2

RUD SIGNIFICA QUALIDADE.
desde 1875

A paixão por produzir correntes
As correntes de aço com elo redondo são feitas em Unterkochen há mais de 130 anos. Produzindo correntes para içamento, amarração, transporte, blindagem de pneus e correntes para neve e off-road. Nossa sede e fábrica é uma das mais modernas instalações para produção de correntes do mundo. Fundada a partir de uma pequena forjaria de correntes às margens do rio Kocher, o grupo RUD resistiu ao tempo para se tornar uma empresa multinacional, com aproximadamente 800 colaboradores, diversas filiais e representantes de vendas espalhados em todo o mundo. Aproximadamente 500 patentes nacionais e internacionais são as evidências de nosso progresso. A marca RUD é sinônimo de qualidade, inovação técnica e "know how". Pesquisas e desenvolvimentos contínuos nos proporcionam não somente fabricar produtos que satisfazem as mais altas expectativas, mas também alcançar padrões consistentes de qualidade. Experiência, diligência, ambição e paixão são as virtudes que demonstramos a fim de permanecer como os favoritos de nossos clientes. Com as virtudes acima em mente, a RUD ingressou com sucesso no novo século, com a confiança e satisfação de nossos clientes como nossos principais objetivos para o futuro. Quais são os conceitos para o amanhã? Esta é uma das questões que a RUD está tentando responder, ao mesmo tempo em que tem o desafio de fornecer as melhores soluções para nossos clientes.

Inovação e Qualidade são prioridades na RUD. Estamos sempre na frente em desenvolvimento. Exemplos no campo de lingas: 1967: Primeira fábrica de correntes a obter o certificado para correntes de grau 5, H1-5 pelo *Berufsgenossenschaft (Entidade Alemã responsável pela segurança do trabalho ) 1972: Primeira fábrica de correntes a receber o certificado para correntes de grau 8, H1-8 pelo comitê técnico do *BG Surgimento da idéia do sistema MECANO-RUD. Sistema este que só permite que sejam conectados componentes com a mesma carga nominal. Esta idéia tornou-se norma na Ruhrk-hle RAG (mina de carvão). 1981: A primeira série de olhais do tipo RBS e RBG com fator de segurança 4:1 em qualquer direção de tração. 1992: Primeira fábrica de correntes a obter o certificado de qualidade DIN/ISO 9001. 1994: Primeira fábrica de correntes a obter a aprovação do BG para a linha VIP-Qualidade Especial, com cargas nominais até 50% maiores que a linha grau 8. 2002: Primeiro olhal universal chamado PPS.

50

80

O Certificado de qualidade conquistado pela RUD em dezembro de 1992 emitido pela TUV-South West, de acordo com as normas DIN/ISO 9001, foi uma importante contribuição no sentido de melhorar ainda mais o controle de qualidade já feito pela RUD nos anos anteriores.

8
Certificação pelo BG e TUV “BG” = Associação alemã de segurança do trabalho

3

Olhais Aparafusáveis Metodos de ´ Suspensao ˜ PP-S PowerPoint-Star PP-B (Vario) PowerPoint-B PP-VIP (Vario) PowerPoint-VIP WBG-V (Vario) WBG G Pagina 8 ´ ´ VLBG-Giratorio Pagina 9 ´ VRS Starpoint (Vario) ´ Pagina 9 RS/RM – Olhal / Porca olhal ˆ de alta resistencia ´ Pagina 10 VRBG / RBG ´ Pagina 11 VABH-B – Gancho “ Excavator” Aparafusavel ´ INOX-STAR ´ Paginas 6/7 ´ Pagina 12 ´ Paginas 14/16 ´ Pagina 17 ´ Pagina 18 ´ Pagina 20 Olhais Soldáveis Metodos de ´ ˜ Suspensao WPP PowerPoint WPPH PowerPoint VLBS VRBS VRBSS.Linha de Produtos …a maior gama de olhais para içamento e amarração com: • tamanho de parafuso de M6 até M150 • capacidades de carga de 0.com dispositivo VABH-W ´ de travamento Gancho “ Excavator” soldavel VRBK para ˆ angulos de 90º G ´ Paginas 22/23 4 ´ Paginas 24/25 ´ Pagina 26 ´ Pagina 28 ´ Paginas 29/30 ´ Pagina 31 .3t até 80t.

transporte e instalação? Se sim   então prossiga . Insuficiente O içamento somente pode ser feito na vertical e em ângulos menores que 45º. Eles precisam ter marcações da capacidade nominal de trabalho.K  K K KK K K K K K K Importante “CHECK LIST” . 5 . Ao girar a carga. sub-montagens e para o equipamento completo? Preparei as peças desde os estágios iniciais de produção com as roscas corretas para acoplar os olhais RUD? Todo o sistema de movimentação da carga foi projetado para permitir um procedimento de içamento seguro e adequado? O sistema foi projetado para que todo o processo seja feito sem a necessidade de ferramentas adicionais. Soluções Caseiras Totalmente inseguro! Olhais não certificados significam um alto risco de acidente.. ou preparação extra dos componentes? A posição do olhal é correta para a direção da carga que será aplicada? Os olhais escolhidos possuem a forma e as características desejadas? MM M Seleção de içamentos inapropriados Olhal DIN 580 galvanizado.. porém não são projetadas para uma possível força inclinada. chapas são usadas.. o olhal não suportará os esforços laterais   Risco de Falha! Içamento incorreto com olhais improvisados Freqüentemente. ou são super dimensionadas. pontos de içamento/amarração para cada peça pesando mais de 15kg. nome ou símbolo do fabricante e atender a todas exigências estabelecidas pelas normas. dificultando o acoplamento de ganchos com aberturas pequenas ou manilhas. Existe em meu projeto.para o engenheiro! Pretendo projetar minha peça de maneira que atenda todas as normas de segurança nacionais e internacionais? Me importo com o custo benefício e a segurança de meu projeto durante a construção..

e os ressaltos distanciadores para um perfeito passe de raiz na soldagem.3 0.2 8.4 10.5 5.4 2.8 6 7.7) (1.6 1 1.5 2.2 0.3 0.6 1 1.7 6 6 7..9 2.5 M 24 4 M 30 6.5 12 0.5 10.6 1.5 2.4 0.3 2 3.5 2.5 2.2 7.4 5.6 0.2 3.5 4 4 5 7 8 10 15 20 1 2 0.5 5 0.5 4 5 8 0.3 8.45 0.3 0.6 1 1.2 5.8 11.6 7.8 4.5) (3) 0.3 2 3.5 5 03+4 45° 453+4 60° assimé trica 1.5 2.2 1.5 M 20 2.3 t Pagina 10 ´ WBG-V 0.1 4.4 0.3 t WBG-V 2 t (5) VLBG 1 t VLBG 4 t VLBG 4 t VLBG 5 t Nº de ramais 1 0° Rosca M 12 0.5 4 4 5 7 8 10 15 20 1 2 (0.4 0.5 42 2. Rosca M 12 M 16 M 20 M 24 M 30 M 36 M M M M M M M M M M M M M M M 8 10 12 16 20 24 27 30 36 36 42 42 48 16 20 M M M M M M M 8 10 12 16 20 24 30 WBG-V 5 t (6) ..3 3.4 0.2 8 14 20 G 1 90° 0.3 0.6) (0.5) (2.5 2. 6 G Sistemas patenteados pela RUD tais como mola para redução de vibração (VLBS).3 0.5 t Pagina 9 ´ PP-S 2.2 2.6 4 7 10 2 0° 1.6 1.5 4 5 8 0.2 7.4 12 15 22.6 4 (8) (12) 7 10 2 0.1 5.7 4.5 4 5 8 0.3 2 3.5 4 4 5 7 8 10 15 20 1 2 0.6 1.5 3+4 0.1 11.8) (1.8 2.5 2.) e tamanhos especiais sob consulta M 6M150 Pagina 8 ´ Direção de carga PP-S 0.6 M 16 1.45 t WBG-V 0.6 1.6 7 9.5 t Pagina 9 ´ VLBG 0.4) (0.6 t VLBG 20 t VLBG 10 t VLBG 15 t WBG-V 3.6 5.5 14.9 1.8 2.6 1.5) (4) 0.5 2.6 0.5 16.5 2.8 1.6 1 1.1 3.4 10.3 0.6 1.. G Fator de segurança 4:1 em todas as direções.63 t PP-S 1.5 4 4 5 7 8 10 15 20 1 2 VLBG 8 t PP-S 4 t PP-S 5 t PP-S 8 t Modelo M M M M M M M 8 10 12 16 20 24 30 0.8 0.3 2 3.2 2 3 5 8 8 10 14 16 20 30 40 2 4 1.5 4 4 5 7 8 10 15 20 1 2 0.1 3.8 1.5 2.8 0.5 t VLBG 1.8 2.6 0.9 1.9 1.6 1.4 8.5 5 Olhais RUD G Todas as peças são 100% testadas quanto à presença de trincas de acordo com EN1677.6 0.2 0.5 4 5 8 0.63 t VLBG 0.5 0.9 1.2 2 3 5 8 8 10 14 16 20 30 40 2 4 (0.5 5 2 90° 045° 1.6 1.5 3 0.3 0.5 t Pagina 12 ´ LBG(3) M20 RS 2t LBG(3) M16 RS 1t VLBG 7 t especial WBG-V 0.4 0. G Modelos VRS.4 0.4 2.3 t VLBG 2.3 2.2) (1.3 10.6 1.2 14 21 28 1. G Todos os parafusos originais RUD são 100% testados quanto à presença de trincas.2 3.5 5.2 3 5 8 10 16 0.6 1.9 1.8 21 31.9 3 5. G CD-ROM RUD e Pôster com tabela de cargas facilitam a correta seleção dos olhais.3 0.4 20 0.2 2.9 7 2 4560° 2 assimé trica 0.Olhais Aparafusáveis Máximo peso suportado "G" em "Toneladas" para diferentes métodos de içamento Cumpre com as diretrizes de Máquinaria 98/37/CE Tamanhos de Rosca PP-S (Vario) PowerPoint-Star PP-B (Vario) PowerPoint-B PP-VIP (Vario) PowerPoint-VIP VLBG (Vario) WBG-V (Vario) polegadas (UNC.4 0.7 M 36 10 M M M M M M M M M M M M M M M 8 10 12 16 20 24 27 30 36 36 42 42 48 16 20 0.5 t WBG-V 1.7 16.1 3. VRM e VLBG podem ser ajustados na direção da carga. G Alta resistência a cargas estáticas e dinâmicas.3 0.6 0.6 1.2 3 5 8 13.6 1 1.2 2.5 30 1. aumentam a facilidade da aplicação.

2 4.3 2.5)(12. NOVO: DADOS EM 3D CAD.7 10.5)(12.8 2.5)(12.5 6.1 2.8 21 21 21 31.6 1.2)(26.6 1.5 52.4 0.5 7 9 12 0.7 1.5)(12. Fornecemos os dados geométricos necessários para seu projeto.56 1 2.8) (27) (27) (27) (45) (52.2 14 22.8 12.8 2.8 6.6 - (7.5)(12.6 16.6 63 105 168 (11.7 3.6 0.5)(12.2 1.9 25 1.5 18 0.1 3.2)(26.8 0.2 1.4 14.5 13.8 0.5) (60) (60) 9 12 12 15 15 15 22.5 - 6.6 - 3 10 16 30 50 80 (7.4 0.4 0.4 0.6 6.3 3.8 5.8 16.5 0.2 14 14 14 21 21 21 35 42 49 49 (10.5 12.5 7 9 12 0.4 3.4 0.9 1.8 2.5) (18) (18) (18) (30) (35) (40) (40) 6 8 8 10 10 10 15 15 15 25 30 35 35 0.4 .8 2.6 5.5) (10) (10) (12.6 1.5)(12.8 1.5 12.6 2 3.5 15 24 45 75 120 6 8 8 10 10 10 15 15 15 25 30 35 35 0.5 7 9 12 0.7 1.5 3.5 22.9 - 4.0.5) (17.5) (18) (18) (18) (30) (35) (40) (40) 6 8 8 10 10 10 15 15 15 25 30 35 35 0.2 4.5 22.2 2.5 3.2 2.5 16 16 16 25 25 25 35 35 35 35 1 1 2 4 6 8 12 16 24 32 1.7) (21) (21) (26.5 31.8 2.3 3.8)(18.8 1.5 3.2 6 8 12 16 24 32 48 64 6 20 32 60 100 160 (7.5) (10) (10) (12.8 1 1.4 42 70 112 3 10 16 30 50 80 3 10 16 30 50 80 (15.5 2.4 0.5 73.5 52.5) (18) (18) (18) (30) (35) (40) (40) 6 8 8 10 10 10 15 15 15 25 30 35 35 0.2 4.4 0.5 2.4 4.2 .2) (42) (49) (56) (56) 0.5) (10) (10) (12.4 0.2 1.6 3 4 6 8 12 16 24 32 3 10 16 30 50 80 25 25 25 32 32 32 50 50 50 70 70 70 70 2 2 4 8 12 16 24 32 48 64 2.5) (25.4 4.6 - (7.2)(25.2)(25.2 11.5) (17.5) (84) (84) 12.1 4.2 4.0.5 2.6 - amos mend Reco so do o u point" Star "VRS werpoint" ou "Po ajustáveis o que sã ireção à d ão! ç de tra 4.2) (15) (15) (18.6 5.2 1.2) (38) (38) (38) (63) (73.6 1.7 2.5 37.8)(18.7 9.2 - 3 10 16 30 50 80 6 20 32 60 100 160 (15) (20) (20) (25) (25) (25) (36) (36) (36) (60) (70) (80) (80) 12 16 16 20 20 20 30 30 30 50 60 70 70 8.5 31.6 16.5)(12.3 3.8 1.6 1.2 10.7 1.6 1.2 4.3 3.5 45 52.4 0.8 0.5 0.5 2.Olhais Aparafusáveis Máximo peso suportado "G" em "Toneladas" para diferentes métodos de suspensão Cumpre com as diretrizes de Maquinaria 98/37/CE WBG VRS Starpoint INOXSTAR Starpoint VRM porca olhal RS / RM ˆ Olhal de alta resistencia RBG / VRBG Novo! Pagina 11 ´ WBG 35-especial WBG 10-especial WBG 15-especial WBG 8-especial WBG 6-especial Paginas 14/16 ´ ´ Pagina 17 VRS M48 INOX M12 INOX M16 INOX M20 INOX M24 INOX M30 VRBG 10 t ´ Pagina 18 VRBG 30 t 4x 36 VRBG 50 t 6x 50 6x 50 2x 33 4x 20 4x 30 M M M M M M M M M M M M M 36 39 42 48 42-52 56 64 56-85 72-76 80-85 90 90-150 M 8 10 M 12 M M 16 M 20 24 M 30 M 36 M M M M M M M M M M M M M M M M M M M M 42 48 12 16 20 24 30 6 8 10 12 14 16 20 24 30 36 42 48 M M M M M M 16 12.7 1.5) (18) (18) (18) (30) (35) (40) (40) 2x 33 4x 20 4x 30 4x 36 M M M M M M M M M M M M M 36 39 42 48 42-52 56 64 56-85 72-76 80-85 90 90-150 M 8 10 M 12 M M 16 M 20 24 M 30 M 36 M M M M M M M M M M M M M M M M M M M M 42 48 12 16 20 24 30 6 8 10 12 14 16 20 24 30 36 42 48 M M M M M M 16 CD-ROM para o cálculo e seleção do olhal correto.7 18.3 9.2 3.4 9 14 18 24 1. 7 VRBG 80 t 8x 8x VRBG 16 t VRM M10 VRS M12 VRM M12 VRS M16 VRM M16 VRS M20 VRM M20 VRS M24 VRM M24 VRS M30 VRM M30 WBG 25 t WBG 30 t WBG 35 t WBG 10 t WBG 10 t WBG 15 t WBG 15 t VRS M36 VRS M42 VRS M10 VRM M8 WBG 8 t RS M20 RS M30 RS M36 RS M42 RS M48 RBG 3 t RS M24 VRS M8 RS M10 RS M14 RS M12 RS M16 RS M6 RS M8 .5 63 73.8 7.5 3 4.56 0.8 0.5) (14) (14) (17.8 6.4 11.3 21 33.4 3.5 7 9 12 0.5) (10) (10) (12.

(Vario) PP-S-0.0(6.0(6.5t-5/8“-11UNC PP-S-2.4 1. G Acopla-se a uma vasta gama de produtos.7) 37 174 40 71 1 1/4“ 85 8.. (Padrão) Ref.7 3.5t-3/4“-10UNC PP-S-2.5 4. G Ponta do gancho não protuberante. 33 1/2“ .5 2.. G O design da ponta do gancho previne contra práticas inadequadas de utilização e resiste aos esforços de dobra.4 1.5 2.0 20 75 97 18 25 40 116 46 147 61 187 78 227 95 267 18 24 30 36 45 54 18 24 30 30 36 45 54 19-145 26-180 31-200 37-255 46-330 41 50 61 77 93 33 40 47 60 71 12 16 20 24 30 36 36 41 55 70 85 90 36 41 55 55 70 0. alquer em quo ã direç l1 ° 80 M aj e áv st u M Giratório 360° Cumpre com as diretrizes de Máquinaria 98/37/CE Modelo CMT (t) A B C D E F F Padrão Vario G H M SW Peso (kg) Torque Ref.Giratório a 360° .63t-1/2“-13UNC PP-S-1.2 0.2 9.-Nr.5t-7/8“-9UNC PP-S-4t-1“-8UNC PP-S-5t-1 1/4“-7UNC PP-S-8t-1 1/2“-6UNC 0.0(10) 49 208 48 100 310 55-300 102 76 1 1/2“ 90 ( ) Maior capacidade de carga se a suspensão for feita em um ângulo de 90 graus em relação ao solo. G Mola protegida contra corrosão.-Nr.5t-M16 PP-S-2.63 13 1.5t-M20 PP-S-4t-M24 PP-S-5t-M30 PP-S-8t-M36 PP-S-0.PP-S - e fator dnça a segur Olhal PowerPoint PP-S G Rolamento duplo para uma movimentação suave e precisa.2 9.5 4.7 3.2 7.2 Aperto manual com chave de boca. mesmo quando submetido à carga máxima em um ângulo de 90º em relação a seu eixo principal. encaixa na ponta do gancho protegendo contra esforços laterais.63t-M12 PP-S-1.0 1. marcações de controle e medição da abertura do gancho.0(10) 49 208 48 100 310 0. Elos e Lingas.7 1.5 2. 8 Aperto manual com chave de boca.0 1. G Pode girar.0 20 75 97 18 25 40 116 46 147 61 187 61 187 78 227 95 267 55-300 102 76 19-145 26-180 31-200 31-200 37-255 46-330 41 50 61 61 77 93 40 5/8“ 47 3/4“ 47 7/8“ 60 1“ 28 126 30 28 126 30 36 150 35 5.63 13 1.7) 37 174 40 8.2 7. 7990719 7989719 7989075 7989076 7989720 7989077 7990720 7989908 7989909 7989910 7989911 7989912 7989913 8600310 8600311 8600302 8600313 8600314 8600305 8600310 8600311 8600302 8600302 8600313 8600314 8600305 28 126 30 36 150 35 5. G Trava de segurança forjada. G Marcações de desgaste em ambos os lados. como: Ganchos.® .

5 4. R1 L polegada PP-B-0.7) 8.0(6.0(10) 4 6 8 8 10 13 16 40 46 61 61 78 95 100 18 25 30 30 36 45 54 41 50 61 61 77 93 102 12 16 20 20 24 30 36 36 41 55 55 70 85 90 0. PP-S/PP-B/PP-VIP Todos os modelos disponíveis com comprimento de parafusos maiores.5 PP-B-2.63 1. G Só não são adequados para girar continuamente. de rosca max. So-PP-S/PP-B/PP-VIP So-PP-S/PP-B/PP-VIP So-PP-S/PP-B/PP-VIP PP-S/PP-B/PP-VIP So-PP-S/PP-B/PP-VIP So-PP-S/PP-B/PP-VIP So-PP-S/PP-B/PP-VIP 0.® PP.6 (0.com elo para montagens com ganchos.5 2. Mo. F Vario 9 .0(10) 9 65 11 65 13 75 13 16 21 24 75 95 130 140 35 40 35 46 40 61 40 45 60 65 61 78 95 100 105 18 115 24 135 30 135 172 223 242 41 12 36 15 0.63t-1/2“-13UNC 7989901 1.7) 8.5 (4) 5. em situações de carga total.5t-7/8“-9UNC 4t-1“-8UNC 5t-1 1/4“-7UNC 8t-1 1/2“-6UNC 7989904 7989905 7989906 7989907 E G B A 30 61 55 18 1.45 0.0 (6. métrica M Modelo Ref.3 (1.5) 2.0 (10) M 12 M 14 M 16 M 20 M 24 M 30 M 36 140 65 180 200 255 330 300 1/2”-13UNC – 5/8”-11UNC – 1”-8UNC 1 1/4”-7UNC – 45 – 55 – 74 91 – FCN FCN FCN M PP-S PP-B PP-VIP As garantias só são válidas se todos os componentes forem originais RUD G Fácil identificação da carga de trabalho G Fator de segurança 4:1 G Possui rolamento duplo G Fabricado com aço Cr. diâmetro e comprimento do parafuso Tipo CMT tamanho F-Vario tamanho F-Vario (t) de rosca max.7) PP-VIP16-8t-M36 8.5 2.1 SW F M D ( ) Maior capacidade de carga se a suspensão for feita em um ângulo de 90º em relação ao solo. CMT (t) A B C D E F G M SW R 1 Peso (kg) Ref.95 0.5 5.63t-M12 PP-VIP6-1.2 7989525 7989526 7989527 -7989528 7989529 7989530 0.5t-7/8“-9UNC 7989923 4t-1“-8UNC 7989924 5t-1 1/4“-7UNC 7989925 8t-1 1/2“-6UNC 7989926 F G D M SW ( ) Maior capacidade de carga se a suspensão for feita em um ângulo de 90º em relação ao solo.5t-M20 2. Ni.5 PP-VIP10-4t-M24 4.63t-1/2“-13UNC 7989920 1.6 61 20 55 18 1.5) 1.5t-3/4“-10UNC 7989903 2. CMT (t) A D F G M SW Peso (kg) Ref.5 54 102 36 90 28 6.25 0.5t-M16 PP-VIP8-2.B/VIP M – 360° giratório/180° ajustável – Cumpre com as diretrizes de Maquinaria 98/37/CE PP-B .63) 1. PP-VIP – para conexão direta em correntes VIP.2 3.-Nr. Por favor.95 2.0 (1.0 5.63t-M12 0.1 36 77 24 70 20 2. temperado e revenido G Todos os componentes são 100% testados contra trincas G Máxima capacidade de carga mesmo nos menores diâmetros G Disponibilidade de maiores comprimentos de parafuso G Pode ser usado em furos passantes G Acabamento superficial.63 PP-B-1. polegada A PP-VIP4-0.-Nr.1 7989522 7989523 7989081 -7989082 7989524 7989083 0. indicar modelo. métrica C Modelo Ref.5 PP-B-4t-M24 PP-B-5t-M30 PP-B-8t-M36 2.5t-5/8“-11UNC 7989921 2.5 3.1 45 93 30 85 25 4.0 PP-VIP13-5t-M30 5.5t-5/8“-11UNC 7989902 2.35 50 16 41 15 0.5t-3/4“-10UNC 7989922 2.-Nr. mesmo quando submetido à carga máxima em um ângulo de 90º em relação a seu eixo principal.5t-M16 1. CN = Carga de Trabalho Nominal G Pode girar.5t-M20 0.-Nr. pintura epóxi pink G Fácil amortização pela diminuição do tempo de trabalho Importante: Ler sempre as instruções do fabricante! F-vario com arruela e porca 100% testada quanto à presença de trincas.0(6.

vario com porca e arruela WBG-V 0. G Capaz de girar mesmo sob carga máxima .5) 3.5 (4. O olhal pode ser manualmente ajustado para a posição correta. durante a aplicação.0) 5. B C D E F F Fvario G max.25 0. comprimento do parafuso nos modelos F-Vario: G Superfície: O olhal possui pintura a pó vermelha e a base é zincada.6 1.3 0. Acabamento superficial corrud DT (20 vezes mais eficaz que galvanização).3-M 16 WBG-V 2. também estão disponíveis com roscas em polegadas.3 (1. X = D sob consulta 10 . G Disponível com diversos comprimentos de parafuso (vario). 36 38 45 54 65 87 105 M SW X Peso (kg) 0.Olhal Aparafusável .0) A Modelo F-vario com arruela e porca 100% testada Carga de trabalho Nominal (pior caso) Elo não ajustado à direção da carga Ajustado manualmente Acréscimo na CMT Valores em ( ) Suspensão direta Elevação a 90º em relação ao solo CMT dobrada Ref. G Pode ser utilizado em furos passantes.6 (0.5-M 24 WBG-V 5.4 0. Olhal Giratório: G Podem ser tracionados em qualquer direção.6) 0.0 (2. (posição Y) então a carga de trabalho entre parênteses pode ser utilizada.5 Torque Ref -Nr. sante para parafuso M 20. é necessário apenas um furo com rosca na peça. altura da porca 22 G WBG-V e WBG.-Nr . X dimensão sem rosca *NOTA: Pode acontecer. Exemplo de como escolher corretamente o G Olhal de içamento de alta resistência conforme EN 1677-4.3 (0.45-M10 WBG-V 0.WBG-V Giratório 360º / Ajustável 180 º Cumpre com as diretrizes de Maquinaria 98/37/CE e fator dnça egura s alquer em quo ã direç 180º ajustável 360º giratório * X Y Direção da carga Z MO 045121 Modelo CMT (t) 0.0 (6.0 M20x80. que o olhal se acople em qualquer posição. G Não é recomendado para girar continuamente em situações de carga total especialmente a 90º .0-M 20 WBG-V 3.3 -M 8 WBG-V 0. É por isso que a carga de trabalho é sempre calculada para o pior caso (figura X). mais 5 mm projeção para parafusar = 80 mm.1 2.5) 2. furo pasinclusive as porcas. mm.7 5.45 (0.0-M 30 8 8 10 13 13 18 22 33 33 51 47 56 68 93 29 29 35 38 35 40 50 33 36 42 48 64 81 99 76 78 105 114 135 172 220 13 17 21 25 33 40 50 102 122 140 180 223 255 330 8 10 12 16 20 24 30 28 30 36 41 55 70 85 18 19 19 28 30 25 32 aperto manual com chave de boca 7103720 7103715 7100180 7100430 7100800 7100640 71 00 650 8600230 8600231 8600232* 8600233* 8600234* 8600235* 8600236* * Pode-se optar pelo modelo PowerPoint como uma alternativa.75) 1. G O modelo Vario também tem todas as peças 100% testadas contra trincas F-Vario: Espessura da chapa 50 mm.6-M 12 WBG-V 1. G Os parafusos são 100% testados contra a presença de trincas.4) 0. G De fácil instalação. espessura da arruela 3 mm. Modelo Solicitação: WBG-V-2.

3 11.5) 10 (12. Advertência de segurança: Assegure-se de ter rosqueado o olhal até que a base encoste totalmente na superfície da carga.5) 10 (12.5) 15 (18) 15 (18) 15 (18) 25 (30) 25 (30) 30 (35) 30 (35) 35 (40) 35 (40) A B C ØD E F Fvario G M SW Torque Peso em (kg) – 4.3 6. G Não é recomendado para rotação permanente sob carga máxima. G Pode ser submetido à tração em qualquer direção com fator de segurança 4:1 G Elo de sustentação fabricado de acordo com EN 1677 – 4 grau 8 (100% testado contra a presença de trincas). durante a aplicação. O material mínimo requerido é o ST 37 (1.6 – 6. que o olhal se acople em qualquer posição.15”) O material da carga deve suportar as forças aplicadas durante o içamento.5) 8 (10) 8 (10) 10 (12. a carga de trabalho nominal aumenta de acordo com tabela da página 7! Para grandes cargas que devam ser giradas ou tombadas. Verificar o manual de instruções na página 33. F Fvario 8600150 51 872 86 00 151 51 874 51 930 86 00 152 51 941 71 00 406 86 00 153 7990332 8600155 7990333 8600156 79 85 363 86 00 154 WBG 6-rosca especial WBG 8-M 36 WBG 8-rosca especial WBG 10-M 42 WBG 10-M 48 WBG 10-rosca especial WBG 15-M 56 WBG 15-M 64 WBG 15-rosca especial WBG 25-M 72 WBG 25-rosca especial WBG 30-M 80 WBG 30-rosca especial WBG 35-M90 WBG 35-rosca especial 22 22 22 26 26 26 32 32 32 40 40 40 40 40 40 87 87 87 112 112 112 120 120 120 125 125 125 125 125 125 50 50 50 65 65 65 70 70 70 80 80 80 80 80 80 90 90 90 98 98 98 120 120 120 160 160 170 170 170 170 210 – 50-300 95 33 210 54 – 95 36 210 – 50-300 95 36-39 240 63 – 100 42 240 68 – 100 48 240 – 60-300 100 42-52 280 84 – 130 56 280 94 – 130 64 280 – 80-300 130 56-85 332 108 – 163 72-85 332 – 100-300 163 72 332 120 – 163 80 332 – 100-300 163 80-85 332 135 – 165 90 332 – 100-300 165 90-150 80 80 80 85 85 85 95 95 95 130 130 130 130 130 130 *Cuidado: Pode acontecer. Em caso de suspensão direta (elevação a 90º em relação ao solo (figura z). É por isso que a carga de trabalho é sempre calculada no pior caso (figura x).7 – 30.-Nr.Olhal Aparafusável – WBG Giratório 360º / Ajustável 180º Cumpre com as diretrizes de Maquinaria 98/37/CE e fator dnça ura seg alquer em quo eçã dir 180º ajustável * X Y Direção da carga Z 360º Giratório Carga de trabalho Nominal (pior caso) Elo não ajustado à direção da carga Ajustado manualSuspensão direta mente Elevação a 90º em rela. G S = Máxima distância permitida.7 – Ref.Acréscimo na CMT ção ao solo Valores em ( ) -CMT dobrada Modelo CMT (t) 6 (7.6 – 27 – 28.0037). A profundidade do furo deve ser o comprimento do parafuso + 4 mm (. G Com rolamento gira mesmo sob carga máxima. O olhal pode ser manualmente ajustado para a posição correta (figura y). 11 De acordo com instruções .5 – 11.

5t 7/8’’-9UNC VLBG-Z 4t 1’’-8UNC VLBG-Z 5t 11/4’’-7UNC 0.5 46 42 16.1 3.-Nr. Acabamento superficial: pintura epóxi pink.3 1. BG Associação Alemã de Segurança no trabalho requer: Os máximos comprimentos dos parafusos RUD são ajustados de tal maneira.3t M 8 VLBG 0..6 1 1.5 77 122 82 103 94 26. recomendamos a utilização de nossos olhais com rolamento duplo Power Point. com alça ajustável.5 80 64 22.5 95 156 100 113 109 95 156 100 117 105 50 50 32 33 50 50 50 85 85 54 56 82 82 82 50 50 34 36 54 54 54 36 36 223 205 110 140 273 205 110 150 263 230 130 150 303 230 130 160 – – – – – – – – 95 95 45 45 65 100 222 75 100 222 24 30 46 G 88 G 46 G 88 G 45 43 16. No caso de tombamento de matrizes e moldes.5 58 52 16.63t M 10 VLBG 1t M 12 VLBG 1. permitindo carga de trabalho total em qualquer direção.VLBG .3 5.3 1.55 1.5 4 4 5 7 8 10 15 20 1 2 1 1.1 3.5 38 37 10 63 65 51 60 71 70 84 102 G Produção em andamento.2 11. sob carga total.5t 3/4’’-10UNC VLBG-Z 2.5 47 – 15/16“ 38 113 64 113 64 130 78 151 80 – 1 1/8“ 48 110 – 1 5/16“ 48 110 – 1 1/2“ 48 125 – 1 7/8“ 67 147 60 103 65 VLBG: Giratório a 360º.8 6. montagens com espessuras de aproximadamente 12 8xM (para M8 – M30) e 5xM (para M36 – M48) podem ser realizadas respectivamente. novo tipo olhal INOX-STAR (página 16) 75 87 45 3/4“ 32 75 85 47 38 13.33 0.5 M 16 VLBG 2.5 58 66 18 78 69 22.5 72 74 22. (Padrão) Ref.3 30 Nm 60 Nm 100 Nm 150 Nm 250 Nm 400 Nm 400 Nm 500 Nm 700 Nm 800 Nm 1000 Nm 1500 Nm 2000 Nm 100 Nm 200 Nm 100 Nm 150 Nm 250 Nm 300 Nm 400 Nm 500 Nm 8500821 8500822 8500823 8500824 8500826 8500827 7983658 8500828 8500829 7983553 7983554 7982966 7982967 62086 62813 8502349 8502350 8502351 8502352 8502353 8503187 8600280 8600281 8600282 8600283 8600285 8600286 – 8600288 – 8600289 8600290 8600291 8600292 46 39 13.giratório 360º Cumpre com as diretrizes de Maquinaria 98/37/CE e fator dnça ura seg alquer em quo eçã dir Max.5 2.5 3.3 0.33 0.63 1 1.32 0.5 55 55 16.1 0.5 2.5t 5/8’’-11UNC VLBG-Z 2..5t M 20 VLBG 4t M 24 VLBG 4T M 27 VLBG 5t M 30 VLBG 7t M 36 VLBG 8t M 36 VLBG 10t M 42 VLBG 15t M 42 VLBG 20t M 48 LBG(3) M 16 RS 1t LBG(3) M 20 RS 2t VLBG-Z 1t 1/2’’-13UNC VLBG-Z 1.5 61 64 16.5 2.4 11.5 56 54 16. .5 4 5 30 30 32 33 50 50 54 54 54 56 82 82 34 34 34 36 54 54 35 40 36 39 37 38 10 10 10 29 29 29 36 43 43 61 61 55 77 77 87 87 38 38 29 36 43 43 43 61 11 16 21 24 32 37 39 49 52 63 73 63 73 25 27 22 24 28 27 41 41 76 96 116 149 75 75 75 87 45 45 45 47 40 45 50 60 75 80 100 110 107 105 125 145 185 230 265 – 340 – 300 350 350 390 – – – – – – – – 8 10 12 16 20 24 27 30 36 36 42 42 48 16 20 1/2’’ 5/8’’ 3/4’’ 7/8’’ 1’’ 11/4’’ 5 6 8 10 12 14 – 17 – 22 24 24 27 – – – 13 17 19 24 30 36 41 46 55 55 65 32 32 32 38 75 75 75 85 24 24 26 30 45 45 60 60 60 70 70 85 95 40 40 26 30 45 45 45 60 0. que se uma porca sextavada (DIN980) é usada.5 187 113 64 222 130 78 – – 151 80 151 80 279 151 80 48 110 48 125 67 147 67 147 67 146 85 197 85 197 60 103 65 60 103 65 60 103 65 77 122 82 100 97 26. Vario Com porca e arruela VLBG 0.Olhal Aparafusável .-Nr. comprimento com porca e arruela Modelo padrão MO 025109 Giratório 360º Modelo CMT (t) A B C D E F G H H padrão Vario J K L L M padrão Vario N SW R T DB Peso (kg) Torque Ref.3 1.55 1.3 0.5 80 67 22.5 3.

Esta pintura é utilizada como um indicador de temperatura: Com o aumento da temperatura. A superfície deve ser plana. provendo um bom contato com a base do olhal. e finalmente para preto quando excede a temperatura de 400º C. é 20 vezes mais eficaz contra corrosão que eletrogalvanização. G Somente pessoas qualificadas poderão utilizar este produto. G As peças acopladas ao VLBG devem ter liberdade de movimento. como: RUD. depois marrom. G Inspeções regulares devem ser feitas por um técnico capacitado. G Este produto deve ser ajustado na direção de tração antes do início do içamento. tamanho de rosca e carga de trabalho.Olhal Aparafusável – VLBG – Giratório 360º Cumpre com as diretrizes de Maquinaria 98/37/CE G Os parafusos e porcas universais RUD para o VLBG são 100% testados quanto a trincas G Os parafusos de cabeça hexagonal podem ser apertados com chave de boca ou allen. a cor muda permanentemente para bege. G Parafuso possui marcas de identificação bem visíveis. G A parte rosqueável corresponde apenas a medida H. Substitua apenas por parafusos RUD da mesma classe de qualidade. Use de acordo com o manual de instruções da RUD. Os produtos especiais RUD possuem uma pintura pink fluorescente que é patenteada . g re ulo co d m eu en s da o n do ão Proibido Por que os olhais RUD são pink? Pintura Eletrostática na cor pink. Ver na página 32 as reduções de Carga de Trabalho recomendadas pela exposição a altas temperaturas 225°C 250°C 275°C 300°C 320°C ân Ângulo de uso: Só é permitido trabalhar dentro da área verde 350°C 375°C 400°C 13 . G O parafuso é preso na base do olhal através de uma mola. Proibido G O VLBG deve ser montado perpendicularmente à superfície da carga. G Proteção superficial: CORRUD-DT. Deve ter liberdade de movimento e não deve ser fixado em cantos frágeis. Após 400ºC bolhas podem aparecer na pintura além da coloração preta.

-Nr.6 7.5 7 9 12 0.5 49.-Nr.75 1.5 33 41.4 0..9 4.5 2.7 2.75 1. No caso de lingas com 2 ou mais ramais. VRS-F 85 00 911 71 04 029 71 01 313 71 01 314 71 01 315 71 01 316 71 01 317 79 84 201 79 84 202 79 84 203 71 04 480 71 04 481 71 04 482 71 04 483 71 04 484 71 04 485 71 04 486 79 84 221 71 04 488 79 84 223 Isto é possível APENAS com o olhal STARPOINT da RUD.2 4. pois ele pode ser ajustado na posição correta mesmo depois de parafusado na peça.6 0.1 0. o olhal precisa estar na direção de tração.5 13 10 15 14 17 16 21 19 26 24 32 29 38 34 43 38 11 8.2 0.1 0.0 0.6 7. Cumpre com as diretrizes de Maquinaria 98/37/CE >F1 ¬ F1 ¬ F1 e fator dnça gura se ¬ F1 F1 ¬ F ¬1 alquer em quo direçã Ajustável 360° Aj ust MO 045119 Modelo áve là direção ção tra de VRS-M 8 VRS-M10 VRS-M12 VRS-M16 VRS-M20 VRS-M24 VRS-M30 VRS-M36 VRS-M42 VRS-M48 VRS-3/8“-16UNC VRS-1/2“-13UNC VRS-5/8“-11UNC VRS-3/4“-10UNC VRS-7/8“-9UNC VRS-1“-8UNC VRS-1 1/4“-7UNC VRS-1 1/2“-6UNC VRS-1 3/4“-5UNC VRS-2“-4.3 3.2 0. Isto não ocorre com os olhais comuns.3 3.5 58 66 15 18 22 27. VRS 71 00 554 79 82 219* 79 82 220* 79 82 221** 79 82 222** 79 82 223** 79 82 224*** 79 84 198 79 84 199 79 84 200 71 03 959 71 03 960 71 03 961 71 03 962 71 03 963 71 03 964 71 03 965 71 03 966 71 03 967 71 03 968 Ref. Comparação: Olhal galvanizado DIN 580-M20 F: 1200 kg VRS-M20 F: 6000 kg 90° F: 2300 kg F: 2300 kg M 20 M 20 14 ¬ ¬ F1 S 16 15 18 22 27.3 0.5UNC CMT (t) 0.5 49.9 4.3 2.5 58 66 Ref.5 7 9 12 Peso (kg) 0.5 0.5 13 10 15 14 17 16 17 16 21 19 26 24 32 29 38 34 43 38 D E G K L M N 25 25 28 47 12 8 6 25 25 28 47 15 10 6 30 30 34 56 18 12 8 35 35 40 65 24 16 10 40 40 50 75 30 20 12 48 48 60 90 36 24 14 60 60 75 112 45 30 17 72 75 90 135 54 36 22 82 85 105 158 63 42 24 94 100 120 180 72 48 27 25 25 28 47 15 3/8“ 1/4“ 30 30 34 56 18 1/2“ 5/16“ 35 35 40 65 24 5/8“ 3/8“ 40 40 50 75 30 3/4“ 1/2“ 40 40 50 75 32 7/8“ 1/2“ 48 48 60 90 36 1“ 9/16“ 60 60 75 112 45 1 1/4“ 5/8“ 72 75 90 135 54 1 1/2“ 7/8“ 82 85 105 158 63 1 3/4“ 1“ 94 100 120 180 72 2“ 1 1/8“ * = em pacotes de 20 peças · ** = em pacotes de 10 peças · *** = em pacotes de 4 peças Atenção: Forças laterais nos olhais comuns DIN 580 são proibidas.5 33 41.2 4.5 0.4 0..1 0. No caso de tombamento de matrizes e moldes.9 1. sob carga total.5 27. recomendamos a utilização de nossos olhais com rolamento duplo PowerPoint.9 1.VRS «STARPOINT» .3 0.5 2.a ESTRELA absoluta entre os olhais.5 11 8.4 0.7 2. .0 A 34 34 42 49 57 69 86 103 120 137 34 42 49 57 57 69 86 103 120 137 B C 11 8.

G Ajustar à direção da carga antes do içamento.5 ( kg) 0. na página 14..9.1 0. No caso de tombamento de matrizes e moldes.5 A 34 34 42 51 57 69 86 B 11 11 13 15 17 21 26 C 8. O parafuso deve estar 100% dentro da rosca. STARPOINT VRS-F Modelo VRS-F incluindo a chave/trava (Star Key).5) 19 7990314 52 112 15 .1 0... CMT Peso Nº de ref. que NÃO é permitida com os DIN 580. sob carga total. Ajuste-o na direção da carga antes de iniciar o içamento. G A medida L corresponde ao mínimo comprimento do parafuso a ser rosqueado. e fator dnça egura s alquer em quo direçã Tipo VRM-M8 VRM-M10 VRM-M12 VRM-M16 VRM-M20 VRM-M24 VRM-M30 Sujeito a alterações técnicas. o StarPoint é ajustável 360º. aço liga temperado e revenido 100% testados contra presença de trincas. G Fator de Segurança 4:1 em qualquer direção G O material da peça a ser içado deve ter a qualidade mínima de um aço S235JR (10037). Mesmo depois de parafusado.75 1.9.VRM Cumpre com as diretrizes de Maquinaria 98/37/CE G Uma vez rosqueado. STARPOINT Porca Olhal . G Deve girar a 360º livremente.2 0. Cumpre com as diretrizes de Maquinaria 98/37/CE Forma: formato de estrela para diferenciar-se claramente do olhal padrão galvanizado DIN 580.3 0. O modelo VRS é fornecido sem a chave integrada. para suspensão lateral.9 1. recomendamos a utilização de nossos olhais com rolamento duplo PowerPoint. desenhado especificamente para este modelo.5 0. consultar a tabela do modelo VRS.5 10 14 16 19 24 D 25 25 30 35 40 48 60 E 25 25 30 35. Cor: Acabamento superficial Epóxi pink fluorescente. o olhal VRM deve girar 360º. é entregue uma chave integrada. e sem obstáculos.3 3.6541.5 8.4 0. G Para obter os tamanhos e dimensões do olhal VRM.2 4.4 0. Para rosquear o StarPoint. G O olhal deve ser fixado sobre uma superfície plana.VRS . segundo norma EN 1677-4. G A carga de trabalho apresentada é válida apenas quando conectado a parafusos com classe de qualidade mínima de 10. G O olhal VRS está protegido pelas patentes: Patente Européia EP 654 611 e Patente Americana 5690457 G Chave hexagonal de qualidade 10. Basta apenas encaixar a chave e parafusar. VRS-F fixo Ajustável G Informações e desenhos disponíveis no CD-ROM.5 40 50 60 G 28 28 34 40 50 60 75 H 20 20 25 30 34 40 K 47 47 56 65 75 90 L 14 14 17 21 23 29 34 M Rmax 8 10 12 16 20 24 30 20 20 24 37 45 56 S 16 16 20 29 35 44 SW 12 7992989 12 7990311 14 7990312 24 7990315 30 7990316 36 7993008 30 22(35. .«STARPOINT» . G Material forjado 1. Marcação: Clara indicação da Carga de Trabalho (em t e em Ibs). G Deve-se garantir uma superfície de contato plana entre o olhal e a carga.5 2. (t) 0.a ESTRELA absoluta entre os olhais.

6 1. Apenas de uma chave hexagonal allen. Não necessita de outras ferramentas. G Produto protegido pela lei de patentes. G Fator de segurança 4:1 contra rompimento em qualquer direção G Olhal forjado.0 7993835 7993836 7993837 7993838 Olhal INOX-STAR F1 ¬ . Patente Européia EP 654 611..4462 (alta durabilidade em ambientes salinos.Olhal aparafusável inoxidável INOX-STAR Cumpre com as diretrizes de Maquinaria 98/37/CE e fator dnça ra segu alquer em quo eçã dir K D B G C Ajustável 360° Aj us ão táv raç t el à d ireção de L A M E Modelo CMT F1 (t) M12 M16 M20 M24 M30 M36 0. G Parafuso especialmente desenvolvido ao formato do olhal. G Marcas de desgaste patenteadas. Pode ser colocado na direção de tração mesmo totalmente parafusado.6 A mm 42 49 57 69 B mm 14 16 19 24 C mm 10 12 16 19 D mm E mm G mm K mm 56 65 74 92 L mm 18 24 30 35 M SW Peso (kg) Ref.2 1. o olhal INOX-STAR. G Uma vez instalado.8 2. G Material do olhal e do parafuso: Aço duplex 1. G 100% testados contra trincas. e sem restrições a direção de tração. G Sempre instalar o olhal manualmente.6 1. ácidos e com concentração de íons de cloro). G Gira 360º.2 0.inoxidável . deve girar com total liberdade 360º.50% mais carga que os olhais DIN. Importante: Ler sempre as instruções do fabricante RUD. 16 ¬ ¬ G Forma pentagonal para ser facilmente diferenciado dos tradicionais DIN 580.-N° INOX-STAR INOX-STAR INOX-STAR INOX-STAR INOX-STAR INOX-STAR 30 30 32 35 35 37 40 40 43 48 50 53 Em desenvolvimento Em desenvolvimento M12 M16 M20 M24 8 10 12 14 0. ¬ ¬ ¬F F1 1 . > F1 F1 F1 G Ajustar à direção de tração antes do içamento.3 0.

InoxStar e PowerPOINT. G Antes de começar a elevação.-Nr.3 0.25 0. em aço liga de alta resistência.1 0. G Atenção: Para içamento lateral. o parafuso deve estar 100% encaixado na rosca.2 6.45 0. recomendamos o uso dos olhais StarPOINT. 17 .2 0.Olhal / Porca Olhal RS/RM . G Fator de segurança de 4:1 A qualidade do material a ser movimentado deve ser no mínimo o St.6 6.0 6. G Se distinguem claramente dos olhais DIN 580 pela sua cor vermelha. G Marcação: Clara marcação da carga de trabalho sempre no pior caso.75 1 1. 100% testados contra trincas segundo a norma EN 1677-4. Evite rotações durante o transporte. 37 (1..1 0..2 0. e marcação 8 relacionado ao grau de qualidade 8. que é o lateral (carga lateral nos olhais DIN 580 não é permitida) G Fabricado em material forjado de classe 1. G Deve ser aparafusar em superfícies planas.8.4 Ref.4 0.25 0. e fator dnça ura seg alquer em quo eçã dir Carg a pa válida condra pior i içamção de ento Modelo RS – M 6 RS – M 8 RS – M 10 RS – M 12 RS – M 14 RS – M 16 RS – M 20 RS – M 24 RS – M 30 RS – M 36 RS – M 42 RS – M 48 CMT (t) 0. RS RM 61 401 61 402 56 397 56 398 56 403 56 404 56 407 56 408 56 409 56 954 56 955 56 956 55 254 55 255 55 258 55 271 55 281 55 460 (800 kg) 55 343 55 394 55 438 53 093 53 095 53 098 G Disponível também em roscas especiais. B 11 11 11 13 15 15 17 21 26 43 43 43 C 10 10 10 12 14 14 16 20 24 38 38 38 D 25 25 25 30 35 35 40 50 60 90 90 90 E 25 25 25 30 35 35 40 50 60 100 100 100 F 11 11 11 12 13 13 16 20 25 37 37 37 M 6 8 10 12 14 16 20 24 30 36 42 48 T 35 35 35 41 48 48 55 70 85 130 130 130 Peso (kg) 0.fabricado em aço de alta resistência.6541.7 1. deve ter no mínimo a classe de qualidade CL 8.0037). G Na versão porca olhal RM.1 0.1 0. forma. certifique-se de que o olhal está bem aparafusado.5 2 3 4 6 8 A 12 12 15 18 21 24 30 36 45 54 53 68 F1 O parafuso a ser utilizado na porca olhal RM.

até W máximo. e fator dnça a segur RBG 8/VRBG 10/16t Ajustável 180º alquer em quo çã dire e fator dnça gura se alquer em quo direçã VRBG 30/50/80t L 18 Sujeito a modificações técnicas.Olhal Aparafusável – RBG / VRBG . Cumpre com as diretrizes de Maquinaria 98/37/CE e fator dnça gura se RBG 3t Ajustável 180º alquer em quo direçã Exemplo: Alça de sustentação como parte da construção.com suportes de fixação patenteados... L 18 0° . Os parafusos especiais RUD estão disponíveis em maiores comprimentos.

5 ±0.9 120 Nm G Suporte de fixação patenteado até 16t. na pág.com suportes de fixação patenteados. 28. Instruções de Montagem: G Utilizar sempre os parafusos especiais RUD.. G Qualidade mínima do material em que pode ser rosqueado.9 M30x90-12. G Os furos devem ser feitos de acordo com as tolerâncias do RBG: 1. G Para uma descrição do olhal. G Olhal com baixo perfil. na pág. referir-se ao modelo RBS. Primeiramente. G Para fixar e assegurar os parafusos. pode-se utilizar por exemplo Loctite 270. Modelo CMT (t) A B C D E F ±0. Protegem os parafusos contra cisalhamento e flexão.RBG . G Os furos devem ser feitos de acordo com as tolerâncias do RBG. G Os furos devem ser feitos de acordo com as tolerâncias do RBG. G Verificar regularmente se os parafusos estão apertados. Realizar furos para fixação dos parafusos: Medida “H”.5 ±0. G Montar sobre superfícies planas.. na pág. G Os parafusos RUD são 100% testados contra presença de trincas e protegidos contra corrosão pelo sistema Deltaton.5 G min H H12 J min L M N O V W Y ISO 4762 Peso (kg) Torque Ref. K”. referir-se ao modelo RBS. X DIN 463 Y 10. St 37-2 Novo Modelo VRBG CMT (t) A ! B C D E F ±0. (com parafusos + suportes fixação) 51 817 RBG 3 3 34 16 5 48 22 92 6 18 30 1 178 16 71 17 12 20 84 67 53 24 25 30-160 17 M16x50 0. (com parafusos + suportes fixação) 7985866 7985867 - VRBG 30 VRBG 50 VRBG 80 30 50 80 180 270 - 42 70 - - 130 230 - 75 - 120 - -- - - 400 650 - 30 36 - 195 340 - 42 60 - 163 220 - 46 6xM30x100-12. Cumpre com as diretrizes de Maquinaria 98/37/CE Modelo CMT A B (t) C D E F G H J K L ±0. 2. Montar e ajustar os suportes de fixação.9 - 67 206 - 900 Nm 1000Nm - 100 200 G Para uma descrição do olhal. Isto proporciona uma segurança adicional G Para uma descrição do olhal.9 Peso (kg) Torque Ref.-Nr. G Todos os componentes são 100% testados contra presença de trincas. St 37-2.Olhal Aparafusável .1 11. Isto proporciona uma segurança adicional G Baixo perfil. G Verificar regularmente se os parafusos estão apertados.3 200 Nm 300 Nm 600 Nm 198 104 G Suporte de fixação patenteado. devido ao desenho especial da alça ajustável.-Nr. 3.5 ±0. St 37-2.9 Peso (kg) Torque Ref.5 min H12 min x45° M N O P R S T U V W W max. G Qualidade mínima do material em que pode ser rosqueado.9 58 8xM36x120-12. 19 . G Verificar regularmente se os parafusos estão apertados.8 4. G Com metais leves e ferro fundido cinzento. 28. Protegem os parafusos contra cisalhamento e flexão. G Todos os componentes são 100% testados contra presença de trincas.8 M20x70-12. G Distribuição de carga igual em todos os parafusos. 28. 8 10 16 120 120 170 22 22 30 6 6 8 65 65 90 143 143 78 78 8 8 10 30 30 46 50 50 70 194 213 270 20 20 30 100 100 134 25 25 32 54 54 67 43 43 63 3.5 G min H H12 J min L M N O V W Y ISO 4762 M20x70-8. devido ao desenho especial da alça ajustável. G Ler sempre as instruções do fabricante RUD. (com parafusos + suportes fixação) 59 971 7994537 7993255 RBG 8 VRBG 10 VRBG 16 . G Qualidade mínima do material em que pode ser rosqueado. referir-se ao modelo RBS. realize furo escareado conforme medidas “H. G.-Nr. os furos devem ser feitos de modo que a carga de trabalho do olhal não diminua devido ao material.

5t 4t 6.-Nr. * substituido pelo modelo VABH-B 10t . G Faixa de ângulo permitida para trabalho: 45º G Máximo ângulo aplicado no sentido lateral: ±15° Modelo CMT (t) 10 16 20 MW A B C D F G H I L VCGH-G16* VCGH-G20 VCGH-G22 até 45° 48 15 63 20 63 20 141 187 195 200 272 276 220 288 292 120 150 150 170 (100) 210 (120) 240 (120) 150 220 220 70 87 92 50 50 50 RUD Parafuso Universal 4xM24 6xM24 6xM24 Peso (kg) 6. lingas tipo cesto. G Marcas de desgaste patenteadas. VCGH-G Gancho “EXCAVATOR” utilizado como ponto de içamento para travessões. 100% testados contra presença de trincas e protegidos contra corrosão pelo sistema Deltaton. G Indicador de sobrecarga. G Fornecido com parafusos RUD. deve ser montado na direção principal de tração.7 MW L Marcas para determinar o desgaste A B C F G H I L RUD Parafuso Universal 4 x M10 4 x M12 4 x M16 4 x M20 Peso (kg) 0.78 1.Gancho “EXCAVATOR” Aparafusável VABH-B . 100% testados contra presença de trincas e protegidos contra corrosão pelo sistema Deltaton. G Fornecido com parafusos RUD.5 4 6.6 Ref.5 Ref.73 3 5.5 7.4 17.7t 1.A nova geração de ganchos para a construção! Cumpre com as diretrizes de Maquinaria 98/37/CE VABH-B Gancho “EXCAVATOR” utilizado como ponto de içamento para travessões. G A ponta do gancho é mais pronunciada para dar-lhe maior robustez e evitar içamento não intencional. lingas tipo cesto. G Esta ponta evita usos impróprios. G Faixa de ângulo permitida para trabalho: 120º G Máximo ângulo aplicado no sentido lateral: 45º L Marcas guia para determinr sobrecarga Modelo CMT (t) 1.-Nr.5 10 12 78 101 122 156 117 148 171 208 70 85 104 120 48 60 70 85 60 75 90 110 38 49 59 70 15 18 25 30 G Trava de segurança extremamente robusta.4 10. impedindo a conexão de componentes errados. com parafusos RUD 7984048* 7984311 7984313 G Trava de segurança extremamente robusta. sistemas de elevação com alça ou olhal. sistemas de elevação com alça ou olhal.5t 2. lingas de cabo de aço. lingas de cabo de aço.5 2. com parafusos RUD 7991205 7991206 7991207 8502238 VABH-B VABH-B VABH-B VABH-B 25 30 35 40 6. 20 G Devido ao limitado ângulo de trabalho.

Olhais especiais . Cumpre com as diretrizes de Maquinaria 98/37/CE Exemplos de aplicações 21 .aparafusáveis ...atendemos suas necessidades.

6 9.1 11.7 t VLBS 1.8 5.2 3.3 8.3 3.7 10 16 3.7 6.5 2.2 5.5 0.1 11.4 20 60 100 2 0.5 t todas as variaç õ es LBS(1) RS 0.5 2.7 10 10 16 16 2 3+4 045° 4560° assimé trico 1.1 21 33.4 10.5+4 8.7 10 16 0.7 10 16 2 0° 1.6 1.4 14.9 2.9 2.5+3 8.6 7.25 6 10.4 20 13.5 4.5 3 8.7 10 0.38 14 22.7 10 1.63 t WPPH 2.6 1.8 1.63 t WPP 2.5 5.2 3 10 16 13.4 10.2 0.6 1.2 0.7 1.8 2.5 16.5 2.5 1 2 1 2 4 2 4 8 4 8 13.5 4 0.4 14.4 0.2 3 5 5 8 13.5 1 2 4 6.5 t WPPH 1.5 3+4.7 10 32 16 32 60 100 50 G 1 90° 0.7 10 10 16 16 0.5 4 6.5 HV 5+3 1 HV 8+3 2 HV 12+4 4 HV 4+3 6.5 5. 22 VRBS 50 t 50 70 50 50 50 VRBS 10 t VRBS 16 t WPPH 4 t WPPH 5 t WPPH 8 t VLBS 10 t VLBS 16 t VRBS 4 t VLBS 4 t WPP 4 t WPP 5 t WPP 8 t Modelo .6 1.5 16.6 7.1 3.4 2.6 1.4 20 6.05 2.8 6 7.6 1.5 2.5 2.5 4 5 8 2 90° 045° 4560° assimé trico 10 16 1.6 63 105 6 10.75 1.5 12 3.6 1.5 t WPP 1.8 0.8 6 7.Olhais soldáveis Máximo peso suportado “G” em “Toneladas” para diferentes métodos de içamento Cumpre com as diretrizes de Maquinaria 98/37/CE WPP – Girató rio Sé rie PowerPoint WPPH – Fixo Sé rie PowerPoint LBS/VLBS Olhal de iç amento soldá vel RBS/VRBS Olhal de iç amento soldá vel Novo! Novo! Pá ginas 24/25 Pá ginas 24/25 Pá gina 26 Pá gina 28 Nº de ramais Direç ã o da carga todas as variaç õ es WPP 0.5 HV HV HV HV 3+5 3+6 3+8 3+10 HV HV HV HV 5.5 3 8 4 8 13.3 8.1 4.5 2.5 HV HV 3+8 3+10 3.7 6.5 4 HV HV 4.5 12 0.4 20 6.1 21 33.6 9.5 3+5 5 8 0.6 1.2 3.6 1.15 8.8 2.5 4 1.5 1 1 2 2 4 4 6.5 4 8 0.7 10 32 16 32 1 0.5 4 6. NOVO: DADOS EM 3D CAD.5 4 5 8 1.5 4 6.5 2.5 2.5 2.1 15 24 1.2 3 5 8 13.2 2.5 t VRBS 6.5 4 5 5 8 8 1.1 5.6 2.6 1.38 14 22.5+4 15+4 HV 25+8 CD-ROM para o cálculo e seleção do olhal correto.5 2.4 20 1.4 20 5 8 3 1.4 42 2 0.2 5.1 3.5 t VRBS 30 t 30 30 30 30 45 30 1 0° 0.3 3.5 4 4 6.7 t VLBS 6.5 HV 5+3 4 HV 8+3 6.5 1. Fornecemos os dados geométricos necessários para seu projeto.1 15 24 75 3+4 3+4 Solda 0.5 4 5 5 8 0.2 3 5 8 8 0.7 HV 12+4 10 HV 16+4 16 HV 25+6 0.5 t LBS(3) RS 1 t LBS(5) RS 2 t WPPH 0.

4 20 9.7 6.4 20 10 13.7t 6.1 15 6.6 9.1 15 24 8.5+3 10 HV 6+4 16 HV 8.7 6.38 14 22.1 21 33.4 6.7 HV 5.5+4 4 HV 4+3 VRBK 10t 10 14 10 10 10 HV 8+3 VRBK 4 t 23 .1 21 6 10.7 HV 5+3 6.4 5.4 20 13.38 6.6 10.7 t VRBSS 10 t VRBSS 16 t VRBK 6.4 14.7 6.7 10 10 16 16 4 4 14.7 20 10 32 16 32 8 4 8 13.Olhais soldáveis Máximo peso suportado "G" em "Toneladas" para diferentes métodos de içamento Cumpre com as diretrizes de Maquinaria 98/37/CE VRBK VRBSS Olhal de içamento com Olhal de içamento para cantos de 90º dispositivo de travamento Novo! Novo! Pá gina 29 Pá gina 30 VRBSS 6.7 10 16 4 13.7 6.7 6.

5 HV3+5 HV3+8 HV3+10 7989954 7989955 7989956 7989957 7989958 7989959 E G ØD B ( ) Maior capacidade de carga se a suspensão for feita em um ângulo de 90º em relação ao solo.5 HV3+ 5 HV3+8 HV3+10 7990721 7989944 7989945 7989946 7989947 7989948 C E G ( ) Maior capacidade de carga se a suspensão for feita em um ângulo de 90º em relação ao solo. M Modelo CMT (t) A Conexão com corrente VIP 4 6 8 10 13 16 D G Solda Peso (kg) aprox.63t WPP-B-1.25 0.63 1.5 HV3+5 HV3+8 HV3+10 G ØD ( ) Maior capacidade de carga se a suspensão for feita em um ângulo de 90º em relação ao solo. Sujeito a alterações técnicas.0(10) 13 20 28 36 37 49 75 97 126 150 174 208 18 25 30 35 40 48 40 46 61 78 95 100 115 40 147 50 187 61 227 77 267 93 310 102 3.5t WPP-B-4t WPP-B-5t WPP-B-8t 0.5t WPP-VIP8-2..4 4.0 5. M B A Modelo CMT (t) A B C D E G Solda Peso (kg) aprox. Importante: Ler sempre o manual de instruções do fabricante RUD. em situação de carga total. 0.3 7. WPP-VIP – para montagem direta com corrente VIP.85 2.-Nr.5 4.3 4.5 HV3+4.5 2. 0.5 Ref.5 2.5 4.0(6.0 5.5 HV3+4. 360º giratório ® Cumpre com as diretrizes de Maquinaria 98/37/CE WPP-S – conexão universal para montagens com lingas.: sem corrente VIP 7989960 7989961 7989962 7989963 7989964 7989965 A WPP-VIP4-0.0 2.0(10) 40 46 61 78 95 100 40 50 61 77 93 102 3. C L M Modelo CMT (t) A B C D E G R1 Solda Peso (kg) aprox.5 4.6 1. 0.-Nr. mesmo quando submetida a carga máxima em um ângulo de 90º em relação a seu eixo principal.5 HV3+4.5 3.45 0.5t WPP-VIP10-4t WPP-VIP13-5t WPP-VIP16-8t 0. WPP-B – com elo para montagens com ganchos.: ØD WPP-S-0.: R1 A WPP-B-0.5 4.63 1.0 1.0(6.1 8. cabos de aço. G Só não são adequadas para girar continuamente.5 4.4 1.0(6. G Pode girar. 24 .5t WPP-S-4t WPP-S-5t WPP-S-8t 0.35 0.63 1.Olhais soldáveis – WPP .5t WPP-S-2.7 5.63t WPP-VIP6-1. ganchos e elos.2 Ref.63t WPP-S-1.0 5.0(10) 9 11 13 16 19 24 65 65 74 95 130 140 35 35 40 45 60 65 40 46 61 78 95 100 105 115 135 172 223 242 40 50 61 77 93 102 15 15 18 20 25 28 3.7) 8.1 3.7) 8.5t WPP-B-2.com rolamento duplo.3 Ref.7) 8.-Nr.5 2. G Garantia válida somente se usados com componentes originais RUD.5 4..

5t WPPH-B-2.5 4. A garantia pode ser dada apenas se todos os componentes forem originais RUD.7) 8.5 4.0(10) 13 20 28 36 37 49 75 97 126 150 174 208 18 25 30 35 40 48 34 40 53 68 83 88 109 141 179 217 253 296 34 44 53 66 79 88 3.0(10) 9 11 13 16 19 24 65 65 74 95 130 140 35 35 40 45 60 65 34 40 53 68 83 88 99 109 127 163 209 228 34 44 53 66 79 88 15 15 18 20 25 28 7989976 7989977 7989978 7989979 7989980 7989981 A E G ØD ( ) Maior capacidade de carga se a suspensão for feita em um ângulo de 90° em relação ao solo.63t WPPH-S-1. temperado e revenido.95 1.5 4. Modelo CMT (t) A B C D E G Solda Peso (kg) aprox.63t WPPH-VIP6-1.9 8.0 5.0(10) 34 40 53 68 83 88 34 44 53 66 79 88 3. G Fácil identificação da Carga de Trabalho G Fator de segurança 4:1.5t WPPH-VIP10-4t WPPH-VIP13-5t WPPH-VIP16-8t 0.5t WPPH-B-4t WPPH-B-5t WPPH-B-8t 0.5 HV3+5 HV3+6 HV3+8 HV3+10 7990722 7989966 7989967 7989968 7989969 7989970 E G ØD C L ( ) Maior capacidade de carga se a suspensão for feita em um ângulo de 90° em relação ao solo. Mo. cabos de aço.: sem corrente VIP B A WPPH-VIP4-0.0 Ref. B A C R1 WPPH-B-0.-Nr.63 1.35 0.63 1.2 6.3 Ref.:.9 2.2 4.75 2.5 0.63 1. G Todos os componentes são 100% testados contra presença de trincas. 0.5 HV3+5 HV3+6 HV3+8 HV3+10 7989982 7989983 7989984 7989985 7989986 7989987 G ØD ( ) Maior capacidade de carga se a suspensão for feita em um ângulo de 90° em relação ao solo.5 4.5t WPPH-S-4t WPPH-S-5t WPPH-S-8t 0. 3.: WPPH-S-0.0 3.35 0.7) 8.0 5. G Superfície: Preto natural.1 Ref.5t WPPH-S-2.5 2. 0.3 0.7) 8.5 4.-Nr.5 4.4 3.-Nr.5 HV3+5 HV3+6 HV3+8 HV3+10 0.5t WPPH-VIP8-2. 25 . ganchos e elos. WPPH-B – com elo para montagens com ganchos Modelo CMT (t) A B C D E G Solda Peso (kg) aprox. Ni.5 5. WPPH-VIP – para montagem direta com corrente VIP Modelo CMT (t) A conexão com corrente VIP 4 6 8 10 13 16 D G Solda Peso (kg) aprox.Olhais soldáveis ® Fixo WPPH Cumpre com as diretrizes de Maquinaria 98/37/CE WPPH-S – a conexão universal para montagens com lingas. Importante: Ler sempre as instruções de uso do fabricante RUD.0 5. G Fabricados em aço Cr.5 2.2 4.63t WPPH-B-1.0(6.0(6.0(6.2 0.5 2.

G Mola também reduz a vibração induzida por ruídos. Os ressaltos distanciadores (patenteados) permitem atingir um perfeito passe de raiz na soldagem.8 Ref. -Os dois ressaltos de proteção (dentro da base). uma característica da linha VIP. G Formato ergonômico e compacto. G Alça forjada de acordo com norma EN 1677. 100% testada contra a presença de trincas. (Ver pág 13) G Fácil e Rápido de soldar.35 0.0570 (St 52-3) claramente marcada com a Carga de Trabalho.5 26 33 46 60 60 90 87 112 157 173 243 14 18 24 26.9 6.9 2. na cor epóxi Pink.: sem mola 79 79 79 79 79 93 93 93 93 93 115 116 117 118 041 VLBS VLBS VLBS VLBS VLBS 1.5 26. e deve ser própria para uso externo. grau 8.8 1. além de proteger a base do olhal.Olhal de içamento – VLBS Soldável Cumpre com as diretrizes de Maquinaria 98/37/CE e fator dnça egura s alquer em quo ã direç 180° ajustável F base soldável mola de travamento Modelo CMT (t) 1.5 16.5 40 65 84 117 126 174 HV 5 + 3 HV 8 + 3 HV 12 + 4 HV 16 + 4 HV 25 + 6 G O novo VLBS forjado em aço de alta qualidade CrNiMo . Cumpre com as exigências das mais rígidas normas européias. são patenteados e melhoram as conexões com acessórios. G Importante: Cumpre todos os requisitos existentes na norma DIN 18800. 26 .: completo 79 79 79 79 93 035 93 036 93 037 93 040 -- Ref. G Características distintas do modelo LBS-U: A mola mantém a alça sempre na posição desejada. G Base forjada.-Nr.7 10 16 32 42 61 75 95 A B C D E ØF G H Solda Peso (kg) 0. que tem como uma das propriedades indicar a temperatura a que o olhal foi submetido. G Alta resistência dinâmica e estática.5 4 6.7 10 16 66 87 115 129 190 38 51 67 67 100 25 32 44 55 69 40 52 73 71 105 13.5 22. por exemplo: uma solda deve evitar corrosão do produto. feita do material 1.-Nr. oferece inúmeras vantagens: -Carga de Trabalho até 50% maior.com um desenho inovador. -Pintura Epóxi Pink.5 4 6.

veículos Ref. = 10. Pontos de amarração em veículos pesados Outros olhais com capacidades em “daN” Fabricados segundo a norma ISO. em operação permanente até a temperatura de 400°C.5 33 46 60 69 87 125 HV 5 + 3 HV 8 + 3 HV 12 + 4 51 630* 51 740* 53 377 LBS ( ) Versão RS Base e anel fabricados no material 1. petrolífera e têxtil.5 22. Sujeito a alterações técnicas.3 0.000 daN.ponto de amarração de gravadas.4571= Depois de soldada. veja desenho: possibilidade de conectar a perfis laterais ou longitudinais.4571 Modelo CMT (T) 0.5 LBS (3) RS 1 LBS (5) RS 2 * Sem mola 32 42 61 65 85 110 36 50 65 25 31 44 39 50 72 13.6 1. força de amarração.4571 é amplamente utilizado na indústria química. sob consulta. deve resistir a corrosão.6 Ref-Nr LBS (1) RS 0. aumentou bastante devido a presença do Molibdênio. 27 .5 16.5 1 2 A B C D E ØF G H Solda Peso (kg) 0.Olhal de içamento – LBS-RS – inoxidável Soldável Cumpre com as diretrizes de Maquinaria 98/37/CE 180° ajustável mola de travamento base soldável Ressaltos distanciadores Material Nr.4571 Eletrodo recomendado para soldagem: Castolin ARC A Mo 90009N Exemplos de Aplicação: 1. Exemplo: RORO . A resistência à ataques químicos e a resistência a compostos clorados. 1.-Nr 7983031 Máx. O material 1.

-Nr. G A base soldável é feita do material St.8 61 757 28 . A alça pode ser deitada.1 2. Proporciona o suporte necessário para a alça e facilita o engate de ganchos na posição de 45°. Atenção: Ler sempre as instruções de soldagem do fabricante RUD.5 + 3 HV 6 + 4 HV 8. G Cumpre todos os requisitos existentes na norma DIN 18800. 100% testada contra presença de trincas. quando não está em uso. RBSB Modelo CMT (t) Solda A B C D E F O P T HV + a Peso (kg) Ref. G Alça forjada de acordo com norma EN 1677-1. G Protege a carga de danos causados pelo gancho.: RBSB 5 5 80 20 36 60 164 92 23 21 84 HV 5 + 3 1.0 85. com pintura Epóxi Pink.6 19. G Os ressaltos distanciadores (patenteados) permitem atingir um perfeito passe de raiz na soldagem. G Suporta grandes esforços estáticos e dinâmicos. 52-3N (S355J2+N) com sua carga de trabalho gravada.5 + 4 HV 15 + 4 HV 25 + 8 79 92 488 79 92 489 79 92 490 79 92 491 60267 56 834 G Melhor distribuição da tensão. G Possui perfil baixo. devido aos dois pontos de fixação.: VRBS 4 VRBS 6. por exemplo: uma solda deve evitar corrosão do produto e deve ser própria para uso externo. Aplicações do RBSB G Este olhal soldável com limitador de movimento está disponível para containers EHB e máquinas.0 Ref.VRBS/RBSB Soldável Cumpre com as diretrizes de Maquinaria 98/37/CE e fator dnça gura se 180° ajustável alquer em quo direçã X base soldável Ressaltos distanciadores Modelo CMT (t) 4 6.7 VRBS 10 VRBS 16 VRBS 30 VRBS 50 62 88 100 130 160 240 16 20 22 30 42 70 28 39 46 57 78 120 48 60 65 90 130 230 135 170 195 265 375 620 71 91 100 134 195 340 17 23 28 36 47 65 77 101 106 147 220 380 14 15 22 28 37 – 65 84 95 127 178 313 HV 4 + 3 HV 5.8 2.8 6.Olhal de Içamento .7 10 16 30 50 A B C D E F O Q X T Solda HV + a Peso (kg) 0.-Nr. G O formato da alça é perfeitamente circular. A alça pode ser pedida separadamente.

G Para descrição técnica. Atenção: ler sempre as instruções de soldagem do fabricante RUD Alça VRL Olhal – VRL – integrado na peça final VRBS/VRBS(F) VRBS/VRBS(F) Mola Œ Sujeito a alterações técnicas 29 .6 Ref. a alça pode ser ajustada e guardada. na pág.-Nr.8 6.7 VRBSS 10 VRBSS 16 88 100 130 20 22 30 39 46 57 60 65 90 170 195 265 91 100 134 92 104 148 7 7 10 15 22 28 84 95 127 HV 5. reduzindo riscos de acidentes e acoplamento sem intenção com ganchos.5 + 4 79 92 875 79 92 876 79 92 877 G A mola 1 mantém a alça sempre na posição desejada.1 2. G A alça pode ser ajustada em várias posições sem derrubar a carga.5 + 3 HV 6 + 4 HV 8. G Após o içamento. Esta é uma importante exigência da norma RAG 815001. Também reduz vibração induzida por ruídos.: VRBSS 6. 28. ver modelo VRBS.7 10 16 A B C D E F G L H L X T Solda HV + a Peso (kg) 2.Olhal de Içamento com dispositivo de travamento VRBSS soldável Cumpre com as diretrizes de Maquinaria 98/37/CE e fator dnça gura se alquer em quo direçã 180° ajustável X Modelo CMT (t) 6.

G Máxima Carga de trabalho em qualquer direção. 30 .3 Ref. devido aos dois pontos de fixação.7 10 A 32 37 50 B 16 20 22 C 30 35 48 D 48 60 65 E 138 176 208 F 30 34 46 T 67 86 100 Solda HV 4 + 3 HV 5 + 3 HV 8 + 3 Peso (kg) 1. .Olhal de içamento para cantos de 90° . pois ao invés de instalar um olhal no topo e um na lateral. G Alça forjada de acordo com norma EN 1677-1. G Sua base soldável é fabricada em aço St 52-3 (1.0570) gravada com sua respectiva Carga de Trabalho (t). o VRBK pode ser utilizado em ambas as direções. G Fator de segurança 4:1.-No. G Melhor distribuição da tensão. 100% testada contra presença de trincas.7 VRBK 10 CMT (t) 4 6. A alça pode ser pedida separadamente. o número de olhais é reduzido. G De perfil baixo e ajustável a 270°. como por exemplo VRL-10.: 79 92 879 79 92 880 79 92 881 Alça forjada do modelo VRBK é temperada e revenida. G Ao soldá-lo em um canto.VRBK Soldável Cumpre com as diretrizes de Maquinaria 98/37/CE e fator dnça ra segu alque em quo çã dire r VRBK 270° ajust ável Modelo VRBK 4 VRBK 6.1 4. com pintura Epóxi Pink.1 2.

4 14.5 Ref. VCGH-S / Soldável Gancho “EXCAVATOR” utilizado como ponto de içamento para travessões.9 Ref. G A curvatura do gancho é mais pronunciada para dar-lhe maior robustez e garantir um engate seguro.1 5.5t 4t 6.5 11 13 78 101 122 156 117 148 171 208 70 85 104 120 38 49 59 70 3 3 4 5 7991208 7991209 7991210 8502239 G Trava de segurança extremamente robusta. impedindo a conexão de componentes errados. sistema de elevação com alça ou olhal. 31 . lingas tipo cesto. G Indicador de sobrecarga. lingas de cabo de aço.: VCGH-S 16 VCGH-S 20 VCGH-S 22 48 63 63 15 20 20 141 187 195 200 272 276 220 288 292 100 120 120 70 87 92 8 8 8 7984047 7984310 7984312 G Trava de segurança extremamente robusta.5t 2.8 1. G Soldá-lo preferivelmente na direção de tração. G Faixa de ângulo permitida para trabalho: 120º G Máximo ângulo permitido no sentido lateral: 45º A F alquer em quo ã direç L L M W L C L L L L Marcas guias para determinar sobrecarga Modelo CMT (t) 1. G Tratamento superficial: Fosfatizado.7 120 ° I B 45° 45° L Marcas para deter- minar o desgaste MW A B C F I Solda Peso (kg) 0. impedindo a conexão de componentes errados. lingas de cabo de aço. G Marcas de desgaste patenteadas.: VABH-W VABH-W VABH-W VABH-W 25 30 35 40 7.VABH-W Soldável Cumpre com as diretrizes de Maquinaria 98/37/CE e fator dnça egura s VABH-W Gancho “EXCAVATOR” utilizado como ponto de içamento para travessões. lingas tipo cesto. G Acabamento superficial: Fosfatizado.5 8. G Faixa de ângulo permitida para trabalho: 45º G Máximo ângulo permitido no sentido lateral: 15º fator de gurança se alquer em quo direçã Modelo CMT (t) 10 16 20 MW A B C D G I Solda Peso (kg) 5 8. G A ponta do gancho é mais pronunciada para dar-lhe maior robustez e garantir um engate seguro.-No.-No.7t 1. G A ponta do gancho evita usos impróprios.5 4 6. G Soldá-lo preferivelmente na direção de tração. sistema de elevação com alça ou olhal.8 3.Gancho “EXCAVATOR” VIP . G Design compacto e leve.5 2. G Indicador de sobrecarga. G Design compacto e leve. G A ponta do gancho evita usos impróprios.

) Para içamentos com 3 ou 4 ramais.0570). b. graxa. os olhais devem ser posicionados simetricamente ao redor do centro de gravidade da peça e no mesmo plano. G Os ressaltos distanciadores permitem atingir um perfeito passe de raiz na soldagem. pintura. Durante o manuseio de lingas e olhais. 5. evitando sinais de corrosão. G Nunca soldar a alça do olhal. Antes da instalação e durante o uso dos olhais RUD. Capacidade de carga A carga máxima do trabalho para cada olhal deve ser calculada.com 1. c. a solda deve ser feita com apenas um único cordão. pedimos que leiam as instruções de montagem do fabricante. G Pode-se submeter o conjunto completo até temperaturas de 600 ºC. sem produzir outros esforços.Instruções de uso para: Olhais aparafusáveis e soldáveis RUD. O olhal deve ser posicionado de tal forma que a carga permaneça equilibrada. as situações de retorcimento. trincas na solda e deformações.) Para içamentos com 2 ramais. devem estar livres de sujeira. Para a montagem dos olhais. os olhais devem ser posicionados em ambos os lados e acima do centro de gravidade da peça. G CMT = Carga máxima de trabalho G= Peso da carga a elevar N= Número de ramais efetivos β= Ângulo de inclinação de 1 Ramal individual. As zonas onde se colocam os olhais devem estar claramente identificadas. Evitar o contato dos meios de içamento e olhais com cantos vivos e arestas. 9. os seguintes requisitos devem ser cumpridos: A norma DIN 18800 de estruturas metálicas prescreve: Para os ambientes exteriores. atentando para pontos de corrosão. CMT n cos 6. a Carga de Trabalho deve ser reduzida de acordo com a seguinte tabela: 8. deve ser capaz de suportar as forças as quais vai ser submetido. desgaste. ou ao ar livre. a. Os pontos onde serão instalados os olhais deverão ser escolhidos de forma tal que as forças sejam assimiladas pela peça içada sem deformá-la. G O material sobre o qual vai se soldar o olhal.rud. 32 . fornecidas sempre com cada produto. G Todas as peças a serem soldadas. Ao realizar o processo de solda nos VLBS o cordão HV permite uma fusão em toda seção do material. ou em caso de perigo de corrosão. Este proceszso não diminui a carga de trabalho. Manter os olhais RUD protegidos contra agentes agressivos como: agentes químicos. e estar de acordo com as normas EN 287-1 ou AWS. etc. Nas versões aparafusáveis.) Para içamentos com 1 ramal. Efeitos da Temperatura: Os olhais soldáveis. deve-se realizar inspeções em intervalos regulares. 3. RBS e RBK podem sofrer alívio de tensões em temperaturas de até 600 ° C. etc. Redução de Carga de Trabalho: VLBG/WBG-V/VRS/VRBG 100° à 200° C menos 15 % 200° à 250° C menos 20 % 250° à 350° C menos 25 % RS/WBG/PP 200° bis 300° C menos 10 % 300° bis 400° C menos 25 % O número efetivo de ramais. 10. 4. Para informações atualizadas visitar www. G Material do metal base deve ser no mínimo St 52-3 (1. que é temperada e revenida. 2. baseado nas fórmulas físicas para cargas simétricas e assimétricas. que não há redução na carga de trabalho. agentes ácidos e seus vapores. Os olhais de içamento devem ser usados de acordo com as normas de segurança (NR e BGR500) e a instalação e uso deve ser realizado por profissional competente e capacitado.4 ramais Carga simétrica 2 3 Assimétrica 1 2 7. trancos e impactos devem ser evitadas. G A soldagem deve ser realizada por um soldador qualificado. Soldáveis: Pedimos para que prestem atenção às seguintes regras ao realizar a soldagem dos olhais. Importante: Segundo os procedimentos de solda. modelos LBS. o olhal deve ser posicionado verticalmente no centro de gravidade da peça. é determinado da seguinte forma: Linga de 2 ramais Linga de 3 .

5 mm max. a rosca deve ser projetada de modo que a carga máxima de trabalho do olhal possa ser mantida. 1. Critérios de inspeção: G Comprovar que o parafuso está totalmente rosqueado e em contato com a superfície da peça. porcas e roscas.5 mm max. 1. 4. Para alumínio. devido impactos.25 x M 2xM Para aço (M= tamanho de rosca.0037 ) Ler sempre as instruções do fabricante..-4t – 8t WBG-V 0.0 WBG-V 3. 3. G Com alumínio. conforme tabela abaixo. tamanho de rosca.0 WBG 8 – 35 max. G Assegurar-se de que os olhais mantém todos os seus componentes originais.45 WBG-V 0. vibrações ou tombamentos. os olhais citados devem ser retirados de operação. WPP/PP-. trincas. No caso desta abertura ser excedida.2 mm max.5t WPP/PP-. G Os giros dos olhais devem ser uniformes. A qualidade mínima do material em que pode ser rosqueado St 37-2 (1.Instruções de uso para: Olhais aparafusáveis e soldáveis RUD.5 mm max.63t – 2. Aparafusáveis: G O passo da rosca deve ser feito de tal forma que as forças aplicadas sejam absorvidas sem problemas pelo material a ser içado. comprimento e qualidade sejam os apropriados para o material a ser elevado e o tipo de manobra realizada com a carga. Principalmente nas zonas de desgaste. G Comprovar que o tamanho de rosca. O desgaste da seção não deve ser superior a 10% do diâmetro da seção transversal. poros.6 – 2. com uma carga mínima de ruptura de 2000 kN. 33 . danos na solda. G Nos modelos PP. únicas para cada produto.-0. i o Respees de uso f nte.0 mm max. WBG-V e WBG. checar abertura máxima “S”. G A utilização de parafusos especiais mais compridos no WBG-V só é permitida se for homologada pelo fabricante. como por exemplo “Loctite” (respeitando as especificações do fabricante).3 – 0.0 mm S Tipo Abertura “S” UD! zar *Utili originais R sos u paraf ção! Atenempre os s Armazenamento correto de olhais e lingas Carga de ruptura Controle de qualidade na RUD Ensaio de ruptura de um RBS de 50t da RUD. G A RUD não garante nenhum produto que seja utilizado sem os parafusos originais RUD. e que a Carga de Trabalho. ferro fundido entre outros metais não ferrosos. 1xM 1. recomenda-se o uso de sistemas de fixação. struçõ elo fabrica in p cidas ! e ção s Attansempre aner r G Para evitar afrouxamento involuntário. Armazenamento correto de olhais e lingas (BGR 500). e sem solavancos. 2. Deve-se prestar atenção especial nos parafusos. tais como: corrosão.5 – 5. nº de série e marca do fabricante estão claramente visíveis. exemplo M 20) Para ferro fundido. entalhes ou deformações. 1. G Inspecionar periodicamente os possíveis problemas que podem ocorrer..

bzw e) fläch rseit Beifahreanlegen! 80° 70° 60° L 70° tlung .. ® Capacidade de amarração segundo nova norma DIN/EN 12195-3. kelermit r parallel Zur Win esse Winkelm enkante Lade . desde 3. fläche (Fah e) rseit Beifahre ! anlegen 60° 45° 40° 50° 30° 20° 10° n! g anlege ttenstran nte an Ke 30° diese Ka tlung .000 daN até 20. 1 ..000 daN. zur Auß e (Fahrer... lermit Zur Winke 20° 10° 0° L 40° 45° 50° Ultra leves e extremamente resistentes.uma crescente necessidade! 34 . A melhor solução possível para fixar sua carga.bzw.Sistemas de amarração VIP em grau de qualidade 10 lhor …me mercado! do 90° 90° 80° 90° 90° 80° 70° 80° 60° 50° 45° 40° 30° 10° 20° 10° 0° 20° 70° 60° 50° 45° 40° 30° tlung . Escolha Nro. kelermit llel Zur Win esser para Winkelm nte Ladeenka zur Auß rer.

In di ca do rd e so br ec ar ga VI P aç ão e ca lii br den aç tif ão ic a de ac Pl PVI Ga nc ho Co br aV IP pec go es catálogas pelo de lin Peça Gan cho ífico de fun diç ão VIP El o Pr in c ip a lV IP Elo de Bala nc carg eador as V de IP conex ão dir e ta VIP Ga rra en cu rta do ra VIP ELO Final VIP Sistema Mecano . Iso o El de o iã un P VI Co ne ct or gi ra r ado urt enc cho VIP Gan tó rio VI P Ga nc ho Au ec Con to Gancho má tor tic VIP o e contein VIP para VI par P çam a ca bas r Alguns dos olhais RUD la nt e el ét ric o VI P 35 .RUD em qualidade especial VIP – Grau 10 A melhor escolha a longo prazo.

www.fr Romênia RUD Florian Rieger SRL www.rud.com Brasil RUD Correntes Industriais LTDA www. RUD Correntes Industriais LTDA Rua Andreas Florian Rieger.kettenunion. Alemanha RUD Ketten Rieger & Dietz GmbH u.br BRASIL Um grupo Global.br rud@rud.com.de Austrália RUD Chains Pty.erlau. www.rud.com.au China RUD Beijing Nodding Ind.co.: + 55 11 4723-4949 www.Tradição em Liderança .com Finlândia Erlatek OY www. 381 Mogi das Cruzes .herfurth-engelke.com.rudchain.ro Índia RUD India Office www.rud. ltd.rud.ch .rud. www. www.cn Estados Unidos RUD Chain Inc.net.br Alemanha Herfurth & Engelke www. www.com Representante: Grã-Bretanha RUD Chains LTD.fi França RCF sarl www.: + 55 11 4723-4944 Fax.rud. Co.com.com Alemanha Erlau AG www.rud.rud.rud.CEP: 08745-260 Tel.uk Suiça Union GmbH Qualitätsketten www...desde 1875.erlatek.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful