Você está na página 1de 30

Ética Geral e Profissional

Profª Clara Brum

2. Pontos da Aula

Honorários advocatícios:

Art. 22 ao art. 26 do Estatuto; Art. 35 ao 43, CED.

2. Pontos da Aula Honorários advocatícios: Art. 22 ao art. 26 do Estatuto ; Art. 35

2. Pontos da Aula

Segundo Paulo Lôbo (2009, p. 138/139):

A remuneração do advogado, que não decorra de relação de

emprego, continua sendo denominada honorários , em

homenagem a uma longa tradição.

Não há critérios definitivos que possam delimitar a fixação dos

honorários advocatícios, porque flutuam em função de vários

fatores, alguns de forte densidade subjetiva.

2. Pontos da Aula

Súmula 201 do Superior Tribunal de Justiça:

Os honorários advocatícios não podem ser fixados em salários

mínimos.

3. Honorários: art. 22 a 26, Estatuto

Natureza jurídica: alimentícia (STJ, inf. 345/STF, RE 146.318- 0 - art. 649, IV do CPC.) - art. 649, IV do CPC.

Tipos:

1. Convencionados/contratados: pactuado entre o

cliente o advogado. Critério mínimo: tabela da OAB;

3. Honorários: art. 22 a 26, Estatuto

As tabelas de honorários estabelecidas pelos Conselhos Seccionais são simples referenciais nas relações entre cliente e advogado, como decidiu o Órgão Especial do Conselho Federal da OAB (Proc. N.200/97/OEP), sendo apenas vinculante para o advogado que os cobrar do Estado quando prestar assistência jurídica aos necessitados (LÔBO, 2009, p.

141).

3. Honorários: art. 22 a 26, Estatuto

“Honorários advocatícios são, portanto, os vencimentos

devidos ao advogado em decorrência dos serviços prestados

ao seu cliente” (LOPES, Bruno V. C. Honorários advocatícios no processo civil. São Paulo: Saraiva, 2008. p. 8).

4. Honorários: art. 22 a 26, Estatuto

Tipos:

2.

falta de

estipulação ou acordo entre advogado e cliente, ou

quando

necessitado na ausência da defensoria pública.

juridicamente

Arbitrados

judicialmente:

ocorre

na

o

advogado

patrocina

Arbitrados judicialmente : ocorre na o advogado patrocina (Serão fixados pelo Juiz tomando como critério a

(Serão fixados pelo Juiz tomando como critério a tabela de honorários e o art. 36 do CED. Serão pagos pelo Estado.)

6. Honorários: art. 36, CED

O CED estabelece os elementos exemplificativos para a fixação dos honorários:

a) a relevância, a complexidade da causa;

b) o trabalho e o tempo necessário;

c) possíveis impedimentos para atuar em outra causa;

d) o valor da causa e a condição econômica do cliente;

e) o caráter da intervenção: habitual ou permanente;

f) lugar da prestação do serviço;

g) renome do profissional;

h) a praxe do foro sobre trabalhos análogos.

5. Honorários Sucumbenciais: art. 23,

3. Sucumbência:

Estatuto

concedidos por sentença, nas ações

judiciais. Trata-se de direito autônomo do advogado.

(art. 20,

3º do CPC)

de direito autônomo do advogado. (art. 20, 3º do CPC) Art . 35, CED 1º -

Art. 35, CED 1º - Os honorários da sucumbência não excluem os contratados, porém devem ser

levados em conta no acerto final com o cliente ou constituinte, tendo sempre presente o que foi ajustado na aceitação da

causa.

7. Honorários

“Os honorários de sucumbência decorrem da condenação da parte vencida, em ações judiciais, e também são arbitrados nas execuções de títulos extrajudiciais.(MACEDO JUNIOR, A. S. e

COCCARO, C. Ética Profissional e Estatuto da Advocacia. SP: Saraiva, 2009, p. 138.)

8. Honorários Sucumbenciais: art. 20, 3º, CPC

Art. 20, CPC.

A sentença condenará o vencido a pagar ao vencedor as despesas que antecipou e os honorários advocatícios. Essa verba honorária será devida, também, nos casos em que o advogado funcionar em causa própria.

9. Honorários Sucumbenciais: art. 20, 3º, CPC

3º -

Os honorários serão fixados entre o mínimo de 10% (dez por cento) e o máximo de 20% ( vinte por cento) sobre o valor da condenação, atendidos: a) o grau de zelo do profissional; b) o lugar da prestação do serviço; c) a natureza e importância da causa, o trabalho realizado pelo advogado e o tempo exigido pra o seu serviço.

9. Honorários Sucumbenciais: art. 20, 3º, CPC

art. 20,

4º CPC -

Este parágrafo atribui ao Juízo a possibilidade de fixação do valor dos honorários nas causas de pequeno valor, de valor inestimável, nas causa em que não houver condenação ou for vencida a Fazenda Pública. Em tais hipóteses não há limites percentuais máximos ou mínimos, mas o Juiz deve motivar sua decisão, a partir dos mesmos critério das alíneas a, b e c ( LÔBO, 2009, p. 140).

9. Honorários Sucumbenciais: art. 20, 3º, CPC

Apesar de a Lei estabelecer que

o recebimento dos honorários

de sucumbência é direito indisponível, o STF decidiu na ADI

1.194-4 que:

1. Os honorários de sucumbência pertencem ao advogado (art. 23) ou ao advogado empregado ( art. 21), se não tiver havido expressa convenção em contrário;

9. Honorários Sucumbenciais: art. 20, 3º, CPC

2. os honorários de sucumbência pertencem à parte vencedora se houver contrato ou convenção individual ou coletiva que assim estabeleçam.

De qualquer forma, o direito do advogado aos honorários de sucumbência continua sendo regra, e a transferência à parte, a exceção, ao contrário do entendimento anterior (LÔBO, 2009, p.

146).

10. Honorários

O advogado tem direito autônomo para executar seus

honorários, podendo o precatório ser expedido em seu favor art. 23, Estatuto;

A revogação, renúncia ou substabelecimento sem reservas garantem honorários proporcionais art. 14, CED;

No falecimento ou incapacidade civil do advogado, os sucessores ou representantes legais recebem os honorários inclusive os sucumbenciais art. 24, 2º, Estatuto;

11. Honorários

Sugestão: na ausência de estipulação em contrato escrito - um terço no início, outro até decisão em 1ª instância e o restante o final;

Desistência ou transação não prejudica os honorários;

A execução poderá ser promovida nos mesmos autos ou em ação autônoma;

Os honorários da sucumbência não excluem os contratados.

12. Honorários na Lei 11.101/2005

O contrato escrito e a sentença que fixar honorários são títulos executivos(art. 585, CPC) e constituem crédito privilegiado geral na forma do art. 83, inciso V, alínea C da Lei

11.101/2005.

O advogado recebe sucumbência ainda que atue em causa própria.

do art. 83, inciso V, alínea C da Lei 11.101/2005 . O advogado recebe sucumbência ainda

12. Honorários na Lei 11.101/2005

Verbete n° 306 do STJ os honorários advocatícios devem ser

compensados quando houver sucumbência recíproca,

assegurado o direito autônomo do advogado à execução do

saldo sem excluir a legitimidade da própria parte.

assegurado o direito autônomo do advogado à execução do saldo sem excluir a legitimidade da própria

13. Gratuidade de Justiça e Assistência

Jurídica Gratuita

Súmula 40 do TJRJ:

"Não é obrigatória a atuação da Defensoria Pública em

favor do beneficiário da gratuidade de Justiça, facultada a escolha de advogado particular para representá-lo em Juízo, sem a obrigação de firmar declaração de que

não cobra honorários"

14. Gratuidade de Justiça e Assistência

Jurídica Gratuita

Súmula 40 do TJRJ:

Gratuidade de Justiça

de Justiça e Assistência Jurídica Gratuita Súmula 40 do TJRJ: Gratuidade de Justiça Ass. Jurídica Gratuita

Ass. Jurídica Gratuita

15. Cláusula quota litis: art. 38, CED

Art. 38, CED - Na hipótese da adoção de cláusula

quota litis, os honorários devem ser necessariamente representados por pecúnia e, quando acrescidos dos de honorários da sucumbência, não podem ser superiores

às vantagens advindas em favor do constituinte ou do

cliente.

Parágrafo único - A participação do advogado em bens

particulares de cliente, comprovadamente sem condições pecuniárias, só é tolerada em caráter

excepcional, e desde que contratada por escrito.

16. Cláusula quota litis: art. 38, CED

O estatuto silencia quanto ao pacto de quota litis (participação proporcional no resultado ou ganho obtido na demanda).

O Código de Ética e Disciplina (art. 38), ao contrário da maioria dos códigos deontológicos, admite em princípio o pacto de quota litis , observados os seguintes limites:

Excepcionalidade;

Contrato escrito;

Pecúnia;

Cliente sem condições pecuniárias.

17. Prescrição para ação de cobrança de

honorários: art. 25, Estatuto

Prescreve em 05 (cinco) anos a contar do:

1.

Vencimento do contrato;

 

2.

Trânsito em julgado quando arbitrado judicialmente;

 

3.

Ultimação da atividade extrajudicial;

 

4.

Desistência,

transação,

renúncia

ou

revogação

do

mandato.

(o termo inicial é o dia útil seguinte)

18. Atenção para o art. 25-A, Estatuto

Art. 25-A.

Prescreve em cinco anos a ação de prestação de

contas pelas quantias recebidas pelo advogado de seu

cliente, ou de terceiros por conta dele (art. 34, XXI).

(Incluído pela Lei nº 11.902, de 2009)

19. Atenção: cobrança de honorários

Contrato escrito: Execução por quantia certa

art. 24, Estatuto c/c art. 585, CPC.

Contrato verbal: ação de cobrança pelo rito

sumário art . 275 , II, alínea F, CPC - qualquer

que seja o valor.

verbal: ação de cobrança pelo rito sumário – art . 275 , II, alínea F, CPC

19. Atenção: cobrança de honorários

O Estatuto prevê uma única hipótese de gratuidade no

exercício da advocacia: quando o advogado receber mandato de um colega para defendê-lo em processo

oriundo de ato ou omissão praticado

profissionalmente. Presume-se, nesse caso, que os direitos e garantias do advogado, em geral estejam

em discussão e há interesse transubjetivo da classe

(LÔBO, 2009, p.141)

e garantias do advogado, em geral estejam em discussão e há interesse transubjetivo da classe (LÔBO,

20. Atenção: Jurisprudência

HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS. SUCUMBÊNCIA RECÍPROCA.

A Turma decidiu que, constatada nos autos a sucumbência

recíproca, os honorários de advogado e as demais despesas

processuais são distribuídos conforme o art. 21, caput , do CPC

e o teor da Súm. n 306-STJ, assegurado o direito autônomo do advogado à execução do saldo sem excluir a legitimidade da própria parte. REsp 661.023-ES, Rel. Min. Paulo Furtado (Desembargador convocado do TJ-BA), julgado em

18/2/2010.

21. Atenção: Jurisprudência

HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS. NATUREZA ALIMENTAR.

A Corte Especial, ao prosseguir o julgamento, por maioria, acolheu os embargos, declarando a natureza alimentar dos honorários advocatícios, inclusive daqueles provenientes da sucumbência. EREsp 706.331-PR, Rel. Min. Humberto Gomes de Barros,

STJ -

julgados em 20/2/2008. Informativo Nº: 0345 Período: 18 a 22 de fevereiro de 2008.