Você está na página 1de 36
Visão de Sustentabilidade | 2009 Movimento para um mundo melhor
Visão de Sustentabilidade | 2009
Movimento para um mundo melhor

A White Martins está presente na vida do país há quase um século.

Ao longo dessa caminhada, a empresa acompanhou as transformações

da sociedade brasileira e se modernizou para oferecer produtos e serviços

que contribuíssem para o desenvolvimento da nação. Uma relação de parceria que pode ser traduzida em uma palavra: confiança.

Este relatório aponta para o futuro: ele fala de ações concretas que a White Martins vem promovendo para a construção do desenvolvimento sustentável no planeta, nas dimensões econômica, social e ambiental.

São ações que vão desde o desenvolvimento de aplicações tecnológicas para reúso de água e reciclagem de Dióxido de Carbono (CO 2 ) – evitando que esse gás, um dos causadores do efeito estufa, vá para

a atmosfera – até a conversão para gás natural de indústrias movidas

a óleo combustível e GLP. São projetos de responsabilidade social que

beneficiam 135 mil pessoas por ano em todo o país, nas áreas de

Educação, Saúde e Meio Ambiente. Não é discurso; é prática cotidiana. Não é teoria; é um compromisso com o planeta e com nossos clientes.

A sustentabilidade faz parte do negócio da companhia.

Por isso, é com confiança e muito orgulho que apresento o Relatório de

Sustentabilidade 2008/2009 da White Martins.

Domingos Bulus

Presidente da White Martins

que apresento o Relatório de Sustentabilidade 2008/2009 da White Martins. ” Domingos Bulus Presidente da White
que apresento o Relatório de Sustentabilidade 2008/2009 da White Martins. ” Domingos Bulus Presidente da White

Um olhar para o futuro

Ao divulgar seu Relatório de Sustentabilidade, a White Martins presta contas à sociedade sobre sua atuação nos campos da responsabilidade social e ambiental e reafirma seu compromisso com os seus clientes e

as gerações futuras.

A White Martins representa na América do Sul a Praxair, uma das

maiores companhias de gases industriais e medicinais do mundo,

com operações em 47 países. Além do Brasil, onde está localizada,

a empresa responde pelos negócios da Praxair na Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela. Em 2008, a receita bruta da White Martins foi de R$ 3,5 bilhões.

Fundada em 1912, a White Martins é pioneira na fabricação de oxigênio gasoso em escala industrial e no processo de liquefação de gases atmosféricos. Foi também a primeira empresa a iniciar no país

a operação com gases especiais – puros ou misturas para uso em

processos industriais, operação e calibração de instrumentos de análise

e estações de monitoramento da qualidade do ar, entre outros.

3

Este é o primeiro Relatório de Sustentabilidade emitido pela White Martins. Está disponível em www.whitemartins.com.br. Para uma visão mais abrangente sobre a política de Desenvolvimento Sustentável da Praxair, sugerimos a leitura do Relatório Praxair de Desenvolvimento Sustentável 2009 e do Relatório das Mudanças Climáticas e Resposta CDP7 Praxair 2009, disponíveis na seção de Responsabilidade Corporativa (Corporate Responsibility) do site www.praxair.com.

Seu portfólio de produtos inclui gases atmosféricos, gases de processo, gases especiais e medicinais, cilindros de aço sem costura e equipamentos para aplicação, transporte e armazenamento de gases.

e medicinais, cilindros de aço sem costura e equipamentos para aplicação, transporte e armazenamento de gases.
A White Martins compartilha os valores éticos e a conduta empresarial da Praxair, que alia

A White Martins compartilha os valores éticos e a conduta empresarial

da Praxair, que alia excelência operacional à alta tecnologia para criar soluções concretas no caminho do desenvolvimento sustentável. Um dos focos principais da empresa é desenvolver soluções para aumentar

a produtividade e a eficiência energética de seus clientes, bem como melhorar o seu desempenho ambiental.

As ações de sustentabilidade da Praxair são consistentes a ponto de garantir que a empresa seja a única do setor de gases a fazer parte da seleta lista do Índice Dow Jones de Sustentabilidade por sete anos consecutivos.

Para reforçar seu compromisso com a sustentabilidade, consolidado em ações já incorporadas ao cotidiano de suas operações, a Praxair criou, em fevereiro de 2008, a Diretoria de Desenvolvimento Sustentável, com coordenadores de Sustentabilidade em todos os continentes onde atua. Uma das primeiras medidas da nova diretoria foi a revisão dos Princípios de Sustentabilidade, que nortearão as metas e ações para o quinquênio (2008-2012). Esses princípios serão abordados em detalhes nos capítulos a seguir.

metas e ações para o quinquênio (2008-2012). Esses princípios serão abordados em detalhes nos capítulos a

4

Princípios de Sustentabilidade Sustentabilidade é suprir as necessidades da geração atual, sem comprometer a

Princípios de Sustentabilidade

Sustentabilidade é suprir as necessidades da geração atual, sem comprometer a capacidade de atender às necessidades das futuras gerações. É a atividade que não esgota os recursos para o futuro.

(Comissão Mundial sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento da Organização das Nações Unidas)

5

1. Governança e Integridade

2. Liderança Estratégica

3. Compromisso com o Cliente

4. Gestão Ambiental

5. Responsabilidade Social

6. Segurança e Desenvolvimento de Colaboradores

7. Desempenho Financeiro

8. Engajamento e Comunicação com as Partes Interessadas (Stakeholders)

1. Governança e Integridade

A White Martins segue a política da Praxair sobre conduta ética, que está contida nos

Padrões de Integridade Empresarial. Esses padrões se baseiam nos valores que consolidaram

a boa reputação da empresa em quase um século de atuação: cumprimento da lei,

honestidade e conduta ética. Eles pautam o tom do relacionamento entre a empresa

e todos os seus públicos de interesse.

De acordo com a primeira Pesquisa sobre Código de Ética no Brasil, realizada em 2006

pelo Instituto Brasileiro de Ética nos Negócios e publicada no jornal Gazeta Mercantil,

a White Martins está entre as 45 empresas com os melhores códigos de ética do Brasil.

Para garantir o conhecimento e o cumprimento dos Padrões de Integridade Empresarial,

o Conselho de Conformidade realiza a cada dois anos um processo de certificação, no

qual os funcionários reafirmam seu compromisso com a política da empresa. Além disso, 100% dos funcionários da Praxair/White Martins certificam ter lido e compreendido os Padrões de Integridade. As normas são amplamente divulgadas por meio dos canais de

comunicação internos, como a realização de treinamentos presenciais, vídeos, e-learning

e o Dia da Conformidade, entre outros.

A empresa acredita que agir de forma honesta e transparente com colaboradores, clientes,

fornecedores, acionistas, demais empresas, comunidades e público em geral de todos os países onde atua é condição essencial para a gestão responsável de seus negócios.

6

e público em geral de todos os países onde atua é condição essencial para a gestão

A seleção da Praxair para esse índice global é uma homenagem aos 28.000 funcionários em todo o mundo, que implementam as práticas de sustentabilidade econômica, social, ambiental e de eficiência energética, que garantem o sucesso da

empresa em longo prazo.

Steve Angel

Presidente da Praxair

em longo prazo. ” Steve Angel Presidente da Praxair 2. Liderança Estratégica Em reconhecimento à sua
em longo prazo. ” Steve Angel Presidente da Praxair 2. Liderança Estratégica Em reconhecimento à sua

2. Liderança Estratégica

Em reconhecimento à sua liderança nos campos do desenvolvimento sustentável corporativo e da transparência, a Praxair, controladora da White Martins, vem ganhando destaque nos mais importantes índices globais de desempenho empresarial.

Foi a única empresa do setor de gases industriais no mundo selecionada para o Índice Mundial de Sustentabilidade Dow Jones (DJSI) 2009, da Bolsa de Valores de Nova York (EUA). A Praxair participa do Índice pelo sétimo ano consecutivo. Lançado em 1999, o DJSI foi o primeiro indicador a acompanhar o desempenho das empresas líderes mundiais em compromisso com a sustentabilidade. As empresas são selecionadas para o Índice após uma rigorosa avaliação segundo critérios econômicos, ambientais e sociais. Entre as áreas avaliadas estão governança corporativa, desempenho ambiental, gestão de riscos, normas aplicadas à cadeia de suprimentos e práticas trabalhistas. Apenas 320 das 2.500 maiores corporações do mundo são incluídas anualmente no DJSI.

A Praxair também foi incluída mais uma vez no Índice de Liderança de Divulgação de Carbono do Carbon Disclosure Project (CDP). Pelo segundo ano consecutivo, é a única empresa de gases industriais a ser selecionada para o Índice, integrado por apenas 50 das 500 maiores empresas do mundo e que reconhece líderes em práticas de divulgação sobre mudança climática. A classificação é baseada nas respostas da empresa a um questionário anual. Fundado em 2000, o CDP representa 475 investidores institucionais mundiais que gerenciam ativos de mais de US$ 55 trilhões. Organização independente e não lucrativa, o CDP coleta dados de mudança climática de 2.500 empresas em todo o mundo e reúne o maior banco de dados mundial de emissões de gases do efeito estufa por indústrias.

A indicação para integrar o Índice ratifica a transparência da Praxair na divulgação de suas metas e desempenho relativos às emissões de gases de efeito estufa e, ao mesmo tempo, identifica os potenciais

7

riscos e oportunidades.

Riva Krut

Diretora de Sustentabilidade da Praxair

3. Compromisso com o Cliente

Aperfeiçoar continuamente seus processos e serviços para atender com excelência seus clientes e contribuir para a melhoria das condições ambientais do planeta é um dos pilares de sustentação da White Martins. No mercado de gás natural há dois exemplos significativos dessa conduta: um deles é a conversão de motores automotivos para GNV (Gás Natural Veicular); outro é a mudança de matrizes energéticas convencionais de indústrias para GNL (Gás Natural Liquefeito) e GNC (Gás Natural Comprimido).

A White Martins é líder nacional na fabricação de cilindros de GNV, por meio da marca Cilbrás. Segundo dados de maio de 2009, o número de veículos convertidos para GNV no Brasil é de 1.602.413 (quase 5% da frota nacional). O GNV reduz de forma significativa a emissão de Dióxido de Carbono (CO 2 ) e outros gases causadores do efeito estufa – um dos principais fatores de agravamento do aquecimento global. Um simulador ambiental criado pela White Martins mostra os benefícios da conversão de motores a álcool ou gasolina para GNV.

Tomando como base 24.000 quilômetros rodados por ano, as emissões de um veículo a álcool são de 4,39 toneladas de CO 2 por ano, enquanto um modelo a gasolina emite 4,96 toneladas por ano. Já em um veículo convertido a GNV, as emissões de CO 2 caem para 4 toneladas por ano. Isso significa que, desde o início do programa, 1.600.000 carros convertidos pela White Martins deixaram de jogar na atmosfera 1.440.000 toneladas de CO 2 por ano.

No campo das conversões industriais, a White Martins tem contribuído de forma significativa para a redução de danos ao meio ambiente substituindo fontes mais poluentes – como óleo combustível e GLP (Gás Liquefeito de Petróleo) – por matrizes mais limpas, como GNL e GNC.

8

Entre 2007 e 2008, a empresa Togni, produtora de materiais refratários, converteu suas plantas industriais de óleo combustível para GNL, por meio da tecnologia da GásLocal, com suporte da White Martins. Além de zerar a emissão de ácido sulfídrico, a Togni teve um benefício adicional com a conversão, ao reduzir a emissão de Monóxido de Carbono (CO) e Dióxido de Carbono (CO 2 ) na atmosfera. A presença desses gases na queima de óleo combustível gira em torno de 15%, enquanto no GNL está na faixa dos 9%.

Para a empresa Sucos Mais, do grupo Coca-Cola, a White Martins substituiu o óleo combustível pelo GNC nas suas operações, reduzindo significativamente as emissões de CO, SO 2 , SO 3 e material particulado. Com a conversão, a empresa deixou de lançar na atmosfera 11 toneladas de SO 2 e SO 3 por ano.

“Trem verde”, da Vale em parceria com a White Martins, troca diesel por gás natural

A White Martins e a GásLocal desenvolveram o “Trem Verde” para a

Vale, usando uma tecnologia inédita no mundo, que permite substituir parte do diesel pelo gás natural, que fica armazenado na forma líquida e é transformado em gás para abastecer as locomotivas.

Batizado de “Trem Verde”, o teste vem sendo feito em duas

locomotivas da Estrada de Ferro Vitória-Minas (EFVM). O objetivo é usar até 70% de gás natural como combustível para as locomotivas.

O restante é complementado com diesel.

A Vale, dona da segunda maior malha ferroviária do Brasil, ocupa o

topo da lista dos grandes consumidores de diesel do país. Metade da

demanda vem das mil locomotivas usadas na área de logística. Por ano,

a mineradora queima 544 milhões de litros de diesel. O investimento

em alternativas ao combustível foi motivado, segundo a empresa, pela busca da redução dos gastos com combustível e pela preocupação com

o efeito da emissão de poluentes.

e pela preocupação com o efeito da emissão de poluentes. Com a futura conversão de motores

Com a futura conversão de motores para o gás natural, a direção da Vale calcula que a redução das emissões de CO 2 , provenientes da queima de combustíveis, chegará a 73 mil toneladas por ano. Isso é o equivalente ao gás carbônico absorvido por uma área de mata nativa de 155 hectares.

Um litro de diesel produz a mesma quantidade de energia que 1,056 metro cúbico de gás. No entanto, o gás custa em média 17% menos que o diesel. Até agora foram investidos R$ 2,4 milhões, mas o projeto tem potencial para absorver R$ 460 milhões, quando incluir todas as locomotivas.

10

4 . G e s t ã o A m b i e n t

4. Gestão Ambiental

A empresa busca a melhoria contínua de ações voltadas a reduzir impactos negativos ao meio ambiente e aprimorar a eficiência energética em suas operações.

O princípio dos 3R em prática

Orientada a adotar mudanças em padrões não sustentáveis de produção e consumo, a White Martins utiliza e defende o princípio dos 3R, mundialmente reconhecido como recurso eficaz para a diminuição de lixo sólido. O princípio dos 3R se baseia em ações cotidianas, agrupadas em três vertentes. No caso da White Martins, essas ações podem ser assim resumidas:

• Reduzir: o uso de matérias-primas e energia;

• Reutilizar: dar outra destinação que não o lixo a produtos usados;

• Reciclar: transformar um produto-resíduo em outro, reintegrando-o ao ciclo de produção.

Entre as iniciativas relacionadas à Gestão Ambiental, abordadas neste capítulo, a White Martins desenvolve tecnologias capazes de reduzir as emissões gasosas, oferece serviços para o tratamento de água e efluentes e promove o replantio de árvores em Iguatama (MG), onde tem uma planta industrial.

11

White Martins Fazendas:

biomassa como combustível

O carvão vegetal de eucalipto é uma das principais matérias-primas para a fabricação de carbureto de cálcio. Desde 1979, a White Martins possui uma base florestal provedora do insumo, que fica a 410 quilômetros da fonte consumidora (a fábrica de Iguatama) e a 435 de Belo Horizonte. As florestas renováveis de eucalipto estão distribuídas em cinco fazendas, nas localidades de Lagoa Grande, João Pinheiro, Brasilândia e Paracatu (MG), em uma área total de 22.214 hectares, sendo:

16.127 hectares com plantio efetivo;

1.562 hectares para preservação permanente;

4.525 hectares de reserva legal.

com plantio efetivo; • 1.562 hectares para preservação permanente; • 4.525 hectares de reserva legal. 12
Todas as fazendas possuem licenciamento ambiental, assim como as empresas que prestam serviços à White

Todas as fazendas possuem licenciamento ambiental, assim como as empresas que prestam serviços à White Martins. Além disso, a companhia faz a manutenção legal sob os aspectos de segurança, saúde e meio ambiente. As fazendas da White Martins, através da implementação de seu Sistema de Gestão Ambiental, se comprometem a:

melhorar seus processos de plantio, colheita da madeira e fabricação de carvão vegetal buscando a redução dos impactos gerados pelas suas atividades;

atender a legislação e os requisitos estabelecidos pela organização;

preservar o meio ambiente em todas as suas operações, com a otimização de suas atividades, do treinamento e conscientização das pessoas envolvidas e disponibilizando recursos necessários para minimizar os impactos gerados;

implementar, manter e disponibilizar esta política a todos os interessados;

motivar todos os colaboradores a participar deste processo, contribuindo para deixar às gerações futuras um meio ambiente mais saudável, através da prevenção da poluição e otimização de suas atividades na preservação da fauna e da flora.

13

através da prevenção da poluição e otimização de suas atividades na preservação da fauna e da
através da prevenção da poluição e otimização de suas atividades na preservação da fauna e da
através da prevenção da poluição e otimização de suas atividades na preservação da fauna e da
No fim de 2008, a White Martins promoveu o plantio de 2.000 mudas de espécies

No fim de 2008, a White Martins promoveu o plantio de 2.000 mudas de espécies nativas e frutíferas regionais em uma área da fábrica limítrofe ao Rio São Francisco, onde vivem animais como macacos, capivaras, pacas e pássaros de espécies raras – alguns ameaçados de extinção. Com esse plantio, a unidade industrial aumentou sua área de preservação permanente.

Além de ações pontuais como esta, a empresa incentiva a preservação do meio ambiente junto à população local: em 2004, por exemplo, montou a Sala de Educação Ambiental – Serra da Canastra, com recursos multimídia que ajudam a divulgar e conservar um dos mais belos ecossistemas brasileiros. Por sua gestão ambiental responsável, a fábrica de Iguatama recebeu a certificação ISO 14000:2004.

brasileiros. Por sua gestão ambiental responsável, a fábrica de Iguatama recebeu a certificação ISO 14000:2004. 14
brasileiros. Por sua gestão ambiental responsável, a fábrica de Iguatama recebeu a certificação ISO 14000:2004. 14
brasileiros. Por sua gestão ambiental responsável, a fábrica de Iguatama recebeu a certificação ISO 14000:2004. 14
brasileiros. Por sua gestão ambiental responsável, a fábrica de Iguatama recebeu a certificação ISO 14000:2004. 14
brasileiros. Por sua gestão ambiental responsável, a fábrica de Iguatama recebeu a certificação ISO 14000:2004. 14
brasileiros. Por sua gestão ambiental responsável, a fábrica de Iguatama recebeu a certificação ISO 14000:2004. 14

Zoneamento Ecológico-Econômico (ZEE)

O Zoneamento Ecológico-Econômico (ZEE) é um instrumento de organização de território que estabelece medidas e padrões de proteção ambiental, destinados a assegurar a qualidade ambiental dos recursos hídricos e do solo, bem como a conservação da biodiversidade. Na região das Fazendas, existem diversas espécies de plantas e animais, além de lagos e nascentes preservadas, revelando o bom uso da área nacional em bases sustentáveis.

(O ZEE está incluso no Artigo 9º, Inciso II, da Lei Federal nº 6.938/81, que institui a Política Nacional do Meio Ambiente).

incluso no Artigo 9º, Inciso II, da Lei Federal nº 6.938/81, que institui a Política Nacional

Reciclagem de CO 2

A White Martins desenvolve aplicações que, além de

melhorarem a produtividade de seus clientes, também contribuem para diminuir o efeito estufa. Hoje, 100% do Dióxido de Carbono (CO 2 ) comercializado pela White Martins são captados de outras indústrias que o produzem em seus processos industriais, evitando desta forma que esse gás, o principal causador do efeito estufa, seja lançado na atmosfera. Em vez disso, a Praxair purifica seu CO 2 resultante e torna-o disponível para outras aplicações que exigiriam CO 2 virgem.

A empresa tem hoje oito plantas de captação de CO 2 próximas

a grandes complexos industriais nos estados do Rio de Janeiro,

São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Bahia e Sergipe.

As tecnologias de reciclagem do CO 2 desenvolvidas pela White Martins permitem a fixação do carbono para os mais diversos fins, como tratamento de águas alcalinas, processos de hidrometalurgia, fabricação de produtos químicos,

neutralização de tecidos de algodão na indústria têxtil, lavagem

de polpa e controle de pH nas indústrias de papel e celulose,

entre outras, podendo “consertar” o CO 2 no produto, evitando

que ele seja jogado na atmosfera.

Os meios de tratamento de água da Praxair utilizam o carbono numa série de processos. O CO 2 reage com o composto alcalino, o que evita que ele seja liberado na atmosfera. Esses dispositivos de purificação são fornecidos aos clientes, incluindo os fabricantes de polpa e papel, hidrometalurgia, neutralização de efluentes da indústria têxtil, fundições, estações de tratamento de água “dura” e pressurização de espumas. No Brasil, em 2008, os produtos White Martins utilizados dessa forma “consertaram” aproximadamente 56.000 toneladas de CO 2 .

Outras aplicações desenvolvidas pela White Martins são relativas ao uso de Oxigênio (O 2 ) em processos de combustão, o que diminui o consumo de combustível pelas indústrias atendidas, com a consequente redução de geração de CO 2 . Em alguns casos, a diminuição chega a 50%. Essa redução se dá pela substituição do ar usado nos queimadores das indústrias por oxigênio. Por exemplo, utilizando a tecnologia de forno de oxigênio da Praxair, fabricantes de aço substituem o uso de gás natural por oxigênio, baixando os níveis de emissão de dióxido de carbono. Um cliente representativo pode significar uma redução de aproximadamente 65.000 toneladas de carbono anuais.

16

Tratamento de água e efluentes

A White Martins Soluções Ambientais é um braço da empresa

voltado para o tratamento de água e efluentes. Ela projeta, fornece e opera Estações de Tratamento de Efluentes (ETEs), conferindo alta qualidade à água tratada e permitindo seu reúso em torres de resfriamento, caldeiras, rega de jardins, lavagem de pisos, garagens e vasos sanitários, entre outras aplicações.

As soluções tecnológicas utilizadas pela White Martins neste segmento combinam processos de filtração convencionais, tratamento biológico por membranas (MBR), desinfecção e osmose reversa (OR).

Além de proporcionar uma melhor relação custo-benefício aos

clientes, essas soluções têm como objetivo preservar um recurso cada vez mais escasso no planeta, aumentar a produtividade

e melhorar a qualidade da água e dos efluentes.

um recurso cada vez mais escasso no planeta, aumentar a produtividade e melhorar a qualidade da

5. Responsabilidade Social

Há mais de 30 anos, a White Martins investe em projetos de responsabilidade social e desenvolvimento sustentável, visando a melhorar cada vez mais o desempenho socioambiental da empresa e fortalecer o relacionamento com as comunidades onde atua.

Atualmente, a empresa desenvolve ou apoia mais de 20 projetos, que beneficiam cerca de 135 mil pessoas por ano em todo o país, nas áreas de Educação, Saúde e Meio Ambiente, como veremos neste capítulo. Promove ainda projetos internos ou em parceria com clientes e fornecedores. Uma dessas iniciativas é o Dia do Voluntariado

18

White Martins, criado em 2001 e que hoje mobiliza anualmente 3.600 voluntários que atuam em mais de 70 instituições em todo o Brasil e em mais oito países da América do Sul (Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela). Os voluntários ajudam na conservação das instalações das instituições atendidas (como asilos, creches e hospitais), por meio de atividades como jardinagem, pintura, limpeza e reparos nas redes elétricas e hidráulicas.

PROJETOS NA ÁREA DE EDUCAÇÃO

PROJETOS NA ÁREA DE EDUCAÇÃO Da Rua para o Mundo Iniciativa criada em 2006 pela White
PROJETOS NA ÁREA DE EDUCAÇÃO Da Rua para o Mundo Iniciativa criada em 2006 pela White
PROJETOS NA ÁREA DE EDUCAÇÃO Da Rua para o Mundo Iniciativa criada em 2006 pela White
PROJETOS NA ÁREA DE EDUCAÇÃO Da Rua para o Mundo Iniciativa criada em 2006 pela White

Da Rua para o Mundo

Iniciativa criada em 2006 pela White Martins, o projeto visa a contribuir para a inserção social de jovens em situação de vulnerabilidade social, entre 18 e 25 anos, que exercem atividades informais para geração de renda nas ruas da Barra da Tijuca, bairro da Zona Oeste do Rio de Janeiro. A empresa promove ações para resgatar a cidadania, aumentar a escolarização, regularizar pendências documentais e jurídicas, e possibilitar a profissionalização e inserção no mercado de trabalho. O projeto está atendendo a segunda turma de jovens – cada etapa dura 18 meses.

do Estado do Rio de Janeiro, o projeto vem alcançando resultados animadores. Com 70% de adesão dos jovens inicialmente inscritos na segunda turma, o grupo atualmente atendido alcançou 100% de sucesso nas seguintes

etapas: aceleração e certificação escolar; solução de pendências documentais; encaminhamento

e acompanhamento e baixa junto à Justiça de

pendências jurídicas; aprovação nos módulos

de Fotografia, Informática, Preparação para

Com o apoio da Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan),

o

Mercado de Trabalho, e de Controle

do SENAI, do SENAC, do Centro de Estudos e Ações Sociais da Maré (CEASM), da Paróquia N. Sra. da Vitória e da Secretaria de Educação

e

Abstinência do Uso de Drogas.

da Maré (CEASM), da Paróquia N. Sra. da Vitória e da Secretaria de Educação e Abstinência
da Maré (CEASM), da Paróquia N. Sra. da Vitória e da Secretaria de Educação e Abstinência
da Maré (CEASM), da Paróquia N. Sra. da Vitória e da Secretaria de Educação e Abstinência
da Maré (CEASM), da Paróquia N. Sra. da Vitória e da Secretaria de Educação e Abstinência

19

Escola de Informática e Cidadania Iniciativa da White Martins, a Escola de Informática e Cidadania

Escola de Informática e Cidadania

Iniciativa da White Martins, a Escola de Informática

e Cidadania está instalada desde 2005 na Fábrica

de Equipamentos Criogênicos (FEC), no bairro de Cordovil, subúrbio do Rio de Janeiro. O projeto é desenvolvido em parceria com o Comitê de Democratização da Informática (CDI), e o curso ensina a usar as principais ferramentas (Windows, Word, PowerPoint e Internet) aos estudantes da rede pública de ensino e filhos de empregados de baixa renda, com idade entre 14 e 17 anos.

O objetivo é promover a qualificação profissional e

transmitir conhecimentos de cidadania, estimulando melhores oportunidades a esses jovens.

Na Escola de Informática e Cidadania instalada na FEC (White Martins), 576 jovens participaram do projeto no período de 2005 a 2009, com 77% de aprovação e certificação através do CDI.

Cidades da Solda A White Martins patrocina o projeto Cidades da Solda, desenvolvido em parceria
Cidades da Solda A White Martins patrocina o projeto Cidades da Solda, desenvolvido em parceria
Cidades da Solda A White Martins patrocina o projeto Cidades da Solda, desenvolvido em parceria
Cidades da Solda A White Martins patrocina o projeto Cidades da Solda, desenvolvido em parceria
Cidades da Solda A White Martins patrocina o projeto Cidades da Solda, desenvolvido em parceria
Cidades da Solda A White Martins patrocina o projeto Cidades da Solda, desenvolvido em parceria
Cidades da Solda A White Martins patrocina o projeto Cidades da Solda, desenvolvido em parceria
Cidades da Solda A White Martins patrocina o projeto Cidades da Solda, desenvolvido em parceria
Cidades da Solda A White Martins patrocina o projeto Cidades da Solda, desenvolvido em parceria
Cidades da Solda A White Martins patrocina o projeto Cidades da Solda, desenvolvido em parceria

Cidades da Solda

A White Martins patrocina o projeto Cidades da Solda,

desenvolvido em parceria com o SENAI, o Promimp

(Plano Nacional de Qualificação Profissional) e empresas da área industrial. Aplicado em Betim, Contagem e Coronel Fabriciano (MG), São José dos Campos (SP) e, a partir de 2009, em Duque de Caxias (RJ) e Juiz de Fora (MG), o projeto tem como objetivo fazer com que os alunos, em situação de desemprego e sem acesso à educação profissional, adquiram capacitação profissionalizante para atender a alta demanda da indústria de soldagem. Mais de 500 alunos já foram beneficiados pelo projeto desde a sua criação, em

2006.

A unidade de Duque de Caxias desenvolverá aptidões

de níveis básico, médio e avançado nesta área. O curso

é

voltado para jovens com idade entre 18 e 24 anos

e

forma especialistas em solda, preparando-os para

as empresas de petróleo, gás, siderurgia, mineração, papel e celulose localizadas na região. Os alunos do projeto recebem uniformes e ajuda de custo, como vale-transporte e vale-alimentação.

PROJETOS NA ÁREA DE MEIO AMBIENTE Verde & White Este projeto tem como objetivo difundir

PROJETOS NA ÁREA DE MEIO AMBIENTE

Verde & White

Este projeto tem como objetivo difundir a consciência e a importância da preservação ambiental no país. Para isso, a White Martins promove visitas de alunos das escolas públicas a locais ambientalmente degradados e a áreas preservadas e recuperadas, próximas às suas unidades industriais. Também faz parte do programa a ida dos alunos a uma sede da White Martins para conhecerem o Sistema de Gestão Ambiental da empresa. O Verde & White acontece em unidades da White Martins na América do Sul e, desde a sua criação, em 1992, já proporcionou benefícios a 25.000 estudantes de 700 escolas públicas.

do Sul e, desde a sua criação, em 1992, já proporcionou benefícios a 25.000 estudantes de
do Sul e, desde a sua criação, em 1992, já proporcionou benefícios a 25.000 estudantes de
do Sul e, desde a sua criação, em 1992, já proporcionou benefícios a 25.000 estudantes de
do Sul e, desde a sua criação, em 1992, já proporcionou benefícios a 25.000 estudantes de
do Sul e, desde a sua criação, em 1992, já proporcionou benefícios a 25.000 estudantes de
do Sul e, desde a sua criação, em 1992, já proporcionou benefícios a 25.000 estudantes de
do Sul e, desde a sua criação, em 1992, já proporcionou benefícios a 25.000 estudantes de
do Sul e, desde a sua criação, em 1992, já proporcionou benefícios a 25.000 estudantes de
do Sul e, desde a sua criação, em 1992, já proporcionou benefícios a 25.000 estudantes de
Educação Ambiental O projeto visa a contribuir para a formação de futuros cidadãos responsáveis em

Educação Ambiental

O projeto visa a contribuir para a formação de futuros cidadãos

responsáveis em relação à preservação ambiental, elevando o grau de conscientização sobre as questões socioambientais e promovendo a adoção de atitudes construtivas, especialmente

quanto à destinação correta do lixo, tema que mobiliza estudiosos

e orientadores em escala mundial.

Destinado a crianças e adolescentes da rede pública municipal,

o projeto é realizado pela White Martins, em parceria com a Companhia Municipal de Limpeza Urbana do Rio de Janeiro (Comlurb).

Os alunos assistem a palestras sobre temas ligados ao binômio lixo

e meio ambiente e visitam as unidades da Comlurb para conhecer

as diferentes formas de destinação final do lixo. Localizado no Rio

de Janeiro (RJ), o projeto Educação Ambiental recebeu o Prêmio CGA, da Compressed Gas Association, em reconhecimento internacional pelas ações empreendidas junto às novas gerações. Mais de 6.000 jovens de 30 escolas públicas já foram beneficiados por esta iniciativa, de 2004 a 2008.

S.O.S. Queimadas A White Martins é parceira do projeto S.O.S. Queimadas, em Volta Redonda (RJ),

S.O.S. Queimadas

A White Martins é parceira do projeto S.O.S. Queimadas,

em Volta Redonda (RJ), cujo objetivo é conscientizar os jovens quanto ao dano à natureza provocado pelas queimadas de matas e florestas.

Apoiado pela White Martins desde 2006, o projeto conta com a participação do Corpo de Bombeiros, da Secretaria do Meio Ambiente de Volta Redonda, das Secretarias de Educação Municipal e Estadual e da Cimento Tupi. Em 2008, 2.500 alunos de 32 escolas municipais e estaduais de Volta Redonda participaram do projeto.

O S.O.S Queimadas, que já formou cerca de 15 mil agentes

desde 2000, incentiva os jovens a propagarem esses

ensinamentos aos seus familiares e amigos, ampliando

a conscientização de mais pessoas. Sua programação

inclui o ensino de novas práticas de proteção à natureza,

caminhadas ecológicas, visita ao Parque Natural Municipal Fazenda Santa Cecília do Ingá e ao Viveiro das Mudas, palestras sobre prevenção de incêndios em áreas verdes, o efeito estufa e a biodiversidade, entre outros.

Mudas, palestras sobre prevenção de incêndios em áreas verdes, o efeito estufa e a biodiversidade, entre
Mudas, palestras sobre prevenção de incêndios em áreas verdes, o efeito estufa e a biodiversidade, entre
Mudas, palestras sobre prevenção de incêndios em áreas verdes, o efeito estufa e a biodiversidade, entre
Mudas, palestras sobre prevenção de incêndios em áreas verdes, o efeito estufa e a biodiversidade, entre
Mudas, palestras sobre prevenção de incêndios em áreas verdes, o efeito estufa e a biodiversidade, entre
Mudas, palestras sobre prevenção de incêndios em áreas verdes, o efeito estufa e a biodiversidade, entre
Mudas, palestras sobre prevenção de incêndios em áreas verdes, o efeito estufa e a biodiversidade, entre
Mudas, palestras sobre prevenção de incêndios em áreas verdes, o efeito estufa e a biodiversidade, entre
Mudas, palestras sobre prevenção de incêndios em áreas verdes, o efeito estufa e a biodiversidade, entre

PROJETOS NA ÁREA DE SAÚDE

Saúde Criança

A Rede Saúde Criança – que replica o modelo de atendimento da Associação Saúde Criança – realiza ações para auxiliar a reestruturação familiar das crianças com baixo poder aquisitivo, internadas em hospitais públicos. Visa a reduzir também as reinternações das crianças que vivem em comunidades de baixa renda. Focadas em cinco áreas, as ações contemplam a saúde, renda familiar, moradia, educação e cidadania. O Projeto Rede Saúde Criança acontece nos estados do RJ, SP, RS, PE, GO e SC e beneficia atualmente 4.000 pessoas por mês.

Por meio da Praxair Foundation, a White Martins mantém, desde 2003, uma parceria com a Rede Saúde Criança. Os hospitais que recebem o apoio são: Hospital da Lagoa (RJ), Associação dos Amigos da Pediatria do Hospital da Restauração (PE), Hospital Nossa Senhora do Loreto (RJ), Posto de Saúde José Camilo dos Santos (RJ), Hospital das Clínicas (GO), Hospital Conceição (RS), Hospital Santa Marcelina (SP) e Hospital Estadual Rocha Faria (RJ).

25

A White Martins ampliou sua participação e apoia o projeto Profissionalização do Saúde Criança, que

A White Martins ampliou sua participação e apoia o projeto Profissionalização do Saúde Criança, que desde 1998 já profissionalizou 2.400 pais e mães de baixa renda. Além da capacitação, efetuou a distribuição de 1.600 instrumentos de trabalho, como secador de cabelo, prancha alisadora, kit de depilação e ferramentas, promovendo a autossuficiência econômica destas famílias.

Em 2008, o brinde de fim de ano para os principais clientes da White Martins foi o apadrinhamento de 20 famílias da Associação Saúde Criança. Os clientes receberam um cartão com um pingente do Chiquinho (símbolo do Saúde Criança), informando que eles, em conjunto com a White Martins, estariam "apadrinhando" 20 famílias durante todo o ano de 2009. Relatórios quadrimestrais de acompanhamento destas famílias são enviados aos clientes.

26

durante todo o ano de 2009. Relatórios quadrimestrais de acompanhamento destas famílias são enviados aos clientes.
durante todo o ano de 2009. Relatórios quadrimestrais de acompanhamento destas famílias são enviados aos clientes.
durante todo o ano de 2009. Relatórios quadrimestrais de acompanhamento destas famílias são enviados aos clientes.
durante todo o ano de 2009. Relatórios quadrimestrais de acompanhamento destas famílias são enviados aos clientes.
durante todo o ano de 2009. Relatórios quadrimestrais de acompanhamento destas famílias são enviados aos clientes.
durante todo o ano de 2009. Relatórios quadrimestrais de acompanhamento destas famílias são enviados aos clientes.
durante todo o ano de 2009. Relatórios quadrimestrais de acompanhamento destas famílias são enviados aos clientes.
durante todo o ano de 2009. Relatórios quadrimestrais de acompanhamento destas famílias são enviados aos clientes.
durante todo o ano de 2009. Relatórios quadrimestrais de acompanhamento destas famílias são enviados aos clientes.

Doutores da Alegria

A White Martins patrocina os Doutores da Alegria desde 2006. Em 2008, a empresa ampliou a parceria por meio da aquisição de cotas de patrocinador regional em Recife e, em 2009, tornou-se patrocinador nacional do grupo.

Os Doutores da Alegria são artistas vestidos de médicos- palhaços, que levam diversão e descontração às crianças hospitalizadas, suas famílias e aos profissionais da saúde. Atualmente conta com uma equipe de 50 artistas que visitam os hospitais semanalmente. A organização atua em 14 unidades hospitalares da rede pública em São Paulo, Belo Horizonte e Recife, e o objetivo é minimizar o período de sofrimento que essas pessoas passam nos hospitais.

Em 2008, a White Martins, em parceria com os Doutores da Alegria, promoveu a Certificação RISO 9000 em suas unidades. A ação teve como objetivo medir a saúde organizacional da empresa, resgatando a alegria e o autoconhecimento dos colaboradores, proporcionando, assim, mais harmonia e união no ambiente de trabalho.

O grupo Doutores da Alegria foi incluído duas vezes entre as melhores práticas sociais do mundo, pela Divisão Habitat da Organização das Nações Unidas (ONU). Desde 1991, seus médicos-palhaços já visitaram mais de 650 mil crianças e adolescentes hospitalizados, atingindo também cerca de 700 mil familiares e mais de 15 mil profissionais de saúde.

e adolescentes hospitalizados, atingindo também cerca de 700 mil familiares e mais de 15 mil profissionais
e adolescentes hospitalizados, atingindo também cerca de 700 mil familiares e mais de 15 mil profissionais
e adolescentes hospitalizados, atingindo também cerca de 700 mil familiares e mais de 15 mil profissionais
e adolescentes hospitalizados, atingindo também cerca de 700 mil familiares e mais de 15 mil profissionais
28
28
Cesta Verde O Programa Cesta Verde foi criado em Iguatama, no ano de 2004, para

Cesta Verde

O Programa Cesta Verde foi criado em Iguatama, no ano

de 2004, para fazer a distribuição de 500 cestas semanais

de

legumes, verduras e frutas. Os beneficiados por esta ação

são

creches, a APAE, asilos, funcionários e terceirizados e as

famílias de menor poder aquisitivo da comunidade. Participam 127 voluntários, sendo 90 de entidades e 35 funcionários da White Martins.

Os

alimentos são cultivados em uma área de 25 mil m 2 , dentro

do

complexo industrial da Fábrica de Carbureto de Cálcio,

que

foi transformada em canteiros para o cultivo. Além disso,

o Cesta Verde promove reuniões informais sobre os temas saúde, educação alimentar, qualidade de vida, voluntariado, entre outros.

O Cesta Verde também serve como ressocialização:

semanalmente, são indicadas pessoas pelo juiz da cidade, para que estas possam pagar por suas penas, contraídas na

prática de atos ilícitos menores, através do trabalho eventual

nas dependências do projeto.

O Cesta Verde é um projeto consistente e de longa duração, que une os ideais

O Cesta Verde é um projeto consistente e de longa duração, que une os ideais de

solidariedade e inclusão social.

A distribuição das Cestas Verdes é feita em dias específicos para atender aos beneficiados

de forma prática e eficiente:

Às terças e quintas, as doações são feitas para a APAE, creches e asilos. Total = 130

Às sextas, as doações são feitas para os funcionários e terceiros de menor salário. Total = 120

Aos sábados, as doações são feitas para as famílias carentes da comunidade. Total = 250

Resultado: 1.570 pessoas beneficiadas por semana.

são feitas para as famílias carentes da comunidade. Total = 250 Resultado: 1.570 pessoas beneficiadas por
são feitas para as famílias carentes da comunidade. Total = 250 Resultado: 1.570 pessoas beneficiadas por
são feitas para as famílias carentes da comunidade. Total = 250 Resultado: 1.570 pessoas beneficiadas por

30

são feitas para as famílias carentes da comunidade. Total = 250 Resultado: 1.570 pessoas beneficiadas por
são feitas para as famílias carentes da comunidade. Total = 250 Resultado: 1.570 pessoas beneficiadas por
são feitas para as famílias carentes da comunidade. Total = 250 Resultado: 1.570 pessoas beneficiadas por
são feitas para as famílias carentes da comunidade. Total = 250 Resultado: 1.570 pessoas beneficiadas por
são feitas para as famílias carentes da comunidade. Total = 250 Resultado: 1.570 pessoas beneficiadas por
são feitas para as famílias carentes da comunidade. Total = 250 Resultado: 1.570 pessoas beneficiadas por
são feitas para as famílias carentes da comunidade. Total = 250 Resultado: 1.570 pessoas beneficiadas por
são feitas para as famílias carentes da comunidade. Total = 250 Resultado: 1.570 pessoas beneficiadas por
são feitas para as famílias carentes da comunidade. Total = 250 Resultado: 1.570 pessoas beneficiadas por

Sacolas ecológicas são usadas nas doações de alimentos

Semanalmente, a White Martins faz a distribuição de 500 Cestas Verdes. Em 2009, o programa passou a utilizar sacolas confeccionadas em ráfia (fabricadas com polipropileno trançado), um material retornável que pode ser usado por até 44 meses. Com a ráfia, a empresa deixa de utilizar 79.200 sacolas plásticas, contribuindo para um meio ambiente mais limpo.

Com a ráfia, a empresa deixa de utilizar 79.200 sacolas plásticas, contribuindo para um meio ambiente
6. Segurança e Desenvolvimento d e C o l a b o r a d

6. Segurança e Desenvolvimento de Colaboradores

Os colaboradores da White Martins na América do Sul são o bem mais valioso da companhia e os principais responsáveis por uma história de sucesso de quase cem anos. A importância que a empresa dá a seus 5,5 mil funcionários na região pode ser medida pelas suas ações que envolvem a segurança e o desenvolvimento de seu pessoal.

Para garantir a segurança de seus colaboradores, a White Martins trabalha de acordo com os padrões globais da Praxair,

cujos resultados são os melhores da indústria de gases. Isso se explica pelo constante investimento em educação, informação

e prevenção na área, visando a manter a excelência em suas

operações e o compromisso com o índice zero de acidentes.

Entre as medidas de segurança adotadas pela empresa em

suas unidades, estão: avaliar e controlar riscos; conhecer

e

promover a prevenção dos impactos de seus produtos

e

serviços sobre o meio ambiente; melhorar continuamente

seus sistemas de gestão; difundir entre seus colaboradores as boas práticas ambientais, de saúde e de segurança no trabalho; promover a redução do consumo de insumos

e recursos naturais através de campanhas educativas e concursos internos que abordam os temas.

32

No campo do desenvolvimento de sua força de trabalho,

a White Martins adota ações de gestão de recursos

humanos que priorizam as oportunidades de treinamento

e aprimoramento técnico e gerencial, em todos os níveis. Ferramentas como avaliação de desempenho, programa

de capacitação profissional, programas gerenciais e

comportamentais são disponibilizados ao corpo funcional em toda a América do Sul.

O ambiente de trabalho também é prioridade para a

White Martins. Por isso, a empresa realiza com seus colaboradores, periodicamente, pesquisas de clima com o objetivo de avaliar e implementar planos de ação nas áreas com oportunidades de melhoria.

O “Oportunidade para Todos”, por exemplo, vem sendo

constantemente aprimorado por conta de pesquisas.

O programa abre alternativas de crescimento e

desenvolvimento, dentro ou fora da área de atuação do colaborador, na medida em que divulga as vagas disponíveis, prioritariamente, aos colaboradores antes de informá-las

ao público externo.

aos colaboradores antes de informá-las ao público externo. E justamente porque acredita que o seu sucesso

E justamente porque acredita que o seu sucesso é consequência do

talento, criatividade e empenho de seus colaboradores, a White Martins

implementou, há mais de 15 anos, um programa de participação nos resultados da organização, chamado de “Performance”, que vem recompensando colaboradores, de forma diferenciada, pelos resultados financeiros e não financeiros conquistados, estimulando uma ação coletiva e cada vez mais integrada.

Profissionais jovens e experientes, homens e mulheres de origens

diversas atuam dentro de um ambiente de conhecimento compartilhado

e mútuo aprendizado. Recentemente, a Praxair publicou uma Política de Direitos Humanos confirmando seu comprometimento às normas internacionalmente aceitas.

33

7. Desempenho Financeiro

Ter um excelente desempenho financeiro é vital para a sustentabilidade.

A White Martins e a Praxair acreditam que é essencial manter um

equilíbrio entre alcançar retornos no curto prazo e atender os objetivos de longo prazo. A capacidade de aumentar vendas e lucros e gerar fortes fluxos de caixa é fundamental para financiar novas tecnologias de aplicação, apoiar funcionários e as comunidades em que a empresa atua, cumprir metas ambientais e criar valor para os acionistas.

A Praxair apresentou forte desempenho financeiro em 2008 e foi

apontada pela revista norte-americana de negócios Fortune como uma das empresas mais admiradas da indústria química. A companhia passou da quarta colocação, em 2008, para o terceiro lugar da lista no ranking da revista de 2009, tendo à frente apenas a Basf e a DuPont.

Em 2008, o grupo Praxair faturou cerca de US$ 10,8 bilhões, resultado 15% superior ao ano de 2007, refletindo um crescimento proveniente de novos negócios e o início de operação de investimentos realizados no ano anterior.

34

Neste mesmo ano, o grupo investiu cerca de US$ 1,6 bilhão para suportar as oportunidades de negócios que garantirão sua sustentabilidade econômico-financeira para os próximos anos.

A enorme gama de oportunidades de negócios e a representatividade

da América do Sul, onde a Praxair é líder do mercado de gases, mostram

o porquê de a região receber investimentos que sustentam uma visão

estratégica de longo prazo. A região contribuiu na ordem de 17,5% das vendas e 18,7% do lucro operacional do grupo.

O desempenho da companhia no mundo e na América do Sul reflete

um forte modelo operacional e um compromisso rigoroso com a

disciplina financeira com relação a investimentos e alocação de capital. Além disso, nossa cultura de negócio requer intenso foco no cliente

e execução superior constante por todos os nossos colaboradores e

parceiros, resultando em um modelo de excelência e sustentabilidade.

8. Engajamento e Comunicação com as Partes Interessadas (Stakeholders)

Uma boa relação com seus diversos públicos de interesse é fundamental no modelo de sustentabilidade adotado e defendido pela White Martins. A empresa estimula parcerias com clientes, fornecedores, segmentos empresariais e com as comunidades onde atua de forma a estabelecer um ambiente de convivência forte, seguro e sustentável. Dispõe de canais de comunicação e atendimento, como a Central de Relacionamento White Martins (0800 709 9000) e o site na internet (www.whitemartins.com.br).

Um bom exemplo das iniciativas que a White Martins promove no sentido de ampliar essas parcerias é a experiência do Polo Petroquímico de Triunfo (RS). Em conjunto com outras empresas que atuam na região, a White Martins abriu um canal de diálogo permanente com

as comunidades do entorno das unidades industriais, garantindo assim maior credibilidade

junto à população. Outras unidades da empresa no país seguem o exemplo de Triunfo e mantêm canais abertos de diálogo com as comunidades vizinhas às suas instalações.

A White Martins integra comitês técnicos ou de responsabilidade social em importantes

organizações, como a Firjan (Federação das Indústrias do Rio de Janeiro), Abiquim (Associação Brasileira das Indústrias Químicas) e ABA (Associação Brasileira de Anunciantes). Além disso, é associada ao Instituto Ethos de Empresas e Responsabilidade Social e ao LIDE (Grupo dos Líderes Empresariais), dentre outras associações destinadas a difundir princípios éticos de governança corporativa.

35