Você está na página 1de 5

Doc.

XIV A

AN O LE CTIVO DE 20 08/ 20 09
ESCOLA DO CASTELO Avaliação de Desempenho
(de acordo com o anexo XIV do Despacho 16872/2008)

Avaliação efectuada pelo Presidente do Conselho Executivo


Docentes Avaliadores e Coordenadores de Departamento

Professor: _______________________________________ Departamento: _____________________

Descritores de Acção
A. Nível de assiduidade e cumprimento do serviço distribuído
A.1. Serviço lectivo – grau de cumprimento do serviço e dos respectivos objectivos
individuais Sim Não Observações
Cumpre o serviço lectivo distribuído (em ____%).
A.2 Empenho para a realização da totalidade das aulas previstas Sim Não Observações
A.2.1 Compensações, permutas, preparação de substituições
Assegura as aulas previstas, através das compensações e permutas ou preparação das
substituições (em _____%).
A.3. Apoio às aprendizagens dos alunos - grau de cumprimento do serviço e dos
respectivos objectivos individuais Sim Não Observações
A.3.1. Apoio às aprendizagens dos alunos
A.3.1.1. Cumprimento do serviço e dos objectivos do apoio educativo (deve ser considerada
a hora de apoio complementar ou horas propostas nos objectivos individuais)
Cumpre o serviço de apoio à aprendizagem dos alunos (em ____%).
Os alunos que cumprem os planos individual ou de recuperação registam progressos (____%
dos alunos).
A4. Serviço não lectivo – grau de cumprimento do serviço e dos respectivos objectivos
individuais Sim Não Observações
A.4.1.Cumprimento do serviço na componente não lectiva (cargos, horas ao abrigo do artº 79,
horas de trabalho de escola e apoio complementar, projectos, insuficiência de componente lectiva)
Formula objectivos individuais para a componente não lectiva.
Cumpre os objectivos individuais formulados de acordo com os cargos e / ou tarefas
distribuídas.
Cumpre o serviço na componente não lectiva (em ____%).

B. Melhoria dos resultados escolares dos alunos e redução das taxas de abandono escolar tendo em
conta o contexto sócio educativo
B.1. Melhoria dos resultados escolares dos alunos - contributo do docente e
cumprimento dos respectivos objectivos individuais Sim Não Observações
B.1.1. Progresso dos resultados escolares dos alunos no ano/disciplina face ao ano lectivo
anterior
O docente reflecte sobre os resultados do ano anterior e apresenta em departamento propostas para
a implementação de estratégias e metodologias de ensino mais ajustadas à realidade da turma.
Desenvolve as estratégias aprovadas tendo em vista a melhoria dos resultados.
Mantém ou regista progressão nos resultados dos alunos no ano / disciplina / curso face aos
resultados do ano lectivo anterior em consequência das estratégias implementadas (em ____%)
(em situações em que se tenha registado 100%, admite-se o valor definido nos descritores).
Analisa, no final do ano lectivo, o progresso dos alunos no ano / disciplina / curso em relação
aos resultados do ano lectivo anterior.
B.1.2. Progresso das aprendizagens dos alunos relativamente à avaliação diagnóstica
realizada no início do ano Sim Não Observações
O docente realiza avaliação diagnóstica, ao nível das competências / conteúdos, de acordo
com as orientações do departamento curricular.
Controla o progresso das aprendizagens dos alunos através de uma prova de aferição.
Regista-se um progresso nos resultados obtidos pelos alunos (de ____ %)

PÁGINA 1 DE 5
Doc. XIV A

B.1.3. Evolução dos resultados dos alunos relativamente à evolução média: a) dos
resultados dos alunos daquele ano de escolaridade ou daquela disciplina na escola; b) dos
mesmos alunos no conjunto das outras disciplinas da turma. Sim Não Observações
A evolução média de resultados apresenta discrepância média relativamente à disciplina (de
____ valores).
A evolução média de resultados apresenta discrepância média relativamente ao conjunto das
outras disciplinas da turma (de ____ valores).
B.1.4. Classificação nas provas de avaliação externa e respectiva diferença relativamente
às classificações internas Sim Não Observações
O docente regista, nas provas de avaliação externa dos seus alunos, uma variação média
relativamente à classificação interna de ____ valores.
B.1.5 Outros elementos a ponderar tendo em atenção a ficha de auto-avaliação.
(Nada foi acrescentado)
B.2. Redução do abandono escolar Sim Não Observações
B.2.1. Contributo do docente para a redução do abandono escolar, tendo em conta os
elementos fornecidos pela ficha de auto-avaliação
B.2.1.1. Empenho, participação e contributo e concretização de estratégias para a prevenção
e redução do abandono escolar
O docente traça um plano de intervenção para a prevenção e redução do abandono escolar.
Cumpre o plano de intervenção que traçou.
Desenvolve uma ou mais actividades de prevenção do abandono escolar.
Regista-se abandono escolar nas turmas do docente (de ____%)

C. Participação na vida da escola


C.1. Participação nos projectos e actividades previstas no Projecto Educativo, no Plano
Anual de Actividades e no (s) Plano (s) Curriculares de Turma Sim Não Observações
C.1.1. Avaliação do nível de participação e dinamização de projectos e do cumprimento
dos objectivos individuais
C.1.1.1 Empenhamento e qualidade da participação do docente
O docente formula objectivos individuais no âmbito da participação e dinamização de
projectos ou actividades.
Apresenta projectos ou actividades no âmbito do PE e do PAAE.
Concretiza os projectos ou actividades apresentados.
O mérito dos projectos ou actividades realizados é reconhecido social ou institucionalmente.
C.2. Participação no âmbito de outros projectos e actividades extracurriculares Sim Não Observações
C.2.1. Avaliação do nível de participação e dinamização de projectos e do cumprimento
dos objectivos individuais
C.2.1.1. Empenhamento e qualidade da participação do docente
O docente formula objectivos individuais no âmbito da participação e dinamização de
projectos ou actividades extracurriculares.
Apresenta projectos ou actividades no âmbito do PE e do PAAE.
Concretiza os projectos apresentados.
O mérito dos projectos ou actividades realizados é reconhecido social ou institucionalmente.
Nota: Em C1 serão consideradas as actividades propostas em articulação com o programa da disciplina, integradas na sua planificação anual; em C2 serão
consideradas todas as actividades que, articuladas com o P.E., não sejam propostas no sentido de desenvolver conteúdos programáticos da disciplina.

C.3. Participação nas estruturas de orientação educativa e nos órgãos de gestão Sim Não Observações
C.3.1. Avaliação da participação do docente nas estruturas de orientação educativa e nos
órgãos de gestão
C.3.1.1. Empenhamento e qualidade da participação do docente nas estruturas de orientação
educativa e nos órgãos de gestão (Conselho Geral, Órgão de Gestão, Conselho Pedagógico)
O docente revela capacidade de iniciativa e trabalho em equipa.
Manifesta capacidade de coordenação e dinamização de grupos de trabalho.
Revela disponibilidade para as solicitações dos cargos que ocupa.
Cumpre as tarefas e os prazos estabelecidos.
C.3.1.2 Empenhamento e qualidade da participação do docente em outros cargos ou funções
de natureza pedagógica Sim Não Observações
O docente revela capacidade de iniciativa e trabalho em equipa.
Manifesta capacidade de coordenação e dinamização de grupos de trabalho.
Revela disponibilidade para as solicitações dos cargos que ocupa.
Cumpre as tarefas e os prazos estabelecidos.

PÁGINA 2 DE 5
Doc. XIV A

C.4. Participação e dinamização de projectos de investigação, desenvolvimento e


inovação educativa e do cumprimento dos objectivos individuais Sim Não Observações
C.4.1. Avaliação da participação e dinamização de projectos de investigação e inovação
educativa e do cumprimento dos objectivos individuais
C.4.1.1. Empenhamento e qualidade da participação do docente em projectos de investigação,
desenvolvimento e inovação educativa (só para quem desenvolve este tipo de actividades)
O docente formula objectivos individuais no âmbito da participação em projectos de
investigação, desenvolvimento e inovação educativa.
Cumpre os objectivos definidos neste âmbito.
Aceita participar em projectos de investigação, desenvolvimento e inovação educativa.
A participação do docente nestes projectos está documentada, é relevante e foi avaliada
favoravelmente por entidades de reconhecido mérito.
A participação do docente nestes projectos reverte em favor da escola.

D. Participação do docente em acções de formação contínua


D.1. Número de créditos de formação contínua a multiplicar pela classificação
uniformizada de 1 a 10 no âmbito das áreas prioritárias definidas pela
escola/agrupamento nas disciplinas que o docente lecciona Sim Não Observações
O docente realiza acções de formação contínua creditadas (a multiplicação do número de
créditos pela classificação obtida é de ____ valores).

E. Relação com a comunidade


E.1. Relação com a comunidade Sim Não Observações
E.1.1. Avaliação da relação com a comunidade e do cumprimento dos respectivos
objectivos individuais
E.1.1.1. Empenhamento e qualidade da participação do docente no desenvolvimento das
relações entre a escola e a comunidade
O docente participa nas actividades promovidas pela escola na sua relação com o meio.
Mostra-se receptivo às solicitações provenientes da comunidade.
Propõe e dinamiza actividades que promovem a relação entre a escola e a comunidade.
As actividades propostas e dinamizadas pelo docente são reconhecidas como de excepcional
relevância.
E.2. Apreciação dos pais e Encarregados de Educação Sim Não Observações
E.2.1. Formulação de acordo com o estipulado no regulamento interno da escola
E.2.1.1. A formular pelo agrupamento / Escola não agrupada
O docente manifesta concordância com a utilização da avaliação dos encarregados de
educação para efeitos da sua avaliação.
A avaliação dos encarregados de educação foi recolhida e considerada válida, de acordo com
as condições definidas no Regulamento Interno (atingindo um valor médio de ____ valores).

F. Avaliação dos outros docentes


F.1 Função de avaliador dos outros docentes Sim Não Observações
F.1.1 Planeamento e organização do trabalho de avaliação dos docentes
Esclarece o processo de avaliação e as dúvidas sobre a aplicação dos instrumentos de registo.
Estabelece um plano de trabalho com os docentes do departamento.
Calendariza as actividades a desenvolver.
Envolve cada um dos docentes no seu processo de avaliação.
Promove, entre os docentes do departamento, o debate para superar dificuldades
diagnosticadas, num ambiente de entreajuda.
F.1.2 Rigor e equidade no processo de avaliação dos docentes Sim Não Observações
Observa, pelo menos, três aulas leccionadas por cada docente, correspondentes a diferentes
unidades didácticas.
Preenche os instrumentos de registo aprovados relativos a todas as dimensões em avaliação.
Clarifica, ao longo do processo, com cada docente, os aspectos a melhorar e / ou desenvolver.
Avalia com base em critérios de rigor técnico, transparência, confidencialidade, participação
e respeito.
Fundamenta o seu juízo avaliativo.
PÁGINA 3 DE 5
Doc. XIV A

F.1.3 Apreciação da efectiva diferenciação do desempenho dos docentes Sim Não Observações
Identifica os pontos fortes e fracos no desempenho de cada docente.
Clarifica estes dados com o docente, de modo a promover a sua auto-avaliação e as suas
necessidades de formação.
Tem em conta os contextos profissional (do docente) e sócio-educativo (dos alunos e / ou turma).
Fundamenta, com base nas verificações efectuadas, a proposta de avaliação apresentada.
F.1.4 Organização de dispositivos de supervisão / acompanhamento das actividades
lectivas dos docentes Sim Não Observações
Apresenta um registo actualizado dos contactos (formais e / ou informais) mantidos com
cada um dos docentes e assinado pelos intervenientes.
Mantém actualizado e à disposição de cada docente um dossiê com todos os registos das
observações efectuadas.
Elabora, após apreciação conjunta com o docente, um instrumento de reflexão sobre os
aspectos observados na aula, com identificação dos pontos fortes e dos aspectos a melhorar.
Aprofunda as suas competências de supervisão, realizando a auto-avaliação e promovendo a
hetero-avaliação.
F.1.5 Outro a estipular pela escola / agrupamento (Nada foi acrescentado)

G. Coordenação do conselho de docentes ou do departamento curricular


G.1. Funções de coordenação Sim Não Observações
G.1.1. Coordenação e promoção do trabalho cooperativo (Agrupados todos os subpontos 1.1.)
G.1.1.1. Instituição de mecanismos de articulação, de planeamento e trabalho cooperativo
entre os docentes do departamento
Promove reuniões de departamento para a articulação pedagógica nas disciplinas ou áreas
disciplinares, por ano de escolaridade.
Organiza materiais, em dossiê próprio, respeitantes às diferentes disciplinas ou áreas
disciplinares, por ano de escolaridade.
Acompanha o planeamento conjunto das actividades (lectivas e não lectivas) pelos docentes
que leccionam a mesma disciplina ou área disciplinar, por ano de escolaridade.
Analisa os resultados da avaliação em cada período lectivo relativos aos docentes que
leccionam a mesma disciplina ou área disciplinar, por ano de escolaridade.
Incentiva práticas de trabalho cooperativo e a utilização dos recursos disponíveis na escola
(biblioteca, plataforma moodle, quadros interactivos e outros que desenvolvam a literacia de
informação).
G.1.2. Articulação com as outras estruturas (Agrupados todos os subpontos 1.2.) Sim Não Observações
G.1.2.1. Articulação com o conselho pedagógico, com o órgão de direcção executiva, com os
demais coordenadores de departamento e / ou outros cargos de coordenação da Escola
Apresenta propostas, quando solicitado e ouvido o departamento, aos Conselhos Pedagógico /
Executivo nos prazos estabelecidos (nomeadamente sobre o Projecto Educativo, o Regulamento
Interno, os Planos Anual e Plurianual de Actividades e o Plano de Formação dos Docentes).
Apresenta os relatórios solicitados pelos Conselhos Pedagógico / Executivo nos prazos
estabelecidos.
Dá cumprimento às deliberações dos Conselhos Pedagógico / Executivo.
Articula com o Coordenador de Directores de Turma orientações para combate ao insucesso
e ao abandono escolar.
Articula com a biblioteca os recursos, de acordo com os planos a desenvolver.
Colabora com outros coordenadores, na concretização de projectos (internos e externos à
escola) que favoreçam a integração de saberes transversais e multidisciplinares.
G.1.3. Dinamização e acompanhamento do trabalho dos docentes (Agrupados todos os
subpontos 1.3.) Sim Não Observações
G.1.3.1. Promoção da gestão do currículo, acompanhamento e apoio da actividade individual
dos docentes (variedade, quantidade e qualidade de materiais disponibilizados) e
inventariação das suas necessidades de formação
Promove a análise do currículo, de modo a facilitar a sua compreensão, gestão e o
cumprimento dos programas.
Faculta modelos comuns, por departamento e / ou disciplina, de planificação e registo de
avaliação.
Disponibiliza, quando solicitado, os materiais necessários à consecução das actividades
curriculares e extracurriculares planificadas.
Acompanha a actividade profissional dos docentes do departamento, de modo a responder a
eventuais dificuldades individuais.
Diagnostica necessidades individuais de formação dos docentes do departamento.
Verifica, em reunião de departamento, no final de cada período lectivo, o cumprimento e a

PÁGINA 4 DE 5
Doc. XIV A

gestão dos programas em cada disciplina ou área disciplinar, por ano de escolaridade.
G.1.4. Avaliação e diagnóstico Sim Não Observações
G.1.4.1. Dinamização da avaliação das actividades planeadas
Verifica o cumprimento das actividades realizadas pelos docentes do departamento.
Promove em departamento a análise da avaliação das actividades realizadas, no sentido de
diagnosticar eventuais aspectos a melhorar.
Apresenta ao órgão de gestão a avaliação das actividades realizadas, dentro dos prazos
estabelecidos.
Coordena a reformulação o plano de actividades do departamento, tendo em conta a
avaliação efectuada.
G.1.4.2. Promoção / Implementação de estratégias de diagnóstico de dificuldades dos alunos Sim Não Observações
Define, em colaboração com os docentes do departamento, estratégias de diagnóstico de
dificuldades dos alunos.
Avalia a adequação das estratégias definidas na detecção das dificuldades dos alunos, tendo
em conta a análise dos resultados.
Apoia os docentes do departamento na promoção de estratégias de superação das
dificuldades diagnosticadas.
Verifica se os docentes consideraram as dificuldades diagnosticadas na planificação e
organização das actividades lectivas.
G.1.4.3. Avaliação das necessidades colectivas de formação científica e pedagógica e sua
dinamização Sim Não Observações
Analisa em departamento as necessidades colectivas de formação dos docentes, de acordo
com a avaliação do trabalho desenvolvido.
Apresenta ao órgão de gestão um plano de formação a integrar no Projecto Educativo.
Promove e / ou dinamiza oficinas ou círculos de estudos, com os docentes do departamento,
conducentes à melhoria do desempenho profissional colectivo.
G.1.5. Avaliação pelos outros docentes do departamento Sim Não Observações
G.1.5.1. Avaliação pelos outros docentes do departamento
O coordenador manifesta concordância com a utilização da avaliação dos outros docentes do
departamento para efeitos da sua avaliação.
A avaliação dos docentes do departamento foi recolhida e considerada válida, de acordo com
as condições definidas no Regulamento Interno (atingindo um valor médio de ____ valores).

Data: _____/_____/______

O Avaliador: ______________________________________

PÁGINA 5 DE 5