SUBSTÂNCIA PURA

Temperatura Pe
SÓLIDO PF LÍQUIDO GASOSO PE

Pf Tempo
MISTURA COMUM Ponto de fusão (PF) varia. Ponto de ebulição (PE) varia.

MUDANÇAS DE ESTADO

Temperatura

Tempo
MISTURA EUTÉTICA A vaporização se divide em Evaporação, Ebulição e Calefação. No estado sólido, as moléculas estão harmoniosamente compactadas, e a atração existente entre elas é forte. Isso faz com que as partículas não se movimentem apenas vibrem. No estado sólido, a forma e o volume são constantes em razão da organização das moléculas. No estado líquido as moléculas não estão totalmente compactadas, elas têm algum grau de movimento e apresentam vibração. Possui formas variáveis, mas mantendo um volume constante. O estado gasoso se caracteriza pela atração muito fraca entre as moléculas, que ficam em liberdade quase que total. Dessa forma, as partículas movimentam-se e vibram de forma intensa. Por estarem desorganizadas, as partículas têm volume e forma variáveis. SUBSTÂNCIA SIMPLES Formada por um único elemento químico. Ex : H2 , Cl2 , O2 , O3 , etc. SUBSTÂNCIA COMPOSTA Formada por dois, ou mais elementos químico. Ex: NaCl , H2O , H2SO4 , etc. 1 Ponto de fusão constante (PF); (PF) Ponto de ebulição varia Ex: Solda. (37%Pb e Sn 63%). Temperatura Pf fusão Tempo MISTURA AZEOTRÓPICA Ponto de fusão varia (PF); Ponto de ebulição constante (PE) Ex: Álcool 96° GL ( 96% água mais 4% H20 ). Temperatura Ebulição Pe Tempo MISTURA HETEROGÊNEA Apresenta duas ou mais fases, não tendo, portanto, as mesmas propriedades em toda a sua extensão. Exemplo: o granito. MISTURA HOMOGÊNEA Apresenta as mesmas propriedades em toda a sua extensão, (é monofásica, ou seja, uma fase). Ex: ar atmosférico, ouro 18 quilates etc.

ATOMICIDADE

Número de átomos na molécula. Exemplo: (H2O2) Atomicidade = 4
ALOTROPIA Alotropia é o fenômeno em que um mesmo elemento químico forma substâncias simples diferentes. Estes elementos podem ser Oxigênio (O), Enxofre (S), Carbono (C) ou Fósforo (P). As formas alotrópicas de um elemento químico podem se diferir uma da outra pela atomicidade ou então pela estrutura cristalina. CARBONO Diamante, grafite (mais estável) e o fulereno, são as formas alotrópicas do elemento químico carbono. Estas substâncias diferem entre si pela estrutura cristalina. OXIGÊNIO O gás oxigênio (mais estável) e ozônio diferem um do outro na atomicidade, O oxigênio existe no ar atmosférico, sendo um gás indispensável à nossa respiração. O ozônio é um gás que envolve a atmosfera terrestre, protegendo-nos dos raios ultravioleta do sol. Devido às suas propriedades germicidas, o ozônio é utilizado como purificador da água potável. FÓSFORO Pode apresentar-se como Fósforo branco (mais instável), fósforo preto e fósforo vermelho (este é o mais estável e o de mais comum utilização em caixas de fósforo). ENXOFRE O enxofre pode formar o S8 enxofre rômbico (mais estável) e o enxofre monoclínico (mais instável).

3) Separação magnética ou Imantação: Separação de metais que podem ser separados por imã. 4) Ventilação: É a Separação por corrente de ar, (separação da palha ou cascas dos grãos). 5) Levigação: Consiste na passagem de água sobre a mistura. (Separação da areia do ouro). 6) Flotação: É um processo utilizado na separação de dois sólidos de densidade diferentes, introduzindo no sistema um líquido de densidade intermediária e que não dissolva os sólidos Ex: separação de certos minérios das impurezas (ganga), utilizando água. 7) Dissolução Fracionada: Ela é Baseada nas diferentes solubilidades dos componentes, é um método que visa separar solúveis de insolúveis. Ex: separação de areia e sal. SÓLIDO-LÍQUIDO 1) Filtração: Passar a mistura por uma superfície porosa. O sólido fica retido. 2) Decantação: Deixar as partículas em repouso até que se depositem pela ação da gravidade. Ex: Separação de areia e água.
Represa

Reservatório

3) Centrifugação: Acelerar a decantação pelo uso de centrifugadores. Ex: separar plasma do sangue total. SÓLIDO-GÁS 1) Filtração: consiste em forçar a mistura passar por um filtro. Ex: ar com poeira. 2) Câmara de Poeira: processo industrial em que a mistura é obrigada a passar pelo interior de uma câmara cheia de obstáculos.

3) Decantação: consiste em deixar a mistura em repouso, pois, assim com o tempo o componente sólido deposita-se. Ex: pó.
LÍQUIDO-LÍQUIDO

MISTURA HETEROGÊNEA SÓLÍDO-SÓLIDO 1) Catação: Dona de casa colhendo feijão. 2) Peneiração ou Tamisação: Separar areia fina da grossa.

Funil de decantação ou de separação LÍQUIDO-GÁS Pressão - Agitação - Aquecimento Ex: abrir um refrigerante. 2

MISTURA HOMOGÊNEA SÓLIDO-SÓLIDO Fusão Fracionada: A mistura é aquecida e o sólido de menor ponto de fusão funde-se primeiro, separando-se Ex: ouro 18 quilates. SÓLIDO-LÍQUIDO 1) Evaporação: Consiste em deixar a mistura em repouso. Secagem de roupas e salinas. 2) Destilação simples: A mistura é aquecida em uma aparelhagem apropriada, de tal maneira que o componente líquido inicialmente evapora e, a seguir, sofre condensação, sendo recolhido em outro frasco. Partícula eletricamente neutra formada por próton, nêutron e elétron. Partes partícula Próton Núcleo Nêutron Eletrosfera Elétron 1 (u) l/1836 O -1 Massa 1 (u) Carga +1

CARACTERISTICAS DO ÁTOMO a) Número Atômico (z): é o número de próton existente no núcleo do átomo. Ex: 26Fe Z = 26 b) Número de Massa (A): é a soma do número de prótons com o número de nêutrons. LÍQUIDO-LÍQUIDO
56

Fe A = 56
OU

1) Destilação Fracionada: Separa diferentes componentes miscíveis, determinados pelo diferente ponto de ebulição. (Componentes do petróleo).

OBS: Para encontrar o número de nêutrons, basta subtrair o número de massa (A), pelo n° atômico (Z). c) Elemento Químico: elemento químico é todo átomo que possui o mesmo número de prótons em seu núcleo, ou seja, o mesmo número atômico (Z).

Simbologia

Quando um átomo ou grupo de átomos apresenta carga elétrica positiva ou negativa.

GÁS-GÁS 2) Liquefação Fracionada: A mistura de gases, através do aumento de pressão e diminuição de temperatura, sofre liquefação, posteriormente, destilação fracionada. Ex: separação do nitrogênio do oxigênio.

a) íons positivo ou cátions: quando um átomo perde um ou mais elétrons. +

Na

Na

b) íons negativos ou ânions: quando um átomo ganha um ou mais elétrons. -

Cl

Cl

3

SEMELHANÇAS ATÔMICAS Níveis de energia: Níveis de energia ou camadas eletrônicas são regiões onde o elétron pode se movimentar sem perder ou ganhar energia. Há infinitos níveis dos quais sete são conhecidos e estudados. N° DE ELETRONS 2 8 18 32 32 18 8

ISÓTOPOS Mesmo número de Prótons Prótio 1 H 1 A=1 Z=1 N=O Deutério 2 H 1 A=2 Z=1 N=1 ISÓBAROS Mesmo número de Massa. 40 Ca 20 A = 40 Z = 20 N = 20 ISÓTONOS Mesmo número de Nêutrons. 28 Si 14 A = 28 Z = 14 N =14 26 Mg 12 A = 26 Z = 12 N = 14 40 Ar 18 A = 40 Z = 18 N =22 Trítio 3 H 1 A=3 Z=1 N=2

NÍVEL 1 2 3 4 5 6 7

CAMADA K L M N O P Q

Subníveis: São divisões de cada nível Tipos de Orbitais S – Sharp P – Principal D – Difuse F - Fundamental S=2 P=6 D = 10 F = 14

DIAGRAMA DE LINUS PAULING Linus Carl Pauling (1901-1994), químico americano, elaborou um dispositivo prático que permite colocar todos os subníveis de energia conhecidos em ordem crescente de energia.

ISOELETRÔNICOS Mesmo número de Elétrons. 16 O-2 8 A =16 Z=8 e- = 10 20 Ne 10 A = 20 Z = 10 e- = 10

ELETROSFERA Os elétrons estão distribuídos em camadas ao redor do núcleo. Admite-se a existência de 7 camadas eletrônicas, designados pelas letras maiúsculas: K,L,M,N,O,P e Q.

Ordem crescente de energia 1s2 2s2 2p6 3s 2 3p6 4s2 3d10 4p6 5s2 d10 5p6 6s2 4f14 5d10 6p6 7s2 5f14 6d10 7p6

4

CAMADA DE VALÊNCIA E NIVEL MAIS ENERGÉTICO (a) 2 2 6 2 6 2 5 25 Mn 1s 2s 2p 3s 3p 4s 3d (b) Número Quântico Principal Indica o Nível de energia do elétron. Níveis N (a) Camada de Valência: É a camada mais externa de um átomo. (b) Conjunto de elétron mais energético: também chamada de camada mais energética, pois é a que contém o nível subnível e elétron mais energético e de fácil identificação porque são os últimos a serem distribuídos. (c) Elétron Diferenciador: ultimo elétron que será distribuído. DISTRIBUIÇÃO DE ÍONS A distribuição eletrônica nos íons é semelhante a dos átomos nêutrons. No entanto é importante destacar que os elétrons que o átomo vai ganhar ou perder serão recebidos ou retirados da última camada e não do subnível mais energético. Número Quântico Magnético Indica qual o orbital do elétron. (1) 0 -1 0 +1 Orbital (3) Orbitais (5) K 1 L 2 M 3 N 4 O 5 P 6 Q 7

Número Quântico Secundário ou Azimutal. Indica o Subnível de energia dos elétrons. Subnível S P D F

L

0

1

2

3

Ex: 26Fe 1s2 2s2 2p6 3s 2 3p6 4s2 3d6 Ex: 26Fe+2 1s2 2s2 2p6 3s 2 3p6 X 3 d6

CERNE ELETRÔNICO
É uma simplificação da distribuição, para isso utiliza-se o gás nobre anterior ao elemento que se quer distribuir. Ex: 35Br 1s 2s 2p 3s 3p 4s 3d 4p o cerne fica: 35Br[Ar] 4s23d10 4p5
2 2 6 2 6 2 10 5

-2 -1

0 +1 +2

Orbitais (7)

-3 -2 -1 0 + 1 + 2 + 3 Orbitais

Representação da localização de um elétron.

Os elétrons preenchem sempre um subnível de cada vez, primeiro o de menor energia disponível, e nesse subnível ocupam primeiro o orbital que estiver vazio. Somente quando todos os orbitais de um subnível estiverem totalmente preenchidos, é que os elétrons de spin opostos irão completá-los.

3p4
Número Quântico Spin Denomina-se spin o movimento de rotação do elétron em torno do seu próprio eixo. Atribuíramse arbitrariamente os valores:

Os Números Quânticos desse elétron serão respectivamente N= 3 L = 1 M = - 1 S= +1/2 Desse resultado obtemos algumas dúvidas, ou seja, quem é N, L, M, S, e o que representam.

5

5) MODELO ATÔMICO DE BOHR (1913) Elétrons descrevem orbitais circulares ao redor do núcleo sem perder ou absorver energia. passa a analisar os fatos da natureza com uma abordagem que se afasta das mistificações religiosas. os alquimistas cruzaram a idade média na busca da pedra filosofal. com o surgimento do movimento filosófico. se quebrarmos uma amostra de matéria em pedaços cada vez menores. chegaremos a um ponto em que não será mais possível dividi-la. No século 17.000 a 100. 2) MODELOD DE DALTON (1808) Núcleo pequeno e positivo. Seu modelo atômico também é conhecido como modelo da bola de bilhar. Ao comparar com o número de partículas que atravessaram a lâmina com o número que foram ricocheteadas o diâmetro do núcleo deve ser de 10. quando retorna libera energia em forma de luz (fóton luz). impenetrável e indivisível. (água/fogo/terra/ar) e prevê que em se alterando a combinação e as propriedades destes elementos seria possível transmutar qualquer substância em outra. à partícula indivisível. o homem. uma fórmula que transformasse qualquer substância em ouro.000 vezes menor que o diâmetro do átomo. 6 Modelo Quântico ondulatório ou Modelo de Orbitais Os elétrons possuem uma natureza dualística (onda e partícula). descontinua. Ou seja. Esfera positiva não maciça.c) Demócrito dizia que. maciça.3) MODELO DE THOMSON (l897) Modelo Pudim de Passas Na Grécia. Chegaremos ao átomo. Para explicar essas leis. Lavoisier e Proust iniciaram experiências relacionando entre si as massas das substâncias participantes das reações químicas. Dalton propôs a sua teoria e o seu modelo atômico. No final do século 18. A palavra átomo é de origem grega onde: [a = não e tomo = partes]. 1) DEMÓCRITO E LEUCIPO (450 a. O átomo é constituído de duas regiões distintas: o núcleo e a eletrosfera: região onde se encontra os elétrons. Surgiram então as leis ponderais das reações químicas. “não divisível”. 4) MODELO DE RUTHERFORD (1911) FOGO AR TERRA ÁGUA ARISTÓTELES: Defendia a teoria dos quatro elementos. Baseados nesta teoria. Quando o elétron recebe energia salta para outra mais afastada (mais energética). indestrutível. . experiências demonstraram que o comportamento das substâncias era inconsistente com a idéia de matéria contínua e o modelo de Aristóteles desmoronou. sendo impossível determinar com precisão a sua localização. divisível e elétricamente neutra devido às cargas negativas espalhadas por toda a sua extensão.O átomo é uma minúscula partícula.

. IVB... Todos esses elementos apresentam o seu elétron mais energético situado no último nível....).. uma delas a mais antiga. começando com o actínio.VIIIA 1ºperíodo: muito curto 2º período: curto 3º período: curto 4º período: longo 5º período: longo 6º período: muito longo 7°período: (2 elementos) (8 elementos) ( 8 elementos) (18 elementos) (18 elementos) (32 elementos) (incompleto) Os elementos vão aumentando à medida que as descobertas de novos elementos desse período vão sendo confirmadas...... Elementos Representativos ou Regulares Divisão da Tabela Periódica Na tabela periódica encontramos dois arranjos principais: os períodos e as famílias..... começando com o lantânio... IUPAC: União internacional pura e aplicada da química.. é indicar cada família por um algarismo romano seguido da letra A e B. Elementos com 1 ou 2 elétrons de valência: O número da família é igual ao número de elétrons de valência.... b) Actinídeos: Analogamente.. O número de elementos em cada período é variável. por comodidade estão indicados numa linha fora e abaixo da tabela.................. porém. eles formam a série dos actinídeos.. O número da família é igual à soma do número de elétrons mais energéticos mais o número de elétrons de valência.. IIIB...... Desenvolvida primeiro por Mendeleiev. no 7º período.. Existem duas maneiras de identificar as famílias ou grupos... Elementos de Transição Interna Lantanídeos e Actinídeos: a) Lantanídeos: elétron mais energético em subnível (f). no subnível (s) ou (p).. esses elementos formam a chamada série dos actinídeos...(IA. que estão indicados na segunda linha fora e abaixo da tabela. » Também denominadas de grupos. Lei periódica atual – Lei de Moseley As propriedades dos elementos químicos variam periodicamente em função de seus números atômicos. Os períodos também são reconhecidos como níveis ou camadas... IA IIA VIIIB IIIB.. No 6º período. Elementos de Transição Externa Elétrons mais energéticos em subnível (d) elementos com 1 a 10 elétrons em subnível (d) da penúltima camada e 2 elétrons na última camada....... a terceira quadrícula encerra 15 elementos (do lantânio ou lutécio). por recomendação da IUPAC as famílias devem ser numeradas de 1 a18 eliminando as letras A e B. IIA. Elementos de 3 a 8 elétrons de valência: O número da família é igual à soma do número de elétrons de valência + 10.. que organizou os elementos em ordem crescente de massa atômica.1. 7 ... » Cada família possui propriedades químicas semelhantes... aperfeiçoada por Moseley que organizou os elementos em ordem crescente de número atômico.18 Classificação Periódica dos Elementos químicos..... a terceira quadrícula também encerra 15 elementos químicos (do actínio até o laurêncio)..IIB IIIA...

1s 2s 2p 3s 3p 4s 4Be 2 Família 3a ( IIIA ) Família do Boro ns2 np1 2 + 1 = 3 2 2 1 5B .. . ou 3 elétrons na camada de valência. Sólido – C.6 ou 7 elétrons na camada de valência..V...Maus condutores de calor e eletricidade. .…P6 S1 S2 d1….......1s 2s 2p 2 2 6 2 1 13Al ....1s 2s 2p 3s 2 2 6 2 6 2 20Ca .... Família 1ª (IA) Metais alcalinos 1H ..O próprio nome sugere. O hidrogênio apresenta dois estados de oxidação + 1 e ...... Nas condições ambiente é um gás extremamente inflamável. Dependendo do autor ele poderá aparecer na família l ou 17..Conjunto de 11 elementos químicos com alta eletronegatividade com tendência a ganhar elétrons e se transformar em ânion.. nsx ns2(n-1)dx nsxnpx F1. 8 .Formam o grupo 18 da Tabela Periódica...Em número de sete os semi-metais apresentam propriedades intermediárias entre metais e ametais. ..Não apresentam brilho. ....Sólidos a temperatura e pressão ambiente exceção do mercúrio (Hg) único metal líquido.. OBS: Há uma tendência moderna de eliminar a classificação do semi-metais.1s1 1 1 3Li . I Líquido – Br Gasoso – F. possuindo propriedades de se combinar com metais e ametais...VI.. .1.Principal característica química é a grande estabilidade e a baixa reatividade . .. ..Todos são sólidos.....Bons condutores de calor e eletricidade.... Essas famílias possuem nomes próprios.São maleáveis (podem ser transformados em lâminas).....2.Possuem brilho metálico...... N.. .. P....... .Em geral alto ponto de fusão e ebulição. 77% da tabela são formadas por metais.1.Possuem 4.....São dúcteis (podem ser transformados em fios) .Possuem brilho típico semi-metálico e podem ser tratados para se transformar em semicondutores de corrente elétrica .. nas condições ambientes apresentam-se no estado gasoso.. nem maleáveis...18 P1….. Elemento atípico... .... .. possui propriedades para estar nessas duas famílias.84 elementos. O. ....VII.. Cl .......….. pois.....Costumam perder elétrons e se transformar em cátion. ou seja...5.. ...Possuem 1. . ).1s 2s 2p 3s 3p Da mesma forma podemos identificar as famílias ( IV.... Não são dúcteis e nem maleáveis.Possuem a camada de valência completa.VIII.....Não são dúcteis. d10 ..F14 d1 ns2(n-2)dx Nos elementos representativos a unidade no número da família representa o número de elétrons na camada de valência (última camada).. . Se.. ....1s 2s Família 2a ( IIA ) Família dos Metais alcalinos Terrosos 1s2 2s2 2 6 2 12Mg ... com 8 elétrons ou 2 elétrons (Hélio).... S.

recebe um elétron. ELETROPOSITIVIDADE É a capacidade do átomo de perder elétrons. DENSIDADE Relação entre a massa (m) e o volume (V) ocupado por essa massa. 3. 7. a atração do núcleo sobre os demais elétrons aumenta. RAIO ATÔMICO Metade da distância entre dois núcleos de dois átomos iguais. Unidade cm3 (Sólido e líquido). 8.1. ELETRONEGATIVIDADE É a capacidade de um átomo de atrair elétrons em comparação a outro átomo. EA1 > EA2 >EA3. na fase gasosa. P1 < P2 < P3. ENERGIA DE INONIZAÇÃO A0(g) + Energia → A+(g) + 1 elétron É a energia recebida quando um átomo neutro. libera um elétron. Com isso. na fase gasosa. 6. 9 . g/l (gases). 2. VOLUME ATÔMICO Volume ocupado por l mol de átomos na fase sólida Unidade (Cm3). 5. provocando um aumento na energia de ionização. Quando um átomo emitir mais de uma eletroafinidade. 4. PONTO DE FUSÃO E EBULIÇÃO PF: Temperatura em que ocorre a passagem S-L PE: Temperatura em que ocorre a passagem L-G Observação: Quando se retira o primeiro elétron ocorre uma diminuição do raio. ELETROAFINIDADE A0(g) + 1 elétron → A-(g) + Energia É a energia liberada quando um átomo neutro.

A ligação iônica Ocorre: Características dos Compostos Iônicos: a) Em geral são sólidas a temperatura e pressão ambientes (25°C e 1 atm. então. dizemos que entre eles se estabelece uma ligação química. compartilhar seus elétrons. Teoria eletrônica de Valência: 1s2 2 2 6 10 Ne: 1s / 2s 2p 2 2 6 2 6 18 Ar: 1s /2s 2p / 3s 3p 2 6 2 6 10 2 6 36 Kr: 1s2/ 2s 2p /3s 3p 3d / 4s 4p 2 2 6 2 6 10 2 6 10 2 6 54Xe:1s /2s 2p /3s 3p 3d /4s 4p 4d /5s 5p 2 He: 11Na: 1s2 2s22p6 3s1 Perde um elétron Na + 17Cl: 1s22s22p6 3s2 3p5 Ganha um elétron Cl- Fórmula Eletrônica ou Fórmula de Lewis Na Cl Na1+[ Cl ]1NaCl Possuir a camada de valência completa significa ter 2 elétrons quando a camada de valência for o 1° nível de energia e 8 elétrons quando for o 2°. quebram facilmente. os átomos podem perder ou ganhar elétrons ou.) b) Apresentam elevado ponto de fusão e ponto de ebulição. Entretanto para que ocorra uma ligação química. Família 1 2 ou 2A 13 ou 3A 14 ou 4A 15 ou 5A 16 ou 6A 17 ou 7A Valência 1 2 3 4 5 6 7 Eletrovalência +1 +2 +3 +4 +5 +6 +7 Fórmula Iônica Observe como se estabelece a ligação iônica entre os elementos químicos Cálcio e o Flúor. 3°. 5°. 4°. todavia conduzem quando em solução aquosa ou fundidos. . quando submetidos a impacto. 6° nível de energia.Determinação de Fórmulas dos Compostos Iônicos Quando dois átomos reagem entre si. Esta teoria é conhecida como Regra do octeto. ou seja. produzindo faces planas. Valência: É o número de ligações que ele deve fazer para alcançar a estabilidade. para que alcance o número de 8 elétrons na última camada.) 9F: 1s 2s 2p Ca+2 F 1- CaF2 Fórmula eletrônica do Fluoreto de Cálcio Ca F F 2+ F 1Ca [ ]2 Denomina-se ligação iônica ou eletrovalente aquela que ocorre pela atração elétrica de cátions (íons positivos) e de ânions (íons negativos). 10 d) Maus Condutores de eletricidade no estado sólido. 20 Ca: 1s2 2s22p63s2 3p6 4s2 ( forma cátion 2+ ) 2 2 5 ( forma ânion 1. c) São Duros e Quebradiços.

O átomo mais eletronegativo apresentará um diferencial de carga negativo em relação ao outro átomo.1 É representada por uma seta. paralelo e cujos elétrons apresentam spins contrários. Observação: Na forma gasosa. São as primeiras a acontecer. como não é possível que todos recebam elétrons os átomos que estão envolvidos na ligação apenas compartilham um ou mais pares de elétrons da camada de valência. São chamadas de ligações covalentes simples. São ligações mais fracas que a sigma e ocorrem sempre após a existência da ligação Sigma. sem perdê-los ou ganhá-los definitivamente. Ex: HCl. menos eletronegativo. presente na atmosfera que provoca chuvas ácidas. o trióxido de enxofre é um poluente. na direção de que recebe o par eletrônico. Aparecem somente em ligações duplas (l sigma e l pi) ou triplas (l sigma e 2 pi). Alguns autores a consideram como uma ligação dupla. sem prejuízo ao doador. Molécula de Hidrogênio ( H2 ) Orbital molecular σ ( s . Só ocorrem uma vez entre cada dois átomos.s ) Ligação Covalente ou Molecular Ocorre compartilhamento de elétrons. H H H Cl 11 . entre átomos com tendência de receber elétrons. Polaridade Polaridade das Ligações Apolar: São as ligações que ocorrem entre átomos com a mesma eletronegatividade.ORBITAIS MOLECULARES Ligação Covalente Sigma (σ): É a ligação que ocorre com sobreposição frontal dos orbitais ligantes. Cujos núcleos dos átomos se encontram num mesmo eixo. Ligação Covalente pi (π): É a ligação que ocorre com aproximação lateral ente orbital ligantes. Determinação de Fórmulas dos Compostos Covalentes Ligação Covalente Dativa ou Coordenada Um átomo. No entanto. Ocorre entre: Eixo As ligações sigma (σ) são as ligações covalentes mais fortes. porque tem uma combinação do dióxido de enxofre e oxigênio. porém há exceções. Ocorre sempre em ligações covalentes simples. pois apresentam o mesmo tamanho da ligação. fornece um par de elétrons a outro átomo mais eletronegativo. Tradicionalmente são reconhecidas por ocorrerem entre átomos de um mesmo elemento químico. Eletronegatividade δ+ δCloro 3. Ex: H2 Polar: São as ligações que ocorrem entre átomos que apresentam diferença de eletronegatividade.1 Hidrogênio 2.

temos as possíveis geometrias moleculares. os átomos estão distribuídos de maneira organizada e apresentam os elétrons da última camada liberados para o cristal de forma a serem compartilhados por todos os átomos. porém. Estes elétrons livres formam um mar de elétrons que permite aos metais serem excelentes condutores de calor e eletricidade. Vetor momento dipolar resultante (µR) É a soma dos vetores momento dipolar de todas as ligações da molécula. 4 Ausência Trigonal 120° Ex: CO2 O C O 4 Presença Piramidal 107° Ligação Polar Molécula Apolar b) Molécula Polar: É a molécula cujo momento dipolar resultante é diferente de zero. b) possuem baixos PF e PE comparados com os compostos iônicos. Considerando a orientação das nuvens e o número de átomos ligados ao átomo central. de acordo com a posição dos núcleos dos átomos: 12 . embora alguns conduzem quando em solução aquosa. Molécula Polar µR ≠ O Ligação Polar Resumo da Polaridade Da Ligação Apolar: átomos iguais Polar átomos diferentes Da Molécula Apolar Não possuem elétrons livres Polar Possuem elétrons livres São ligações que ocorrem entre metais. No cristal metálico. c) Não conduzem corrente elétrica quando puros [exceto o grafite]. a molécula é assimétrica. Átomos 2 Elétrons livres Geometria Linear 180° Ausência Linear 180° Angular 105° Exemplo 3 3 Presença a) Molécula Apolar: É a Molécula cujo momento dipolar resultante é igual a zero. iguais ou diferentes. Ex: H2O H N H H 5 Ausência Tetraédrica 109°28’ Características dos compostos Covalentes a) São líquidos ou gases de maneira geral. É a ligação mais forte e organizada.Polaridade das Moléculas Vetor momento dipolar ( µ ) Determina a polaridade de uma ligação covalente e aponta para o átomo mais eletronegativo. ou seja. Pode ser igual ou diferente de zero. Formação de Ligas Metálicas Ligas Bronze Latão Aço Inox Composição Cu + Sn Cu + Zn Fe+ C +Cr + Ni Usos Estátuas Torneiras Talheres Geometria da Molécula A geometria das moléculas. ou seja. será determinada pela posição dos núcleos dos átomos ligados ao átomo central. são moléculas simétricas.

13 . englobam as forças de Dipolo induzido. oxigênio ou nitrogênio. forças de London ou forças de dispersão. REAÇÕES QUÍMICAS Fenômeno no qual duas ou mais substância sofrem ruptura e rearranjo de ligações transformando-se em outras.1 Superóxido = . O2 São Forças de natureza elétrica de intensidade muito fraca. I2. DETERMINAÇÃO DO NOX DE UM ELEMENTO Ocorrem com gases nobres ou moléculas apolares. São Forças de natureza elétrica de intensidade média. Portanto ocorre em moléculas polares. Zn e Cd = + 2 Hidrogênio = +1 quando ligado a ametal Hidrogênio = -1 quando ligado a metal Oxigênio = . 4) Em um íon composto. todos os reagentes são substâncias Simples e na Síntese Parcial pelo menos um dos reagentes é uma substância composta. Também chamada por Ponte de Hidrogênio. são as mais fortes.1 A + B + C → ABC SO2 + H2O → H2SO3 (Síntese Parcial) H2 + Cl2 → 2HCl (Síntese Formação) OBS: Na Síntese de Formação.2 Halogênios (à direita da fórmula) = . 2) Em um íon simples o nox do elemento é a própria carga do íon. Uma reação química depende da reatividade dos ligantes e pode ser classificada em quatro grupos. As forças de Van der Waals. Podemos citar como exemplo o HCl e HBr. 3) Em uma substância composta. Ex: CO2. N2(g) + → Produtos → 2NH3(g) 3H2(g) Índice Coeficiente Elementos que possuem nox constante Vários Reagentes → Um Produto Metais alcalinos e Ag = +1 Metais alcalino-terrosos. o elemento apresenta nox zero.1/2 Calcogênio (à direita da fórmula) = . A extremidade positiva de uma molécula polar tende a atrair a extremidade negativa da outra. Representação gráfica de uma reação Reagentes É o nome dado à carga elétrica que um átomo adquire respectivamente num íonfórmula ou numa molécula. H2 S O4 +1 +6 -2 +2 +6 -8 =0 Ocorrem em moléculas que possuem o hidrogênio ligado a flúor. a soma dos nox de todos os elementos é igual à própria carga do íon.2 Peróxido = . Por isso. essas substâncias possuem pontos de fusão e ebulição elevados.REGRAS PARA DETERMINAÇÃO DO NOX 1) Em uma substância simples. a soma dos nox de todos os elementos é igual a zero.

1. ∆ = maior Nox – menor Nox 3.2.6 c) 2.3. ∆=5-2=3 ∆=5–0=5 P = 5 x 1 = 5 Oxidação N=3x1 = 3 Quando uma substância se decompõe em duas ou mais substâncias.3 d) 3. Prosseguir o balanceamento com o método das tentativas. 4. Calcular a variação (∆) do nox para cada elemento e multiplicar pela atomicidade. Exemplo: AB + CD → AD + CB NaCl + AgNO3 → AgCl + NaNO3 CaO + H2SO4 → CaSO4 + H2O OBS: Os produtos na dupla troca geralmente apresentam pelo menos uma das características abaixo: P + HNO3 + H2O → H3PO4 + NO 1. Método de Tentativas Regras Práticas 1.Quando uma substância simples descola um elemento d uma composta. 3. 3. AB → A + B Pirólise (∆) (calor) CaCO3 → CaO + CO2 Fotólise (λ) (luz) 2H2O2 → 2 H2O + O2 Eletrólise (faísca) 2 H2O → 2H2 + O2 Redução P = Agente Redutor HNO3 = Agente Oxidante 2°) 3P + 5HNO3 + H2O → 3H3PO4 + 5 NO 3°) 3P +5HNO3 +2 H2O → 3H3PO4+ 5 NO 14 . São menos solúveis 4. Acertar por último o n° de O.3. Regras práticas: 1.1. Acertar primeiro os elementos diferentes de O e H.2.1.3 Método de Oxi-Redução Quando Ocorre troca de elementos ou radicais entre substâncias compostas. 2. São ácidos mais fracos. 2.1. São mais voláteis.6 b) 3. Acertar a quantidade de H. Cl2 + 2NaI → 2 NaCl + I2 F > O > N > Cl > Br > I > S > C > P xAl + yH2SO4 → zAl2 (SO4)3 + wH2 Os coeficientes estequiométricos para esta equação são: a) 2. Inverte o valor do ∆ para os elementos calculados. São bases mais fracas 2. Procurar os elementos que sofrem variação do Nox. Exemplo: A reação de deslocamento entre alumínio e o ácido sulfúrico pode ser representada por: A + BC → AC + B Fe + CuSO4 → FeSO4 + Cu Esta reação só ocorre quando a substância simples for mais reativa que o elemento a ser deslocado.

Exemplo: Fe + CuO O +2 –2 FeO + Cu +2 –2 O Hidrácidos: não possuem oxigênio na molécula. .Quem Sofre Redução Ganha elétron Diminui Nox. 3 Forte 2 Forte N° de Oxigênio . São Compostos Covalentes que reagem com a água (Sofrem ionizam) formando soluções que apresentam como único cátion o hidrônio. H3BO3. Ex: H2SO4. Quanto a Força A determinação da força dos ácidos depende do seu grau de ionização (α). H3PO4. Ex: H4SiO4. Ex: H3PO4. maçã (ácido málico) e vinagre (ácido acético). Número de Hidrogênio Ionizáveis Monoácidos: possuem apenas um hidrogênio ionizável. Exceções: H3PO3( Diácido). HCN. Hidrácidos Forte – HI. HClO4. Ionização em etapas do ácido sulfúrico + - H2SO4 + H2O → H3O + HSO4 1ª etapa HSO-4 + H2O → H3O + SO4 + 2- Propriedade Específica Sabor Azedo: Todos os ácidos têm sabor azedo devido à presença de íons H3O+. HBr.Quem Sofre Oxidação Perde elétrons e Aumenta Nox.A Substância que possui a entidade química que sofre Redução é o Agente Oxidante. HCl Moderado – HF Fraco – Os Demais Hidrácidos Oxiácidos Calcular a diferença entre o número de átomos de Oxigênio e o número de Hidrogênio Ionizáveis. .N° de Hidrogênio 1 Moderado 0 Fraco OBS: Todo ácido com carbono é fraco. H2CO3. H3PO2(Monoácido). . Ex: H2S.A Substância que possui a entidade química que sofre Oxidação é o Agente redutor. uva (ácido tartárico). H2CO3. Fe Sofre Oxidação Fe é o Agente Redutor Cu sofre Redução CuO é o Agente Oxidante α = Número de mols ionizados Número total de mols do ácido α > 50 % Ácido Forte 5 % < α < 50 % Ácido moderado α < 5 % Fraco Função Química: é o conjunto de substâncias que apresentam propriedades químicas semelhantes. Ionização: Formação de cátions e ânion pela quebra de molécula em presença de água. . 2ª etapa H2SO4 +2H2O → 2H3O+ + SO42. Oxiácidos: possuem oxigênio na molécula.Presença de Oxigênio no Anion: São reações em que certa quantidade de determinado átomo ou íon é oxidada enquanto outra quantidade desse mesmo átomo ou íon é reduzida. Diácido: Possuem dois hidrogênios ionizáveis. H3O+. HBr. 15 .Total Ex: limão (ácido cítrico). Triácido: Possuem três hidrogênios ionizáveis. Ex: HCl. Tetrácidos:Possuem quatro hidrogênios ionizáveis. Ex: H2SO4. H4P2O7.

Al(OH)3. Fe(OH) 3. Tribase .Ácido clórico.HIDRÁCIDOS ÁCIDO___________________ + ÍDRICO NOME DO AMETAL HCl . Pt(OH)4. Se diminuir dois oxigênios o sufixo passa (ico) para (Hipo_oso). pois os íons já existem (não são formados). tóxico.Ácido bromídrico OXIÁCIDOS H3BO3 ÁCIDO BÓRICO H2CO3 ÁCIDO CARBÔNICO HNO3 ÁCIDO NÍTRICO H3PO4 ÁCIDO FOSFÓRICO H2SO4 ÁCIDO SULFÚRICO HClO3 ÁCIDO CLÓRICO Se aumentar o número de oxigênio o sufixo passa de (ico) para (Per_ico). Nome comercial: ácido muriático. HCl: ácido clorídrico (Cloreto de hidrogênio) Gás incolor ou levemente amarelado. tóxico e corrosivo. OH-. na dissociação não há reação química com a água. cáustico. [H2SO4 Ácido Sulfúrico] [H2SO3 Ácido Sulfuroso] Características e usos de alguns ácidos HNO3: ácido nítrico ácido forte. Insolúveis: as demais. dos quais o único ânion é o hidróxido. Tetrabase . HBr . Regra: Hidróxido de cátion + Valência em algarismo romano Fe(OH)2 Hidróxido de ferro II ou (oso) Fe(OH)3 Hidróxido de ferro III (ico) 16 . São Compostos capazes de se dissociar na água liberando íons mesmo em pequena percentagem. sufocante. Usado na limpeza. Mg(OH) 2. Elementos com Nox fixo Regra: Hidróxido de cátion NaOH – Hidróxido de sódio Ca(OH)2 – Hidróxido de cálcio Al(OH)3 – Hidróxido de alumínio Elementos com Nox variável. Dibase . Se diminuir um oxigênio o sufixo passa de (ico) para (oso).Sn(OH) 4. Isso significa que.Ca(OH) 2. corrosivo e oxidante forte. usado na fabricação de nitrato para fertilizante ou explosivos etc. fumegante. ao contrário do processo de ionização. sendo um líquido transparente. KOH. força Nomenclatura pelo Nox Nox do elemento central -1 ou -2 +1 +2 ou +3 ou +4 +5 ou +6 +7 Terminação do ácido ídrico Hipo_oso Oso ico Per_ico Forte: (α ≈ 100%) Família 1A e 2A Fraca ou volátil (α < 5%) demais Quanto a Solubilidade Solúveis: Família 1A e NH4OH Pouco solúveis: Família 2A. forte.NaOH. é componente do suco gástrico. Quanto ao Grau de dissociação (α). Reação de dissociação NaOH(S) → Na+(aq) + OH-(aq) Quanto ao número de Hidroxilas Monobase . A dissociação ocorre quando os íons que constituem uma substância entram em contato com a água e se separam em cátions e ânions (que são cercados individualmente por moléculas de água).

até o doce. calcária. Ex: CaCl2.6H2O NaCl cloreto de sódio NaClo3 clorato de sódio Cu2SO4 sulfato cuproso ou sulfato de cobre I Os sais se formam em um tipo de transformação química conhecido como neutralização. porcelana. NH4CN. Ex: NaKSO4 sulfato de sódio e potássio CaClBr cloreto-brometo de cálcio . quando se misturam um ácido e uma base. h) Sal hidroxilado: São os sais que possuem o ânion OH. o sabor vai desde o salgado. Quanto a Natureza dos íons c) Sal Simples ou Sal Normal: não possui H+ ou OH. d) Sal Neutro: Possui cátion proveniente de base forte e ânion proveniente de ácido forte.Classificação Quanto a Presença de Oxigênio a) Oxigenados: NaNO3. Ex: NaHCO3. odor desagradável e cor esverdea-da. 2H2O respectivamente. giz. Ex: NaCl. NaHCO3.em sua fórmula. O sal é um composto resultante da neutralização de um ácido por uma base com eliminação de água. Propriedades Os sais possuem sabor variado. Ele se forma com um ânion proveniente de um ácido e um cátion proveniente de uma base. basta aquecer o sal e a água é eliminada. Ex: K2SO4. CaSO4. passando por adstringente e amargo. Usado na purificação e tratamento da água. Solúvel em água fria decompõe-se em água quente.na fórmula. FeHPO4. b) Não Oxigenados: NaCl. essa água é denominada água de hidratação ou de cristalização. bem como os que não possuem sabor. giz escolar. mármore. dependendo do ânion e principalmente do cátion presente em sua fórmula. CaSO4. adubos e cimento. greda. Possuem temperatura de fusão e ebulição elevadas. MgSO4. c) Sal Básico: Possui cátion proveniente de base forte e ânion proveniente de ácido fraco. CaSO4. É usado na fabricação de gesso. calcita. g) Sal hidrogenado: São sais que possuem hidrogênio ionizáveis na fórmula. AgNO3. 17 . Usado na fabricação de vidro. São compostos iônicos que se apresentam no estado sólido cristalinos. CaSO4 Sulfato de cálcio: Encontra-se na natureza sob a forma de anidrida e gipsita. Ou possui cátion proveniente de base fraca e ânion proveniente de ácido fraco.em sua fórmula. e) Sal Ácido: Possui cátion proveniente de base fraca e ânion proveniente de ácido forte. Mg3(BO3)2. NaClO Hipoclorito de sódio: Possui sabor adocicado. QUANDO DUAS FUNÇÕES REAGEM Resultado do encontro de um ácido com uma base Neutralização Ácido + Base → Sal + água HCl + NaOH → NaCl + H2O Características e usos de alguns sais CaCO3 Carbonato de cálcio: Encontra-se na natureza sob diversas formas: aragonita. KCN. Ex: Mg(OH)Cl i) Sais Anidros: não possuem água em sua molécula Ex: NaCl j) Sais Hidratados: são sais acompanhados por um número bem definido de moléculas de água. Em geral. f) Sal duplo ou misto: possui dois cátions ou ânions diferentes de H+ e OH. AL2(SO4)3.

Óxido ácido + água forma ácido SO3 + H2O → H2SO4 Óxido ácido + base → sal + água SO3 + Ca(OH)2 → CaSO4 + H2O PARA AMETAIS mono. conforme o meio ou a substância com a qual estão em contato. a eliminação da água do respectivo ácido forma o óxido anidrido (ácido).. Óxido básico + água forma base -1 ( O O ) ou apenas -1 O2 2- Os elementos que formam peróxidos são: hidrogênio. mistos ou Salinos Possuem fórmula geral M3O4 (sendo M um metal genérico). óxido de mono. As. Fe+3. N2O óxido nitroso.heptóxido de dicloro Ex: N2O5 . metais alcalinos. entre o oxigênio e um elemento muito eletronegativo.Óxidos Anfóteros Possuem comportamento ambíguo.Óxido de Cálcio Cu2O .. como os metais-alcalinos e alcalino-terrosos ou alguns metais de transição..pentóxido de dinitrogênio PARA METAIS Óxido de elemento (+ NOX) CaO . é molecular. formados teoricamente pela fusão de dois óxidos diferentes..di. Reagem com água ou com ácidos produzindo H2O2 e O2(g) possuem caráter alcalino. MgO. o oxigênio apresenta NOX = -1 Óxidos básicos São formadas por meio de ligações de caráter iônico.tri.CrO. Ex: CO2. Óxidos são compostos formados por dois elementos químicos (binários) dos quais o oxigênio é o elemento mais eletronegativo. Zn. não é óxido.. Sn.: O composto binário OF2 (difluoreto de oxigênio). metais alcalino-terrosos. Em condições normais não reagem com água..óxido cuproso ou óxido de cobre I Peróxidos peróxidos. H2O2. uma vez que o flúor é o único elemento mais eletronegativo que o oxigênio. Ex: Fe2O3 Óxidos duplos. Superóxidos Nos superóxidos o oxigênio apresenta número de oxidação igual = -l/2 e formam compostos iônicos da família 1A e 2A com o íon O2-2.tri. Exemplo: (magnetita) Fe3O4 considerado uma associação dos óxidos FeO e Fe2O3.. Classificação Óxido ácidos ( anidridos ) Óxidos de caráter acentuadamente covalente. com bases e com ácidos..peróxido de hidrogênio de todos os peróxidos apenas o de hidrogênio. Na2O + H2O 2 NaOH Óxido básico + ácido forma sal + água Na2O + 2 HCl 2 NaCl + H2O Óxido Neutros ou Indiferentes São óxidos covalentes que não possuem caráter básico nem ácido. Al. e sim sal. Cr+3. Be.di. prata e zinco. O2(g). nem. ora como óxidos ácidos. Obs. os demais são iônicos. Ex: Na2O. Pb.. São compostos relativamente instáveis. 18 . SO3. Peróxido + de + nome do elemento H2O2 .. agem ora como óxidos básicos. (Formados por ametais). que possuem tendência a se decompor liberando gás oxigênio. Exemplo: CO monóxido de carbono. NO óxido nítrico. elemento Ex: Cl2O7 . e apresentam o grupo (-O-O-O-O) Ex: Na2O4.

com as pesquisas do químico sueco Arrhenius. A busca de um bom critério para identificar uma substância como ácida teve sucesso tempos depois.A teoria de Brönsted-Lowry (Protônica):1923 Os ácidos possuem uma série de propriedades tais como: o sabor azedo e o fato de provocarem efervescência em contato com bicarbonato de sódio. Logo após a sua formação o cátion H+ liga-se imediatamente a uma molécula de água e forma o íon estável. Ácido: Doa próton H+ Base: Recebe próton H+ HCl + H2O ácido base H3O+ + Clácido base Ácido Base conjugado → diferem por 1H+ NH3 + H2O base ácido NH4+ + OHácido base Teoria de Lewis (eletrônica): 1923 Ácidos: São substâncias capazes de receberem pares eletrônicos. No entanto. HCl HCl H2O H2O + H+ + ClH3O+ + ClPCl3 Cl Cl P Base OBS: O cátion H é um átomo de hidrogênio que não possui elétrons. No entanto essa hipótese não resistiu a algumas outras experiências. a teoria de Arrhenius é restrita ao meio aquoso e a presença de hidrogênio no ácido e de hidroxila na base. em solução aquosa. que foi chamado de oxigênio (palavra derivada do grego e que significa exatamente gerador de ácidos). mas é restrita à presença de H1+. quando em contato com a água. Bases: São compostos que em solução aquosa. 19 . A teoria de Brönsted-Lowry abrange a de Arrhenius e amplia o conceito para substância que não se encontram em meio aquoso. tais como o ácido clorídrico (HCl). ele formulou a hipótese de que todos os ácidos deveriam conter um componente do ar. fornecem um único tipo de ânion: o íon OH-. a busca de um critério geral para identificação de uma substância ácida atravessou praticamente dois séculos de pesquisas científicas. Assim por exemplo a queima de enxofre produzia um gás que originava o ácido sulfúrico. A teoria de Lewis engloba as teorias de Arrhenius e Brönsted-Lowry e amplia o conceito para substâncias que não se encontram em meio aquoso e não fazem transferência de H1+ (próton). Lavoisier observou que os ácidos podiam ser produzidos quando o produto da queima de elementos químicos não-metálicos borbulhavam em água. Cl AlCl3 Cl Al Cl ácido A teoria de Arrhenius: (1884) Ácidos: São compostos que. No século XVIII. No século XX descobriu-se que ele não existe. H3O+ (hidroxônio ou hidrônio). nas quais se verificou a existência de ácidos que não continham oxigênio. o conceito de Arrhenius ainda é muito utilizado. A partir dessa observação. OBS: Comparando as três teorias. Bases: São substâncias capazes de doarem pares eletrônicos. Cl H+ + NH3 AlCl3 + ClNH4+ AlCl4- NaOH H2O Na+ + OH- Como á água é o principal solvente da natureza. fornecem um único tipo de cátion: o íon H+ (H3O+).

inclusive de um átomo. Verifica-se experimentalmente que na (CNTP).íons. Ex: vamos determinar a massa molecular da (H2O). vários padrões de massas atômicas têm sido adotados.10-23g Mol: quantidade de matéria que contém 6.24g Resposta 1 átomo de Mg ------.1023 átomos de Mg ------.1 / 100 = 12. moléculas ou íonfórmula. M. MASSA MOLAR Comercialmente costuma-se utilizar as massas em gramas ou quilogramas. da (u) é 1.1023 átomos de C.X X = 4. Aproximadamente igual a 6.02. em determinada temperatura e pressão. VOLUME MOLAR É o volume ocupado por um mol de qualquer gás. 12u de C = 1 átomo de C = l2g de C = 6. 27u de Al = 1 átomo de Al = 27g de Al = 6.1023 entidades sejam átomos.1023 átomos de C. Convencionou-se usar como padrão o isótopo mais comum do carbono 6C12.02.02. a) Calcule a massa em gramas de um átomo de Mg. 3 H u u u u uu Isótopo 3H possui MA = 3u A massa do elemento é a média ponderada das massas dos isótopos do elemento. Unidade de Massa Atômica (u) (u) = 1/12 da massa do Carbono 12C 6 6 prótons e 6 nêutrons A massa. Um átomo de trítio possui a mesma massa que três “fatias” do carbono-12.99 + 13.1023.MASSA MOLECULAR Massa molecular (MM) é igual à soma das massas atômicas dos átomos que formam a molécula (expressa em u). Feito isso.02. é possível expressar a massa relativa de qualquer objeto. em gramas.02. MA magnésio 24u número de Avogadro 6.01u 20 . daí a necessidade de se transformar unidades de massa atômica para gramas.0.A = 12. Substância H 2O O2 Massa Molecular 18u 32u Massa Molar 18g 32g Suponhamos que existisse uma balança imaginária com sensibilidade para pesar átomos. Ao longo dos anos.moléculas.02. NÚMERO DE AVOGRADO Número de Avogadro é uma constante fundamental que representa um mol de entidades elementares. mas varia com a pressão e temperatura. um átomo de trítio pesa três vezes mais que 1/12 da massa do carbono12.1023 Resolução 6. Surge então o conceito de massa molar: É a massa molecular (u) expressa em gramas (g). Sendo MAH = 1u e MAO = 16u H2O = 2(1u) + 1(16u) logo MMH2O = 18u Leitura: Uma molécula de H2O é dezoito vezes mais 12 pesada que 1/12 da massa do 6C . O volume molar independe da natureza do gás.P = M1 % + M2 % + M3 % 100 Ex: Carbono 12C com 99% 13 C com 1% M. Átomos. o volume molar é de 22.66 x10-24g MASSA ATÔMICA Primeiramente escolhemos um padrão e a partir dele determinamos a unidade.4 molL-1.eletrons ou outras partículas.

16/0.88g ou 88. até obter número inteiro. Qual á fórmula mínima para o composto. já a fórmula mínima pode representar várias substâncias. FÓRMULA PERCENTUAL A fórmula percentual indica a massa de cada elemento químico que existe em 100 partes de massa (100g. 3º) se necessário multiplicar o número por 2.4 = 1 (x 2) O= 56.88% A formula percentual [H11.16 = 1 0. Exemplo: H2O = 18g Hidrogênio 18g = 100g 2g = x Oxigênio 18g = 100g 16g = y Exemplo: Um dos principais poluentes do ar contém 2.7%/31 = 14 1.Encontrar a fórmula de uma substância é descobrir quais os elementos químicos de que ele é constituído e em que proporções esses elementos se combinam.5/1. As fórmulas moleculares são escritas para substâncias moleculares.11% y = 1600/18 = 88. 2º) dividir os números obtidos pelo menor dos números obtidos. Neste caso o número é seis. dividir por seis C6H12O6 (Glicose) CH2O dividir por dois C2H4O2 (Ácido acético) CH2O Da fórmula percentual para mínima Regras Práticas 1º) dividir as percentagens pelas massas atômicas. para encontrar a fórmula molecular através da fórmula mínima devemos realizar os seguintes passos: 1º) Dividir massa molecular massa da fórmula mínima Deve-se Dividir toda a fórmula pelo maior número inteiro.. N = 2.11% O88.3g/16g = 0.4/1.33 0. Portanto. 100 kg) da substância.5 (x 2) Resposta: Fórmula mínima P2O5 FÓRMULA MOLECULAR Fornece o número exato de átomos de cada elemento químico que se combina para formar uma molécula e é calculado a partir da massa molecular da substância. x = 200/18 = 11. P = 43.88%] FÓRMULA MÍNIMA Indica a menor proporção.16 = 2 Resposta: Fórmula mínima NO2 Exemplo: Qual á fórmula mínima de um composto formado de 43.5 3. C6H12O6 (fórmula molecular da Glicose) (CH2O)n É a fórmula mínima para o ácido acético que possui massa molar de 6Og/mol e é também para a glicose que possui massa molar de 180g/mol. 2º) Calcular quantas vezes as massas da fórmula mínima cabe na massa molecular da substância.34g de Nitrogênio e 5.7% de fósforo e 56. de átomos dos elementos que formam a substância.33/0. em massa e em quantidades de matéria.16 O= 5. em números inteiros. Desta forma se obtém a fórmula mínima da glicose [CH2O].3% de Oxigênio em peso (massa).3/16 = 3..4 = 2. 21 .3g gramas de Oxigênio.11g ou 11.3.34g/14g = 0. Ácido Acético 60g/mol = 2 30g/mol (CH2O)2 = C2H4O2 30g/mol ( CH2O)6 = C6H12O6 Glicose 180g/mol = 6 As bases para os cálculos de quantidades de substâncias que participam de uma transformação química surgiram no século XVIII com as leis de Lavoisier (Lei da conservação da massa) e de Proust (Lei das proporções constantes).

4L » Sob pressão de 1 atm e temperatura de 273. o manejo inadequado desses reagentes e a imprecisão nas medidas efetuadas. A quantidade de gás produzido a 27ºC e 1 atm será de: 2 NaN3 → 2 Na + 3 N2 1) O reagente em excesso e o limitante. como reagentes em excesso. Exemplos: 1) Retira-se 200g de NaOH impuro presente em um frasco de NaOH contendo 80% de pureza deseja-se saber qual é a massa de H2SO4 necessário pra neutralizar o NaOH presente na amostra.15K (0ºC). 22 OBS: a relação entre mol e volume deve ser feita pela seguinte expressão: PV = nRT Mol 1 mol 3mol 2mol Massa 1x28g 3x2g 2x17g Molécula 1x6. foram obtidos 37g de Ca(OH)2.02. pois a reação terminará quando um dos reagentes acabar. Supondo que a reação tenha um rendimento de 100%.71 L/mol. Considere como exemplo a reação balanceada abaixo: Equação N2 + 3H2 → 2NH3 Infelizmente na prática não é possível manter sob controle absoluto todos os fatores que interferem no desenvolvimento de uma reação química. na CNTP. CaCO3 → CaO + CO2 Cálculo não estando na CNTP Exemplo: Supondo que 65g de NaN3 são usados em um airbag. 100% 2º) Calcular a quantidade real. Exemplo: Misturando 5.1023 Volume 1x22. H2SO4 + 2 NaOH → Na2SO4 + 2 H2O 2) Que massa de CaO será produzido a partir de 500g de CaCO3.4L 2x22. Aplicando as regras: Na combustão de 40g de H2. Dados: H2SO4 (massa molar igual a 98 g mol-1). 2) A partir de 40g de uma amostra de cal virgem CaO. Exemplos: 1) Que massa de H2SO4. ou seja. com rendimento de 80%.PUREZA O cálculo estequiométrico é usado para determinar a quantidade de reagentes que devem ser usados.02.2L de gás cloro.4L/mol. determine: a) O volume de O2 consumido na CNTP. e conseqüentemente de produtos que serão obtidos em uma reação química. Entre esses fatores. Dados: (massa molar igual a 98 g mol-1).1023 2x6. CaO + H2O → Ca(OH)2 RENDIMENTO Regras Práticas para se resolver exercícios de cálculo estequiométrico.4L 3x22. NaOH (massa molar igual a 40 g mol-1).02. 2) De quanto será o reagente em excesso. o volume molar é igual a 22. » Sob pressão de 100 000 Pa e temperatura de 273. imprecisão nas medidas efetuadas o rendimento de uma reação na prática nunca é de 100%. 1°) 2º) 3º) 4º) 5º) Montar a equação Ajustar os coeficientes Retirar os dados fornecidos do problema Colocar os dados conhecidos resolver por regra de três Devido a uma série de fatores. 3) O número de moléculas de ácido clorídrico produzido. b) O número de moléculas da água produzida: REAGENTE EM EXCESSO » Excesso de reagente: É a quantidade que sobra de um dos reagentes quando termina a reação.0g de H2 com 11. Para isso é necessário: 1º) Calcular a quantidade teórica. » O reagente que não estiver em excesso denomina-se fator limitante ou reagente limitante. Determine o grau de pureza da amostra em relação ao CaO.15K (0ºC). o volume molar é igual a 22.1023 3x6. obtêm-se a partir de 50 mols de moléculas de SO3 ao reagirem com água. podemos citar a impurezas dos reagentes utilizados. Identifique e Determine: .

Uma determinada substância apresenta a seguinte curva de aquecimento 8) Em Relação a Mg e Mg+2 é correto afirmar que eles têm: Considerando que a substância no estado sólido existe em apenas uma única forma assinale a alternativa correta. Numa dessas mudanças. algumas das moléculas do líquido podem ter energia necessária para começar a subir para a atmosfera.8 + 113. o íon Ca+2 ( Z=20.7. Substância Cloro Flúor Bromo Mercúrio Iodo P. a) a substância é um sólido a 200k. a) Cloro e Flúor d) Bromo e Mercúrio b) Cloro e Iodo e) Mercúrio e Iodo c) Flúor e Bromo 2. Considere a tabela de pontos de fusão e pontos de ebulição da substância a seguir.R. a(s) que apresenta(m) fenômeno químico é (são).Estrutura da matéria 1. a água ou a umidade da terra absorve o calor do sol e dos arredores. e cuja massa atômica é 19. A = 40).219.6 . a) fusão d) solidificação b) liquefação c) evaporação e) condensação A 50°C.38. III – a preparação de pão caseiro.6 184 c) entre 5 a 10 minutos de aquecimento.laminação do aço. a) b) c) d) e) o mesmo número de elétrons núcleos iguais diferente número de prótons núcleos diferentes Não existe o elemento Mg 23 . d) a substância é um gás a 450k.8 356.20 e 20 e) 30. Das afirmativas relacionadas acima.20 e 20 d) 18. a substância existe somente na forma líquida e gasosa.E .32 e 22 c) 20. 28 prótons e 10 nêutrons 7) Quantos elétrons.uma banana escurece com o passar do tempo. Estrutura atômica 6) Os átomos do elemento químico de número atômico 9.F . possui as seguintes partículas fundamentais: a) 9 elétrons. a) somente I b) somente I e II c) somente I e III d) somente II e III e) I II III f) I. a) 20. I . Quando já foi absorvido calor suficiente. prótons e nêutrons apresentam respectivamente. nas condições Normais. 1 próton e 9 nêutrons c) 19 elétrons. 19 prótons e 10 nêutrons e) 28 elétrons.101. os itens abaixo exemplificam situações do dia a dia. As condições climaticas da terra permitem que a água sofra mudança de fase e a compreensão dessas transformações é fundamental para se entender o ciclo hidrológico. a química é uma ciência que. A prova de química está entre uma das mais temida pelos vestibulandos e apesar de ser considerada a vilã pela maioria dos alunos. b) a substância é um gás a 300k.20 e 20 b) 22.5 P. 9 prótons e 10 nêutrons d) 19 elétrons.22 e 20 3. O gelo-seco. II .2 .0 .6 . estará no estado líquido. 4) Os carrinhos de sorvetes e as geladeiras que armazenam sorvetes nos bares utilizam geloseco. sofre: a) fusão b) solidificação c) sublimação d) liquefação e) vaporização 5) (Novo Enem) O ciclo da água para a preservação da vida do planeta. 9 protons e 10 nêutrons b) 9 elétrons. quando compreendida explica várias situações.188.34.1 58.

III – 3s2 3p3 corresponde à configuração eletrônica dos elétrons de valência do elemento químico de número atômico 35. iguais a: a) b) c) d) e) 53 e 76 53 e 26 53 e 23 56 e 23 56 e 29 15) Considere as afirmações abaixo: I – O elemento químico de número atômico 30 tem 3 elétrons de valência. Mas esse resultado positivo tem seu lado negativo: Os níveis de DDT na comida estão atingindo proporções perigosas para a saúde. O número atômico do elemento X é: a) 22 b) 20 c) 18 d) 16 e) 26 f) I. há 6 elétrons no subnível d. terá números de massa e de elétrons. Ar. Considerando um átomo do elemento cloro 17Cl35 este apresenta na sua camada de valência: a) 17 elétrons d) 7 elétrons b) 5 elétrons e) 3 elétrons c) 2 elétrons 10) Um átomo neutro que apresenta 26 prótons e 30 nêutrons. respectivamente. S-2. Os dois são isótopos. Nesse sentido. Os dois têm o mesmo número de elétrons.R 12) Analise as afirmativas relacionadas com os íons: 39+ e 17Cl3719K I. do DDT.Distribuição Eletrônica 9) átomos de determinados elementos formam ânions quando: a) b) c) d) e) perdem prótons da eletrosfera estão eletricamente neutros têm prótons e nêutrons no núcleo perdem elétrons do núcleo recebem elétrons na eletrosfera 14) Os átomos do elemento cloro participam da composição de várias substâncias. a que contém esta espécie química? a) Cl d) P+3 - b) Ar e) Ca+2 c) S -2 e) [Xe] 4f12 5d8 6s2 24 .III e IV 13) Uma das seguintes espécies químicas não é isoeletrônica P+3. Esse composto químico controlou a população de insetos do mundo a tal ponto que a terra é agora capaz de produzir comida suficiente para alimentar a população humana. Uma das formas iônicas do mercúrio metabolizado pelo organismo animal é o cátion Hg+2. O número de massa de cada íon não se altera em relação ao átomo neutro.II. ao transformar-se em um íon trivalente positivo. por exemplo. a opção que contém a configuração eletrônica correta deste cátion é: a) [Xe] 4f14 5d10 6s2 b) [Xe] 4f14 5d10 c) [Xe] 4f12 5d10 6s2 d) [Xe] 4f12 5d9 11) Um gás nobre tem número atômico 18 e número de massa 40. Qual entre as seguintes alternativas. Os dois têm o mesmo número de prótons II. Está(ao) correta(s): a) apenas I b) apenas II c) apenas II e IV d) apenas III e IV e) I. Ca+2. Cl-. III. Estão corretas somente as afirmações: a) I e II b) I e III c) II e III d) II e IV e) III e IV 16) A configuração eletrônica fundamental de um átomo neutro que possui 15 próton será igual a: a) 1s2 2s2 2p6 3s5 b) 1s2 2s2 2p6 c) 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 d) 1s2 2s2 2p6 3s2 3p3 e) 1s2 2s2 2p6 3s2 17) “Um grupo de defesa do meio-ambiente dos EUA afirma que as barbatanas de tubarão consideradas uma iguaria na Ásia podem conter quantidades perigosas de mercúrio”. IV – Em um mesmo grupo. II – Na configuração eletrônica do elemento químico com número atômico 26. IV. os elementos não apresentam o mesmo número de camadas. O número de elétrons de um ânion X-2 é igual ao do átomo do gás nobre.

L = 2. d) As experiências de Rutherford mostraram que o núcleo de um átomo é muito pequeno em relação ao tamanho do átomo. azimutal e magnético do elétron mais energético do átomo de número atômico 31. no estado fundamental: a) n = 3. II. 25 . c) n = 3. e) n = 4. b) Isótopos são átomos de um mesmo elemento químico que têm o mesmo número atômico. L = 0. d) n = 3. c) De acordo com Bohr. m = 0 b) n = 4. s = +1/2 m = -2. mas diferentes números de massa. m = -1 c) n = 5. L = 2. L = 1. secundário. 24) Uma importante contribuição de Rutherford foi considerar o átomo constituído de: a) Elétrons mergulhados numa massa homogênea de carga positiva. como números quânticos principal. orbital (s) cabem 2 elétrons. a) apenas a II é correta b) apenas a I e a II são corretas c) apenas a II e a III são corretas d) apenas a II. cercada de elétrons. em um subnível (d) há 7 orbitais. magnético e spin. L= 1. Em todas as alternativas. para a camada de valência do átomo de escândio. o modelo atômico está corretamente associado a um resultado experimental que ele pode explicar. respectivamente. ao perder 1 elétron. b) Um núcleo de massa desprezível comparada com a massa do elétron. c) De acordo com Bohr. L = 2. quando recebe energia. N L 19) Os números quânticos principal. que assume os seguintes valores: O cálcio possui 20Ca40. o elétron passa de uma órbita mais externa para outra mais interna. exceto em: a) O modelo de Rutherford explica por que algumas partículas alfa não conseguem atravessar uma lâmina metálica fina e sofrem fortes desvios. a) b) c) d) e) n=4 n=3 n=4 n=3 n=3 L=0 L=0 L = +1 L = +1 L=0 m=0 m = +1 m=0 m = -2 m=0 22) Em relação às afirmações abaixo: I. m = 2 d) n = 4. s = +1/2 m = 2. e) Um núcleo muito pequeno de carga positiva. quando recebe energia. s = -1/2 m = 0. são respectivamente: a) n = 4. L = 0. d) As experiências de Rutherford mostraram que o núcleo de um átomo é muito pequeno em relação ao tamanho do átomo e) No processo de ionização um átomo neutro. b) O modelo de Thomson explica por que a dissolução de cloreto de sódio em água produz uma solução que conduz eletricidade. f) elétrons positivos 25) Os diversos modelos para o átomo diferem quanto as suas potencialidades para explicar fenômenos e resultados experimentais. um átomo neutro. s = +1/2 m = 0. secundário. L = 3. número atômico 21. adquire carga positiva. ao perder 1 elétron. 18) Quais são os valores dos números quânticos primário e secundário do elétron de valência do elemento de Z = 29 a) 3 2 b) 3 0 c) 4 2 d) 4 1 e) 4 0 a) Um elemento químico é constituído de átomos de mesma carga nuclear. b) n = 4. em um orbital (p) cabem 6 elétrons. L = 0. IV. c) Uma estrutura altamente compacta de prótons e elétrons. Em um subnível (p) há 3 orbitais. d) Uma região central com carga negativa chamada de núcleo. a III e a IV são corretas f) Todas as alternativas estão corretas. m = 0. e) No processo de ionização. adquire carga positiva. m = -2 20) Os números quânticos: principal. s = +1/2 21) O Cálcio possui um elétron diferenciador último elétron a ser distribuído no estado fundamental tem-se.Modelos Atômicos Números quânticos 23) Assinale a alternativa incorreta. o elétron passa de uma órbita mais externa para outra mais interna. III . magnético.

Na+. c) Que elemento na tabela apresenta a seguinte configuração de valência 3d1. .1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 3d5 4s2 Y .. b) Em uma família. como: a) elemento de transição. elemento de transição.. S2.1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 De acordo com tais estruturas.... é correto a) enxofre tem o maior raio atômico..Y e Z têm as seguintes estruturas eletrônicas nos seus átomos: X .e Na+ e) Al3+.d. 28) Maleabilidade ductibilidade condutividade elétrica e brilho são propriedades dos: a) metais c) gases nobres b) halogênios d) ametais 30) Um elemento na tabela periódica que tem raio atômico grande e pequena energia de ionização. Ao ocorrer à erupção. gás nobre. é: a) Mg2+.. e o elemento que possui o maior raio atômico é o . elemento de transição.. os elementos químicos estão colocados em ordem decrescente de massas atômicas. Mg2+. S2.. Al3+.... os elementos apresentam geralmente o mesmo número de elétrons na última camada. é um: a) metal b) não-metal c) semimetal d) gás nobre f) halogênio 31) Um elemento químico cujo átomo apresenta elétron diferenciador em 3d1 é classificado como: a) metal representativo b) não-metal representativo c) metal de transição d) Metal de transição interna 32) Um dos fenômenos mais lindo e aterrorizantes da natureza é o vulcanismo.. d) Em um período. Mg2+.. d) gás nobre.1s22s2 2p6 3s2 3p6 3d104s24 p5 Z ... b) Qual elemento na tabela é o elemento mais eletropositivo. ferro e manganês. Na+. Na+e S2c) S2-.e Na+ 26 a) Entre o sódio e o flúor podemos afirmar que o elemento mais eletronegativo é o. d) enxofre tem a maior eletronegatividade.. Mg2+Al3+ S2-. e) Todos os elementos representativos pertencem aos grupos B da tabela periódica. a) Na tabela periódica. assinale a afirmação verdadeira. os elementos apresentam propriedades químicas semelhantes.. os elementos apresentam propriedades químicas bem distintas. elemento de transição. Al3+ e S2b) Al3+. elemento representativo e) n. provavelmente... gás nobre.Tabela Periódica 26) Os três elementos X. elemento representativo.a. os vulcões liberam gases de enxofre (altamente tóxicos) e lançam lavas ricas em silício. 33) Na tabela periódica abaixo responda os itens: 29) A ordem crescente de raio atômico dos íons Na+.. alumínio.. d) Qual a diferença entre grupo e família assim como período. Considerando-se afirmar que: esses elementos..... Mg2+e Na+ d) Al3+. b) ferro tem raio atômico maior que o manganês.. c) elemento representativo. elemento representativo. b) gás nobre. 27) Em relação à classificação periódica moderna dos elementos.. c) Em uma família.. camada e nível de energia.. c) Alumínio é mais eletronegativo que o silício.. os três elementos podem ser classificados respectivamente.

covalente polar e covalente apolar e) iônica. no lugar das horas. H2O. pontos de fusão e ebulição baixos c) ausência de retículo cristalino. portanto a fórmula de seu brometo será: a) MBr b) M2Br c) M3Br d) MBr e) MBr3 27 . como mostra a figura. a) NaCl b) CH3COOK c) LIF d) HCOONa e) C6H12O6 41) O que caracteriza fundamentalmente uma ligação química covalente? a) Os elétrons são transferidos completamente de um átomo para o outro. obtém-se um composto cuja fórmula e tipo de ligação são.R. A carga do íon estável formado a partir desse átomo será: a) -2 b) -1 c) +1 d) +2 e) +3 37) Entre as afirmativas a seguir. covalente apolar e covalente polar d) iônica. elevada dureza. estivessem alguns elementos. devido à diferença de eletronegatividade existente entre átomos de hidrogênio e cloro c) O composto da fórmula KI é iônico. pontos de fusão e ebulição elevados b) dureza baixa. respectivamente: a) AB2 e ligação iônica b) AB e ligação covalente c) A2B e ligação iônica d) AB e ligação iônica e) AB2 e ligação covalente 36) Um átomo X apresenta 13 prótons e 14 nêutrons. b) Nunca envolve a presença de hidrogênio. c) Só ocorre entre dois átomos de carbono d) Elétrons são compartilhados entre os átomos e) Os elétrons não participam da ligação 42) Os tipos de ligações dos compostos: NaCl. 38) Um elemento químico forma um sulfeto de fórmula M2S3. a incorreta é: a) O composto formado entre um metal alcalino terroso e um halogênio é covalente. covalente polar e iônica c) iônica. d) A substância de fórmula Cl2 é apolar e) Ligação covalente é aquela que se dá pelo compartilhamento de elétrons entre dois átomos. Indique a fórmula mínima e o tipo de ligação do composto eletricamente neutro que é formado quando o relógio do professor marca: a) Reticulo cristalino. b) seis horas e cinco minutos. Iônica e covalente apolar 43) A amônia tem como ligações internas e interações intermoleculares respectivamente: a) ligações iônicas e forças de Van der Waals b) eletrovalência e dipolo-dipolo c) ligações covalentes e pontes de hidrogênio d) ligações covalentes e interações covalentes e) ligações iônicas e pontes de hidrogênio 44) As forças de atração entre moléculas apolares são chamadas: a) forças entre íons opostos b) forças através de pontes de hidrogênio c) forças de Van der Waals d) forças dipolares a) oito horas. elevada dureza. 35) Quando átomos do elemento A (z =12) se une a átomos do elemento B (z =17). baixa dureza. dispostos de acordo com seus respectivos números atômicos. Iônica e covalente apolar b) covalente apolar. f) I. pontos de fusão e ebulição baixos 40) Qual das soluções abaixo não é considerada iônica. b) O composto covalente HCl é polar. pontos de fusão e ebulição elevados d) boa condutibilidade térmica e elétrica no estado sólido e) ausência de retículo cristalino.39) Propriedades características dos compostos iônicos: Ligações Químicas 34) Um professor decidiu decorar seu laboratório com um "relógio de Química" no qual. Cl2 são respectivamente: a) covalente polar.

-7. ocorre a reação: 2 AgBr a) pirólise b) eletrólise c) fotólise d) síntese e) simples troca 2Ag + Br2 48) Nas substâncias Cl2. AlCl3. quando exposto á luz.+1. H2SO4 e H2SO3 respectivamente: a) -4. juntamente com água e cloreto de cálcio.-1. +6 e + 4 b) -2. ocorrendo aumento de pressão. +4 e + 4 d) -2. os números de oxidação do cloro são respectivamente: a) 0.Semirreações descritas a seguir ilustram o que ocorre em uma pilha de óxido de prata.-1.+7. -3 d) -1.0.-1 c) -1. A equação química correspondente é: a) NaHCO3 + H2SO4 → NaHSO4 + CO2 b) NaHCO3 + 2 H2SO4 → NaHSO4 + 2H2O + CO2 c) 2NaHCO3 + H2SO4 → Na2SO4 + 2H2O + CO2 d) 2NaHCO3 + H2SO4 → Na2CO3 + H2O + SO2 e) NaHCO3 + H2SO4 → NaSO4 + 2H2O + CO 55) Quando se “limpa” o mármore (carbonato de cálcio) com ácido muriático (ácido clorídrico).+3 b) 0.→ Ag(S) + OH-(aq) a) é uma pilha ácida b) apresenta o óxido de prata como o ânodo c) apresenta o zinco como o agente oxidante d) tem como reação da célula a seguinte reação Zn(S) + Ag2O(S) → ZnO(S) + 2Ag(S) e) apresenta fluxo de elétrons na pilha do eletrodo de Ag2O para o Zn 46) Indique o nox do enxofre nos compostos H2S. +6 e + 4 c) +6. etc. +6 e + 6 47) Qual o nox do enxofre no H2SO3. rádios.+7 e) 0. um dos produtos da reação. relógios. elas estão presentes em aparelhos de MP3. A equação química que melhor representa essa reação é: a) Ca(OH)2+Ca→Ca(CO2)2 + HCl → CaCl2 + H2O 2 b) Ca(OH)2 + 2 HCl → CaCl2 + H2O H2S + I2 S + HI a) +2 para zero e zero para +1 b) zero pra +2 e +1 para zero c) zero para -2 e -1 pra zero d) zero para -1 e -1 para zero e) -2 para zero e zero para -1 50) Na reação de óxido-redução podemos afirmar: a) a substância que perde elétron é o agente oxidante b) o agente redutor sofre redução c) o número de oxidação do agente redutor diminui d) a substância que perde elétron é o agente redutor 51) (Novo Enem) Pilhas e baterias são dispositivos tão comuns em nossa sociedade que. NOX 45) Em qual composto o arsênio possui o menor número de oxidação? a) H3AsO3 c) HAsO3 b) H3AsO4 d) H4As5O7 Zn(S) + OH-(aq) → ZnO(S) + H2O + eAg2O(S) + H2O(L) + e.+7. a) +3 b) -3 c) +4 d) +2 e) -5 Reações Químicas 53) No filme fotográfico.-1. adequadamente separados. sem percebermos. celulares. Ao inverter o extintor. observa-se uma “fervura” que é o desprendimento do gás carbônico. As CO c) CaCO3 + CO2 H2O CaCl2 + HCl → → d) Ca(OH)2 + 2 HCl HCl CaCl2 + H2O e) CaCO3 + 2 HCl → CaCl2 + H2O + CO2 28 . essas substâncias entram em contato e reagem.+7. KCl. carregamos vários deles junto ao nosso corpo.+1.+3 49) Na reação abaixo as variações dos números de oxidação do enxofre e do iodo são. respectivamente: 54) Certo tipo de extintor de incêndio contém no seu interior NaHCO3 e H2SO4. +4 e + 4 e) -2. NaClO4.

Al(OH)3 c) II. como também do tipo de ácido. o H2SO4 e o H2SO3. oxiácido e forte é: a) HNO3 b) HCl c) H2SO4 d) HCNO 58) O gás propano é largamente utilizado na soldagem de metais a partir de sua reação com o O2 apresentado a seguir: C3H8 + O2 → CO2 + H2O Os coeficientes que tornam a reação balanceada. NH3 + HCl → NH4Cl II.56) Das equações demonstradas abaixo. estão diretamente ligados ao átomo central. O átomo central é um calcogênio. BaCl2 + H2SO4 → HCl + BaSO4 III. Os ácidos usualmente presentes em maiores proporções na água da chuva são o H2CO3. como: a) Formiato de sódio b) bicarbonato de sódio c) carbonato de sódio d) formiato ácido de sódio 29 . IV. citadas. Esses quatro últimos são formados principalmente a partir da reação da água com os óxidos de nitrogênio e de enxofre gerados pela queima de combustíveis fósseis. não estão balanceadas corretamente: I. II. Essa pode ser uma informação útil na elaboração de estratégias para minimizar esse problema am- 63) Entre as bases dadas abaixo. IV. I e V II. quais dos ácidos citados no texto conferem maior acidez às águas das chuvas? a) HNO3 e HNO2 b) H2SO4 e H2SO3 c) H2SO3 e HNO2 d) H2SO4 e HNO3 e) H2CO3 e H2SO3 60) Sobre o ácido sulfúrico: I. indique quais são insolúveis em água: I. diprótico e forte. comercialmente. econômica e social. sua fórmula molecular é H2SO4 e na sua fórmula estrutural. Se consideradas concentrações idênticas. na ordem em que os respectivos reagentes e produtos aparecem na reação são: a) 1 : 5 : 3 : 4 b) 3 : 2 : 3 : 4 c) 1 : 3 : 4 : 5 d) 2 : 1 : 4 : 3 e) 4 : 3 : 5 : 1 62) Dentre as espécies químicas. KOH IV. diprótico e forte. LIOH b) III e IV e) V III.III e IV e) Todas 57) A soma total dos coeficientes mínimos da equação balanceada é: Al(S) + H2O(l) → Al2O3(S) + H2(g) a) 5 b) 6 c) 7 d) 8 e) 9 biental. os átomos de hidrogênio. formado pela reação do CO2 atmosférico com a água. o HNO2.III e IV 64) O principal componente do fermento químico é do sal de fruta tem fórmula NaHCO3 e é conhecido. NaOH V. entre os quais se pode citar a chuva ácida. Das afirmativas: a) somente I e II etão corretas b) somente I e III estão corretas c) somente III e IV estão corretas d) somente II e IV estão corretas 61) O ácido que corresponde á classificação monoácido. está no terceiro período da tabela periódica e o seu número de oxidação é +6. Fe(OH)2 a) V e VI d) I. O HNO3. III. Sua fórmula molecular é H2SO4 e é classificado como oxiácido. N2 + H2 → NH3 a) somente I e II b) somente I e III c) somente II e IV d) somente II. Sua fórmula molecular é H2SO3 e é classificado como oxiácio. A formação de chuva mais ou menos ácida depende não só da concentração do ácido formado. C2H6O + O2 → CO2 + H2O IV. é classificado como ácido de Arrhenius: a) Na2CO3 d) HCl b) KOH e) LiH c) Na2O Funções Inorgânicas 59) (Novo Enem) O processo de industrialização tem gerado sérios problemas de ordem ambiental.

como a adubação nitrogenada e a fixação simbiótica. NaOH b) NaCl. água de bateria II. no íon NO3. que: I. CaCO3. Al2O3 d) CaCl2. o N2 é uma substância simples. III e IV c) III e IV Teorias Ácido-Base 72) Das substâncias abaixo qual poderia ser classificada como base de Lewis: a) CH4 b) NH3 c) CO2 d) CS2 e) CCl4 68) Sejam os produtos: I. CaCO3. oxiácido e moderado é a alternativa: a) H2SO4 b) HCl c) H3PO2 d) HCN 71) Um dos nutrientes essenciais para as plantas é o nitrogênio que. apesar de abundante na atmosfera. Zn(OH)2 e) NaCl. Fe2O3. água mineral com gás III. H2CO3. Ba(OH)2. nessa reação. HCN. sobre as seguintes estrutura. CaCl2 66) Ao economizarmos energia elétrica. H2CO3. SO3 e H2O atuem. na atmosfera. H3PO4. respectivamente como: a) ácido de Lewis e base de Lewis b) ácido de Brönsted-Lowry e base de BrönstedLowry c) ácido de Lewis e base de Brönsted-Lowry d) base de Lewis e ácido de Lewis e) base de Lewis e ácido de Brönsted-Lowry 74) Segundo Arrhenius.II e III e) I. ácido muriático Os ácidos presentes nos produtos I.e NH4++.e NH4+ é o nitrato de amônio. II.em água b) doar um par de elétrons para formar ligação covalente c) aceitar um próton de um ácido d) doar íons H+ a outra substância e) liberar íons H3O+ em solução aquosa 75) Na ligação do fluoreto de boro (BF3) com o íon fluoreto. H2S c) H2S. estamos contribuindo para a redução das emissões de dióxido de enxofre. H2SO4. o hidróxido de amônio é uma base porque é capaz de: a) aumentar a concentração de íons OH. NO2. Estão corretas as afirmativas: a) I e IV d) II e IV b) I. temos ligação ácido-base onde o BF3 é: a) uma base de Arrhenius b) um ácido de Brönsted-Lowry c) uma base de Brönsted-Lowry d) um ácido de Lewis 30 e) uma base de Lewis . usamos artifícios para aumentar a assimilação desse elemento. HCl 69) Os compostos de fórmula BaSO4 e MgO são chamados. IV. Por isso. HF e) H2SO4. HCl d) HCl. H2CO3.o nitrogênio possui nox igual a +1 III. Formando: a) anidrido sulfúrico (SO3) b) ácido sulfídrico (H2S) c) ácido sulfuroso (H2SO3) d) anidrido sulfuroso (SO2) e) bissulfito de sódio (NaHSO3) 67) Dos ácidos abaixo. pode reagir com água. o que se classifica como monoácido. O composto formado pela interação dos íons NO3. H2SO4 b) H3PO4. HCl c) H2SO4. que. de: a) sulfato de bário e óxido de magnésio b) sulfito de bário e óxido de magnésio c) carbonato de bário e hidróxido de magnésio d) hidróxido de magnésio e sulfito de bário e) carbonato monobásico de potássio 70) das substâncias abaixo qual se classifica como um óxido básico: a) CO2 (dióxido de carbono) b) SO2 (dióxido de enxofre) c) SO3 (trióxido de enxofre) d) CaO (óxido de cálcio) e) P2O5 (pentóxido de difósforo) 73) Em relação a reação abaixo: SO3 + H2O → H2SO4 Pode-se afirmar que. N2O é o óxido nítrico. respectivamente. II e III são respectivamente: a) HCl. NO3.65) Identifique os itens que contém apenas sais: a) H2O2. não pode ser incorporado diretamente do ar. Podemos afirmar. formadas pelo nitrogênio: N2.

3% de oxigênio.3g b) 153. ocupa essa massa de gás? a) 22. 82) Uma estatua de mármore. 11.2 mol c) 0. a) 210g b) 200g c) 96g d) 74g e) 44g 83) Um maratonista. Cl = 35. recebeu de um espectador um copo contendo 300g de água.2g c) 142. 81) Um dos gases responsáveis pela chuva ácida apresenta 50% de enxofre e 50% de oxigênio em massa.4g 88) Quantos mols de ácido clorídrico (HCl) são necessários para produzir 23. teve sua massa diminuída em 30% ao longo dos anos devido à chuva ácida. através da seguinte reação química: CaC2 + H2O → Ca(OH)2 + C2H2 Qual a massa aproximada de carbureto de cálcio (CaC2) que será necessária para se obter 50L de acetileno nas CNTP? a) 155. que volume na CNTP. Supondo que a reação tenha um rendimento de 80%.6g de monóxido de carbono b) 12. Quantas moléculas dessa substância há em cada comprimido? b) 22g c) 44g d) 56g e) 110g 86) Considerando a queima da gasolina em um carro produz 220g de CO2.4L b) 44.4 mol 89) Retira-se 200g de NaOH impuro presente em um frasco de NaOH contendo 80% de pureza deseja-se saber qual é a massa de H2SO4 necessário pra neutralizar o NaOH presente na amostra. O gás acetileno (C2H2) é obtido na hora. sabendo que a sua massa molar é 64g/mol. de quanto será o excesso de reagentes: a) 10g b) 8g c) 6g d) 4g e) 2g 92) Que massa de H2SO4 se obtém a partir de 50 mols de SO3 ao reagir com a água.3 mol d) 0. a) 150 b) 350 c) 550 d) 250 e) 1550 Cálculos estequiométricos 87) Um funileiro usa um maçarico de acetileno para soldar uma panela.8L c) 112L d) 224L e) 448L 77) Encontre o número de moléculas existentes em 2 mols de glicose: 78) Determine o volume ocupado por: a) 5. em gramas. constituída por carbonato de cálcio. quando 28g de ferro reage com 64g de enxofre. encontre o número de mols de carbonato de cálcio que ainda restam na estátua.3H2O a) 196u b) 142u c) 426u d) 668u e) 444u 91) Misturando-se 5g de H2 com 11.5 HCl + NaOH → NaCl + H2O a) 0. no percurso de uma maratona.8g d) 124g e) 93.7% de sódio. Descubra a fórmula molecular desse gás. a) 210g b) 200g c) 196g d) 174g e) 140g 90) Qual a massa de sulfeto de ferro produzido.25 mols de dióxido de carbono 79) Determine a composição centesimal do: b) CO2 c) CaCO3 a) H2SO4 80) Encontre a fórmula mínima de um composto que apresenta 43.3% de carbono e 45.4g de cloreto de sódio (NaCl) conforme a reação Dados: Massas molares (em g mol-1) Na = 23.04x1023 moléculas de ozônio c) 0.2L de gás cloro.1 mol b) 0.85) Determine a massa. a) 136g b) 146g c) 176g d) 186g e) 196g 31 . de 11.2L do CO2: Cálculos Químicos a) 11g 76) Um medicamento contém 90mg de ácido aceltilsalicílico (C9H8O4) por comprimido. Sabendo que a massa inicial da estátua era de 50Kg. O número de moléculas de água que o maratonista ingeriu ao beber toda a água é aproximadamente igua a: a) 1010 b) 1015 c) 1020 d) 1025 e) 1030 84) A massa molecular do Na2SO4.

Oxigênio (O) Nitrogênio (N).química orgânica: Parte da química que estuda os compostos extraídos dos organismos vivos. a vida (força vital) para serem sintetizados. Conceitos Fundamentais Moléculas orgânicas Ligações A química Orgânica é a parte de química que estuda praticamente todos os compostos do elemento carbono. b) Ligação Covalente pi (π): É a ligação que ocorre com aproximação lateral ente orbitais ligantes. com outros átomos de carbono. conseguiu em laboratório a uréia. . um aluno de Berzelius. Ocorre sempre em ligações covalentes simples. Carbono(C). Friedrich wöhler. São ligações mais fracas que a sigma e ocorrem sempre após a existência da ligação Sigma. NH4OCN(S) Elementos Organógenos Quatro elementos que formam praticamente todos os compostos da química orgânica. Cujos núcleos dos átomos se encontram num mesmo eixo. 3º Postulado: O carbono é capaz de formar cadeias (ligações químicas sucessivas).A tetravalência do carbono só é possível graças ao fenômeno da hibridação.s ) Eixo As ligações sigma (σ) são as ligações covalentes mais fortes. Hibridação 32 Combinação de orbitais atômicos de um mesmo átomo. 1º Postulado: O carbono é tetravalente 2º Postulado: As ligações simples (do tipo (σ) de carbono são iguais.Química Inorgânica: Parte da química que estuda os compostos extraídos dos minerais. a) Ligação Covalente Sigma (σ): É a ligação que ocorre com sobreposição frontal dos orbitais ligantes.1. São chamadas de ligações covalentes simples. H Pi Sigma Sigma Pi Pi Sigma Sigma H C CH C C C H H H Sigma Sigma Sigma Sigma O Carbono O carbono (6C) possui 4 elétrons na camada de valência. lançou os três postulados que constituem as bases fundamentais da Química Orgânica. Só ocorrem uma vez entre cada dois átomos. fósforo (P) Cloro(Cl) Bromo(Br) Iodo(I) e o Flúor(F). só que em menor quantidade o enxofre(S). há outros que também formam compostos orgânicos. Em 1828. segundo o qual os compostos orgânicos necessitavam de uma força maior. Aparecem somente em ligações duplas (l sigma e l pi) ou triplas (l sigma e 2 pi). Histórico No século XVIII Lavoisier observou que o carbono e o hidrogênio estavam presentes nas plantas e animais. o cianato de amônio. paralelos e cujos elétrons apresentam spins contrários. Postulados de Kekulé Entre 1858 e 1861. Teoria da Força Vital ou Vitalismo Jöns Jacob Berzelius (1779-1848) formulou a teoria da força vital ou vitalismo. A primeira separação da química em Inorgânica e orgânica ocorreu por volta de 1777 e foi proposto pelo químico alemão Torben Olof Bergmann: . Além desses compostos. Molécula de Hidrogênio ( H2 ) Orbital molecular σ ( s . o químico Friedrich August Kekulé. São as primeiras a acontecer. Por estabelecer 4 ligações ele é chamado tetravalente. Hidrogênio (H). Sigma A ligação covalente é o tipo de ligação que predomina nos compostos orgânicos. . CO(NH2)2 um composto inorgânico extraído de minerais.

Numa cadeia carbônica poderemos ter carbonos primários. As cadeias carbônicas classificam-se em: a) Cadeia aberta /Cadeia acíclica Cadeia alifática C Trigonal Plana Linear Linear 120º C C SP SP 180º 180º CH3 CH2 CH2 CH3 CH3 Os átomos de carbonos que fazem parte de uma cadeia e podem ser classificados em função do número de átomos de carbono ligados diretamente ao átomo que se deseja classificar.Informações relativas do carbono Ligações Hibridação Geometria Ângulo C SP3 SP2 Cadeias Carbônicas Tetraédrica 109º28’ Compostos orgânicos apresentam uma ou várias cadeias carbônicas. sucessões de átomos de carbonos ligados uns aos outros. 33 . Possuem ressonância das ligações π (movimento eletrônico) dentro do anel fechado. CH Carbono Quaternário C C C C C d) Cadeia Alicíclica H2C H2C CH2 CH CH2 QUATERNÁRIO É aquele que se encontra ligado diretamente a quatro átomos de carbono São cadeias cíclicas (fechadas) e não aromáticas (não apresentam ressonância). Cadeias em que os átomos de carbono não formam ciclos (anéis). CH2 CH2 Carbono Secundário C C C SECUNDÁRIO Ocorrem quando átomos de carbono formam ciclos ou anéis. b) Cadeia Fechada /Cadeia cíclica H2C H2C CH2 CH2 CH2 H2C CH2 Carbono Primário C C C PRIMARIO PRIMARIO É aquele que se encontra ligado apenas a outro átomo de carbono. c = = c c c c c Carbono Terciário C C C C TERCIÁRIO É aquele que se encontra ligado diretamente a três outros átomos de carbono. ou seja. c) Cadeia Aromática É aquele que se encontra ligado diretamente a apenas dois outros átomos de carbono. terciários e quaternários CH2 CH CH3 CH3 Cadeias que possuem no mínimo duas extremidades livres de átomos de carbono primário. secundários. O composto aromático característico é o benzeno.

a) Cadeia aberta /Cadeia acíclica Cadeia alifática 1) Quanto a disposição S O CH3 CH2 C O CH3 3) Quanto ao tipo de ligação Cadeia Saturada Ligações simples entre carbonos.N). (movimento eletrônico dentro do anel fechado). são constituídas apenas por átomos de carbonos. sequência carbônica no ciclo. identificados como heteroátomos. .O. utilizado o mesmo princípio: cadeia saturada os átomos de carbono do anel apresentam somente Cadeia Ramificada ligações simples. quanto à natureza. As cadeias homocíclicas podem ser divididas Cadeia Principal: A cadeia Principal é aquela ainda em aromáticas e alicíclicas.O. Cadeia Normal CH3 CH2 CH2 CH3 Cadeia Normal: Cadeia que apresentam apenas duas extremidades com átomos de carbonos Em relação à classificação das ligações cíclicas é primários. Cadeia Principal H3C CH2 CH CH2 CH3 Exemplo C N CH3 C C C C ramificação C C C Cadeia Cíclica/Fechada C C C Ramificações: As ramificações são ligadas aos carbonos terciários ou quaternários da cadeia principal. As cadeias heterogêneas ou heterocíclicas Cadeia Ramificada: Cadeia que possui três ou que apresentam heteroátomo interrompendo a mais extremidades de carbonos primários. as cadeias carbônicas homogêneas ou CH3 CH2 CH CH3 homocíclicas. Conjunto de substâncias dotadas de propriedades químicas semelhantes CH3 CH2 CH2 CH3 34 CH3 CH2 CH2 O H Átomo ou grupo de átomos responsável pelas propriedades químicas dos compostos orgânicos que pertencem a uma determinada função. Cadeia Insaturada Ligações duplas ou triplas entre carbonos. não ocorrendo à intercalação de átomos diferentes: (S.N). 2) Quanto a Natureza: cadeia alicíclica saturada homocíclica cadeia alicíclica saturada heterocíclica Cadeia Homogênea Constituída apenas por átomos de carbono.Cadeia Heterogênea e) Cadeia Mista CH2 CH3 Apresenta heteroátomo entre carbonos CH3 CH2 O CH2 CH3 Cadeias formadas por uma parte alifática ligada a um ciclo. As cadeias que possuir o maior número de átomos de aromáticas possuem ressonância das ligações π carbonos. sem a presença de heteroátomos CH3 (S. cadeia insaturada os carbonos do anel apresentam ligações duplas ou triplas. As cadeias alicíclicas não aromáticas (não apresentam ressonância).

Br. H MET (1) CARBONO ET (2) CARBONOS PROP (3) CARBONOS BUT (4) CARBONOS PENT (5) CARBONOS HEX (6) CARBONOS HEPT (7) CARBONOS OCT (8) CARBONOS NON (9) CARBONOS DEC (10) CARBONOS UNDEC (11) CARBONOS DODEC (12) CARBONOS TRIDEC (13) CARBONOS Álcool R C OH O Aldeído R C H O R C R' Cetona O Ácido Carboxílico R C OH O INFIXO Éster R C O R' Indica a natureza das ligações AN Ligação simples EN Ligação dupla IN Ligação tripla DIEN Duas ligações duplas Éter R O R' Haletos R X X = F. e os nomes dos principais grupos substituintes e utilizando-se das regras mencionadas a seguir é possível dar nome a um grande número de compostos orgânicos. I R SH R = Grupo Orgânico 35 . Cl.NOMENCLATURA PREFIXO NOME Hidrocarboneto GRUPO FUNCIONAL Indica o número de carbonos C. Cl. Br. Regra dos menores números: Deve-se numerar a cadeia com o objetivo de dar menor número: 1º GRUPO FUNCIONAL 2º INSATURAÇÃO 3º RAMIFICAÇÃO Nitrila Ácido Sulfônico R SO3H Compostos de Grignard Mercaptana R MgX X = F. I SUFIXO Indica o grupo funcional Hidrocarboneto = O Álcool = OL Aldeído = AL Cetona = ONA Amina R NH2 O R C NH2 Amida Nitro R NO2 R CN Nomenclatura sistemática dos compostos orgânicos Conhecendo a maneira de nomear as cadeias principais (prefixo + Infixo + Sufixo).

2ª regra: Reconhecer os radicais (substituintes) 3ª regra: O nome do substituinte (radical) precede a cadeia principal.tetra. 4ª regra: Os números são separados entre si por vírgula. os nomes das letras por hífen.tri. Radicais (substituintes) H H C H H H H C H elétron livre valênica livre s-propil ou isopropil H3C CH CH3 Carbono secundário n-butil H3C CH2 CH2 CH2 Carbono primário s-butil H3C CH2 CH CH3 Carbono secundário t-butil H3C C CH3 CH3 Carbono terciário isobutil H3C CH CH2 CH3 Carbono secundário fenil CH2 benzil quebra da ligação formação de um pelo fornecimento de energia radical ou substituinte etenil ou vinil CH2 CH 36 . Exemplo: 4-etil-3-metileptano n-propil ou propil H3C CH2 CH2 6ª regra: A repetição de um grupo é indicado pela adição de um prefixo multiplicador.. OBS: (2) A cadeia principal será a que possuir a dupla ligação. a que possuir o maior número de carbonos.logo. como parte de uma estrutura estável.. não são levados em consideração na ordem alfabética.6-trimetiloctano 6. são denominadas radicais. iremos chamá-la de substituintes. como estruturas que apresentam uma valência livre.etc. Exemplo: 3.4. 10ª regra: Os prefixos (iso) e (neo) fazem parte do nome dos grupos. isto é. 9ª regra: Os prefixos Sec e terc (s e t) são termos numéricos e não fazem parte do nome portanto. OBS: (1) Encontrar em uma estrutura duas ou mais cadeias com o mesmo número de carbonos.t-butil-2-metilnonano Quando as ramificações encontran-se isoladas da cadeia principal. ou seja. são levados em considerações na ordem alfabética. é recomendável escolher a mais ramificada. Os radicais são espécies químicas altamente instáveis e reativas. Quando nos referimos a uma ramificação como parte de uma cadeia carbônica. 7ª regra: Quando um mesmo grupo aparece duas vezes no mesmo carbono o número deve ser repetido na seqüência dos números. Nome il ou ila Estrutura do radical Valência Livre metil CH3 etil H3C CH2 Carbono primário 5ª regra: A citação das diversas ramificações é feita por ordem alfabética. não se esquecendo das regras dos menores números. o menor número será atribuído ao grupo primeiramente citado no nome de acordo com a ordem alfabética. 8ª regra: Havendo grupos diferentes em posições equivalentes da cadeia.NOMENCLATURA DAS RAMIFICAÇÕES 1ª regra: A cadeia principal é a mais longa. Di.

Por exemplo: 5 6 H3C C CH2 CH CH2 CH3 2. Nomenclatura Prefixo + Infixo + O + aplicação das principais regras de nomenclatura.conhecido também por gás dos pântanos ou gás grisu. Fórmula Geral: CnH2n-2 Aplicações: matéria prima para fabricação de borracha. c) Alcinos Os alcinos são hidrocarbonetos de cadeia aberta que possuem uma ligação tripa (in) entre carbonos. O Alcino mais importante é o etino. etino (oficial) C C acetileno (usual) H3C C C CH3 but-2-ino H H C H H metano 6 5 4 3 H H H H C C C H H H H propano 2 1 d) Alcadienos: Hidrocarbonetos de cadeia aberta que apresentam duas ligações duplas (dien) entre carbonos.3-dieno H3C CH2 CH2 CH CH2 CH3 3-metil-hexano CH3 1 2 CH3 CH3 3 4 CH3 OBS: Hidrocarbonetos com mais de uma ligação tripla são chamados alcadiinos. Exemplos: H eteno (oficial) C H H3C etileno (usual) propeno (oficial) H C H C H C H H CH3 C C H H H propileno (usual) But-2-eno OBS: Quando um alceno apresentar quatro ou mais átomos de carbonos é necessário indicar a localização a dupla ligação. O Alcano mais simples e um dos mais importantes é o metano. a) Alcanos Os alcanos são hidrocarbonetos de cadeia aberta apresentando apenas ligações simples (an) entre carbonos. Os alcanos são também chamados de parafinas.3-dimetiloctano 37 .4-trimetil-hexano HC C CH butadiino Outros exemplos de Hidrocarbonetos de cadeia aberta: b) Alcenos 7-etil-7metilnon-3-eno 1 2 3 4 5 6 CH3 7 CH2 CH3 8 9 Os alcenos são hidrocarbonetos de cadeia H3C aberta apresentando uma ligação dupla (en) entre carbonos. Sua principal fonte de obtenção é o petróleo. balões de aniversários e preservativos masculinos. São também chamados de olefinas. podendo citar como exemplo luvas cirúrgicas. H2C propadieno CH CH2 H2C CH CH CH2 but-1. alcatriinos. matéria prima para fabricação de borracha sintética. O alceno mais simples e mais importante é o eteno ou etileno.H C 1ª Função Orgânica: Hidrocarboneto CXHy Os hidrocarbonetos são compostos orgânicos formados apenas por átomos de carbono e hidrogênio. CH2 CH CH CH2 CH2 C CH2 CH3 CH3 1 2 3 CH3CH2 4 5 6 7 8 H3C CH2 C CH CH CH2 CH2 CH3 CH3 CH H3C CH3 4-etil-5-isopropil-3. óleos lubrificantes. Fórmula Geral: CnH2n-2 Aplicações: gás de maçarico.2. Fórmula Geral: CnH2n+2 Principal fonte de obtenção: Petróleo e gases naturais. Aplicações: Gasolina. Fórmula Geral: CnH2n Aplicação: Síntese de Polímeros. gás utilizado no amadurecimento das plantas. Síntese de alcoóis. conhecido também por acetileno.

4). Possuem fórmula geral: CnH2n-2 90º Ciclo-butano 108º Ciclo-pentano Teoria das Tensões (Baeyer) Os ciclanos que apresentam de 3 a 5 átomos de carbonos são razoavelmente reativos. b) Cicloalcenos (ciclenos) Os ciclenos são hidrocarbonetos de cadeia fechada que apresentam uma ligação dupla (en) entre carbonos. era possível explicar porque as moléculas dos ciclanos eram bastante instáveis. num ângulo de 109º28’ conforme a molécula do metano abaixo.F e P. forma da cadeira forma de barco benzeno naftaleno fenatreno antraceno Radicais dos aromáticos (grupos aril(a)) CH3 CH2 fenil benzil o -toluil m-toluil p-toluil CH3 CH3 A troca simultânea de dois hidrogênios no benzeno por quaisquer substituintes dá origem a compostos: orto(o) posição(1. A molécula em forma de barco ou de C permite uma maior proximidade entre os átomos e. conforme dizia Baeyer. de forma que a molécula adquire uma configuração espacial capaz de anular as tensões entre as ligações. Já aqueles cujos ciclos que contém 6 ou mais átomos de carbonos são bastante estáveis. Para explicar esse comportamento em 1885 o químico alemão Baeyer propôs a teoria das tensões. posiciona seus elétrons de valência segundo os vértices de um tetraedro regular. é mais instável. Por isso têm baixo P. São solúveis em solventes apolares. insolúveis em água que é polar.3) para(p) posição(1. De acordo com essa teoria é possível construir dois modelos para o ciclo-hexano. ambos conservando ângulos de 109º28’ entre as ligações. todos os átomos de carbonos em um mesmo plano. por isso. 38 mais estável menos estável . ou seja. A força de atração entre as moléculas é do tipo Van der Waals. mas em planos diferentes. c) Hidrocarboneto Aromáticos Compostos aromáticos são aquelas substâncias que possuem pelo menos um anel benzênico na sua estrutura e nos quais é verificado o fenômeno de ressonância. Em 1890 o químico alemão sachse propôs a seguinte hipótese: Os átomos de carbono no ciclo-hexano e nos ciclanos em geral não estão em um mesmo plano.E. portanto. Principais propriedades dos hidrocarbonetos Os hidrocarbonetos são apolares. Como as duas formas não são igualmente estáveis é de se esperar que a forma de cadeira sempre predomine. Sabendo que o carbono faz quatro ligações simples ele sofre hibridação SP3 e adquiri o máximo de estabilidade.2).HIDROCARBONETOS CÍCLICOS São compostos formados por carbono e hidrogênio que apresentam uma estrutura fechada (cíclica) subdividem-se em: a) Cicloalcanos (Ciclanos) Os ciclanos são hidrocarbonetos de cadeia fechada que apresentam ligações simples (an) entre carbonos e possuem fórmula geral: CnH2n 60º Ciclo-propano A molécula do ciclo-hexano em forma de cadeira ou de z é mais estável porque os átomos de hidrogênio ligados aos carbonos ficam mais distantes uns dos outros. por isso. ou seja. H benzeno = H = H H H H Aromáticos principais: Baeyer acreditava que os ciclanos eram todos coplanares. Por este motivo os ângulos das ligações eram diferentes de (109º28’). meta(m) posição(1.

2ª Função Orgânica: Haleto Orgânico Haletos Orgânicos são compostos derivados de hidrocarbonetos pela substituição de um ou mais átomos de hidrogênio por igual número de átomos de halogênio(F. álcool secundário: hidroxila ligada a carbono secundário. o metanol é usado como combustível. A classificação dos álcoois segue a dois critérios: Quanto ao número de hidroxila Cl H3C CH2 cloroetano (oficial) cloreto de etila (usual) 3 2 1 bromobenzeno(oficial) Br brometo de fenila(usual) 3 2 1 monoálcoois = uma hidroxila diálcoois = duas hidroxilas triálcoois = três hidroxilas poliálcoois = n hidroxilas Quanto a localização da hidroxila álcool primário: hidroxila ligada a carbono primário. etc. em limpeza doméstica e na fabricação de bebidas. álcool terciário: hidroxila ligada a carbono terciário. Nomenclatura (oficial) Fórmula geral Prefixo + Infixo + ol Cl H H H C C H H H hidrocarboneto H H H C C Cl C OH Nomenclatura (usual) Álcool + radical + ico H H haleto orgânico Ex: H Nomenclatura (oficial) O halogênio é considerado uma ramificação (mono.I).tri.etc. CH CH2 OH 2-metilpropan-1-ol CH3 3 álcool isobutílico OH 2 1 H3C C CH3 álcool t-butílico CH3 propan-1-ol 2-metilpropan-2-ol H3C CH2 CH2 OH álcool n-propílico 39 . O etanol é utilizado como combustível.Br. Veja o exemplo a seguir: 3ª Função Orgânica: álcoois Compostos orgânicos que apresentam o grupo funcional -OH (hidroxila ou oxidrila) ligado a carbono saturado. aldeídos e ácidos. dentre eles os compostos de gringnard.Cl.2-dicloropropano H3C Aplicações: Muito utilizado na síntese de diversos compostos orgânicos.) + nome do halogênio + nome do hidrocarboneto Nomenclatura (usual) O nome do haleto precede o nome do radical H H H C C OH H H etanol álcool etílico H C OH H metanol álcool etílico Fluoreto Cloreto + de + nome do substituinte Brometo orgânico Iodeto Aplicações: Os alcoóis são utilizados em bebidas e combustíveis. solvente e na síntese de compostos orgânicos. intermediários na síntese de alcoóis. Compostos organo-clorados são utilizados como inseticidas tais como o BHC e o DDT.di. Outros exemplos 3 2 1 H3C CH CH2 I CH3 H3C CH CH2 2-metil-1-iodopropano(oficial) Cl Cl Iodeto de isobutila(usual) 1.

fenol comum 6ª Função Orgânica: Aldeídos Aldeídos são compostos orgânicos que possui o grupo carbonila ligado a um hidrogênio. entre dois átomos de carbonos. São utilizados como solventes na medicina como anestésicos. isto é. OH Fórmula geral O CH2 CH3 O etóxibenzeno (oficial) éter etilfenílico (usual) fenóxibenzeno Nomenclatura Localização do + hidróxi + nome do grupo –OH aromático OH OH Aplicações: são obtidos por desidratação de álcoois com ácidos inorgânicos (H2SO4). de cheiro característico e irritante. Em água. A união do grupo carbonila e o hidrogênio forma o grupo aldoxila (também denominado radical formila ou metanoíla) que é o grupo funcional dos aldeídos. e também como redutor de íons prata na fabricação de espelhos. 40 . O metanal é um gás incolor. a cerca de 40% forma uma solução conhecida por formol. O etanal é usado na síntese de diversos compostos orgânicos. pomadas contra queimaduras. na fabricação de baquelite (plástico resistente ao calor) e explosivos. usada como desinfetante e na conservação de peças anatômicas. Fórmula geral metanal (oficial) aldeído fórmico formaldeído C O C Nomenclatura (oficial) nome da cadeia + óxi + nome da cadeia mais simples mais complexa Aplicações: Dos aldeídos. A creolina detergente de baixo custo é utilizado na limpeza de grandes indústrias e hospitais. é fabricada nas formas orto.Nomenclatura (usual) Éter + substituinte mais + substituinte mais + ico simples complexo H3C O CH2 CH3 H3C CH2 O CH2 CH3 metóxietano (oficial) etóxietano (oficial) éter métil etílico (usual) éter dietílico (usual) 4ª Função Orgânica: Fenóis São Compostos orgânicos que possuem o grupo hidroxila ligado diretamente ao anel aromático.meta e para cresol. na obtenção de resinas. os que apresentam maior diversidade de uso são o metanal e o etanal. Nomenclatura (oficial) prefixo + infixo + al O H C H O H3C C H etanal (oficial) aldeído acético acetaldeído 5ª Função Orgânica: Éteres É todo composto orgânico que possui o oxigênio como heteroátomo. hidróxibenzeno OH CH3 α-hidróxinaftaleno ou α-naftol OH O C Fórmula geral ou H CHO 1-hidróxi-2-metilbenzeno β-hidróxinaftaleno orto-cresol β-naftol Aplicações: É muito utilizado na produção de desinfetantes.

butanona (oficial) metil-etilcetona (usual) CH3 propanona (oficial) dimetilcetona (usual) 4-metilpentan-2-ona (oficial) Metil-isobutilcetona(usual) Aplicações: A mais importante é a propanona vendida no comercio como acetona. etc. O R C + H OR' ácido H álcool carboxílico Fórmula geral O + H2O R C éster O R' água O R C O R' R = Grupo orgânico Nomenclatura(oficial) 8ª Função Orgânica: Ácidos Carboxílicos Fórmula geral O C OH COOH ou prefixo + infixo + oato + nome do substituinte com terminação ila O H C O CH3 O H3C C O metanoato de metila (oficial) formato de metila (usual) Nomenclatura(oficial) ácido + prefixo + infixo + óico Note: é usual também colocar a palavra ácido. conservantes de alimentos. tintas. na presença de ácido sulfúrico ou ácido clorídrico. no curtimento de couros e de peles. esse grupo se encontrará sempre na extremidade da cadeia. utilizado como solventes. faltando apenas uma ligação para completar quatro. medicamentos. Como o carbono já possui três ligações preenchidas. Essa reação química é denominada esterificação. São obtidos pela reação de ácidos carboxílicos com álcoois. 41 . o ácido butanóico(nome usual é ácido butírico): odor de manteiga e o ácido pentanóico (nome usual é ácido valérico): odor de queijo. etanoato de fenila oficial) acetato de fenila (usual) Aplicações: Utilizados como essência de frutas e aromatizantes na indústria alimentícia.7ª Função Orgânica: Cetona Cetona é todo compostos orgânicos que possui o grupo carbonila entre dois carbonos. O H C OH H3C C O OH O Fórmula geral C ácido metanóico (oficial) ácido etanóico (oficial) ácido fórmico(usual) ácido acético (usual) O H3C CH CH2 C CH3 OH O C OH Nomenclatura (oficial) Prefixo + infixo + ona Nomenclatura (usual) nome do + nome do + cetona substituinte substituinte mais simples mais complexo ácido 2-metilbutanóico ácido benzóico Aplicações: Nas indústrias alimentícias. antes do nome do composto. O H3C C CH3 H3C O H3C CH CH2 C CH3 O C CH2 CH3 9ª Função Orgânica: Ésteres Os ésteres são compostos derivados dos ácidos carboxílicos. e extração de óleos de sementes vegetais.

Também O C Dimetilamina e trimetilamina são produtos da uréia NH2 está presente na urina dos animais. As aminas aromáticas são encontradas no alcatrão da hulha.2 ou 3 hidrogênios por substituintes orgânicos. . .N + nome do radical + prefixo + infixo + amida R = Grupo Orgânico Nomenclatura Grupos substituintes + amina H3C NH2 metilamina dietil-fenilamina N CH2 CH3 CH2 O H3C C NH2 etanamida H3C CH2 O H3C CH CH2 CH3 C NH2 H3C N CH3 CH3 CH3 H3C CH NH2 CH3 isopropilamina Trimetilamina Classificação .Amida não substituída: apresenta 2 hidrogênios apresenta anel aromático. hidrogênio substituído por 1 radical (cadeia Aplicações: São utilizadas na síntese de vários carbônica). .Amina primaria: 1 hidrogênio substituído.Amida secundária: dois grupos acila ligados ao nitrogênio. As aminas aromáticas como a substituídos por 2 radicais iguais ou diferentes. NH3.Amina terciária: 3 hidrogênios substituídos. e na vulcanização da . H N H H Fórmula geral: O C N R N H H R N H R R N R R Nomenclatura (oficial) prefixo + infixo + amida Nomenclatura (usual) N + nome do radical ou N. . . Aplicações: Síntese orgânica como a do náilon.10ª Função Orgânica: Aminas Denomina-se amina todo composto derivado da amônia.Amida dissubstituída: apresenta 2 hidrogênios borracha.N-etil-metil-3-etil-4-metil-hexanamida Classificação 42 . compostos orgânicos.Amida terciária: três grupos acila ligados ao Amina alifática: nenhum dos substituintes ligados ao nitrogênio nitrogênio.Amida monossubistituída: apresenta 1 OBS: As aminas possuem caráter básico. fabricação de plásticos. A uréia é uma diamida.Amina secundária: 2 hidrogênios substituídos. . fenilamina (anilina) são usadas na fabricação NH2 Usada em medicamentos e na de corantes. ligados ao nitrogênio. amônia 11ª Função Orgânica: Amidas Denomina-se amida todo composto orgânico que possui o nitrogênio ligado diretamente com o grupo carbonila (grupo acila). . putrefação de peixes. pela troca de 1. 3-metilbutanamida O CH CH CH2 C N CH2 CH3 CH3 CH2 CH3 CH 3 N.Amida primaria: somente um grupo acila ligado ao nitrogênio. Amina aromática: pelo menos um dos substituintes ligados ao nitrogênio tem um anel aromático.

deve-se primeiro escrever o nome do menor ácido existente. fenilmetano nitrilo(a) O C Fórmula geral: 13ª Função Orgânica: Nitrocompostos O C O Fórmula geral: C NO2 Nomenclatura Para anidridos de cadeia carbônica iguais deve-se mencionar o nome do ácido correspondente precedido da palavra anidrido. OUTROS COMPOSTOS OXIGENADOS NITROGENADOS E COMPOSTOS SULFURADOS 14ª Função Orgânica sais de ácidos carboxílicos 12ª Função Orgânica: Nitrilos Denomina-se nitrilo todo composto orgânico derivado do cianeto de hidrogênio ou ácido cianídrico. 43 . Nomenclatura Nitro + prefixo + infixo + o O H3C H3C C C O O anidrido acético anidrido etanóico H3C C O O C H3C CH2 O anidrido etanóico-propanóico NO2 Nitrobenzeno H3C CH2 CH2 CH2 NO2 nitrobutano Quando o anidrido possuir cadeias diferentes. HCN.15. São sais originários de reações de neutralização de ácidos carboxílicos com hidróxidos orgânicos. -NO2 Ligado a uma cadeia carbônica. devido à troca do hidrogênio por um substituinte de hidrocarboneto. Os nitrocompostos apresentam o grupo nitro. O H C + O NaOH H C + + H2O OH ácido fórmico O Na formiato de sódio Nomenclatura Fórmula geral: C CN oato para identificar o sal orgânico Nomenclatura prefixo + infixo + o + nitrilo(a) O H C O Na + metanoato de sódio formato de sódio etanoato de sódio acetato de sódio H3C CN 3-metilbutano nitrilo(a) CH3COONa etano nitrilo(a) H3C CH CH2 CN CH3 CN 15ª Função Orgânica: Anidridos São compostos orgânicos derivados de ácidos carboxílicos através de uma desidratação intermolecular desse ácido.

ácido carboxílico e álcool 3 2 1 H3C CH COOH OH 44 ácido 2-hidróxi-propanóico (ácido lático) . A tabela abaixo mostra a ordem de prioridade das funções mistas. Fórmula geral: C MgX Nomenclatura Halogeneto de radical magnésio H3C MgCl cloreto de metilmagnésio H3C CH CH3 MgI iodeto de fenilmagnésio MgBr brometo de isopropilmagnésio O 16ª Função Orgânica: Mercaptanas NH2 C 5 4 OH 3 2 CH C O CH C H 1 O H ácido-4-amino-2-hidróxi-3.ácido carboxílico e amina 3 2 1 H3C CH2 COOH NH2 H3C CH2 SH Ácido 2-amino-propanóico aminoácido (alanina) Etanotiol etil mercaptana etil mercaptan propan-2-tiol isopropil mercaptana isopropil mercaptan . Prioridade: Prioridade é uma ordem determinada para se enumerar o carbono 1 em compostos mistos e dizer quais as outras funções devem ser consideradas ramificações da função principal. brometo ou iodeto. saberemos então que o carbono 1 deve ser o da função aldeído. Funções Prefixo Ácido carboxílico função principal Nitrila ciano Aldeído oxo Cetona oxo Amina amino Álcool hidróxi Nitrocomposto nitro Haleto Orgânico flúor. Se temos em um mesmo composto.4-dicloro-5-hidróxi-5-amino-3. aldeído e álcool.5-dioxo-pentanóico S Fórmula geral: H O Cl NH2 NC 1 C CH2 C 2 3 4 C 5 C CH2 C H 6 7 O Cl OH 4. as funções nitrocomposto.cloro.16ª Função Orgânica: São considerados organometálicos todos os compostos orgânicos que possuem um metal ligado diretamente a um átomo de carbono.bromo.iodo Éter óxi De menor prioridade para o maior Através desta tabela podemos dizer qual função será considerada a principal e qual será considerada ramificação. e que utilizaremos como prefixos nitro e hidróxi para indicar a posição das funções nitrocomposto e álcool. Denomina-se composto de gringnard toda substância que possui uma cadeia carbônica (radical) ligada a um átomo de magnésio e esse por sua vez. por exemplo.7-dioxo-heptanonitrila Nomenclatura (oficial) Prefixo + infixo + tiol H3C CH SH CH3 Casos mais importantes de função mista . ligado a um íon halogeneto: cloreto.

Cetonas: São compostos polares. a) Série homóloga: Quando um conjunto de compostos orgânicos pode ser ordenado de modo que a diferença entre 2 compostos consecutivos seja de apenas 1 grupo –CH2. Aminas: São compostos polares. Amidas: São muito polares. É insolúvel e possui menor densidade que a água que é polar. Como as moléculas não fazem ligação de hidrogênio entre si. Ex: propano→ propan-1-ol → propanona 45 . seu PF e PE são mais altos que a dos álcoois de valor de massa molar semelhante. PF = ponto de fusão e PE = ponto de ebulição Haletos orgânicos: São levemente polares e mantêm-se unidos por forças de atração dipolo permantente. O PF e o PE dos haletos são próximos aos dos alcanos de massa molar semelhante. Álcoois: As moléculas de álcool estabelecem ligação de hidrogênio entre si. mais densas e as mais simples são solúveis em água e pouco solúveis em solventes apolares como o n-hexano. cujas moléculas se mantém unidas por forças de Van Der Waals. devido à presença do grupo carbonila. Fenóis: Como as moléculas estabelecem pontes de hidrogênio. os PF e PE são mais altos que os compostos apolares e éteres e mais baixos que os álcoois e ácidos carboxílicos de massa semelhante. os fenóis possuem PF e PE mais elevados que os HC de massa molecular próxima. Conforme o aumento da massa molar diminui a polaridade e prevalecem as propriedades de compostos apolares. São substâncias orgânicas que apresentam caráter básico. Os álcoois possuem na molécula uma parte polar referente ao grupo –OH e uma parte apolar referente à cadeia carbônica. devido à geometria angular. Propriedades Físicas e Químicas dos principais compostos orgânicos Hidrocarbonetos (HC): São substâncias apolares. podem estabelecer ligação de hidrogênio com a água e o etanol. Possuem PF e PE muito elevados. exerce um caráter de base de Lewis nestas substâncias. O par livre no átomo de nitrogênio. menos densos e discreta solubilidade em água. solúveis em éter e benzeno. e a principal característica química é a acidez destes compostos e tal caráter se deve a ionização com a formação de cátions hidrônio (H3O+). cada duas moléculas podem fazer até 3 pontes de hidrogênio entre si. exceto as aminas terciárias. Por isso o etanol pode-se dissolver tanto na gasolina apolar quanto na água polar. em geral possuem PF e PE mais baixos que os dos álcoois e mais elevados que a dos aldeídos de massa molecular semelhante. e por este motivo apresentam altos PF e PE em relação aos HC correspondentes. os PF e PE são ligeiramente superiores ao dos alcanos. Possuem alta reatividade. aumento do número de halogênios e aumento da massa atômica do halogênio substituído. Ésteres: Nos ésteres de cadeia pequena predominam as forças de dipolo permanente. comparando os HC de cadeia normal o PF e PE aumentam à medida que aumenta a massa molar dos HC. seus PF e PE são mais baixos que os dos álcoois e dos ácidos carboxílicos de massa molecular semelhante. e vão se tornando gradativamente mais altos à medida que os seguintes fatores começam a pesar: aumento da massa molar devido o aumento do radical orgânico. Os HC de cadeia normal possuem maior PF e PE que os HC de cadeia ramificada de mesma massa molar. formam ligação de hidrogênio e possuem PF e PE superiores ao dos compostos apolares de mesmo peso molecular. A principal característica química dos fenóis é seu caráter ácido evidenciado pela perda de H+ da hidroxila. Ex: etino → eteno → etano c) Série heteróloga: Quando uma série de compostos orgânicos de funções químicas diferentes possui o mesmo número de átomo de carbono. Ácidos Carboxílicos: Por apresentar o grupo carboxila esses compostos são muito polares e podem fazer o dobro de ligação de hidrogênio que as moléculas de álcoois. mas elas não fazem ligação de hidrogênio entre si. possuem PF e PE mais baixos que os álcoois e os fenóis. Éteres: São levemente polares. não fazem ligação de hidrogênio entre si. Ex: metano → etano → propano → butano b) Série isóloga: Quando um conjunto de compostos orgânicos pode ser ordenado de modo que a diferença ente 2 compostos consecutivos seja de apenas um grupo H2. Aldeídos: possuem moléculas polares.16. As cetonas mais simples são menos densas que água. Possuem baixo PF e PE em comparação aos compostos polares.

99) Quantos átomos de carbonos primários há na fórmula. d) alifático insaturado. heterogênea. ligadas à cadeia principal. é incorreto afirmar que: a) Trata-se de uma substância aromática b) Identifica-se um elemento da família dos halogênios c) Sua fórmula molecular C12 H11NCl d) Identifica-se uma amina terciária e) Identifica-se estrutura ligações PI (π) 98) Quando uma pessoa ¨leva um susto¨ a suprarenal produz uma maior quantidade de adrenalina que é lançada na corrente sangüínea. somente. saturada. ramificada. O efeito alucinógeno dessa planta é decorrente de um alcalóide conhecido como mescalina.Apesar de ter fórmula molecular C11H22. 95) O Mescal é uma planta da família das cactáceas. b) I. saturada. insaturada.2-benzopireno: I . II . não é um hidrocarboneto. e) aberta. heterogênea.Possui no total quatro carbonos terciários. homogênea.É um alceno. normal. insaturada e homogênea. somente. somente. d) II e IV. saturada e heterogênea. 94) O hidrocarboneto 1. d)acíclica. tem fórmula molecular C11H17O3N II. Saturada e homogênea. São corretas: a) I e IV. Analisando a fórmula estrutural da adrenalina. b) aberta. cuja fórmula estrutural é dada a seguir. tem hibridação do tipo sp3-sp3 nos carbonos do anel benzênico. b) as afirmativas I e II. IV. b) alicíclico polinuclear. III e IV. III . heterogênea. d) as afirmativas I e III. ramificada. tem na sua estrutura carbonos primários e quaternários. usada pela população de certas partes do país como alucinógeno em rituais religiosos primitivos. e) somente a afirmativa I. b) aberta. CH3 C(CH3)2 CH2 CH3 a) 1 b) 2 c) 3 d) 4 e) 5 46 . insaturada. homogênea. podemos concluir que a cadeia orgânica ligada ao anel aromático é: H H O O H C OH CH2 N H CH3 I. II.Possui três ramificações diferentes entre si. ramificada. III. saturada. fazem-se as afirmações: Química Orgânica 93) A cadeia carbônica. normal.96) Sobre o composto. c) alifático saturado. d) fechada. Observe sua estrutura: CH3 CH3 O O O CH3 CH2 CH2 NH2 Sobre a sibutramina. a) aromático polinuclear. classifica-se como: do composto H H H2C C C H H C O O CH3 a) cíclica. c) II e III. 97) A sibutramina (representada abaixo) é um fármaco controlado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária que tem por finalidade agir como moderador de apetite. insaturada e heterogênea c) aberta. Está(ao) correta(s) a) todas as afirmativas. c) aberta. a) aberta. e) aromático mononuclear. nativa do México. c) as afirmativas II e III.

3. 2.5°. qual será o total de átomos de carbono do composto formado? a) 6 b) 8 c) 10 d) 12 e) 14 106) O nome correto do composto orgânico cuja fórmula está esquematizada ao lado é: CH3 H3C H C CH3 CH3 a) b) c) d) e) 2-metil-3-isopropilpenteno.3-trimetil-hexano.3.5-propil-hept-2-eno.3.benzo(b)fluorantraceno.3. 108) Se você estudou e passou no novo enem.2-dimetilbenzeno d) o-metil-m-propilbenzeno e) m-dimetil-o-propilbenzeno 103) Grupos ligados ao oxigênio do composto são: CH3 a) benzíla e m-toluíla b) benzila e o-toluíla c) fenila e o-toluíla d) fenila e benzila O e) fenila e m-toluíla 104) O composto que apresenta hibridação SP2 e cadeia alifática é: a) benzeno b) etano c) eteno d) etino e) naftaleno a) todos os átomos de carbono são de 109. CH3 C CH2 CH2 107) O nome oficial (IUPAC) do composto é: CH3 CH3 H3C C C CH C CH3 CH2 CH3 H CH2 CH3 a) 5-etil-3.3-butadieno H3C C C CH2 b) 3-metil-1.2-dieno 102) Considere o seguinte composto: CH3 CH3 CH2 CH2 CH3 105) Substituindo todos os hidrogênios das posições beta do naftaleno por radicais metil. Sabendo que a estrutura 12 do benzopireno é planar 11 é correto afirmar-se que: 10 9 8 7 6 5 4 1 2 3 sua nomenclatura correta é: a) 1.4-dimetil-2-isopropilbutano. da Universidade Federal do Rio Grande do sul (UFRGS). 2.2-dieno c) 2-metilbut-2-ino d) 3-metilbut-2-ino e) 2-metilbut-1.3-dimetil-hex-4-eno d) 3-etil-4. Entretanto.metil-2. b) todos os átomos de carbono são de 120°.5-trimetil-hept-2-eno.3-dieno b) 3-metilbut-1. substâncias do grupo dos hidrocarbonetos policíclicos aromáticos. 47 . 2.5. encontrou as substâncias benzo(a)pireno.3.2-dimetil-3-propilbenzeno c) 1-propil-2.5°.5.5-dimetil-hex-2-eno c) 2.2-etil-3-propilbenzeno b) 1.4-trimetil-hept-5-eno.5 e 9 são de 109. afinal você merece. com conhecido potencial cancerígeno. d) os átomos de carbono 1. b) 3.2-butadieno CH3 c) 2-metil-2-butino d) 3-metil-2-butino e) 2-metil-1. e também benzo(a)antraceno.100) Dos hidrocarbonetos que se seguem são alcenos: a) CH4 e C5H10 b) C2H4 e C2H6 c) C2H4 e C3H6 d) C5H10 e C5H12 e) C6H6 e C3H8 101) O nome oficial do hidrocarboneto a) 2.5-trimetilpentano. 3.5-dietil-4. e) 3-etil-4. c) todos os átomos de carbono são de 180°. poderá comemorar com um belo churrasco pois.5-tetrametilpentano.4-dietil-2. a ameaça do câncer chegou ao churrasco. a engenheira Isa Beatriz.2-butadieno Atenção: A nomenclatura atual desses compostos corresponde respectivamente: a) 2-metilbut-2.

apresentar cadeia carbônica alifática saturada e heterogênea. o corretivo líquido.O composto V é um éster a) somente a afirmação I está correta b) somente a afirmação II está correta c) somente a afirmação III está correta d) somente as afirmações I e III estão corretas 113) das funções abaixo a que apresenta uma ligação dupla na molécula? a) éter b) amina c) aldeído d) álcool e) haleto 114) Das seguintes funções orgânicas qual não apresenta o radical hidroxila? a) éteres b) alcoóis c) aldeídos d) enóis 115) O composto de fórmula CH2O pertence à função: a) ácido carboxílico b) álcool c) aldeído d) cetona 116) O álcool combustível é caracterizado por: I. que é importante na preparação do formol usado como conservador de peças anatômicas. Muito desses corretivos contém diclorometano como solvente.109) Tornou-se uma mania entre os alunos o hábito de utilizar. ácido carboxílico. III. por ser tóxico e muito volátil. éter. aldeído. álcool. fenol e aldeído b) álcool. usada principalmente como solvente de esmaltes. álcool. álcool. como combustível. no lugar da antiga borracha. minimiza o efeito estufa por não emitir gás carbônico para a atmosfera. cuja fórmula estrutural está descrita abaixo apresenta as funções: H HO CH2 O C OH H OH I . que é prejudicial à saúde. álcool. álcool e aldeído HO d) ácido carboxílico e fenol e) éter. é classificado como um monoálcool primário. álcool. IV. éster d) ácido carboxílico. CH3COOCH3. estão corretas apenas: a) I e III b) I. cetona c) aldeído. aldeído 111) Os compostos representam respectivamente: HCOOH. éter b) éster. fenol e éter c) éter. HCHO. álcool. aldeído. aldeído 112) Dados os seguintes compostos: I) H3C CH2 O CH CH3 Cl II) H3C C NH2 O 117) Um aldeído. Dessas afirmativas.OS cinco compostos são orgânicos oxigenados III . podem ser respectivamente: a) etanal e propanona b) metanal e propanona c) metanal e butanona d) etanal e butanona 118) o grupo carbonila a) alcoóis b) éster c) aminas d) haletos III) H3C C O CH2 CH3 IV) OH C O existe em: V) H3C CH2 O CH3 48 Podemos afirmar que: . cetona. II. e uma cetona. CH2OH. possuir o nome álcool etílico ou etanol. a) ácido carboxílico.II e IV c) II e IV d) II e III a) álcool. Sua função orgânica e sua fórmula molecular são: a) aldeído CHCl2 b) ácido carboxílico CHCl2 c) hidrocarboneto (C2H2)Cl2 d) haletos orgânicos CH2Cl2 e) cetona C2H2NH3Cl2 110) O bactericida Fomecin A. éster e) hidrocarboneto.O composto II é uma amida II .

d) Uma base de Lewis por ceder prótons H+ para o ácido málico. d) carbonila e hidroxila. b) Uma base de Lewis por receber prótons H+ do ácido málico. ácido carboxílico e éster. contém 25% de metilbenzeno.5. 49 . os que apresentam oito átomos de hidrogênio na fórmula molecular são: a) o tolueno. a) hidroxila e carbonila. 122) Na estrutura do ácido málico. cetona e ácido carboxílico. a) álcool – éter – éster b) fenol – éter – aldeído c) fenol – éter – cetona d) fenol – éter – ácido carboxílico e) fenol – éster – ácido carboxílico 121) A ionização do ácido málico presente nas balas acontece na saliva. também conhecido como tolueno ou toluol. álcool e ácido carboxílico. c) hidroxila e carboxila.6-metil-n-propiloctano. e) 4-etil-4. o tolueno e os xilenos c) o fenol. e) Uma base de Arrhenius por ceder par de elétrons para o ácido málico.4. Assinale a alternativa que indica apenas funções orgânicas encontradas no aminoácido essencial fenilalanina.5-Trimetil-6-n-propriloctano. o antraceno e fenol 125) O Composto orgânico que apresenta a fórmula estrutural: Possui respectivamente: nH2O H2C COO + HCOOH COO 2 H3O + Sobre a atuação da água na reação acima representada é correto afirmar que ela atua como: a) Uma base de Brönsted-Lowry por ceder prótons H+ para o ácido málico. c) 6-etil-5. citado na questão anterior. os grupos funcionais ligados ao anel aromático. e) carboxila e carbonila. mostrada na figura acima. estão presentes os grupos a) 12 C e 15 H c) 13 C e 16 H e) 14 C e 11 H b) 14 C e 10 H d) 14 C e 12 H 126) A nomenclatura da seguinte estrutura é: CH3 CH3 H3C CH2 CH2 CH2 C C CH2 CH3 CH3 CH2 CH2 CH3 a) 5. éster e álcool.5.funcionais_______e_______ que representa as funções orgânicas _________e__________ 119) Nossos corpos podem sintetizar onze aminoácidos em quantidades suficientes para nossas necessidades.5-dimetil-6. OH OCH3 123) DIGA NÃO AS DROGAS: É uma frase utilizada para advertir o jovem sobre o perigo das drogas. o naftaleno e o antraceno d) o tolueno. porém. pertencem às funções. Não podemos.fenol e aldeído. a famosa cola de sapateiro.6-trimetilnonano. c) Uma base de Brönsted Lowry por receber prótons H+ do ácido málico.5-trimetilnonano. o naftaleno e o metilbenzeno b) o benzeno. b) 5. que é cancerígeno e alucinógeno. de acordo com a equação: H2C COOH HC COOH OH + 124) Entre as alternativas abaixo estão várias substâncias oriundas da destilação fracionada do alcatrão da hulha. que é usada principalmente pelos menores para se drogarem. os xilenos e os cresóis e) o benzeno.5. conhecidos como aminoácidos essenciais. Qual alternativa corresponde a esse solvente: a) Álcool e amida b) Éter e éster c) Ácido orgânico e amida d) Ácido orgânico e amida primária e) Amida primária e aldeído CHO 120) Em relação à vanilina que possui a fórmula estrutural abaixo. d) 3.4-trimetil-3-n-propiloctano. produzir as proteínas para a vida a não ser ingerindo os outros nove. b) carbonila e carboxila.

c) Sc 33. d) nenhuma 34.6 L 79. E 108. D 124. D 110. C 68. A 75) D 76) 3. C 123. B 49. um biopolímero preparado a partir da carapaça do camarão. A fórmula estrutural da quitosana está apresentada a seguida. b) C27. a) 4. A 31. C 90. c) 5. B 103. a)H2%S32. D 89. D 2. E 72. A 70. A 4.48 L 78. A 74. e fabricadas a partir de polímero petroquímico. com a vantagem de ser biocompatível e biodegradável. D 15. B 65. E 104. B 43. E 10. Na2SO4 81. B 109. O número de átomos de carbono na fórmula é: a) 29 b) 32 c) 30 d) 33 e) 31 18. dificilmente produzidos.8 L 78. 1. D 92) 3920 93. E 58. com as vantagens ambientais comparadas com os produtos petroquímicos. C 116. D 63. E 106. B 83. B 119. A 22. C 122. C 87. C 36. C 99. A 97. E 19. B 118. b) sódio 33. D 17. D 3. C 67. D 60.GABARITO 1 127) (Novo Enem) Duas matérias encontradas em grande quantidade no Rio Grande do Sul. A 113. pois não existem mudanças em sua pureza e peso molecular. C 101. C 5. B 126. A 111. B 20. D 117. e traz vantagens ambientais comparadas com os polímeros de produtos petroquímicos. a quitosana. A 7. D 8. A 62. C 107.04x10 78. C 105. C 45. D 84. B 102. C 88. C 44. C 13. C 48. A 59. c) o polímero natural é de uso vantajoso. B 47. A 95. E 127. D 71. b) CH4 35. são os principais componentes de um novo material para a incorporação de partículas ou princípios ativos utilizados no preparo de vários produtos farmacêuticos e cosméticos. B 21. D 6. E 96. D 16. A 27. C 55.27% O72. E 56. e o poliol. D 100. B 121. pode-se afirmar que a) o uso da quitosana é vantajoso devido a suas propriedades. B 86. D 77) 12. E 50. d) a quitosana é constituído por grupos hidroxila em carbonos terciários e derivados com poliol. D 52. C 54. B 64. obtido do óleo do grão da soja. A 29. E 69.O1X10 20 23 85. C 28. D 120. pouco reativos e não disponíveis para reações químicas. D 112. B 9.7%O65. D 33. a) flúor 33. D 11. SO2 82. A 38. C 24. C 128. D 23. C 114. B 94. D 51. características dos polímeros. C 32. C Com relação às características do material descrito. B 73. E 26. c)Ca40%C12%O48% 80. A 115. D 57. E 37. pois o produto constituído por grupos álcool e amina tem vantagens ambientais comparado com os polímeros proveniente de materiais petroquímicos. C 53. E 39.3% 79. C 98. B 50 . D 42. b) a quitosana tem em sua constituição grupos amina. b) 44. A 40. D 46. E 25. 128) Um alcano encontrado nas folhas do repolho contém em sua fórmula 64 átomos de hidrogênio. C 30. D 14. e) a quitosana é um polímero de baixa massa molecular. A 41. e o produto constituído por grupos álcool e amida é vantajoso para aplicações ambientais em comparação com os polímeros petroquímicos. A 125. E 91. além de todos os seus benefícios ambientais. D 12.72% 79. E 66. A 61. a) MgO 34.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful