Estágio Supervisionado Plano de ensino / Seqüenciador de aulas

ESCOLA: ESCOLA MUNICIPAL MARECHAL CASTELO BRANCO CICLO: I TURMA: A1 PERÍODO: VESPERTINO CONTEÚDO/TEMA: A INFLUÊNCIA DA CULTURA EUROPÉIA EM DANÇAS BRASILEIRAS ESTAGIÁRIAS: OBJETIVO GERAL A partir da abordagem da dança e dos respectivos conteúdos: dança Açoriana (pau-defita) e Fandango (chote) os alunos deverão deverão: assimilar, compreender o desenvolvimento destas danças nas dimensões (política, social, econômica, histórica) relacionando com o desenvolvimento da sociedade; identificar as contradições; perceber a necessidade de transformação da TOTAL DE AULAS PLANO DE ENSINO PROCEDIMENTOS PRINCÍPIOS METODOLÓGICOS PEDAGÓGICOS - O tempo pedagógico disponível para cada aula é de uma hora. Trabalharemos com materiais audiovisuais, e materiais produzidos pelos próprios alunos, além de vivências durante as aulas. - Serão trabalhadas a origem e influência de duas manifestações de dança que influenciam a região Sul do país: o Fandango e as Danças Açorianas, das quais serão escolhidos uma dança específica de cada manifestação. Pretendemos proporcionar às crianças, o desenvolvimento e o entendimento dos seguintes aspectos: diversidade, cooperação, autonomia e emancipação. AVALIAÇÃO OBSERVAÇÕES

22

- A avaliação será contínua e processual com base nos objetivos. Os critérios a serem observados serão: compreensão e apropriação dos conteúdos; aprendizado dos ritmos e movimentos; associação do aprendizado da dança com a vida. Obs: ao final de cada aula vamos propor que os alunos façam uma sínteses da aula.

realidade; apropriar-se dos ritmos, bem como das movimentações;

OBJETIVOS ESPECÍFICOS - Criar uma relação amigável e de respeito com os estagiários. Identificar a compreensão da Educação Física, levando em consideração as vivências anteriores e as impressões das crianças acerca da mesma. - Problematização dos aspectos elencados pelos alunos.

AULAS / DIA

SEQUENCIADOR DE AULAS PROCEDIMENTOS PRINCÍPIOS METODOLÓGICOS PEDAGÓGICOS 01-Roda de conversa em Respeito, sala de aula. diversidade, Apresentação dos consciência crítica. estagiários e breve apresentação dos alunos. - Elaboração do contrato pedagógico (de convivência) 02-Dinâmica em quadra: colocaremos alguns materiais que são relacionados à Educação Física e pediremos para que os alunos peguem aquele que ele mais relaciona à disciplina. A partir disso, problematizaremos acerca da concepção de Educação Física dos alunos. - Apresentação do tema que será trabalhado durante a regência. - Ao final da aula, pediremos para que os

AVALIAÇÃO

OBSERVAÇÕES

01

observar a participação e envolvimento dos alunos; - com objetivo de verificar os objetivos da aula, ao final faremos uma discussão para observar se compreenderam que a educação física não se resume ao que eles conhecem.

respeito à diversidade.Problematizar a partir Cooperação. . consciência crítica. OBJETIVOS ESPECÍFICOS Identificar as concepções de Dança presente no discurso e na prática dos alunos.alunos tragam para o próximo encontro CD’s com as músicas que eles mais gostam de dançar. . AVALIAÇÃO OBSERVAÇÕES 02 .verificar se os alunos associam a dança enquanto conteúdo da educação física a partir do diálogo e questionamentos. Compreender a AULAS / DIA SEQUENCIADOR DE AULAS PROCEDIMENTOS PRINCÍPIOS METODOLÓGICOS PEDAGÓGICOS Num primeiro momento. deixaremos os alunos expressarem suas experiências e concepções acerca da dança.

Síntese da aula elaborada pelos alunos. AVALIAÇÃO OBSERVAÇÕES . isto é. . da realidade apresentada pelos alunos. consciência crítica.Instigar a partir da vivência da aula anterior os aspectos que diferenciam e assemelham em cada dança (ritmo. suas finalidades.Dança enquanto conteúdo da Educação Física. respeito. . diversidade.Dança é Educação Física? .Introdução do conteúdo geral da Dança.Avaliaremos o envolvimento dos alunos com a aula. . seus componentes e sua modificação com o passar do tempo.Por que surgiu a dança? Quando surgiu a dança? Momento dos alunos exporem suas impressões. OBJETIVOS ESPECÍFICOS AULAS / DIA SEQUENCIADOR DE AULAS PROCEDIMENTOS PRINCÍPIOS METODOLÓGICOS PEDAGÓGICOS . 03 .verificar através de perguntas se os alunos apropriamse dos elementos . como surgiram. Autonomia.

. OBJETIVOS ESPECÍFICOS .Exposição de filmes curtos que mostram algumas manifestações de dança popular. movimentos.observar se os alunos identificam as diferenças e . figurino.Ritmos específicos presentes nas danças que trabalharemos na regência. elucidar as contradições presentes nas diferentes manifestações.) que assemelham e diferenciam as danças. . Cooperação.figurino.Introdução aos ritmos de modo geral. além de filmes de dança de um modo geral. região) . Neste momento faremos a identificação com os alunos das particularidades de cada dança (ritmo. .Introdução do conteúdo de Dança Popular. Diversidade.será avaliada a participação dos alunos nas atividades. bem como as contradições presentes.Nesta aula serão desenvolvidas atividades e brincadeiras que incorporem os ritmos e movimentos.Instigar os alunos às possibilidades de ritmos. AVALIAÇÃO OBSERVAÇÕES 04 . movimentos etc. Respeito. . Autonomia.Introdução às Danças Populares. . AULAS / DIA SEQUENCIADOR DE AULAS PROCEDIMENTOS PRINCÍPIOS METODOLÓGICOS PEDAGÓGICOS .

introduzindo música.A partir dos ritmos da região sul. Diversidade. as e contradições nos diferentes ritmos. OBSERVAÇÕES .Identificar possibilidades limitações. AULAS / DIA 05 SEQUENCIADOR DE AULAS PROCEDIMENTOS PRINCÍPIOS METODOLÓGICOS PEDAGÓGICOS . e movimentos no tempo Respeito.desenvolvimento de atividades e brincadeiras Autonomia. verificar se conseguem associar os movimentos aos ritmos musicais. . . . da música. OBJETIVOS ESPECÍFICOS Continuação da aula anterior.introdução dos ritmos gaúchos. que incorporem os ritmos Cooperação.aperfeiçoamento do trabalho de ritmo. verificar o que os alunos conhecem desta AVALIAÇÃO observar o envolvimento dos alunos na aula.

Mostrar vídeos de danças típicas da região sul. assim como. econômicas e religiosas.introdução cultura gaúcha.problematizar conhecimentos esses OBJETIVOS ESPECÍFICOS .Compreender a história da região sul. verificar se identificam os ritmos trabalhados nas aulas anteriores. à região. para que os alunos identifiquem elementos AVALIAÇÃO OBSERVAÇÕES observar o envolvimento dos alunos na aula. AULAS / DIA 06 SEQUENCIADOR DE AULAS PROCEDIMENTOS PRINCÍPIOS METODOLÓGICOS PEDAGÓGICOS . observar se . emancipação. . Autonomia. culinária. (danças. influências européias diversidade. as Cooperação. bem como a influência européia na cultura brasileira nas suas dimensões políticas.breve apresentação da história da região sul. arquitetura. trajes etc. sociais.) .

. diversidade. autonomia. executar os movimentos básicos do chote carreirinho. identificam os elementos da história e da cultura nos vídeos apresentados. emancipação. integração. identificar na dança traços que caracterizam as relações sociais no AULAS / DIA SEQUENCIADOR DE AULAS PROCEDIMENTOS PRINCÍPIOS METODOLÓGICOS PEDAGÓGICOS . vamos iniciar os movimentos da dança do chote. .identificar nas danças os elementos culturais e históricos.Em seguida. da história e cultura da região impressa na dança. OBJETIVOS ESPECÍFICOS -Vivenciar a dança do Chote.Observar apreenderam ritmos conseguem introduzi-los dança o dos se os e na . . Nesta aula os alunos realizarão os movimentos Cooperação.No início faremos um breve histórico do chote e suas manifestações no Brasil. AVALIAÇÃO OBSERVAÇÕES 07 Observar envolvimento alunos na aula.

No início da aula Cooperação. apresentaremos a integração. (utilizaremos emancipação. giros) retomando elementos da aula de ritmo (contagens e tempos).desenvolvimento histórico. buscando relacionar com a história identificando as relações sociais. .Vivenciar a dança do Chote.Problematizar alguns elementos? Quem tem acesso à dança? Por quê? Para que serve a dança? .Observar o dos se os e na se OBSERVAÇÕES . identificar na dança traços que caracterizam as relações sociais no desenvolvimento AULAS / DIA 08 SEQUENCIADOR DE AULAS PROCEDIMENTOS PRINCÍPIOS METODOLÓGICOS PEDAGÓGICOS . “corridinha”. indumentária utilizada na autonomia.No final faremos uma roda para discutir os movimentos realizados. fotos. OBJETIVOS ESPECÍFICOS .Observar se identificam os elementos da história na dança e as contradições e se relacionam com as aulas anteriores (participação nas discussões). executar os movimentos básicos do chote carreirinho. . Perceber as contradições individualmente (saltitos.Observar apreenderam ritmos conseguem introduzi-los dança . textos) Na seqüência formaremos pares para vivenciar os movimentos da dança iniciados AVALIAÇÃO Observar envolvimento alunos na aula. mesma. dança e o significado da diversidade. instigando os alunos à percepção das contradições. .

Em seguida vamos Diversidade. retomando elementos da aula de ritmo (contagens e tempos). . retomando elementos da aula de ritmo (contagens e tempos).Observar apreenderam ritmos e conseguem introduzi-los dança .Os movimentos que serão vivenciados são: “corridinhas” e saltitos. verificar se percebem a relação do significado da indumentária com os elementos históricos. AULAS / DIA 09 SEQUENCIADOR DE AULAS PROCEDIMENTOS PRINCÍPIOS METODOLÓGICOS PEDAGÓGICOS . .Vivenciar a dança do Chote. dança: giro e bailado. executar os movimentos básicos do chote carreirinho.No início da aula organizaremos os Autonomia. OBJETIVOS ESPECÍFICOS . individualmente na aula anterior. Perceber as contradições. identificam os elementos da história na dança e as contradições e se relacionam com as aulas anteriores (participação nas discussões). deixar os alunos falar. Conhecer a indumentária utilizada na dança e seus significados. Respeito.compreender a postura na dança do chote e de modo geral nas danças gaúchas (fandango). AVALIAÇÃO Observar envolvimento alunos na aula. . . anterior.ao final realizaremos uma roda para discutir o que apreendemos até o momento. formados na aula Cooperação.histórico. . . vivenciar movimentos da Emancipação.Observar o dos se os se na se OBSERVAÇÕES .Problematizar o formato da dança: Por que é de casal? Qual a relação entre menino e menina? (relacionar com a história).

Utilizaremos fotografias e vídeos se possível para identificar posturas. identificam os elementos da história na dança e as contradições e se relacionam com as aulas anteriores (participação nas discussões). (o que representam os movimentos?) .bem como as relações sociais implícitas na dança. . .Durante as vivências discutir sobre a relação dos movimentos com a história.

. música.Ao final da aula faremos uma roda e junto com os alunos retomaremos a AVALIAÇÃO Observar o envolvimento dos alunos na aula.OBJETIVOS ESPECÍFICOS . AULAS / DIA 10 SEQUENCIADOR DE AULAS PROCEDIMENTOS PRINCÍPIOS METODOLÓGICOS PEDAGÓGICOS .Proporemos a troca dos pares algumas vezes. . anteriormente Cooperação. .A partir da organização dos pares formandos Autonomia. Emancipação. Observar se apreenderam os ritmos e se conseguem introduzi-los na dança Observar se identificam os elementos da história na dança e as OBSERVAÇÕES . vivenciaremos a dança Respeito. completa do chote com a Diversidade.vivenciar a dança completa do chote com a música.Vivenciar a dança do Chote.

do formato e da dança de modo geral).história do chote (significados da indumentária. Respeito. OBJETIVOS ESPECÍFICOS Vivenciar e relacionar o Chote do Rio Grande do Sul com as demais manifestações do chote de outras regiões do país. . chote de outras regiões.Inicialmente em pares vivenciar a dança do Autonomia.Durante a vivência questionar os alunos e instigá-los a identificar os AVALIAÇÃO Observar o envolvimento dos alunos na aula. outras manifestações do Emancipação. . música. . contradições e se relacionam com as aulas anteriores (participação nas discussões).Em seguida vivenciar as Diversidade.Observar se os alunos identificam as características do chote gaúcho e se conseguem diferenciá-lo das demais OBSERVAÇÕES . chote completa com a Cooperação. Identificar os elementos que assemelham e AULAS / DIA 11 SEQUENCIADOR DE AULAS PROCEDIMENTOS PRINCÍPIOS METODOLÓGICOS PEDAGÓGICOS .

dança do chote contendo: Respeito. formação (significados).Atividade avaliativa: vamos propor a construção Autonomia. do OBJETIVOS ESPECÍFICOS . Emancipação.Os alunos deverão apresentar os conhecimentos adquiridos sobre o conteúdo. características específicas e comuns. de um painel que sintetize a Cooperação. - manifestações chote. OBSERVAÇÕES . indumentária e Diversidade.Participação na construção do painel. AULAS / DIA 12 SEQUENCIADOR DE AULAS PROCEDIMENTOS PRINCÍPIOS METODOLÓGICOS PEDAGÓGICOS .Propor junto com os AVALIAÇÃO Envolvimento dos alunos na aula. história. quem dança por que dança etc.diferenciam-nos. . . - elementos semelhantes e diferentes.

alunos a modificação de elementos que foram identificados e problematizados nas aulas. Para isso precisamos de materiais. consciência crítica AVALIAÇÃO OBSERVAÇÕES 13 .Introduzir o histórico da cultura açoriana.Apropriar-se do segundo conteúdo proposto na apresentação do primeiro dia de aula: as Danças Açorianas. para em seguida vivenciálos OBJETIVOS ESPECÍFICOS . . socialização. que serão solicitados ou Cooperação.Apresentar o conteúdo das Danças Açorianas. autonomia. com o foco na Dança do Pau-de-fita. emancipação. AULAS / DIA SEQUENCIADOR DE AULAS PROCEDIMENTOS PRINCÍPIOS METODOLÓGICOS PEDAGÓGICOS .

Relacionar esta dança com a Quadrilha. .Sempre buscar fazer o socialização. AULAS / DIA 14 SEQUENCIADOR DE AULAS PROCEDIMENTOS PRINCÍPIOS METODOLÓGICOS PEDAGÓGICOS . pegando possíveis pontos em comum.Apresentação de vídeos relacionados à esta dança. .para os alunos.Observar apreenderam ritmos conseguem introduzi-los o dos se os e na . OBJETIVOS ESPECÍFICOS . manifestações no Brasil. . AVALIAÇÃO OBSERVAÇÕES Observar envolvimento alunos na aula.Contextualizar a colonização européia e os reflexos dela na atualidade. do pau de fitas e suas autonomia. dança típica das festas juninas. tão presentes na cultura goiana. .No início faremos um breve histórico da dança Cooperação. emancipação. link com a cultura consciência crítica goiana. ou para a própria escola. .Vivenciar a Dança do Pau-de-fita.

Observar se identificam os elementos da história na dança e as contradições e se relacionam com as aulas anteriores (participação nas discussões).Observar apreenderam ritmos conseguem introduzi-los o dos se os e na . textos) Na seqüência Cooperação. emancipação. . -Vivências em um local adequado na escola. pedindo para as crianças fazerem anotações que serão utilizadas no decorrer da regência.Sempre ao final das aulas.. da Dança do Pau-de-fita. OBJETIVOS ESPECÍFICOS .. de passos básicos. socialização. . bem como das fitas(utilizaremos fotos. autonomia.Passar vídeos que mostrem danças da cultura goiana e danças açorianas.Vivenciar a Dança do Pau-de-fita. consciência crítica AVALIAÇÃO OBSERVAÇÕES 15 Observar envolvimento alunos na aula. dança . serão feitas discussões. executar os movimentos básicos da dança juntamente com os movimentos básico do AULAS / DIA SEQUENCIADOR DE AULAS PROCEDIMENTOS PRINCÍPIOS METODOLÓGICOS PEDAGÓGICOS No início da aula apresentaremos a indumentária utilizada na dança e o significado da mesma.

emancipação.Passar vídeos que mostrem danças da Cooperação. deixar os alunos falarem. pegando possíveis pontos em comum. executar os movimentos básicos do entrelaçamento das fitas e a posição AULAS / DIA SEQUENCIADOR DE AULAS PROCEDIMENTOS PRINCÍPIOS METODOLÓGICOS PEDAGÓGICOS . socialização. . . dança .ao final realizaremos uma roda para discutir o que apreendemos até o momento.Problematizar o formato da dança: Por que é de casal? Qual a relação entre menino e menina? (relacionar com a história). .Observar se identificam os elementos da história na dança e as contradições e se relacionam com as aulas anteriores (participação nas discussões). autonomia.entrelaçado das fitas formaremos pares para vivenciar os movimentos da dança iniciados individualmente na aula anterior. OBJETIVOS ESPECÍFICOS .Observar se apreenderam os ritmos e .Buscar fazer o link com a cultura goiana.Vivenciar a Dança do Pau-de-fita. . consciência crítica AVALIAÇÃO OBSERVAÇÕES 16 Observar o envolvimento dos alunos na aula.

. a cultura goiana e danças açorianas. pedindo para as crianças fazerem anotações que serão utilizadas no decorrer da regência.compreender postura na dança.Vivenciar a dança completa. . consciência crítica AVALIAÇÃO OBSERVAÇÕES 17 Observar o envolvimento dos alunos na aula. AULAS / DIA SEQUENCIADOR DE AULAS PROCEDIMENTOS PRINCÍPIOS METODOLÓGICOS PEDAGÓGICOS . emancipação.Observar se apreenderam os ritmos e conseguem . socialização.Vivenciar a Dança do Pau-de-fita. . autonomia. conseguem introduzi-los na dança .básica da roda.A partir da organização dos pares formandos anteriormente vivenciaremos a dança completa do pau de fitas com a música.Proporemos a troca dos Cooperação. . OBJETIVOS ESPECÍFICOS .Observar se identificam os elementos da história na dança e as contradições e se relacionam com as aulas anteriores (participação nas discussões).

emancipação.Observar se apreenderam os ritmos e .Ao final da aula faremos uma roda e junto com os alunos retomaremos a história da dança do pau de fitas (significados da indumentária e das cores das fitas. socialização. pegando possíveis pontos em comum. consciência crítica AVALIAÇÃO OBSERVAÇÕES 18 Observar o envolvimento dos alunos na aula.Buscar fazer o link com a cultura goiana.Vivenciar a dança do pau de fitas com outra variação de posição na roda. do formato e da dança de modo geral). autonomia. introduzi-los na dança .Observar se identificam os elementos da história na dança e as contradições e se relacionam com as aulas anteriores (participação nas discussões). OBJETIVOS ESPECÍFICOS .pares algumas vezes.Relacionar a dança do pau de fitas com AULAS / DIA SEQUENCIADOR DE AULAS PROCEDIMENTOS PRINCÍPIOS METODOLÓGICOS PEDAGÓGICOS . .Inicialmente em pares vivenciar a dança do Cooperação. . . .

construção de um painel autonomia.as manifestações de dança de Goiás chote completa com a música.Atividade avaliativa: vamos propor a Cooperação. história. . .Os alunos deverão apresentar os conhecimentos adquiridos sobre o conteúdo.Observar se identificam os elementos da história na dança e as contradições e se relacionam com as aulas anteriores (participação nas discussões). AULAS / DIA 19 SEQUENCIADOR DE AULAS PROCEDIMENTOS PRINCÍPIOS METODOLÓGICOS PEDAGÓGICOS . quem dança AVALIAÇÃO OBSERVAÇÕES Envolvimento dos alunos na aula. pau de fitas contendo: socialização. que sintetize a dança do emancipação.Participação na construção do painel. características específicas e comuns. OBJETIVOS ESPECÍFICOS . conseguem introduzi-los na dança . indumentária e consciência crítica formação (significados).

Propor junto com os alunos a modificação de elementos que foram identificados e problematizados nas aulas. enfatizando os aspectos econômicos.por que dança etc. AVALIAÇÃO OBSERVAÇÕES 20 . . para em seguida vivenciá-los OBJETIVOS ESPECÍFICOS . a partir dos dados coletados no AULAS / DIA SEQUENCIADOR DE AULAS PROCEDIMENTOS PRINCÍPIOS METODOLÓGICOS PEDAGÓGICOS Organização em dois grandes grupos – um de Danças Açorianas e outro de Danças de Fandango – para a elaboração de um trabalho que será apresentado no Festival de Cultura Popular.Sistematizar o conteúdo aplicado em um trabalho de grupo. .Os grupos produzirão artesanatos. materiais etc.Capacidade de sistematização do conteúdo trabalhado. . históricos e sociais da região Sul.

autonomia. . faremos um ensaio geral para a apresentação das danças. usarão a imaginação para produzir seus materiais.decorrer da regência. consciência crítica AVALIAÇÃO OBSERVAÇÕES 21 . AULAS / DIA SEQUENCIADOR DE AULAS PROCEDIMENTOS PRINCÍPIOS METODOLÓGICOS PEDAGÓGICOS . OBJETIVOS ESPECÍFICOS .Festival de Cultura Cooperação. emancipação. ou seja.Participação no festival.Na aula propriamente dita..Organização das vivências em aula e envolvimento no Festival. para exposição no Festival. a partir da sua realidade. socialização. Popular. .

Captar a desconstrução de alguns conceitos anteriormente presentes nas crianças e a construção de novos. Debater com as crianças o que mais chamou a atenção no Festival.Roda de conversa: . AVALIAÇÃO OBSERVAÇÕES 22 Participação debate.Emancipação.OBJETIVOS ESPECÍFICOS .Compreender e debater acerca do conteúdo trabalhado. .Debate acerca das impressões dos alunos no decorrer das aulas. no . AULAS / DIA SEQUENCIADOR DE AULAS PROCEDIMENTOS PRINCÍPIOS METODOLÓGICOS PEDAGÓGICOS .

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful