Você está na página 1de 4

Sucos de uva têm mais sódio que

indicado
Estudo encomendado pela Pro Teste aponta que, de 7 marcas
de néctar vendidas nos supermercados, 5 têm problema

Nutricionistas alertam que o excesso do mineral na dieta está


ligado à pressão alta; consumo inadvertido pode ser maléfico a
intolerantes a sódio

RICARDO WESTIN
DA REPORTAGEM LOCAL

Uma pesquisa feita pela entidade de defesa do consumidor Pro


Teste com sucos de uva mostra que, de sete marcas analisadas,
cinco têm mais sódio que os valores indicados nas embalagens.
Além de violarem as normas sanitárias, essas bebidas podem
causar problemas de saúde às pessoas que, por ordem médica,
devem restringir o consumo de sódio. O excesso do mineral na
alimentação está ligado à hipertensão arterial.

As análises, que a Pro Teste encomendou a três laboratórios


credenciados pelo governo federal, foram feitas em néctares de uva
comuns (não os do tipo light) vendidos em caixinha.

Néctar, pela definição do Ministério da Agricultura, é a bebida não


fermentada que tem, em sua composição, pelo menos 30% de
polpa de fruta (ou 20%, se a fruta for muito ácida).

As empresas fabricantes dos néctares de uva Del Valle, Sufresh,


Camp e Bom Sumo informam, nas embalagens, que seus produtos
não contêm sódio. Na análise de um copo de 200 ml, no entanto, a
Pro Teste encontrou entre 7,5 mg e 8,3 mg de sódio nessas marcas.

No caso do Minute Maid Mais, o rótulo aponta que um copo tem 5,4
mg de sódio. As pesquisas de laboratório mostraram 16,3 mg, valor
três vezes superior ao indicado.

"Mesmo que leia o rótulo, o consumidor não sabe o que está


ingerindo", afirma Fernanda Ribeiro, pesquisadora da área de
alimentos da ProTeste.

Para uma pessoa saudável, o consumo diário de sódio não deve


ultrapassar 2.400 mg. O mineral já está em boa parte dos alimentos
-é componente básico do sal da cozinha.

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) não impõe limite


à quantidade de sódio dos alimentos. Mas estabelece que os
valores nutricionais que aparecem nos rótulos podem ser até 20%
maiores ou menores que os obtidos por análises laboratoriais.

Quando os fabricantes informam na tabela nutricional que os


néctares não contêm sódio, a Anvisa admite que tenham até 5 mg
desse mineral em 200 ml da bebida. Com essa margem, os
produtos rotulados como livres de sódio poderiam ter no máximo 6
mg, somados os 20% permitidos. O Minute Maid Mais poderia
conter 6,5 mg.

Para especialistas, é fundamental que as informações nutricionais


das embalagens sejam precisas. "Se o produto informa que tem
zero sódio, então ele tem que ter zero sódio", diz África Isabel
Neumann, nutricionista da Secretaria de Estado da Saúde de São
Paulo.

O sódio, encontrado principalmente no sal de cozinha, é importante


para que os líquidos do organismo permaneçam em equilíbrio. Esse
mineral, porém, não pode ser consumido em excesso,
principalmente por quem sofre de hipertensão arterial e de
insuficiência cardíaca ou renal.

"Existem pessoas que não tomam água, só tomam suco o dia


inteiro. Elas podem ter uma falsa impressão sobre a bebida.
Precisam tomar cautela", adverte o endocrinologista Antônio Carlos
Lerário, da Sociedade Brasileira de Diabetes.

http://www1.folha.uol.com.br/fsp/cotidian/ff0208200809.htm

Frases
"Existem pessoas que não tomam água, só tomam suco o dia
inteiro. Elas podem ter uma falsa impressão sobre a bebida.
Precisam tomar cautela"
ANTÔNIO CARLOS LERÁRIO
endocrinologista da Sociedade Brasileira de Diabetes

“Essa pequena diferença [entre o sódio informado e o apontado na


pesquisa] não provoca prejuízo à saúde”
BRASSUMO
fabricante do Bom Sumo

Outro lado

Fabricantes dizem que teores podem mudar


dependendo da uva utilizada
DA REPORTAGEM LOCAL

Os fabricantes dos néctares analisados pela Pro Teste garantiram


que seguem as normas da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância
Sanitária) e do Ministério da Agricultura. Eles explicaram que
diferenças no teor de sódio podem ocorrer dependendo da uva
utilizada e do clima do cultivo.

A General Brands, que fabrica o néctar Camp, disse que não


adiciona sódio ao suco. A fabricante do Bom Sumo afirmou que
"essa pequena diferença [entre o sódio informado e o apontado na
pesquisa] não provoca prejuízo à saúde".

A Coca-Cola Company, empresa que fabrica o Minute Maid Mais,


explicou que "as diferenças podem resultar de variações de
métodos analíticos, uma vez que essas quantidades de sódio são
muito baixas".

A Sufresh informou que, em suas análises, encontrou os valores de


sódio permitidos, mas admitiu que "é possível haver variações entre
lotes".

A Del Valle disse que discorda das análises e que "já está em
contato com a área técnica da Pro Teste para esclarecer o possível
equívoco".

O Ministério da Agricultura e a Anvisa informaram que não haviam


recebido o estudo da Pro Teste. A Anvisa disse que a verificação da
qualidade dos alimentos cabe às prefeituras. A Agricultura afirmou
que faz fiscalizações freqüentes em indústrias de alimentos.

Havendo problemas nos alimentos, mesmo que não representem


risco imediato à saúde, as empresas podem sofrer de advertências
e multas à perda da licença de funcionamento.

Das sete marcas avaliadas pela Pro Teste nos teores de sódio,
apenas a Batavo (que, por questões de mercado, deixou de ser
comercializado recentemente) e a Maguary não tiveram problemas.
(RW)

http://www1.folha.uol.com.br/fsp/cotidian/ff0208200811.htm

---------------------------------

NOTA
O “suco de uva” é um excelente alimento. Tanto o suco de quanto,
quanto o vinho (especialmente o vinho tinto) devem ser
incorporados em nossa alimentação diária, pois, são alimentos de
grande valor nutricional.