Você está na página 1de 4

Composio e Decomposio de Foras 1. Foras Concorrentes a.

Composio de uma fora a partir de duas foras componentes Relaes trigonomtricas (Paralelograma de Foras Tringulo de Foras)

R2 = F12 + F22 - 2 F1 F2 cos [ - (+)]


b. Decomposio de foras concorrentes 1) Decomposio de uma fora (R) em duas componentes, de: a) Direces conhecidas

- (+)

F1

F1 = R sen / sen ( + ) F2 = R sen / sen ( + )

F2

b) Intensidades conhecidas (F1 e F2) F1 F1


F2 F2 R

F12 = R2 + F22 - 2 R F2 cos F22 = R2 + F12 - 2 R F1 cos

c) Uma de direco conhecida (d) e outra de intensidade conhecida (F2) F2


F2

R d F1 F1

F1 = R cos

R2 cos2 R2 + F2 2
1

2. Foras Paralelas a. Composio de Foras Paralelas 1) Foras do mesmo sentido A C B F2 F1 R A resultante de um sistema de foras paralelas do mesmo sentido tem intensidade igual soma das intensidades das componentes, direco paralela e o mesmo sentido. O ponto de aplicao da resultante divide o segmento que une os pontos de aplicao das componentes em dois segmentos aditivos, inversamente proporcionais s intensidades das foras. e AC x F1 = BC x F2 R = F 1 + F2 2) Foras de sentido contrrio

B F2

R F1 A resultante de um sistema de foras paralelas e de sentidos contrrios tem intensidade igual diferena das intensidades das componentes, direco paralela e o sentido da maior. O ponto de aplicao da resultante divide o segmento que une os pontos de aplicao das componentes em dois segmentos subtractivos, inversamente proporcionais s intensidades das foras. e AC x F1 = BC x F2 R = F 1 - F2 3) Composio de vrias foras paralelas complanares e no complanares As foras so compostas duas a duas, sendo a resultante obtida considerada de seguida como uma nova componente. Se no se obtiver resultante, em virtude de no final ficarem duas foras da mesma intensidade e de sentido contrrio, ento: Se as foras tiverem o mesmo ponto de aplicao R=0 Se as foras tiverem diferentes pontos de aplicao Sistema Binrio Equivalente Centro de Foras Paralelas de um corpo slido ponto de aplicao da resultante de todas as foras de direces paralelas que actuam sobre um corpo slido. O centro de gravidade de um corpo um centro de foras paralelas. 2

b. Decomposio de uma fora (R) em: 1) Duas de direces conhecidas: a) Do mesmo sentido

B F2

C A C

F1 + F2 = R
B ou

AC x F1 = BC x F2 AC x F1 = BC x F2

F1 R d1 d2

AC + CB = AB

b) De sentido contrrio

F2 B

F1 - F2 = R AC x F1 = BC x F2
R F1 d1 2) Duas de intensidade conhecida - Problema indeterminado (existem n solues) B B A C F2 F2 d2

BC - AC = AB

F1 d1

F1 R d1 d2 d2

3) Duas, uma de direco conhecida e outra de intensidade conhecida a) 1 Caso F1 < R e do mesmo sentido F2 tem o mesmo sentido F 2 = R F1 e AC x F1 = BC x F2

b) 2 Caso F1 > R e do mesmo sentido F2 = F1 - R e

F2 tem o mesmo sentido AC x F1 = BC x F2

c) R de sentido contrrio a F1, quer tenha maior ou menor intensidade F2 tem o mesmo sentido F 2 = R + F1 e AC x F1 = BC x F2

Você também pode gostar