Você está na página 1de 2

Primeira Prova de Clculo Diferencial e Integral I a 16/09/2011

1. (32 pontos) Encontre, se existir, cada um dos limites abaixo, indicando todo o seu racioc nio. Se o limite no existir, explique o porqu. a e a) lim x2 x2 + p 2 p = lim x2 x2 + p2 p ( x2 + p2 + p x2 + p2 + p )=

x0

x0

= lim

x2 ( x2 + p2 + p) x2 ( x2 + p2 + p) = lim = lim 2 + p2 p2 x0 x0 x0 x x2

x2 + p2 + p = |p| + p

b)

25 cos(x) x2 x2 cos(x) 25 = lim 2 2 2 + 3x x+ x x+ 1 2 + 3 x x

lim

= lim cos(x) = no existe, pois cos(x) ca oscilando entre -1 e 1 a


x+ 1 sen( x ) 1 x

c) lim

x0

1 1 1 = lim xsen( ). Mas, 1 sen( x ) 1 x xsen( x ) x, se x > 0. x0 x

1 Como lim x = lim x = 0 segue pelo Teorema do Sandu che que lim xsen( ) = 0 x0 x0 x0 x Anlogo se x < 0. a d) lim f (x + h) f (x) = lim h0 h0 h = lim
h0 1 x+h

1 x

x (x + h) h 1 1 = lim = lim = 2 h0 x(x + h)h h0 x(x + h) x(x + h)h x

2. (30 pontos) Responda se as armaoes abaixo so verdadeiras ou falsas. Se a armao for c a ca verdadeira voc dever demonstr-la e se for falsa, voc dever dar um contra-exemplo. e a a e a a) Dado = 0, 1 podemos tomar = 0, 04 de tal forma que se |x1| < ento |f (x)5| < a onde f (x) = 2x+3. VERDADEIRA. Observe que se |x1| < 0, 04 ento |x1| < 0, 05. a b) Se existe o limite lim f (x) ento lim f (x) = f (2). FALSA... Contra-exemplo: a
x2 x2

f (x) =

x + 1, se x = 2 1, se x = 2

Observe que lim f (x) = 3 e que f (2) = 1.


x2

c) O limite

x3

lim

1+x existe. FALSA... |x + 3| lim 1+x = |x + 3| a e b para que a funo abaixo seja cont ca nua se x < 1 se x = 1 se x > 1

x3

3. (20 pontos) Determine o valor das constantes em R. 2 x 4x+3 , x1 a, bx + 4,

Observe que a funo f (x) cont ca e nua para x < 1 e x > 1 para qualquer valor de a e b j a que se x < 1, f (x) uma funo racional que cont e ca e nua em todos os pontos do seu dom nio e, se x > 1, f (x) uma funo linear que tambm cont e ca e e nua. Portanto, basta analisarmos apenas a continuidade dessa funo em x = 1. Para que f seja cont ca nua em x = 1 devemos ter: f (1) = a = lim f (x)
x1

Agora, lim f (x) = lim


x1 x1

x2 4x + 3 = lim (x 3) = 2 e lim+ f (x) = lim+ (bx + 4) = x1 x1 x1 x1

b + 4. Logo, b + 4 = 2 = a donde a = 2 e b = 6. 4. (18 pontos) Seja N (t) a populao de uma certa espcie num instante t. O modelo matemtico ca e a mais simples para estimar essa determinada populao dado por ca e N (t) = N0 ert onde N0 e r so constantes. a a) Sabendo que a populao dessa espcie quando t = 1 igual a 100 e que essa populao ca e e ca dobra quando t = 2, determine as constantes N0 e r. N (1) = 100 N0 er = 100 e N (2) = 200 N0 e2r = 200 = N0 er er Substituindo N0 er por 100 na ultima equao acima obtemos: ca 200 = 100er er = 2 r = ln2 Agora, como r = ln2 e N0 er = 100 N0 .eln2 = N0 .2 = 100 N0 = 50. b) Se o modelo estiver correto, em quanto tempo essa populao atingir 5000 habitantes? ca a 5000 = 50e(ln2)t = 50(eln2 )t = 50(2t ) 2t = 100 t = c) Descreva o que acontece com essa populao no decorrer do tempo. ca lim N (t) = lim 50(2t ) = +
t+

ln100 ln2

t+

Portanto, essa populao cresce com o decorrer do tempo. ca