Você está na página 1de 2

O assassinato de Francisco

Ferdinando
Em 1914, se deu inicio á 1º Guerra Mundial existem vários motivos para que Guerra
acontecesse, mas a principal influência foi o assassinato do arquiduque Francisco Ferdinando e a
duquesa sua esposa, em 28 de junho de 1914, estopim do primeiro conflito mundial.- Seu Tio
Francisco José, imperador da Áustria-Hungria, chega aos 84 anos de idade e sua morte não causaria
impacto na vida política do império, pois seu filho, o arquiduque Francisco Ferdinando, está pronto para
assumir o poder. Por essa razão, o assassinato do arquiduque austríaco, em Sarajevo, na Bósnia-
Herzegóvina, pelo estudante bósnio Gavrilo Princip é encarado como um ataque contra o império e a
causa imediata da 1a Guerra Mundial.
Ele era uma autoridade Austro-húngaro. O que entende-se por estopim é que isso foi a gota d'água. Na
verdade, as nações já estavam numa crise diplomática muito intensa desde o século XIX. Porque
queriam fatiar as conquistas na África e na Ásia. Era uma tensão por causa das terras, minério e tesouros
arqueológicos como o do Egito. A morte de Francisco Ferdinando apenas deu um bom motivo para a
declaração de Guerra. Foi uma desculpa para começar. Assim como a queda das torres gêmeas foi uma
desculpa para os EUA entrar em guerra com o Afeganistão e depois com o Iraque. Essas desculpas
existem apenas para que a história não registre os interesses econômicos por trás das guerras. Mas dizer
que a morte de Ferdinando foi o MOTIVO da guerra é mentira. É certo dizer que foi a DESCULPA ou
no máximo o ESTOPIM, quer dizer, a gota d'água.
Para tentar contornar o conflito, o Império Austro-húngaro decidiu elevar a Bósnia-Herzegovina à
condição de parte integrante de seu Estado. Foi quando o arquiduque Francisco Ferdinando, príncipe do
Império Austro-Húngaro, foi até Sarajevo, capital da Bósnia, para anunciar a elevação política destes
territórios. Porém, Francisco Ferdinando e sua esposa, acabou vítima de um assassinato tramado pela
facção nacionalista sérvia “Mão Negra”. Alguns jovens estudantes na Sérvia estavam obcecados com a
idéia de ter um estado eslavo do sul livre, e se dispunham a morrer pela causa. Vários deles foram
escolhidos para assassinar o arquiduque. Receberam armas e foram treinados por um grupo nacionalista
secreto sérvio chamado “Mão Negra”. Dois desses jovens tentaram o assassinato, e um deles conseguiu.
Seu nome era Gavrilo Princip. Ele tinha 19 anos de idade.
O principal motivo era que a França e a Inglaterra não queriam perder o poder que tinham, a França
como potência econômica e militar da Europa e a Inglaterra como "rainha dos mares" ... E se sentiram
ameaçadas pela Alemanha, que estava investindo pesado na sua marinha e por se encontrar em uma
região do mundo que é privilegiada com relação a recursos minerais e entre outros, sempre tem a
tendência de se tornar o país mais poderoso da Europa e isso a França e Inglaterra não queriam ...
Também foi feito alguns tratados sobre segurança ... algo do tipo se um país atacar os outros que
assinaram o tratado atacam o que primeiro atacou ... Bem a Áustria tinha invadido a Servia e queria
mostrar que tinha poder então fez um desfile militar lá ... Um grupo terrorista da Servia chamado "mão
negra"... que na realidade como todo movimento de resistência queria a libertação de seu país, foi
responsável pelo assassinato do Arquiduque ... por que ele era a única pessoa que poderia impedir o
movimento colonialista e uma possível guerra por que ele era progressista, mas seu pai não ...
Em represália ao assassinato, no dia 28 de junho de 1914 tropas Austro-húngaro invadiram a Sérvia. Em
resposta:
*29 de junho- a Rússia, aliada da Sérvia, mobilizou seus exércitos para a guerra;
*1 de agosto- a Alemanha declarou guerra à Rússia;
*3 de agosto- a Alemanha declarou guerra à França;
*4 de agosto- a Inglaterra declarou guerra à Alemanha e a França invadiu a Bélgica;
*5 de agosto- o império Austro-húngaro declarou guerra a Rússia.
O conflito que então começava rapidamente se estendeu e tornou proporções mundiais.
A primeira guerra mundial deu-se por motivos políticos e imperialistas ou seja: da política de conquista
de território, mercados consumidores e de áreas de influências.