Você está na página 1de 4

ESCOLA SECUNDÁRIA DE PAREDES TRIGONOMETRIA 11.

º C - 2006/2007 1

”Círculo Trigonométrico”
sen α = y


 cos α = x
y 

cotg α  sen α
 tg α = cos α se cos α ≠ 0
eixo das cotangentes


y  cos α
tg α cotg α = se sen α ≠ 0
sen α  sen α
α
eixo dos cossenos O cos α x 1 x −1 ≤ sen α ≤ 1 ∀α ∈ IR


−1 ≤ cos α ≤ 1 ∀α ∈ IR

Fórmula Fundamental da Trigonometria:


sen 2 α + cos 2 α = 1
eixos dos senos eixo das tangentes

cos α≠0 sen α≠0

1 1
1 + tg 2 α = 1 + cotg 2 α =
cos 2 α sen 2 α

1. Sinal das razões trigonométricas

1.º Quadrante 2.º Quadrante 3.º Quadrante 4.º Quadrante


seno
cosseno
tangente
cotangente

2. Razões trigonométricas de ângulos fundamentais:

Sistema sexagesimal o o o o
0 90 180 270
π 3π
Sistema circular 0 π
2 2
seno
cosseno
tangente
cotangente

Sistema sexagesimal o o o
30 45 60
π π π
Sistema circular
6 4 3
seno

cosseno

tangente

cotangente
ESCOLA SECUNDÁRIA DE PAREDES TRIGONOMETRIA 11.º C - 2006/2007 2

3. Redução ao 1.º quadrante:

π  π 
sen  − α  = cos α sen  + α  = cos α
2  2 
π  π  sen (π − α ) = sen α sen (π + α ) = −sen α
cos  − α  = sen α cos  + α  = − sen α
2  2  cos (π − α ) = − cos α cos (π + α ) = − cos α
π  π  tg (π − α ) = −tg α tg (π + α ) = tg α
tg  − α  = cot g α tg  + α  = − cot g α
2  2  cot g (π − α ) = − cot g α cot g (π + α ) = cot g α
π  π 
cot g  − α  = tg α cot g  + α  = −tg α
2  2 

 3π   3π 
sen  − α  = − cos α sen  + α  = − cos α
 2   2 
 3π   3π  sen ( − α ) = −sen α
cos  − α  = − sen α cos  + α  = sen α
 2   2  cos ( − α ) = cos α
 3π   3π  tg ( − α ) = −tg α
tg  − α  = cot g α tg  + α  = − cot g α
 2   2  cot g ( − α ) = − cot g α
 3π   3π 
cot g  − α  = tg α cot g  + α  = −tg α
 2   2 

α
O 1 x

4. Equações trigonométricas:

sen x = sen α ⇔ x = α + 2kπ ∨ x = π − α + 2kπ ,k ∈ ZZ

cos x = cos α ⇔ x = α + 2kπ ∨ x = −α + 2kπ ,k ∈ ZZ

tg x = tg α ⇔ x = α + kπ ,k ∈ ZZ

cotg x = cotg α ⇔ x = α + kπ ,k ∈ ZZ
ESCOLA SECUNDÁRIA DE PAREDES TRIGONOMETRIA 11.º C - 2006/2007 3

5. Gráficos das funções trigonométricas:

y = sen x y = cos x

1
1

π 2π π/2 3π/2
-π/2 π/2 3π/2 -π/2 π 2π

-1 -1

D = IR D ' = [− 11
,] D = IR D ' = [− 11
,]

Paridade: É uma função ímpar Paridade: É uma função par


f ( − x ) = − f ( x ), ∀x ∈ IR f ( − x ) = f ( x ), ∀x ∈ IR

Período: 2π → sen( x + 2π ) = sen x , ∀x ∈ IR Período: 2π → cos( x + 2π ) = cos x , ∀x ∈ IR


Zeros: x = kπ , k ∈ ZZ π
Zeros: x = + kπ , k ∈ ZZ
2
π
Máximos: x = + 2kπ , k ∈ ZZ
2 Máximos: x = 2kπ , k ∈ ZZ

π Mínimos: x = π + 2kπ , k ∈ ZZ
Mínimos: x = − + 2kπ , k ∈ ZZ
2

y = tg x y = cot g x

-π/2 π/2 π 3π/2 2π -π/2 π/2 π 3π/2 2π

D = x ∈ IR : x ≠
π 
+ kπ , k ∈ ZZ  D' = IR D = {x ∈ IR : x ≠ kπ , k ∈ ZZ } D' = IR
 2 
Paridade: É uma função ímpar
Paridade: É uma função ímpar f ( − x ) = − f ( x ), ∀x ∈ IR
f ( − x ) = − f ( x ), ∀x ∈ IR

Período: π → cot g ( x + π ) = cot g x , ∀x ∈ D


∀x ∈ D
cot g
Período: π → tg ( x + π ) = tg x , tg

π
Zeros: x = + kπ , k ∈ ZZ
Zeros: x = kπ , k ∈ ZZ 2

π Assimptotas: x = kπ , k ∈ ZZ
Assimptotas: x = + kπ , k ∈ ZZ
2
ESCOLA SECUNDÁRIA DE PAREDES TRIGONOMETRIA 11.º C - 2006/2007 4

6. Problemas

1. Faz a redução ao 1.º quadrante e calcula:

 30   23   14 
1.1. cot g  π  + tg  − π  + sen − π  1.1. −sen (−390 º ) + 2 cos(1380 º ) + tg (−315 º )
 4   6   3 

2. Exprime nas razões trigonométricas do ângulo x:

 5π 
cot g (3π + x ) − tg  x − 
2 
2.1.  2.2. tg (x − 270 º ) − sen (− x ) − tg (540º − x )
cos(5π − x ) − cos( − x )

π 
3. Sabendo que α ∈ 2.º Q e que tg α = −5 , calcula o valor numérico de: cos − α  − cos(− α ) .
2 

4. Determina os valores do parâmetro real k que satisfazem a condição: sen α = 2k − k 2 ∧ α ∈ 2º Q .

p
5. Determina os valores de p ∈ IR que satisfazem simultaneamente as equações: sen β = p − 1 e cosβ = .
2

6. Resolve as equações trigonométricas seguintes:

π
sen x = 0 2 cos y − 3 = 0 sen ( 2 x − π ) = sen tg x = tg 0
5

cos 2 x − 1 = 0 tg x = 3 cos x ⋅  2sen 2 x − 1 = 0


 

 π 1
7. Resolve no intervalo [0,2π ] as equações trigonométricas: cos(x + π ) = −
1
sen  x −  = .
 2 2 2

8. Determina o período das seguintes funções reais de variável real, definidas por:

π  x π   π
f ( x ) = cos + 3 x  g ( x ) = sen +  h( x ) = tg  3 x − 
3  2 5  2

9. Considera a função real de v. real definida por: f ( x ) = 1 + 2 sen x .

9.1. Determina o contradomínio de f e indica uma expressão geral dos seus maximizantes.
9.2. Calcula os zeros de f pertencentes ao intervalo ]−π, π [ .

π  1  π π
9.3. Sabendo que tg  − a  = e a ∈  − ,  , calcula o valor numérico de f (a ) .
2  5  2 2

10. No domínio de validade das expressões demonstra que:


cot g x 1 + tg 2 x 1 cos x
10.1. = 10.2. − sen x = .
2 tg x sen x tg x
cos x

11. Ao tocar uma nota de música num piano forma-se uma onda sonora dada pela equação: y = 0,002 ⋅ sen (880 π t ) (t em segundos).

 1 
11.1. Sendo y=g(t) prova que: g  t +  = −g (t ) .
 880 
1
11.2. Determina a frequência f da nota, sabendo que f = e p é o período da função.
p