Você está na página 1de 3

Aliança Bíblica Universitária do Brasil

Estudo Bíblico

Uma breve história da Bíblia


O Senhor Deus colocou o homem no jardim do Éden para cuidar dele e cultivá-lo. E o Senhor Deus
ordenou ao homem: “Coma livremente de qualquer árvore do Jardim, mas não coma da árvore do
conhecimento do bem e do mal, porque no dia em que comer dela, certamente morrerá” (Gênesis 2:15-17)
Quando a mulher viu que a árvore pareca agradável ao paladar, era atraente aos olhos e, além disso,
desejável para dela se obter discernimento, tomou do seu fruto, comeu-o e o deu ao seu marido, que comeu
também. (Gênesis 3:6)

1- O que fica evidente nos textos acima?

E ao homem declarou: “Visto que você deu ouvidos à sua mulher e comeu do fruto da árvore da qual eu
lhe ordenara não comesse, maldita é a terra por sua causa; com sofrimento você se alimentará dela todos os
diasda sua vida. Ela lhe dará espinhos e ervas daninhas e você terá que alimentar-se das plantas do campo.
Com o suor do seu rosto você comerá o seu pão, até que volte à terra, visto que dela foi tirado porque você é pó
e ao pó voltará”. (Gênesis 3:17-19)

2 – Quais são as conseqüências deste episódio para o resto da humanidade?

Portanto, da mesma forma como o pecado entrou no mundo por um homem, e pelo pecado a morte, assim
também a morte veio a todos os homens, porque todos pecaram (Romanos 5:12)

Darei a vocês um novo coração e porei um espírito novo em vocês; tirarei de vocês o coração de pedra
e lhe darei um coração de carne. Porei o meu Espírito em vocês e os levarei a agir segundo os meus decretos e a
obedecerem fielmente às minhas leis. Vocês habitarão na terra que dei aos seus antepassados; vocês serão o
meu povo, e eu serei o seu Deux. Eu os livrarei de toda a sua impureza. Convocarei o cereal e o farei
multiplicar-se, e não trarei fome sobre vocês. (Ezequiel 36:26-29)

“Esta é a aliança que farei com eles, depois daqueles dias, diz o Senhor. Porei as mihas leis em seu
coração e as escreverei em sua mente (...). Dos seus pecados e iniquidades não me lembrarei mais”. (Hebreus
10:16-17)

3 – Relacione os dois textos acima com os 3 primeiros. Comente as promessas neles citadas.

(...) João viu Jesus aproximando-se e disse:”Vejam! É o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo!”
(João 1:29)

4 – Em quê o texto de João é a confirmação das promessas anteriores?

“Porque Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito, para que todo aquele que nele crê
não pereça, mas tenha a vida eterna”. (João 3:16)
O termo Bíblia:
- A palavra “Bíblia” é derivada de uma palavra grega que significa “rolo” ou “livro”
- A Bíblia é uma coleção de 66 livros no total escrita por diversos autores
I) A escrita da Bíblia:
- Levou cerca de 1500 anos para ser escrita: Gênesis e Jó, escritos no tempo de Moisés (± 1450 a.C.), até o Apocalipse,
escrito pelo apóstolo João (± 80 a.D.).
- Foi escrita em três idiomas (hebraico, aramaico e grego), por diferentes autores (em torno de 40), sendo estes: reis,
pescadores, pastores, boiadeiros, médicos, etc., vivendo em lugares diferentes (três continentes diferentes – Europa, Ásia
e África).
II) As divisões da Bíblia:
- Duas grandes divisões: O Velho Testamento (ou Antigo Testamento, 39 livros) e o Novo Testamento (27 livros).
III) O Velho Testamento:
- Os 39 primeiros livros são exatamente os mesmos 39 livros que compõem o cânon das escrituras judaicas (+7 livros na
Bíblia católica).
Temas tratados: origem do universo, criação do homem, pecado, vida de família, corrupção da sociedade, a
criação das diferentes línguas, narração da história do povo escolhido por Deus (Abraão, Isaque e Jacó, e seus
descendentes) e a narração da formação da nação de Israel e a vinda do “Messias1” que estava por vir.
IV)O Novo Testamento:
- 27 livros que falam sobre a vinda do Messias prometido – Jesus Cristo – e sobre o começo da Igreja Cristã. Também
descrevem a vida, morte e ressurreição de Jesus. O Novo Testamento explica porquê Jesus morreu, e descreve como,
segundo a Bíblia, podemos ser salvos do nosso pecado.
V) O conteúdo da Bíblia:

1) Pentateuco (Gênesis, Êxodo, Levítico, Números e Deuteronômio)


Os cinco primeiros livros da Bíblia são chamados de Pentateuco – uma palavra que significa “cinco livros”. Eles
são conhecidos como livros da Lei, porque contém leis e instruções que Deus deu a Moisés para o povo de Israel.
Todos eles foram escritos por Moisés, exceto o último capítulo de Deuteronômio, porque este fala sobre a sua
morte.
2) História (Josué, Juízes, Rute, 1 e 2 Samuel, 1 e 2 Reis, 1 e 2 Crônicas, Esdras, Neemias, Ester)
Os livros de Josué até Ester, cobrem cerca de 800 anos da história de Israel. Eles falam sobre a conquista de
Canaã pelos israelitas, o período dos juízes, dos reis, a divisão de Israel em reino do norte (e seu cativeiro para a
Assíria) e reino do sul (e seu cativeiro para a Babilônia), e o retorno deste povo para Israel.
3) Poéticos (Jó, Salmos, Provérbios, Eclesiastes, Cantares)
Estes são livros denominados de poesia e de louvor. A poesia hebraica freqüentemente utiliza pares de linhas. A
segunda linha ou repete o pensamento da anterior, ou faz um contraste. Vemos esse tipo de construção nestes
cinco livros, mas em especial no livro dos Salmos.
4) Proféticos
a) Profetas Maiores (Isaías, Jeremias, Lamentações, Ezequiel, Daniel)
b) Profetas Menores (Oséias, Joel, Amós, Obadias, Jonas, Miquéias, Naum, Habacuque, Sofonias, Ageu,
Zacarias, Malaquias)
Os últimos 17 livros do Velho Testamento são conhecidos como livros de profecias (exceto Lamentações, por se
tratar de confissão de pecados do povo e clamor pela misericórdia de Deus). Nós dividimos este grupo em dois
outros grupos – Profetas Maiores e Profetas Menores – tal divisão se dá unicamente pelo tamanho dos livros.
Deus sempre enviou profetas na história de Judá e de Israel. Estes profetas levavam dois tipos de mensagens
para o povo: 1) Arrependimento, ou volta para o Senhor; e, 2) Decretavam o juízo de Deus como conseqüência da
desobediência.
5) Bibliográficos (Mateus, Marcos, Lucas, João)
Os quatro primeiros livros do Novo Testamento falam da história da vida de Jesus. Eles são conhecidos como
Evangelhos – palavra que significa “boas novas”. Estes livros falam das “boas novas”, ou “boas notícias” de Deus,
dizendo que Jesus é o Seu Filho que veio para a Terra, viver como nós, anunciar a salvação e morrer em nosso
lugar por causa de nossos pecados.
6) Histórico (Atos)
O livro de Atos começa narrando a ascensão de Jesus para o Céu, Sua comissão para os discípulos para anunciar
a salvação e o começo da Igreja Cristã. Ele narra ainda as viagens missionárias do apóstolo Paulo.
7) Epístolas
a) Epístolas Paulinas (Romanos, 1 e 2Coríntios, Gálatas, Efésios, Filipenses, Colossenses, 1 e 2
Tessalonicenses, 1 e 2 Timóteo, Tito, Filemom)
b) Epístolas Gerais (Hebreus, Tiago, 1 e 2 Pedro, 1, 2 e 3 João, Judas)
São cartas escritas para líderes das igrejas locais ou mesmo para indivíduos. As primeiras são denominadas de
Epístolas Paulinas, já que foram escritas pelo apóstolo Paulo, já as últimas são denominadas Epístolas Gerais,
pois foram várias pessoas que as escreveram.
8) Revelação (Apocalipse)
Este último livro da Bíblia fala sobre o fim do mundo atual e início dos “Novos Céus e Nova Terra”. Foi escrito pelo
apóstolo João durante seu exílio na ilha de Patmos. João relata sobre a visão que Jesus lhe deu sobre aquilo que
iria acontecer no futuro.

1
Messias: palavra muito usada no Antigo Testamento para falar de Jesus Cristo.