Você está na página 1de 2

Disciplina de Lngua Portuguesa, 5Ano Ficha Informativa TEXTO NARRATIVO A narrativa um texto (do qual fazem parte aces

s e descries) em que se conta uma histria. Um texto narrativo, normalmente, organiza-se em trs partes: introduo desenvolvimento concluso A um a um texto com estas caractersticas damos o nome de narrativa fechada. Quando no conhecemos a concluso, dizemos que se trata de uma narrativa aberta. Localizao da aco: a aco de um texto narrativo pode localizar-se: no espao (indica onde se passa a aco); no tempo (indica quando se passa a aco). Autor: a pessoa que imagina e escreve a narrativa. Narrador: um ser imaginrio, criado pelo autor, a quem cabe contar a histria. O narrador pode ser: participante (se participa na histria, como personagem); no participante (se se limita a contar a histria, sem participar nela).

Personagens: so seres imaginrios, criados pelo autor, que tomam parte (participam) na histria. Encontramos dois tipos de personagens: o personagem principal (desempenha um papel muito importante na aco); o personagem secundria (tem uma menor importncia na histria).

Retrato: elementos fornecidos pelo autor para caracterizar as personagens. Essa caracterizao pode ser feita de duas formas: retrato fsico (fornece-nos elementos referentes ao seu aspecto exterior: cor de cabelo, olhos, boca, altura, forma de vestir, etc.); retrato psicolgico (indica-nos a maneira de ser, sentimentos, atitudes, reaces, etc.). Recursos expressivos: frequente os autores utilizarem determinados processos para tornar o texto literrio mais belo, sugestivo e eficaz: so os recursos expressivos. Vamos conhecer os mais frequentes:

Consiste na enumerao de vrios elementos numa mesma frase. Enumerao Ex.:No jardim havia tlias, btulas, um cedro muito antigo, uma cerejeira e dois pltanos. BREYNER, Sophia de M., A noite de natal Consiste na utilizao de um ou mais adjectivos de forma a tornar o texto mais belo ou mais expressivo. Adjectivao Ex.: Tinham a sua maneira de ser; conhecamo-los alegres ou macambzios, estroinas ou sensatos, desconfiados ou confiantes, e era frequente revelarem-se diferentes do que se esperava. LOSA, Ilse, A minha melhor histria Atribui caractersticas prprias de pessoas a seres, objectos, fenmenos... Personificao Ex.: o vento solua e geme (...) NOBRE, Antnio, S Estabelece uma relao de semelhana entre duas ou mais coisas Comparao atravs de uma palavra ou expresso comparativa (como; tal como; semelhana de ...) ou de verbos equivalentes (parecer; lembrar...). Ex.: (...) notas de msica como cristais de chuva gotejando na janela. ALVES, Cesrio, O livro de Cesrio Verde Onomatopeias So palavras que procuram imitar certos sons ou rudos. cacaracac (som produzido pela galinha) tlintim... (som da sineta) blum! (rudo de exploso)

Você também pode gostar