Você está na página 1de 4

A TEORIA RACIONALISTA DE REN DESCARTES

1. O projecto cartesiano consiste na construo de uma Cincia verdadeira e certa, cujos fundamentos tm de ser conhecimentos absolutamente indubitveis, evidentes (claros e distintos) para que a partir deles se possa deduzir outros conhecimentos. 2. A dvida a resposta de Descartes ao problema do comeo radical do saber, surgindo como verdadeiro mtodo que conduz ao saber verdadeiro e certo.

3. A metodologia que lhe ir permitir realizar o seu projecto, a construo do edifcio da cincia verdadeira e certa a seguinte: se um conhecimento (x) duvidoso, ento um conhecimento (x) falso. S um conhecimento (x) indubitvel (evidente, claro e distinto) verdadeiro.

4. NVEIS DE APLICAO DA DVIDA (RAZES DE DUVIDAR): A dvida cartesiana encontra-se ao servio da verdade, resolve-se na certeza, libertando a mente de falsos saberes.

1 razo de duvidar- erros dos sentidos

Estrutura: CONSTATAO Os sentidos, algumas vezes, enganam

SUPOSIO Os sentidos enganam sempre

Os sentidos enganam-nos algumas vezes acerca das qualidades das coisas, como quando, por exemplo, nos do a impresso de que a Terra imvel e plana. Ora a dvida cartesiana hiperblica, o que implica que o que engana algumas vezes se estenda ao engane sempre. LIMITAO DO ARGUMENTO: Pe em causa as informaes transmitidas pelos sentidos sobre as qualidades ou propriedades dos objectos, mas no a sua existncia.

2razo de duvidar - INDISTINO ENTRE SONHO E REALIDADE:


Estrutura:

CONSTATAO SUPOSIO Algumas vezes no distinguimos o sonho da Nunca distinguimos o sonho da viglia viglia ARGUMENTO ANALGICO: 1- O que sonhado (imaginado) semelhante ao que sentido (sensaes) 2- O que imaginado (sonhado) no real (verdadeiro) 3- Logo, aquilo (tudo) que sentimos no real (verdadeiro) LIMITAO DO ARGUMENTO: Pe em causa a existncia das coisas, mas como o prprio Descartes afirma Quer esteja a dormir ou acordado, 2 + 2 =
2

4, isto , no coloca em dvida as verdades matemticas.

3- razo de duvidar: ERROS DA RAZO (ARGUMENTOS QUE COLOCAM EM CAUSA AS VERDADES MATEMTICAS:
1-ARGUMENTO SECUNDRIO: Estrutura: CONSTATAO SUPOSIO Os homens, algumas vezes, enganan-se ao Sempre que pensam os homens pensar enganan-se

2-ARGUMENTO PRINCIPAL (Deus enganador):

Estrutura:
CONSTATAO SUPOSIO Deus permite, algumas Deus permite que vezes, que nos nos enganemos enganemos sempre
Se pensarmos que Deus nos criou de forma a errar sistematicamente ( razo virada do avesso), ento evidente que
3

temos necessidade de duvidar.

Você também pode gostar