Você está na página 1de 3

CAPÍTULO 4

O Espiritismo e o Catolicismo

PERGUNTA: Qual a diferença mais pronunciada entre


Catolicismo e Espiritismo?
RAMATIS: — O Espiritismo é doutrina que se divulga
preservando a pureza iniciática do Cristianismo, pois não
está grampeado a quaisquer ritos, símbolos, insígnias, ido-
latrias ou dogmas. Sua atividade é singela e destituída de
qualquer cerimônia que desperdice o tempo dos seus
adeptos. Procura seguir a mesma diretriz iniciática das reu-
niões simples do Mestre Jesus e seus apóstolos.
O Catolicismo, no entanto, embora com seus postula-
dos inspirados também no Cristianismo, tornou-se uma
organização religiosa regida por extensa hierarquia sacer-
dotal, sob o comando do Papa, sediado em Roma. E para
atrair e impressionar as massas, adotou nos seus templos
um cerimonial de pomposa e complicada liturgia.

PERGUNTA: O Catolicismo teria falhado na sua missão


religiosa?
RAMATIS: — Graças à Igreja Católica, a figura do inol-
vidável Mestre Jesus permaneceu viva, sempre em desta-
que, na mente humana, até o século atual. Embora tenha
abandonado a singeleza e a naturalidade dos tempos apos-
tólicos, devemos ao Catolicismo a mensagem fundamental
do Cristianismo.
Não pretendemos julgar os erros da Igreja Católica,

— 71 —
Ramatís

pois tais equívocos são frutos da imperfeição humana. E


não devemos esquecer as figuras consagradas de Francisco
de Assis, Vicente de Paula, Teresinha de Jesus, Dom Bosco,
Padre Damião, Antônio de Pádua e outros missionários,
que tanto valorizaram o Cristianismo através dos preceitos
católicos.
O Catolicismo falhou na sua missão espiritual, desde
que fez conchavos com a política do mundo, visando enfei-
xar o poder material. Foram propósitos obscuros em que a
Igreja Católica Romana aliou-se aos reis e aos poderosos,
liderando movimentos tristes como a Inquisição, num fla-
grante desmentido à ideologia espiritual do Cristo.
Não se pode censurar toda a comunidade católica, pois
ela também iluminou o mundo inspirando atos sublimes
através de seus sacerdotes e frades crísticos. Muitas vezes,
bispos e sacerdotes, dignificados por uma conduta supe-
rior, rebelaram-se, preferindo a excomunhão em vez de
abdicarem a favor de bulas e decisões, que dariam poderes
à Igreja, mas desmentiriam o “reino do Cristo”! A Igreja teria
se esfacelado, caso não abrandasse a sua reação entre os
dominadores do mundo e conquistadores da época, numa
luta épica pela sobrevivência, principalmente durante as
invasões em seus domínios.

PERGUNTA: — Poderíamos admitir que o Espiritismo


diverge do Catolicismo, principalmente porque não admite
ritualismos, pompas, hierarquia sacerdotal, adorações idó-
latras e outros movimentos religiosos?
RAMATIS: — A doutrina espírita não foi codificada para
contrariar e criticar as atividades da Igreja Católica, como
um novo censor religioso na face do orbe. O Espiritismo é
atividade espiritualista, que surgiu no momento psicológico
de o homem entender a existência das forças ocultas do
mundo e compreendê-las através do próprio avanço cien-
tífico. Inúmeras descobertas da Ciência atual existem desde
a formação do mundo; porém, estavam habilmente veladas

— 72 —
A Missão do Espiritismo

pela simbologia tradicional dos templos, confrarias iniciáti-


cas ou pela complicada terminologia da magia dos alqui-
mistas.
O Espiritismo veio revelar o mundo oculto sem essas
complexas alegorias e explicar tudo de maneira fácil, clara
e sem superstições. Daí o motivo por que rejeita dogmas,
simbologias exóticas ou cerimoniais complexos, sem preo-
cupação de censurar a Igreja Católica, que ainda precisa de
tais recursos para incentivar os fiéis muito presos às coisas
do espírito, e menos ao espírito das coisas!
Ademais, as seitas religiosas e os movimentos reformis-
tas, que divergem e contrariam a própria fonte católica em
sua origem, nascem, crescem e desaparecem, depois de
atenderem a determinados grupos de crentes eletivos à sua
composição doutrinária. É o caso do Protestantismo, que
rebelou-se contra a Igreja Católica através de Martinho
Lutero, mas também subdividiu-se em dezenas de outras
ramificações, dispersas pelo mundo, em agressiva competi-
ção religiosa.

PERGUNTA: — Ainda se justifica a existência da Igreja


Católica, apesar do avanço científico que revela incessante-
mente a existência de fenômenos poderosos, que desmentem
as histórias infantis da Bíblia?
RAMATIS: — A Igreja Católica ainda cumpre determi-
nada missão junto às criaturas incapazes de se identificar
com a Divindade sem o recurso infantil de imagens, ritos e
adorações idólatras. Por isso, não deve ser subestimada em
sua fé e ingenuidade religiosa, que são condições próprias
do seu grau espiritual. À medida que os católicos forem
despertando do seu letargismo mental e acicatados pelo
cientificismo do mundo, eles buscarão outras doutrinas que
lhes atendam, com mais eficiência, a novas disposições
espirituais acerca dos destinos humanos e das conseqüên-
cias da vida do espírito no Além-Túmulo!
Muitos católicos ainda não conseguem empreender o

— 73 —