Exercícios de interpretação com charges 1) Veja a charge abaixo e diga o que você sabe sobre o assunto tratado na mesma

. Para facilitar seu trabalho, escreva pequenos períodos (frases) respondendo as perguntas: Sobre o que ela fala? É um problema atual? Como ele afeta sua vida? Há solução para o problema?

2. Faça o mesmo agora com a charge abaixo. Após ver a imagem, responda em forma de texto as perguntas: Sobre o que ela fala? É um problema atual? Você lembra de algum exemplo relacionado ao assunto? Há solução para o problema?

leia o poema de Ferreira Gullar para comparar com a charge: Não há vagas O preço do feijão não cabe no poema. senhores. não fede nem cheira GULLAR. Não cabem no poema o gás a luz o telefone a sonegação do leite da carne do açúcar do pão O funcionário público não cabe no poema com seu salário de fome sua vida fechada em arquivos. A seguir. senhores. O texto nos mostra o incômodo do poeta com a impossibilidade de lidar com a . 1999. O preço do arroz não cabe no poema. está fechado: “não há vagas” Só cabe no poema o homem sem estômago a mulher de nuvens a fruta sem preço O poema. Toda poesia. Ferreira. Como não cabe no poema o operário que esmerilha seu dia de aço e carvão nas oficinas escuras _porque o poema. Rio de Janeiro: José Olympio.2.

O eu lírico deixa claro que a poesia não está preparada para as coisas concretas. Entretanto. a.LEIA A TIRINHA A SEGUIR 3) Responder o questionário referente a essa tira no programa WORD para. ela teve maior relevância para o sentido. f) É possível verificar uma crítica na tira? Se sim a quem ela é dirigida? Comentem. Em qual quadro foi? Expliquem o porquê. em seguida. Por que o autor diz que no poema não cabem o trabalho. . vocês podem inferir a profissão dele? c) O que acontece no segundo quadro? d) No terceiro quadro é possível confirmar ou refutar a hipótese acerca da profissão do homem? O que lhes possibilitou isso? e) Por meio da expressão fisionômica de Mafalda. 3. g) A tira provoca humor? Comentem sua sensação ao lerem o texto. Expliquem o motivo da tristeza. a sobrevivência. anexar e enviar ao e-mail do professor da turma: a) O que chama a atenção de Mafalda no primeiro quadro? b) Conforme vestimentas do homem. por estar isolada em um mundo de imagens idealizadas. especialmente. em um. as contas a pagar? b. O salário mínimo que é citado na charge e no poema é o mesmo (salário que causa problemas)? Explique.“vida real” em sua poesia. h) A linguagem verbal esteve presente em todos os quadrinhos. verifica-se que ela ficou triste depois de seguir o homem e ver o que ele fez.

7 de boa noite”? 5. o que podemos falar sobre as linguagens verbal e não verbal na composição da tirinha? 4. Discutam: por que é possível morrermos em um deserto? b) Podemos afirmar que o homem é cristão? Mesmo que minimamente. Identifique-os e comentem o porquê da escolha do autor para a produção dessa tira. a) Nesta tira. de uma cobra? e) Expliquem o humor da tira. há intertexto? Se sim . por exemplo.i) Nesse sentido. b) Dois contextos sócio-históricos distintos são confrontados na tira. 7 de boa tarde. a) No primeiro quadrinho. qual tipo de linguagem (verbal ou não . o que os levou a essa conclusão? d) Conforme conhecimento de mundo. por que o autor utilizou o urubu no segundo quadrinho ao invés. ele tem fé em algum segmento religioso? c) Como vocês podem confirmar a resposta anterior. ou seja. identifique-o. c) Por que o número 7: “7 mensagens de bom dia. o homem afirma que irá morrer no deserto. f) Na opinião de vocês.

verbal) teve maior relevância à tira? Para isso pensem: será que a tirinha poderia ser apenas oralizada sem nenhum problema de entendimento? Expliquem .

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful