“ASPECTOS DA CULTURA, ESPORTE, LAZER, TURISMO E EDUCAÇÃO: SUBSÍDIOS PARA A ELABORAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO”

Figura: Casa de Chico Mendes. Foto: Sileno Dias, 2009.

Figura: Praça de São Sebastião. Foto: Sileno Dias, 2009.

Figura: Rio Acre. Foto: Sileno Dias, 2009.

Figura: Igreja de São Sebastião. Foto: Sileno Dias, 2009.

Rio Branco – Acre Dezembro 2009

PREFEITURA MUNICIPAL DE XAPURI

Francisco Ubiracy Machado de Vasconcelos Prefeito Eriberto Brilhante da Mota Vice-Prefeito

CONDIAC

Joais da Silva dos Santos Presidente – Prefeitura Municipal de Capixaba José Ronaldo Pessoa Pereira Vice-Presidente – Prefeitura Municipal de Epitaciolândia Silton Gonçalves de Melo Secretário Executivo

EQUIPE

Adair Pereira Duarte Tecnólogo em Gestão Ambiental Frank Oliveira Arcos Geógrafo Márcia da Rocha Garcia Graduanda em História Sileno Dias Técnico em Agropecuária

REVISÃO GRAMATICAL E ORTOGRÁFICA Profª Maise Rodrigues da Silva Chaves

COORDENAÇÃO

Hilza Domingos Silva dos Santos Arcos Geógrafa – CREA Nº 8310/D-AC

ASPECTOS DA CULTURA, ESPORTE, LAZER, TURISMO E EDUCAÇÃO: SUBSÍDIOS PARA A ELABORAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE XAPURI/AC.

SUMÁRIO
APRESENTAÇÃO............................................................................................. 7 1. INTRODUÇÃO ............................................................................................ 8 2. REFERENCIAL TEÓRICO E CONCEITUAL ............................................................ 9 2.1 ASPECTOS DA CULTURA ................................................................................ 9 2.2 ASPECTOS DO ESPORTE ............................................................................... 10 2.3 ASPECTOS DO LAZER .................................................................................. 11 2.4 ASPECTOS DO TURISMO ............................................................................... 11 2.5 ASPECTOS DA EDUCAÇÃO ............................................................................. 15 2.6 PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO ...................................................................... 15 3. METODOLOGIA DO TRABALHO ...................................................................... 16 3.1 GENÉRICA .............................................................................................16 3.2 LEVANTAMENTO DE DADOS ............................................................................ 17 3.3 OUVIDORIA ............................................................................................17 3.4 SISTEMATIZAÇÃO , ANÁLISE E INTERPRETAÇÃO DOS DADOS COLETADOS ...............................17 3.5 PROPOSIÇÕES ......................................................................................... 18 4. CARACTERIZAÇÃO DA ÁREA DE ESTUDO ..........................................................18 5. O CENÁRIO DOS ASPECTOS DA CULTURA, ESPORTE, LAZER, TURISMO E EDUCAÇÃO DO MUNICÍPIO DE XAPURI ................................................................................ 20 5.1 CULTURA ..............................................................................................21 5.2 ESPORTE ..............................................................................................27 5.3 LAZER ................................................................................................. 29 5.4 TURISMO ..............................................................................................30 5.5 EDUCAÇÃO ............................................................................................31 6. CONSIDERAÇÕES FINAIS .............................................................................. 35 6.1 PROPOSIÇÕES ......................................................................................... 36 7 – REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS..................................................................... 38 8 – ANEXO ................................................................................................... 39

ASPECTOS DA CULTURA, ESPORTE, LAZER, TURISMO E EDUCAÇÃO: SUBSÍDIOS PARA A ELABORAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE XAPURI/AC.

LISTA DE FIGURAS

FIGURA 1. MÉTODO PROJECT MANAGEMENT BODY OF KNOWLEDGE, PMBOK ............... 16 FIGURA 2. MUNICÍPIO DE XAPURI ...................................................................... 18 FIGURA 3. PLANTA URBANA DE XAPURI ..............................................................19 FIGURA 4. ESPACIALIZAÇÃO DOS AMBIENTES DE CULTURA, ESPORTE, LAZER, TURISMO E EDUCAÇÃO ................................................................................... 21 FIGURA 5. IGREJA DE SÃO SEBASTIÃO ................................................................23 FIGURA 6. CAPELA DE N.S. CONCEIÇÃO E SÃO FRANCISCO, IGREJAS (CONGREGAÇÃO CRISTÃ NO BRASIL, ASSEMBLÉIA DE DEUS CONGREGAÇÃO NOVA JERUSALÉM E BATISTA REGULAR BEREANA) ............................................................23 FIGURA 7. RIOS ACRE E XAPURI ........................................................................ 24 FIGURA 8. PROCISSÃO DE SÃO SEBASTIÃO...........................................................25 FIGURA 9. CASA DE CHICO MENDES ................................................................... 26 FIGURA 10. NÚCLEO DE ESPORTE E LAZER MUNICIPAL DE XAPURI.............................27 FIGURA 11. FUNDAÇÃO CHICO MENDES, CASA BRANCA, MUSEU DE XAPURI, PAINEL DOS MÁRTIRES ................................................................................... 30

ASPECTOS DA CULTURA, ESPORTE, LAZER, TURISMO E EDUCAÇÃO: SUBSÍDIOS PARA A ELABORAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE XAPURI/AC.

LISTA DE QUADROS

QUADRO 1. DETALHAMENTO DAS AÇÕES DE ESPORTE E LAZER ................................28 QUADRO 2. DETALHAMENTO DAS AÇÕES DE LAZER .............................................. 29 QUADRO 3. IDENTIFICAÇÃO DOS ESTABELECIMENTOS DE ENSINO..............................31 QUADRO 4. FORMAÇÃO DOS DOCENTES DAS ESCOLAS URBANAS DE XAPURI ................ 33 QUADRO 5. INFRAESTRUTURA DAS ESCOLAS URBANAS DE XAPURI ............................34

LISTA DE GRÁFICOS

GRÁFICO 1. Nº DE MATRICULADOS E EVASÃO EM 2008 ........................................... 32 GRÁFICO 2. Nº DE PESSOAL DE APOIO 2008/2009 ................................................. 33

ASPECTOS DA CULTURA, ESPORTE, LAZER, TURISMO E EDUCAÇÃO: SUBSÍDIOS PARA A ELABORAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE XAPURI/AC.

APRESENTAÇÃO

O Diagnóstico dos Aspectos da Cultura, Esporte, Lazer, Turismo e Educação subsidiará na elaboração do Plano Diretor Participativo do Município de Xapuri/AC. A execução desta atividade é financiada, através do convênio celebrado entre CARE Brasil e Consórcio de Desenvolvimento Intermunicipal do Alto Acre e Capixaba CONDIAC. Este é formado pelos municípios (Assis Brasil, Brasiléia, Epitaciolândia, Xapuri e Capixaba) que compõe o Território de Desenvolvimento Rural Sustentável do Alto Acre e Capixaba, denominado também, como Território da Cidadania do Alto Acre e Capixaba. Tem por objetivo a gestão das Políticas Públicas implementadas no Território. O CONDIAC é representado pelos prefeitos, Câmaras Municipais - membros do Conselho Fiscal e os parceiros participam do Conselho Consultivo – composto pelas organizações da sociedade civil e do poder público do Estado do Acre. Em julho de 2006, o CONDIAC lançou no Território do Alto Acre e Capixaba, à elaboração do Plano Diretor Participativo – PDP, nos municípios de Assis Brasil, Brasiléia, Epitaciolândia, Xapuri e Capixaba. Sendo finalizada a primeira fase leitura da cidade, em setembro de 2006 com a elaboração de uma cartilha.

ASPECTOS DA CULTURA, ESPORTE, LAZER, TURISMO E EDUCAÇÃO: SUBSÍDIOS PARA A ELABORAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE XAPURI/AC.

1. Introdução

Este relatório tem por finalidade apresentar os resultados do Diagnóstico dos Aspectos da Cultura, Esporte, Lazer, Turismo e Educação: subsídios para elaboração do Plano Diretor Participativo, do município de Xapuri/AC, isto é, uma forma de identificar e registrar os bens culturais constitutivos de um patrimônio social e da educação. O Plano Diretor é instrumento básico da política de desenvolvimento e expansão urbana no âmbito municipal, o qual direciona a forma de desenvolvimento, numa visão de cidade coletivamente construída e tendo como princípios uma melhor qualidade de vida e a preservação dos recursos naturais. O trabalho está dividido em três partes, a primeira parte discutiu sobre o referencial teórico e conceitual de cada tema (cultura, esporte, lazer, turismo e educação), a segunda parte, trata da caracterização da área de estudo e, por último, discorre acerca dos resultados obtidos com o trabalho de pesquisa.

ASPECTOS DA CULTURA, ESPORTE, LAZER, TURISMO E EDUCAÇÃO: SUBSÍDIOS PARA A ELABORAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE XAPURI/AC.

2. Referencial Teórico e Conceitual 2.1 Aspectos da Cultura No referencial teórico e conceitual identificamos os aspectos da Cultura, os quais envolvem o Patrimônio Histórico e Natural, do Esporte, Lazer, Turismo e da Educação e, por fim discorremos sobre o Plano Diretor Participativo.

Patrimônio Histórico e Natural A cultura é todo o comportamento aprendido, tudo aquilo que independe de uma transmissão genética. Taylor considera inexorável o antecedente histórico, de onde derivam os termos Kulter (Germânico) e Civilization (Francês), que em seu amplo sentido é este todo complexo que inclui conhecimentos, crenças, arte, moral, leis, costumes ou qualquer outra capacidade ou hábitos adquiridos pelo homem como membro de uma sociedade (TAYLOR apud LARAIA, 1993). O Patrimônio Histórico e Natural, sejam os bens de natureza material ou imaterial, representam a expressão no campo da cultura, das diferentes formas de apropriação do território e de construção das identidades pela sociedade, em um determinado tempo e espaço. Consoante, a cultura é um pilar social sobre o qual se apóia a cidadania de um povo. (grifo nosso). Todavia, o Patrimônio de uma sociedade é formado por uma série de bens, hábitos, usos e costumes, crenças e formas de vida cotidiana, além das edificações, monumentos e obras de arte de todos os segmentos que compõe a sociedade, como também bens naturais, ou paisagísticos de aspecto excepcional, de acordo com as variáveis: espaço/temporal (ZEE, 2006). A cultura é o fator que dá unidade a uma sociedade permitindo que a reunião dos elementos que a compõem torne-se retrato do meio social. O estabelecimento da relação da cultura com a geografia promove universos culturais distintos, pois cada local demanda formas específicas de envolvimento com o seu meio, conferindo à cultura, nas suas diferentes concepções, uma espacialidade própria e, consequentemente tornando-a identidade do local onde está presente. Contudo, existem vários mecanismos que viabilizam as manifestações culturais nas variadas sociedades, garantindo assim, a valorização e a

ASPECTOS DA CULTURA, ESPORTE, LAZER, TURISMO E EDUCAÇÃO: SUBSÍDIOS PARA A ELABORAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE XAPURI/AC.

preservação da cultura em suas diferentes formas de expressão. Para tanto, a criação de Leis de Incentivo a Cultura são resultados de políticas culturais de parcerias entre o Estado, os produtores culturais e a iniciativa privada para financiar atividades culturais e artísticas, apoiadas no modelo de renúncia fiscal atrelada ao investimento nessas áreas.

Patrimônio Natural e Arqueológico Segundo Pellegrini Filho (1997) aponta que a noção moderna de patrimônio cultural vai além da questão arquitetônica, incluindo produtos do sentir, do pensar e do agir humanos, manifestadas também por meio de inscrições de povos préhistóricos, sítios arqueológicos e objetos nele pesquisados, peças de valor etnológico, dentre outros. O patrimônio arqueológico compreende a porção do patrimônio material que fornecem conhecimento das populações primárias. É tido como um recurso cultural frágil e não renovável. Por isso sua proteção deve fundamentar-se no conhecimento. Assim sua proteção constitui uma obrigação moral do ser humano. Portanto, diante de um mundo globalizado, a importância da valorização da cultura é a preservação da identidade, posto que a perda da identidade cultural pode esvaziar o homem e torná-lo sem motivação para transmitir seus valores. A legislação deve garantir a conservação do Patrimônio Cultural da sociedade. No Brasil o órgão nacional encarregado de promover a proteção patrimonial é o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – IPHAN, criado em 1937 (tendo, ao longo da história, recebido outras denominações e sofrido diversas alterações em seu status administrativo), contando em sua origem com a participação direta do escritor Mário de Andrade. 2.2 Aspectos do Esporte Segundo a Constituição Federal, no artigo 6º, “são direitos sociais a educação, a saúde, o trabalho, a moradia, o lazer, a segurança, a previdência social, a proteção à maternidade e à infância, a assistência aos desamparados, (...)".

ASPECTOS DA CULTURA, ESPORTE, LAZER, TURISMO E EDUCAÇÃO: SUBSÍDIOS PARA A ELABORAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE XAPURI/AC.

O Esporte, como conceito, é considerado uma atividade metódica e regular, que associa resultados concretos referentes à anatomia dos gestos e à mobilidade dos indivíduos. Esta é a conotação que podemos chamar de “Esporte de Alto Nível”, veiculada nas mídias em geral, representada por pessoas executando gestos extremamente mecanizados, uniformes, com certo gasto de energia para produzir um determinado tipo de movimento repetidas vezes. São gestos plásticos, muito organizados, moldados e com muitas regras, para que se possa obter algum resultado prático. A prática de esporte beneficia as pessoas e até mesmo a sociedade, posto que reduz a probabilidade de aparecimento de doenças, contribui para a formação física e psíquica, além de desenvolver e melhorar o corpo. Atualmente o Ministério do Esporte é responsável por construir uma Política Nacional de Esporte. Além de desenvolver o esporte de alto rendimento, o Ministério trabalha ações de inclusão social por meio do esporte, garantindo à população brasileira o acesso gratuito à prática esportiva, qualidade de vida e desenvolvimento humano. 2.3 Aspectos do Lazer Nas acepções teóricas do sociólogo francês Dumazedier (2000) “o lazer é um conjunto de ocupações às quais o indivíduo pode entregar-se de livre vontade, seja para repousar, seja para divertir-se, recrear-se e entreter-se, ou ainda, para desenvolver sua informação ou formação desinteressada, sua participação social voluntária ou sua livre capacidade criadora após livrar-se ou desembaraçar-se das obrigações profissionais, familiares e sociais". Para Oléias (2003) o lazer, em sua forma ideal, seria um instrumento de promoção social, servindo para: auxiliar no rompimento da alienação do trabalho, apresentando-se politicamente como um mecanismo inovador aos trabalhadores na medida em que estabelece novas perspectivas de relacionamento social; promover a integração do ser humano livremente no seu contexto social, onde este meio serviria para o desenvolvimento de sua capacidade crítica, criativa e

transformadora; e, proporcionar condições de bem-estar físico e mental do ser humano.

ASPECTOS DA CULTURA, ESPORTE, LAZER, TURISMO E EDUCAÇÃO: SUBSÍDIOS PARA A ELABORAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE XAPURI/AC.

Destacam-se dois aspectos do lazer: o da atitude, que considera o lazer como estilo de vida, portanto independente de um tempo determinado. Tanto as pessoas de elevado poder aquisitivo possuem estilo de vida quanto uma pessoa que vive em favela, por exemplo, claro que com meios diferentes uns dos outros; e o do tempo liberado do trabalho, das obrigações (familiares, sociais, religiosas), o "tempo livre". Logo o lazer como atitude é basicamente a satisfação provocada pela atividade vivida. Quando as pessoas buscam por espontaneidade. Já o conceito que envolve o lazer com um tempo determinado, explica que uma pessoa pode num certo período de tempo desenvolver mais de uma atividade; como por exemplo, ouvir música enquanto trabalha. Todavia, o desafio é descobrir o lazer dentro das atividades simples do diaa-dia e, assim melhorar a qualidade de vida do indivíduo. O trabalho estressante, a rotina diária e a falta de tempo fazem com que as pessoas deixem a própria saúde de lado, causando conseqüências agressivas ao organismo e provando que momentos de descontração são importantes para uma vida saudável. 2.4 Aspectos do Turismo O turismo é uma atividade que envolve o deslocamento de pessoas de um lugar para o outro. É uma mistura complexa de elementos materiais, que são os transportes, os alojamentos, as atrações e as diversões disponíveis, e dos fatores psicológicos, que seriam desde uma simples fuga, passando pela concretização de um sonho ou fantasia, até simplesmente a recreação, o descanso e incluindo ainda inúmeros interesses sociais, históricos, culturais e econômicos. Devido a esses elementos, cada vez mais pessoas em todo o mundo encontram nas viagens a melhor alternativa para preencher seu tempo livre. Daí as boas perspectivas para o turismo. Segundo Morais (2002) o “Turismo constitui-se numa atividade econômica que pertence ao setor terciário e compõe se em um conjunto de serviços que se

ASPECTOS DA CULTURA, ESPORTE, LAZER, TURISMO E EDUCAÇÃO: SUBSÍDIOS PARA A ELABORAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE XAPURI/AC.

vende aos turistas. Estes serviços constituem-se em: vias de acesso boas e bem sinalizadas, aos locais a serem visitados, transporte, meios de hospedagem, (hotéis, pensões, campings, pesque e pague etc), gastronomia (alimentação), locais para compras e entretenimento. Tais serviços estão necessariamente

interrelacionados de tal forma que a ausência de um deles pode inviabilizar a venda ou a prestação de todos os outros.” Do mesmo modo, o turismo pode ser visto como um conjunto de atividades realizadas pelas pessoas durante viagens em diferentes lugares, que não o seu habitat, com a finalidade de lazer, negócios ou outros motivos. O Ministério do Turismo tem o papel de desenvolver o turismo como uma atividade econômica sustentável, com papel relevante na geração de empregos e divisas, proporcionando a inclusão social. O Ministério do Turismo inova na condução de políticas públicas com um modelo de gestão descentralizado, orientado pelo pensamento estratégico. Assim, tendo à frente do planejamento do produto turístico pessoas conscientes da importância da história de uma população, haverá

desenvolvimento e portanto, é possível utilizar dessas ferramentas para que junto de um trabalho de educação e conscientização dos autóctones, se possibilite que os residentes se integrem às atividades turísticas e se familiarizem com uma nova forma de geração de trabalho, renda e desenvolvimento, assim é possível que se sintam partes integrantes dessa atividade que é o turismo. A identificação de atrativos turísticos, por sua vez, cria possibilidades para a revitalização da identidade cultural, da preservação dos bens

culturais e das mais ricas tradições. Posto que as atividades turísticas geram mecanismos de sustentabilidade e espaços propícios às expressões culturais. 2.5 Aspectos da Educação No sentido mais amplo, de acordo com Oliveira (2009) “educação é um processo de atuação de uma comunidade sobre o desenvolvimento do indivíduo a fim de que ele possa atuar em uma sociedade pronta para a busca da aceitação dos objetivos coletivos. Para tal educação, devemos considerar o homem no plano físico e intelectual consciente das possibilidades e limitações, capaz de

ASPECTOS DA CULTURA, ESPORTE, LAZER, TURISMO E EDUCAÇÃO: SUBSÍDIOS PARA A ELABORAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE XAPURI/AC.

compreender e refletir sobre a realidade do mundo que o cerca, devendo considerar seu papel de transformação social como uma sociedade que supere nos dias atuais a economia e a política, buscando solidariedade entre as pessoas, respeitando as diferenças individuais de cada um”. Segundo o dicionário Aurélio, “educação é o processo de desenvolvimento da capacidade física, intelectual e moral da criança e do ser humano em geral, visando à sua melhor integração individual e social”. Paulo Freire nos diz que “a educação tem caráter permanente”. Não há seres educados e não educados, estamos todos nos educando. Educação é um processo contínuo que orienta e conduz o indivíduo a novas descobertas a fim de tomar suas próprias decisões, dentro de suas capacidades. Educação é o desenvolvimento integral do indivíduo: corpo, mente, espírito, saúde, emoções, pensamentos, conhecimento, expressão, etc. Tudo em benefício da própria pessoa, e a serviço de seu protagonismo e autonomia. Mas também sua integração harmônica e construtiva com toda a sociedade. Todavia, a educação engloba os processos de ensinar e aprender, de ajuste e adaptação. É um fenômeno observado em qualquer sociedade e nos grupos constitutivos destas, responsável pela sua manutenção e perpetuação a partir da transposição, às gerações que se seguem, dos modos culturais de ser, estar e agir necessários à convivência e ao ajustamento de um membro no seu grupo ou sociedade. Certamente a educação faz a diferença, isto é, faz com que um povo adquira uma melhor consciência, detenha mais informação e, conseqüentemente, mais sabedoria. Constata-se que a maioria dos problemas começa pela falta de educação para todos, sendo este um desafio a ser enfrentado pelo governo, que tem investido fortemente nesta área, entendendo que somente investindo na educação pode-se criar quadros de excelência e competir de igual para igual com os países mais desenvolvidos do mundo.

ASPECTOS DA CULTURA, ESPORTE, LAZER, TURISMO E EDUCAÇÃO: SUBSÍDIOS PARA A ELABORAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE XAPURI/AC.

2.6 Plano Diretor Participativo O Plano Diretor Participativo é uma lei municipal que estabelece diretrizes para a ocupação da cidade. Ele deve identificar e analisar as características físicas, as atividades predominantes e as vocações da cidade, os problemas e as potencialidades. É um processo de discussão pública que analisa e avalia a cidade que temos para depois podermos formular a cidade que queremos. Desta forma, a prefeitura em conjunto com a sociedade, busca direcionar a forma de crescimento, conforme uma visão de cidade coletivamente construída e tendo como princípios uma melhor qualidade de vida e a preservação dos recursos naturais. Portanto, o Plano Diretor deve ser discutido e aprovado pela Câmara de Vereadores e sancionado pelo prefeito. O resultado, formalizado como

Lei Municipal é a expressão do pacto firmado entre a sociedade e os poderes Executivo e Legislativo.

ASPECTOS DA CULTURA, ESPORTE, LAZER, TURISMO E EDUCAÇÃO: SUBSÍDIOS PARA A ELABORAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE XAPURI/AC.

3. Metodologia do trabalho 3.1 Genérica A empresa K&S Consultoria e Serviços Empresariais Ltda adaptou a metodologia estabelecida pelo Project Management Institute, PMI ou Instituto de Gerenciamento de Projetos, através de seu PMBOK - Project Management Body of Knowledge (Guia de Conhecimentos sobre Gerenciamento de Projetos). A PMI é uma entidade sem fins lucrativos, tem sede nos Estados Unidos, na Pennsylvania, atualmente considerada como a maior organização mundial em gerenciamento e projetos. Com base nesta metodologia desenvolvemos o estudo, através de levantamento de dados para a geração de informações, obtido em três fases distintas, as quais denominadas: entradas, ferramentas e técnicas e saídas (figura 1).

É importante salientar que para cada atividade será realizada a mesma seqüência, de forma cíclica. A diferenciação é o que se considera como entrada (inputs), o que se utiliza como ferramentas ou técnicas para a execução das atividades e, as saídas resultantes (outputs). Entende-se como entradas ou inputs, os materiais utilizados como base para a execução dos trabalhos previstos para determinada atividade; as

ASPECTOS DA CULTURA, ESPORTE, LAZER, TURISMO E EDUCAÇÃO: SUBSÍDIOS PARA A ELABORAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE XAPURI/AC.

ferramentas e técnicas compreendem as ações que devem ser realizadas, isto é, a forma de como desenvolver as ações, através da utilização de ferramentas especificas, tais como: questionário, software, dentre outros; as saídas ou outputs são os resultados e/ou produtos obtidos, a partir do material de entrada, gerado por meio das ferramentas e técnicas utilizadas. Estas fases correspondem em termos genéricos, o meio de alcance dos resultados esperados em cada atividade prevista. 3.2 Levantamento de dados Esta fase consiste no levantamento de dados secundários, por meio da revisão bibliográfica e, primários com a realização da pesquisa de campo e entrevistas, no mês de julho de 2009. Foram feitas entrevistas junto aos responsáveis dos órgãos competentes, de acordo com as temáticas, abordando as questões relacionadas aos aspectos da cultura, esporte, lazer, turismo e educação, como por exemplo: tipos de patrimônio cultural, atividades esportivas, recreação, situação do quadro funcional das escolas, além de realizar o georreferenciamento dos locais em destaque. 3.3 Ouvidoria O Estatuto da Cidade determina que na construção do Plano Diretor Participativo, seja constituído um Núcleo Gestor composto por representantes dos Poderes Executivo, Legislativo e Sociedade Civil, que tem o papel de coordenar, acompanhar e implementar o Plano Diretor Participativo. A ouvidoria consiste em estabelecer um canal de comunicação com este núcleo gestor, desde o levantamento de dados, na geração de informações, conhecimentos e na elaboração das proposições. 3.4 Sistematização, análise e interpretação dos dados coletados A sistematização dos dados coletados permite a análise, interpretação e geração de informação. A qual retrata com precisão o quadro geral da situação dos aspectos da cultura, esporte, lazer, turismo e educação, tanto na identificação de potenciais, quanto nos desafios a serem superados, além disso, contribui com os

ASPECTOS DA CULTURA, ESPORTE, LAZER, TURISMO E EDUCAÇÃO: SUBSÍDIOS PARA A ELABORAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE XAPURI/AC.

resultados e proposições para o direcionamento de políticas públicas voltadas ao fortalecimento e dinamização dos aspectos supracitados. 3.5 Proposições As proposições transmitem pensamentos, isto é, afirmam fatos ou exprimem juízos que formamos a respeito de determinados entes. Nesta fase se prevê a apresentação, discussão, complementação e validação dos resultados obtidos. É importante destacar que todo o processo conta com a participação do

Núcleo Gestor e CONDIAC. 4. Caracterização da Área de Estudo O município de Xapuri está localizado a distância de 188 km da capital do Estado do Acre – Rio Branco. Limita-se com os municípios, sendo ao norte com Rio Branco, ao sul com Epitaciolândia, a leste com Capixaba, a oeste com Sena Madureira e a sudoeste com Brasiléia e departamento da Bolívia (IBGE, 2007). Seu nome deriva da tribo indígena xapurys, pois a região foi habitada por indígenas das tribos xapuris, catianas, moneteris e outras menos numerosas. A excursão de Manuel Urbano da Encarnação à foz do rio Xapuri, em 1861, foi o início da colonização. As terras, onde atualmente se localiza a cidade, eram de propriedade do cearense Manuel Raimundo, sendo transferidas para João Damasceno Girão e Benedito José Medeiros, em 1894 e 1898, respectivamente. Xapuri participou ativamente da independência do Acre, quando em 1902, integrava o Território das Colônias, ocupado por autoridades bolivianas que denominaram o local como Mariscal Sucre, somente em 1998, as tropas do coronel Plácido de Castro venceram a batalha. Em 1904, Xapuri transformou-se em vila e foi oficializada como município no dia 23 de outubro de 1912. Tem uma tradição de luta que vai da revolução acriana ao ambientalismo de Chico Mendes. O município possui uma área de 5.347 Km² (figura 2). Possui uma população de 14.314 habitantes, correspondendo a uma densidade demográfica de 2,67 hab/ Km² (IBGE, 2007).

ASPECTOS DA CULTURA, ESPORTE, LAZER, TURISMO E EDUCAÇÃO: SUBSÍDIOS PARA A ELABORAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE XAPURI/AC.

O estudo abrange a área urbana de Xapuri (figura 3) e entorno, para levantar a situação atual dos aspectos da Cultura, Esporte, Lazer, Turismo e Educação que subsidiará na elaboração do Plano Diretor Participativo do município.

ASPECTOS DA CULTURA, ESPORTE, LAZER, TURISMO E EDUCAÇÃO: SUBSÍDIOS PARA A ELABORAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE XAPURI/AC.

5. O Cenário dos Aspectos da Cultura, Esporte, Lazer, Turismo e Educação do município de Xapuri No levantamento de dados sobre os aspectos da Cultura, Esporte, Lazer, Turismo e Educação, examinou-se que as informações estão organizadas, na maioria dos casos, no entanto é imprescindível que os órgãos públicos mantenha uma rotina de sistematização dos dados para geração de informações, tendo em vista que ocorre uma rotatividade de pessoas que ocupam cargos administrativos temporários, de forma a garantir o registro histórico das ações desenvolvidas pelas entidades. A elaboração do Plano Diretor Participativo é fundamental como instrumento de ordenamento dos usos e atividades do município, onde se estabelece as condições para que a propriedade cumpra sua função social. Neste contexto, os dados levantados no diagnóstico para geração de informações devem ser precisos para se obter um retrato real da situação presente e possibilitar as proposições de políticas públicas de acordo com a demanda da sociedade e, assim garantir o desenvolvimento sustentável da cidade. Para tanto, a coleta de dados da pesquisa resulta em um entendimento de que os elementos a serem estudados sofrem por mudanças profundas diante da dinâmica do espaço-temporal, havendo a necessidade de traçar estratégias para potencializar as atividades em questão. Através da realização do diagnóstico é possível identificar os desafios e potencialidades, relacionados aos aspectos da Cultura, Esporte, Lazer, Turismo e Educação do espaço urbano de Xapuri e entorno, visando à melhoria da qualidade de vida dos moradores através da implantação de políticas públicas específicas que promova o desenvolvimento no âmbito: social, cultural, econômico, ambiental e político.

ASPECTOS DA CULTURA, ESPORTE, LAZER, TURISMO E EDUCAÇÃO: SUBSÍDIOS PARA A ELABORAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE XAPURI/AC.

5.1 Cultura Foram georreferenciado e espacializado os ambientes de Cultura, Esporte, Lazer, Turismo e Educação instalados no município de Xapuri, e elaborado o mapa de localização destes, ilustrados na figura 4:

ASPECTOS DA CULTURA, ESPORTE, LAZER, TURISMO E EDUCAÇÃO: SUBSÍDIOS PARA A ELABORAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE XAPURI/AC.

ASPECTOS DA CULTURA, ESPORTE, LAZER, TURISMO E EDUCAÇÃO: SUBSÍDIOS PARA A ELABORAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE XAPURI/AC.

Verificamos como Patrimônio Histórico o bem material, do tipo edificação, Igreja São Sebastião, Casa Branca, Museu da Casa Branca, Museu Chico Mendes, Casa de Chico Mendes e Painel dos Mártires, também são considerados como Equipamentos Culturais. A Igreja Católica, Apostólica e Romana, São Sebastião (figura 5), localizada no Centro de Xapuri, onde são organizados os eventos religiosos, principalmente a procissão do Padroeiro São Sebastião. Esta tem contribuído na formação e organização dos movimentos sociais, como por exemplo, as Comunidades Eclesiais de Base - CEBs.

Figura 5: Igreja São Sebastião. Foto: Hilza Arcos, 2009.

Foram localizadas outras Igrejas (figura 6) de várias denominações religiosas, tais como: Capela (Nossa Senhora da Conceição, Nossa Senhora da Conceição e São Felipe), Centro Comunitário Nossa Senhora de Guadalupe, Igrejas (São Sebastião, Adventista do Sétimo Dia, Assembléia de Deus, Assembléia de Deus Congregação Nova Jerusalém, Assembléia de Deus Ministério de Madureira, Batista regular, Congregação Cristã do Brasil, Deus é Amor, Quadrangular, Universal do Reino de Deus). É importante destacar que as Igrejas estão situadas nos bairros periféricos, bem próximas as residenciais e, em muitos casos tem provocado uma poluição sonora, e em conseqüência a esta situação tem desencadeado alguns conflitos na vizinhança.

ASPECTOS DA CULTURA, ESPORTE, LAZER, TURISMO E EDUCAÇÃO: SUBSÍDIOS PARA A ELABORAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE XAPURI/AC.

Figura 6: Capela N.S. Conceição e São Francisco, Igrejas (Congregação Cristã do Brasil, Assembléia de Deus Congregação Nova Jerusalém e Batista Regular Bereana. Foto: Sileno Dias, 2009.

Quanto ao aspecto cultural verificamos como patrimônio natural e arqueológico, do tipo bem natural e/ou arqueológico protegido, os rios Acre e Xapuri (figura 7) e a Cachoeira dos Padres.

Xapuri Acre

Figura 7: Rios Acre e Xapuri. Foto: Sileno Dias, 2009.

ASPECTOS DA CULTURA, ESPORTE, LAZER, TURISMO E EDUCAÇÃO: SUBSÍDIOS PARA A ELABORAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE XAPURI/AC.

O

Patrimônio Imaterial/Manifestações Culturais identificados foram:

eventos, artesanatos, culinárias, línguas ou dialetos, além do reconhecimento de personagens ou figuras de destaque, equipamentos culturais, atividades culturais programadas, meios de comunicação, dentre outros. Quanto aos eventos destacamos do tipo procissão, isto é, um cortejo religioso de caráter comemorativo, que ocorre anualmente, organizada pela Igreja Católica para celebrar o santo, São Sebastião - 20 de janeiro (figura 8) e São Francisco - 04 de outubro.

Figura 8: Procissão de São Sebastião. Foto: Sileno Dias, 2009.

Esta celebração já ocorre há 106 anos, ininterruptamente. A festa do padroeiro de Xapuri São Sebastião cresceu e extrapolou a esfera religiosa. Os dias de janeiro que antecedem o “Vinte”, como passou a ser chamada a data da grande procissão, são marcados pela chegada de uma grande multidão de romeiros, turistas e comerciantes à cidade, que por vezes triplicam o número de habitantes da zona urbana. Existem diversas manifestações culturais voltadas ao artesanato em: argila, sementes florestais, palha, na produção de biojóias, cestarias, fitoterápicos etc. Todavia nem todas as experiências estão organizadas, de forma que se identifiquem os artesãos e as organizações estabelecidas. Já em relação à culinária, destacam-se: a bebida (vinhos e licores) e a comida, os pratos típicos são a galinhas caipira e picante, tudo preparado de forma artesanal.

ASPECTOS DA CULTURA, ESPORTE, LAZER, TURISMO E EDUCAÇÃO: SUBSÍDIOS PARA A ELABORAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE XAPURI/AC.

Verificamos a existência de línguas ou dialetos, os bolivianos - castelhano, também denominado também de espanhol e brasileiros - português. Como personagens ou figuras de destaque, foram citados: Derci teles de Carvalho - a primeira mulher no Brasil, como presidente de Sindicato dos Trabalhadores Rurais e Francisco Alves Mendes Filho - sindicalista associado em 1988, e um grande defensor dos povos da floresta, conhecido como Chico Mendes. No que se refere ao Equipamento Cultural existe no município a Igreja São Sebastião, Casa Branca, Museu da Casa Branca, Museu Chico Mendes, Casa de Chico Mendes (figura 9). Nestes espaços são realizadas atividades, tais como: palestras, reuniões, cursos profissionalizantes. O processo de

tombamento da Casa de Chico Mendes foi apreciado por José Aguilera, arquiteto do IPHAN, que destacou a importância para o Acre deste patrimônio histórico, posto que está relacionada com a memória de um lugar e de uma pessoa que lutou em defesa da preservação da floresta, idéias estas amparadas mundialmente. As atividades culturais programadas que foram relacionadas são as seguintes:  Festa do padroeiro São Sebastião (20 de janeiro);  Aniversário de Xapuri (22 de março);  Festival de Quadrilha Junina Kachinguba (junho a julho);  Romaria ao São João do Guarani (24 de julho);  Carnaval fora de época de Xapuri (julho);  Floresta em Ritmo (agosto);  Festa de Início da Revolução Acriana (agosto)  Festival de Praia e Esportes de Xapuri (setembro);  Semana Chico Mendes (dezembro).
Figura 9: Casa de Chico Mendes. Foto: Sileno Dias, 2009.

ASPECTOS DA CULTURA, ESPORTE, LAZER, TURISMO E EDUCAÇÃO: SUBSÍDIOS PARA A ELABORAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE XAPURI/AC.

A Prefeitura Municipal participa e colabora em todos os eventos. Em alguns casos, o comércio local também contribui com doações para realização de atividades culturais. Os meios de comunicação instalados no município são: a emissora de televisão - Diretório da divulgação Social que apresenta uma programação local e estadual, e Rádio Educadora 6 de Agosto, mantidos pelo o estado. Contudo, foi verificado o tombamento da Casa de Chico Mendes, enquanto demais registro de legislações, no âmbito municipal, sobre a área cultural, especificamente, legislações para proteção do patrimônio

cultural, proteção ambiental, de incentivo à cultura e de criação de Conselhos Municipais na área da Cultura, ou outros tipos instrumentos legais na área, como decretos, Plano Diretor, dentre outros, não foram identificados. Em Xapuri também não já existe o registro organizado da existência de instituições ou entidades culturais do município, como associações, comunidades, cooperativas artísticas, núcleos, casa do artesão, escolas da área cultural, grupos de teatro, conjuntos musicais, corais, fanfarras, orquestras, bandas etc. Assim sendo, é importante criar um sistema para incorporar todas as informações relacionadas à cultura, e assim, manter um banco de dados sistematizado com o histórico de todas as ações desenvolvidas, no âmbito dos aspectos culturais, com a identificação das atividades, artistas, instituições e outros dados relevantes que possa facilitar na elaboração e implementação de políticas públicas voltadas para este setor. 5.2 Esporte Foram identificadas as atividades relacionadas ao Esporte e Lazer e Esporte Educacional, sendo que, não existe a modalidade de esporte de rendimento. Na figura 10, ilustramos o Núcleo de Esporte os.

ASPECTOS DA CULTURA, ESPORTE, LAZER, TURISMO E EDUCAÇÃO: SUBSÍDIOS PARA A ELABORAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE XAPURI/AC.

Figura 10: Núcleo de Esporte e Lazer de Xapuri. Foto: Sileno Dias, 2009.

Abaixo temos no quadro 1, os tipos de atividades esportivas desenvolvidas no município, o local onde ocorre, periodicidade, dentre outras informações.

Quadro 1 - DETALHAMENTO DAS AÇÕES DE ESPORTE E LAZER, E EDUCACIONAL Nome da Atividade Campeonato Futebol Campeonato Futsal Identificação esporte e lazer esporte e lazer Local Data em que ocorre Periodicidade Dia Horário Entidade mantenedora municipal e privado

Estádio

programado

anual

programado

programado

Ginásio

Programado e período escolar período escolar

anual

programado

programado

municipal e privado

Handebol, volei, futesal

Esporte educacional

Quadra da Escola

semanal

segunda a sexta-feira

diurno

municipal e estadual

Fonte: levantamento de campo, 2009.

Verificamos que as estruturas existentes para desenvolver as atividades esportivas, sejam de lazer ou educacional, estão atendendo as demandas da comunidade, embora 03 escolas não possuam quadra esportiva. É no ginásio onde acontece parte das atividades de esporte educacional e lazer. O estádio de futebol pode fomentar o esporte de rendimento, posto a existência de times informais que participam de campeonatos durante todo o ano.

ASPECTOS DA CULTURA, ESPORTE, LAZER, TURISMO E EDUCAÇÃO: SUBSÍDIOS PARA A ELABORAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE XAPURI/AC.

Evidencia-se que é preciso a construção e ampliação dos espaços para realização de atividades de esporte educacional e de lazer. No estado existe a Secretaria de Estado do Esporte, Turismo e Lazer – SETUL é o órgão responsável pela democratização do acesso à população ao esporte e lazer.

5.3 Lazer Quanto ao lazer (quadro 2), constatamos a existência de espaços para entretenimento da população, que ocorrem em diferentes períodos, sendo que a manutenção está sob a responsabilidade da iniciativa privada, municipal e federal.
Quadro 2 - DETALHAMENTO DAS AÇÕES DE LAZER Nome da Atividade Entretenimento Identificação Local Praça São Sebastião Praça Getulio Vargas Praça São Gabriel Praias dos Rios Acre e Xapuri, Inferno e do Zaire Bar Menezes Bar Tropical Data em que ocorre permanente Periodicidade Dia Horário Entidade mantenedora municipal

lazer

diário

todos

integral

Entretenimento Entretenimento

lazer lazer

permanente permanente

diário diário

todos todos

diurno diurno

privado privado

Entretenimento

lazer

permanente

semanal

sexta-feira a domingo programado sábado

diurno e noturno noturno noturno

municipal

Festa Festa

lazer lazer

programado permanente

semanal semanal

privado privado

Fonte: levantamento de campo, 2009.

Observamos que as alternativas de espaços para lazer identificados, tais como: praças, praias e bares são as opções disponíveis que atendem as necessidades da comunidade, no tocante a recreação, tendo em vista os diversos públicos (idosos, jovens, crianças etc.). É imprescindível, inserir no planejamento urbano, a construção de outros ambientes de lazer nas áreas periféricas da cidade, ou seja, que nos bairros possa ter praças, áreas verdes, dentre outros, isto é, espaços específicos para atender o público local. Todas estas ações são de extrema importância para melhorar a qualidade de vida da população, considerando que a urbanização de praças é um fator

ASPECTOS DA CULTURA, ESPORTE, LAZER, TURISMO E EDUCAÇÃO: SUBSÍDIOS PARA A ELABORAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE XAPURI/AC.

decisivo na valorização de áreas residenciais e no bem estar das pessoas, através da recreação, paisagismo e preservação ambiental. 5.4 Turismo O turismo permite dinamizar as atividades socioeconômicas tradicionais e valorizar as especificidades culturais locais, proporcionando oportunidades de geração de emprego, renda e desenvolvimento local. Quanto ao turismo destacamos em Xapuri, os principais atrativos turísticos (figura 11) identificados: Rios Acre e Xapuri; Cachoeira dos Padres; festas religiosas do padroeiro São Sebastião e São Francisco; o carnaval fora de época; os Museus de Xapuri e Antonio Zaire, Painel dos Mártires, Casa Branca, Fundação Chico Mendes, Casa de Chico Mendes, dentre outros.

Figura 11: Fundação Chico Mendes, Casa Branca, Museu de Xapuri, Painel dos Mártires. Foto: Sileno Dias, 2009.

ASPECTOS DA CULTURA, ESPORTE, LAZER, TURISMO E EDUCAÇÃO: SUBSÍDIOS PARA A ELABORAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE XAPURI/AC.

Constata-se

que

o

município

possui

um

grande

potencial

de

desenvolvimento turístico capaz de justificar investimentos, tendo em vista a diversidade de patrimônios históricos e naturais existentes. No entanto, para potencializar o turismo local identificamos vários elementos que devem ser considerados, como por exemplo, a oferta, a procura, a concorrência e as tendências do mercado, isto é, somente com uma avaliação precisa do potencial turístico é possível constituir uma base de decisão para os organismos de desenvolvimento, permitindo-lhes minimizar os riscos de

investimentos. Como nos elementos supracitados, verifica-se que é preciso ainda, fortes investimentos, tanto no que se refere à infraestrutura quanto na capacitação dos agentes locais, posto que os serviços oferecidos, como por exemplo, hotelaria, restaurantes, equipamentos, dentre outros, são incipientes para alavancar o turismo local. 5.5 Educação No tocante ao aspecto da Educação foram identificadas 08 escolas na área urbana do município de Xapuri, sendo 01 escola de ensino infantil, 05 escolas municipais e 02 estadual (quadro 3).

Quadro 3. Identificação dos Estabelecimentos de Ensino Escola Vanderlei Mario de Lima Escola Professora Rita Maia Escola Infantil Caminho do Saber Escola São João do Guarani Escola Estadual Divina Providência Escola Estadual Plácido de Castro Fundação Anthero Soares Bezerra Escola Latife Zaire Kalume
Fonte: levantamento de campo, 2009.

ASPECTOS DA CULTURA, ESPORTE, LAZER, TURISMO E EDUCAÇÃO: SUBSÍDIOS PARA A ELABORAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE XAPURI/AC.

É importante mencionar que, não foram disponibilizados os dados solicitados do ensino médio. No entanto as informações foram geradas, a partir dos dados disponíveis das outras categorias de ensino. No ano de 2008 foram matriculados 2.104 alunos e houve 281 evasões escolares (gráfico 1).

Este resultado demonstra a existência de crescente demanda de escolas para todos os níveis de ensino em todas as categorias. Entretanto, observa-se que existe um número considerável, isto é, mais de 50% de evasão escolar, principalmente no Ensino de Jovens e Adultos – EJA. Ao todo há 58 salas de aulas permanentes e 03 salas de aulas provisórias, totalizando 90 turmas, distribuídas nos turnos: matutino, vespertino e noturno. Quanto ao número de docentes, no total são 188, sendo 77 efetivos e 17 provisórios, em 2008, posto que para 2009 são 98 docentes, dos quais 91 são efetivos e 7 provisórios. Estes dados confirmam a crescente demanda de educação no município, portanto, é preciso estruturas físicas adequadas e de pessoal qualificado.

ASPECTOS DA CULTURA, ESPORTE, LAZER, TURISMO E EDUCAÇÃO: SUBSÍDIOS PARA A ELABORAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE XAPURI/AC.

No quadro 4, destaca-se a formação dos docentes das escolas existentes:
Quadro 4. Formação dos Docentes das Escolas Urbana de Xapuri-AC 2009 Ensino Médio 01 Ensino Superior Completo 76 Ensino Superior Incompleto 13 Pós Graduação 08

Em relação ao pessoal de apoio (gráfico 2) observamos que, em 2008 havia 89 e em 2009 diminuiu para 88 pessoas apoiando nas atividades educacionais, embora constatarmos o aumento de professores e, consequentemente o número de alunos em 2009.

ASPECTOS DA CULTURA, ESPORTE, LAZER, TURISMO E EDUCAÇÃO: SUBSÍDIOS PARA A ELABORAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE XAPURI/AC.

No quadro 5, abaixo ilustramos a infraestrutra das escolas urbana do município.
Quadro 5 - Infraestrutura das Escolas Urbana de Xapuri-AC Abastecimento de água Energia elétrica Laboratório de informática não tem Quadra de esporte não tem Laboratório de ciências

Escolas Escola Vanderlei Mario de Lima Escola Professora Rita Maia Escola Infantil Caminho do Saber Escola São João do Guarani Escola Estadual Divina Providência Escola Estadual Plácido de Castro Fundação Anthero Soares Bezerra Escola Latife Zaire Kalume

Biblioteca

Refeitório

x

x

não tem

não tem

x

x

x

x

não tem

x

x

x

x

x

x

não tem

não tem

não tem

x

x

x

não tem

não tem

não tem

não tem

x

x

x

x

x

x

x

x

x

x

x

x

não tem

x

x

x x

x x

x não tem

x não tem

não tem não tem

x x

x x

Fonte: Levantamento de campo, 2009.

Observa-se no quadro acima que, das 04 escolas, 05 têm biblioteca e laboratório de ciências, 03 têm laboratório de informática e 02 possui quadra de esporte, as demais não têm a infraestrutura adequada com os equipamentos necessários para desenvolver as atividades específicas. Todavia os gestores das escolas apontaram à necessidade de construção e ampliação de escolas; aumentar o número de salas de aulas, tendo em vista a demanda de número de vagas; climatização dos ambientes, construção de quadra coberta para as atividades físicas curriculares, isto é, esporte educacional; construção de refeitórios, implantação de laboratórios de ciências e informática; aquisição de mesas e banco para refeitórios, materiais pedagógicos. No município existe o ensino superior oferecido pela Universidade Federal do Acre – UFAC, funcionando em seu núcleo, com os cursos de graduação em Pedagogia, Biologia e Economia.

ASPECTOS DA CULTURA, ESPORTE, LAZER, TURISMO E EDUCAÇÃO: SUBSÍDIOS PARA A ELABORAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE XAPURI/AC.

6. Considerações Finais Este relatório compila as informações levantadas sobre os aspectos da cultura, esporte, lazer, turismo e educação, no município de Xapuri com objetivo de oferecer uma base para a elaboração do Plano Diretor Participativo, bem como, para o planejamento do uso do solo urbano, na conservação e uso sustentável dos recursos existentes. Os resultados apresentados aqui oferecem uma avaliação espacial e temporal da situação dos aspectos supracitados, do mesmo modo, uma visão geral das tendências atuais. Constata-se, que dada à localização geográfica do município de Xapuri, é importante que os gestores adotem uma abordagem territorial como referência para uma estratégia de desenvolvimento sustentável, tendo em vista, a rota que liga o Brasil ao Oceano Pacífico pela rodovia interoceânica, além disso, pelo patrimônio histórico e natural identificados. O município de Xapuri apresenta uma tendência potencial para

desenvolvimento socioeconômico e ambiental por meio das atividades turísticas, que devem ser “exploradas”, de maneira sustentável. Através da definição de políticas públicas adequadas é possível o desenvolvimento em todos os setores: cultura, esporte, lazer, turismo e educação que promova à cidadania e inclusão social, garantindo a população o bem estar e conservação dos recursos naturais. A referida pesquisa não teve problemas, inclusive pela predisposição dos gestores em fornecer os dados solicitados, fato este que contribuiu para o andamento das atividades planejadas e na riqueza de informações. Por fim, é importante a socialização e divulgação das informações obtidas para que a comunidade/população possa validar os resultados alcançados. A seguir apresentamos algumas proposições sob a ótica técnica para ser apresentada e ajustada, caso seja necessário.

ASPECTOS DA CULTURA, ESPORTE, LAZER, TURISMO E EDUCAÇÃO: SUBSÍDIOS PARA A ELABORAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE XAPURI/AC.

6.1 Proposições Cultura  Criar banco de dados sistematizado do patrimônio histórico material e imaterial, patrimônio natural e arqueológico, e manifestações culturais do município;  Promover a conscientização e a valorização dos patrimônios culturais existentes em Xapuri;   Divulgação dos patrimônios culturais existentes; Valorizar os costumes indígenas, conscientizando a população em geral de sua importância para a identidade do Território do Alto Acre e Capixaba;  Oportunizar a participação das comunidades indígenas localizadas no Território do Alto Acre e Capixaba, nas atividades culturais e esportivas do município;    Divulgação da Lei de Incentivo à Cultura; Elaboração de projetos para fomentar a cultura local, através da Fundação de Cultura e Comunicação Elias Mansour - FEM; Criação de legislações para proteção do patrimônio cultural, proteção ambiental, de incentivo à cultura e de criação de Conselhos Municipais na área da Cultura, dentre outros;  Gestores contactar o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – IPHAN para traçar uma estratégia de proteção aos demais patrimônios identificados, posto que a Casa de Chico Mendes já está na lista de tombamento.

Esporte  Construção e ampliação de áreas de esporte (quadras, ginásios etc.) nos bairros;   Promoção e Inclusão social (crianças, jovens, mulheres e idosos) em práticas esportivas; Promoção de esporte de rendimento.

ASPECTOS DA CULTURA, ESPORTE, LAZER, TURISMO E EDUCAÇÃO: SUBSÍDIOS PARA A ELABORAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE XAPURI/AC.

Lazer  Descentralização dos espaços de lazer, isto é, a construção de áreas de lazer e entretenimento (praças, parques, campos, teatros etc.) nos  bairros com espaços alternativos para os diversos públicos (crianças, jovens, mulheres e idosos);  Preservação das áreas verdes do município.

Turismo     Estudo para levantar o potencial turístico do município; Formação de guias turísticos locais com conhecimento em línguas estrangeiras (espanhol e inglês); Ativar o Centro de Atendimento ao Turista; Divulgação dos potenciais turísticos existentes no município (Museu de Xapuri, Casa Branca, Igreja São Sebastião, Rios Acre e Xapuri etc.);  Melhorar a infraestrutura de hotelarias, restaurantes, transporte, dentre outros.   Ampliar e qualificar a prestação dos serviços; Organização de eventos, feiras, exposições com datas programadas.

Educação    Construção e ampliação de escolas de ensino fundamental e médio; Estruturação das escolas com materiais e equipamentos; Construção de educacional. quadras cobertas para as atividades de esporte

ASPECTOS DA CULTURA, ESPORTE, LAZER, TURISMO E EDUCAÇÃO: SUBSÍDIOS PARA A ELABORAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE XAPURI/AC.

7 – Referências Bibliográficas ACRE, Governo do Estado do Acre. Programa Estadual de zoneamento EcológicoEconômico do Estado do Acre. Zoneamento Ecológico-Econômico do Acre Fase II: documento Síntese – Escala 1:250.000. Rio Branco: SEMA, 2006. 356p.

_______Fundação de Cultura e Comunicação Elias Mansour – FEM. Conferência Municipal de Cultura. Rio Branco, 2009.

BRASIL, Constituição da República Federativa do. Título VIII, Capítulo III, Seção II. Artigo 6º - Brasília, 1988.

BARRETO, Selva Maria Guimarães. Esporte e Saúde. Revista Eletrônica de Ciências, São Carlos, 2003.

DUMAZEDIER, Joffre. Lazer e Cultura Popular. 3ª ed. São Paulo: Perspectiva, 2000.

IBGE, Contagem da População 2007 e Estimativa da População 2007.

LARAIA, Roque de Barros. Cultura: um conceito antropológico. Rio de Janeiro: 7ª edição. Jorge Zahar Editor, 1993. 116p.

OLEIAS,

V.

J.

Conceitos

de

Lazer.

Disponível

em:

http://www.cds.ufsc.br/~valmir/cl.html>. Acesso em: 22/08/2009. MORAIS, Silvia, Ludin Motta de. Disponível Acesso em: em:

http://www.uov.com.br/biblioteca/386/o_que_e_turismo.html>. 23/08/2009. OLIVEIRA, Daniel Barbosa de. Conceito de Educação. Paracatu, 2009.

PELLEGRINI FILHO, Américo. Ecologia, cultura e turismo. Campinas, SP: Papirus, 1997.

ASPECTOS DA CULTURA, ESPORTE, LAZER, TURISMO E EDUCAÇÃO: SUBSÍDIOS PARA A ELABORAÇÃO DO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO DO MUNICÍPIO DE XAPURI/AC.

8 – Anexo
COORDENADAS GEOGRÁFICAS - ASPECTOS DA CULTURA, ESPORTE, LAZER, TURISMO E EDUCAÇÃO DE XAPURI - AC IDENTIFICAÇÃO DO LOCAL Diretório de divulgação Social Painel dos Mártires Praça São Sebastião Escola São João do Guarani Escola Infantil Caminho do Saber Escola Professora Rita Maia Escola Conj. Vanderlei Maia de Vieira Casa Branca Igreja Assembléia de Deus Capela Nossa Senhora das Dores Igreja Congregação Cristã do Brasil Radio Difusora 06 de Agosto Centro Comunitário Nossa Senhora de Guadalupe Paróquia São Sebastião Casa Chico Mendes Capela Nossa Senhora da Conceição Capela São Felipe Bar Meneses Bar Tropical Igreja Assembléia de Deus Congregação Nova Jerusalém Igreja Assembléia de Deus Praça São Gabriel Praça Getulio Vargas Estádio Municipal Álvaro Felício Escola estadual Divina Providência Escola Estadual Plácido de Castro Fundação Anthero Soares Bezerra Escola Latife Zaire Kalume Museu de Xapuri Museu Antonio Zaire Igreja Deus é Amor Igreja Quadrangular Igreja Adventista do Sétimo dia Igreja Batista regular Igreja Assembléia de Deus Ministério de Madureira Terminal Rodoviário Benevinda Carneiro Instituto Chico Mendes Universal do Reino de Deus 19L 554767 554311 553875 554043 555278 555317 555838 554004 554588 553864 554682 555637 555855 554348 554425 555130 554199 556365 555145 553886 554151 554272 554231 554514 554278 554110 554113 554084 554121 554030 555179 554186 554502 554409 555476 554254 554434 554186 UTM 8822481 8822451 8822523 8823121 8822629 8821490 8821193 8822198 8822031 8822840 8822234 8821245 8821209 8822466 8822484 8822521 8821617 8820595 8822309 8823083 8823026 8822462 8822168 8821950 8822326 8822466 8822224 8822502 8822206 8822550 8821654 8822386 8822479 8822179 8821382 8822470 8822466 8822228

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful