‚ncia

executado antes ou apÛs a inicializaÁ„o da inst‚ncia 3-10 Copyright © Oracle Corporation, 2002. Todos os

Exemplo de SPFILE

*.background_dump_dest='/home/dba01/ADMIN/BDUMP'

*.compatible='9.2.0'

*.control_files='/home/dba01/ORADATA/u01/ctrl01.ctl'

*.core_dump_dest='/home/dba01/ADMIN/CDUMP'

*.db_block_size=4096

*.db_name='dba01'

*.db_domain='world'

*.global_names=TRUE

*.instance_name='dba01'

*.remote_login_passwordfile='exclusive'

*.java_pool_size=50000000

*.shared_pool_size=50000000

*.undo_management='AUTO'

*.undo_tablespace='UNDOTBS'

.

.

.

Modificando Par‚metros em SPFILE

ï Alterando valores de par‚metros

ALTER SYSTEM SET undo_tablespace = UNDO2;

ï Especificando alteraÁıes tempor·rias ou persistentes

ALTER SYSTEM SET undo_tablespace = UNDO2 SCOPE=BOTH;

ï Deletando ou redefinindo valores

ALTER SYSTEM RESET undo_suppress_errors SCOPE=BOTH SID='*';

RESET undo_suppress_errors SCOPE=BOTH SID='*'; 3-14 Copyright © Oracle Corporation, 2002. Todos os

Comportamento do Comando STARTUP

ï Ordem de precedÍncia:

ñ spfileSID.ora

ñ SPFILE default

ñ initSID.ora

ñ PFILE default

ï O PFILE especificado pode sobrepor a precedÍncia.

STARTUP PFILE = $ORACLE_HOME/dbs/initDBA1.ora

ï O PFILE pode indicar a utilizaÁ„o de SPFILE.

SPFILE = /database/startup/spfileDBA1.ora

de SPFILE. SPFILE = /database/startup/spfileDBA1.ora 3-17 Copyright © Oracle Corporation, 2002. Todos os

Iniciando um Banco de Dados no Modo NOMOUNT

OPEN

Iniciando um Banco de Dados no Modo NOMOUNT OPEN STARTUP MOUNT NOMOUNT Inst‚ncia iniciada SHUTDOWN SHUTDOWN
Iniciando um Banco de Dados no Modo NOMOUNT OPEN STARTUP MOUNT NOMOUNT Inst‚ncia iniciada SHUTDOWN SHUTDOWN

STARTUP

MOUNT

NOMOUNT

Inst‚ncia

iniciada

SHUTDOWN

SHUTDOWN

STARTUP MOUNT NOMOUNT Inst‚ncia iniciada SHUTDOWN SHUTDOWN 3-19 Copyright © Oracle Corporation, 2002. Todos os
STARTUP MOUNT NOMOUNT Inst‚ncia iniciada SHUTDOWN SHUTDOWN 3-19 Copyright © Oracle Corporation, 2002. Todos os

Iniciando um Banco de Dados MOUNT

OPEN

Iniciando um Banco de Dados MOUNT OPEN SHUTDOWN MOUNT Arquivo de controle aberto para esta inst‚ncia
Iniciando um Banco de Dados MOUNT OPEN SHUTDOWN MOUNT Arquivo de controle aberto para esta inst‚ncia

SHUTDOWN

MOUNT

Arquivo de controle aberto

para esta inst‚ncia

NOMOUNT

STARTUP

SHUTDOWN

SHUTDOWN

para esta inst‚ncia NOMOUNT STARTUP SHUTDOWN SHUTDOWN 3-21 Copyright © Oracle Corporation, 2002. Todos os
para esta inst‚ncia NOMOUNT STARTUP SHUTDOWN SHUTDOWN 3-21 Copyright © Oracle Corporation, 2002. Todos os

Iniciando um Banco de Dados OPEN

OPEN

Iniciando um Banco de Dados OPEN OPEN Todos os arquivos abertos como descrito pelo arquivo de
Iniciando um Banco de Dados OPEN OPEN Todos os arquivos abertos como descrito pelo arquivo de

Todos os arquivos abertos como descrito

pelo arquivo de controle desta inst‚ncia

STARTUP

MOUNT

Arquivo de controle aberto

para esta inst‚ncia

NOMOUNT

Inst‚ncia

iniciada

SHUTDOWN

SHUTDOWN

inst‚ncia NOMOUNT Inst‚ncia iniciada SHUTDOWN SHUTDOWN 3-22 Copyright © Oracle Corporation, 2002. Todos os
inst‚ncia NOMOUNT Inst‚ncia iniciada SHUTDOWN SHUTDOWN 3-22 Copyright © Oracle Corporation, 2002. Todos os

Comando STARTUP

Inicie a inst‚ncia e abra o banco de dados:

STARTUP

STARTUP PFILE=$ORACLE_HOME/dbs/initdb01.ora

dados: STARTUP STARTUP PFILE=$ORACLE_HOME/dbs/initdb01.ora 3-23 Copyright © Oracle Corporation, 2002. Todos os

Comando ALTER DATABASE

ï Altere o estado do banco de dados do modo NOMOUNT para MOUNT:

ALTER DATABASE db01 MOUNT;

ï Abra o banco de dados como somente para leitura:

ALTER DATABASE db01 OPEN READ ONLY;

somente para leitura: ALTER DATABASE db01 OPEN READ ONLY; 3-26 Copyright © Oracle Corporation, 2002. Todos

Abrindo um Banco de Dados no Modo Restrito

ï Use o comando STARTUP para restringir o acesso a um banco de dados:

STARTUP RESTRICT

ï Use o comando ALTER SYSTEM para colocar uma inst‚ncia no modo restrito:

ALTER SYSTEM ENABLE RESTRICTED SESSION;

no modo restrito: ALTER SYSTEM ENABLE RESTRICTED SESSION; 3-27 Copyright © Oracle Corporation, 2002. Todos os

Abrindo um Banco de Dados no Modo Somente para Leitura

ï Abertura de um banco de dados no modo somente para leitura:

STARTUP MOUNT

ALTER DATABASE OPEN READ ONLY;

ï Pode ser usado para:

ñ Executar consultas

ñ Executar classificaÁıes de disco usando tablespaces gerenciados localmente

ñ Colocar arquivos de dados, mas n„o tablespaces, off-line e on-line

ñ Executar a recuperaÁ„o de tablespaces e arquivos de dados off-line

recuperaÁ„o de tablespaces e arquivos de dados off-line 3-30 Copyright © Oracle Corporation, 2002. Todos os

Desativando o Banco de Dados

Modo de DesativaÁ„o A I T N
Modo de DesativaÁ„o
A
I T
N
Permite novas conexıes N„o N„o N„o N„o Aguarda o fim das sessıes atuais N„o N„o
Permite novas conexıes
N„o
N„o
N„o
N„o
Aguarda o fim das sessıes atuais
N„o
N„o
N„o
Sim
Aguarda o fim das transaÁıes atuais
N„o
N„o
Sim
Sim
Impıe um checkpoint e fecha os arquivos
N„o
Sim
Sim
Sim

Modo de desativaÁ„o:

ï A = ABORT

ï I = IMMEDIATE

ï T = TRANSACTIONAL

ï N = NORMAL

ABORT ï I = IMMEDIATE ï T = TRANSACTIONAL ï N = NORMAL 3-32 Copyright ©

OpÁıes de SHUTDOWN

OpÁıes de SHUTDOWN ou Durante SHUTDOWN NORMAL Na desativaÁ„o: ï Cache de buffer de banco de

ou

Durante

SHUTDOWN

NORMAL

Na desativaÁ„o:

ï Cache de buffer de banco de dados gravado para os arquivos de dados

ï Rollback das alteraÁıes n„o submetidas a commit

ï Recursos liberados

n„o submetidas a commit ï Recursos liberados Na inicializaÁ„o: ï N„o h· recuperaÁ„o da

Na inicializaÁ„o:

ï N„o h· recuperaÁ„o da inst‚ncia

ï N„o h· recuperaÁ„o da inst‚ncia ou SHUTDOWN TRANSACTIONAL SHUTDOWN IMMEDIATE Banco de dados

ou

SHUTDOWN

TRANSACTIONAL

SHUTDOWN

IMMEDIATE

Banco de dados consistente (banco de dados limpo)

OpÁıes de SHUTDOWN

Durante Na desativaÁ„o: ï Os buffers modificados n„o s„o gravados nos arquivos de dados SHUTDOWN
Durante
Na desativaÁ„o:
ï Os buffers
modificados
n„o s„o gravados
nos arquivos
de dados
SHUTDOWN ABORT
ou
Falha de Inst‚ncia
ou
STARTUP FORCE
ï N„o È efetuado
rollback das
alteraÁıes n„o
submetidas
a commit
Banco de dados
inconsistente
(banco de
dados sujo)

Na inicializaÁ„o:

ï Os arquivos de redo log on-line s„o usados para reaplicar alteraÁıes

ï Os segmentos de undo s„o usados para efetuar rollback das alteraÁıes n„o submetidas a commit

ï Os recursos s„o liberados

Monitorando uma Inst‚ncia com Arquivos de DiagnÛstico

ï Arquivos de diagnÛstico

ñ ContÍm informaÁıes sobre eventos importantes encontrados

ñ Usados para resolver problemas

ñ Usados para melhorar o gerenciamento di·rio do banco de dados

ï Existem v·rios tipos:

ñ Arquivo alertSID.log

ñ Arquivos de rastreamento de segundo plano

ñ Arquivos de rastreamento do usu·rio

Arquivo de Log de Alerta

ï Arquivo alertSID.log:

ñ Registra os comandos

ñ Registra os resultados dos eventos mais importantes

ñ Usado para obter informaÁıes operacionais di·rias

ñ Usado para o diagnÛstico de erros do banco de dados

ï Cada entrada tem um timestamp associado

ï Deve ser gerenciado pelo DBA

ï LocalizaÁ„o definida por BACKGROUND_DUMP_DEST

Arquivos de Rastreamento de Segundo Plano

ï Arquivos de rastreamento de segundo plano

ñ Registram erros detectados por um processo de segundo plano

ñ Usados para diagnosticar e solucionar erros

ï Criados quando um processo de segundo plano encontra um erro

ï LocalizaÁ„o definida por BACKGROUND_DUMP_DEST

Arquivos de Rastreamento do Usu·rio

ï Arquivos de rastreamento do usu·rio

ñ Produzidos pelo processo do usu·rio

ñ Podem ser gerados por um processo do servidor

ñ ContÍm estatÌsticas para instruÁıes SQL rastreadas

ñ ContÍm mensagens de erro do usu·rio

ï Criados quando um usu·rio encontra erros da sess„o do usu·rio

ï LocalizaÁ„o definida por USER_DUMP_DEST

ï Tamanho definido por MAX_DUMP_FILE_SIZE

Ativando ou Desativando o Rastreamento do Usu·rio

ï NÌvel da sess„o:

ñ Usando o comando ALTER SESSION:

ALTER SESSION SET SQL_TRACE = TRUE

ñ Executando o procedimento DBMS:

dbms_system.SET_SQL_TRACE_IN_SESSION

ï NÌvel da inst‚ncia:

ñ Definindo o par‚metro de inicializaÁ„o:

SQL_TRACE = TRUE

Resumo

Nesta liÁ„o, vocÍ aprendeu a:

ï Criar e gerenciar os arquivos de par‚metros de inicializaÁ„o

ï Iniciar e desativar uma inst‚ncia

ï Monitorar e usar arquivos de diagnÛstico

Vis„o Geral do ExercÌcio 3

Este exercÌcio aborda os seguintes tÛpicos:

ï CriaÁ„o de um SPFILE

ï InicializaÁ„o e desativaÁ„o do banco de dados de modos diversos

Criando um Banco de Dados Copyright © Oracle Corporation, 2002. Todos os direitos reservados.

Criando um Banco de Dados

Copyright © Oracle Corporation, 2002. Todos os direitos reservados.

Objetivos

ApÛs concluir esta liÁ„o, vocÍ ser· capaz de:

ï Listar os prÈ-requisitos necess·rios para a criaÁ„o de um banco de dados

ï Criar um banco de dados usando o Oracle Database Configuration Assistant

ï Criar um banco de dados manualmente

ï Criar um banco de dados usando o recurso Oracle Managed Files

Planejando e Organizando um Banco de Dados

ï O planejamento do banco de dados È a primeira etapa no gerenciamento do sistema de um banco de dados.

ñ Defina o objetivo do banco de dados.

ñ Defina o tipo de banco de dados.

ñ Descreva o projeto arquitetÙnico do banco de dados.

ñ Escolha o nome do banco de dados.

ï Crie o banco de dados.

ï Use o Oracle Data Migration Assistant para a migraÁ„o de uma vers„o anterior do banco de dados.

OFA (Optimal Flexible Architecture)

ï O layout arquitetÙnico de um banco de dados Oracle padr„o recomendado

ï A OFA envolve trÍs regras principais:

ñ Estabelece uma estrutura de diretÛrios na qual È possÌvel armazenar arquivos de banco de dados em qualquer recurso de disco.

ñ Separa objetos com comportamentos distintos em tablespaces diversos.

ñ Maximiza a confiabilidade e o desempenho do banco de dados separando seus componentes em v·rios recursos de disco.

Software Oracle e LocalizaÁ„o de Arquivos

oracle_base

/product

Software

/release_number

/admin

/bin

/dbs

/rdbms

/sqlplus

/inst_name

/pfile

oradata/

db01/

Arquivos

system01.dbf

control01.ctl

redo0101.log

db02/

system01.dbf

control01.ctl

redo0101.log

db02/ system01.dbf control01.ctl redo0101.log 4-5 Copyright © Oracle Corporation, 2002. Todos os

PrÈ-requisitos para a CriaÁ„o

Para criar um novo banco de dados, È preciso ter:

ï Uma conta privilegiada autenticada por um dos seguintes elementos:

ñ Sistema operacional

ñ Arquivo de senha

ï MemÛria suficiente para iniciar a inst‚ncia

ï EspaÁo em disco suficiente para o banco de dados planejado

Copyright © Oracle Corporation, 2002. Todos os direitos reservados.

MÈtodos de AutenticaÁ„o para Administradores de Bancos de Dados

AdministraÁ„o remota de banco de dados

AdministraÁ„o local de banco de dados

Sim Sim VocÍ tem uma conex„o segura? VocÍ deseja usar a autenticaÁ„o do sistema operacional?
Sim
Sim
VocÍ
tem uma conex„o
segura?
VocÍ deseja
usar a
autenticaÁ„o
do sistema
operacional?
N„o
N„o

Use a autenticaÁ„o do sistema operacional

Use um

Arquivo

de senha

do sistema operacional Use um Arquivo de senha 4-7 Copyright © Oracle Corporation, 2002. Todos os

Usando a AutenticaÁ„o de Arquivo de Senha

ï Crie um arquivo de senha com o utilit·rio de senhas.

$ orapwd file=$ORACLE_HOME/dbs/orapwU15 password=admin entries=5

ï Defina REMOTE_LOGIN_PASSWORDFILE=EXCLUSIVE no arquivo de par‚metros de inicializaÁ„o.

ï Adicione usu·rios ao arquivo de senha.

ï Designe privilÈgios apropriados a cada usu·rio.

GRANT SYSDBA TO HR;

apropriados a cada usu·rio. GRANT SYSDBA TO HR; 4-8 Copyright © Oracle Corporation, 2002. Todos os

Criando um Banco de Dados

Um banco de dados Oracle pode ser criado pelo:

ï Oracle Universal Installer

ï Oracle Database Configuration Assistant

ñ Interface gr·fica do usu·rio

ñ Baseado em Java

ñ Acionado pelo Oracle Universal Installer

ñ Pode ser usado como uma aplicaÁ„o stand-alone

ï Comando CREATE DATABASE

Ambiente do Sistema Operacional

Defina as seguintes vari·veis de ambiente:

ï ORACLE_BASE

ï ORACLE_HOME

ï ORACLE_SID

ï ORA_NLS33

ï PATH

ï LD_LIBRARY_PATH

Database Configuration Assistant

Com o Database Configuration Assistant, vocÍ pode:

ï Criar um banco de dados

ï Configurar as opÁıes do banco de dados

ï Deletar um banco de dados

ï Gerenciar gabaritos

ñ Criar novos gabaritos usando definiÁıes de gabaritos predefinidos

ñ Criar novos gabaritos a partir de um banco de dados existente

ñ Deletar os gabaritos do banco de dados

Criando um Banco de Dados com o Database Configuration Assistant

1. Selecione a opÁ„o de criaÁ„o de banco de dados

2. Especifique o tipo de banco de dados

3. Especifique o nome global do banco de dados e o SID

4. Selecione recursos

5. Selecione o modo de operaÁ„o do banco de dados

6. Especifique opÁıes de memÛria, conjuntos de caracteres, tamanho do banco de dados, localizaÁıes de arquivos e arquivamento

7. Defina par‚metros de armazenamento do banco de dados

8. Selecione uma opÁ„o para:

ï Criar bancos de dados

ï Salvar como um gabarito

ï Gerar o script de criaÁ„o

Criando um Banco de Dados Manualmente

ï Escolha um nome de banco de dados e um nome de inst‚ncia exclusivos

ï Escolha um conjunto de caracteres para o banco de dados

ï Defina vari·veis do sistema operacional

ï Crie um arquivo de par‚metros de inicializaÁ„o

ï Inicie a inst‚ncia no est·gio NOMOUNT

ï Crie e execute o comando CREATE DATABASE

ï Execute scripts para gerar o dicion·rio de dados e concluir as etapas de pÛs-criaÁ„o

ï Crie tablespaces adicionais se for necess·rio

Criando um Banco de Dados com o Recurso OMF (Oracle Managed Files)

ï O uso de OMF simplifica a administraÁ„o de arquivos no sistema operacional.

ï Os arquivos OMF s„o criados e deletados pelo servidor Oracle de acordo com a orientaÁ„o dos comandos SQL.

ï Os arquivos OMF s„o estabelecidos pela definiÁ„o de dois par‚metros:

ñ DB_CREATE_FILE_DEST: Define as localizaÁıes default dos arquivos de dados

ñ DB_CREATE_ONLINE_LOG_DEST_n: Define as localizaÁıes default dos arquivos de redo log on-line e arquivos de controle

ï Defina no m·ximo cinco localizaÁıes

Criando um Banco de Dados com o Recurso OMF (Oracle Managed Files)

ï Defina os par‚metros de OMF no arquivo de par‚metros de inicializaÁ„o. Exemplo:

ñ DB_CREATE_FILE_DEST=/$HOME/ORADATA/u05

ñ DB_CREATE_ONLINE_LOG_DEST_1=/$HOME/ORADATA/u01

ñ DB_CREATE_ONLINE_LOG_DEST_2=/$HOME/ORADATA/u02

ï O comando CREATE DATABASE È simplificado:

@cddba01.sql

> CREATE DATABASE dba01;

È simplificado: @cddba01.sql > CREATE DATABASE dba01; 4-22 Copyright © Oracle Corporation, 2002. Todos os

Comando CREATE DATABASE

CREATE DATABASE user01 USER SYS IDENTIFIED BY ORACLE USER SYSTEM IDENTIFIED BY MANAGER CONTROLFILE REUSE LOGFILE GROUP 1 ('$HOME/ORADATA/u01/redo01.log') SIZE 100M, GROUP 2 ('$HOME/ORADATA/u02/redo02.log') SIZE 100M, GROUP 3 ('$HOME/ORADATA/u03/redo03.log') SIZE 100M MAXLOGFILES 5 MAXLOGMEMBERS 5 MAXLOGHISTORY 1 MAXDATAFILES 100 MAXINSTANCES 1 ARCHIVELOG FORCE LOGGING CHARACTER SET US7ASCII NATIONAL CHARACTER SET AL16UTF16 DATAFILE '/$HOME/ORADATA/u01/system01.dbf' SIZE 325M DEFAULT TEMPORARY TABLESPACE temp UNDO TABLESPACE undotbs SET TIME_ZONE= 'America/New_York'

undotbs SET TIME_ZONE= 'Amer ica/New_York' 4-24 Copyright © Oracle Corporation, 2002. Todos os

Diagnosticando e Solucionando Problemas

Ocorrer· uma falha na criaÁ„o do banco de dados se:

ï Houver erros de sintaxe no script SQL

ï Os arquivos a serem criados j· existirem

ï Houver erros do sistema operacional, como erros de permiss„o de diretÛrio ou espaÁo insuficiente

ApÛs a CriaÁ„o de um Banco de Dados

O banco de dados contÈm:

ï Arquivos de dados, arquivos de controle e arquivos de redo log on-line

ï O usu·rio SYS com a senha change_on_install

ï O usu·rio SYSTEM com a senha manager

ï Tabelas internas (mas nenhuma view de dicion·rio de dados)

Resumo

Nesta liÁ„o, vocÍ aprendeu a:

ï Identificar os prÈ-requisitos para criar um banco de dados

ï Criar um banco de dados usando o Oracle Database Configuration Assistant

ï Criar um banco de dados manualmente

ï Criar um banco de dados usando o recurso Oracle Managed Files

Vis„o Geral do ExercÌcio 4

ï Esta liÁ„o apresenta duas formas especÌficas de criar um banco de dados:

ñ Use o Database Configuration Assistant para criar um banco de dados seguindo as etapas gr·ficas. Acionado por:

Start > Programs > Oracle-OraHome90 > Configuration and Migration Tools.

ñ O ApÍndice A contÈm um guia passo a passo sobre a criaÁ„o manual de um banco de dados em um sistema UNIX.

ï Analise as etapas e crie, como opÁ„o, um banco de dados manualmente ou com o auxÌlio do Database Configuration Assistant.

Usando Views de Dicion·rio de Dados e Views Din‚micas de Desempenho Copyright © Oracle Corporation,

Usando Views de Dicion·rio de Dados e Views Din‚micas de Desempenho

Copyright © Oracle Corporation, 2002. Todos os direitos reservados.

Objetivos

ApÛs concluir esta liÁ„o, vocÍ ser· capaz de:

ï Identificar objetos internos do banco de dados

ï Identificar o conte˙do e os usos do dicion·rio de dados

ï Descrever como as views de dicion·rio de dados s„o criadas

ï Identificar as categorias de views de dicion·rio de dados

ï Consultar as views de dicion·rio de dados e as views din‚micas de desempenho

ï Descrever as convenÁıes de nomeaÁ„o de scripts administrativos

Objetos Internos do Banco de Dados

Outros objetos criados com o banco de dados:

ï Dicion·rio de dados

ï Tabelas de desempenho

ï Pacotes PL/SQL

ï Triggers de eventos do banco de dados

Dicion·rio de Dados

ï Essencial para todos os bancos de dados Oracle

ï Descreve o banco de dados e seus objetos

ï ContÈm tabelas e views somente para leitura

ï Armazenado no tablespace SYSTEM

ï Pertence ao usu·rio SYS

ï Mantido pelo servidor Oracle

ï Acessado por SELECT

Arquivos de dados Arquivos de controle Arquivos de redo log Banco de dados Tabelas do
Arquivos
de dados
Arquivos
de controle
Arquivos
de redo
log
Banco de dados
Tabelas do
Dicion·rio
de Dados
redo log Banco de dados Tabelas do Dicion·rio de Dados 5-4 Copyright © Oracle Corporation, 2002.

Tabelas-base e Views de Dicion·rio de Dados

O dicion·rio de dados contÈm dois componentes:

ï Tabelas-base

ñ Armazenam descriÁıes do banco de dados

ñ Criadas com CREATE DATABASE

ï Views de dicion·rio de dados

ñ Usadas para simplificar as informaÁıes das tabelas- base

ñ Acessadas por sinÙnimos p˙blicos

ñ Criadas com o script catalog.sql

Criando Views de Dicion·rio de Dados

Script Objetivo catalog.sql Cria as views de dicion·rio de dados mais usadas e seus sinÙnimos

Script

Objetivo

Script Objetivo catalog.sql Cria as views de dicion·rio de dados mais usadas e seus sinÙnimos catproc.sql

catalog.sql

Cria as views de dicion·rio de dados mais usadas e seus sinÙnimos

catproc.sql

Executa scripts necess·rios para PL/SQL no lado servidor

Executa scripts necess·rios para PL/SQL no lado servidor 5-6 Copyright © Oracle Corporation, 2002. Todos os

Conte˙do do Dicion·rio de Dados

O dicion·rio de dados contÈm informaÁıes sobre:

ï Estruturas lÛgicas e fÌsicas do banco de dados

ï DefiniÁıes e alocaÁıes de espaÁo de objetos

ï RestriÁıes de integridade

ï Usu·rios

ï AtribuiÁıes

ï PrivilÈgios

ï Auditoria

Como o Dicion·rio de Dados … Usado

Principais usos:

ï O servidor Oracle usa o dicion·rio de dados para localizar informaÁıes sobre

ñ Usu·rios

ñ Objetos de esquema

ñ Estruturas de armazenamento

ï O servidor Oracle modifica o dicion·rio de dados quando uma instruÁ„o DDL È executada.

ï Os usu·rios e os DBAs usam o dicion·rio de dados como uma referÍncia somente para leitura a fim de obter informaÁıes sobre o banco de dados.

Categorias de Views de Dicion·rio de Dados

ï TrÍs conjuntos de views est·ticas

ï Diferenciadas pelo escopo:

ñ DBA: O que todos os esquemas contÍm

ñ ALL: O que o usu·rio pode acessar

ñ USER: O que o esquema do usu·rio contÈm

DBA_xxx

Todos os objetos do banco de dados

ALL_xxx

Objetos que podem ser acessados pelo usu·rio atual

USER_xxx

Objetos pertencentes ao usu·rio atual

atual USER_ xxx Objetos pertencentes ao usu·rio atual 5-9 Copyright © Oracle Corporation, 2002. Todos os

Exemplos de Dicion·rio de Dados

ï Vis„o geral: DICTIONARY, DICT_COLUMNS

ï Objetos de esquema: DBA_TABLES, DBA_INDEXES, DBA_TAB_COLUMNS, DBA_CONSTRAINTS

ï AlocaÁ„o de espaÁo: DBA_SEGMENTS, DBA_EXTENTS

ï Estrutura do banco de dados: DBA_TABLESPACES, DBA_DATA_FILES

Tabelas Din‚micas de Desempenho

ï Tabelas virtuais

ï Registram a atividade desempenhada pelo banco de dados no momento

ï Atualizadas continuamente durante a operaÁ„o do banco de dados

ï As informaÁıes s„o acessadas a partir da memÛria ou do arquivo de controle

ï Usadas para monitorar e ajustar o banco de dados

ï Pertencentes ao usu·rio SYS

ï Os sinÙnimos comeÁam com V$

ï Listadas na V$FIXED_TABLE

Exemplos de Views Din‚micas de Desempenho

ï V$CONTROLFILE

ï V$DATABASE

ï V$DATAFILE

ï V$INSTANCE

ï V$PARAMETER

ï V$SESSION

ï V$SGA ï $SPPARAMETER

ï V$TABLESPACE

ï V$THREAD

ï V$VERSION

ConvenÁıes de NomeaÁ„o de Scripts Administrativos

ConvenÁ„o DescriÁ„o cat*.sql InformaÁıes de cat·logo e dicion·rio de dados dbms*.sql EspecificaÁıes de
ConvenÁ„o
DescriÁ„o
cat*.sql
InformaÁıes de cat·logo e dicion·rio de dados
dbms*.sql
EspecificaÁıes de pacotes do banco de dados
prvt*.plb
CÛdigo de pacotes wrapper do banco de dados
utl*.sql
Views e tabelas para utilit·rios do banco de dados
Views e tabelas para utilit·rios do banco de dados 5-16 Copyright © Oracle Corporation, 2002. Todos

Resumo

Nesta liÁ„o, vocÍ aprendeu a:

ï Identificar objetos internos do banco de dados

ï Identificar o conte˙do e os usos do dicion·rio de dados

ï Descrever como as views de dicion·rio de dados s„o criadas

ï Identificar as categorias de views de dicion·rio de dados

ï Consultar as views de dicion·rio de dados e as views din‚micas de desempenho

ï Descrever as convenÁıes de nomeaÁ„o de scripts administrativos

Vis„o Geral do ExercÌcio 5

Este exercÌcio aborda os seguintes tÛpicos:

ï IdentificaÁ„o dos componentes e do conte˙do do dicion·rio de dados

ï ExecuÁ„o de consultas ‡s views de dicion·rio de dados e ‡s views din‚micas de desempenho

Mantendo o Arquivo de Controle Copyright © Oracle Corporation, 2002. Todos os direitos reservados.

Mantendo o Arquivo de Controle

Copyright © Oracle Corporation, 2002. Todos os direitos reservados.

Objetivos

ApÛs concluir esta liÁ„o, vocÍ ser· capaz de:

ï Explicar os usos do arquivo de controle

ï Listar o conte˙do do arquivo de controle

ï Multiplexar e gerenciar o arquivo de controle

ï Gerenciar o arquivo de controle com OMF (Oracle Managed Files)

ï Obter informaÁıes sobre o arquivo de controle

Arquivo de Controle

ï Um pequeno arquivo bin·rio

ï Define o estado atual do banco de dados fÌsico

ï MantÈm a integridade do banco de dados

ï Necess·rio:

ñ No estado MOUNT durante a inicializaÁ„o do banco de dados

Banco de dados

Banco de dados
ñ Para operar o banco de dados ï Vinculado a um ˙nico banco de dados

ñ Para operar o banco de dados

ñ Para operar o banco de dados ï Vinculado a um ˙nico banco de dados ï
ñ Para operar o banco de dados ï Vinculado a um ˙nico banco de dados ï

ï Vinculado a um ˙nico banco de dados

o banco de dados ï Vinculado a um ˙nico banco de dados ï A perda pode
o banco de dados ï Vinculado a um ˙nico banco de dados ï A perda pode
o banco de dados ï Vinculado a um ˙nico banco de dados ï A perda pode

ï A perda pode exigir recuperaÁ„o

banco de dados ï A perda pode exigir recuperaÁ„o ï Dimensionado inicialmente por CREATE DATABASE Arquivos

ï Dimensionado inicialmente por CREATE DATABASE

de dados ï A perda pode exigir recuperaÁ„o ï Dimensionado inicialmente por CREATE DATABASE Arquivos de
de dados ï A perda pode exigir recuperaÁ„o ï Dimensionado inicialmente por CREATE DATABASE Arquivos de
de dados ï A perda pode exigir recuperaÁ„o ï Dimensionado inicialmente por CREATE DATABASE Arquivos de
de dados ï A perda pode exigir recuperaÁ„o ï Dimensionado inicialmente por CREATE DATABASE Arquivos de
de dados ï A perda pode exigir recuperaÁ„o ï Dimensionado inicialmente por CREATE DATABASE Arquivos de
de dados ï A perda pode exigir recuperaÁ„o ï Dimensionado inicialmente por CREATE DATABASE Arquivos de
de dados ï A perda pode exigir recuperaÁ„o ï Dimensionado inicialmente por CREATE DATABASE Arquivos de
de dados ï A perda pode exigir recuperaÁ„o ï Dimensionado inicialmente por CREATE DATABASE Arquivos de