Você está na página 1de 5

VINDICAÇÃO NAS ESCRITURAS DO MINISTÉRIO DE BRANHAM

Amós 3:7 - "Certamente o Senhor DEUS não fará coisa alguma, sem ter revelado o seu segredo aos seus servos, os
profetas."

Deuteronômio 5:27-28 – “Chega-te tu, e ouve tudo o que disser o SENHOR nosso Deus; e tu nos dirás tudo o que te disser
o SENHOR nosso Deus, e o ouviremos, e o cumpriremos.
Ouvindo, pois, o SENHOR as vossas palavras, quando me faláveis, o SENHOR me disse: Eu ouvi as palavras deste povo,
que eles te disseram; em tudo falaram bem.”

Números 12:5-6 – “Então o SENHOR desceu na coluna de nuvem, e se pôs à porta da tenda; depois chamou a Arão e a
Miriã e ambos saíram.
E disse: Ouvi agora as minhas palavras; se entre vós houver profeta, eu, o SENHOR, em visão a ele me farei conhecer, ou
em sonhos falarei com ele.”

II Crônicas 20:20 – “E pela manhã cedo se levantaram e saíram ao deserto de Tecoa; e, ao saírem, Jeosafá pôs-se em pé, e
disse: Ouvi-me, ó Judá, e vós, moradores de Jerusalém: Crede no SENHOR vosso Deus, e estareis seguros; crede nos seus
profetas, e prosperareis;”

Esdras 9:10-11 – “Agora, pois, ó nosso Deus, que diremos depois disto? Pois deixamos os teus mandamentos, Os quais
mandaste pelo ministério de teus servos, os profetas, dizendo: A terra em que entrais para a possuir, terra imunda é pelas
imundícias dos povos das terras, pelas suas abominações com que, na sua corrupção a encheram, de uma extremidade à
outra.”

Jeremias 26:4-5 - “Dize-lhes pois: Assim diz o SENHOR: Se não me derdes ouvidos para andardes na minha lei, que pus
diante de vós, Para que ouvísseis as palavras dos meus servos, os profetas, que eu vos envio, madrugando e enviando, mas
não ouvistes;”

Daniel 9:9-10 – “Ao Senhor, nosso Deus, pertencem a misericórdia, e o perdão; pois nos rebelamos contra ele, E não
obedecemos à voz do SENHOR, nosso Deus, para andarmos nas suas leis, que nos deu por intermédio de seus servos, os
profetas.”

Zacarias 1:6 - “Contudo as minhas palavras e os meus estatutos, que eu ordenei aos profetas, meus servos, não alcançaram
a vossos pais? E eles voltaram, e disseram: Assim como o SENHOR dos Exércitos fez tenção de nos tratar, segundo os
nossos caminhos, e segundo as nossas obras, assim ele nos tratou.”

Zacarias 7:12 – “Sim, fizeram os seus corações como pedra de diamante, para que não ouvissem a lei, nem as palavras que
o SENHOR dos Exércitos enviara pelo seu Espírito por intermédio dos primeiros profetas; daí veio a grande ira do SENHOR
dos Exércitos.”

Mateus 23:34 – “Portanto, eis que eu vos envio profetas, sábios e escribas; a uns deles matareis e crucificareis; e a outros
deles açoitareis nas vossas sinagogas e os perseguireis de cidade em cidade;”

Atos 3:21 – “O qual convém que o céu contenha até aos tempos da restauração de tudo, dos quais Deus falou pela boca de
todos os seus santos profetas, desde o princípio.”

Efésios 2:20 – “Edificados sobre o fundamento dos apóstolos e dos profetas, de que Jesus Cristo é a principal pedra da
esquina;”

Em toda Bíblia se vê que Deus sempre falou ao seu povo e aos seus filhos por intermédio dos profetas (este é o seu meio
provido) e, neste mundo atual, sempre será dessa forma; pois Deus não pode ir contra seus atributos. Deus não pode ir contra sua
personalidade. Deus é integro e incorruptível. Deus é imutável. Deus não pode ir contra Si mesmo. Como Deus é Onipotente Ele não
pode fazer nada que lhe contrarie isso. Como Deus é fiel, sincero, honesto, integro ... Ele não pode mentir. Deus é perfeito e, portanto,
não precisa se aperfeiçoar, aprimorar, progredir, evoluir, ...

Hebreus 13:8 – “Jesus Cristo é o mesmo, ontem, e hoje, e eternamente.”

Malaquias 3:6 – “Porque eu, o SENHOR, não mudo; por isso vós, ó filhos de Jacó, não sois consumidos.”

Tiago 1:17 – “Toda a boa dádiva e todo o dom perfeito vem do alto, descendo do Pai das luzes, em quem não há mudança
nem sombra de variação.”

Isaias 54:10 - “Porque os montes se retirarão, e os outeiros serão abalados; porém a minha benignidade não se apartará de
ti, e a aliança da minha paz não mudará, diz o SENHOR que se compadece de ti.”

Jeremias 13:23 – “Porventura pode o etíope mudar a sua pele, ou o leopardo as suas manchas? Então podereis vós fazer o
bem, sendo ensinados a fazer o mal.”

A palavra "anjo" [Do gr. ángelos, pelo lat. angelu.], nos dicionários consta que significa: "Ser espiritual que, segundo a teologia
cristã, a hebraica e a islâmica, serve de mensageiro entre Deus e os homens." Assim, portanto, anjo na Bíblia pode tanto se referir a
um anjo literal como a um profeta de Deus.
Um mensageiro (anjo ou profeta) na Bíblia é a pessoa enviada por Deus para manifestar aos homens a mensagem que
recebeu diretamente de Deus.

Marcos 1:2-4 – “2 Como está escrito nos profetas: Eis que eu envio o meu anjo ante a tua face, o qual preparará o teu
caminho diante de ti. 3 Voz do que clama no deserto: Preparai o caminho do Senhor, Endireitai as suas veredas. 4 Apareceu
João batizando no deserto, e pregando o batismo de arrependimento, para remissão dos pecados.”

Ageu 1:13 – “Então Ageu, o mensageiro do SENHOR, falou ao povo conforme a mensagem do SENHOR, dizendo: Eu sou
convosco, diz o SENHOR.”

Malaquias 2:7 – “Porque os lábios do sacerdote devem guardar o conhecimento, e da sua boca devem os homens buscar a
lei porque ele é o mensageiro do SENHOR dos Exércitos.”

Isaías 40:3 – “Voz do que clama no deserto: Preparai o caminho do SENHOR; endireitai no ermo vereda a nosso Deus.”

Mateus 3:1-3 – “E, NAQUELES dias, apareceu João o Batista pregando no deserto da Judéia, E dizendo: Arrependei-vos,
porque é chegado o reino dos céus. Porque este é o anunciado pelo profeta Isaías, que disse: Voz do que clama no deserto:
Preparai o caminho do Senhor, Endireitai as suas veredas.”

Mateus 11:7-14 - “E, partindo eles, começou Jesus a dizer às turbas, a respeito de João: Que fostes ver no deserto? uma
cana agitada pelo vento?
Sim, que fostes ver? um homem ricamente vestido? Os que trajam ricamente estão nas casas dos reis.
Mas, então que fostes ver? um profeta? Sim, vos digo eu, e muito mais do que profeta;
Porque é este de quem está escrito: Eis que diante da tua face envio o meu anjo, Que preparará diante de ti o teu caminho.
Em verdade vos digo que, entre os que de mulher têm nascido, não apareceu alguém maior do que João o Batista; mas
aquele que é o menor no reino dos céus é maior do que ele.
E, desde os dias de João o Batista até agora, se faz violência ao reino dos céus, e pela força se apoderam dele.
Porque todos os profetas e a lei profetizaram até João.
E, se quereis dar crédito, é este o Elias que havia de vir.”

Malaquias 3:1 – “EIS que eu envio o meu mensageiro, que preparará o caminho diante de mim; e de repente virá ao seu
templo o Senhor, a quem vós buscais; e o mensageiro da aliança, a quem vós desejais, eis que ele vem, diz o SENHOR dos
Exércitos.”

Se há um profeta é porque há filhos de Deus, pois os profetas são enviados para ajuntarem os filhos de Deus, para trazê-los
de volta a Palavra de Deus, para tirá-los do meio do joio (filhos das trevas/diabo). Nunca um profeta manifestaria a Palavra de Deus
num lugar onde não haja algum filho de Deus para ouvi-la e crer nela, pois senão não se cumpriria sua profecia (Mt 15:24; Mc 13:27;
Lc 18:7; João 1:11; Sl 97:11; I Cor 2:9).

II Crônicas 24:18-19 – “E deixaram a casa do SENHOR Deus de seus pais, e serviram às imagens do bosque e aos ídolos.
Então, por causa desta sua culpa, veio grande ira sobre Judá e Jerusalém. Porém enviou profetas entre eles, para os
reconduzir ao SENHOR, os quais protestaram contra eles; mas eles não deram ouvidos.”

Sempre o cumprimento de uma profecia foi para reavivar a fé nas pessoas e trazê-las de volta para Deus (II Crônicas 24:19,
25:15; Ne 9:26; Jer 7:25-26, 35:15; Dn 9:6,10; Zc 1:4; Amós 3:7; Mal 4:4-5).

Os filhos de Deus são lavados da apostasia pela água da Palavra, pela pregação da Palavra de Deus. Pois o Espírito de
Deus vai tocando seus corações vindicando que é sua Palavra e não as palavras de um homem, até que não duvidem mais e aceitem
o mensageiro de Deus, então estarão prontos para receberem as instruções antes do êxodo celestial.

Um profeta é como um guia, pois conhece o caminho e é enviado pelo próprio anfitrião para conduzir os convidados em segurança
para que não se percam (Mt 22:2-3). E o povo se recusa a aceitá-lo porque o que ele diz é diferente das coisas que estão
acostumados a ouvirem, é diferente do que seus pregadores dizem, sua mensagem é algo estranho comparada as demais, o próprio
mensageiro é uma pessoa estranha e diferente (I Reis 18:17-18; II Cro 18:6-7; Mt 11:7-11; Lc 7:24-28; II Reis 1:8; Ne 9:1; Jer 41:5;
Joel 1:13). Demoram a aceitá-lo como um enviado de Deus, porque suas mentes estão cheias de teologia, de pregações carnais, de
doutrinas demoníacas que combatem a Palavra de Deus. Como está escrito em Isaias 53.

Um profeta é um homem que fala o que não está escrito e que não contraria o que já está escrito. Quantas pessoas se
apegam aos manás apodrecidos (Nm 16:15-16,19), como nos dias de Jesus que diziam: “Onde Moisés disse isso? Moisés nunca nos
ensinou isso, somos discípulos de Moisés e ele nunca escreveu isso”. Ora, se fossem discípulos de Moisés teriam compreendido que
Jesus era um profeta como Moisés foi. Bastaria eles consultarem as Escrituras e veriam que o que Jesus dizia estava de acordo com
as Escrituras (estavam-se cumprindo as profecias das Escrituras). Um profeta é vindicado pelo fato de que o que ele diz não contraria
o que os outros profetas disseram; ao contrário, dá continuidade e obediência ao que os outros profetas falaram. Pois os sinais são
para os incrédulos (João 6:26, 20:18-29; I Cor 1:22-24). Se não fossem assim João Batista não seria profeta, pois ele não realizou
nenhum milagre ou sinal. Os eleitos de Deus sabiam que João era profeta pelo fato do Espírito Santo vindicar em seus corações que
suas palavras eram de acordo com as Escrituras. Exemplo disso é Atos 17:11 – “Ora, estes eram mais nobres do que os de
Tessalônica, porque receberam a palavra com toda avidez, examinando diariamente as Escrituras para ver se estas coisas eram
assim”.

Um ungido de Deus é reconhecido pelo fato do que ele diz não contraria o que está escrito, não quer dizer que o que ele diz está
escrito, pois um profeta fala o que não está escrito, ele indica um resumo, uma referência nas Escrituras daquilo que ele falou em toda
a plenitude de sua extensão.
Um pregador fala o que está escrito, enquanto que um profeta fala não só o que está escrito, mas o que não está escrito. De um
pequeno versículo, um pequeno resumo nas Escrituras, ele fala toda extensão de seu conteúdo. Um profeta é um pregador que a
cada dia come do maná novo, ele não fica preso ao maná dos dias passados, que estão apodrecidos e foram deixados para os
abutres e urubus que andam em bando e brigam pelo resto deixado pelas águias. As águias comem carne fresca (Lc 17:37) enquanto
os urubus, abutres e ienas comem a carniça (aquilo que um dia foi carne fresca). Exemplo, hoje de nada vale crer no dilúvio, pois isto
não salvará mais ninguém, mas no passado quem creu foi salvo! Ou seja, nos dias de hoje de nada serve construir uma arca gigante
de madeira, mas, nos tempos de Noé, foi o meio provido por Deus para a salvação daquele povo naqueles dias. Do mesmo modo, de
nada adianta hoje crer na chuva de fogo e enxofre sobre Sodoma e Gomorra, pois isto não salvará ninguém hoje, mas, naquele tempo
salvou o justo Ló.

O padrão de Deus de lidar com o Seu povo tem sido sempre através do envio de Profetas. O Profeta Amós nos informa que Deus
não faz “nada” sem um precursor Profético, e até mesmo um estudo superficial da história escriturística expressará exatamente o que
a Escritura declara. Raramente houve um Profeta que tenha falado as Palavras de Deus e que não tenha sido contestado com
cepticismo, rejeição e indiferença!

Hoje é fácil crer na pregação de Noé, no dilúvio, na passagem dos judeus pelo deserto e pelo Mar Vermelho, etc, mas quem crê
hoje na revelação divina e nos cumprimentos das profecias bíblicas para esses dias atuais? Você pode dizer, com certeza absoluta,
que se tivesse vivido nos tempos de Noé, teria creditado na pregação de Noé? E se fosse no tempo de Moises, João Batista, Jesus
Cristo ... ?

A Palavra de Deus nos adverte que o maná (alimento espiritual) não deve ser usado em outros dias (Êxodo 12:10, 16:19-20,
Números 16:15-16,19, Josué 5:12). Atualmente para nada serve o sacrifício de ovelhas, mas, no passado, assim foi prescrito por
Deus, mas, hoje, o sacrifício de Cordeiro é o sangue de Jesus Cristo vertido na Cruz do Calvário. No passado era para guardar o
sábado e não se podia comer determinados tipos de alimentos (Dt 14:3-21), hoje não é mais assim (Sobre sábado: Mt 12:1-12 e Mc
2:27; sobre alimentos: Gn 9:3-4; I Tim 4:1-5; I Cor 8:4, 10:31)! No passado exigia-se a circuncisão da carne (prepúcio), mas hoje a
circuncisão é a do coração (Rom 2:39; II Cor 3:2-3; Joel 2:13)! Igualmente o dobrar de joelhos na carne (físico, mundo material) não
vale nada sem ter dobrado o coração, pois não passaria de um mero ato mecânico (Lc 18:9-14)!

Algumas das finalidades da pregação da Palavra de Deus são: 1) Arrependimento dos pecados (Mt 3:2,6; 12:41; Mc 6:12; Lc
15:7 e 24:47); 2) conversão (Lc 11:32, At 3:19); 3) Ensinar/explicar a Palavra de Deus (Fil 1:9; At 13:46, I Cor 2:4-5, II Tim 4:2, At
28:31; Col 1:9-10; Ecl 12:9-10; I Tim 2:4; Is 1:3, Is 28:9-12); 4) focar ao Senhor Jesus Cristo (Ef 4:13; Fil 3:8; At 8:5, I Cor 1:23, II Cor
4:5, At 28:31; Col 2:2; II Pe 1:3,8; II Pe 3:18; Is 11:9); 5) Fazer as pessoas darem glórias ao criador (Ap 14:6); 6) Fazer as pessoas
temerem a Deus no sentido de respeitá-lo e reverenciá-lo como se deve (Is 11:2); 7) Ensinar como se entra no Reino dos Céus, ou
seja, como ser salvo (At 16:30-31; João 6:47); etc.

Considere as Seguintes Escrituras: Malaquias 4:5 - 6 possui dupla revelação, cumprida em parte no ministério de João Batista.
Ele precedeu a primeira vinda de Cristo, chamada de o “grande” dia do Senhor, convertendo os corações dos pais da “lei” aos filhos
da era “graça” do Novo Testamento. João Batista foi identificado pelo Senhor Jesus Cristo na Escritura de Malaquias 3:1 e de acordo
com o relato de Lucas, “João Batista foi Elias na virtude e no espírito” (Lucas 1:16, 17), mas não o Elias que os judeus esperavam ser
(João 1:21), isto é, aquele que cumpriria a Escritura concernente à vinda do Senhor para estabelecer o Reino milenial. Há um Profeta
que cumprirá a segunda parte desta escritura, precursor da segunda vinda de Cristo e “converterá os corações dos filhos aos pais”.
Literalmente, um ministério que converterá os corações de uma geração apóstata de volta à Palavra de Deus e a fé dos nossos pais
“da igreja primitiva” antes do “terrível dia do Senhor”, a segunda vinda de Cristo em julgamento.

Novamente, Mateus 17:10 – 12 possui dupla revelação. Primeiramente: “Por que dizem então os escribas que é mister que Elias
venha primeiro?”. “Mas digo-vos que Elias já veio, e não o conheceram”, falando de João Batista. Segundamente: “E Jesus,
respondendo, disse-lhes: em verdade Elias virá primeiro, e restaurará todas as coisas”; Falando de um precursor no futuro para
preceder a segunda vinda de Cristo.

Jesus disse que Elias (profeta) veio (passado) referindo-se à João Batista, mas disse também que: “na verdade Elias virá (futuro)
primeiro e restaurará (futuro) todas as coisas” (ou seja, livrar da apostasia), antes de sua segunda vinda (arrebatamento da noiva).

Malaquias 3:1 – “EIS que eu envio o meu mensageiro, que preparará o caminho diante de mim; e de repente virá ao seu
templo o Senhor, a quem vós buscais; e o mensageiro da aliança, a quem vós desejais, eis que ele vem, diz o SENHOR dos
Exércitos.”

Lucas 1:15-17 – “15 Porque será grande diante do Senhor, e não beberá vinho, nem bebida forte, e será cheio do Espírito
Santo, já desde o ventre de sua mãe. 16 E converterá muitos dos filhos de Israel ao SENHOR seu Deus, 17 E irá adiante
dele no espírito e virtude de Elias, para converter os corações dos pais aos filhos, e os rebeldes à prudência dos justos, com o
fim de preparar ao Senhor um povo bem disposto.”

Mateus 3:1-3 – “E, NAQUELES dias, apareceu João o Batista pregando no deserto da Judéia, E dizendo: Arrependei-vos,
porque é chegado o reino dos céus. Porque este é o anunciado pelo profeta Isaías, que disse: Voz do que clama no deserto:
Preparai o caminho do Senhor, Endireitai as suas veredas.”

Mateus 11:7-14 - “E, partindo eles, começou Jesus a dizer às turbas, a respeito de João: Que fostes ver no deserto? uma
cana agitada pelo vento?
Sim, que fostes ver? um homem ricamente vestido? Os que trajam ricamente estão nas casas dos reis.
Mas, então que fostes ver? um profeta? Sim, vos digo eu, e muito mais do que profeta;
Porque é este de quem está escrito: Eis que diante da tua face envio o meu anjo, Que preparará diante de ti o teu caminho.
Em verdade vos digo que, entre os que de mulher têm nascido, não apareceu alguém maior do que João o Batista; mas
aquele que é o menor no reino dos céus é maior do que ele.
E, desde os dias de João o Batista até agora, se faz violência ao reino dos céus, e pela força se apoderam dele.
Porque todos os profetas e a lei profetizaram até João.
E, se quereis dar crédito, é este o Elias que havia de vir.”

Mateus 17:10-13 - “10 E os seus discípulos o interrogaram, dizendo: Por que dizem então os escribas que é mister que
Elias venha primeiro? 11 E Jesus, respondendo, disse-lhes: Em verdade Elias virá primeiro, e restaurará todas as coisas; 12
Mas digo-vos que Elias já veio, e não o conheceram, mas fizeram-lhe tudo o que quiseram. Assim farão eles também padecer
o Filho do homem. 13 Então entenderam os discípulos que lhes falara de João o Batista.”

Branham (segundo ministério de Elias no NT) veio preparar a noiva de Cristo para o arrebatamento (encontro com o Noivo nos
ares – segunda vinda de Cristo), assim como João Batista (primeiro ministério de Elias no NT) veio preparar o povo de Deus para
receberem o Messias (primeira vinda de Cristo).

Apocalipse 10:7 – “Mas nos dias da voz do sétimo anjo, quando tocar a sua trombeta, se cumprirá o segredo de Deus, como
anunciou aos profetas, seus servos.”

Apocalipse 22:6 – “E disse-me: Estas palavras são fiéis e verdadeiras; e o Senhor, o Deus dos santos profetas, enviou o seu
anjo, para mostrar aos seus servos as coisas que em breve hão de acontecer.”

Apocalipse 22:16 - “Eu, Jesus, enviei o meu anjo, para vos testificar estas coisas nas igrejas. Eu sou a raiz e a geração de
Davi, a resplandecente estrela da manhã.”

Zacarias 14:7 - “Mas será um dia conhecido do SENHOR; nem dia nem noite será; e acontecerá que, no tempo da tarde,
haverá luz.”

Joel 2:23-25 – “E vós, filhos de Sião, regozijai-vos e alegrai-vos no SENHOR vosso Deus, porque ele vos dará em justa
medida a chuva temporã; fará descer a chuva no primeiro mês, a temporã e a serôdia. E as eiras se encherão de trigo, e os
lagares transbordarão de mosto e de azeite. E restituir-vos-ei os anos que comeu o gafanhoto, a locusta, e o pulgão e a
lagarta, o meu grande exército que enviei contra vós.”

Deuteronômio 4:30 – “Quando estiverdes em angústia, e todas estas coisas te alcançarem, então nos últimos dias voltarás
para o SENHOR teu Deus, e ouvirás a sua voz.”

Isaías 41:25 – “Suscitei a um do norte, e ele há de vir; desde o nascimento do sol invocará o meu nome; e virá sobre os
príncipes, como sobre o lodo e, como o oleiro pisa o barro, os pisará.”

Atos 3:19-23 - “Arrependei-vos, pois, e convertei-vos, para que sejam apagados os vossos pecados, e venham assim os
tempos do refrigério pela presença do SENHOR, E envie ele a Jesus Cristo, que já dantes vos foi pregado.
O qual convém que o céu contenha até aos tempos da restauração de tudo, dos quais Deus falou pela boca de todos os
seus santos profetas, desde o princípio.
Porque Moisés disse aos pais: O Senhor vosso Deus levantará de entre vossos irmãos um profeta semelhante a mim; a ele
ouvireis em tudo quanto vos disser.
E acontecerá que toda a alma que não escutar esse profeta será exterminada dentre o povo.”

Efésios 3:5 – “O qual noutros séculos não foi manifestado aos filhos dos homens, como agora tem sido revelado pelo
Espírito aos seus santos apóstolos e profetas;”

O ministério de William Branham envolveu três estágios distintos que ele chamou de as três “puxadas”. A primeira puxada: Cura
Divina. Segunda puxada: Profecias. Terceira puxada: a abertura ou Revelação da Palavra de Deus.

O ministério de Jesus Cristo seguiu exatamente o mesmo padrão. Primeira puxada: Multidões juntaram–se para ouvir suas
palavras graciosas e para receber seus milagres de toque de cura. Segunda puxada: Revelou os segredos dos corações (João 4:17–
18). Terceira puxada: sua “Mensagem”, a Palavra de Deus que veio em força e contrariando a ordem religiosa do dia, fez com que as
multidões O deixasse. “Desde então muitos dos seus discípulos retornaram para trás, e já não andavam com Ele” (João 6:66).

Em síntese, o Ministério (missão) de João Batista foi o teor de Lucas 1:16 – “E converterá muitos dos filhos de Israel ao SENHOR
seu Deus”; já o de Branham foi o de Lucas 1:17 – “(...) converter os corações dos pais aos filhos (...).” Os pais são os apóstolos que
estavam no dia de Pentecostes (Atos 2). O Sétimo anjo foi enviado para nos trazer de volta à Palavra original do Cristianismo, há
muito deturpada pelos homens e sua teologias, pois senão ninguém estaria apto para o arrebatamento da Nova de Cristo.

I Corintios 4:14-15 – “14 Não escrevo estas coisas para vos envergonhar; mas admoesto-vos como meus filhos amados.
15 Porque ainda que tivésseis dez mil aios em Cristo, não teríeis, contudo, muitos pais; porque eu pelo evangelho vos gerei
em Jesus Cristo.”

Efésios 6:1 – “1 VÓS, filhos, sede obedientes a vossos pais no Senhor, porque isto é justo.”

I João 5:21 – “Filhinhos, guardai-vos dos ídolos. Amém.”

I João 4:4 – ‘Filhinhos, sois de Deus, e já os tendes vencido; porque maior é o que está em vós do que o que está no
mundo.”

I João 3:18 – ‘Meus filhinhos, não amemos de palavra, nem de língua, mas por obra e em verdade.”

I João 3:7 – “Filhinhos, ninguém vos engane. Quem pratica justiça é justo, assim como ele é justo.”
I João 2:28 – “E agora, filhinhos, permanecei nele; para que, quando ele se manifestar, tenhamos confiança, e não sejamos
confundidos por ele na sua vinda.”

I João 2:18 - “Filhinhos, é já a última hora; e, como ouvistes que vem o anticristo, também agora muitos se têm feito
anticristos, por onde conhecemos que é já a última hora.”

I João 2:1 – ‘MEUS filhinhos, estas coisas vos escrevo, para que não pequeis; e, se alguém pecar, temos um Advogado para
com o Pai, Jesus Cristo, o justo.”

I Tessalonicenses 2:11 - “Assim como bem sabeis de que modo vos exortávamos e consolávamos, a cada um de vós, como
o pai a seus filhos;”

Gálatas 4:19 – “Meus filhinhos, por quem de novo sinto as dores de parto, até que Cristo seja formado em vós;”

I Corintios 4:14 – “Não escrevo estas coisas para vos envergonhar; mas admoesto-vos como meus filhos amados.”

Atos 3:25 – “Vós sois os filhos dos profetas e da aliança que Deus fez com nossos pais, dizendo a Abraão: Na tua
descendência serão benditas todas as famílias da terra.”

Efésios 2:20 – “Edificados sobre o fundamento dos apóstolos e dos profetas, de que Jesus Cristo é a principal pedra da
esquina;”

Efésios 3:5 – “O qual noutros séculos não foi manifestado aos filhos dos homens, como agora tem sido revelado pelo
Espírito aos seus santos apóstolos e profetas;”

"Nem por um momento eu trago uma mensagem para que o povo me siga ou una-se a minha igreja, ou inicie outra organização.
Jamais fiz isto e não o farei agora. Não tenho interesse em tais coisas mas tenho interesse nas coisas de Deus e de Seu povo, e se
eu puder conseguir uma única coisa estarei satisfeito. E esta coisa é ver estabelecida uma verdadeira relação espiritual entre Deus e
os homens..." - William Marrion Branham

I Tessalonicenses 5:21 – “Examinai tudo. Retende o bem.”

MAIS INFORMAÇÕES SOBRE WILLIAM MARRION BRANHAM:

http://www.apalavraoriginal.org.br/Mens_wmb/menswmb_pdf/comooanjoveioamim.pdf

http://www.apalavraoriginal.org.br/Mens_wmb/menswmb_pdf/ahistoriademinhavida.pdf

PREGAÇÕES, ENSINAMENTOS E ESTUDOS BÍBLICOS DE WMB:

http://macfly.multiply.com/journal/item/53

O PORTAL DE PÉROLA NA ENTRADA DO REINO DOS CÉUS

http://macfly.multiply.com/journal/item/47

ÍNDICE DOS LINKS DOS ESTUDOS BIBLICOS

http://macfly.multiply.com/journal/item/46