Você está na página 1de 3

LUCRO PRESUMIDO

O que é?

É uma forma de tributação onde usa-se como base de cálculo do imposto um


percentual ( Vide Tabela página 3 ) sobre a receita bruta. .

IMPOSTO DE RENDA

Como é tributado

No regime do lucro presumido a apuração do imposto da empresa é trimestral,


por períodos encerrados em 31 de março, 30 de junho, 30 de setembro.

Ingresso no Sistema

A opção pela tributação com base no lucro presumido será manifestada por
ocasião do pagamento da primeira cota ou cota única do imposto devido no
primeiro trimestre do ano-calendário, vencível no último dia útil do mês de abril.
Esta opção é definitiva em relação a todo o ano-calendário.

Saída do Sistema

A saída do sistema de tributação pelo lucro presumido será efetuada quando a


pessoa jurídica deixar de se enquadrar nas condições para permanecer no
sistema.
Exemplo: Tiver no ano calendário ANTERIOR receita maior que R$ 48.000.000,00.

Escrituração

A pessoa jurídica que optar pela tributação com base no lucro presumido
deverá manter:

a) escrituração contábil nos termos da legislação comercial ou livro Caixa, no


qual deverá estar escriturado toda a movimentação financeira, inclusive
bancária;

b) Livro Registro de Inventário, no qual deverão constar registrados os


estoques existentes no término do ano-calendário abrangido pelo regime de
tributação simplificada; e
c) Livro de Apuração do Lucro Real.

Pessoas Jurídicas impedidas de optar

Estão impedidas de optar pela tributação com base no lucro presumido as


empresas:

a) cuja receita total no ano calendário anterior tenha sido superior ao limite de
R$ 48.000.000,00 (quarenta e oito milhões de reais).

b) cujas atividades sejam de bancos comerciais, bancos de investimentos,


bancos de desenvolvimento, caixas econômicas, sociedades de crédito,
financiamento e investimento, sociedades de crédito imobiliário, sociedades
corretoras de títulos, valores mobiliários e câmbio, distribuidoras de títulos e
valores mobiliários, empresas de arrendamento mercantil, cooperativas de
crédito, empresas de seguros privados e de capitalização e entidades de
previdência privada aberta;

c) que tiverem lucros, rendimentos ou ganhos de capital oriundos do exterior;

e) as pessoas jurídicas que exercerem atividades de compra e venda,


loteamento, incorporação e construção de imóveis.

LUCRO PRESUMIDO/ESTIMADO
PERCENTUAIS DE PRESUNÇÃO

A base de cálculo do Imposto de Renda pelo regime do lucro


presumido/estimado será determinada mediante aplicação sobre a receita bruta
mensal auferida (na atividade que constitua objeto da empresa) dos seguintes
percentuais de presunção:

ATIVIDADES PERCENTUAIS
- Revenda de combustível 1,6%
- Venda de mercadorias, industrializações e 8%
outras
- Transporte de cargas
- Serviços hospitalares
- Atividade rural
- Industrialização de produtos
- Atividades imobiliárias
- Construção por administração ou por
empreitada com fornecimento de materiais de
mão-de-obra
- Qualquer outra atividade (exceto prestação
de serviços), para a qual não esteja previsto
percentual específico
- Transporte de passageiros
- Instituições financeiras e entidades a ela 16%
equiparadas
- Serviços em geral (*)
- Serviços prestados por sociedade civil de
profissão legalmente regulamentada
- Intermediação de negócios
- Administração, locação ou cessão de bens 32%
imóveis, móveis e direitos de qualquer
natureza (exemplo: factorig, franchising, etc
- Construção por administração ou por
empreitada, unicamente de mão-de-obra

(*) As pessoas jurídicas exclusivamente prestadoras de serviços em geral, cuja receita bruta
anual seja de até R$ 120.000,00, poderão utilizar, para determinação da base de cálculo do
Imposto de Renda mensal, o percentual de 16%.

Como calcular o lucro presumido

Ex: Uma empresa revendedora de combustíveis tem um faturamento bruto de


R$ 50.000,00. Em cima desse faturamento iremos aplicar o percentual de
presunção para essa atividade que é de 1,6%, obtendo, assim, a base de
cálculo para o imposto. Sobre a base de cálculo iremos aplicar a alíquota de
15%, obtendo, com isso, o imposto devido.

Faturamento bruto x percentual de presunção = base de cálculo x alíquota =


imposto

R$ 50.000,00 x 1,6% = R$ 800,00 x 15% = R$ 120,00 (imposto)

Alíquota do IR – Presumido
A alíquota do IRPJ sobre o lucro presumido é de 15%.