Funções da Arte

A Arte tem diversas funções na vida do homem. Uma das funções tem como finalidade possibilitar os processos de percepção, sensibilidade, cognição, expressão e criação fazendo que o homem se desenvolva em todos os aspectos, ela é uma função individual trabalhando com o próprio eu. Como função social podemos perceber a arte como uma linguagem que ultrapassa a função da comunicação simples e pura, pois transmite ideias, os sentimentos e as informações que transformam as ideias, os sentimentos e as informações já existentes influenciando culturalmente o meio fazendo assim uma interação homem e sociedade. Existe também a função ambiental cuja alfabetização estética, leva o homem a observar o meio que o cerca, reconhecendo a organização de suas formas, luzes e cores, suas harmonias e desequilíbrios, a sua estrutura natural, bem como a construída. O homem transforma a natureza com o seu trabalho. Assim as manifestações artísticas de uma sociedade numa determinada época é a maneira como os homens nela vivem e pensam. Na roupa, nos edifícios, na literatura, estão inscritos os valores da sociedade, seus hábitos e sua mentalidade. Sendo a arte a passagem directa de uma tendência nascida de uma raça, modificados pelo clima social e pelo momento histórico, a sua função é manifestar as qualidades étnicas e psíquicas dos povos e condensar os aspectos significativos das etapas da evolução da humanidade. Em muitas sociedades, a arte é utilizada como forma de homenagear os deuses, ou seja, está ligada à religião. Observe como as igrejas, os templos e os túmulos são locais em que a arte se manifesta em todos os tempos. Indumentárias, objectos que são usados em rituais, instrumentos musicais, adereços, imagens, completam os cenários das cerimonias religiosas. Em outras culturas e épocas, a arte surge, independentemente de religião, unicamente como forma de expressão para quem produz, e como oportunidade de experiência especial para quem aprecia. Qualquer que seja sua direcção, a arte está em toda parte e é um elemento definidor da identidade de um povo, de um grupo social e de um indivíduo. A preocupação com a arte é algo que vem acontecendo desde a Antiguidade. No entanto, foi só no século XX que a arte passou a ser valorizada por si, como objecto que possibilita uma experiência estética por seus valores. Dependendo do tipo de interesse, podemos distinguir 3 funções principais para a arte: a pragmática, a naturalista e a formalista:  Função pragmática ou utilitária – Segundo essa função, a arte serve como meio para se alcançar um fim não-artístico, não sendo valorizada por si mesma, mas por sua finalidade. Esses fins não-artísticos variam muito no decorrer da história. A partir desse ponto de vista, os critérios para se avaliar uma obra de arte são exteriores à obra: não interessa saber se a obra tem ou não qualidade estética, basta que se avalie, do ponto de vista moral, a finalidade à qual a obra serve. Esse é o critério moral. O outro é o critério da eficácia da obra em relação à sua finalidade, isto é, se a obra conseguiu atingir o objectivo a que se propôs. Função naturalista – O interesse está mais voltado para o conteúdo da obra do que para seu modo de apresentação. Exemplo: os retratos. Os critérios de avaliação de uma obra de arte do ponto de vista da função naturalista são: a correcção da representação, a inteireza ou integridade do assunto e o vigor da representação: ficamos convencidos da sua existência?

. ou seja. É o único dos interesses que se ocupa da obra de arte como tal e por motivos estéticos. Os critérios de avaliação desse do ponto de vista são tirados da própria obra. os princípios e organização interna dos elementos que compõem uma obra de arte variam de acordo com cada novo projecto. Função formalista – Visa a forma de apresentação a obra de arte.

O °sj €¯f¾f  I¾f f €¯f  f½ ¾ °fsj f  f  f    °n ¾ °  ¾¾ ¾ ¾ n½f f f f n¯f ½¯¾ ¾xn¾ ¾nx¾ fffsj ¾¾  ½° ¾f¾jf ¾ f½½f f ¾ ©f ¾½°n½¾  –f°fsj ° °f ¾  ¯ °¾   n¯½µ ¯ ¯f  f  f  ff¯  fn n¯nf f°½© n   .

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful