.

.

os Químicos. destes métodos. a progesterona e o estrógeno. como o caso do preservativo. mas todos apresentam vantagens e desvantagens.apf. A pílula Métodos naturais: Temperatura Tabelinha Coito interrompido Muco Dispositivo intra-uterino (DIU) Métodos irreversíveis: Laqueação Vasectomia Espermicida Injectáveis Preservativo feminino e masculino A Pílula A pílula é um comprimido que contém duas hormonas femininas. Os métodos sobre os quais falaremos são: os Métodos Naturais. os Hormonais e os Cirúrgicos. também as DSTs como a SIDA. são mais eficazes do que os outros. A pílula impede os ovários de libertarem óvulos e torna o muco cervical (uma secreção do útero) . Alguns.http://www. os Mecânicos. que são parecidas às produzidas pelos ovários. os de Barreira.pt/?area=001&mid=002&sid=005 Métodos anticoncepcionais Neste trabalho apresentamos os métodos anticoncepcionais mais conhecidos. que servem para prevenir a gravidez e outros.

` Pílula vaginal Esta pílula é usada por via vaginal. Pode. são de difícil utilização e só devem ser feitos com orientação particular de um médico. O seu uso pode. As mini-pílulas não têm certos efeitos colaterais provocados pelo estrogeno e diminui os efeitos da progesterona como o acne e o ganho de peso.mais espesso. formando uma barreira natural que impede a passagem dos espermatozóides para o útero. diarreia e dores abdominais. a mulher deverá evitar ter relações sexuais logo que ocorra . acne. alterações emocionais. As vantagens da sua utilização são: a regularização do ciclo menstrual. ser desvantajoso. também. Quanto mais cedo for utilizada maior será a sua eficácia. A pílula do dia seguinte pode ser tomada até 72 horas após a relação sexual e deve ser receitada por um médico. também. cansaço. Estas pílulas são recomendadas para as mulheres que estão a amamentar. A eficácia da pílula varia de 97 a 99%. evitando assim. do período e das cólicas menstruais e a protecção dos ovários e do útero contra o cancro. Medindo essa temperatura todos os dias. pois pode aumentar a pressão sanguínea. todos os dias. vómitos. dores mamárias. nervosismo. pois a pílula pode provocar náuseas. Este método é mais eficaz se for tomado à mesma hora. Método da Temperatura Este método consiste em calcular a altura da ovulação a partir da temperatura do corpo da mulher. Estes métodos não são muito seguros. e não deve ser usada regularmente. A pílula é um método seguro e eficaz para evitar a gravidez. a diminuição do fluxo. mas esta não previne as DSTs (Doenças Sexualmente Transmissíveis). Esta deve começar a ser tomada no primeiro dia de menstruação e todos os dias. mas todas as mulheres as podem tomar. deve-se então esperar uma semana e iniciar uma nova carteira. Métodos contraceptivos naturais São métodos que se apoiam no próprio ciclo menstrual. só que ao contrário destas contém uma dosagem muito baixa de progesterona e não contém estrogeno. tonturas. adiantando a menstruação durante alguns dias. a relação sexual durante o período fértil. provocar náuseas. pelo que só deve ser utilizada quando não foi utilizado nenhum outro método anticoncepcional. Os mais comuns são a tabela de Ogino Knaus e a observação do muco cervical e da temperatura na mulher e no homem é o coito interrompido. de preferência à mesma hora até a carteira terminar. O seu uso impede a fixação do óvulo na parte interna do útero e desregula a taxa hormona. as embalagens onde vem contém 21 comprimidos e esta é recomendada para as mulheres que enjoam muito com a pílula oral. aumento de peso. etc. dores de cabeça ou tonturas. Pílula do dia seguinte Mini-Pílulas São comprimidos anticoncepcionais orais como as pílulas comuns. A pílula não deve ser usada por mulheres hipertensas ou fumadoras. Tornam o muco cervical mais espesso dificultando a passagem dos espermatozóides e impedem a ovulação. Esta pílula contém altas doses de progesterona e de estrógeneo.

denso e pegajoso. É pouco seguro visto que. o muco cervical é muito pouco ou ausente (sensação de secura). procura através de cálculos. embora não seja muito seguro. Muco cervical Método no qual a mulher avalia as alterações da quantidade e principalmente da qualidade do seu muco cervical para detectar a fase fértil do ciclo evitando a gravidez. Coito Interrompido Este método é muito pouco eficaz e consiste na saída do pénis da vagina um pouco antes da ejaculação. Como calcular o período fértil: Basta saber qual é o dia mais provável da próxima menstruação. Pegue no dia 27 e subtraía 14. . Pega-se nesse número e subtrai-se pelo número 14.a sua subida. As características do muco. inclusive a SIDA. aumenta o conhecimento da mulher sobre o seu período fértil. Por segurança. observadas ao longo dos dias. Este método não protege contra as DSTs nem contra a SIDA. È caracterizado por ser espesso. Esta ausência de muco indica infertilidade. não apresenta efeitos colaterais físicos. Exemplo: Imagine que a sua próxima menstruação será no dia 27. dê uma margem de 5 dias antes do 13º dia e 5 dias depois do 13ºdia. pelo que podem haver muitas falhas principalmente para mulheres com a menstruação irregular e para as adolescentes. devido aos baixos níveis de estrogénio e progesterona. Tabelinha Este método. Desvantagens: Este método não é muito seguro. Depois conta-se 5 dias antes desse valor e 5 dias depois. Primeira fase Infértil: Após a menstruação. além de ser difícil para o homem controlar a ejaculação. pois esta é o sinal de que se está a iniciar o seu período fértil. saber o início e o fim do período fértil. Assim podemos saber quando é o período fértil. pode ocorrer uma secreção que contenha espermatozóides vivos durante a fase de excitação. Ficará assim: 27-14=13 Então o 13º dia é quando você estará mais fértil. Não protege contra as DSTs. Vantagens: Pode ser usada para evitar ou alcançar uma gravidez. devem ser registadas em gráfico.

que quando se aproximam do DIU são mortos . embora possa ser opaco. mais 1 dia para a fertilidade do óvulo. não mais. devido à queda dos níveis de estrogeno e aumento da progesterona. Este dia do pico do muco. . estimulando as criptas cervicais a produzirem muco. mais aquoso (contém 98% de água). para matar os espermatozóides. Tem uma validade aproximada de 5 anos conforme o material de que é feito.Através de uma reacção provocada pelo cobre nos espermatozóides . Segunda Fase Infértil: Após a ovulação. a segunda fase infértil do ciclo inicia-se. novamente. do que 3 dias. abundante. há então uma alteração brusca das características do muco.Fase Fértil: Há uma grande produção de estrogénioo. Assim.O DIU mais usado tem a forma de T. branco. antecede a ovulação por. O pico do muco corresponde ao pico da secreção de estrogeno. amarelado ou avermelhado. fisiologicamente. claro. no canal uterino. diminuindo a quantidade e as características do muco tornando-se. espesso e denso. notando na mulher a sensação de humidade. geralmente no quarto dia após o dia do pico de muco. na menstruação que é quando o canal está mais dilatado. O que é O DIU? É um pequeno dispositivo em cobre . Algumas mulheres descrevem esse tipo de muco como clara de ovo. esticável. dando-se 3 dias para a ovulação. Como Colocá-lo? É posto pelo médico.colocado no interior do útero . O muco é fino.

9%. não interfere na vida sexual da mulher. A cirurgia bloqueia as trompas (cauterização. pode ter efeitos colaterais. gravidez turbária. estas podem provocar esterilidade. varia entre os 95% e os 99. têm uma grande eficácia. uma cirurgia de esterilização. Só é possível reverter com outra cirurgia de algum risco e com efeitos colaterais.Será que é eficaz? Tem uma taxa de eficácia bastante alta. Não protege das DTS/SIDA. ovário e trompas . nem por quem tem ou teve uma infecção nas trompas. É preciso que a mulher tenha a certeza do passo que vai tomar pois é uma cirurgia de esterilização. quem apresenta anomalia no útero. pode ser rejeitado pelo útero.O que é? É a ligadura dos deferentes no homem. Vantagens e desvantagens: É muito eficaz cerca de 99% a 99.7% . que é feita através de uma pequena cirurgia com anestesia local em cima do escroto (saco). Desvantagens: É preciso intervenção médica para a colocação e remoção. . Métodos Irreversíveis LAQUEAÇÃO-O que é? É um método definitivo nas mulheres. Há varias intervenções cirúrgicas para todas é preciso internação e anestesia geral ou local. cólicas. quem tem anemia ou quem tem câncer ginecológico . VASECTOMIA. Não é necessária internação.anéis ou clips) impedindo o espermatozóide de chegar ao óvulo. Este é o método irreversível no homem. pode ser usado enquanto da amamentação.Não deve ser usado por grávidas .não tem danos colaterais. Vantagens: Não exige um controlo diário da parte da mulher. tais como: um maior sangramento durante o período. inflamações de vários tipos como útero. anemia.

Preservativo feminino . como a sífilis. É vantajoso pois quase todas as pessoas o podem usar. pode ser encontrado em forma de gel. Se o preservativo é usado correctamente a sua eficácia é alta. não faz mal à saúde e é fácil de comprar. usada no pénis ou na vagina e onde os espermatozóides ficam retidos . verificar se o envelope que contém o preservativo está danificado ou furado. Estas injecções podem ser mensais ou trimestrais e alguns efeitos colaterais parecidos aos da pílula. é preciso ter cuidado ao abrir o envelope e não o fazer com os dentes pois pode furar. variando de 82 a 97%. Um dos mais importantes é observar a data de validade. são dadas profundamente nas nádegas. etc. a gonorreia. que são receitadas pelo médico. Os injectáveis As injecções anticoncepcionais. Deve ser introduzido no interior da vagina. Não tem grande eficácia (cerca de 58 a 70%). È de simples utilização. cerca de 10 minutos antes da relação com um aplicador. Existem certos cuidados a ter ao usar um preservativo. Preservativo Um preservativo é uma fina capa de látex. supositórios. Alguns efeitos colaterais são as alergias ou irritações que podem ser reduzidas trocando a marca e o tipo de preservativo e usando cremes lubrificantes à base de água..Espermicida O espermicida contém substâncias químicas que matam os espermatozóides. Após a injecção o local não deve ser massajado. protege contra Doenças Sexualmente transmissíveis (DST). previne doenças do colo uterino. inclusive a SIDA. mas esta aumenta com o uso do diafragma ou do preservativo. creme. sprays ou espumas. protege contra algumas doenças ginecológicas e aumenta a lubrificação da vagina. As suas desvantagens são que usar preservativo tem um certo custo pois é preciso usar um preservativo em cada relação. Pode causar ardor ou comichão e também aumenta os riscos de infecções urinárias.

Os mais confortáveis são os lubrificados. Vantagens: Não interfere no ciclo menstrual. Desvantagens: O seu preço e os efeitos colaterais como a irritação vaginal. Da pesquisa realizada. Os preservativos agem como uma barreira entre o pénis a vagina. óleos ou vaselinas para lubrificar. Recomenda-se que este se introduza na vagina de 15 a 30 minutos antes da relação sexual e deve-se retirá-lo 6 a 8 horas após a última penetração. para os que já contém espermicidas. Estudos em clínicas têm demonstrado que pode vir a ter uma boa aceitação. Impede. que estes sejam à base de água. se for necessário usar lubrificantes específicos é preferível. que a mulher coloca na vagina para cobrir o colo do útero. Esse é o grande trunfo desse produto: delegar o poder de defesa à mulher contra as doenças sexualmente transmissíveis. varia de 82 a 97%. O preservativo feminino não tem mais de 4 ou 5 anos de vida. que também são os mais eficientes. virgens e quem tem alergia à borra espermicida. pois basicamente oferece a possibilidade da mulher proteger-se quando o homem se nega a usar o preservativo. é relativamente flexível. a medida inadequada. O preservativo também serve para prevenir doenças durante a gravidez. como uma barreira a entrada dos espermatozóides. Pode ser usado com outros métodos anticoncepcionais. os principais motivos de falha são: a má colocação. Uso: Pode apresentar vários tamanhos de acordo com o tamanho do colo uterino. Preservativo masculino É a única maneira de ter relações sexuais sem se preocupar com doenças sexualmente transmissíveis como a SIDA. coberto por uma membrana de borracha fina. ajuda a conhecer o corpo.Diafragma É um anel flexível. que existem muitos métodos anticoncepcionais e que para os utilizar devemos estar bem informados não só sobre a sua eficácia mas também sobre as suas . Quem não deve usar o diafragma são as mulheres que tiveram bebes recentemente. não diminui o prazer sexual e protege contra doenças do servis. Não é aconselhável usar cremes. concluímos. a utilização sem espermicida ou em quantidade insuficiente. este é indicado pelo médico para uma adequação perfeita. pois não permitem que o esperma e os microorganismos contidos no sémen entrem em contacto com a vagina e também impedem que os microorganismos da vagina penetrem no pénis. Eficácia: Usado em conjunto com o espermicida a sua eficácia é alta. a reacção alérgica durante a relação e a infecção urinária. e sua distribuição em todo o mundo não é muito ampla.

como consequência.vantagens e desvantagens. pois muitos deles têm certos efeitos colaterais. provocar uma gravidez indesejada ou no caso da não utilização do preservativo pode levar ao contagio de certas doenças como a SIDA. Também devemos estar atentos ao modo como estes se utilizam. . pois ao serem utilizados incorrectamente podem.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful