Você está na página 1de 8

Estão abertas as candidaturas a subsídios para a participação na Wikimania 2008.

Lei da oferta e da procura


Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Ir para: navegação, pesquisa

ATENÇÃO: Este artigo ou secção não cita as suas fontes ou


referências, em desacordo com a política de verificabilidade. Ajude a
melhorar este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes no
corpo do texto ou em notas de rodapé.

Em economia, a Lei da Oferta e Procura , também chamada de Lei da Oferta e da


Demanda é a lei que estabelece a relação entre a demanda de um produto - isto é, a
procura - e a quantidade que é oferecida, a oferta. A partir dela, é possível descrever o
comportamento preponderante dos consumidores na aquisição de bens e serviços em
determinados períodos, em função de quantidades e preços. Nos períodos em que a
oferta de um determinado produto excede muito à procura, seu preço tende a cair. Já em
períodos nos quais a demanda passa a superar a oferta, a tendência é o aumento do
preço.

A estabilização da relação entre a oferta e a procura leva, em primeira análise, a uma


estabilização do preço. Uma possível concorrência, por exemplo, pode desequilibrar
essas relações, provocando alterações de preço.

Ao contrário do que pode parecer a princípio, o comportamento da sociedade não é


influenciado apenas pelos preços. O valor de um produto pode ser um estímulo positivo
ou negativo para que os consumidores adquiram os serviços que necessitam, mas não é
o único.

Existem outros elementos a serem considerados nesta equação, entre eles:

• Os desejos e necessidades das pessoas;


• O poder de compra;
• A disponibilidade dos serviços - concorrência;
• A capacidade das empresas de produzirem determinadas mercadorias com o
nível tecnológico desejado.

Da mesma forma que a oferta exerce uma influência sobre a procura dos consumidores,
a freqüência com que as pessoas buscam determinados produtos também pode aumentar
e diminuir os preços dos bens e serviços.
Índice
[esconder]

• 1 Representação Gráfica e explicação


• 2 Situações de Mercado
• 3 Teorias do Valor de um Bem
• 4 Conclusão
• 5 Ver também

[editar] Representação Gráfica e explicação


O preço não reflete apenas o custo de criação de um produto ou serviço. A base desta lei
vem para citar os dois fatores que influem no preço de um produto, fator quantitativo e
qualitativo.

Valores qualitativos: valor não expressado diretamente em número, pode ser atribuído
a um crescimento de consumo em algum produto, que por sua vez pode ser devido a
monopólio natural(concessionárias de energia elétrica), necessidades e desejos
pessoais(carros,moda, beleza, alimentos, etc.) ou também por questões de economia
individual(por exemplo, a procura do álcool, que foi ou é mais barato que a gasolina).
Embora não possa ser expressado em números diretamente, institutos de pesquisa
demografica e associações do comércio disponibilizam de gráficos que ilustram
crescimentos de consumo em certos produtos.

Valores quantitativos: valor expressado diretamente em número, existem diversas


razões para o preço se mover influenciado por este fator. Para que seja simples o
raciocinio, quebramos este fator em oferta e demanda.

Oferta: é quanto um fornecedor está disposto a oferecer ao mercado, quando a oferta


chega a grande quantidade, diminui-se o preço para que possa vender mais e produzir
mais.

Demanda: é quanto o consumidor está disposto a comprar, quando a demanda chega a


uma alta quantidade o preço sobe.

[editar] Situações de Mercado


Existe no entanto, situações onde o mercado age de maneira diferente do explicado
acima. Devido a isso, devemos ir mais adentro da lei e nos concentrarmos nas decisões
de cada uma das partes, principalmente a oferta.

A oferta: pode aumentar ou diminuir de preço conforme aumenta a quantidade.

A oferta pode sim agir para os dois lados, e é inevitável que seja analisado junto com a
demanda para um integro entendimento.
A oferta aumenta a quantidade para que seja atendida toda a demanda.

A oferta deve aumentar os preços até se igualar a demanda, pois ela precisa produzir
mais, e para ter uma produção crescente deve-se ter um lucro crescente.(este fenomeno
é a causa número um de inflação).

Ao se igualar com a demanda a oferta reduz seus preços (deflação). Quando a demanda
fica inferior, a oferta reduz mais os preços para que haja um ponto de entendimento
caracterizado pelo cruzamento das linhas.

[editar] Teorias do Valor de um Bem


Há teorias divergentes, quanto a forma como se chega ao valor de equilibrio para um
bem. Dentre elas encontram-se:

• Teoria do valor-utilidade: visao utilitarista, pra quem o valor de um bem se


forma pelo lado da demanda, pela satisfação que o bem representa para o
consumidor.
• Teoria do valor-trabalho: o valor de um bem se forma pelo lado da oferta,
mediante os custos do trabalho incorporado ao bem e o tempo gasto na
produção.

[editar] Conclusão
Em suma, a lei da oferta e demanda sugere que quem determina o preço são os
consumidores. Eles decidem quanto querem comprar e a que preço, e os fornecedores só
podem é concordar com as exigencias e decidem quanto vale a pena produzir para
vender ao preço dado pelo consumidor. Para um entendimento mais profundo, considere
as linhas do graficos como uma pessoa(demanda) e um cachorro(oferta), a oferta
sempre vai se aproximar da demanda a fim de vender seu produto. A decisão dos donos
das industrias é baseada nestes graficos, nos planos da concorrencia, épocas do
ano(ventiladores, ar condicionado, aquecedor), fatores culturais, geográficos, e
ambientais. Estes assuntos não são propriedade deste tópico, mas todos que querem
compreender mais sobre economia devem procurar informações sobre.

[editar] Ver também


• Adam Smith

Em economia, a Lei da Oferta e Procura , também chamada de Lei da Oferta e da


Demanda é a lei que estabelece a relação entre a demanda de um produto - isto é, a
procura - e a quantidade que é oferecida, a oferta. A partir dela, é possível descrever o
comportamento preponderante dos consumidores na aquisição de bens e serviços em
determinados períodos, em função de quantidades e preços. Nos períodos em que a
oferta de um determinado produto excede muito à procura, seu preço tende a cair. Já em
períodos nos quais a demanda passa a superar a oferta, a tendência é o aumento do
preço.
A estabilização da relação entre a oferta e a procura leva, em primeira análise, a uma
estabilização do preço. Uma possível concorrência, por exemplo, pode desequilibrar
essas relações, provocando alterações de preço.

Ao contrário do que pode parecer a princípio, o comportamento da sociedade não é


influenciado apenas pelos preços. O valor de um produto pode ser um estímulo positivo
ou negativo para que os consumidores adquiram os serviços que necessitam, mas não é
o único.

Existem outros elementos a serem considerados nesta equação, entre eles:

• Os desejos e necessidades das pessoas;


• O poder de compra;
• A disponibilidade dos serviços - concorrência;
• A capacidade das empresas de produzirem determinadas mercadorias com o
nível tecnológico desejado.

Da mesma forma que a oferta exerce uma influência sobre a procura dos consumidores,
a freqüência com que as pessoas buscam determinados produtos também pode aumentar
e diminuir os preços dos bens e serviços.

Índice
[esconder]

• 1 Representação Gráfica e explicação


• 2 Situações de Mercado
• 3 Teorias do Valor de um Bem
• 4 Conclusão
• 5 Ver também

[editar] Representação Gráfica e explicação


O preço não reflete apenas o custo de criação de um produto ou serviço. A base desta lei
vem para citar os dois fatores que influem no preço de um produto, fator quantitativo e
qualitativo.

Valores qualitativos: valor não expressado diretamente em número, pode ser atribuído
a um crescimento de consumo em algum produto, que por sua vez pode ser devido a
monopólio natural(concessionárias de energia elétrica), necessidades e desejos
pessoais(carros,moda, beleza, alimentos, etc.) ou também por questões de economia
individual(por exemplo, a procura do álcool, que foi ou é mais barato que a gasolina).
Embora não possa ser expressado em números diretamente, institutos de pesquisa
demografica e associações do comércio disponibilizam de gráficos que ilustram
crescimentos de consumo em certos produtos.
Valores quantitativos: valor expressado diretamente em número, existem diversas
razões para o preço se mover influenciado por este fator. Para que seja simples o
raciocinio, quebramos este fator em oferta e demanda.

Oferta: é quanto um fornecedor está disposto a oferecer ao mercado, quando a oferta


chega a grande quantidade, diminui-se o preço para que possa vender mais e produzir
mais.

Demanda: é quanto o consumidor está disposto a comprar, quando a demanda chega a


uma alta quantidade o preço sobe.

[editar] Situações de Mercado


Existe no entanto, situações onde o mercado age de maneira diferente do explicado
acima. Devido a isso, devemos ir mais adentro da lei e nos concentrarmos nas decisões
de cada uma das partes, principalmente a oferta.

A oferta: pode aumentar ou diminuir de preço conforme aumenta a quantidade.

A oferta pode sim agir para os dois lados, e é inevitável que seja analisado junto com a
demanda para um integro entendimento.

A oferta aumenta a quantidade para que seja atendida toda a demanda.

A oferta deve aumentar os preços até se igualar a demanda, pois ela precisa produzir
mais, e para ter uma produção crescente deve-se ter um lucro crescente.(este fenomeno
é a causa número um de inflação).

Ao se igualar com a demanda a oferta reduz seus preços (deflação). Quando a demanda
fica inferior, a oferta reduz mais os preços para que haja um ponto de entendimento
caracterizado pelo cruzamento das linhas.

[editar] Teorias do Valor de um Bem


Há teorias divergentes, quanto a forma como se chega ao valor de equilibrio para um
bem. Dentre elas encontram-se:

• Teoria do valor-utilidade: visao utilitarista, pra quem o valor de um bem se


forma pelo lado da demanda, pela satisfação que o bem representa para o
consumidor.
• Teoria do valor-trabalho: o valor de um bem se forma pelo lado da oferta,
mediante os custos do trabalho incorporado ao bem e o tempo gasto na
produção.

[editar] Conclusão
Em suma, a lei da oferta e demanda sugere que quem determina o preço são os
consumidores. Eles decidem quanto querem comprar e a que preço, e os fornecedores só
podem é concordar com as exigencias e decidem quanto vale a pena produzir para
vender ao preço dado pelo consumidor. Para um entendimento mais profundo, considere
as linhas do graficos como uma pessoa(demanda) e um cachorro(oferta), a oferta
sempre vai se aproximar da demanda a fim de vender seu produto. A decisão dos donos
das industrias é baseada nestes graficos, nos planos da concorrencia, épocas do
ano(ventiladores, ar condicionado, aquecedor), fatores culturais, geográficos, e
ambientais. Estes assuntos não são propriedade deste tópico, mas todos que querem
compreender mais sobre economia devem procurar informações sobre.

[editar] Ver também

Sem-fontes|data=Fevereiro de 2008}}
Em [[economia]], a '''Lei da Oferta e Procura ''', também chamada de '''Lei da Oferta e
da Demanda''' é a lei que estabelece a relação entre a demanda de um produto - isto é, a
procura - e a quantidade que é oferecida, a [[oferta]]. A partir dela, é possível descrever
o comportamento preponderante dos consumidores na aquisição de bens e serviços em
determinados períodos, em função de quantidades e preços.
Nos períodos em que a oferta de um determinado produto excede muito à procura, seu
preço tende a cair. Já em períodos nos quais a [[demanda]] passa a superar a oferta, a
tendência é o aumento do preço.

A estabilização da relação entre a oferta e a procura leva, em primeira análise, a uma


estabilização do preço. Uma possível [[concorrência]], por exemplo, pode desequilibrar
essas relações, provocando alterações de preço.

Ao contrário do que pode parecer a princípio, o comportamento da sociedade não é


influenciado apenas pelos preços. O valor de um produto pode ser um estímulo positivo
ou negativo para que os consumidores adquiram os serviços que necessitam, mas não é
o único.

Existem outros elementos a serem considerados nesta equação, entre eles:

*Os desejos e necessidades das pessoas;


*O poder de compra;
*A disponibilidade dos serviços - concorrência;
*A capacidade das empresas de produzirem determinadas mercadorias com o nível
tecnológico desejado.

Da mesma forma que a oferta exerce uma influência sobre a procura dos
[[consumidor]]es, a freqüência com que as pessoas buscam determinados produtos
também pode aumentar e diminuir os preços dos bens e serviços.

==Representação Gráfica e explicação==


O preço não reflete apenas o custo de criação de um produto ou serviço. A base desta lei
vem para citar os dois fatores que influem no preço de um produto, fator quantitativo e
qualitativo.

'''Valores qualitativos''': valor não expressado diretamente em número, pode ser


atribuído a um crescimento de consumo em algum produto, que por sua vez pode ser
devido a monopólio natural(concessionárias de energia elétrica), necessidades e desejos
pessoais(carros,moda, beleza, alimentos, etc.) ou também por questões de economia
individual(por exemplo, a procura do álcool, que foi ou é mais barato que a gasolina).
Embora não possa ser expressado em números diretamente, institutos de pesquisa
demografica e associações do comércio disponibilizam de gráficos que ilustram
crescimentos de consumo em certos produtos.

'''Valores quantitativos''': valor expressado diretamente em número, existem diversas


razões para o preço se mover influenciado por este fator. Para que seja simples o
raciocinio, quebramos este fator em [[oferta]] e [[demanda]].

''Oferta'': é quanto um fornecedor está disposto a oferecer ao mercado, quando a oferta


chega a grande quantidade, diminui-se o preço para que possa vender mais e produzir
mais.

''Demanda'': é quanto o consumidor está disposto a comprar, quando a demanda chega a


uma alta quantidade o preço sobe.

==Situações de Mercado==

Existe no entanto, situações onde o mercado age de maneira diferente do explicado


acima. Devido a isso, devemos ir mais adentro da lei e nos concentrarmos nas decisões
de cada uma das partes, principalmente a oferta.

'''A oferta: pode aumentar ou diminuir de preço conforme aumenta a quantidade'''.

A oferta pode sim agir para os dois lados, e é inevitável que seja analisado junto com a
demanda para um integro entendimento.

A oferta aumenta a quantidade para que seja atendida toda a demanda.

A oferta deve aumentar os preços até se igualar a demanda, pois ela precisa produzir
mais, e para ter uma produção crescente deve-se ter um lucro crescente.(este fenomeno
é a causa número um de [[inflação]]).

Ao se igualar com a demanda a oferta reduz seus preços ([[deflação]]).


Quando a demanda fica inferior, a oferta reduz mais os preços para que haja um ponto
de entendimento caracterizado pelo cruzamento das linhas.

==Teorias do Valor de um Bem==


Há teorias divergentes, quanto a forma como se chega ao valor de equilibrio para um
bem. Dentre elas encontram-se:
*'''[[Teoria do valor-utilidade]]:''' visao [[utilidade|utilitarista]], pra quem o valor de um
bem se forma pelo lado da demanda, pela satisfação que o bem representa para o
[[consumidor]].
*'''[[Teoria do valor-trabalho]]:''' o valor de um bem se forma pelo lado da [[oferta]],
mediante os custos do trabalho incorporado ao bem e o tempo gasto na produção.

==Conclusão==
Em suma, a lei da oferta e demanda sugere que quem determina o preço são os
consumidores. Eles decidem quanto querem comprar e a que preço, e os fornecedores só
podem é concordar com as exigencias e decidem quanto vale a pena produzir para
vender ao preço dado pelo consumidor. Para um entendimento mais profundo, considere
as linhas do graficos como uma pessoa(demanda) e um cachorro(oferta), a oferta
sempre vai se aproximar da demanda a fim de vender seu produto. A decisão dos donos
das industrias é baseada nestes graficos, nos planos da concorrencia, épocas do
ano(ventiladores, ar condicionado, aquecedor), fatores culturais, geográficos, e
ambientais. Estes assuntos não são propriedade deste tópico, mas todos que querem
compreender mais sobre economia devem procurar informações sobre.