Você está na página 1de 6

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAO CIENCIA E TECNOLOGIA DE PERNAMBUCO DEPARTAMENTO ACADMICO DE INFRAESTRUTURA E CONSTRUO CURSO TCNICO EM EDIFICAES

RESISTNCIA DOS MATERIAIS I


PARTE III PRTICOS ISOSTTICOS PLANOS TEORIA E EXERCCIOS

ANA CLUDIA LEO BORGES ELILDE MEDEIROS DOS SANTOS JORGE LUS FIRMINO DE SOUZA JOS WANDERLEY PINTO

RECIFE/2011

RESISTNCIA DOS MATERIAIS I Parte 3

1) PRTICOS OU QUADROS ISOSTTICOS PLANOS Os prticos planos so estruturas formadas por elementos de barra, cujos eixos pertencem a um mesmo plano, plano este que tambm contm o carregamento atuante.

Os prticos so resultado da associao entre vigas e pilares. Os ns que interconectam os elementos dos prticos podem ser rgidos ou articulados. Nos ns rgidos h transmisso de momento entre as barras, o que no ocorre quando os ns so articulados.

Os prticos so classificados em simples ou compostos. Os prticos compostos so formados por associao de dois ou mais prticos simples. Esses prticos simples podem ser do tipo: Biapoiado; Engastado e livre; Triarticulado; Biapoiado com articulao (rtula) e tirante (escora).

RESISTNCIA DOS MATERIAIS I Parte 3

2) REAES DE APOIO PARA ESTRUTURAS ISOSTTICAS Da mesma forma que para as vigas isostticas, para os prticos planos isotticos, uma vez conhecidos os apoios e o sistema de foras atuantes, as reaes de apoio podem ser calculadas. As reaes de apoio so foras e momentos, com pontos de aplicao e direo conhecidos e de intensidades e sentidos tais que equilibrem o sistema de foras ativas aplicado ao prtico. Portanto, como j visto anteriormente, no caso particular de estruturas planas, pode-se representar as condies de equilbrio pelas trs equaes fundamentais da esttica:

Fx=0 Fy=0 M=0

No caso dos prticos com ns articulados, utiliza-se tambm a equao de condio (M=0) relativa articulao (rtula), que apresenta como caracterstica fundamental a no transmisso de momento.

RESISTNCIA DOS MATERIAIS I Parte 3

Exerccios Propostos: O tipo mais simples o prtico biapoiado e que ser estudado aqui. Para os prticos a seguir, deve-se obter as reaes de apoio da mesma forma que para as vigas biapoiadas, com as trs equaes da esttica.

a)

b)

RESISTNCIA DOS MATERIAIS I Parte 3

c)

d)

e)

RESISTNCIA DOS MATERIAIS I Parte 3

f)

g)

h)