Você está na página 1de 9

EDUCACIONAL

Física
Dinâmica
CONCEITOS BÁSICOS 03. (FUVEST) Um projétil descreve uma trajetória parabólica,
como indica a figura. A resistência do ar é desprezível.
01. (ITA) De acordo com as leis da mecânica newtoniana, se A resultante das forças que agem sobre o projétil na
um corpo de massa constante: posição indicada pode ser representada pelo vetor:
→ →
a) tem velocidade escalar constante, é nula a resultante → → B C
das forças que nele atuam a) A b) B
b) descreve uma trajetória retilínea com velocidade escalar → → →
c) C d) D →
constante, não há forças atuando nele A → D
c) descreve um movimento com velocidade vetorial → E
constante, é nula a resultante das forças nele aplicadas e) E
d) possui velocidade vetorial constante, não há forças
Resolução:
aplicadas no corpo
e) está em movimento retilíneo e uniforme é porque Apenas a força peso. Alternativa E
existem forças nele aplicadas
04. (MACK) Uma pessoa, no interior de um elevador que
Resolução:
sobe com movimento acelerado, exerce no piso uma
Pela teoria ⇒ Alternativa C
força de módulo:

a) maior que o do seu peso, somente quando a aceleração


é maior que a da gravidade
02. (UNIP) Considere uma b) zero, quando a aceleração é a da gravidade
pedra arremessada para c) igual ao do seu peso
cima a partir da superfície d) maior que o do seu peso
terrestre. Enquanto a pedra e) menor que o do seu peso
estiver subindo, podemos
Resolução:
afirmar que:
A resultante deve ser para cima, logo N > P. Alternativa D
a) a Terra atrai a pedra e a pedra repele a Terra, com
forças de mesma intensidade
b) a Terra repele a pedra e a pedra atrai a Terra, com 05. (FUVEST) Um veículo de 5,0 kg descreve uma
forças de mesma intensidade trajetória retilínea que obedece à seguinte equação
c) a Terra atrai a pedra e a pedra atrai a Terra, porém, a horária: S = 3t2 + 2t + 1, onde S é medido em metros
atração da Terra é muitíssimo mais intensa e t em segundos. O módulo da força resultante sobre o
d) a Terra e a pedra se repelem mutuamente, com forças veículo vale:
de mesma intensidade
e) A Terra e a pedra se atraem mutuamente, com forças a) 30 N b) 5 N c) 10 N d) 15 N e) 20 N
de mesma intensidade Resolução:
Resolução:
at 2
S = S0 + V0t + ⇒ a = 2 . 3 = 6 m/s2
Ação e reação. 2

Alternativa E F = m . a = 5 . 6 = 30 N Alternativa A

FISSEM05 02-R 1
2 FÍSICA DINÂMICA
EDUCACIONAL

06. Sobre um livro de massa → Resolução:


2,0 kg atuam apenas três for- F1
ças constantes: F 1 = 4,0 N; a) FR = 5 + 32 + 42 = 10 N
F 2 = 3,0 N; F3 = 5,0 N,
conforme o esquema a seguir,
→ →
onde F 1 e F 2 são perpen- → → FR 10
F21 F31 b) a = = = 5 m/s2
m 2
diculares. Calcule o módulo:

a) da força resultante sobre o livro.


b) da aceleração adquirida pelo livro.


07. (FEI) Faz-se uma força F atuar sucessivamente sobre dois Resolução:
corpos, A e B, que adquirem, respectivamente, acelerações
→ F F 
mA = = 
a e b, com a = 2 b. Se a mesma força F for aplicada a 2b  F + 2F 3F
 m = 2b = 2b
ao sistema formado pelos dois corpos A e B ligados F 
mB =
rigidamente, a aceleração do sistema será: b 

a) a+b F 2b a
b) 3b ∴γ= = =
3F / 2b 3 3
c) 3a
d) a/3
e) b/3 Alternativa D


08. (ESPM) Aplica-se uma força F de intensidade 50 N ao Resolução:
bloco A, conforme a figura. Os blocos A e B possuem
massas, respectivamente, 2,0 kg e 3,0 kg. As superfícies F 50
a= = = 10 m/s2
de contato são perfeitamente lisas. Determine a aceleração m 2+3
dos corpos.

F = 50 N B
A

09. (FUVEST) Um carrinho A, de 20 kg de massa, é unido a Resolução:


um bloco B, de 5 kg, por meio de um fio leve e inextensível,
conforme a figura abaixo. Inicialmente o sistema está em a) F = T = PB = m . g = 5 . 10 = 50 N
repouso devido à presença do anteparo C, que bloqueia o
carrinho A (g = 10m/s2). PB − T = m B . a
b)  T = mA . a
+

A
C PB = (mA + mB)a

50 = 25 . a ⇒ a = 2 m/s2
B

a) Qual o valor da força que o anteparo C exerce sobre o


carrinho A ?
b) Retirado o anteparo C, com que aceleração o carrinho
A se movimenta ?

FISSEM05 02-R
EDUCACIONAL
DINÂMICA FÍSICA
3
10. (IME) Na figura a seguir os objetos A e B pesam, Resolução:
respectivamente, 40 N e 30 N e estão apoiados sobre
planos lisos, ligados entre si por uma corda inextensível, PT = T = PT
A B
sem peso, que passa por uma roldana sem peso. Determine 1
o ângulo θ e a tensão na corda quando houver equilíbrio. T = PT = PA sen 30º = 40 .
A 2
= 20 N

PT = 20 N ⇒ PB sen θ = 20
B
2
30 sen θ = 20 ⇒ sen θ =
3
A B
2
θ = arc sen
3
30° θ

11. Os objetos L, M e N, cujos pesos são 10 N, 15 N e 8 N, Resolução:


respectivamente, estão suspensos por um arame muito
leve, como mostra a figura abaixo. Qual é a força que o fio Alternativa C
L
suporta entre L e M ?
23 N

23 N
a) 33 N
M
b) 25 N L
15 N
c) 23 N 8N
M 8N
d) 8N
N
e) 2N N
8N

12. (UNISA) Na figura abaixo, a roldana R tem massa Resolução:


desprezível e não há atrito entre ela e o fio. O corpo A a e b)
possui massa 4,0 kg. Sabe-se que o corpo B desce com
movimento acelerado e aceleração de módulo 2,0 m/s2.
Adote g = 10 m/s2 e calcule: PB − T = m B . a 10 m B − T = 2 m B
 ⇒ 
T − PA = m A . a T − 40 = 8 ⇒ T = 48N
a) a massa de B.
8 mB = T
b) a intensidade da força que traciona o fio.
48
mB = = 6 kg
8

B
A

FISSEM05 02-R
4 FÍSICA DINÂMICA
EDUCACIONAL

13. As figuras mostram dois arranjos (A e B) de polias, Resolução:


construídos para erguer um corpo de massa M = 8 kg.
Despreze as massas das polias e da corda, bem como os
atritos. Calcule as forças FA e FB, em newton, necessárias 1o caso: FA = P = Mg = 8 . 10 = 80 N
para manter o corpo suspenso e em repouso nos dois casos.
P Mg 8 . 10
2o caso: FB = = = = 40 N
2 2 2

M
FA
M FB

14. (PUC) Um corpo de 100 kg de massa é elevado, a partir Resolução:


do repouso no solo, até uma altura de 10m, em 2s (figura).
∆S 10
Considere a aceleração da gravidade igual a 10m/s2, o fio Vm = = = 5 m/s ⇒ Vf = 10 m/s ⇒ ∆V = 10 m/s
∆t 2
inextensível e de massa desprezível e a roldana sem massa

ou atrito. Determine a intensidade da força motora F. ∆V 10
∴a= = = 5 m/s2
∆t 2

Logo, F − mg = m . 5

F = 100 . 5 + 100 . 10 = 1 500 N

10 m

15. No sistema abaixo, o corpo 1 de massa 6kg está preso na Resolução:


posição A. O corpo 2 tem massa de 4 kg. Despreze os
atritos e adote g = 10m/s2. Abandonando o corpo 1, a sua P2 − T = m 2 . a
velocidade ao passar pela posição B será de:  +
 T = m1 . a
P2 = (m1 + m2) . a
1
4 . 10 = (4 + 6) . a ⇒ a = 4 m/s2
1, 0 m
V2 = V02 + 2 a . ∆S
A B
2
V= 2 . 4 . 0,5 = 4 = 2 m/s
0, 5 m
Alternativa C
a) 0,5 m/s
b) 1 m/s
c) 2 m/s
d) 8 m / s
e) 4 m/s

FISSEM05 02-R
EDUCACIONAL
DINÂMICA FÍSICA
5
16. Um bloco está em repouso sobre uma superfície plana Resolução:
e horizontal. Seu peso vale 40 N e a força máxima de
atrito estático entre o bloco e a superfície vale 20 N. Pela teoria → Alternativa A
O valor da força horizontal mínima que coloca o bloco
em movimento é:

a) ligeiramente maior que 20 N


b) igual a 40 N
c) ligeiramente menor que 40 N
d) ligeiramente maior que 40 N
e) impossível de ser estimada

17. Os coeficientes de atrito estático e cinético entre as Resolução:

superfícies de um corpo inicialmente em repouso e seu Fate = µe . N = 100 . 0,6 = 60 N


máx
apoio horizontal são µe = 0,6 e µc = 0,5. O peso do
→ Para F ≤ 60 N ⇒ Fat = F
corpo é de 100 N. Submetendo-o à ação de uma força F
horizontal, determine quais são as forças de atrito Para F > 60 N ⇒ Fat = µc . N = 0,5 . 100 = 50 N

correspondentes aos seguintes valores sucessivos de F :
a) Para F = 10 N < 60 N ⇒ Fat = 10 N
a) F = 10 N b) Para F = 30 N < 60 N ⇒ Fat = 30 N
b) F = 30 N c) Para F = 60 N = 60 N ⇒ Fat = 60 N
c) F = 60 N
d) Para F = 80 N > 60 N ⇒ Fat = 50 N
d) F = 80 N
e) F = 90 N e) Para F = 90 N > 60 N ⇒ Fat = 50 N

18. (MACK) Dois blocos A e B de pesos respectivamente Resolução:


iguais a 30N e 70N apóiam-se sobre uma mesa horizontal.
O coeficiente de atrito entre os blocos e a mesa vale 0,40.  F − Fat A − T = m A . a
Aplicando-se ao primeiro bloco uma força horizontal a)  +
constante, de intensidade F = 50N e supondo T − Fat B = m B . a
g = 10m/s2, pede-se:
F − Fat – Fat = (mA + mB) . a
corda ideal A B

50 − 0,4 . 30 − 0,4 . 70 = (3 + 7) . a

B A F a = 1 m/s2

b) T = mB . a + Fat = 7 . 1 + 0,4 . 70 = 35 N
a) o módulo da aceleração comunicada ao sistema B
b) a intensidade da força tensora na corda

19. (UNISA) No sistema abaixo, a massa do corpo A é 4kg Resolução:


e a do corpo B, 2kg. A aceleração do sistema é de 2m/s2. PB − T = m B . a
O coeficiente de atrito entre o corpo A e o plano é:  +
T − Fat A = m A . a
g = 10 m/s2 PB – Fat = (mA + mB)a
A A

a) 0,2 mB . g − µ . mA . g = (mA + mB) . a


b) 0,4
c) 0,5 m B g − m A a − m Ba 2 . 10 − 4 . 2 − 2 . 2
d) 0,6 µ= = = 0,2
mAg 4 . 10
e) 0,8 B
Alternativa A

FISSEM05 02-R
6 FÍSICA DINÂMICA
EDUCACIONAL

20. (ITA) Um corpo desliza sobre um plano inclinado, Resolução:


cujo coeficiente de atrito de deslizamento é µ = 3 / 3 . Px = Fat
Qual deve ser o ângulo do plano com a horizontal para
que a velocidade do corpo se mantenha constante? 3
mg sen θ = µ . mg cos θ ⇒ tg θ = µ ⇒ tg θ = ⇒ θ = 30º
3
a) 15°
Alternativa B
b) 30°
c) 45°
d) 60°
e) 75°

21. (FCC) Na figura temos um bloco de massa m = 1,0 kg Resolução:

em movimento. O coeficiente de atrito dinâmico entre o Para subir


plano e o bloco vale 3 / 10 e g = 10 m/s2. Quais as
F1 − Px − Fat = 0
intensidades F1 e F2 das forças paralelas ao plano para
fazer, respectivamente, o bloco subir e descer o plano F1 = Px + Fat = mg sen 30º + µ . mg cos 30º

com velocidade constante? 1 3 3


F1 = 1 . 10 . + . 1 . 10 . = 6,5 N
2 10 2
m
Para descer

F2 − Px + Fat = 0

F2 = Px − Fat = mg sen 30º − µ . mg cos 30º

1 3 3
30° F2 = 1 . 10 . − . 10 . = 3,5 N
2 10 2

22. Um bloco de peso igual a 100N é arrastado com Resolução:


velocidade constante sobre uma superfície horizontal,
cujo coeficiente de atrito é 0,2. a) Fat = µ . N = 0,2 . 100 = 20 N

a) Qual a intensidade da força de atrito da superfície


b) F = Fat = 20 N
sobre o bloco?
b) Qual a intensidade da força que atua sobre o bloco,
no sentido do movimento?

23. Um carro de 800 kg, andando a 108 km/h, freia Resolução:


bruscamente e pára em 5,0 s. ∆V −30
a) a = = = −6 m/s2
∆t 5
a) Qual é a aceleração do carro?
b) Qual é o valor da força de atrito que atua sobre o carro? b) F = m . a = 800 . 6 = 4 800 N

FISSEM05 02-R
EDUCACIONAL
DINÂMICA FÍSICA
7
24. (MACK) Um carro se desloca em uma trajetória horizontal Resolução:
retilínea com aceleração constante de 5 m/s2. Adotando
F − Fat = m . a
g = 10 m/s2 e sabendo que 60% da força do motor é gasta
para vencer a força de atrito, podemos afirmar que o
Fat  1 
coeficiente de atrito entre as rodas do carro e a pista é: − Fat = m . a ⇒ µ . mg  − 1 = m . a
0,6  0,6 
a) 0,80
b) 0,75 −1
a  1 
c) 0,70 µ= g  − 1 = 0,75
 0,6 
d) 0,65
e) 0,50 Alternativa B

25. (FATEC) F1 e F2 são forças horizontais de 30 N e 10 N Resolução:


de intensidade, respectivamente, conforme a figura. Sendo
a massa de A igual a 3 kg, a massa de B igual a 2 kg,  F1 − F − Fat A = m A . a
 +
g = 10 m/s2 e 0,3 o coeficiente de atrito dinâmico entre  F − F2 − Fat B = m B . a
os blocos e a superfície, a força de contato entre os blocos
é de: F1 − F2 − Fat − Fat = (mA + mB) . a
A B

→ → 30 − 10 − 0,3 . 30 − 0,3 . 20 = (3 + 2) . a ⇒ a = 1m/s2


F1 F2
A F = mB . a + F2 + Fat = 2 . 1 + 10 + 0,3 . 20 = 18 N
B B

Alternativa E

a) 24 N
b) 30 N
c) 40 N
d) 10 N
e) 18 N

26. (ITA) Um pequeno bloco de madeira de massa m = 2kg Resolução:


encontra-se sobre um plano inclinado que está fixo no
chão, como mostra a figura. Qual é a menor força F com Px = Fat
que devemos pressionar o bloco sobre o plano para que o
mg sen θ = µ (mg cos θ + F) ⇒ mg sen θ = µ mg cos θ + µF ⇒
mesmo permaneça em equilíbrio? O coeficiente de atrito
mg sen θ
estático entre o bloco e a superfície do plano inclinado é ⇒ µF = mg sen θ – µ mg cos θ ⇒ F = − mg cos θ
µ
µ = 0,40.
Dados: comprimento do plano inclinado l = 1m h 0,6
Sendo sen θ = = = 0,6 e cos θ = 0,8 resulta:
altura h = 0,6 m l 1
aceleração da gravidade g = 9,8 m/s2
2 . 9,8 . 0,6
l F F= − 2 . 9,8 . 0,8 = 13,7 N
a) 13,7 N 0, 4

b) 15,0 N Alternativa A
c) 17,5 N h
d) 11,2 N
e) 10,7 N

FISSEM05 02-R
8 FÍSICA DINÂMICA
EDUCACIONAL

27. (UN-PR) Um móvel sujeito unicamente à ação de uma Resolução:


força de intensidade constante, porém dirigida sempre na
direção perpendicular à sua velocidade instantânea, Pela teoria ⇒ Alternativa A
adquire movimento:

a) circular uniforme
b) retilíneo uniformemente variado
c) circular uniformemente variado
d) circular com aceleração variável
e) retilíneo com aceleração variável

28. Um corpo de massa 2 kg em movimento circular uniforme Resolução:


e de raio 3 m leva π segundos para descrever uma volta 2
 2π 
2
 2π 
completa na circunferência. A força centrípeta que atua Fc = mω2 . R = m . R .   =2.3.  π  = 24 N
 T   
no corpo vale:
Alternativa B
a) 12 N
b) 24 N
c) 10 N
d) 8N
e) nda

29. (UNISA) Uma moto descreve uma circunferência vertical Resolução:


no globo da morte de raio 4 m (g = 10m/s2). A massa
total da moto é 150kg. A velocidade da moto no ponto P + N = Fc
mais alto é 12m/s. A força que a moto exerce no globo m . V2
em N é: mg + N =
R

a) 1 500 m . V2 150 . 122


N= − mg = − 150 . 10 = 3 900 N
b) 2 400 R 4
c) 3 900
d) 4 000
e) n.d.a. Alternativa C

30. (UNISA) Um avião descreve um loop num plano vertical, Resolução:


com velocidade de 720 km/h. Para que no ponto mais
baixo da trajetória a intensidade da força que o piloto N − P = Fc ⇒ 3P − P = Fc
exerce no banco seja o triplo de seu peso, é necessário que
o raio do loop seja de: (g = 10 m/s2) m . V2 m . V2
2P = ⇒ 2 mg =
R R
a) 0,5 km
b) 1,0 km
c) 1,5 km V2 2002
R= = = 2 000 m = 2 km
d) 2,0 km 2g 2 . 10
e) 2,5 km
Alternativa D

FISSEM05 02-R
EDUCACIONAL
DINÂMICA FÍSICA
9
31. Num parque de diversões foi instalado um globo da 32. Um automóvel percorre uma estrada plana a 90 km/h,
morte. A menor velocidade que a moto deve ter para descrevendo uma curva de 125 m de raio, num local
não perder o contato com a esfera é: onde a aceleração gravitacional é 10 m/s2. Assim sendo,
o coeficiente de atrito mínimo, entre os pneus e o solo,
Dados: para que o automóvel faça a curva, é:
R — raio da esfera
m — massa total da moto a) 0,1
g — aceleração da gravidade b) 0,2
N — força normal da esfera na moto c) 0,3
v — velocidade do movimento d) 0,4
e) 0,5
R (mg + N)
a)
m Resolução:

Fat = Fc
b) Rg
m . V2 V2 252
g µ . mg = ⇒ µ= = = 0,5
c) R Rg 125 . 10
R

d) Alternativa E
mgR

R (mg − N)
e)
m

Resolução:

No ponto mais alto:

P = Fc

m . V2
mg = ⇒ V= Rg
R

Alternativa B

FISSEM05 02-R

Você também pode gostar